Novo Pedido de Concurso do BACEN 2019





Pedido continua em análise para abertura de 230 vagas.

O pedido para a realização do concurso Bacen (Banco Central) continua em processo de avaliação. O objetivo é abrir cerca de 230 vagas.

Nos últimos dias, o presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto que prevê maior independência e autonomia do Bacen. Sabe-se que o decreto é muito importante para o Banco Central, uma vez que, no futuro, ele não precise mais esperar pela autorização do Ministério da Economia quando quiser realizar novos concursos públicos.




Em 2018, foi solicitado ao Ministério da Economia a realização de um concurso, com o intuito de preencher cerca de 230 vagas no quadro pessoal do BC. No entanto, desde então o projeto está passando por análises.

O pedido para a realização desse concurso foi feito de antemão, uma vez que é essencial a contratação de nova mão-de-obra, pois já há déficit de vários funcionários para realizarem diversas funções dentro da instituição.


O presidente Jair Bolsonaro assinou, no dia 11 de abril, um decreto para que o Banco Central do Brasil não dependa de decisões externas para cumprir com as suas metas.

De acordo com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, tornar o Banco Central mais independente é uma das metas do governo, já que, foi uma das propostas realizadas durante a campanha. Desse modo, caso isso realmente aconteça, a instituição deixará de depender das autorizações vindas do Ministério da Economia e, dessa forma, passa a executar suas atividades de forma mais autônoma.

Atualmente o banco está passando por uma grande defasagem no seu quadro de funcionários. Sendo assim, torna-se imprescindível que um novo concurso seja realizado, o mais rápido possível. Até o momento, acredita-se que há um valor superior a 2.000 postos vagos, isso sem incluir os cargos de funcionários que vão se aposentar logo em breve. Portanto, o Banco Central está funcionando com um número de funcionários muito abaixo do que é realmente necessário. Sabe-se que o déficit é de 2.356 servidores públicos, o que corresponde a 36% do quadro total de funcionários.

Os cargos de maior defasagem são os de analista e procurador. Dessa forma, o pedido para a realização do novo certame foi de 230 postos de empregos, sendo que 200 são direcionados aos cargos de analistas e as outras 30 destinadas aos cargos de procuradores. Dessa vez, não foram incluídas vagas para as funções de técnico, como no concurso anterior.

Para participar do concurso é necessário possuir formação superior, serão aceitos mesmo que em diferentes áreas de atuação. Com isso, a remuneração para o cargo de analista é de aproximadamente R$16.290, já para o cargo de procurador o ordenado chega a quase R$ 17.800. É importante salientar que nos valores acima já está incluso o valor do benefício-alimentação, que é de quase R$ 460 por mês.

Para quem não sabe, o Banco Central foi criado em 31 de dezembro de 1964, por meio da lei 4.595 . É de domínio federal e etá vinculado o Ministério da Fazenda, que tem como intuito assegurar a estabilidade do sistema financeiro brasileiro, tornando-o mais eficiente e também mais sólido.

A sede do Banco Central está localizada na cidade de Brasília. No entanto, há filiais espalhadas por toda parte do Brasil, isto é, em Salvador, Recife, Fortaleza, Belém, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo.

Os concursos públicos realizados pelo Banco Central do Brasil são sempre muito aguardados pelos concurseiros e, por isso, há sempre grande concorrência pelas vagas. Isso acontece pois, como todos ja sabem, desde 2015 o Brasil sofre uma grave crise no mercado de trabalho e apesar de ter melhorado um pouco, muitas pessoas tentam conseguir melhores oportunidades de emprego por meio da realização de concursos, já que, através deles é possível atingir maior establidade financeira e profissional.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Comentários