Novo Concurso Aneel 2019 – Avanço do Pedido





Seleção deverá ofertar 148 vagas de nível médio e superior.

Recentemente houve movimentações no processo de solicitação de concurso da Aneel, a Agência Nacional de Energia Elétrica. Ele foi protocolado no MPDG, o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, e estava sem nenhuma alteração desde junho de 2017. Nesse ano ele voltou a ser movimentado em agosto e também recentemente nos dias 6 e 7 de dezembro.

Essas mudanças recentes aumentam a expectativa da realização do concurso. A isso soma-se a necessidade cada vez maior de servidores para ocupar cargos vagos. A solicitação feita ao MPDG foi de 148 vagas e é esperado que, por conta da mudança de ritmo no andamento do processo, o governo federal do ano seguinte autorize e libere o concurso.




O número de vagas a serem preenchidas pelo concurso se distribuem entre três cargos, sendo eles os de Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia (31 vagas); Analista Administrativo (39 vagas) e Técnico Administrativo (78 vagas).

O cargo de técnico administrativo exige a conclusão do ensino médio (ou certificado equivalente) e tem remuneração no valor de R$ 6.147,52. Já os cargos de analista e especialista em regulação exigem nível superior em diversas áreas de formação, sendo o primeiro remunerado em R$ 11.529,29 e o segundo em R$ 12.432,49. Nos valores já está incluído o auxílio-alimentação de R$ 458.


Último concurso realizado pela Aneel

O concurso anterior da Aneel foi realizado em 2010 e nele foram selecionados profissionais para ocuparem 186 vagas distribuídas entre os mesmos cargos que estão sendo solicitados para esse próximo concurso. Foram 47 vagas para o cargo de Técnico Administrativo, que exigiu como pré requisito a conclusão do ensino médio.

Para a função de Especialista foram selecionados 76 candidatos e para a de Analista Administrativo 63. A primeiro exigia nível superior na área, já a segunda também tinha como requisito a graduação, porém, em qualquer área.

A banca organizadora foi a Cespe/UnB. Na prova elaborada por ela, os conhecimentos dos candidatos foram testados por meio de 120 questões envolvendo conhecimentos básicos e específicos. Também foi preciso elaborar uma redação. Apenas como critério de classificação, a banca também realizou a prova de títulos. O local de trabalho foi a cidade de Brasília (DF), onde fica localizada a Aneel.

O que é a Aneel?

Criada em 1996 no governo do presidente Fernando Henrique Cardoso e com sede no Distrito Federal, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) tem como objetivo a gestão da energia elétrica por meio das atividades de produção, transmissão e comercialização da eletricidade.

A Lei nº 10.871/2004, que regulamenta as carreiras e organização de cargos das Agências Reguladoras (como é o caso da Aneel), define que o quadro de pessoal dessa autarquia deve ter 365 cargos de Especialista em Regulação; 200 em Técnico Administrativo e outros 200 em Analista Administrativo.

Estudar antes do edital

Ao contrário do que muitos pensam, é possível estudar antes que o edital de determinado concurso saia. Com a iminência do concurso da Aneel, uma dica para aqueles que querem concorrer é sair na frente e analisar o edital do último concurso da agência. Você pode encontrá-lo no site da Cespe/Unb, banca que realizou o concurso, por meio do link: http://www.cespe.unb.br/concursos/ANEEL2010/.

No edital é interessante observar as áreas de conhecimento que foram cobradas para definir prioridades na hora do estudo. As disciplinas com maior número de questões podem ser decisivas na aprovação do candidato, então é uma boa idéia estudá-las de maneira um pouco mais intensa.

A bibliografia utilizada também pode servir como ponto de partida para aqueles que não têm idéia de onde começar a estudar. Relacionar os capítulos dos livros com os conteúdos pedidos também é uma boa ideia, principalmente em casos onde são pedidas obras muito extensas.

Bruno Esteves Campoi

Comentários