Certame deverá ocorrer ainda no primeiro semestre de 2018.

Para quem se encontra na expectativa de novas notícias sobre um possível novo concurso público do Tribunal Regional Eleitoral do estado do Rio Grande do Norte, o TRE/RN, as novidades que acabam de chegar são bastante favoráveis. É que ao que tudo indica o concurso será realizado ainda no primeiro semestre do ano de 2018 e prevê a disponibilidade de vagas nos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

É isso mesmo, quem pretendia realizar o concurso público do TRE do estado do Rio Grande do Norte ainda neste ano de 2017 deverá esperar um pouco mais. Aliás, este certame vendo sendo anunciado desde o ano de 2015, porém, em decorrência da forte crise que atingiu a economia do país, que levou a uma restrição de gastos em geral, ele teve que ser adiado várias vezes, mas do primeiro semestre do ano de 2018 a sua realização não deve passar.

Contudo, o concurso deve ser realizado com base no projeto que foi enviado no ano de 2015 para o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, solicitando autorização e que já previa a disponibilidade de vagas nas carreiras de analista judiciário e técnico judiciário. Porém, ainda não se pode afirmar o quantitativo de vagas que serão disponibilizadas para estas carreiras.

Mas já se pode afirmar que para concorrer ao cargo de técnico o candidato precisará possuir formação completa do ensino médio. Já para concorrer ao cargo de analista, o candidato precisará possuir formação de nível superior.

Um profissional no cargo de técnico judiciário possui uma remuneração inicial no valor de R$ 7.601,10, valor este em que já estão inclusos benefícios e gratificações. Por sua vez, um Analista possui uma remuneração inicial no valor de R$ 11.904,90, também já inclusos neste valor gratificações e benefícios.

Os profissionais aprovados e contratados devem cumprir uma jornada de trabalho de 40 horas por semana.

Vale a pena ressaltar que profissionais do judiciário federal podem ainda contar com um já previsto reajuste em torno de 41,47%, que é determinado por uma Lei de nº 13.317, que recebeu a sanção do presidente da república Michel Temer no ano passado.

Desde então os servidores que já atuam em seus cargos já começaram a receber o reajuste que foi dividido em oito parcelas, sendo que desse montante, cinco já foram pagas. As três restantes estão previstas para serem pagas no dia 1º do mês de junho do ano de 2018, 1º do mês de novembro e a última no dia 1º do mês de janeiro do ano de 2019.

Desse modo, contando com esse reajuste, os técnicos do judiciário passarão a receber o equivalente a R$ 7.887,24, chegando ao valor de R$8.475,36. Um profissional no cargo de analista vai receber valores a partir de R$ 12.274,34, chegando a R$ 13.339,30, quando o reajuste atingir sua totalidade.

O último concurso público realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte aconteceu no ano de 2010, quando foram disponibilizadas apenas duas vagas, sendo uma para a função e técnico para a área administrativa e a outra para a função de analista também na área administrativa.

Na ocasião a empresa contratada para ser responsável pela organização e execução do concurso foi a já conhecida Fundação Carlos Chagas.

Geralmente os candidatos a um concurso como este devem realizar uma prova objetiva composta por 60 questões de múltipla escolha, sobre conhecimentos gerais e conhecimentos específicos.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar o concurso, fique atento a divulgação de novas informações, assim como notícias sobre a autorização do concurso e previsão para publicação de seu edital de abertura.

Dessa forma, comece a se preparar para a prova a ser realizada em 2018.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 41 Média: 3]

Certame ainda está no processo e escolha da comissão.

Se você é residente do estado de Santa Catarina e se encontra na expectativa de novas informações sobre um novo concurso público do TRE/SC, que é o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, as expectativas em relação a sua realização têm crescido bastante. Veja abaixo as últimas notícias sobre o assunto.

Para quem está interessado em realizar um concurso público do TRE do estado de Santa Catarina, as notícias que chegam é que existe sim a expectativa de que um novo certame seja realizado.

Na realidade as primeiras notícias sobre o certame dão conta de que será disponibilizado para a concorrência uma vaga para lotação imediata e para formação de cadastro de reserva.

Desse modo, o processo do concurso se encontra em andamento, sendo que o próximo passo é a definição de uma comissão que ficará encarregada de realizar a contratação da empresa que se responsabilizará pela organização e execução do concurso.

Nesse sentido, após a contratação da banca organizadora, o passo seguinte será a confecção de um cronograma em que estarão contidas todas as datas com atividades envolvidas no certame, desde a data de publicação do edital de abertura, do período reservado para inscrições, realização das provas e resultado final.

De acordo com as informações iniciais sobre o novo certame do TRE/SC, as oportunidades disponíveis são para as funções de técnico judiciário com especialidade em contabilidade e analista judiciário da área de contabilidade e da área de medicina.

Podem concorrer ao cargo de técnico judiciário pessoas que possuam formação de ensino médio completo, mais formação técnica específica na área da função. Já para concorrer aos cargos de analista é preciso possui formação de nível superior nas áreas específicas dos cargos.

O último concurso público realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado de Santa Catarina foi realizado no ano de 2015. Na ocasião foi disponibilizada para a concorrência apenas uma vaga imediata, além de formação de cadastro de reservas para os cargos de Analista Judiciário na área de Arquitetura.

Os candidatos tinham que possuir graduação em arquitetura, com devido registro no conselho desta categoria.

Para a organização e execução deste concurso a empresa contratada foi a Exatus.

Os inscritos no certame tiveram que passar por um processo seletivo realizado por meio de etapas, sendo elas a realização e prova objetiva sobre conteúdos de língua portuguesa, informática, regimento interno do TRE, além de questões sobre conhecimentos específicos.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar o novo concurso público do Tribunal Eleitoral Regional de Santa Catarina, fique atento às novas informações em relação à formação da comissão responsável pelo concurso.

Segundo informações do órgão, o concurso deve sim ser realizado, de modo que assim que a comissão for eleita, o processo de elaboração do certame deve avançar com mais rapidez, sendo possível e esperado que até o final deste ano de 2017, novas informações sejam anunciadas ou até mesmo o edital de abertura com prazo para realização das inscrições.

Assim, resta aos interessados aguardar as novas notícias, podendo assim já começar a se preparar para a realização da prova. Para isso, basta buscar pelo edital de abertura do concurso do ano de 2015, verificar os conteúdos a serem cobrados na prova, se baseando neles para se prepararem. Também é válido refazer a prova do certame passado e de outros órgãos, a fim de se familiarizar com o tipo de abordagem comum destes concursos.

A expectativa do anúncio oficial deste concurso é grande, principalmente pelo fato de que em todo o país existe um elevado número de pessoas em situação de desemprego, que buscam por segurança e estabilidade financeira, tão raras em tempos de crise na economia.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 1.9]

Concurso deverá ofertar vagas para Técnico e Analista.

No Estado de Santa Catarina, mais um novo e importante processo seletivo está sendo preparado. Trata-se do concurso para técnico e analista elaborado pelo TRE/SC. A próxima etapa desse processo pretende disponibilizar vagas para os níveis médio, técnico e superior. Portanto, se trata de eleger e formar a comissão organizadora. Assim, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina tem o compromisso de estabelecer, em breve, uma comissão que será responsável pela organização deste concurso público, pois a abertura do mesmo já foi autorizada. Este certame se destina ao preenchimento de uma única vaga imediata e o cadastro de muitas outras para reserva de pessoal. A mesma comissão elegida ficará encarregada de escolher a melhor banca organizadora para este concorrido processo de seleção. Assim que a empresa organizadora estiver eleita, será elaborado um cronograma cujo conteúdo apresentará as datas do lançamento do edital, o período para se realizarem as inscrições, o dia de aplicação de provas, entre outras informações importantes.

As vagas ofertadas neste concurso para o TRE/SC se destinam aos cargos de técnico judiciário com especialidade em contabilidade; analista judiciário em contabilidade e analista judiciário em medicina. A vaga para ocupação imediata é a da colocação de analista em medicina. O trabalho na área de técnico judiciário está voltado especialmente para os profissionais que possuem ensino médio e ou um curso técnico específico, em instituição reconhecida. Entretanto, cargos com funções de analista se destinam aos candidatos portadores de graduação em nível superior em determinadas áreas. Conforme aumenta o grau de formação, aumentam as responsabilidades inerentes aos cargos e, por conseguinte, aumentam as remunerações.

Foi no ano de 2015 que o TRE/SC promoveu um determinado concurso para um cargo e para mais um grupo de vagas em cadastro de reserva de pessoas, todos destinados à função de Analista Judiciário em Arquitetura. Esta é uma ocupação que requer um servidor com formação no curso superior em Arquitetura e o devido registro legítimo no conselho de classe. Cargos que exigem nível superior necessitam de profissionais comprovadamente qualificados.

O processo de seleção teve como empresa organizadora a Exatus Promotores de Eventos e Consultoria, que é uma instituição que atua nesse ramo desde o ano de 2003, promovendo concursos públicos, desde municipais até vestibulares, garantindo um suporte necessário para a realização de processos seletivos. O método adotado, dessa vez, pela Exatus, foi o de triagem na realização das provas objetivas, que serão constituídas de questões voltadas aos conhecimentos gerais, tais como: a matéria de língua portuguesa, estudos sobre as noções de informática, estudo das normas aplicáveis aos servidores públicos federais e o regimento interno do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, ou seja, a lei seca. Além dessas questões, as provas contarão com outras de conhecimentos específicos.

Reforçando as informações sobre este próximo processo seletivo no Estado de Santa Catarina: O cargo ofertado é para Técnico e Analista, com reserva de cadastro. Os graus de escolaridade exigidos estão entre pessoas com ensino fundamental completo ou com diploma em cursos técnicos até pessoas com graduação em curso superior, completo. As vagas são todas para o Estado de Santa Catarina. Vagas para preenchimento imediato – uma. Cargo que necessita ser imediatamente ocupado – Analista em Medicina (Administração em saúde). O próprio órgão do TRE de Santa Catarina está promovendo o concurso, os valores dos salários pretendidos ainda não foram divulgados, os valores das inscrições serão conforme os graus acadêmicos e as cidades onde ocorrerá o certame ainda não foram divulgados. Portanto, os interessados devem estar atentos às atualizações no site do TRE-SC.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 4]

Seleção deverá ofertar vagas para os cargos de Técnico e Analista Judiciário.

O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina foi autorizado a realizar um novo concurso público.

O objetivo do concurso público é admitir novos funcionários com diferentes níveis de escolaridade. Dessa forma, haverá vagas disponíveis para aqueles que possuem apenas o ensino médio, mas também para quem possui formação técnica e graduação.

Vale ressaltar ainda que, a princípio, o concurso público visa nomear o participante a uma vaga que deve ser preenchida o mais depressa possível. Contudo, aqueles que forem classificados tem seus nomes guardados no banco de cadastro e, dessa forma, podem ser chamados, posteriormente, para ocuparem outras funções dentro do Tribunal Regional.

Os concurso público tem como objetivo selecionar candidatos de diferentes áreas. Dessa forma, os cargos são os seguintes: Técnico Judiciário, que precisa possuir alguma formação na área de contabilidade. Além disso, há vagas para Analista Judiciário, esse profissional também deve possuir formação na área de administração, economia ou contabilidade. Por fim, haverá vagas disponíveis na função de Analista na área de Medicina.

Desse modo, é importante salientar que as vagas destinadas para a função de técnico judiciário exigem que o candidato possua certificado de conclusão do ensino médio, além de possuir formação técnica nessa área específica. Por outro lado, as inúmeras vagas de analistas devem ser preenchidas por candidatos que possuam graduação em diferentes áreas específicas.

A instituição pública divulgou, por meio de sua assessoria, que agora o objetivo principal é dar continuidade no processo que visa a realização do concurso. Dessa forma, no momento presente é necessário que o TRE/SC crie uma comissão com o intuito de escolher qual será a banca organizadora do concurso público.

Desse modo, somente após a escolha da banca organizadora é que poderá ser divulgada outras datas e informações como datas de inscrição, os dias em que ocorrerão as provas, entre outras coisas.

O último concurso realizado pelo TRE/SC era para selecionar candidatos a uma vaga de analista judiciário na área de arquitetura. Dessa forma, os participantes do concurso deveriam ter graduação e apresentar os seus registros do conselho de classe.

A banca organizadora da época foi a instituição Exatus. O método de avaliação utilizado pela Exatus foi o seguinte: provas objetivas com questões específicas de cada área, mas também, parte dele, composta por questões de conhecimentos gerais, cobrando do candidato conhecimentos nas áreas de Língua Portuguesa, Matemática e conhecimento intermediário em Informática.

Os interessados a realizarem o concurso público do Tribunal Regional Estadual de Santa Catarina devem começar a se preparar o quanto antes. Isso porque, nos últimos tempos, a crise política que teve início em 2015 desencadeou uma segunda crise, mas no setor econômico. Dessa forma, inúmeras empresas e indústrias tiveram que fechar as suas portas. Outras conseguiram estabilizar-se, no entanto, para isso acontecer tiveram que deixar de realizar novas contratações.

Sendo assim, logo no início do ano, as estatísticas apontavam para uma taxa assombrosa de cerca de 14 milhões de brasileiros que estavam desempregados. Apesar, de no momento, esse número ter reduzido, a redução foi mínima e ainda há muitos desempregados.

Por isso, muitos brasileiros estão vendo nos concursos públicos uma forma de conseguir um emprego que dê maior estabilidade financeira e maior segurança.

Os servidores públicos do TRE/SC, além de contarem com os salários que variam de acordo com a função e o grau de escolaridade, também contam com outros benefícios como vale-transporte, vale-alimentação, planos médicos e odontológicos.

Os interessados devem estar atentos para mais informações no site do TRE/SC.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 2.4]

Inscrições podem ser feitas até o dia 28 setembro de 2017.

Para quem estava na expectativa de novas informações sobre o novo concurso público do Tribunal Regional Eleitoral que atua no Rio de Janeiro, as notícias que chegam são animadoras. É que na última quarta-feira, dia 30 do mês de agosto, o edital de abertura do concurso foi publicado. Segundo as informações do documento, serão disponibilizadas o total de 11 vagas, todas para lotação imediata. Também haverá vagas para a formação e cadastro de reserva.

De acordo com as informações do edital de abertura do novo concurso TRE-RJ, as vagas ofertadas no certame são para as funções de analista judiciário e técnico judiciário. Veja abaixo:

– Técnico Judiciário na Área Administrativa: 7 vagas imediatas;

– Técnico para Apoio Especializado na área de Enfermagem: Cadastro reserva;

– Técnico para Apoio Especializado na área de Operação de Computadores: Cadastro reserva;

– Técnico para Apoio Especializado na área de Programação de Sistemas: Cadastro Reserva;

– Analista Jurídico para área Judiciária: 2 vagas imediatas;

– Analista Administrativo: Cadastro reserva;

– Analista para Apoio Especializado em Análise de Sistemas: Cadastro reserva;

– Analista para Apoio Especializado em Medicina- Clínica Geral: Cadastro de Reserva;

– Analista para Apoio Especializado em Medicina do Trabalho: 1 vaga imediata;

– Analista para Apoio Especializado na área de Psicologia Clínica: 1 vaga imediata.

Podem concorrer ao cargo de técnico pessoas que possuam formação completa de ensino médio ou de curso técnico. Já os interessados aos cargos de analista precisam possuir formação de nível superior em área específica.

Os interessados poderão realizar suas inscrições a partir do dia 06 do mês de setembro, dia previsto para a abertura das inscrições, que devem ser encerradas no dia 28 do mês de setembro. Os inscritos terão que pagar uma taxa cujos valores são de R$70 para o cargo de analista e R$60 para o cargo de técnico.

A empresa contratada para a organização do certame foi a Consulplan, que disponibiliza seu site (www.consulplan.net) para a realização das inscrições.

Quem estiver interessado em realizar o concurso do TRE- RJ e não possui acesso à internet, para se inscrever basta comparecer ao posto de atendimento que está localizado no Centro Municipal de Artes Calouste Gulbenkian, na R: Benedito Hipólito, número 125, região central do Rio de Janeiro, de segunda a sexta-feira, em horário comercial.

Como será o processo de seleção os inscritos?

A seleção dos candidatos será realizada por meio de realização de prova objetiva composta por 65 questões. Além disso, quem concorrer ao cargo de técnico da área administrativa terá que fazer uma redação e os candidatos de outros cargos ainda devem realizar dois estudos de caso.

A prova de múltipla escolha trará questões sobre conhecimentos gerais e específicos.

As provas estão previstas para serem realizadas no dia 26 do mês de novembro, na cidade do Rio de Janeiro.

Qual a validade do concurso?

Segundo o edital do concurso, sua validade será de 24 meses, período este que pode ser prorrogado por tempo igual, conforme necessidade e determinação do TRE-RJ.

O último concurso público realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado do Rio de Janeiro aconteceu no ano de 2012. Na ocasião foram disponibilizadas para a concorrência o total de 19 vagas, sendo 10 oportunidades para a função de técnico e nove para a função de analista.

A banca organizadora deste concurso foi o Cespe/UnB.

Os inscritos no certame realizaram uma prova de múltipla escolha composta de 120 questões, sendo estas de conhecimentos gerais e específicos.

Se você está interessado em realizar o novo concurso público do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro, já pode começar a se preparar para as provas. E não deixe de se inscrever.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 15 Média: 3]

Seleção oferece vagas para técnico e analista. Inscrições podem ser feitas até o dia 2 de outubro de 2017.

Está à procura de um trabalho que ofereça estabilidade e segurança? Faça o Concurso Público do TRE-TO.

Já pensou em ter um trabalho que ofereça o salário de R$ 10,4 mil? Pois bem, isso será possível se você realizar o novo Concurso Público do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, que já teve seu edital de abertura publicado, oferecendo oportunidades para pessoas com ensino médio e ensino superior.

Se você estava na expectativa por novas informações sobre um novo concurso público do TRE-TO, as notícias que chegam são bastante animadoras, pois o seu edital de abertura já foi publicado oficialmente e conforme suas informações, o novo certame disponibilizará o total de 10 oportunidades para os cargos de técnico judiciário e analista judiciário.

O concurso Público do TRE de Tocantins disponibiliza para quem possui ensino médio completo oportunidades para o cargo de Técnico Judiciário, que deverão atuar em duas áreas, sendo elas a área administrativa, onde estão disponibilizadas para a concorrência o total de 3 vagas e para área de apoio especializado em programação de sistemas, com 2 oportunidades.

Um técnico judiciário possui a remuneração inicial no valor de R$ 6.376,41.

Já o cargo de Analista Judiciário pode ser concorrido por pessoas que possuam formação de nível superior na área judiciária (que contam com a disponibilidade de 3 vagas), administrativa (para formação de Cadastro de Reserva) e de contabilidade (que conta com a disponibilidade de 2 vagas).

Um profissional que atua no cargo de analista judiciário possui a remuneração inicial de R$ 10.461,90.

De acordo com informações do edital de abertura do certame, os interessados em entrar para a concorrência de um cargo no Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins podem realizar suas inscrições a partir do dia 04 de setembro, sendo que elas se encerram no dia 02 do mês de outubro.

As inscrições poderão ser realizadas somente por meio da internet, na página que pertence à empresa organizadora do certame, a Cespe/UnB, em http://www.cespe.unb.br/concursos/tre_to_17.

Os interessados deverão pagar uma taxa de inscrição cujos valores são de R$ 75 para quem pretende o cargo de técnico e R$ 95 para quem deseja o cargo de analista.

As provas estão previstas para serem realizadas no dia 03 do mês de dezembro, na capital do estado e serão compostas por 60 questões de caráter objetivo e uma discursiva. Os candidatos terão o total de 4 horas e meia para realizarem a prova.

Os conteúdos pragmáticos a serem cobrados na prova são de noções de informática, língua portuguesa, noções sobre direitos das pessoas que possuem deficiência, normas que se aplicam aos servidores públicos federais, regimento interno e conhecimentos específicos da área do cargo almejado.

Conforme as informações do edital, o novo concurso público do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins terá validade para o período de dois anos, que pode ser prorrogado conforme determinação do órgão pelo mesmo período.

Nesse sentido, se você se interessou em realizar este concurso acesse o seu edital completo no site da empresa organizadora e saiba de todos os detalhes. Não perca essa excelente oportunidade de conquistar um emprego que ofereça estabilidade e segurança, que estão tão em falta nos tempos atuais, em decorrência da forte crise econômica e política que se instalou no Brasil desde o ano passado, levando milhares de brasileiro ao desemprego.

Se você possui interesse no concurso, já comece a se preparar para a realização da prova, pois a estimativa é de que o número de inscritos nesse concurso supere as marcas de outros concursos do órgão.

O Tribunal Regional Eleitoral é um importante órgão do Governo Federal que possui funções muito determinantes para a sociedade. Com sede na CAPITAL Palmas, o TRE- TO foi instalado no estado no ano de 1989.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 12 Média: 2.5]

Consulplan deverá divulga o edital do certame nas próximas semanas.

Se você é um concurseiro e está na expectativa por novas informações sobre um possível Concurso Público do Tribunal Regional do Rio de Janeiro, as notícias que acabam de chegar são bastante favoráveis. É que está previsto para as próximas semanas a publicação do edital de abertura do concurso. Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso, pode começar a se preparar.

De acordo com informações do órgão, o contrato com a empresa que se responsabilizará pela organização e realização do concurso já foi assinado, sendo esta a já conhecida Consulplan.

Embora o edital ainda não tenha sido publicado, algumas informações podem ser adiantadas e já foram confirmadas pelo órgão, como por exemplo, o número de vagas disponibilizadas no certame.

Dessa forma, como deve constar no edital, o novo concurso Público do Tribunal de Justiça deve disponibilizar o total de 10 oportunidades para lotação imediata e para a formação de Cadastro de Reserva.

As funções a serem ofertadas no certame são:

  • Técnico Judiciário da área administrativa: 6 vagas imediatas;
  • Técnico na função de apoio especializado na área de enfermagem: vaga para Cadastro Reserva;
  • Técnico de apoio especializado na área de operação de computadores: cadastro reserva;
  • Analista judiciário da área judiciária: 2 vagas imediatas;
  • Analista/administrativo: vaga para formação de Cadastro Reserva;
  • Analista de apoio especializado na área de análise de sistemas: vaga para formação de Cadastro Reserva;
  • Analista de apoio especializado na área de medicina/clínica geral: vaga para formação de Cadastro Reserva;
  • Analista de apoio especializado na área de medicina do trabalho: 1 vaga imediata;
  • Analista de apoio especializado na área de psicologia/clínica: 1 vaga imediata;

Os interessados nos cargos de técnico devem possuir formação de nível médio ou curso técnico. Já os interessados nos cargos de analista necessitam possuir formação em curso de nível superior.

Um profissional que atua no cargo de técnico possui uma remuneração inicial no valor de R$ 7.260,41. Por sua vez, um analista possui a remuneração inicial no valor de R$ 11.345,90. Nesses valores já estão incluídos o auxílio-alimentação no valor de R$ 884 por mês.

Os candidatos aprovados e lotados devem cumprir uma carga horária semanal de 40 horas, com exceção dos cargos de analista em medicina do trabalho e analista/medicina, que possui uma jornada de trabalho de 20 horas semanais.

Os interessados deverão pagar uma taxa de inscrição cujos valores variam entre R$ 65 R$ 80, de acordo com o cargo.

A expectativa do órgão é de que se inscrevam na concorrência o equivalente a 50 mil pessoas. Sendo que desse total 35 mil devem ser para o cargo de nível médio e 15 mil para o cargo que exige ensino superior.

Os inscritos deverão realizar uma prova de caráter objetivo, composta por questões de conhecimentos específicos e gerais, além de realizarem um teste discursivo.

O concurso que terá seu edital publicado em breve vem sendo planejado desde o início do ano, quando Jaqueline Lima Montenegri, que é a desembargadora, no mês de maio formou a comissão responsável pelo certame, sendo esta comissão constituída pelos analistas judiciários Odlan Villar Farias, Gilcea Saraiva de Oliveira, Deborah Nerlite Bulhões do Carmo e Mauricio da Silva Duarte, contando como presidente o analista judiciário Guilherme Hildebrandt Piscitelli.

O último concurso realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do estado do Rio de Janeiro aconteceu no ano de 2012, quando foram disponibilizadas para a concorrência o total de 19 vagas, sendo que 10 eram para a função de Técnico e as nove restantes para a função e Analista. Na ocasião a empresa contratada para a organização o certame foi o Cespe/Unb.

Fique atento à publicação do edital de abertura nas próximas semanas.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 36 Média: 3.1]

Concurso oferecerá vagas para analista e técnico judiciário.

Se você estuda para concursos públicos e aguarda a publicação do edital do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Janeiro (TRE-RJ), confira aqui novidades sobre a previsão desse certame.

No mês de maio de 2017, o TRE-RJ divulgou em diário oficial a formação da comissão do seu próximo concurso. Em breve o tribunal deve iniciar o processo de escolha da banca responsável pela organização do certame. Após a escolha da empresa, a expectativa de lançamento do edital é que seja logo em seguida.

O processo seletivo visa preencher vagas para os cargos de analista e técnico judiciário. O órgão ainda não divulgou informações a respeito das lotações e áreas que serão disponibilizadas.

Para ocupar o posto de analista judiciário é necessário ter escolaridade de nível superior. A remuneração para os iniciantes na carreira é de R$ 10.620,27. Já para concorrer ao cargo de técnico é necessário ter ensino médio completo. Nesse caso, o salário oferecido é de R$ 6.818,15.

O valor das taxas de inscrições já foram definidas: R$ 80 e R$ 65 para analista e técnico. respectivamente. Com isso, o TRE-RJ prevê que haja 50 mil inscritos no concurso.

O último processo seletivo do referido tribunal ocorreu em 2012. A banca responsável pela organização do concurso foi o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), que antes era chamado de Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB).

Naquela ocasião, foram oferecidas 19 chances, sendo 9 para analista e 10 para técnico judiciário. Os concorrentes tiveram de responder a 120 itens, sendo 70 sobre conhecimentos específicos e 50 sobre conhecimentos básicos. Para algumas especialidades ainda houve avaliação discursiva. Foram reservadas vagas exclusivas para pessoas com necessidades especiais (PNE).

Confira as disciplinas cobradas na prova objetiva para o cargo de técnico: atualidades, português, direito constitucional, arquivologia, noções de legislação, informática, raciocínio lógico, direito eleitoral, administração pública, direito administrativo e administração de recursos materiais.

As especialidades ofertadas para a carreira de analista judiciário foram: contabilidade, análise de sistemas, arquitetura, programação de sistemas, engenharia civil, judiciária, engenharia elétrica e administrativa.

A validade daquele certame expirou em 2016.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 1.5]

Seleção irá ofertar 41 vagas para Técnico e Analista Judiciário.

Está em andamento o concurso público do Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Bahia (TRE-BA). O início oficial se deu após a publicação do edital de abertura nº 01/2017. O certame tem como principal objetivo o preenchimento de 41 vagas imediatas, além da formação de cadastro reserva. Os interessados podem disputar os cargos de Técnico Judiciário (nível médio/técnico) e Analista Judiciário (nível superior).

São nada menos que 25 vagas ofertadas para o cargo de Técnico Judiciário e 16 vagas para o cargo de Analista Judiciário. Haverá reserva de vagas para candidatos com deficiência e aqueles declarados negros. Além disso, é importante destacar que 39 vagas são para lotação em cartórios eleitorais localizados no interior do Estado da Bahia, sendo que as outras duas vagas são para a capital.

O cargo de Técnico Judiciário prevê remuneração inicial no valor de R$ 6.167,99, com exceção da área de Serviços Gerais, cuja remuneração é de R$ 7.205,87, haja vista o benefício da gratificação específica. O cargo de Analista Judiciário, por sua vez, conta com remuneração inicial de R$ 10.119,93. Ambos os cargos também possuem direito a R$ 884,00 de auxílio-alimentação.

O período de inscrições terá início em 06 de julho e término previsto para 24 de julho de 2017. O procedimento de inscrição deve ser feito por meio exclusivo da internet. Dessa forma, o candidato deverá acessar o site oficial da CESPE/UnB, que é a instituição responsável pela organização do certame aqui destacado. A taxa de inscrição será de R$ 70,00 para Técnico Judiciário e R$ 85,00 para o cargo de Analista Judiciário.

O processo seletivo deste concurso irá contar com três etapas. A primeira delas diz respeito a provas objetivas (de caráter eliminatório e classificatório), que terá questões de: língua portuguesa, normas aplicáveis aos servidores públicos federais, noções de informática, noções de gestão pública, conhecimentos específicos para o cargo disputado e regimento interno do TRE-BA. Em seguida, teremos a prova discursiva, também de caráter eliminatório e classificatório, obrigatória para todos os cargos. Além disso, quem disputar o cargo de Técnico Judiciário na especialidade de Segurança Judiciária também será submetido à prova de aptidão física de caráter eliminatório.

As provas objetiva e discursiva devem ser realizadas em 20 de agosto de 2017, em turnos diferentes, segundo consta no edital. Outros detalhes podem ser encontrados no edital oficial que está disponível AQUI.

Por Bruno Henrique

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 2.6]

Certame oferta vagas para os cargos de Técnico e Analista Judiciário.

No estado da Bahia, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) publicou edital para o concurso público que visa preencher vagas de nível superior e médio. O candidato interessado em obter aprovação no órgão devem realizar a sua inscrição no site www.cespe.unb.br/concursos/tre_ba_17 a partir do dia 6 de julho (quinta-feira) até o dia 24 de julho (segunda-feira).

A banca responsável pela organização do processo seletivo é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), antes conhecido como Cespe UnB.

As vagas disponíveis são para os cargos de técnico e analista judiciário. As áreas são: administrativa, apoio especializado, serviços gerais e judiciária. Confira quais são as especialidades: contabilidade, enfermagem, análise de sistemas, operação de computadores, engenharia civil, programação de sistemas, medicina, saúde bucal, engenharia elétrica, odontologia, eletricidade e telecomunicações, segurança judiciária e psicologia.

O edital reserva vagas exclusivas para pessoas com necessidades especiais e negros.

A taxa de inscrição custa R$ 70 para os cargos de nível médio e R$ 85 para os de nível superior. O pagamento pode ser efetuado até o dia 25 de julho (terça-feira).

Os concorrentes serão examinados com provas objetiva e discursiva, ambas de caráter eliminatório e classificatório, com duração de 4 horas. A data prevista para aplicação das avaliações é no dia 20 de agosto (domingo). A prova objetiva terá 20 quesitos sobre conhecimentos gerais e 40 sobre conhecimentos específicos. Os candidatos ao cargo da área de segurança ainda farão exame de capacidade física, de caráter eliminatório. A data para essa prova ainda será divulgada.

Todas as fases do processo seletivo ocorrerão na capital Salvador.

A remuneração varia de R$2.965,38 até R$ 4.865,35. Além de gratificações e benefícios. A jornada de trabalho consiste em 40 horas por semana.

Confira as disciplinas cobradas para todos os cargos: noções de informática, português, regimento interno do tribunal, noções de direito da pessoa com deficiência, noções sobre sustentabilidade, normas aplicáveis aos servidores públicos federais.

As principais atribuições do técnico judiciário área administrativa são: dar apoio administrativo e técnico às unidades, dar suporte na execução de funções relacionadas a finanças, orçamento, recursos materiais, humanos e patrimoniais.

Aproveite a oportunidade.

Acesse o site www.cespe.unb.br/concursos/tre_ba_17 para saber mais informações.

Por Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 2]

Certame oferta 11 vagas para os cargos de Analista e Técnico Judiciários.

Depois de alguns meses de expectativa, os concurseiros podem se animar, pois o TRE – PR, Tribunal Regional Eleitoral do Paraná, publicou o edital para o concurso público destinado ao preenchimento de vagas para as carreiras de Analista e Técnico Judiciários. Tal informação foi publicada, nesta segunda-feira, dia 12, no Diário Oficial.

Ao todo, 11 vagas são disponibilizadas para que sejam preenchidas imediatamente e também será formado cadastro de reserva com o objetivo de contratar de acordo com a necessidade na validade do certame.

Para o cargo de Analista Judiciário será necessário possuir formação em nível superior, as oportunidades são voltadas para Área Judiciária, como duas vagas e também para Apoio Especializado em diversas especialidades, sendo:  Medicina do Trabalho (1), Biblioteconomia (1) e Contabilidade (1), Análise de Sistemas.

Já para Técnico Judiciário, que é voltado para os candidatos que possuem nível médio, as chances são para a área Administrativa com duas vagas e de Apoio nas especialidades: Operador de Computadores, Programação de Sistemas (ambas com duas vagas) e Enfermagem (1).

Remuneração

Os salários dos concorrentes que forem aprovados para Analista e Técnico será, respectivamente, de R$ 11.345,90 e R$ 7.260,41. Neste valor já está incluso R$ 884 referente à GAJ – gratificação de atividade judiciária e o auxílio alimentação. A remuneração mensal é para cumprir 40 horas por semana em ambas as funções. A exceção é a especialidade de Medicina, a qual terá uma jornada de 20 horas por semana.

Segundo o edital, prioritariamente será realizado o preenchimento das vagas nos municípios do interior e conforme for disponível, na capital Curitiba.

A empresa organizadora do certame será a FCC, Fundação Carlos Chagas. O último processo seletivo do órgão realizou-se no ano de 2011 também pela mesma banca. A data de vencimento do mesmo foi prorrogado uma vez e venceu no mês de outubro do ano passado.

Provas e Inscrições

Os candidatos podem se inscrever no período que inicia no dia 23 de junho e finda no dia 21 de julho às 14h, diretamente na página eletrônica da FCC. A taxa de inscrição será de R$ 90 para o cargo de Analista Judiciário e de R$ 70 para Técnico Judiciário.

As avaliações serão aplicadas dia 3 de setembro.

Por Filipe Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 1.8]

Confira aqui as principais informações sobre os novos concursos públicos do TRE do PR, BA, DF, TO, MS, RJ, CE, SC e RN.

Foram definidos comissões em 5 estados para os concursos TRE 2017. Com isso, este ano as oportunidades são excelentes para quem deseja trabalhar nos Tribunais Eleitorais. Ao menos 8 grande editais estão programados e as oportunidades de trabalho são para àqueles que possuem nível médio ou superior.

Contudo, além da questão salarial, que é medida pelo cargo e pela escolaridade, os concursos para trabalhar nos tribunais também oferecem outros benefícios como é o caso dos excelentes planos de saúde e de convênios com muitas entidades, o que proporciona bem-estar e lazer tanto para os servidores concursados quanto para seus dependentes legais.

A maior parte dos editais publicados está direcionada para vagas na região nordeste, nos Tribunais Regionais dos estados da Bahia e do Ceará. No que se refere à Bahia, a instituição organizadora já foi contratada e o edital deverá ser liberado nas próximas semanas. Todavia, todas as regiões do país disponibilizarão editais para os concursos públicos do TRE 2017, incluindo o maior órgão eleitoral, o Tribunal Superior Eleitoral, no Distrito Federal.

É uma tradição que os órgãos eleitorais façam muitas nomeações, o que culmina em milhares de convocados, como aconteceu em suas últimas sessões e que deve se repetir no que se refere aos concursos deste ano.

Vale ressaltar que há um aumento para os servidores do judiciário federal. Sendo assim, os cargos de Analista Judiciário pode alcançar o patamar mais elevado da carreira recebendo mais de 19 mil reais mensais. No que diz respeito aos técnicos, começam na Classe C (nível inicial), recebendo mais de 7 mil reais, um salário bem alto se levarmos em consideração que é um cargo de nível médio. Além disso, os concursados recebem R$ 884 de auxílio alimentação, auxílio natalidade (no valor de R$ 700) e auxílio saúde (no valor de R$ 300).

Os estados que disponibilizarão editais para vagas nos Tribunais Regionais são os seguintes: Bahia, Paraná, Distrito Federal, Ceará, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Tocantins e Rio Grande do Norte (adiado para 2018). Todos os concursos em questão são para candidatos com nível médio ou superior e com remuneração inicial de até 12 mil reais mensais.

Iris Gonçalves

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 3 Média: 2.7]

Fundação Carlos Chagas (FCC) será a responsável pelo concurso.

Nesta segunda-feira, dia 29 de maio de 2017, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Estado do Paraná concluiu o primeiro esboço do edital para o concurso que acontecerá ainda esse ano, a banca escolhida para o certame foi a Fundação Carlos Chagas (FCC). Com a banca já escolhida, há grande chances para que o edital seja publicado nas próximas semanas.

As provas da FCC normalmente são compostas por questões de múltiplas escolhas, no qual deve se identificar o certo e o errado, de acordo com o que é pedido. Uma característica da FCC é o conteúdo programático que é na sua maioria diluído na prova. A Fundação Carlos Chagas utiliza formas e fórmulas repetitivas, sendo essa uma boa dica para estudar refazendo provas anteriores.

O concurso do TRE-PR será destinado para o nível médio, sendo essa uma ótima oportunidade para quem possui até esse nível e sonha em trabalhar no cargo de técnico judiciário, que é destinado para o setor administrativo. A respeito da remuneração o valor inicial para o técnico é de R$7.051,99, distribuídos em R$2.965,38 de salário base, R$3.202,61 de Gratificação Judiciária e auxílio-alimentação de R$884,00. De acordo com a Lei 13.317/2016, está previsto reajuste para a categoria em 2019, com isso o salário do cargo de analista poderá chegar a R$11.398,00.

O último concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Paraná ocorreu em 2011, nesse concurso ocorreram 59 nomeações para o cargo de analista judiciário, sendo seis para a área administrativa e 218 nomeados para o cargo de técnico judiciário na área administrativa.

A função do Técnico Judiciário é executar as atividades intermediárias com as funções administrativas. É responsável também pelo controle interno, desenvolvimento organizacional e suporte técnico.

A respeito dos conteúdos programáticos para o cargo de técnico na área Administrativa, podemos destacar que os conhecimento básicos são compostos pelas seguintes disciplinas: Noções de Informática, Noções de Arquivologia, Português (esse conteúdo normalmente tem maior peso). Nos conhecimentos específicos são abordadas áreas específicas do direito como, Noções de Direito Eleitoral, Noções de Direito Administrativo, Noções de Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos e Regime Interno do Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Paraná.

Gisele Alves de Brito

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 4]

Edital do certame tem previsão de ser lançado até o final deste semestre de 2017. A expectativa é de que sejam abertas 48 vagas de emprego.

A expectativa cresce ainda mais a cada dia que passa entre os concurseiros de plantão, já que o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia já divulgou o projeto básico para a realização no novo certame, o que inevitavelmente, mostra a proximidade do lançamento do edital normativo que oficializará de vez a realização do novo concurso público.

Com o lançamento do projeto básico, as informações essenciais do concurso já foram divulgadas como: número de vagas, inscrições, avaliações e convocações. A real intenção do Tribunal Regional é a de que os aprovados no concurso possam tomar posse de seus cargos ainda este ano, já que a contratação de novos servidores se faz necessária no quadro de pessoal efetivo do Tribunal.

Número de Vagas:

Inicialmente, a previsão é a de que sejam ofertadas 48 vagas para os cargos de Técnico Judiciário (nível médio) e de Analista Judiciário (nível superior). Este número de vagas poderá aumentar ainda mais no decorrer dos próximos meses devido aos servidores que deverão se aposentar do TRE/BA em 2017.

Lançamento do edital:

Existe uma grande expectativa de que o edital do concurso público do TRE/BA seja divulgado até o final deste semestre de 2017. Já que o concurso já obteve aprovação no orçamento da União e foi sancionada pelo presidente Michel Temer. O Tribunal Regional Eleitoral também informou que o último certame já teve seu prazo expirado, o que denota ainda mais urgência na realização do novo concurso, o que indica que o edital realmente deverá ser lançado em breve.

Taxa de inscrição:

A taxa de participação no novo concurso público deverá ser cobrada nos valores de 90 reais para Técnico Judiciário e 110 reais para Analista Judiciário. A previsão total de arrecadação com o novo concurso é de R$ 7.350.000,00.

Cargos e Salários:

A função de Técnico Judiciário (nível médio), contará com uma excelente remuneração para os aprovados no processo de seleção. O vencimento inicial será de R$ 6.774,52, já inclusos auxílio-alimentação, pago mensalmente no valor de R$ 884,00. Já para a função de Analista Judiciário (nível superior completo), contará com o vencimento de R$ 10.548,52, também incluso o benefício de alimentação.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 3 Média: 2]

Seleção terá 8 vagas com salários de até R$ 10 mil.

Autorizado desde novembro, o Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins (TRE/TO) deve escolher a banca responsável pelo certame até a próxima semana. A comissão do concurso já está definida e a expectativa é que o edital seja divulgado até maio, por isso, os interessados devem começar os estudos.

O concurso terá 08 vagas imediatas, sendo 05 para técnico (nível médio) e 03 para analista (nível superior). As provas devem ser aplicadas no segundo semestre e a remuneração, dependendo do cargo, pode chegar a mais de R$ 10 mil.

As vagas serão preenchidas da seguinte maneira: 3 para o cargo de técnico administrativo e 2 para programação de sistemas, que exige curso técnico na área, além de uma vaga imediata para analista na área de contabilidade e duas para analista da área judiciária. O concurso também terá oportunidade para analista administrativo da área administrativa, mas será para a formação de cadastro reserva.

O último concurso organizado pelo Órgão foi em 2010 e a banca responsável foi a Fundação Carlos Chagas. Ficou interessado em aproveitar a oportunidade? Então adiante os seus estudos, pois este é um dos certames mais cobiçados.

Como organizar meus estudos?

É essencial ter foco. Desta forma, direcione os seus estudos para uma determinada área de concurso. Vai fazer o TRE TO? Então, aproveite para fazer outras provas de TRE’S que surgirem. Se você tem disponibilidade para mudar de estado, é uma excelente opção.

Planeje a sua rotina em função dos estudos, priorizando sempre a qualidade. Neste sentido, não importa se você tem duas ou 08 horas para estudar diariamente, apenas faça o seu melhor a cada dia. Assim você usa o tempo a seu favor!

Escreva a forma de estudo: livro, apostila, aula, PDF, cursinho, entre outras. É necessário se organizar para identificar os seus pontos fortes e fracos. Além disso, você consegue acompanhar a sua produtividade e ritmo.

Para alcançar o sucesso, é necessário ter coragem, confiança e pagar o preço. Resolveu estudar para concurso? Então comprometa-se com a sua posse, para fazer por merecer a vaga que deseja. Tenha garra e acredite no seu potencial.

Compartilhe a oportunidade com os seus amigos nas redes sociais e sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Adiamento do certame se deve as restrições de gastos determinadas pelo Governo Federal.

Se você estuda para concursos, saiba que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) adiou a realização do certame. Segundo o órgão, o motivo se deve a restrições de gastos determinadas pelo contingenciamento do governo federal. Desse modo, a estimativa de lançamento do concurso é para o ano de 2018.

Havia previsão na lei orçamentária anual para o concurso em 2017. Porém, o TRE/RN informou que foi necessário postergar a realização do concurso público para provimento de servidores.

Em 2015, a seleção foi autorizada para os cargos de analistas e técnicos judiciários. A expectativa do tribunal para o próximo concurso é de 12.400 e 18.400 inscritos pagantes, respectivamente. Nesse cenário, as taxas custariam R$ 110 e R$ 90. Para a primeira função, o candidato deve ser formado em curso superior. O salário inicial ofertado é de R$ 10.992,07. Já os interessados para ocupar o cargo de técnico, devem ter escolaridade de nível médio. A remuneração para quem ingressar na carreira é de R$ 7.044.75. A jornada de trabalho em ambos os casos é de 40 horas por semana. Segundo reajuste previsto em lei, os salários chegariam a aproximadamente R$ 8 mil para técnicos e R$ 13 mil para analistas.

O último certame realizado pelo TRE/RN foi em 2010. Naquele momento, a banca responsável pela organização foi a Fundação Carlos Chagas. Os concorrentes responderam a 60 quesitos, sendo 40 de conhecimentos específicos e 20 questões de conhecimentos gerais. Os candidatos com graduação ainda realizaram prova discursiva.

Houve vagas para as seguintes especialidades de nível superior: administrativa, análise de sistemas, medicina, engenharia civil, judiciária, biblioteconomia, odontologia e contabilidade. No caso dos técnicos, as áreas oferecidas foram: enfermagem, administrativa, programação de sistemas e higiene dental. As valores das taxas de inscrição foram de R$ 73 para analista e R$ 53 para técnico.

Confira algumas disciplinas cobradas: Língua Portuguesa, Informática, Inglês, Direito Eleitoral, Administrativo, Constitucional, Administração Pública, entre outras. As provas foram aplicadas nos municípios de Pau dos Ferros, Natal, Mossoró e Caicó.

Mesmo com o adiamento do concurso, quem almeja um cargo público deve permanecer estudando, pois as chances são boas. Além da remuneração ser alta, o regime de contratação é estatutário, ou seja, garante estabilidade com três anos de atividade pública.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 18 Média: 2.9]

Seleção deverá ofertar vagas de nível médio e superior.

Sonha em ingressar no TRE? Então, pode começar a estudar, pois foi formada a comissão para o novo concurso do Tribunal Regional Eleitoral do estado do Paraná ( TRE/PR). A expectativa é que o certame ofereça oportunidades para técnico (nível médio) e analista (nível superior). Além disso, em breve deve ser divulgado o número de vagas e a distribuição das áreas de atuação, para que a banca organizadora do concurso seja escolhida e divulgado o edital.

As remunerações para os cargos são bem atrativas, sendo de R$ 6.818,15 para nível médio e R$ 10.620,07, para nível superior. Nestes valores, já estão inclusos o vale-alimentação, que corresponde a R$ 884,00.

O último concurso organizado pelo Órgão ocorreu no ano de 2011 e foi organizado pela Fundação Carlos Chagas ( FCC) e as provas objetivas foram compostas de conhecimentos básicos e específicos. Desta forma, os interessados foram avaliados por meio de questões que cobraram português, informática, arquivologia, direito administrativo, além de licitação e também conhecimentos específicos, que mudavam de acordo com o cargo desejado.

Antecipe a sua preparação antes de o edital ser publicado, uma vez que este concurso é extremamente concorrido. Organize a sua rotina em função dos estudos e estabeleça prioridade, ou seja, para alcançar a aprovação é necessário ter foco.

O seu planejamento deve ser organizado com as disciplinas que serão estudadas diariamente e, além disso, deve estabelecer a forma de estudo: livro, aula, apostila, entre outros. Também é fundamental ter qualidade de estudo e alto rendimento, logo, mantenha a concentração, a fim de reter e aprender todo o conteúdo, sobretudo os detalhes.

Para manter o conhecimento na memória de longo e curto prazo invista em revisões que podem ser feitas por meio de resumos, mapas mentais ou fichas. Tenha o hábito de ler os seus resumos semanalmente, para não esquecer os principais conteúdos da disciplina.

Mantenha a força de vontade e o comprometimento com a sua aprovação e tenha persistência, para alcançar uma boa colocação no concurso. Não deixe de fazer outras provas que tenham conteúdo parecido e se tiver disponibilidade para mudar fique de olho em outros concursos dos Tribunais Regionais Eleitorais. Muito sucesso e bons estudos!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Concurso deverá ofertar vagas para técnico e analista.

Para as pessoas que residem no estado do Rio Grande do Norte e aguardam desde o ano de 2015 pela publicação do edital de abertura do concurso público do Tribunal Regional Eleitoral do estado, as notícias que chegam são favoráveis.

É que de acordo com informações do órgão, o concurso público não foi realizado em 2015 em decorrência de uma série de problemas administrativos e orçamentários. Contudo, ele está previsto para acontecer ainda neste ano de 2017.

O motivo pelos trabalhos serem retomados se dá ao fato de que esse processo de seleção de novos profissionais esteja previsto na chamada Lei Orçamentária Anual do estado. Para isso já está previsto o gasto de cerca de 3 milhões de reais.

Embora ainda não tenha sido publicado o edital de abertura com todas as informações necessárias, já existem algumas especulações. Nesse sentido, a previsão inicial é de que sejam disponibilizadas na concorrência, diversas vagas para o cargo de Técnico, uma função que exige que o candidato possua formação de nível médio e também para o cargo de Analista, função que exige formação de nível superior.

Um Técnico do TRE do estado possui hoje uma remuneração mensal inicial no valor de R$ 7.044.75 para técnicos, já acrescentados benefícios como ajuda de custo e gratificações. Já o profissional que ocupa o cargo de Analista do TRE possui uma remuneração inicial mensal de R$ 10.992,07. Contudo, em junho do ano passado o presidente Michel Temer autorizou a esses profissionais um relevante reajuste, que fez com que o salário atual desses profissionais aumentasse.

A carga horária semanal de um técnico e de um analista do Tribunal Regional Eleitoral é de 40 horas.

Não se pode afirmar ao certo quantas vagas serão disponibilizadas para a concorrência, mas a recomendação é de que os interessados já comecem a se prepara para a realização da prova, que deve acontecer ainda esse ano.

O último concurso do TRE foi realizado no ano de 2010. Na ocasião a empresa organizadora escolhida para cuidar das questões do concurso foi a Fundação Carlos Chagas.

Nesse sentido, se você reside no estado do Rio Grande do Norte e aguarda por esse concurso, comece a se preparar para a realização da prova, pois a sua realização está em pauta para acontecer ainda neste ano.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 3.2]

Certame deverá ofertar vagas para Analista e Técnico Judiciário.

Na Bahia, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) anunciou a comissão responsável para realizar o seu próximo concurso. Assim, aumentam as expectativas de publicação do edital.

A estimativa de lançamento do certame é para até o fim do primeiro semestre de 2017. No orçamento já aprovado, há previsão para abertura do concurso ainda nesse ano.

Há oportunidades para escolaridade de nível médio e superior, a fim de ocupar cargos de técnicos e analistas judiciários, respectivamente. O valor das taxas de inscrição já foi definido: R$ 90 para técnico e R$ 110 para analista.

Após o edital lançado, será possível saber as áreas de atuação. Dentre algumas das possibilidades estão: judiciária, administrativa, segurança judiciária, médica e programação de sistemas. Para o cargo de analista judiciário área administrativa, o candidato pode ter graduação em qualquer curso em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Para atuar na área judiciária, é necessário ter diploma no curso de Direito. Dentre as atribuições do técnico estão: controle interno, administração de recursos humanos, orçamentários, materiais, financeiros e patrimoniais.

Atualmente a remuneração inicial para os técnicos é de mais de R$ 6.700. Com a aplicação do reajuste, previsto em lei, o valor passará para mais de R$ 8.400. Já para os analistas, o salário para iniciantes na carreira é superior a R$ 10 mil. Com a correção, o salário alcançará a faixa dos R$ 13 mil.

No último concurso, realizado em 2009 pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE), antes conhecido como CESPE/UNB, foram ofertadas 33 vagas. Do total de oportunidades, 24 eram para nível médio e 9 para superior. Também foi formado cadastro reserva para todos os cargos em diversas áreas. A validade expirou no mês de julho de 2014.

Confira as matérias cobradas para o cargo de técnico judiciário: Informática, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Eleitoral, Arquivologia, Administração Pública, Regimento Interno, Direito Civil, Normas Aplicáveis aos Servidores Públicos Federais e Direito Processual Civil.

O Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário Federal da Bahia (SINDJUFE-BA) afirmou que o Tribunal requer bastante servidores. Assim, o sindicato da categoria espera que o concurso seja realizado com urgência.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 2]

Seleção irá ofertar vagas para Analista e Técnico Judiciário.

Para quem mora no estado do Tocantins, está desempregado e procura estabilidade financeira, além de salários atrativos, temos uma excelente notícia. O Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Tocantins (TRE/TO) já definiu as vagas de analistas e técnicos judiciários para o seu novo concurso público que foi autorizado em 11 de novembro do ano passado.

A princípio, serão ofertadas nove vagas, sendo sete para o cargo de técnico judiciário e duas para analistas judiciários, além da formação de cadastro de reserva.

A previsão é que o edital do concurso para as inscrições seja publicado até maio e as provas sejam realizadas no segundo semestre de 2017.

Para o cargo de técnico judiciário, o candidato deverá possuir ensino médio completo e ser for aprovado no concurso, terá um salário de R$ 7.044,75, já inclusos vale alimentação e gratificação do cargo. Para o cargo de analista judiciário, a exigência é que o interessado tenha curso superior e o salário inicial é de R$ 10.992,07, com as mesmas inclusões que são vale alimentação e gratificação do cargo. Vale lembrar que esses dois cargos ainda terão reajustes de salários em junho e novembro de 2017, o que faz desse concurso um dos mais disputados e aguardados pelos concurseiros de plantão.

Ainda não foram definidas o número de vagas e os cargos para o cadastro de reserva, mas será informado tão logo que o edital seja publicado.

Das sete vagas para o cargo de técnicos, cinco vagas são destinadas para a área administrativa e duas destinam-se para a programação de sistemas em geral. Já para o cargo de analista judiciário, das duas vagas disponíveis, uma destina-se para a área administrativa/contábil e a outra vaga será para o setor jurídico. A expectativa é que as vagas do cadastro de reserva sejam rapidamente preenchidas, tendo em vista o déficit de servidores no estado e a aposentadoria de muitos ainda esse ano, o que vai gerar uma sobrecarga de trabalho ao que ainda se encontram na ativa. Fique atento ao edital e boa sorte no certame.

Rodrigo Souza de Jesus

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 3.5]

Seleção deverá ofertar vagas para analista é técnico judiciário.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE/RJ) provavelmente irá iniciar nos próximos dias os preparativos para que seja contratada a banca organizadora para o seu novo concurso público. O órgão já deu sinais e a previsão é de que esta etapa seja concluída até o dia 24 de março de 2017. Lembrando que a escolha será feita através da dispensa da licitação.

Sobre o lançamento do edital, a expectativa é de que o documento contendo as regras para a realização da seleção seja lançado ainda no primeiro semestre deste ano. Sendo assim, o órgão tem feito o possível para que o cronograma não sofra atrasos e nem apresente problemas.

De acordo com as informações divulgadas até agora, este concurso público irá oferecer vagas para os cargos de analista judiciário e técnico judiciário. O número de vagas para estes postos bem como as especialidades que cada uma deverá exigir ainda não foram divulgadas. De qualquer forma essas informações serão publicadas em breve.

Os concursandos que quiserem concorrer para o cargo de técnico é preciso que conte com formação no ensino médio completa. Os salários iniciais para essa função serão no valor de R$ 6.818,15 mais o vale alimentação de R$ 884. Já o posto de analista é destinado para candidatos que tenham formação de nível superior (serão aceitas diversas áreas). Aqui a remuneração oferecida será de R$ 10.620,27 mais benefícios.

Um dos poucos detalhes sobre este concurso público que já foram definidos diz respeito ao valor das taxas de inscrição. Para o cargo de técnico o valor será de R$ 65 e para analista de R$ 80.

Os organizadores deste concurso público apontam para uma expectativa de que participem cerca de 50.000 candidatos, sendo que a maioria deles deverão se inscrever para a oportunidade de nível médio.

O último concurso do TER/RJ aconteceu em 2012. Na época o edital disponibilizou 19 oportunidades. Desse número, dez foram para a função de técnico e nove para analista. A Cespe/UnB é que foi responsável pela organização técnica-administrativa do certame.

Todos os candidatos inscritos foram submetidos a provas compostas por 20 questões. Foram 50 questões sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Algumas especialidades ainda tiveram testes discursivos.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Certame irá contemplar vagas para os cargos de Técnico e Analista Judiciário.

Já foi divulgado o texto da LOA de 2017 que dispõe sobre a realização do mais novo concurso público para o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro Concurso TRE RJ 2017. De acordo com as informações divulgadas até o presente momento as oportunidades que estarão sendo oferecidas serão direcionadas para os cargos de técnicos e analistas judiciários. A exigência principal para a participação é contar com formação de nível médio (para técnicos) e de nível superior (para analistas legislativos). Os novos profissionais irão desempenhar suas atividades em diversas áreas de atuação no órgão.

Ainda de acordo com a Lei Orçamentária Anual de 2017 há uma previsão de R$3,4 milhões referentes a taxas de participação. Esse valor pode ser justificado quando consideramos os dados do último concurso no qual foram mais de 43 mil inscritos concorrendo para apenas 19 vagas de preenchimento imediato.

Em 2012 o concurso teve a organização técnica-administrativa a cargo do Cespe/Cebraspe. Na época o cargo que obteve o maior número de candidatos inscritos foi de técnico para a área administrativa. Foram constatadas 30.742 inscrições para 9 vagas de caráter imediato. Para esta função, até o presente momento, já foram convocados pelo órgão mais de 140 servidores considerando o prazo de validade do certame. Para o cargo de analista, a função que teve um maior número de concorrentes também foi a área administrativa. Neste caso, foram 3.712 candidatos para pleitearem 3 vagas imediatas.

Sobre o valor dos salários oferecidos aos profissionais do TRE – RJ atualmente, a informação é de que eles são no valor de R$6.168,00 para técnicos (nível médio) e de R$10.119,92 para analista (nível superior). Para os dois casos a jornada de trabalho é composta por 40 horas semanais.

No dia 17 de outubro de 2016 o TRE RJ também havia publicado um novo edital. Por meio deste documento foram nomeados um total de 27 aprovados. Todos eles para o cadastro de reserva referente ao concurso do TRE RJ de 2012. Nesta publicação nove convocados foram direcionados para cargos técnicos na área administrativa, dez para analista judiciário e oito para analista administrativo.

Como há a dispensa de licitação o próprio órgão prevê que a publicação do edital para o concurso do TRE RJ 2017 aconteça ainda no primeiro semestre de 2017. Caso isso ocorra é bem provável que a aplicação das provas ocorram na segunda metade deste ano. A organizadora, novamente, deverá ser a Cebraspe (Cespe).

Se você ainda não começou seus estudos fique atento já que agora é uma questão de tempo para que o edital seja publicado.

O próprio TRE-RJ estima que para este concurso sejam inscritos cerca de 15.000 candidatos para os cargos de Analista e 35 mil candidatos para os cargos de Técnico. As taxas de participação devem ficar entre R$65 e R$80.

Para saber mais acesse www.tre-rj.jus.br.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Concurso Público deverá ofertar vagas para técnicos e analistas.

Para quem está na expectativa de novos concursos, fique atento, pois um novo concurso está por vir, a novidade é que será lançado nos próximos dias o edital do concurso do Tribunal Regional Eleitoral do estado do Tocantins (TER/TO). O certame foi autorizado no dia 11 de novembro de 2016, porém, para ser publicado alguns passos devem ser ajustados, como o número de vagas e a especialidade de cada cargo. A banca organizadora ainda não foi definida e será um dos principais fatores a ser decidido.

As vagas serão para os cargos de técnico e analista judiciário. Para a vaga de técnico judiciário a exigências é apenas o ensino médio. Entre as várias atividades executadas pelo técnico do TRE, estão funções como: realização de abertura e encerramento de audiências, execução de tarefas judiciárias, entre outras atividades que colaboram para o desenvolvimento das atividades dos Tribunais Regionais Eleitorais. Já o cargo de Analista Judiciário está dividido em três áreas: área judiciária, área de Oficial de Justiça Avaliador Federal, além da área administrativa. Na área judiciária o analista executa atividades de organização, elaboração de laudos, pareceres de informação, entre outros serviços, sendo assim, é necessário um alto grau de conhecimento. Já a área de Oficial de Justiça avaliador Federal realiza atividades externas para o cumprimento de ordens judiciais, executando mandatos, prisões e citações. E por fim, o cargo analista judiciário – áreas administrativas são responsáveis pelos serviços de recursos humanos e licitações. Prestando assim apoio administrativo, colaborando para o andamento dos serviços.

A remuneração inicial para o cargo de técnico judiciário é de R$7.044,75. Já para o cargo de Analista é de R$10.992,07. A boa notícia é que esses valores sofreram reajustes de 41,47% previstos pela lei 13.317, sancionada pelo presidente Michel Temer.

É uma ótima oportunidade para quem deseja estabilidade financeira. Sendo assim, para que você possa se organizar e conquistar essa vaga, a dica importante é que você seja realista na organização do seu plano de estudo, outra dica é que você separe as disciplinas e classifique por níveis de aprendizado, ou seja, como “fáceis”, “médias” e “difíceis”, sendo assim você passará por todos os níveis tendo um maior rendimento. Não perca essa oportunidade e preste atenção no lançamento do edital.

Bom estudo!

Gisele Alves de Brito

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Concurso TRE-SP: veja tudo sobre a nova oportunidade! As inscrições acontecem até novembro.

Está aberta mais uma oportunidade para quem está em busca da estabilidade na carreira!

O TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) está com vagas abertas para os cargos de Técnico e Analista.

A prova será realizada pela FCC- Fundação Carlos Chagas e está prevista para acontecer no dia 12 de fevereiro de 2017, em dois períodos: manhã (para os técnicos) e tarde (para quem for se candidatar as vagas de analista).

O edital está disponível no site da organizadora.

Estão abertas 14 vagas imediatas e o preenchimento de cadastro reserva, que tem validade por até dois anos após a realização do exame.

As vagas para técnico exigem ensino médio completo. Não é necessário ter experiência na área jurídica. Os salários para técnico são de até 5 mil reais.

Para as vagas de analista é exigido ensino superior completo. Os salários para este cargo são de mais de 10 mil reais por mês.

As inscrições acontecem de 12 de setembro a 11 de novembro. A taxa será de 70 reais para os cargos de ensino médio e de R$ 85 para os de ensino superior.

As provas serão divididas em questões de múltipla escolha e questões dissertativas. Serão 60 questões objetivas, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos.

As provas dissertativas são aplicadas apenas para os cargos de analista.

A previsão é que o cadastro reserva a ser formado por este concurso chegue a preencher até 300 vagas que já estão com seu pedido regulamentado no Congresso. Se aprovado, o preenchimento das vagas será imediato. Poderão ser abertas mais de 100 vagas para técnicos e até 90 para analistas.

Estas vagas podem necessitar de preenchimento mesmo sem a aprovação do projeto, já que durante a validade do concurso existem casos de exoneração e aposentadoria, que levam a abertura de novos postos.

O salário também será reajustado ao longo dos próximos 3 anos. Uma lei aprovada em julho deste ano prevê um reajuste para a categoria de 41,47%, dividido em oito parcelas a serem pagas até janeiro de 2019.

Ana Carolina Haddad

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 1.8]

Certame terá o edital divulgado até agosto e deve oferecer vagas para Técnico e Analista.

O edital do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE/SP) está previsto para ser publicado em agosto. Desta forma, os interessados devem intensificar os estudos e reforçar o planejamento. O número de vagas ainda não foi definido, mas o Órgão tem a tradição de convocar muitos candidatos

O certame vai oferecer vagas para técnico e analista. Para concorrer é necessário ter nível médio e superior, respectivamente. Para o cargo de técnico a remuneração é de R$ 6.194,92, já para analista é de R$ 9.602,97.

A expectativa é que o documento seja publicado em agosto, após o término da validade do último concurso, que foi realizado em 2011. O valor da taxa de inscrição já foi definido, sendo de R$ 70,00 para nível médio e R$ 85,00 para superior.

A organizadora do último concurso foi a Fundação Carlos Chagas (FCC) e para o cargo de técnico as seguintes disciplinas foram cobradas na prova: português, noções de informática e noções de arquivologia (parte básica), além de conhecimentos específicos como direito constitucional, direito eleitoral, administrativo, normas aplicáveis aos servidores públicos federais e regimento interno do Tribunal.

Que tal aproveitar a oportunidade e estudar para o TRE-SP? Como o edital ainda não foi publicado, este é o melhor momento para começar os seus estudos por meio de um planejamento. Portanto, inicie fazendo um quadro de horário com a sua rotina e estabeleça o seu tempo disponível de estudo.

Dedique-se ao máximo a fim de conquistar uma vaga no TRE e alcançar a tão sonhada estabilidade. Invista em bons materiais, ou seja, que estejam atualizados e de acordo com o edital. O concurso já está confirmado, por isso, não perca tempo e confie no seu potencial para alcançar a aprovação.

Além de teoria, foque em fazer revisão e muitos exercícios, para conhecer a banca organizadora, a forma de cobrança e memorizar os detalhes que fazem a diferença, como por exemplo, prazo, transitividade verbal, entre outros conteúdos.

Estude de forma estratégica, para consolidar a teoria e os exercícios, além de otimizar a sua preparação. Além disso, mantenha o pensamento positivo, não perca tempo com pessoas que não acreditem em você e busque fazer outras provas que tenham conteúdo parecido.

Boa sorte e muito sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame visa preencher vagas nos cargos de Técnico e Analista no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo.

Apesar da crise do País, está previsto no orçamento o concurso do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) visando ao preenchimento de cargos de Técnico e Analista. A comissão para a realização do concurso já foi constituída, mas o número de vagas ainda não foi definido. O último concurso ainda está vigente e vai vencer, somente, em 02 de julho deste ano.

Para concorrer ao cargo de Técnico, é necessário ter nível médio e a remuneração inicial é de R$ 5.365,92. Em relação a Analista, é necessário ter nível superior e a remuneração para o cargo é de R$ 8.803,97.

O valor da taxa de inscrição já consta na previsão do orçamento e será de R$ 70,00 para o cargo de Técnico e R$ 85,00 para Analista. O último concurso realizado pelo Tribunal ocorreu em 2011 e na ocasião foram oferecidas 111 vagas, sendo 59 para o cargo de Técnico e 52 para Analista. A banca responsável pelo certame foi a Fundação Carlos Chagas.

Como o edital deve ser publicado ainda este ano, é fundamental que a preparação seja feita antes da publicação do documento. Desta forma, o candidato ganha tempo para fixar as matérias, fazer um resumo e conhecer as peculiaridades da banca. Além disso, otimiza o tempo de estudo, uma vez que este concurso será muito concorrido.

Que tal focar os seus estudos no TRE-SP? Comece se organizando e fazendo um planejamento de acordo com o último edital, e distribua os conteúdos no seu tempo disponível de estudo. Você tem disponibilidade para viajar e fazer provas em outros estados? Aproveite para fazer concursos de outros TRE’S pelo País. Assim, você mantém um foco e aumenta as chances de aprovação. Além da estabilidade e da boa remuneração, estes Tribunais têm um excelente ambiente de trabalho.

Comece a estudar e fazer um planejamento. Confie em você, acredite e dê o seu melhor, sempre.

Boa sorte e bons estudos!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece vaga para o cargo de Analista Judiciário da área de Arquitetura. Inscrições podem ser realizadas de 16 a 30 de novembro.

Publicado o edital do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina (TRE-SC) para o cargo de Analista Judiciário da área de Arquitetura. O certame visa ao preenchimento de uma vaga imediata e será organizado pela AVR Assessoria Técnica, também denominada Exatus. Também haverá a formação de cadastro reserva.

A remuneração inicial para o cargo é de R$ 8.803,97.

As inscrições para o concurso começam no dia 16 de novembro e o prazo permanece aberto até o dia 30 do mesmo mês. O valor da taxa é de R$ 100,00. Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas que estão previstas para o dia 17 de janeiro.

O último concurso para o Órgão ocorreu no ano de 2013 e contou com oportunidades para o cargo de nível médio e superior, para as carreiras de Técnico Administrativo e Analista Judiciário, respectivamente. Na ocasião, o certame foi organizado pela empresa Consultec.

Que tal conferir algumas dicas para encarar os estudos?

Não espere o edital ser publicado para começar os estudos. A preparação deve ser prévia e deve ser feita com qualidade. Estudando antes da publicação do documento, você estará ganhando mais tempo, o que representa uma enorme vantagem em relação aos seus concorrentes.

Sabe qual o seu maior concorrente em concurso público? Você mesmo. Por isso, estude com afinco e tenha muita força de vontade, para vencer esta batalha. Nem sempre as pessoas do seu lado vão te apoiar, mas permaneça firme no seu sonho. A vitória pertence às pessoas que acreditam e confiam na sua capacidade.

Evite a procrastinação, ou seja, cumpra o seu cronograma. Não adie uma tarefa, que você sabe que deve ser feita. Permita que o estudo faça parte da sua rotina, mas mantenha o equilíbrio e saiba respeitar os seus limites.

Lembre-se de que no final todo o seu esforço vai valer a pena.

Boa sorte e ótimos estudos!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece vagas de emprego para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário.

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul, TRE-RS, publicou o Edital nº 01/2015 do concurso público que prevê a abertura de 16 vagas para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário, além de formação de cadastro de reserva.

O cargo de Técnico Judiciário exige ensino médio completo e tem salário mensal no valor de R$ 5.425,79. Já para a função de Analista Judiciário é necessário ensino superior completo e a remuneração é de R$ 8.863,84. Os dois cargos têm jornada de trabalho de 40 horas semanais e ainda possuem o benefício de auxílio alimentação no valor de R$ 799,00.

Os concorrentes devem ter nacionalidade brasileira ou portuguesa, estar quite com as obrigações eleitorais, ter no mínimo 18 anos completos, ter aptidão física e mental, não ter sido condenado por sentença criminal nos últimos cinco anos, entre outros requisitos.

Há vagas para pessoas com deficiência, tanto para o cargo de Analista como para o cargo de Técnico Judiciário. Também existem vagas reservadas para candidatos negros para as duas funções.

Os interessados em participar do processo seletivo deverão fazer a inscrição no site www.cespe.unb.br/concursos/tre_rs_15 a partir das 10h do dia 19 de outubro de 2015 até às 23h59 do dia 07 de novembro de 2015. Será cobrada uma taxa de inscrição no valor de R$ 70,00 para o nível médio e R$ 90,00 para o nível superior.

O concurso será realizado em etapas que contém as seguintes fases: provas objetivas, provas escritas. As avaliações serão realizadas na cidade de Porto Alegre/RS com previsão para aplicação no dia 20 de dezembro do ano corrente.

As provas objetivas terão questões na área de conhecimentos gerais e específicos. Já a prova escrita será um estudo de caso com 2 questões práticas ou uma redação. Ambas tem caráter eliminatório e classificatório.

Por Bruna Rocha Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece vagas de emprego para os cargos de Técnico Judiciário e Analista Judiciário, com salários que podem chegar a R$ 13.278,95.

Planejamento é uma estratégia fundamental para se alcançar sucesso na vida, independente do que se deseja conquistar, em qualquer área ou segmento, inclusive na área profissional no que diz respeito a participar de concursos públicos, então se você é uma pessoa que gosta de fazer planejamento de estudos preparatórios para prestar um concurso público, prepare-se, pois o TRE-AP (Tribunal Regional Eleitoral do Amapá) anunciou que estará lançando em breve um concurso público cuja remuneração oferecida poderá chegar a R$ 13.278,95.

A notícia da realização do novo concurso do TRE-AP foi divulgada pela assessoria de imprensa do próprio órgão, que também afirmou que o edital normativo do concurso estará disponível para consulta dos interessados a partir do próximo dia 23 de setembro.

A assessoria também divulgou que o concurso visará selecionar profissionais de nível médio e superior que estejam dispostos a concorrer às vagas de Técnico Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior), sendo que as ofertas de vagas serão as seguintes: 5 vagas para a função de Técnico Judiciário e 4 vagas para a função de Analista Judiciário.

A proposta salarial oferecida aos novos profissionais que forem aprovados no concurso será a seguinte: R$ 8.863,84 a R$ R$ 13.278,95 (valor que poderá chegar com as gratificações inerentes à função e ao final de carreira) para a função de Analista Judiciário e de R$ 5.425,79 que por sua vez, (pelos mesmos critérios da função de Analista) também poderá chegar a R$ 8.116,76, sendo que a jornada de trabalho será de 40 horas por semana.

A data definida para a efetivação de inscrições dos interessados ficou estabelecida para ser iniciada no dia 28 de setembro e ser encerrada no dia 19 de outubro de 2015, sendo que a taxa de participação será recolhida nos valores de R$ 60 para quem se inscrever para concorrer ao cargo de Técnico e de R$ 80 para o de Analista.

A seleção dos candidatos será por meio de provas a serem realizadas no dia 8 de novembro de 2015.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece vagas para as carreiras de Analista e Técnico Administrativo, com salários de R$ 8.863,94 e R$ 5.425,79, respectivamente.

Publicado o edital para o concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Sergipe (TRE-SE) visando ao preenchimento de oportunidades para a carreira de Analista, nível superior, e Técnico Administrativo, nível médio.

O concurso vai ser organizado pela Fundação Carlos Chagas e as inscrições permanecem abertas do dia 24 de agosto até 29 de setembro. O valor da taxa é de R$ 90,00 para nível superior e R$ 70,00 para nível médio.

O concurso vai oferecer uma vaga, além da formação de cadastro reserva, para o cargo de Analista Judiciário, da área judiciária e a formação de cadastro reserva para o cargo de Analista Judiciário, na área administrativa. Para concorrer a ambos aos cargos é preciso ter nível superior.

Para nível médio, há 10 vagas e formação de cadastro reserva para o cargo de Técnico Judiciário da área administrativa.

Que tal conferir o edital completo do concurso e fazer a sua inscrição? Então é só clicar neste link: www.concursosfcc.com.br/concursos/trese115/index.html.

A remuneração inicial para nível superior é de R$ 8.863,94 e para nível médio corresponde a R$ 5.425,79. Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas e discursiva-redação que estão previstas para o dia 1º de novembro. O resultado final do concurso do TRE-SE está previsto para a data provável de 2 de fevereiro de 2016.

Como falta pouco tempo para a prova, os interessados devem manter uma rotina de estudo com planejamento e foco. É fundamental que o estudante leia com atenção as leis, faça revisões e resumos dos principais assuntos e muita resolução de questão, principalmente, da banca FCC, que é a organizadora do concurso.

Além disso, é imprescindível estudar o conteúdo de língua portuguesa. Por isso,  procure resolver provas anteriores, para conhecer o estilo de cobrança e as possíveis pegadinhas. No dia da prova, mantenha a calma e a tranquilidade.

Que tal repassar a dica para os seus amigos?

Bons estudos e sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Seleção oferece 14 vagas imediatas mais a formação de um cadastro de reserva. Inscrições devem ser realizadas até o dia 10 de julho.

Enfim, o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE-MA) divulgou que estará promovendo a realização de um novo concurso público para o órgão. De acordo com as informações constantes no documento que dispõe sobre as regras de realização deste certame, são oferecidas aos interessados um total de 14 vagas. Além disso, ainda haverá a formação de um cadastro de reserva. Todas as oportunidades abertas neste concurso são para os cargos de técnico judiciário e analista judiciário.

Veja as principais informações:

Nível Médio/Técnico:

Para os concursandos que tenham formação de  nível médio há vagas para técnico nas seguintes áreas: apoio especializado/técnico em edificações, apoio especializado/operação de computadores, apoio especializado/programação de sistemas e administrativa.

Nestes casos os salários iniciais ficam na faixa de R$ 6.224,79. A esse valor já se encontra incluído o benefício da bolsa alimentação.

Nível Superior:

Para o nível superior as vagas estão nas áreas de apoio especializado/contabilidade, apoio especializado/medicina, apoio especializado/análise de sistemas, administrativa e judiciária.

É interessante destacar o fato de que alguns dos cargos irão cobrar dos participantes o registro no conselho profissional da classe.

Conforme o cargo pleiteado pelo candidato, o valor das remunerações poderá ficar entre R$ 9.293,34 e R$ 9.692,84. O principal diferencial nas remunerações se dá devido aos valores correspondentes aos benefícios.

Como participar?

Os candidatos que quiserem se inscrever neste concurso público do TRE-MA poderão garantir suas participações até a data limite do dia 10 de julho de 2015. As inscrições estão sendo recebidas via internet. O endereço eletrônico é o seguinte: www.tre-ma.ieses.org. Para técnico a taxa será de R$ 60 e para analista de R$ 75.

Seleção dos Participantes:

A seleção daqueles que tiverem suas inscrições aceitas será feita por meio da aplicação de provas objetivas e discursivas. Os exames estão previstos para serem aplicados no dia 30 de agosto. Os horários e locais serão informados em momento oportuno. A informação é de que estes dados estarão presentes no documento de confirmação das inscrições.

Para saber mais acesse o site www.tre-ma.ieses.org e confira o edital completo.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 2.5]

Fundação Carlos Chagas será a banca organizadora do certame do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba.

Está focando os seus estudos no concurso do Tribunal Regional Eleitoral do Estado da Paraíba (TRE/PB)? O Órgão já definiu a organizadora do certame: Fundação Carlos Chagas (FCC). A expectativa é que o edital seja publicado em pouco tempo, por isso, este é o momento para os candidatos intensificarem a preparação.

O TRE/PB vai oferecer oportunidades para o cargo de Técnico, 6 vagas, e remuneração inicial de R$ 6.164,92 e Analista Judiciário, 2 vagas, e remuneração inicial de R$ 9.602,97. Para o primeiro cargo é preciso ter nível médio e o segundo superior. Nos valores também estão inclusos o valor de R$ 799,00 de auxílio alimentação.

As vagas de técnico serão divididas em 4 para a área administrativa, 1 para programação de sistema e a outra para operação de computadores. Em relação à oportunidade de Analista, as duas vagas serão para o cargo de Analista Administrativo.

O último concurso para o TRE/PB foi organizado em 2007 e também foi feito pela Fundação Carlos Chagas.

Está interessado em fazer este certame? Então, comece fazendo um planejamento com as disciplinas do cargo que almeja no seu tempo disponível de estudo.

Além de focar a teoria, faça revisões do conteúdo e, sobretudo, muitos exercícios da banca organizadora, que é a FCC. Assim, você conhece o estilo da prova e as pegadinhas. Para conciliar o trabalho e os estudos, faça um cronograma e procure estudar, pelo menos, duas a três horas por dia. Intensifique este tempo nos fins de semana, feriado ou nas suas férias.

É perfeitamente possível conciliar estudo para concurso e trabalho, mas vai exigir muita força de vontade e determinação. Faça um planejamento detalhado e procure estudar um pouco no horário do seu almoço, por exemplo.

Para manter o pique e a energia, faça atividades físicas, porque elas auxiliam na memorização e ajudam na concentração.

Boa sorte e muito sucesso nas suas provas. 

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

O ano de 2015 promete boas novidades para quem está focado estudando para concurso da área de tribunal. No mês de fevereiro teve o Tribunal Regional Eleitoral de Goiás, no fim do mês de março terá o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais e em pouco tempo será publicado o edital do Tribunal Regional Eleitoral de Paraíba ( TRE-PB).

O presidente do TRE-PB já designou os servidores para constituir a comissão do próximo certame, e em pouco tempo devem ser divulgadas informações relativas às vagas, data da prova, horário, entre outras.

Portanto, como a comissão já foi criada, o edital deve ser publicado em pouco tempo. Como o certame é muito esperado, o ideal é que os candidatos comecem os estudos. O TRE é um dos concursos mais visados e esperados pelos concurseiros, devido ao bom ambiente de trabalho, carga horário, salário e estabilidade principalmente. Que tal planejar os seus estudos e focar no concurso do TRE-PB?

Para fazer o planejamento, o estudante pode ter como base o edital do último certame. Desta forma, ele deve fazer uma planilha e colocar os horários e os dias da semana. Primeiramente, acrescente as atividades da sua rotina como trabalho, faculdade, entre outras.

No tempo disponível do estudo distribua as matérias do seu cargo. O planejamento deve ser detalhado, ou seja, coloque a forma de estudo: PDF, livro, entre outras. É o seu primeiro concurso? Então busque fazer um curso presencial ou pela internet, que tem muitas opções acessíveis.

Quando o edital for publicado, mude o seu cronograma fazendo as alterações necessárias. Foque em exercício da banca organizadora, para conhecer o estilo de prova e a forma de cobrança. Caso não consiga a aprovação, mantenha o foco em outros concursos da área de tribunal como, por exemplo, TRT, que têm disciplinas parecidas. Confie no seu potencial e não desista até conseguir realizar o seu sonho. 

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Vem concurso público para os Tribunais Regionais Eleitorais por aí. Já está em tramitação na Câmara dos Deputados, o projeto de lei 7990/2014, cujo objetivo é a criação de ao menos 673 vagas, divididas entre os tribunais de todo o país. Das oportunidades, 418 são destinadas à carreira de Analista e 255 para Técnico, com exigência de nível superior e médio, respectivamente. Os aprovados e convocados receberão salários iniciais de R$ 5.365,92 para os Técnicos e R$ 8.803,97 para os Analistas.

A resolução 90/09 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determina as diretrizes referentes à admissão de servidores para reforçar o quadro de pessoal. A resolução é uma proposta do Tribunal Superior Eleitoral e visa à seleção de profissionais da área de Tecnologia da Informação. O projeto encontra-se em análise, na fase de ajustes finais, nas diferentes comissões: de administração e de serviço público, de finanças e tributação, de trabalho, e de constituição e justiça e de cidadania, para que possa, posteriormente, ser votado em plenário.

As vagas são distribuídas da seguinte forma: Distrito Federal (13 Analistas e 11 Técnicos), São Paulo (37 Analistas e 59 Técnicos), Acre (6 Analistas e 11 Técnicos), Alagoas (10 Analistas e 8 Técnicos), Amazonas (4 Analistas e 14 Técnicos), Amapá (3 Analistas e 2 Técnicos), Bahia (19 Analistas e 13 Técnicos), Ceará (15 Analistas e 3 Técnicos), Espírito Santo (12 Analistas), Goiás (14 Analistas), Minas Gerais (8 Analistas e 15 Técnicos), Mato Grosso do Sul (9 Analistas e 8 Técnicos), Mato Grosso (6 Analistas e 11 Técnicos), Pará (16 Analistas), Paraíba (7 Analistas e 4 Técnicos), Pernambuco (7 Analistas e 10 Técnicos), Piauí (16 Analistas e 11 Técnicos), Paraná (12 Analistas e 3 Técnicos), Rio de Janeiro (27 Analistas e 14 Técnicos), Rondônia (6 Analistas e 6 Técnicos), Roraima (6 Analistas e 5 Técnicos), Rio Grande do Sul (13 Analistas e 5 Técnicos), Santa Catarina (10 Analistas e 5 Técnicos), Rio Grande do Norte (6 Analistas e 8 Técnicos), Sergipe (6 Analistas e 4 Técnicos), Tocantins (12 Analistas e 8 Técnicos) e para o TSE (110 Analistas e 255 Técnicos).

Agora resta aguardar para mais informações a respeito dos editais, que ainda não tem data para abertura. 

Por Ana Rosa Martins Rocha

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

O concurso público que está sendo promovido pelo Tribunal Regional Eleitoral de Goiás (TRE-GO) com ofertas de vagas para os cargos de Analista Judiciário e de Técnico Judiciário teve sua primeira retificação publicada recentemente. Este certame que é regulamentado pelo edital de n° 01/2014 também tem a função de formar cadastro de reserva.

Em relação à retificação anunciada a informação é de que foram modificados os textos referentes aos subitens que dispõe sobre cada cargo, área e especialidade. O texto também discrimina sobre a taxa de inscrição dentre outros pontos. Ao final da notícia se encontra o link para a página com todas as modificações feitas.

Segundo consta no edital do certame o cargo de Analista que engloba as áreas Administrativa e Judiciária são abertas para profissionais que tenham diploma  e que estejam devidamente registrados. É importante destacar que se caso o candidato quiser se inscrever para as vagas na área judiciária ele deve ter o diploma de conclusão de curso de nível superior, ser registrado e ter curso de graduação em Direito.

Para aqueles profissionais que vierem a ser selecionados e posteriormente contratados a informação é de que os mesmos deverão receber salários iniciais no valor de R$ 8.178,06. Esse valor será pago em referência a uma carga horária composta de 40h por semana.

Os profissionais interessados em concorrer para as vagas no cargo de Técnico Judiciário devem possuir formação de nível médio. As áreas que estão sendo focadas são as de Apoio Especializado  (programação de sistemas) e Administrativa. Para estes casos os salários oferecidos são no valor de R$ 5.007,82. A jornada de trabalho também será composta de 40h por semana.

Para garantir a participação neste concurso público os profissionais poderão se inscrever via internet por meio do seguinte endereço eletrônico: www.cespe.unb.br. O valor estipulado para a taxa de participação oscila entre R$ 70 e R$ 90. As inscrições serão encerradas no dia 18 de dezembro de 2014.

Para saber mais detalhes sobre esta seletiva clique aqui.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Já imaginou ser aprovado num concurso público e ter estabilidade? E se nesse cargo público você trabalhasse por apenas meio período e tivesse uma remuneração superior ao que a área privada paga? Se você se imaginou sendo um servidor público, com uma ótima remuneração e estabilidade, então esse artigo é para você. Continue lendo e saiba mais acerca do certame do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Goiás, o qual publicou edital na última semana.

A princípio é importante salientar que a banca examinadora será o Centro de Promoção de Eventos – Cespe/UnB e neste caso, você precisa ter bastante capacidade de interpretação. Por isso, leia muito e o mais importante, resolva o máximo de exercícios da banca que conseguir.

Ao todo, há 3 vagas para Analista Judiciário – Área Judiciária; 10 vagas para Técnico Administrativo, das quais 1 será destinada a deficiente físico; 1 para Técnico de Programação de Sistemas; e, vagas para Analista Judiciário – Área Administrativa. Neste último caso os candidatos aprovados serão chamados conforme a necessidade do Tribunal.

A remuneração é bastante atraente e para os cargos de Analista, os quais exigem nível superior do candidato, o vencimento inicial é de R$ 8.178,06. Já para as funções de Técnico o futuro aprovado terá como remuneração a importância de R$ 5.007,82. Os candidatos deverão cumprir uma jornada de trabalho de 40 horas por semana.

As inscrições deverão ser realizadas até o dia 18 de dezembro através do endereço www.cespe.unb.br. O valor das taxas de inscrição para funções de nível superior é de R$ 90 e para as funções de Técnico é de R$ 70.

As provas estão previstas para acontecer no dia 1º de março de 2015. Contudo, as provas para Analista acontecerão no turno da manhã e para Técnico no turno da tarde. Os Analistas deverão passar por provas objetivas e discursivas e os Técnicos somente por prova objetiva.

Boa sorte!

Por Luciana Viturino

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais lançou o edital nº 1 para realização de concurso público. O certame visa ao preenchimento de 19 vagas em cargos efetivos de Técnico Judiciário. O processo seletivo será realizado sob os cuidados da CONSULPLAN e os candidatos serão submetidos a provas objetivas e de prova discursiva. Os aprovados receberão salários que podem chegar a R$ 5.007,82, pelo cumprimento de carga horária de 40 horas por semana.

Os interessados tem a internet como forma de inscrição, sendo necessário preencher o formulário disponível no site da organizadora www.consulplan.net, realizada entre 0h00 do dia 24 de novembro e 23h59 do dia 16 de dezembro de 2014. A inscrição é taxada em R$ 60,00, podendo ser paga em qualquer agência bancária.

Os candidatos que não tem acesso à rede podem se inscrever na Central de Atendimento ao Candidato da CONSULPLAN, que fica na Avenida do Contorno, 6.413 – 2º andar – Savassi – CEP: 30110-039 – Belo Horizonte/MG, no horário de funcionamento, das 9h às 12h e das 14h às 17h.

Vale ressaltar que das vagas oferecidas, 5% são destinadas aos candidatos portadores de necessidades especiais, desde que as atribuições do cargo sejam compatíveis com as limitações do candidato, se aprovado.

Os candidatos que se inscreverem e tiverem as inscrições homologadas serão submetidos a provas objetivas e a prova discursiva, a serem aplicadas na cidade de Belo Horizonte na data provável de 29 de março de 2015. Os locais e horários serão informado na Internet, no site www.consulplan.net, a partir de 9 de março de 2015.

Os gabaritos oficiais preliminares serão informados no mesmo site a partir das 16h do dia seguinte ao da sua realização.

Segundo o edital, o concurso público será válido por 2 anos, a serem contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, com possibilidade de prorrogação por mais 2 anos, uma única vez. 

Por Robson Quirino de Moraes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]




CONTINUE NAVEGANDO: