Previsão do Novo Concurso da PC-PR 2019 – Delegado




Edital de Abertura deverá ser publicado ainda este ano e contará com vagas para o cargo de Delegado de Polícia.

Outro processo de seleção, de caráter público, está na iminência de ser definitivamente publicado, em forma de edital, com vagas e banca organizadora.

Trata-se da realização de novo certame público destinado ao provimento de cargos no órgão da Polícia Civil do Estado do Paraná, o Concurso da PC-PR. Este concurso tem por meta providenciar cargos de carreira na função de delegado de polícia, para este ano de 2019. Todas as pessoas interessadas poderão manter-se atentas, daqui para frente.


Este novo processo seletivo, para o cargo indicado, deverá ser realizado neste mesmo ano, conforme o que registra uma publicação oficial do dia três de dezembro de 2018, de conhecimento de todos. Naquela edição do diário oficial consta a própria deliberação, de número 1008/18, lavrada pelo Conselho da Polícia Civil. Neste documento se propõe que o certame seja efetivamente realizado, de modo a se preencher em torno de 35 postos efetivos imediatos, junto da formação do cadastro reserva de pessoas.

Assim, este processo seletivo passará, ou já está em trâmite, no interior da Secretaria de Segurança Pública, no sentido de ser aprovada e receber o retorno que concede a autorização governamental.

Os requisitos necessários para participar são os seguintes:

Todas as pessoas que vão concorrer neste certame deverão comprovar, por meio de certificado, formação acadêmica superior na área de direito; estar em idade mínima de 21 anos; possuir carteira de habilitação na escala de categoria B.


Sobre os vencimentos, seguem as informações:

O salário inicial está no valor de 17.921 reais, dentro do regime de trabalho de 40 horas por semana. Neste caso, este tipo de carreira conta, também, com um eficiente plano de progressão profissional no cargo, o qual proporciona o direito de um servidor veterano poder atingir uma boa remuneração que chega ao valor de 28.007 reais.

O histórico do último certame realizado, para cargos na mesma função, registra o seguinte:

O processo de seleção foi realizado no ano de 2013. Naquela ocasião o número de vagas se limitou a 26 postos efetivos e imediatos, tendo como banca organizadora o órgão da Coordenadoria de Processos Seletivos, ou Cops.

Aquele certame consiste em provas objetivas, uma prova discursiva versando sobre os conhecimentos específicos; em seguida, foi realizada a necessária análise sobre os títulos; foram realizadas as provas da higidez física; o necessário exame que afere a aptidão física de cada candidato e finalizou com investigação sobre o histórico de conduta.

Com relação à parte objetiva dos testes, foram distribuídos cadernos com 100 questões, em quatro grupos de provas objetivas. A primeira etapa constituiu uma prova de dez questões versando sobre língua portuguesa; mais dez versando sobre matéria em noções de informática e dez questões sobre raciocínio lógico. Na segunda etapa, foi distribuída uma prova contendo dez questões sobre direito civil; mais dez questões sobre a legislação estadual e mais dez questões sobre medicina legal. Na terceira etapa, foram distribuídas provas com dez questões sobre direito administrativo e mais dez questões sobre direito constitucional. Na quarta e última etapa, foram distribuídas provas com dez questões sobre direito penal e mais dez questões sobre direito processual e penal.

Todas as disciplinas que compunham os grupos I e II apresentaram questões com peso de 0,5 por alternativa de resposta, ao passo que as questões que compunham o grupo III tiveram até 1,5 por alternativa de resposta e o grupo IV teve peso 2 por questão.

A prova discursiva consistiu de oito questões escritas, das quais duas versando sobre direito administrativo; mais duas versando sobre direito constitucional; mais duas versando sobre direito penal e duas versando sobre direito processual e penal.

Paulo Henrique dos Santos

Comentários