Novo Concurso da Polícia Federal 2019 – Previsão





Novo pedido de 3.460 vagas para PF já foi enviado ao Ministério da Justiça.

A notícia é boa para quem quer ingressar nos quadros da (PF) Polícia Federal. Segundo informações divulgadas pela imprensa, foi solicitado para o Ministério da Justiça autorização para abertura de 357 vagas para cargos da área administrativa e 3.103 vagas para diversas áreas da carreira dentro da PF, não especificadas no pedido. Ao todo foram solicitadas 3.460 vagas.

No caso da área administrativa, a expectativa é sejam 123 vagas para cargos de nível superior e 234 para quem possui apenas ensino médio. A remuneração é bem interessante e chega a R$ 7.841,95 para superior e R$ 4.746,16 para nível médio.




Entre os cargos já definidos da área administrativa, o que se destaca é da carreira de agente administrativo, que é um carreira de nível médio e conta com uma remuneração inicial de R$ 4.746,16, sendo R$ 2.467 de gratificação de desempenho de atividade e R$ 2.279,16 de salário básico.

Para quem possui nível superior e almeja salários maiores, o pedido para o concurso PF solicita 1 vaga de farmacêutico, 14 de assistente social, 18 vagas de administrador, 2 de enfermeiro, 62 de médico, 8 de arquivista, 9 de psicólogo e 9 de contador.


Nesses cargos, exceto no caso do médico, a remuneração é de R$ 5.776,47, sendo R$ 3.374 de gratificação de atividade e R$ 2.402,74 de salário base. Para os médicos, o salário inicial é de R$ 7.841,95, sendo R$ 3.037 de gratificação de atividade e R$ 4.804,95 de salário básico.

Sobre as atribuições dos cargos

Para Agente Administrativo, as atribuições são as seguintes: atividades de grande complexidade que envolvem tratado adequado com pessoas e com as leis, abrangendo planejamento em grau auxiliar; atuar na supervisão dos trabalhos que lidam com a aplicação das técnicas de orçamento, pessoal, organização, etc.

Para administrador, as atribuições são as seguintes: realização de atividades de programação, supervisão, execução especializada ou coordenação em grau de maior complexidade, sendo referentes a pesquisas, estudos, análise e projetos sobre administração pública, material, de pessoal, organização, métodos e orçamento.

Para arquivista, as atribuições são as seguintes: realização de organização, planejamento e direção de serviços de arquivo; elaboração de trabalhos e pareceres de complexidade arquivística, etc.

Para assistente social, as atribuições são as seguintes: trabalhos relacionados com o diagnóstico, desenvolvimento e tratamento dos servidores dos órgãos em todos os seus aspectos sociais.

Para contador, as atribuições são as seguintes: atividades relativas à Administração financeira, pública e patrimonial, auditoria e contabilidade, compreendendo registro, análise e perícia contábeis, de balanços, balancetes e demonstrações contábeis.

Para psicólogo, as atribuições são as seguintes: realização de atividades ligadas às áreas de psicologia clínica e organizacional; realizar atividades acompanhamento profissional e de desenvolvimento voltadas para a gestão técnico administrativa e prestar o apoio logístico necessário da área de segurança pública, etc.

Sobre como foi o último concurso PF para a área de administração

O último concurso PF para a área administrativa já faz um bom tempo, sendo que ocorreu em 2013, na ocasião foram oferecidas 566 vagas, sendo que dessas 534 vagas foram para agente administrativo, todo os estados foram contemplados. Para nível superior, as vagas eram todas para o Distrito Federal. O Cespe foi a banca organizadora da prova, sendo que a prova objetiva contou com 120 questões para todos os cargos, 70 questões de conhecimentos específicos e 50 questões sobre conhecimentos básicos, os cargos de nível superior também tiveram prova discursiva.

Para agente administrativo, as questões de conhecimentos básicos abarcaram noções de informática, sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de direito administrativo, temas atuais e noções de direito constitucional.

Para os cargos de nível superior, as questões de conhecimentos básicos abarcaram raciocínio lógico, língua portuguesa, noções de informática, noções de direito constitucional e noções de direito administrativo.

Gabriel Bem

Comentários