Certame oferece 12 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 13 de janeiro de 2019.

Se você quer trabalhar na administração pública porque entende que essa área pode lhe proporcionar estabilidade de emprego e de remuneração, aqui vai uma ótima notícia. No estado do Tocantins, o Conselho Regional de Farmácia (CRF TO) lançou o edital do seu próximo concurso público. O documento foi divulgado no diário oficial da União na última terça-feira, dia 27 de novembro. O Conselho anuncia 12 vagas, sendo 2 para contratação imediata e as outras para compor um cadastro de reserva. O valor do salário base pode chegar a R$ 2,4 mil. Não fique de fora dessa oportunidade. Veja outras informações a seguir.

Sobre as inscrições no certame do CRF do estado de Tocantins

Para concorrer a uma das 12 vagas anunciadas no edital do Conselho Regional de Farmácia do estado do Tocantins você deve seguir o procedimento: 1) acessar a página eletrônica, 2) preencher o formulário de inscrição, 3) imprimir o boleto e pagá-lo.

O Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES – foi contratado para ser a banca responsável pelo processo seletivo do CRF TO.

As taxas de inscrição têm valor entre R$ 48 (para cargo de nível médio) e R$ 60 (para cargo de nível superior).

Mas se você não tem condições de pagar esses valores porque é de família que recebe renda baixa ou está registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad Único) pode fazer a requisição para ter direito à isenção do pagamento.

As inscrições vão começar no domingo, 2 de dezembro e terminarão em 13 de janeiro (domingo).

Quais são as vagas anunciadas no edital do concurso público do CRF de Tocantins?

O edital prevê 2 vagas para contratação imediata, sendo 1 para a função de analista de tecnologia da informação (TI) e 1 para assistente administrativo.

Para ser analista você deve ter diploma de graduação em curso na área de TI. O salário inicial é de R$ 2,4 mil. Já quem almeja o cargo de assistente deve ter concluído o ensino médio e terá ganhos de R$ 1,6 mil. Além disso, quem for aprovado terá direito a benefícios, como por exemplo, plano de saúde e odontológico e auxílio alimentação e de transporte. Para ambas as carreiras a carga horária de trabalho por dia corresponde a 8 horas.

Sobre os requisitos exigidos no CRF TO

Além de possuir comprovante de escolaridade para o cargo de seu interesse e de ser aprovado no processo seletivo, para tomar posse você deve ainda atender às seguintes exigências: não ter antecedentes criminais, ter idade mínima de 18 anos, estar quite com as obrigações militares e eleitorais, estar em gozo dos direitos civis e políticos, entre outros requisitos.

Sobre as atribuições dos cargos no CRF TO

O assistente administrativo tem como responsabilidade: protocolar processos, arquivar documentos, realizar o atendimento ao público, entre outras tarefas.

Já o analista de TI deve gerenciar o sítio eletrônico do CRF TO, fazer o monitoramento da rede, administrar a rede dos computadores, entre outras atividades.

Quem for aprovado vai trabalha na capital, Palmas.

Sobre as provas do certame do CRF de Tocantins

O processo seletivo contará com etapa única, a qual consiste na prova objetiva com 60 questões sobre conhecimentos básicos (30) e específicos (30). A prova de múltipla escolha está marcada para o dia 27 de janeiro de 2019 (domingo).

Outras informações do concurso

Para conferir outros detalhes do edital do certame do Conselho Regional de Farmácia do estado do Tocantins acesse o portal do IADES. Não perca essa chance. Faça sua inscrição assim que as inscrições abrirem. O prazo de validade desse processo seletivo é de 2 anos e pode haver prorrogação caso o CRF TO julgue necessário.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3.4]

Remuneração dos aprovados pode chegar a R$ 26 mil.

Novo processo seletivo público está prestes a ser oficializado ainda neste fim de segundo semestre de 2018. São cargos públicos efetivos.

Por meio do órgão da Defensoria Pública do Estado do Tocantins, ou DPE-TO, está próximo de fazer publicar, provavelmente no mês de dezembro de 2018, novo edital para abertura do período de inscrições para o novo concurso público destinado ao preenchimento do cargo de defensor. Assim, para que o evento aconteça, este mesmo órgão ainda está dependendo de um último procedimento: a definição do nome da banca responsável pela organização deste processo, que se mantém em andamento desde o mês de julho.

O total de postos de trabalho a ser disponibilizado neste certame deverá ser confirmado nos próximos dias, embora este departamento conte com 17 vagas em aberto para o cargo em questão. Conforme o que está registrado no próprio regulamento preliminar, esta próxima seleção também deverá promover a formação do chamado: cadastro reserva de pessoas.

Todas as pessoas interessadas em concorrer deverão comprovar posse de formação em nível superior na área profissional de direito, cuja remuneração inicial está no valor de 26.125,17 reais.

A comissão responsável pelo próximo certame público será presidida pelo seguinte grupo de servidores:

Servidor Leonardo Oliveira Coelho preside a comissão, que conta também com todos os seguintes membros: servidora Maria de Lourdes Vilela, que representa a classe especial; servidora Arassônia Maria Figueiras, que atuará como suplente de classe especial; servidora Fabiana Razera Gonçalves, que representará a primeira classe; servidor Fabrício Barros Akitaya, que atuará como o suplente de primeira classe; servidor Daniel Cunha dos Santos, que representará a segunda classe; servidor Elson Stecca Santana, que atuará como o suplente de segunda classe; servidora Maria do Carmo Cota, que atuará como a diretora da escola superior e servidora Larissa Putrini Pereira de Oliveira Braga, que atuará como a suplente.

Sobre o processo de seleção, seguem as informações:

Conforme o que está registrado no próprio regulamento preliminar, este processo de seleção será estruturado com seis etapas distintas, as quais abrangerão as provas objetivas; a prova discursiva; a prova oral; prova de tribuna; a devida avaliação sobre os títulos e a necessária investigação de vida pregressa de cada candidato classificado.

Com relação à parte objetiva da prova, a mesma contará com um caderno contendo cerca de 100 questões, todas divididas em quatro grupos, com 25 cada, versando sobre as matérias necessárias.

No primeiro grupo de testes, as questões contarão com temas versando sobre matéria de direito constitucional; sobre matéria de direitos humanos e sobre matéria de direito administrativo; versando sobre direito previdenciário e sobre direito tributário. No segundo grupo, as questões versarão sobre matéria de direito civil e de direito empresarial; sobre matéria de direito processual civil e sobre matéria de direito agrário.

No terceiro grupo, serão questões versando sobre matéria de direitos difusos e coletivos; sobre direito da criança e do adolescente; sobre matéria de direito do idoso; sobre direito dos portadores de necessidades especiais; sobre matéria de direito do consumidor e de direito ambiental; sobre matéria de filosofia do direito e de sociologia jurídica; em matéria versando sobre os princípios e as atribuições institucionais da Defensoria Pública; sobre a lei complementar federal 80/94; sobre a lei complementar estadual 55/09 e sobre as normativas internas sancionadas por meio do Conselho Superior da Defensoria Pública do estado.

No quarto grupo, serão questões versando sobre direito penal; sobre direito processual penal; sobre a execução penal e a legislação penal; sobre direito processual penal extravagante.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.2]

Certame oferta 10 vagas para Docentes e Técnicos Administrativos.

Este artigo se endereça, sobretudo, aos estudantes de concursos públicos do Estado do Tocantins. Recentemente, foi anunciado, por meio de publicação no Diário Oficial da União, na última terça-feira, dia 20 de fevereiro de 2018, o novo edital que promove o certame público destinado a prover vagas para cargos no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado do Tocantins, IFTO, ou Concurso público do IFTO. São diversos postos de trabalho ofertados, entre eles cargos para docentes e cargos para técnicos administrativos em que estão disponíveis 10 vagas.

O período de inscrições foi estipulado entre os dias 27 de fevereiro e 25 de março, e os interessados precisam se inscrever por meio do endereço eletrônico da própria instituição: http://portal.ifto.edu.br/seletivos/concurso.

A distribuição de cargos segue o seguinte critério: postos de trabalho destinados ao setor de Assistente em Administração, com 40 horas, no Campus Dianópolis e Campus Avançado Pedro Afonso; no setor de Técnico de Laboratório e Área Química, com 40 horas, localizada no Campus Colinas do Tocantins; setor de Técnico em Tecnologia da Informação, com 40 horas, no Campus Dianópolis; setor de Assistente de Aluno, com 40 horas, no Campus Avançado Lagoa da Confusão e setor de Técnico em Assuntos Educacionais, com 40 horas, situada no Campus Dianópolis e Campus Avançado Lagoa da Confusão. Em relação a esses cargos as remunerações iniciais básicas, sem contar os benefícios, podem variar entre R$1.945,07 e R$4.180,66, em conformidade com o nível de escolaridade.

Das atribuições do cargo de Técnico em Assuntos Educacionais: atuar no planejamento, na organização, no controle e assessoramento de organizações no departamento de recursos humanos, de patrimônio, de materiais; atuar nas informações, nos recursos financeiros e sobre os demais recursos tecnológicos; atuar nos setores cujas demandas se dirijam ao profissional da área administrativa; atuar no estabelecimento de programas e projetos; atuar na elaboração dos demais planejamentos organizacionais; na promoção de estudos em racionalização e no controle do desempenho organizacional, entre outras tarefas.

Das atribuições do cargo de Assistente em Administração: atuar no suporte administrativo e técnico no departamento de recursos humanos; atuar na administração, nas finanças e na logística; atuar no atendimento direto ao usuário, no sentido de fornecer e receber informações importantes; atuar no tratamento dos documentos variados e no cumprimento dos procedimentos obrigatórios; atuar na preparação de relatórios e demais planilhas; atuar na execução de serviços no setor de escritório, entre outras atividades.

Das atribuições do cargo de Técnico de Laboratório e na área Química: atuar na execução dos ensaios físico-químicos; atuar no desenvolvimento de produtos e demais processos, na definição ou na reestruturação das instalações; atuar na supervisão de operações e de processos químicos e nas devidas operações unitárias em laboratório e na produção; trabalhar na condução de máquinas ou equipamentos e nas demais instalações produtivas, de acordo com as normas de qualidade na prática de manufatura, no setor de biossegurança e no controle do meio ambiente, entre outras atividades.

Das atribuições do cargo de Técnico em Tecnologia da Informação: atuar no desenvolvimento de sistemas, de aplicações e na determinação da interface gráfica, respeitando os critérios ergonômicos próprios da navegação; atuar na montagem de estruturas de diversos tipos de banco de dados e na codificação dos demais programas, entre outras funções.

Das atribuições do cargo de Assistente de Alunos: atuar na assistência e orientação de alunos no que tange à disciplina, ao lazer, à segurança, à saúde, à pontualidade e aos métodos de higiene, no cerne das instituições de ensino; atuar no auxílio de atividades de ensino, na pesquisa e na extensão das atividades.

Informações essenciais: certame promovido pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Tocantins, IFTO; está sendo organizado pela própria instituição; oferta cargos para pessoas com níveis médio e superior de formação acadêmica; número total de vagas é 10; as inscrições devem ser realizadas entre 27 de fevereiro e 25 de março de 2018; o valor das mesmas varia conforme o grau de escolaridade, entre R$60 e R$150; os salários podem chegar a R$9 mil e a prova objetiva está programada para o dia 22 de abril de 2018.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 2.9]

Certame prevê o preenchimento de 148 vagas em para diversos cargos.

Quem estuda para concurso da área Legislativa pode conferir uma boa notícia aqui. No estado do Tocantins, a Câmara de Vereadores de Palmas divulgou em 10 de janeiro (quarta-feira) o edital do seu próximo certame. Para conferir mais informações sobre o concurso público veja a matéria a seguir.

Como posso me inscrever?

Para se cadastrar no processo seletivo você deve acessar o endereço eletrônico www.copese.uft.edu.br a partir do dia 22 de janeiro (segunda-feira). O prazo para se inscrever vai até 22 de fevereiro (quinta-feira).

Os valores das taxas variam entre R$ 80, R$ 120, R$ 140 e R$ 200. O boleto deve ser pago até o dia 23 de fevereiro (terça-feira).

A organização do certame está sob a responsabilidade da Comissão Permanente de Seleção (COPESE) da Universidade Federal do Tocantins (UFTO).

Espera-se que mais de 6 mil candidatos sejam inscritos.

Por Melisse V.

Quais são os cargos disponíveis?

Há chances para todos os níveis de escolaridade. No total, são oferecidas 148 oportunidades, das quais 43 são para contratação imediata. Também há vagas reservadas para pessoas com necessidades especiais (PNE). Haverá formação de cadastro reserva.

Quem tiver ensino fundamental incompleto pode concorrer ao cargo de auxiliar de serviços gerais. A remuneração ofertada é de R$ 937. A carga horária de trabalho é de 40 horas por semana. O edital prevê 30 vagas disponíveis para essa função, sendo 9 para contratação imediata.

Se você tiver escolaridade de nível fundamental completo ou ensino médio completo pode se candidatar aos seguintes postos de trabalho: agente de segurança, técnico legislativo, vigia, assistente administrativo, fotógrafo, assistente de áudio, cinegrafista, assistente de almoxarifado e patrimônio, técnico em informática e assistente de compras.

Para tais cargos a remuneração inicial varia entre R$ 1.057,98 e R$ 1.375,55 e a jornada de trabalho corresponde a 40 horas por semana.

Quem possuir graduação e diploma devidamente registrado e reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) poderá concorrer às seguintes vagas: analista de recursos humanos, analista de sistemas, consultor parlamentar, jornalista, controle interno, procurador, contador e gestor público.

Aqueles aprovados no cargo de jornalista deverão cumprir uma carga horária de 25 horas semanais.

Etapas da Seleção

O processo seletivo será formado pelas seguintes fases: 1) Prova Objetiva – prevista para ser aplicada no dia 1º de abril de 2018 (domingo), sendo no turno da manhã para os cargos de nível fundamental e superior e à tarde para quem concorrer às funções de nível médio e para o cargo de procurador; 2) Prova de Aptidão – prevista para o dia 6 de maio; 3) Avaliação Psicológica – programada para 28 de maio; 4) Investigação Social Documental – com data prevista para 18 de junho. As etapas 2,3 e 4 são exclusivamente para as funções de vigia e agente de segurança.

Quem concorrer ao cargo de procurador ainda responderá à prova discursiva com 5 quesitos que deverá ocorrer no dia 6 de maio de 2018 (domingo) e também passará por uma avaliação de títulos de caráter classificatório.

Confira as disciplinas cobradas para os cargos de nível fundamental: conhecimentos regionais, português, legislação pertinente à Câmara de Palmas e conhecimentos específicos.

Já para os cargos de nível superior e médio, as matérias exigidas são: raciocínio lógico, português, conhecimentos regionais, informática, legislação e conhecimentos específicos.

Para o cargo de Procurador as disciplinas cobradas na prova objetiva são: conhecimentos regionais, português, conhecimentos específicos e legislação pertinente à câmara de Palmas.

Mais detalhes sobre o concurso da Câmara de Palmas

Para conferir mais informações do edital, acesse o site da COPESE www.copese.uft.edu.br. Aproveite essa oportunidade. Inicie já sua preparação e seja aprovado no concurso da Câmara de Vereadores de Palmas, capital do estado de Tocantins.

Por Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 40 Média: 2.7]

Inscrições podem ser feitas até o final de janeiro de 2018.

O edital do processo seletivo do concurso público da Procuradoria Geral do Estado de Tocantins, que ofertará um total de 40 vagas, foi divulgado.

O salário inicial oferecido para os candidatos que forem aprovados será de R$ 26.125,17. Desse total de 40 vagas, 20 serão para início imediato e as demais serão para preencher o cadastro de reservas. Será reservado 5% das vagas para pessoas com deficiência.

Quem tiver interesse em participar do processo seletivo, as inscrições deverão ser realizadas a partir das 10 horas do dia 4 de janeiro de 2018 até às 14 horas do dia 31 de janeiro de 2018. Os interessados deverão realizar as inscrições exclusivamente através da internet, no site http://www.concursosfcc.com.br/. Após a realização do preenchimento do formulário de inscrição com as informações solicitadas, será gerado o boleto com o valor da taxa de inscrição, no valor de R$ 250,00, esse boleto deverá ser impresso e pago pelo candidato em qualquer agência bancária ou casa lotérica até o dia 31 de janeiro de 2018. A inscrição do candidato será confirmada somente após o pagamento dessa taxa, além disso, vale lembrar que pagamentos que forem efetuados após essa data limite, não serão considerados.

Para realizar a seleção dos candidatos serão aplicadas 3 provas. Na 1º etapa será aplicada uma prova objetiva de caráter classificatório e eliminatório, com duração de 5 horas, a prova será composta de 100 questões objetivas de múltipla escolha, sendo 15 questões objetivas de Direito Administrativo; 10 questões objetivas de Direito Civil; 15 questões objetivas de Direito Processual Civil; 15 questões objetivas de Direito Constitucional; 5 questões objetivas de Direito Penal; 15 questões objetivas de Direito Processual Penal; 5 questões objetivas de Direito Processual do Trabalho; 5 questões objetivas de Direito do Trabalho; 10 questões objetivas de Direito Financeiro e 15 questões objetivas de Tributário Direitos Difusos e Coletivos e Individuais Homogêneos.

A 2º etapa da prova será dissertativa, dividida em duas partes e terá duração de 4 horas cada uma. Na 1º parte o candidato deverá realizar uma peça processual e na 2º deverá responder a 4 questões dissertativas. Essa prova também terá caráter eliminatório e classificatório.

A 3º fase será a avaliação de títulos, dos candidatos que forem aprovados na 2º etapa, na prova escrita. Essa fase terá caráter classificatório.

As 3 etapas das provas serão realizadas na cidade de Palmas, em Tocantins. A data oficial das provas ainda não foi divulgada, porém, acredita-se que a prova objetiva da 1º etapa será aplicada no dia 4 de março de 2018, no período da manhã, e a 1º parte da prova escrita da 2º etapa será aplicada no dia 28 de abril de 2018, no período da tarde. Já a 2º parte da prova escrita será aplicada dia 29 de abril de 2018, no período da manhã.

Todas as informações em relação ao concurso, como convocações, avisos e comunicados, estarão disponíveis para o candidato através do site www.concursosfcc.com.br e também serão divulgados no Diário Oficial do Estado, no site www.diariooficial.to.gov.br. O boletim de desempenho do candidato deverá ser consultado através do número de CPF do mesmo e a consulta também poderá ser realizada através do site www.concursosfcc.com.br.

Quem tiver interesse em participar do processo seletivo e concorrer a uma das vagas informadas acima, deverá acessar o link do edital do concurso http://www.concursosfcc.com.br/ para obter informações mais detalhadas sobre inscrições, divulgação de informações, pré-requisitos para participar do concurso público, isenção da taxa de inscrição, conteúdo das provas, como será o processo de seleção, salário, benefícios, entre outras informações.

Rosângela Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 20 Média: 2.5]

AOCP será responsável pela seleção.

Para quem mora na cidade de Tocantins e regiões vizinhas, é bom ir se preparando, pois em breve será anunciado o edital do concurso da Polícia Militar (PM) daquele estado.

Esta é uma das notícias mais aguardadas pelos concurseiros que moram naquela cidade, principalmente porque é grande a expectativa dos sites especializados em concursos, que não deixam de anunciar que, em breve, o instrumento possa satisfazer a ansiedade de todos.

Esta espera tornou-se mais visível a partir do momento em que a própria PM divulgou a notícia de que já foi definida a banca que será a responsável pela elaboração e aplicação das provas.

De acordo com o comando da corporação no estado, a empresa que saiu vencedora do processo licitatório foi a AOCP.

Na última segunda-feira, dia 04 dezembro, um despacho feito pelo gabinete do comando da PM oficializou a empresa como a realizadora de todo o processo seletivo. No total, a mesma vai embolsar a quantia de R$ 2 milhões de reais dos cofres públicos do estado tocantinense.

De acordo com as previsões dos especialistas do governo, o edital deverá ser publicado logo no inicio de 2018.

Segundo as declarações mais recentes do governador do estado, Marcelo Miranda, a corporação apresenta atualmente um sério déficit de policiais militares que possam cobrir de modo satisfatório todo o efetivo ideal para a segurança de todos os moradores da região.

O gestor afirmou que pretende solicitar aos setores responsáveis do governo uma maior agilidade nos trâmites do concurso e talvez, por isto, o edital poderá ainda ser publicado até o final deste mês de dezembro.

Apesar de não se ter uma ideia de quando o edital vai ser anunciado, a estimativa é que para este concurso, um pouco mais de 1.000 vagas deverão ser ofertadas.

A grande maioria deverá ser destinada para o cargo de soldado, algo em torno de 1.000, sendo que aproximadamente 900 serão destinados para os candidatos do sexo masculino e as 100 restantes para quem é do sexo feminino.

Deverão ser disponibilizadas também vagas para cargos mais altos na hierarquia da corporação. Neste caso, os candidatos, ao contrário do cargo de soldado, que exige o ensino médio completo, deverão ser portadores de um diploma de curso de nível superior.

Além da exigência específica de escolaridade para cada cargo, quem se candidatar para ser soldado deverá também ter entre 18 e 30 anos. No caso de candidatos do sexo masculino, a altura mínima exigida é de 1,63m. Para os candidatos do sexo feminino, esta exigência é de 1,60m.

Para prestar o concurso, todos os candidatos, sem exceção, deverão apresentar provas de quitação de suas obrigações com os setores civis, militares e eleitorais do estado.

Uma outra exigência que deverá fazer parte do rol dos requisitos para a seleção é que o candidato apresente a carteira de habilitação para dirigir na categoria B.

No último concurso realizado, foram ofertadas pouco mais de 300 vagas para o cargo de soldado.

A seleção foi composta de seis fases que se distribuíram da seguinte maneira: provas objetivas e subjetivas, sendo esta discursiva ou de redação, prova de capacidade física, avaliação psicológica, exames médicos e odontológicos, investigação da vida social e um curso de formação para o cargo escolhido.

Na época, a remuneração inicial para o cargo de soldado era de R$ 3.000,00, mais a ajuda com vale alimentação.

Vale lembrar que durante a realização do curso de formação, os alunos recebem uma ajuda de custo no valor de mais de R$ 700,00.

As provas objetivas da primeira etapa foram compostas de questões objetivas relacionadas às disciplinas de Português, Raciocínio lógico, noções de Direito, Informática, Atualidades e sobre conhecimentos locais da região.

Emmanoel Gomes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 40 Média: 2.8]

Edital do novo concurso da PM-TO deverá ser divulgado em breve.

Há muito tempo se sabe que o desejo de grande parte das pessoas que estão terminando os estudos é o sonho de conseguir um bom emprego e, para alguns, isto só é possível pelo ingresso em uma carreira pública.

Um emprego no setor público é, para a grande maioria, a garantia de um salário fixo, razoável e a certeza de uma estabilidade que gera muito mais segurança.

Somando-se tudo isto, muitos candidatos ainda sonham em ingressar em uma das poucas e mais respeitadas instituições militares no país, a Polícia Militar.

Deste modo, este tão acalentado sonho move milhares de candidatos que todos os anos vivem as expectativas de ingressar numa academia de formação de oficiais que irão garantir a segurança e o cumprimento da lei em diversas cidades.

No estado de Tocantins isto não poderia se diferente. Desde o começo de 2017, todos os candidatos que já estão em ritmo frenético de estudos para enfrentar a intensa maratona de avaliações feita pela PM daquele estado para a seleção dos melhores que irão compor o seu quadro de oficiais e soldados.

Sem uma previsão de quando o edital poderá ser publicado (a expectativa é que seja esta ainda!), os candidatos aguardam ansiosamente por esta boa notícia, já que existe uma demanda muito grande de novos membros desta corporação militar para cobrir o estado. Isto se dá em virtude do grande crescimento do mesmo nos últimos tempos.

Os especialistas em concursos públicos do estado, assim como os representantes da categoria dos oficiais militares, esperam que este novo concurso possa realizar a seleção de pelo menos 1040 novas vagas para novos selecionados.

A ansiedade em torno da divulgação do edital para o concurso cresceu principalmente com a divulgação, por parte do governo do estado, que desde o dia 28 de agosto, a instituição já teria aberto um processo licitatório para a seleção da nova empresa que iria coordenar a aplicação do concurso.

Esta expectativa tomou mais forma a partir das declarações do próprio governador do Estado, Marcelo Miranda, que já se posicionou publicamente a favor do concurso, visto que, o mesmo carece de um efetivo maior de policiais militares nas ruas.

O próprio governador já declarou publicamente que ordenou um maior ritmo celeridade junto à Secretaria do Governo, para que agilize o processo de elaboração e divulgação do edital para a PM.

Segundo os dados divulgados pela PM daquele estado, caso as cerca de 1.040 vagas sejam confirmadas, elas deverão ser distribuídas em dois níveis. Um parte, 1.000 vagas serão para a formação de soldados, sendo 900 pra o sexo masculino e 100 para o sexo feminino. O restante deverá ser destinada para a formação de oficiais (40), sendo 36 para homens e as 4 restantes para mulheres).

Para concorrer ao cargo de soldado militar, o candidato deverá ter concluído o ensino médio e ter entre 18 e 30 anos de idade, além de outros requisitos necessários como uma altura adequada.

Os cargos destinados aos postos de oficiais serão destinados aos candidatos que possuem diploma de curso superior em qualquer área.

A seleção deverá constar de algumas fases, com a aplicação de provas objetivas e discursivas, avalições médicas, provas de capacidade física, mental e psicológica dos candidatos, bem como a investigação da vida pregressa de cada um.

Segundo ainda o edital do último concurso feito em 2009, os candidatos aprovados tiveram direito ao recebimento de uma ajuda de custo de R$ 800,00 enquanto faziam o curso de formação. Após a conclusão, o salário inicial de cada um passou a ser de mais de R$ 3.000,00, além do recebimento de um vale alimentação.

Liana Gifoni

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 32 Média: 3.2]

Seleção oferece vagas para técnico e analista. Inscrições podem ser feitas até o dia 2 de outubro de 2017.

Está à procura de um trabalho que ofereça estabilidade e segurança? Faça o Concurso Público do TRE-TO.

Já pensou em ter um trabalho que ofereça o salário de R$ 10,4 mil? Pois bem, isso será possível se você realizar o novo Concurso Público do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, que já teve seu edital de abertura publicado, oferecendo oportunidades para pessoas com ensino médio e ensino superior.

Se você estava na expectativa por novas informações sobre um novo concurso público do TRE-TO, as notícias que chegam são bastante animadoras, pois o seu edital de abertura já foi publicado oficialmente e conforme suas informações, o novo certame disponibilizará o total de 10 oportunidades para os cargos de técnico judiciário e analista judiciário.

O concurso Público do TRE de Tocantins disponibiliza para quem possui ensino médio completo oportunidades para o cargo de Técnico Judiciário, que deverão atuar em duas áreas, sendo elas a área administrativa, onde estão disponibilizadas para a concorrência o total de 3 vagas e para área de apoio especializado em programação de sistemas, com 2 oportunidades.

Um técnico judiciário possui a remuneração inicial no valor de R$ 6.376,41.

Já o cargo de Analista Judiciário pode ser concorrido por pessoas que possuam formação de nível superior na área judiciária (que contam com a disponibilidade de 3 vagas), administrativa (para formação de Cadastro de Reserva) e de contabilidade (que conta com a disponibilidade de 2 vagas).

Um profissional que atua no cargo de analista judiciário possui a remuneração inicial de R$ 10.461,90.

De acordo com informações do edital de abertura do certame, os interessados em entrar para a concorrência de um cargo no Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins podem realizar suas inscrições a partir do dia 04 de setembro, sendo que elas se encerram no dia 02 do mês de outubro.

As inscrições poderão ser realizadas somente por meio da internet, na página que pertence à empresa organizadora do certame, a Cespe/UnB, em http://www.cespe.unb.br/concursos/tre_to_17.

Os interessados deverão pagar uma taxa de inscrição cujos valores são de R$ 75 para quem pretende o cargo de técnico e R$ 95 para quem deseja o cargo de analista.

As provas estão previstas para serem realizadas no dia 03 do mês de dezembro, na capital do estado e serão compostas por 60 questões de caráter objetivo e uma discursiva. Os candidatos terão o total de 4 horas e meia para realizarem a prova.

Os conteúdos pragmáticos a serem cobrados na prova são de noções de informática, língua portuguesa, noções sobre direitos das pessoas que possuem deficiência, normas que se aplicam aos servidores públicos federais, regimento interno e conhecimentos específicos da área do cargo almejado.

Conforme as informações do edital, o novo concurso público do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins terá validade para o período de dois anos, que pode ser prorrogado conforme determinação do órgão pelo mesmo período.

Nesse sentido, se você se interessou em realizar este concurso acesse o seu edital completo no site da empresa organizadora e saiba de todos os detalhes. Não perca essa excelente oportunidade de conquistar um emprego que ofereça estabilidade e segurança, que estão tão em falta nos tempos atuais, em decorrência da forte crise econômica e política que se instalou no Brasil desde o ano passado, levando milhares de brasileiro ao desemprego.

Se você possui interesse no concurso, já comece a se preparar para a realização da prova, pois a estimativa é de que o número de inscritos nesse concurso supere as marcas de outros concursos do órgão.

O Tribunal Regional Eleitoral é um importante órgão do Governo Federal que possui funções muito determinantes para a sociedade. Com sede na CAPITAL Palmas, o TRE- TO foi instalado no estado no ano de 1989.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 12 Média: 2.5]

Seleção deverá ofertar vagas para diversos cargos. Edital deverá ser publicado no segundo semestre deste ano.

Foi divulgado no DOU, o Diário Oficial da União, que o COREN – TO (Conselho Regional de Enfermagem do estado de Tocantins) formou uma comissão para que seja organizada a abertura de um novo processo público de seleção. Esta equipe tem em sua composição Ana Paula Delfino de Almeida, que é presidente do órgão.

A equipe interna é formada pelos seguintes servidores: Dra. Barbara Monique Bezerra Teixeira (procuradora), Daniel Silva de Oliveira Carvalho (auxiliar administrativo) e também Gardênia Santos Moreira Carvalho (chefe da divisão administrativa).

Ainda não foram divulgados mais detalhes com relação a abertura deste novo processo de seleção do COREN do estado de Tocantins , porém, é esperado que se abram diversas oportunidades nos mais variados cargos e em diversos níveis de escolaridade, isto se deve pelo fato do último certame ter acontecido no ano de 2009.

Sobre o processo de seleção de 2009 do Coren-TO

O referido processo de seleção, na época, disponibilizou 119 oportunidades, que estavam distribuídas entre diversos cargos, os quais exigiam formação em nível superior, técnico, médio e fundamental. O Instituto Quadrix foi a empresa que organizou o certame, naquele momento.

Concorrentes que possuem nível fundamental estavam possibilitados a concorrer para uma das 17 vagas que estavam disponíveis para o posto de auxiliar de serviços gerais.

Por outro lado, quem possuía diploma de nível técnico ou então de ensino médio poderiam pleitear aos cargos de assistente administrativo (27 vagas), técnico em informática (14 vagas) e motorista (12 vagas).

Já para os postos de enfermeiro fiscal (27 vagas), assessor jurídico (11 vagas) e administrador (11 vagas), só poderiam se candidatar os concorrentes que tivessem concluído o nível superior nas áreas específicas.

Todos os candidatos se submeteram a uma prova objetiva que continha questões de múltipla escolha, a qual foi realizada no município de Palmas, a capital do Estado de Tocantins. Além desta fase, a seletiva também contou com uma avaliação de títulos, voltada aos concorrentes que pleiteavam uma oportunidade de nível superior.

Se você pretende disputar uma oportunidade para o Coren do estado de Tocantins, fique atento as datas e inicie seus estudos.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 2.7]

Certame deverá ofertar 1.040 vagas. Salários iniciais podem chegar a R$ 9 mil.

Para os concuseiros que estavam aguardando ansiosamente pelo edital do concurso da Polícia Militar do Tocantins (PM/TO), podem ler o esse artigo até o final. Foi confirmado que o edital do tão aguardado certame para a corporação, será publicado no segundo semestre desse ano.

O concurso já era aguardado por milhares de pessoas em todo o estado e foi informado pelo governo nessa quinta-feira (4), que em aproximadamente 15 dias, será feito uma licitação para a contratação da banca organizadora do concurso.

De acordo com fontes oficiais ligadas à PM do Tocantins, estão confirmadas o total de 1040 vagas, distribuídas da seguinte forma: 1000 posições para soldado e 40 posições para oficiais.

Após finalizar todo o processo licitatório, o edital deverá ser divulgado rapidamente no site da banca escolhida.

Existe um grande déficit de policiais em todo o estado do Tocantins e muitos servidores que estão na ativa, podem ir para a reforma a qualquer momento, causando um desfalque ainda maior no deficiente número de policiais. Ao todo, o Tocantins tem 3.800 policiais militares na ativa em todo o estado, o que é pouco, pela extensão territorial do mesmo e devido ao alto número de ocorrências diárias, sobrecarregando um sistema de segurança que já se encontra bastante fragilizado em todo o Brasil. A previsão é que até 2018 mais de 1.600 policiais militares devem se aposentar no Tocantins.

As exigências para se tornar um soldado da PM/TO são: ter idade entre 18 e 30 anos, estar com as obrigações civis e eleitorais em dia, possuir carteira de habilitação nas categorias AB ou B, não ter tido passagem pela polícia antes do ingresso na mesma e altura mínima para homens de 1,63m e para mulheres de 1,60m. Os vencimentos iniciais serão de R$ 4.056,67, após a conclusão do curso de formação e a exigência é o ensino médio completo. Para quem possui curso superior em qualquer área do conhecimento, pode concorrer ao cargo de oficial e o salário é de R$ 9.255,21 mais benefícios do estado.

Se você se interessou pelo certame, não perca mais tempo e comece a se preparar o mais rápido possível para esse concurso. Boa sorte a todos rumo a carreira militar.

Rodrigo Souza de Jesus

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 98 Média: 3]

Seleção conta com 40 vagas. Edital deverá ser divulgado em breve.

A Procuradoria Geral do Estado do Tocantins (PGE/TO) abrirá em breve inscrições para o concurso público que irá eleger novos procuradores de estado. Serão oferecidas 40 vagas, sendo metade para contratação imediata e metade para cadastro de reserva de pessoal.

O ponta-pé inicial para a realização do concurso aconteceu na segunda-feira, 24 de abril, quando foi publicada a portaria 23/2017, dispensando a realização do processo para a licitação de escolha da banca organizadora. A empresa que ficará responsável pelo andamento do concurso já foi escolhida e será a conhecida Fundação Carlos Chagas.

O requisito da participação do concurso é possuir ensino superior completo em Direito, com registro na OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Segundo dados levantados juntamente com o setor de recursos humanos, a remuneração inicial do cargo é de R$ 26 mil.

A assessoria de imprensa do órgão divulgou que a próxima etapa é assinar o contrato com a empresa. Sendo assim, o processo de elaboração do edital poderá ser iniciado. Após essa etapa, a data da liberação do edital será enfim confirmada.

Ainda segundo a assessoria, a realização do concurso para nomear novos procuradores para o Tocantins é extremamente importante, uma vez que o estado encontra-se defasado.

A comissão responsável está constituída pelos seguintes procuradores: Vânia Lúcia Maciel Mendes Milhomem, Lívia Ferraz Tenório e Maurício Fernando Domingues Morgueta, os três de Tocantins, além de um representante da OAB. Todos os procedimentos receberão supervisão do procurador geral do estado.

Em 2008 foram nomeados 28 procuradores, esse foi o último concurso realizado. Esse número, somado com os procuradores elegidos em 1994 (primeira seleção para a carreira), registrou o número de 84 servidores em Tocantins. Desde então, 8 destes faleceram, enquanto 21 se aposentaram; outros 11 desistiram de atuar, 4 estão de licença médica e 3 foram cedidos para trabalhar em outros órgãos. Considerando mais um funcionário que está em processo de aposentadoria, restam apenas 38 procuradores em atividade, número que não atende as necessidades acerca dos processos do estado.

Carolina B.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 2.5]

Seleção terá 8 vagas com salários de até R$ 10 mil.

Autorizado desde novembro, o Tribunal Regional Eleitoral de Tocantins (TRE/TO) deve escolher a banca responsável pelo certame até a próxima semana. A comissão do concurso já está definida e a expectativa é que o edital seja divulgado até maio, por isso, os interessados devem começar os estudos.

O concurso terá 08 vagas imediatas, sendo 05 para técnico (nível médio) e 03 para analista (nível superior). As provas devem ser aplicadas no segundo semestre e a remuneração, dependendo do cargo, pode chegar a mais de R$ 10 mil.

As vagas serão preenchidas da seguinte maneira: 3 para o cargo de técnico administrativo e 2 para programação de sistemas, que exige curso técnico na área, além de uma vaga imediata para analista na área de contabilidade e duas para analista da área judiciária. O concurso também terá oportunidade para analista administrativo da área administrativa, mas será para a formação de cadastro reserva.

O último concurso organizado pelo Órgão foi em 2010 e a banca responsável foi a Fundação Carlos Chagas. Ficou interessado em aproveitar a oportunidade? Então adiante os seus estudos, pois este é um dos certames mais cobiçados.

Como organizar meus estudos?

É essencial ter foco. Desta forma, direcione os seus estudos para uma determinada área de concurso. Vai fazer o TRE TO? Então, aproveite para fazer outras provas de TRE’S que surgirem. Se você tem disponibilidade para mudar de estado, é uma excelente opção.

Planeje a sua rotina em função dos estudos, priorizando sempre a qualidade. Neste sentido, não importa se você tem duas ou 08 horas para estudar diariamente, apenas faça o seu melhor a cada dia. Assim você usa o tempo a seu favor!

Escreva a forma de estudo: livro, apostila, aula, PDF, cursinho, entre outras. É necessário se organizar para identificar os seus pontos fortes e fracos. Além disso, você consegue acompanhar a sua produtividade e ritmo.

Para alcançar o sucesso, é necessário ter coragem, confiança e pagar o preço. Resolveu estudar para concurso? Então comprometa-se com a sua posse, para fazer por merecer a vaga que deseja. Tenha garra e acredite no seu potencial.

Compartilhe a oportunidade com os seus amigos nas redes sociais e sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Certame conta com 16 vagas de nível fundamental e médio. Inscrições podem ser feitas até o dia 27 de março de 2017.

Gurupi está localizado na região sul do estado de Tocantins, às margens da BR-153, e está a aproximadamente 240 km da capital, Palmas. A Câmara Municipal deste município publicou o Edital Nº 001/2017, que estará preenchendo um total de 16 vagas com uma carga horária semanal de 40 horas.

Para os candidatos com o Ensino Fundamental, as vagas são três. Duas para Motorista, com um salário de R$ 1.200,00 e a taxa de inscrição de R$ 60,00, e uma vaga para Vigia, com um salário de R$ 973,89 e a taxa de inscrição no valor de R$ 70,00. Para ambas as vagas, a escolaridade é completa, porém, os motoristas deverão ter CNH na Categoria "A/B".

O cargo de Oficial Administrativo exige o Ensino Médio Completo e conhecimentos de informática e áudio. Das 13 (treze) vagas oferecidas, uma será reservada para portador de deficiência física e a remuneração será de R$ 973,89 e a taxa de inscrição é de R$ 80,00.

Os interessados deverão entrar na internet e acessar o site http://www.idescassessoria.org.br, logo após acessar o link "inscrições on-line". As inscrições estão abertas e vão até o dia 27 de março, deste ano, 2017, às 20 horas.

As provas, com duração de 4 (quatro) horas, estão previstas para acontecer dia 30 de abril deste ano, às 8 (oito) horas. O local será divulgado no site da IDESC Assessoria mencionado acima e em impressos que serão colocados na própria Câmara Municipal.

Para os cargos de Motorista e Vigia, as provas terão 40 (quarenta) questões, 12 (doze) de português, 12 (doze) de matemática e 16 (dezesseis) de conhecimentos gerais. Já no caso das provas para o cargo de Oficial Administrativo, as 40 (quarenta) questões serão divididas em 10 (dez) de português, 10 (dez) de matemática, 10 (dez) de conhecimentos gerais e 10 (dez) de conhecimentos específicos.

Todas as informações citas acima foram extraídas do edital mencionado, que está disponível no site da assessoria, clicando no link "Concursos" e na guia "Concursos em andamento". Devo mencionar que no item 2.1 diz que o candidato deve ter o conhecimento de todas as normas e condições do edital, pois fazendo a inscrição, não poderá "alegar desconhecimento".

Por: Fernando Dias

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 3]

Seleção irá ofertar vagas para Analista e Técnico Judiciário.

Para quem mora no estado do Tocantins, está desempregado e procura estabilidade financeira, além de salários atrativos, temos uma excelente notícia. O Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Tocantins (TRE/TO) já definiu as vagas de analistas e técnicos judiciários para o seu novo concurso público que foi autorizado em 11 de novembro do ano passado.

A princípio, serão ofertadas nove vagas, sendo sete para o cargo de técnico judiciário e duas para analistas judiciários, além da formação de cadastro de reserva.

A previsão é que o edital do concurso para as inscrições seja publicado até maio e as provas sejam realizadas no segundo semestre de 2017.

Para o cargo de técnico judiciário, o candidato deverá possuir ensino médio completo e ser for aprovado no concurso, terá um salário de R$ 7.044,75, já inclusos vale alimentação e gratificação do cargo. Para o cargo de analista judiciário, a exigência é que o interessado tenha curso superior e o salário inicial é de R$ 10.992,07, com as mesmas inclusões que são vale alimentação e gratificação do cargo. Vale lembrar que esses dois cargos ainda terão reajustes de salários em junho e novembro de 2017, o que faz desse concurso um dos mais disputados e aguardados pelos concurseiros de plantão.

Ainda não foram definidas o número de vagas e os cargos para o cadastro de reserva, mas será informado tão logo que o edital seja publicado.

Das sete vagas para o cargo de técnicos, cinco vagas são destinadas para a área administrativa e duas destinam-se para a programação de sistemas em geral. Já para o cargo de analista judiciário, das duas vagas disponíveis, uma destina-se para a área administrativa/contábil e a outra vaga será para o setor jurídico. A expectativa é que as vagas do cadastro de reserva sejam rapidamente preenchidas, tendo em vista o déficit de servidores no estado e a aposentadoria de muitos ainda esse ano, o que vai gerar uma sobrecarga de trabalho ao que ainda se encontram na ativa. Fique atento ao edital e boa sorte no certame.

Rodrigo Souza de Jesus

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 3.5]

Seleção deverá ofertar 1.040 vagas para soldado e oficial.

O concurso da Polícia Militar do estado do Tocantins (PM/TO) vem sendo aguardado desde o ano passado e a expectativa é de que o edital seja publicado em breve. A previsão é de que sejam oferecidas aos concursandos um total de 1.040 vagas. O documento já está em fase de elaboração.

Em um primeiro momento este concurso público estava sendo previsto para ser lançado no mês de agosto, mais precisamente no dia 25, uma vez que é nessa data em que é comemorado o dia do soldado. Mas por algumas questões burocráticas ele acabou sendo adiado.

O concurso da polícia militar do Tocantins irá oferecer 1.000 oportunidades para o cargo de soldado e mais 40 para o cargo de oficial. De acordo com os setores ligados a esse concurso, a ideia é que com a realização desta seleção seja possível intensificar o combate à violência em especial na zona sul da capital do estado.

Saiba mais:

Tendo como base o último concurso público para a PM, a função de soldado pediu dos candidatos a formação de nível médio. A idade mínima exigida era de 18 anos e a máxima de 30 anos. Para candidatos do sexo masculino a altura exigida era de 1,63m e para candidatos do sexo feminino de 1,60m.

Também é fundamental que os interessados não tenham nenhuma pendência com relação aos deveres militares, eleitorais e civis.

É interessante observar que um outro requisito que deverá agora ser parte dos itens obrigatórios é a Carteira Nacional de Habilitação na categoria B.

Outra informação importante é que as oportunidades para a função de oficial serão destinadas para candidatos que tenham formação de nível superior.

Último concurso da PM/TO

No ano de 2013, a Polícia Militar de Tocantins realizou um concurso público que tinha como finalidade o preenchimento de 300 vagas para soldado. Na época a banca que ficou a cargo da organização técnica-administrativa foi a Consulplan.

Durante o período de formação a PM ofereceu aos participantes um auxílio financeiro no valor de R$ 800,00. Para quem foi aprovado no curso os salários oferecidos eram de R$ 3.057,77 mais o vale alimentação.

A seleção dos candidatos foi feita por meio de seis etapas. Foram aplicadas provas objetivas e discursivas, testes de capacidade física, avaliação psicológica, exames médicos e odontológicos, investigação social e curso de formação.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 28 Média: 2.5]

Concurso Público deverá ofertar vagas para técnicos e analistas.

Para quem está na expectativa de novos concursos, fique atento, pois um novo concurso está por vir, a novidade é que será lançado nos próximos dias o edital do concurso do Tribunal Regional Eleitoral do estado do Tocantins (TER/TO). O certame foi autorizado no dia 11 de novembro de 2016, porém, para ser publicado alguns passos devem ser ajustados, como o número de vagas e a especialidade de cada cargo. A banca organizadora ainda não foi definida e será um dos principais fatores a ser decidido.

As vagas serão para os cargos de técnico e analista judiciário. Para a vaga de técnico judiciário a exigências é apenas o ensino médio. Entre as várias atividades executadas pelo técnico do TRE, estão funções como: realização de abertura e encerramento de audiências, execução de tarefas judiciárias, entre outras atividades que colaboram para o desenvolvimento das atividades dos Tribunais Regionais Eleitorais. Já o cargo de Analista Judiciário está dividido em três áreas: área judiciária, área de Oficial de Justiça Avaliador Federal, além da área administrativa. Na área judiciária o analista executa atividades de organização, elaboração de laudos, pareceres de informação, entre outros serviços, sendo assim, é necessário um alto grau de conhecimento. Já a área de Oficial de Justiça avaliador Federal realiza atividades externas para o cumprimento de ordens judiciais, executando mandatos, prisões e citações. E por fim, o cargo analista judiciário – áreas administrativas são responsáveis pelos serviços de recursos humanos e licitações. Prestando assim apoio administrativo, colaborando para o andamento dos serviços.

A remuneração inicial para o cargo de técnico judiciário é de R$7.044,75. Já para o cargo de Analista é de R$10.992,07. A boa notícia é que esses valores sofreram reajustes de 41,47% previstos pela lei 13.317, sancionada pelo presidente Michel Temer.

É uma ótima oportunidade para quem deseja estabilidade financeira. Sendo assim, para que você possa se organizar e conquistar essa vaga, a dica importante é que você seja realista na organização do seu plano de estudo, outra dica é que você separe as disciplinas e classifique por níveis de aprendizado, ou seja, como “fáceis”, “médias” e “difíceis”, sendo assim você passará por todos os níveis tendo um maior rendimento. Não perca essa oportunidade e preste atenção no lançamento do edital.

Bom estudo!

Gisele Alves de Brito

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Órgão não realizou licitação para escolha da empresa que aplicará a prova do concurso.

Na última sexta-feira, dia 22, a Ordem dos Advogados de Tocantins decidiu protocolar uma representação junto a Assembleia Legislativa do estado solicitando por meio da mesma que o concurso público que vinha sendo realizado para o Legislativo fosse suspenso e que seu edital ainda passasse por uma retificação. Ainda conforme a representação, a sugestão é de que somente depois de atendidas essas etapas é que o certame fosse retomado.

De acordo com as informações divulgadas até agora, o principal motivo que levou a ação é o fato de que o referido concurso público prevê vagas para a função de procurador jurídico da Assembleia Legislativa. Porém, a Ordem não participou da elaboração do edital. Isso, por sinal, está previsto na Constituição Federal e também na Constituição Estadual quando se trata de carreiras jurídicas.

E de fato, ontem, dia 27/10, o concurso da Assembleia Legislativa foi suspenso. Ao menos de forma provisória e não em definitivo. A decisão foi tomada pelo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Alberto Sevilha. Agora outro motivo ainda surgiu além do apontado anteriormente: Não houve licitação para que fosse contratada a empresa que ficaria a cargo da execução do certame. De qualquer forma, o caso ainda será julgado pelo tribunal.

A decisão foi oficializada após a publicação da mesma no Diário Oficial do TCE da última quarta-feira. De acordo com as informações constantes no documento, se por acaso existir um contrato já assinado com a Funrio, que deveria ser responsável pela organização do concurso, qualquer compromisso existente deve ser suspenso pela Assembleia. O documento ainda ressalta que essa suspensão deve ser aplicada em especial a aspectos fundamentais como os pagamentos e julgamento das matérias finais do certame. Caso a Assembleia não cumpra o que foi determinado, poderá pagar multa.

Há bem pouco tempo, no dia 20 de outubro, este mesmo concurso tinha sido suspenso pelos deputados por um período de 15 dias. Além de terem suspendido o concurso por esse período, os parlamentares ainda optaram por criar uma comissão para analisar as possíveis alteração que deverão ocorrer no edital.

Este concurso público estava oferecendo um total de 91 vagas para início imediato, além de outras 74 para a formação de cadastro de reservas. O maior salário pago para procurador era de R$ 25.406.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 3.5]

Vagas são para todos os níveis de escolaridade e os salários chegam a R$ 8 mil.

Através da Secretaria Municipal de Administração, a Prefeitura de Pequizeiro, em Tocantins, divulgou o edital do atual concurso público, com a pretensão de selecionar profissionais para preencher as atuais vagas imediatas de diversos cargos e criação de cadastro reserva. O concurso será executado pelo Instituto de Capacitação, Assessoria e Pesquisa (ICAP) e todas as informações pertinentes ao andamento do concurso serão publicadas no endereço eletrônico www.icap-to.com.br.

As oportunidades são para 40 vagas imediatas e 40 para cadastro reserva. Antes de se inscrever é importante que o candidato leia atentamente a todo o Edital, verificando se atende a todos os requisitos exigidos.

Os trabalhadores receberão vencimentos mensais de R$ 880,00 a R$ 8.000,00 e terão carga trabalhista semanal de 20h a 40h.

Os candidatos portadores de deficiência têm direito a 5% de todas as vagas que surgirem enquanto o concurso for válido. Quem desejar concorrer nessa categoria precisa especificar sua preferência no momento da inscrição e comprovar sua situação através de laudo médico.

As inscrições começam no do dia 27 de junho e poderão ser realizadas até às 23h59 do dia 28 de agosto de 2016. Os candidatos que não confirmarem sua inscrição, através do pagamento do boleto bancário, até o dia 29 de agosto de 2016 não poderão participar deste concurso. As taxas são de R$ 50 para nível fundamental, R$ 65,00 para nível médio/técnico e R$ 100,00 para nível superior. Depois de confirmar as inscrições, os candidatos não poderão alterar o cargo selecionado.

Para se inscrever os interessados devem acessar o site www.icap-to.com.br, preencher corretamente todos os campos do formulário, imprimir o boleto e realizar o pagamento para confirmar a inscrição. Todas as informações fornecidas são de responsabilidade exclusiva do participante. Caso seja confirmada fraude em qualquer etapa do processo, o candidato será automaticamente eliminado.

Os profissionais serão avaliados através de provas objetivas, aplicadas pela manhã para cargos de nível superior e à tarde para cargos de nível médio, técnico e fundamental.

As listas de aprovados, as disciplinas, requisitos, documentação e todos os detalhes do concurso, serão divulgados em editais no site do ICAP e no site oficial da Prefeitura Municipal de Pequizeiro.

O concurso será válido por dois anos, contados a partir do resultado final, e poderá ser prorrogado por mais dois anos, caso o ICAP julgue necessário.

Por Fábio G. Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Oportunidades são para profissionais de todos os níveis de escolaridade. Inscrições podem ser feitas até o dia 28 de agosto de 2016.

A Câmara do município de Araguaína, cidade esta que se localiza no estado do Tocantins, publicou o extrato de edital para realização de um concurso público que tem como finalidade o preenchimento de 28 vagas para início imediato e que estão distribuídas em 21 cargos para profissionais que possuem formação em nível superior, médio e fundamental. O concurso público é regido pelo edital de número 001/2016 e ficará sob a responsabilidade do ICAP, o Instituto de Capacitação, Assessoria e Pesquisa.

O edital dispõe dos seguintes cargos: Vigilante, Auxiliar de Serviços Gerais, Auxiliar Administrativo, Motorista Categoria A e B, Intérprete de Libras, Oficial de Diligências, Técnico Legislativo, Técnico em Áudio e Vídeo, Técnico de Almoxarifado e Patrimônio, Técnico de Arquivo, Documentação e Reprodução, Técnico de Empenho e Pagamento, Técnico de Compras, Técnico da Coordenação de Expediente, Técnico de Contratos e Convênios, Técnico em Licitação, Analista de Controle Interno, Advogado, Analista em Recursos Humanos, Contador, Redator e Analista Financeiro. Os candidatos que forem aprovados por meio do certame e consequentemente contratados terão direito a uma remuneração mensal que oscila de R$ 880,00 a R$ 4.083,41, para executar suas atividades em uma carga trabalhista de 30 horas por semana.

Os interessados poderão efetuar suas inscrições no período compreendido entre os dias 25 de julho e 28 de agosto de 2016, por meio da internet, através da página eletrônica da banca organizadora (www.icap-to.com.br). Em seguida é preciso fazer o recolhimento de uma taxa de inscrição que vai de R$ 50,00 a R$ 100,00, variando de acordo com o cargo escolhido.

Os candidatos inscritos no processo de seleção serão submetidos a uma prova objetiva escrita, que provavelmente será aplicada na data de 13 de novembro de 2016, em horário e local a ser informado com antecedência, podendo ser consultados diretamente no mesmo site onde foram realizadas as inscrições.

O processo público de seleção será válido, inicialmente por dois anos, os quais serão contabilizados a partir da data de publicação da homologação do resultado final e pode ocorrer uma prorrogação, somente uma vez e pelo mesmo período de vinte e quatro meses.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece 105 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 3 de julho de 2016.

A Prefeitura de Nazaré, no estado do Tocantins está com as inscrições abertas até o dia 03 de Julho de 2.016 para o preenchimento de 105 vagas.

No endereço http://icap.proseleta.com.br/informacoes/33/ é possível acessar o edital e ao mesmo tempo realizar a inscrição onde temos as informações que as Provas Objetivas serão realizadas no dia 18 de Setembro de 2016, no horário de início das 08:10 horas para os cargos com Nível Fundamental, Médio e Médio/ Técnico, enquanto que os cargos de Nível Superior vão realizar no horário das 14:10 horas, lembrando que independente do nível escolhido os portões são fechados sempre 10 minutos antes da prova começar, ou seja, às 8:00 e às 14:00 horas. A divulgação do Resultado Final acontece no dia 11 de Novembro de 2016.

Quais são as vagas ofertadas para esse tipo de seleção?

Para o Nível Fundamental temos diversos cargos com a necessidade de uma escolaridade Incompleta ou senão Completa, além de curso de especialidade ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação). As opções são para os cargos de Agente de Limpeza Pública/ Gari, Auxiliar de Serviços Gerais/ASG, Coveiro, Mecânico, Motorista e Operador de Máquina. Para todos a carga horária é de 40 horas e com uma remuneração de R$ 880,00.

Já no Nível Médio e Técnico são ofertados os cargos de Agente Comunitário de Saúde, Agente de Controle de Endemias, Assistente Administrativo, Auxiliar de Saúde Bucal – ABS, Cuidador, Educador Social, Monitor de Creche, Operador de Cadastro Único, Técnico em Enfermagem e Técnico em Higiene Dentária. Para esses cargos a carga horária semanal é de 40 horas e as remunerações vão de R$ 880,00 até R$ 1.200,00, com um detalhe que dependendo do cargo é pedido cursos e registros em órgãos competentes.

E para o Nível Supeior temos os cargos de Analista de Controle Externo, Assistente Social, Contador, Coordenador do Crass, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Farmacêutico, Odontólogo, Procurador e Psicólogo, com remunerações que vão de R$ 1.500,00 até R$ 2.100,00, para uma carga horária semanal de 30 até 40 horas, além de uma remuneração completa e registro no devido órgão (CRC, CREA, etc.), fora o cargo de Professor de Nível Superior, com uma remuneração de R$ 1.350,00 e carga horária semanal de 20 horas.

Agora que sabe disso, faça a sua inscrição para esse tipo de Concurso Público e venha garantir o seu futuro como servidor.

Por Fernanda de Godoi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 4]

Certame oferta 166 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 14 de agosto.

A Prefeitura do município de Axixá do Tocantins, localizado no estado de Tocantins, na região norte do país, tornou público o edital de concurso público número 001/2016, o qual visa preencher 166 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade. A empresa que irá planejar e executar o referido concurso público será o Instituto de Capacitação, Assessoria e Pesquisa, o ICAP. Do total de vagas disponibilizadas pelo edital, algumas estão previstas para que seja formado um cadastro de reserva.

Os candidatos que forem selecionados e consequentemente vierem a ser contratados pela administração municipal poderão receber uma remuneração básica de até R$ 8.100,00. A prefeitura oferece vagas para as seguintes funções: auxiliar de serviços gerais, auxiliar de operação e manutenção nível II, eletricista, gari – varredor (a) de rua, gari – caçamba, mecânico de manutenção, vigia, tratorista de pneu, assistente administrativo, motorista categoria “d”, digitador, operador de motoniveladora, dentre outras diversas ocupações.

Os interessados em participar do processo seletivo deverão efetuar suas inscrições de forma exclusiva por meio da internet, na página eletrônica da empresa organizadora do processo (www.icap-to.com.br), até às 23:59 do dia 14 de Agosto de 2016, lembrando que é no horário de Brasília.

O valor da taxa de inscrição irá variar de acordo com a escolaridade exigida pelo cargo a ser preenchido pelo candidato, sendo: R$ 60,00 para cargos que exigem nível fundamental, R$ 80,00 para cargos que exigem nível médio e técnico e R$ 100,00 para cargos que exigem nível superior.

As provas escritas objetivas irão acontecer no próprio município de Axixá do Tocantins e está prevista para o dia 11 de setembro de 2016. O aviso de publicação dos locais de realização das provas objetivas, assim como os respectivos horários, serão divulgados no site do ICAP. O gabarito preliminar será divulgado no próximo dia após a aplicação da avaliação.

O prazo de validade deste processo público de seleção será, inicialmente, de dois anos, os quais serão contados a partir da data que for publicado o edital de homologação do resultado final, porém, pode ser prorrogado, apenas uma vez e pelo mesmo período de tempo.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Instituição disponibiliza 60 vagas com salários de até R$ 8 mil. Inscrições podem ser feitas a partir do dia 11 de fevereiro.

Se você é um profissional de nível superior, possui algum tipo de licenciatura e deseja conquistar uma nova oportunidade de trabalho ou está em busca de uma melhor remuneração, saiba que a UFT (Universidade Federal do Tocantins), em parceria com a COPESE, está com um edital aberto com o intuito de selecionar e futuramente contratar ao seu quadro permanente de servidores 60 novos Professores.

Os 60 novos profissionais que serão selecionados nesse processo de seleção terão como campo de atuação os campus de Porto Nacional, Miracema, Tocantinópolis, Araguaína, Palmas, Gurupi e Arraias.

As oportunidades de trabalho são para diversas áreas do conhecimento, algumas delas são para Letras, Relações Internacionais, História, Enfermagem, Matemática, Geografia, Física, Química, Turismo, Gestão e Negócios (logística), Engenharia Florestal, Pedagogia, Medicina, Ciências Biológicas/Biologia, Serviço Social, Arquitetura e Urbanismo, Educação Física, Psicologia, entre muitas outras chances sendo que a relação completa poderá ser conferida no edital.

A proposta salarial aos candidatos que obterem êxito no processo de seleção ficou definida para ser de R$ 8.639,50.

Os interessados em confirmar a sua participação nesse importante processo de seleção deverão preencher formulário de inscrição que se encontrará disponível somente a partir do dia 11 de fevereiro, no seguinte endereço eletrônico: http://www.copese.uft.edu.br.

O valor referente à taxa de participação será de R$ 260 e a data limite para a efetivação de inscrição ficou estabelecida para ser até o dia 07 de março de 2016.

Após o fim do prazo de inscrições os candidatos que estiverem com inscrição em estado de regularidade serão convocados a prestar uma prova escrita, uma prova didática, uma prova prática e por fim uma avaliação de títulos.

A provável data para a realização de todos os processos será no dia 01 de abril de 2016.

O local definido para a realização dos processos será exatamente nos campus da UFT cujos endereços se encontram no edital.

Em relação à validade desse processo de seleção, ficou estabelecido para ser de um ano, existindo grande possibilidade de prorrogação desse prazo de validade por mais um ano, sendo que essa prorrogação somente poderá acontecer uma única vez, cabendo essa decisão a cúpula administrativa da Universidade Federal de Tocantins.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Com a finalidade de contratar profissionais para integrar o seu quadro de servidores públicos, o Conselho Regional de Química da 12ª Região (CRQ-12), que atua nos estados de Goiás, Tocantins e Distrito Federal, publicou o edital n° 05/2015 para regulamentar e informar a todos os interessados sobre a realização de um concurso público.

Serão oferecidas diversas vagas para início imediato e também para a formação de cadastro reserva nas funções de nível médio e superior nos cargos de Auxiliar Administrativo (vagas para Goiânia, Brasília e Palmas), Auxiliar Administrativo Mensageiro (vagas para Goiânia), Auxiliar, Agente Fiscal – Área Química (vagas para Goiânia) e Auxiliar Administrativo/Superior (vagas para Goiânia).

A proposta salarial que foi apresentada no edital para os novos contratados, será de R$ 1.324,93 a R$ 4.069,59, mais benefícios como vale-transporte e auxílio alimentação no valor de R$ 400.

A jornada de trabalho semanal para todos os cargos será de 40 horas semanais, sendo que candidatos portadores de necessidades especiais terão direito a 5% do total de vagas e candidatos negros ou pardos a 20 % do total de vagas do concurso.

Os interessados em se candidatar ao processo de seleção poderão preencher os formulários de inscrição a partir do dia 9 de março até a data limite que será o dia 13 de abril de 2015, sendo que o endereço eletrônico disponibilizado para inscrição é o do Instituto Quadrix (www.quadrix.org.br).

A seleção dos candidatos versará de prova objetiva contendo 50 questões de múltipla escolha sobre as seguintes disciplinas: Língua Portuguesa, Noções de Informática, atualidades e Legislação para cargos de nível médio, já os candidatos também terão que prestar uma prova objetiva de 50 questões, porém com disciplinas diferentes, sendo elas: Língua Portuguesa, Ética no Serviço Público, Legislação e Conhecimentos Específicos.

A data prevista para realização da prova objetiva ficou estabelecida para o turno vespertino no dia 26 de abril de 2015.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Já foi publicado o edital do concurso público da Secretaria de Defesa Social do Tocantins. O documento de abertura do processo de seleção foi divulgado no Diário Oficial do Estado. Ao todo, estão sendo oferecidas 1.217 vagas distribuídas em cargos de nível médio e superior. Desse total, 86 são para candidatos com curso de graduação finalizado e as outras 1.131 são para nível médio e técnico de escolaridade.

O prazo para realizar as inscrições iniciará no dia 22 de outubro e finalizará no dia 23 de novembro. A organizadora do certame será a Fundação Carlos Augusto Bittencourt, Funcab. 

Se você está pensando em participar do concurso público da Secretaria de Defessa Social-TO, fique atento ao período de inscrição. Conforme foi citado acima, ele deve começar ainda neste mês através do endereço eletrônico da Funcab www.funcab.org. O valor a ser pago pela taxa de participação varia de acordo com o cargo desejado, sendo que para candidatos com nível médio ou técnico de escolaridade, a quantia a ser paga pela taxa é de R$ 90, já para candidatos de nível superior de instrução essa taxa assume o valor de R$ 150.

Caso o interessado esteja cadastrado no CadUnico poderá participar do processo de isenção da taxa, mediante preenchimento de formulário que está publicado no mesmo site. Na hora de completar o formulário de isenção, o candidato precisará colocar o número de identificação social que somente os cadastrados no CadUnico possuem, desta forma, somente poderão concorrer ao benefício as pessoas que estiverem devidamente cadastrados nesse programa do governo.

A avaliação dos candidatos será feita mediante duas fases. A primeira etapa consta de várias provas, sendo uma delas uma prova objetivo, no final desta fase haverá exames médicos. A segunda fase consta de um curso de formação. Ambas as etapas são de caráter eliminatório e classificatório. A prova objetiva da primeira fase ocorrerá em várias localidades como Tocantinópolis, Araguaína, Gurupi, Dianópolis, Palmas e Paraíso. As restantes provas da primeira etapa e a segunda fase deverão ser realizadas unicamente em Palmas.

Para mais informações acesse o endereço eletrônico da Secad (www.secad.to.gov.br).

Por Melina Menezes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

O cronograma referente ao primeiro concurso público que deverá ser realizado pela Secretaria de Defesa Social (Seds) do estado do Tocantins já foi divulgado. De acordo com as informações divulgadas até o momento são ofertadas aos candidatos interessados em participar 935 vagas. Essas oportunidades abrangem postos de trabalho de nível médio e superior.

A previsão da organização do certame é de que até a data de 29 de agosto de 2014 todo o procedimento administrativo seja finalizado. O mesmo envolve pontos como elaboração do termo de referência, consulta de preço de mercado e solicitação de serviço. Concluída todas as etapas a Secretaria deverá fazer o processo licitatório no período entre o dia 1° de setembro de 2014 e 31 de outubro de 2014.

Já a organizadora escolhida para este concurso público terá entre os dias 1° e 30 de novembro para providenciar a elaboração do edital.

Sobre as inscrições:

A previsão é de que o início do período de recebimento das inscrições para este concurso público comece em 1° de novembro e siga em aberto até a data limite de 31 de dezembro de 2014.

De acordo com as informações divulgadas pelo órgão a expectativa é de que o presente certame deva ser homologado na data de 5 de outubro.

Sobre as oportunidades oferecidas a informação é de que este processo de seleção deverá oferecer oportunidades para os postos de trabalho de Técnico em Defesa Social, Analista Socioeducador, Analista em Defesa Social, Assistente Socioeducativo e Técnico Socioeducador. Para as carreiras de Técnico os candidatos deverão contar com formação de nível médio. No caso das oportunidades para Analista será requerido o nível superior.

Em relação aos salários ofertados os mesmos deverão ser nas cifras iniciais de R$ 2.100 para os cargos de nível médio e de R$ 3.300 para quem tiver graduação.

As seletivas deverão constar de provas objetivas, avaliação de títulos e curso de formação dentre outras etapas.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]




CONTINUE NAVEGANDO: