Cebraspe será responsável pela organização do certame.

O novo edital do concurso público do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais – TCE/ MG, será divulgado em breve.

Sobre a Banca Organizadora

A banca organizadora escolhida, foi a Cebraspe – Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos.

A decisão foi publicada, no Diário Oficial, na segunda-feira, dia 23 de abril de 2018 e a expectativa é de que o Edital seja divulgado em breve.

Sobre o Concurso TCE MG de 2018

Na primeira semana do mês de março, foi divulgado pelo órgão, na sessão ordinária do pleno, uma minuta do Edital e desde então o concurso vem sendo aguardado.

Falta de Pessoal

Atualmente há uma defasagem muito grande em relação a quantidade de profissionais no Tribunal, sendo que cerca de 292 postos de trabalho estão vagos. Somente para o cargo de Analista, são 202 postos em aberto e esse concurso visa preencher esse quadro escasso de funcionários.

Sobre as vagas

Segundo o Portal de Transparência, serão ofertadas pelo menos 196 vagas nesse concurso. Além das vagas para o cargo de analista, veja abaixo quais vagas também serão ofertadas:

  • Agente oficial de controle externo – 56 vagas disponíveis
  • Técnico de segurança do trabalho – 1 vaga disponível
  • Médico – 4 vagas disponíveis
  • Redator de acordão e correspondência – 5 vagas disponíveis
  • Taquígrafo redator – 7 vagas disponíveis
  • Bibliotecário – 2 vagas disponíveis
  • Psicólogo – 3 vagas disponíveis
  • Assistente social – 3 vagas disponíveis
  • Arquivista – 3 vagas disponíveis
  • Comunicador social – 3 vagas disponíveis
  • Dentista – 3 vagas disponíveis

Requisitos

Para concorrer à uma das vagas para o cargo de Analista, os candidatos devem ter ensino superior completo nas seguintes áreas:

  • Direito
  • Administração
  • Ciências Contábeis
  • Ciências Econômicas
  • Ciência da Computação
  • Engenharia
  • Ciências Atuariais

Remuneração

Os candidatos que forem aprovados no concurso público terão uma remuneração inicial no valor de R$ 6.741,84.

Sobre a Comissão

A comissão responsável pela elaboração da proposta do edital e pelo acompanhamento desse concurso público, que visa a contratação de Analista de Controle Externo, para atuarem no Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, já está formada. Veja abaixo como ela foi composta:

  • Presidente – Wanderley Geraldo de Ávila
  • Analistas de controle: Juliana Cristina Lopes de Freitas Campolina, Milena de Brito Alves, Anderson Tiago Ferreira Santos Sampaio, Joelma Conceição Zeferino de Oliveira e por Priscila Fernandes Poletto.

Sobre o Último Concurso do TCE/ MG

No último concurso, que aconteceu no ano de 2014, o Edital divulgado pelo órgão ofertou vagas para o cargo de auditor.

A remuneração inicial oferecida para os candidatos aprovados foi de R$ 25.260,19.

A banca organizadora escolhida para esse último concurso, que tinha como objetivo a contratação de Auditor, foi a Fundep Gestão Concursos.

A banca organizadora aplicou provas objetivas que exigia dos candidatos conhecimentos nos seguintes conteúdo: Direito Constitucional; Direito Financeiro e Tributário; Direito Administrativo; Controle Externo da Administração Pública; Direito Civil; Direito Penal; Direito Previdenciário; Contabilidade e Economia; Teoria Geral do Processo e Administração.

Quem tiver interesse em participar do concurso público para o Tribunal de contas do Estado de Minas Gerais deve ficar atento e acompanhar o processo de liberação do Edital.

Assim que o Edital for publicado, é de extrema importância que os interessados leiam ele na íntegra, pois só assim será possível saber se atendem a todos os pré-requisitos que serão exigidos dos candidatos.

No Edital também estarão informações mais detalhadas relacionadas aos dias, horários e locais em que as provas serão aplicadas e o conteúdo das mesmas, também terá informações sobre todas as etapas do concurso, sobre os documentos necessários, prazo para realizar inscrições, atribuições de cada cargo, entre outras.

Lorena Ruiz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 2.8]

Seleção oferece vagas para Auditor Público Externo.

O início do ano é sempre um período de atenção para os concurseiros de plantão. É o momento em que muitas empresas e órgãos públicos lançam editais a fim de preencher as lacunas presentes em diversas entidades. Quem já está estudando a tempo e aguarda ansiosamente por novidades sabe o alívio que é ver o edital ser lançado.

Quem está na expectativa para o lançamento do edital oficial do concurso para o Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul pode alimentar a esperança e intensificar os estudos. Isso por que a comissão organizadora do certame acaba de ser anunciada. O próximo passo é o lançamento do edital que está em fase final de conclusão e deve ficar pronto muito em breve.

Apesar de o edital ainda não ter sido lançado, algumas informações importantes foram divulgadas de antemão. Já se sabe, por exemplo, que as vagas serão para candidatos de nível superior, que almejam o cargo de auditor público externo- APE nível III, e que o salário inicial é de 8.198,03, podendo chegar a 10.584,03 com as bonificações, com uma carga horária de 40 horas por semana.

Por enquanto já é possível afirmar que haverá vagas para graduados em administração, ciências jurídicas, ciências sociais e ciências econômicas. No entanto, ainda não há informações concretas a respeito do número de vagas que serão abertas, nem se haverá oportunidade para outras áreas.

O presidente responsável pela comissão do concurso é o conselheiro substituto Renato Luís Bordin de Azeredo. Ele conta com a participação de Jonas Faviero Trindade, Leonardo José Andriolo, Frederico Henrique Goldschmidt Neto, Lucas Rodrigues Flores e José Alfredo Frank de Oliveira.

Para ter uma ideia do conteúdo das provas, uma boa dica é dar uma conferida nos editais dos concursos anteriores. O último concurso da categoria ocorreu em 2011 e é possível consultar o edital disponível no site do TCE. Nele os aspirantes poderão ver as questões da prova e o gabarito. A partir dele o candidato poderá elaborar seu cronograma de estudos, dando prioridade ao que é imprescindível estudar.

As informações oficiais sobre o próximo concurso do TCE estarão disponíveis no site da instituição: www.tce.rs.gov.br. Por isso, o candidato precisa estar sempre atento para perder datas e notícias importantes a respeito do exame. Vale lembrar que as inscrições para o concurso anterior foram realizadas via internet, portanto, o TCE deve manter o mesmo modelo de inscrição para o próximo certame.

No exame aplicado em 2011, as provas foram aplicadas em duas etapas. Na primeira etapa, os candidatos tiveram de responder a 70 questões de múltipla escolha, distribuídas em seis categorias da seguinte forma: 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões sobre Controle na Administração Pública, 20 questões relacionadas à auditoria Governamental, 15 questões de administração Financeira e Orçamentária, 10 questões de Noções de Informática, 5 questões de Atualidades na perspectiva da Administração Pública, além de 2 questões discursivas. Na segunda etapa, os candidatos que foram aprovados no primeiro exame tiveram que responder a 100 questões de múltipla escolha, elaboradas de acordo com a área de conhecimento e cargo para qual o candidato estava inscrito. Os exames foram aplicados em dois domingos consecutivos, sendo o primeiro para a realização das provas da primeira etapa, o segundo domingo para aplicação das provas da segunda etapa, as duas etapas com duração de cinco horas cada.

Algumas vagas serão reservadas aos portadores de deficiência, conforme previsto em lei. As provas somente poderão ser realizadas mediante apresentação de documento de identificação com foto pelo candidato. Mantenha-se informado no site oficial do TCE e boa sorte.

Por: Nanny Cunha

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 3]

Seleção oferta 20 vagas. Salários podem chegar a R$ 13 mil.

Na última quinta-feira, 09 de novembro, foi lançado o edital do concurso público para o TCE/PB (Tribunal de Contas do Estado da Paraíba), que está oferecendo 20 vagas para os cargos de agente de documentação e auditor de contas públicas, sendo que duas são voltadas exclusivamente para pessoas que são portadoras de necessidades especiais.

As oportunidades oferecidas pelo processo seletivo visam contratar profissionais para início imediato e para cadastro reserva. O órgão está selecionando pessoas com formação no ensino médio e ensino superior, pagando remunerações consideravelmente altas. Confira abaixo mais informações sobre o concurso do TCE/PB para o ano de 2018!

Quem pode participar

O concurso público do TCE da Paraíba abriu 20 vagas, sendo 5 para agentes de documentação e 15 para auditores de contas públicas. Podem participar do processo seletivo as pessoas que possuem qualquer formação no nível de ensino superior e ensino médio e estão interessadas em assumir um emprego no setor público.

Para os profissionais contratados como agentes, o órgão paga uma remuneração de R$ 5.519,61 e R$ 13.002,03 para aqueles que ocuparem o cargo de auditor. Os funcionários dessa área de atuação devem cumprir uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Como será o concurso

A realização da prova do concurso TCE/PB está prevista para o primeiro mês de 2018. O exame será aplicado na cidade de João Pessoa, ocorrendo em 13 de janeiro para auditor e no dia 14 para agente. A prova será composta por 100 questões para os candidatos a auditores e 50 para os inscritos para as vagas de agentes.

Os conteúdos cobrados para o cargo de agente compreendem língua portuguesa, noções de administração de recursos materiais, direito constitucional, noções de administração pública, organização de documentos, noções de informática, legislação específica e atendimento ao público.

Para a função de auditor, as disciplinas exigidas englobam língua portuguesa, legislação específica, controle externo da administração pública, administração pública, noções de administração orçamentária e financeira, orçamento público, direito constitucional, direito financeiro, direito administrativo, direito previdenciário e noções de direito penal, contabilidade geral e pública, análise de informações e matemática financeira.

Além disso, os auditores também terão que passar por um programa de formação, tendo caráter eliminatório e uma avaliação final que prevê o desenvolvimento de uma peça técnica. Esse teste possibilita que os candidatos evidenciem se possuem as habilidades necessárias para executar as funções do cargo. É preciso cumprir até 40 horas de aulas presenciais.

Como se inscrever

O processo seletivo vai ser conduzido pela banca organizadora Cebraspe (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos). Os interessados em participar do concurso têm que acessar a página http://www.cespe.unb.br/. Os auditores devem pagar uma taxa de R$ 120,00, enquanto que os agentes arcam com R$ 80,00.

Atividades exercidas em cada cargo

Os agentes de documentação são responsáveis por executar tarefas de nível intermediário, dando auxílio administrativo, realizando o encaminhamento dos autos processuais, digitação de textos, a consulta em bancos de dados, preenchimento de formulários, a tramitação de documentos, elaboração de correspondências, despachos interlocutórios, etc.

Os auditores de contas públicas serão incumbidos de estabelecer o controle externo das atividades essenciais para o funcionamento do órgão, trabalhando de forma individual ou atuando como integrante do grupo multidisciplinar, executando investigações, examinando e analisando, visando relatar atos e fatos que estejam relacionadas à administração pública da Paraíba.

Também faz parte dos deveres do auditor participar da instrução de todos os processos que serão apreciados por qualquer instituição pertencente ao Tribunal. Analisar os relatórios de prestações de contas dos funcionários e administrados do Estado e dos Municípios, cumprindo com as obrigações da instituição, que incluem fiscalizar e controlar.

Simone Leal

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 21 Média: 1.9]

Certame está previsto para ser realizado em 2018 e terá vagas para Auditor.

No norte do Brasil um novo concurso público está em processo de abertura. Trata-se do TCE/PB, cujo contrato com a banca organizadora foi assinado, sendo um certame destinado a vagas para Auditor. O cargo em questão está com 10 vagas disponíveis, cuja condição de preenchimento é a de que os interessados possuam diploma de graduação em curso superior em áreas específicas. A remuneração inicial pode chegar ao valor de 29 mil reais.

Foi divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba – TCE/PB – em nota específica da publicação no diário oficial, na última quinta-feira, dia 19 de outubro, a confirmação de assinatura de um contrato firmado com a banca organizadora, que será a responsável pelo novo concurso público aberto. A empresa determinada para esta finalidade será o Cebraspe, portanto, os interessados precisam estar atentos à publicação do edital, que definirá o período de inscrições ao longo das próximas semanas. Até o presente momento, as informações mais consistentes indicam que a seleção está organizada conforme um critério que oferta 20 vagas, das quais dez destinam-se ao cargo de Auditor.

Como já foi referido acima, para concorrer ao cargo de Auditor Fiscal o candidato precisa estar de posse de certificado de graduação em curso superior, voltado para as áreas especializadas, conforme o cargo, já que o vencimento, inicialmente, está no valor de 16 mil reais. Entretanto, a remuneração, ao longo de uma carreira conquistada por meio do cargo, tende a atingir um valor de aproximadamente 29 mil reais, além das devidas gratificações.

De acordo com informações sobre o último concurso promovido para o mesmo cargo, realizado no ano de 2006, foram ofertadas em torno de 48 vagas, das quais 6 delas estavam destinadas aos candidatos detentores de formação superior em direito, 8 vagas destinadas aos candidatos formados em engenharia civil, 6 vagas aos candidatos formados em informática e computação e as demais 28 vagas voltadas para acadêmicos com graduação em outras áreas. Naquela ocasião a Fundação Carlos Chagas foi a banca responsável pela organização do processo seletivo.

As provas objetivas, no certame passado, eram constituídas de 100 questões de múltipla escolha. Em relação às vagas na área de direito, de engenharia civil e de informática, a prova estava estruturada em: 30 questões versando sobre a língua portuguesa, com relevância de um ponto; foram 50 questões sobre conhecimentos específicos I, com relevância de dois pontos e 20 questões sobre conhecimentos específicos II, com relevância de um ponto.

Na parte que versou sobre Conhecimentos específicos I, foram cobradas noções na área de administração; na área de contabilidade geral; na área de contabilidade e orçamentos públicos; na área de finanças públicas; em auditoria; em disciplina de matemática; disciplina financeira; na área de raciocínio lógico quantitativo; na disciplina de direito constitucional; disciplina de direito administrativo; na área de noções de direito civil e direito financeiro; disciplina de licitações e contratos administrativos; disciplina de responsabilidade fiscal e na área de gestão fiscal e penalidades. Ou seja, foi uma prova rigorosamente elaborada e muito abrangente. Serve de modelo para os candidatos do próximo concurso.

Na parte que versou sobre os conhecimentos específicos II, voltados para o Direito, as questões abrangeram: área de direito comercial, direito penal e direito tributário. Na área da engenharia e de informática, os conhecimentos cobrados estavam em conformidade com as estas duas disciplinas.

Em relação às outras áreas os exames versaram sobre a língua portuguesa, com 30 questões de relevância de um ponto e 70 questões em conhecimentos específicos, com relevância de três pontos, abrangendo conhecimentos específicos em administração; em contabilidade geral; noções de contabilidade e orçamentos públicos; noções em finanças públicas; em auditoria; em matemática financeira; em raciocínio logico-quantitativo; noções de direito constitucional; de direito administrativo; noções específicas em direito civil e direito financeiro; noções em licitações e contratos administrativos; noções sobre responsabilidade fiscal; em gestão fiscal e em penalidades.

Além da prova objetiva, em todos os cargos serão realizadas provas discursivas.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 3]

Concurso recebe inscrições dos interessados ao cargo de Conselheiro Substituto.

O Tribunal de Contas de Minas Gerais abrirá inscrições para seu novo concurso público. Confira mais informações.

As vagas são para Conselheiro Substituto do Tribunal de Contas de Minas Gerais e a remuneração é de R$ 28.947,55.

São duas vagas disponíveis e as inscrições começam no dia 22 de novembro de 2017 e se estendem até o dia 21 de dezembro de 2017.

A banca organizadora é a FUNDEP e a taxa de inscrição é no valor de R$ 290,00.

Veja quem pode participar

Pré-requisitos para o cargo

Os candidatos à vaga de Conselheiro Substituto, além das exigências gerais de um concurso público, como estar em dia com a Justiça Eleitoral e as obrigações militares, no caso dos homens, os candidatados a esse certame, também precisam atender aos seguintes requisitos para a ocupação do cargo:

· São necessários 10 anos de experiência na função, ou em alguma outra que requeira os conhecimentos em: Administração Pública e nas áreas: Jurídica, Econômica e Contábeis;

· É preciso ter entre 35 e 65 anos;

· Diploma de Nível Superior emitido por instituição reconhecida pelo MEC.

Atribuições da função de Conselheiro Substituto

· Substituir o Conselheiro quando for necessário;

· Atuar junto à Câmara do Tribunal;

· Compor quórum das sessões;

· Prestar contas ao Governo do Estado, emitir parecer e relatórios.

Sobre o processo seletivo

O processo ocorre em duas etapas. Na primeira etapa é aplicada uma prova objetiva que ocorrerá em 28 de janeiro de 2018, no turno matutino com a duração de 5 horas.

Serão 100 questões, todas de múltipla escolha com apenas uma alternativa correta para cada enunciado.

Os temas abordados na prova serão:

· Direito Administrativo

· Direito Financeiro e Tributário

· Teoria Geral do Processo e noções de Direito Processual

· Contabilidade

· Direito Constitucional

· Controle Externo

· Direito Penal

· Direito Civil

· Economia do Setor Público

· Direito de Seguridade Social

· Administração Pública

Na segunda etapa do certame, os candidatos serão submetidos a duas provas escritas que ocorrerão em único dia, 11 de março de 2018, em dois turnos.

Os candidatos terão o período de 4 horas, em cada turno, para respondê-la.

Aqueles que forem aprovados nesta etapa do concurso precisarão entregar os documentos solicitados e os títulos no período de 23 a 25 de abril de 2018.

Os documentos comprobatórios e os títulos poderão ser enviados via SEDEX, Carta Registrada, pessoalmente ou por terceiros que possuam procuração.

A Banca Examinadora FUNDEP

Um fator que não pode ser negligenciado pelos candidatos durante a preparação para um concurso, é conhecer a banca examinadora responsável pela elaboração e execução das provas.

Não é apenas saber o que será pedido nas avaliações, mas como esse conteúdo é abordado pela banca.

A FUNDEP é uma banca experiente na elaboração de concursos público e já realizou cerca de 259 certames, formando um total de 2,27 milhões de inscritos.

A Fundação, que não tem fins lucrativos, é ligada a Universidade Federal de Minas Gerais e prepara desde concursos com estruturas mais simples, até grandes processos seletivos com várias fases envolvendo provas objetivas, dissertativas, avaliação física, prova de títulos e investigação social.

A gerência pedagógica desenvolve as avaliações de acordo com o perfil profissional exigido pelos cargos em questão.

A análise textual é fundamental para os concursos organizados por essa banca, inclusive nos conteúdos de legislação, em que não se é requerida a lei de forma seca, mas sim sua interpretação e aplicabilidade.

Portanto, é ideal que os candidatos resolvam várias questões anteriores de provas desenvolvidas por essa banca, para se adequarem a sua metodologia.

Informações Gerais

Concurso para Conselheiro Substituto do TCE Minas Gerais

Vagas: 2

Inscrições: De 22 de novembro de 2017 a 21 de dezembro de 2017

Primeira etapa: 28 de janeiro de 2018

Taxa de inscrição: R$ 290,00

Remuneração: R$ 28.947,55

Por Fabíola de Moraes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 2.3]

Seleção oferece 133 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 31 de outubro de 2017.

Para quem se encontrava na expectativa de novas informações sobre o novo concurso público do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, as notícias que acabam de chegar são bastante animadoras. É que o edital de abertura do certame acaba de ser publicado e segundo suas informações, serão disponibilizadas na concorrência o equivalente a 133 vagas, com reservas para pessoas portadoras de deficiência.

O edital de abertura do novo concurso público do TCE/SP foi publicado nesta quarta-feira, dia 20 do mês de setembro. Do total de vagas anunciadas, que são 133, 97 são para o cargo de agente de fiscalização e as restantes 36 são para o cargo de agente da fiscalização da área de administração. Ambos os cargos possuem salários iniciais no valor de R$ 12.984,88.

Os interessados em entrar para a concorrência do cargo de agente de fiscalização precisam possuir diploma de curso superior nas áreas de direito, economia, ciências contábeis, engenharia civil, administração de empresas, administração pública ou ainda gestão de políticas públicas.

Já quem deseja concorrer ao cargo de agente de fiscalização da área de administração precisa possuir diploma de nível superior nas áreas de direito, economia, ciências contábeis, engenharia civil, administração de empresas ou administração pública, pedagogia com especialização em educação infantil, gestão de políticas públicas, enfermagem, biblioteconomia e documentação, psicologia, serviço social ou nutrição.

De acordo com informações do edital do concurso, os inscritos que forem aprovados devem ser lotados em diferentes regiões do estado de São Paulo, sendo elas :

– Araras: 9 vagas;

– Sorocaba: 1 vaga;

– Fernandópolis: 6 vagas;

– Registro: 6 vagas;

– Andradina: 6 vagas;

– Itapeva: 3 vagas;

– Ituverava: 3 vagas;

– Mogi Guaçu: 6 vagas;

– Santos: 5 vagas.

Os interessados em participar do concurso poderão realizar suas inscrições a partir do dia 28 do mês de setembro, até o dia 31 do mês de outubro.

As inscrições serão realizadas somente por meio da internet, no endereço da Vunesp, que é a empresa contratada para organizar o certame. Desse modo, acesse www.vunesp.com.br.

Os inscritos deverão pagar uma taxa de inscrição no valor de R$57 para terem suas inscrições efetuadas com sucesso.

O processo de seleção dos inscritos constará de uma prova objetiva composta por 80 questões

A seleção dos candidatos envolverá prova objetiva de múltipla escolha composta por 80 questões sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, conhecimentos específicos do cargo em questão e informática.

O candidato terá o total de 4 horas para a realização da prova que está prevista para ser realizada no dia 17 do mês de dezembro.

Os inscritos poderão confirmar os horários e locais de realização da prova por meio do site da Vunesp e do Diário Oficial da União, onde essas informações serão divulgadas.

Segundo informações do edital, o concurso público do Tribunal de Contas do estado de São Paulo será válido pelo período de dois anos, período este que pode ser prorrogado por tempo igual, conforme necessidade e determinação do TCE/SP.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso, não deixe passar o período de inscrições. Confira o edital do certame e inscreva-se. Verifique os conteúdos pragmáticos a serem cobrados na prova e comece a se preparar.

Essa pode ser a chance que você precisa para conseguir um emprego que ofereça uma excelente remuneração e estabilidade, já que o país vem enfrentando uma forte crise política e econômica que tem resultado em milhares de pessoas em situação e desemprego. Assim, os concursos públicos têm se mostrado uma excelente opção para a conquista de um novo posto de trabalho.

Inscreva no concurso público do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo e boa sorte.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 3 Média: 3.3]

Oportunidades são para o cargo de Agente de Fiscalização Financeira.

Se você é um concurseiro e se encontra na expectativa do lançamento do edital de abertura do novo concurso público do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, as notícias que chegam são bastante animadoras. É que a previsão do órgão é de que o edital seja lançado na segunda quinzena do mês de setembro.

Segundo as primeiras informações sobre o novo concurso do TCE-SP, a empresa escolhida para organizar e realizar o concurso foi a já conhecida Fundação Vunesp.

A comissão eleita para ser a responsável pela realização do certame informou que faltam apenas alguns detalhes para que o edital seja publicado. Dentre esses detalhes o que ainda falta ser definido é a data para a realização da prova, contudo, este é um ponto que deve ser rapidamente definido e assim publicado o edital com todas as informações do processo seletivo.

Embora o novo Concurso TCE/SP ainda não tenha sido publicado, algumas informações já foram adiantadas, como os cargos a serem disponibilizados no certame.

Nesse sentido, as oportunidades disponíveis no concurso serão para os cargos de Agente de Fiscalização Financeira da área de Administração e Agente de Fiscalização Financeira. Ainda não foi divulgado o número exato de oportunidades, mas já se pode afirmar que os interessados no cargo deverão pagar uma taxa de inscrição no valor de R$57,00.

Para concorrer a função de Agente de Fiscalização Financeira o candidato precisa possuir formação de nível superior em Ciências Contábeis, Direito, Ciências Econômicas, Engenharia Civil, Administração de Empresas ou Gestão de Políticas Públicas.

Já os interessados na carreira de Agente de Fiscalização Financeira da área de Administração devem também possuir formação em nível superior, em cursos de Ciências Contábeis, Direito, Ciências econômicas, gestão de políticas públicas, administração de empresas, Administração Pública, Engenharia, biblioteconomia e documentação, Nutrição, Enfermagem, pedagogia especializada em educação infantil, serviço social ou psicologia.

Ambas as carreiras possuem uma remuneração inicial no valor de R$ 9.003,47, além de benefícios como o vale-refeição no valor diário de R$ 29, o que resulta em uma soma mensal de cerca de R$ 638, auxílio-alimentação no valor de R$125,00 mensais, vale-transporte diário de R$ 11,80, o que mensalmente resulta em média de R$ 259,60, auxílio-escola para colaboradores com filhos pequenos, além de plano de saúde.

A comissão responsável pelo concurso foi eleita no mês de abril deste ano, sendo que seu presidente, Renato Martins Costa, ocupa o cargo de vice-presidente do tribunal.

O último concurso público realizado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo aconteceu no ano de 2011. Na ocasião foram disponibilizadas o total de 82 oportunidades, sendo que deste total 64 eram para o cargo de Agente, já 12 vagas são para o cargo de Agente Financeiro da área de administração e as 7 restantes foram para o cargo de Auxiliar de Fiscalização Financeira II.

A empresa contratada para organizar o certame, na época, foi a Fundação Carlos Chagas.

Os aprovados no concurso de 2011 foram lotados na capital do estado e nos municípios de Bauru, Araçatuba, Campinas, Presidente Prudente, Marília, Ribeirão Preto, Sorocaba, São José dos Campos, Fernandópolis, Araras, Registro, Guaratinguetá, Araraquara, Andradina, Adamantina, Itapeva e Ituverava.

Na ocasião, todos os inscritos tiveram que realizar uma prova composta por questões de múltipla escolha, sobre temas de conhecimento específico e gerais, conforme estava descrito no edital de abertura do mesmo. A prova foi realizada na capital paulista.

Nesse sentido, se você deseja realizar o concurso público do TCE/SP, comece a se preparar para a realização da prova, para saber dos conteúdos a serem cobrados verifique no edital do último concurso. Com a publicação do edital ainda em setembro, a prova deve acontecer entre dezembro e fevereiro.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 2.6]

Seleção irá ofertar vagas para Agente de Fiscalização Financeira. Edital deve ser divulgado nos próximos dias.

O TCE – SP, Tribunal de Contas de São Paulo, progrediu com a preparação para que se realize o novo concurso público do órgão, para as carreiras de agente da fiscalização financeira e para o perfil administrativo. O fato foi que o TCE definiu a empresa que irá organizar o certame, que será a Fundação Vunesp.

Desta forma, é bem esperado que ao passar dos próximos dias a banca publique o edital da seleção. O próximo passo será o acordo através do contrato de prestação de serviços pela organizadora e pelo tribunal.

É válido ressaltar que, nos mês de abril, a comissão responsável pelo organização do concurso do TCE/SP foi definida. Como presidente, o grupo conta com o vice-presidente do órgão, conselheiro Renato Martins Costa, além de possuir os seguintes integrantes: Fernando Rodrigues Camacho, Olavo Silva Junior, Marcus Augusto Gomes Ceravolo, Andréa Vilas Boas Soares e Paulo Massaru Uesugi.

Remuneração e escolaridade do processo de seleção do TCE/SP

Para concorrer a uma das vagas para a carreira de agente de fiscalização financeira é preciso que o candidato possua diploma de graduação em um dos seguintes cursos: ciências contábeis, direito, ciências econômicas, engenharia civil, gestão de políticas públicas ou administração pública ou de empresas.

Já o cargo de agente de fiscalização financeira com perfil administrativo admite candidatos que possuam formação de nível superior nos cursos de ciências contábeis, direito, ciências econômicas, engenharia, administração de pública ou de empresas, gestão de políticas públicas, enfermagem, biblioteconomia e documentação, nutrição, pedagogia com especialização em educação infantil, serviço social ou psicologia.

A remuneração inicial para qualquer umas das funções citadas acima será no valor de R$ 9.003,47, sem contabilizar os benefícios, representados pelo vale-refeição no valor de R$ 29 por dia, sendo R$ 638 levando em conta 22 dias úteis mensais, auxílio-alimentação de R$ 125 mensal, vale-transporte no valor de R$ 11,80 por dia, resultando R$ 259,60 também para 22 dias úteis mensais, auxílio-escola que pode ser de até R$ 1.049,33 para os profissionais que possuem filhos com até 7 anos de idade, além do plano de saúde.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Oportunidades são para auditor de controle externo, analista de gestão e analista de controle externo.

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) recentemente lançou um edital para o seu concurso. Se você tem interesse em obter aprovação na área de controle das contas públicas, confira novidades sobre o certame a seguir.

O prazo para inscrições tem início a partir do dia 11 de julho (terça-feira) e se estende até o dia 31 de julho (segunda-feira). Para se cadastrar é necessário acessar o site. São oferecidas 33 vagas para os cargos de auditor de controle externo, analista de gestão e analista de controle externo. Há vagas exclusivas para pessoas com necessidades especiais (PNE). A remuneração para os iniciantes na carreira varia de R$ 11 mil e pode chegar até R$ 18 mil. Todas essas oportunidades exigem escolaridade de nível superior em qualquer área de formação.

As áreas com chances disponíveis são: administração, julgamento, auditoria de obras públicas e auditoria de contas públicas. As taxas de inscrição custam R$ 200 para auditor, R$ 190 para analista de controle e R$ 150 para analista de gestão. Se você tem inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), pode fazer a requisição para obter isenção. Os candidatos devem efetuar o pagamento até o dia 18 de agosto (sexta-feira). A jornada de trabalho é de 30 horas na semana.

A banca responsável pela organização do concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), que antes era bastante conhecido como Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB).

Os candidatos responderão a 120 questões na prova objetiva, sendo 50 sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos. Para os cargos de analista de controle e auditor ainda haverá avaliação discursiva sobre o tema de atualidades.

As provas serão aplicadas no dia 17 de setembro (domingo) para o cargo de auditor e no dia 24 de setembro (domingo) para as funções de analista de gestão e de controle. Todas as etapas são de caráter eliminatório e classificatório e ocorrerão na cidade de Recife, capital do estado de Pernambuco.

Saiba quais são as matérias cobradas para todos os cargos: controle externo da administração pública, língua portuguesa, administração pública, noções de administração orçamentária, financeira e orçamento público.

Veja mais detalhes aqui.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 3 Média: 2.3]

Seleção ofertará vagas para Auditor e Técnico Fiscal de Contas Públicas. Edital deverá ser divulgado em breve.

No dia 12 de junho, foi confirmado pelo TCE/PE (Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco), com a publicação em Diário Oficial, o nome da banca que organizará seu novo concurso público, que trará oportunidades para os cargos de auditor fiscal das contas públicas e técnico auditor fiscal das contas públicas. Para ambas as vagas, os candidatos deverão possuir graduação completa e os salários iniciais são de R$ 17.106,96 e R$ 14.941,86, respectivamente.

Além desses cargos, o processo seletivo também irá contar com vagas para cargos no setor administrativo, mas que ainda não foram confirmadas. A banca nomeada para o concurso é o Cespe/UnB (Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília). A publicação do edital deve acontecer ainda no começo do segundo semestre deste ano.

Fazem parte da comissão do concurso, que foi formada em 20 de março, os seguintes representantes: a auditora das contas públicas Ana Beatriz Phryston de Mello; a conselheira Maria Teresa Caminha Duere; o procurador do Ministério Público de Contas Cristiano da Paixão Pimentel e o técnico de auditoria das contas públicas Paulo Otávio Távora Cavalcanti.

Segundo informações divulgadas pelo Sindicontas (Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco), ainda não foram definidos os números de vagas, porém, o quantitativo não deverá ser maior que a oferta atual de 81 oportunidades existentes em função de falecimentos e aposentadorias.

O último processo seletivo, via concurso público, efetuado pelo órgão ocorreu em 2004 e abriu 109 oportunidades para diversos cargos, sendo eles: auditor das contas públicas, analista de sistemas, bibliotecário, procurador do Ministério Público de Contas, assistente técnico de informática e administração, inspetor de obras públicas (engenharia e arquitetura), auditor das contas públicas para a área de saúde (odontologia, farmácia, medicina ou enfermagem) e procurador consultivo do tribunal de contas. A banca que organizou este concurso também foi o Cespe/UnB.

No que se refere à vaga de auditor, o processo seletivo levou em conta 120 itens, que versaram acerca de conhecimentos específicos e também foram considerados os títulos dos candidatos para a classificação final.

Acompanhe as informações da banca organizadora e fique atento à publicação do edital!

Iris Gonçalves

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame deverá contar com vagas para agente de fiscalização financeira e agente de fiscalização da área administrativa.

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE/SP) começou os preparativos para o lançamento do próximo concurso e a expectativa é que o edital seja divulgado este ano. A comissão já foi formada e deve ter oportunidades para o cargo de agente de fiscalização financeira e agente de fiscalização da área administrativa. Segundo a assessoria de imprensa do Tribunal, ainda não estão definidos o quantitativo de vagas e nem o cronograma com a expectativa de lançamento do edital.

Está interessado em aproveitar a oportunidade? Para concorrer a vaga de agente de fiscalização na área de administração é necessário ter nível superior em cursos como direito, ciências contábeis, administração de empresa, engenharia, entre outros.

O interessado em ingressar para agente de fiscalização financeira é necessário ter nível superior em direito, gestão de políticas públicas, ciências econômicas, entre outros. A remuneração inicial para ambas as funções pode chegar a mais de R$ 8 mil.

Além da remuneração alta, há outros benefícios como vale refeição de R$ 29,00 por dia, plano de saúde, auxílio escola para quem tem filhos de até 07 anos, entre outros.

O último concurso realizado pelo TCE/SP foi em 2011 e teve 83 vagas. A banca responsável pelo concurso foi a Fundação Carlos Chagas (FCC).

Além disso, o concurso teve oportunidades para a capital paulista e cidades como Bauru, Campinas, Marília, Ribeirão Preto, Itapeva, entre outros. As provas objetivas foram aplicadas na cidade de São Paulo.

Como estudar para este certame?

Este é o momento para começar a sua preparação, porque o edital não está publicado. Se for o seu primeiro concurso, faça um cursinho presencial ou online para formar uma base e ter um direcionamento.

Faça um planejamento de estudo e organize a sua rotina. Escreva as matérias que serão vistas diariamente, para você ter um acompanhamento sobre a sua produtividade.

Priorize os conhecimentos específicos, que tendem a ter uma pontuação maior. Treine por meio de exercícios, para descobrir as pegadinhas e os tipos de questões recorrentes.

Quando o edital for lançado, ajuste o cronograma e direcione os seus estudos com a banca responsável pelo concurso.

Confie no seu potencial para conquistar a vaga e muito sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 3.3]

Certame deverá ofertar 12 vagas para o cargo de Analista de Controle.

Na sociedade contemporânea, apesar das limitações orçamentárias, uma boa notícia para quem quer ingressar na carreira pública: o edital do Tribunal de Contas do Paraná (TCE- PR) será publicado em pouco tempo. A banca responsável pelo concurso será o Cespe/Unb. A expectativa é que o certame tenha 12 vagas, além da formação de cadastro reserva para o cargo de Analista de Controle.

Para concorrer é necessário ter nível superior nas seguintes áreas: direito, contábil, administrativa, engenharia atuarial, informática ou economia. A remuneração inicial para a função é de R$ 16,5 mil. O último concurso para o Órgão foi realizado no ano de 2011 pela Fundação Carlos Chagas (FCC) . As provas foram aplicadas em Curitiba, no Paraná. Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas e discursivas.

Como estudar para este concurso?

Devido à alta concorrência, os candidatos devem iniciar os estudos antes da publicação do edital. Como a organizadora já foi definida (Cespe/Unb), o documento deve ser divulgado em breve. Portanto, é fundamental elaborar um bom planejamento de estudo com as disciplinas do cargo almejado. O quadro de estudo pode ser feito em duas colunas: dia da semana e horário. Escreva as suas obrigações diárias (faculdade, trabalho, academia, entre outras) e defina o seu tempo de estudo. Cumpra o seu cronograma porque a aprovação é diretamente proporcional ao seu esforço. Coloque o seu cronograma em um lugar visível, para reforçar o seu compromisso.

Foque em teoria, exercícios e revisão. Assim você memoriza o conteúdo e mantém a disciplina na memória a curto/longo prazo. Faça provas que tenham conteúdos parecidos. Além de treinar, é possível saber o seu desempenho nas matérias.

O edital do TCE-PR foi publicado? Refaça o seu planejamento e faça as alterações necessárias. Mantenha pensamentos positivos e motive-se durante o estudo. Tenha na mente o porquê do seu esforço e relembre para si mesmo. Motivação é imprescindível para a sua aprovação em qualquer concurso público. Viva cada dia da melhor forma possível e dê o máximo de você. Assim, você faz a sua parte e vai colher os frutos depois. Confie no seu potencial para alcançar a classificação e conquistar a sua vaga. Boa sorte e muito sucesso nos seus estudos para conquistar uma vaga no TCE-PR.

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

As vagas poderão ser concorridas por candidatos de nível médio e superior

O Tribunal de Contas do Estado do Pará, TCE-PA, anunciou recentemente a reabertura das inscrições para o seu concurso público em 2016. É importante destacar que o certame é regido pelo edital nº 01/2016, edital de abertura do concurso. Esse processo seletivo tem como principal objetivo o preenchimento de 95 vagas de caráter imediato, além da formação de cadastro de reserva. A oportunidade é destinada a candidatos de níveis médio e superior. Confira mais detalhes na continuação desta matéria.

As vagas para candidatos de nível superior estão divididas entre os cargos de Auditor de Controle Externo de Áreas Administrativas, Fiscalização e Planejamento nas seguintes especialidades: Engenharia Civil, Odontologia, Engenharia Ambiental e Sanitária, Analista de Segurança, Engenharia Elétrica, Educacional, Fisioterapia, Gestão de Pessoas, Administrador de bancos de dados, Administrativa, Procuradoria, Serviço Social, Contabilidade, Ciências Atuariais, Direito, Enfermagem, Analista de Sistemas, Economia, Jornalismo, Psicologia, Clínica Médica, Analista de Suporte, Arquitetura, Estatística, Publicidade e Web Designer. A remuneração inicial para os profissionais de nível superior é de R$ 6.260,22 além do auxílio alimentação de R$ 1.200.

Os candidatos de nível médio, por sua vez, poderão disputar as vagas imediatas para os cargos de Auxiliar Técnico de Controle Externo juntamente nas áreas Administrativa e Informática. Os futuros contratados nesta categoria terão direito a remuneração inicial de R$ 3.154,60, além de auxílio e benefícios de seus respectivos cargos.

Como já destacado no início desta matéria, o prazo de inscrições foi reaberto. Dessa forma, os candidatos terão até o dia 01 de junho de 2016 para realizarem suas inscrições. É importante destacar que a inscrição será realizada de forma exclusiva por meio da internet. Portanto, os interessados devem acessar o site oficial da Cespe/UnB, instituição responsável pela organização e execução do certame. A taxa de inscrição é de R$ 90,00 (nível médio) ou R$ 120,00 (nível superior).

O certame conta, ao todo, com três etapas em seu processo seletivo. A primeira etapa é referente à aplicação das provas objetivas. A segunda etapa é a prova discursiva, que não faz parte do cronograma do cargo de Auxiliar Técnico de Controle Externo na área de Informática. A terceira etapa, por sua vez, diz respeito a avaliação de títulos, algo exclusivo para os cargos de nível superior.

Por Bruno Henrique

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Seleção oferece 95 vagas de nível médio e superior. Salários chegam a R$ 6 mil e as inscrições podem ser feitas até o dia 25 de abril de 2016.

Os concurseiros que estão em busca de conseguir a tão sonhada aprovação em um concurso público nas regiões Norte e Nordeste do país, tem uma excelente oportunidade que já está inclusive com as inscrições abertas, é o Concurso do Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE-PA). O objetivo desse certame lançado pelo órgão é fazer o preenchimento de 95 vagas, sendo que haverá vagas tanto para cargos que exigem nível médio, quanto para cargos que exigem nível superior de escolaridade. Nesta oportunidade o órgão ainda utilizará o certame para fazer a formação de um cadastro reserva.

Com relação às remunerações ofertadas nos cargos disponibilizados pelo órgão, elas variam entre R$ 3.154,60 para os cargos que exigem nível médio de escolaridade e R$ 6.260,22 para os cargos que exigem o nível superior de escolaridade.

As inscrições para este concurso já estão abertas e os interessados em fazê-las deverão efetuá-las através do portal eletrônico da instituição organizadora, que será o Cesbraspe, o antigo e conhecido Cespe/Unb, cujo site é o www.cespe.unb.br. A data limite para fazer as inscrições é o dia 25 de abril de 2016, sendo que as inscrições serão aceitas até às 23h59, horário oficial de Brasília. A taxa de participação no concurso que será cobrada dos candidatos está fixada em R$ 120,00 para os cargos de nível superior e R$ 90,00 para os cargos de nível médio.

Os cargos disponibilizados são para Auditor de Controle Externo nas seguintes áreas: educacional, administrativa, procuradoria, comunicação, administração, fiscalização, planejamento e informática. Convém ressaltar que os interessados deverão fazer a leitura do edital do certame na íntegra, pois cada uma dessas áreas mencionadas acima exigem formação em cursos de nível superior específicos para exercê-los. Os outros cargos são para Auxiliar Técnico de Controle Externo na área de informática e administrativa.

Com relação ao método de avaliação que será utilizado no concurso, será o método utilizado pelo Cespe, sendo que este processo seletivo será composto pelas seguintes fases: provas de caráter objetivo de conhecimentos básicos e específicos, sendo que esta fase será aplicada a todos os candidatos e terá caráter classificatório e eliminatório. As provas objetivas e discursivas deste certame provavelmente serão aplicadas a todos os candidatos no dia 19 de junho de 2016, nos períodos matutino e vespertino.

Por Adriano Oliveira

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece vagas para cargos de Nível Médio e Superior de escolaridade.

Está desanimado com o cenário econômico? Que tal começar os seus estudos para o Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE/PA)? Apesar da crise econômica que atinge o País, a Administração Pública continua oferecendo boas oportunidades, para quem almeja ingressar na carreira pública e conquistar a estabilidade.

A banca organizadora deste certame será o Cespe/Unb e o certame conta com vagas para nível médio e superior. No total, o Órgão está oferecendo 95 vagas, além da formação de cadastro reserva.

As inscrições começaram no dia 16 de março e o prazo segue até o dia 25 de abril. O valor é de R$ 90,00 para nível médio e R$ 120,00 para superior. As provas estão previstas para serem aplicadas no dia 19 de junho e os gabaritos no dia 21.

Para nível superior, há oportunidades para o cargo de auditor de controle externo nas áreas de administração, fiscalização, e planejamento, em diversas especialidades como procuradoria, arquitetura, clínica médica, fisioterapia, direito, economia, odontologia, entre outras. A remuneração inicial é de R$ 6.260,22.

Em relação ao nível médio, a oportunidade é para o cargo de auxiliar técnico de controle externo, nas áreas de administrativa e informática. A remuneração inicial para a função é de R$ 3.154,60.

Que tal fazer a sua inscrição e aproveitar esta chance? Então, acesse este link: www.cespe.unb.br/concursos/TCE_PA_16.

Como estudar para concurso público?

Para passar não é preciso ser gênio. Mas, é preciso esforço, determinação e muito foco. A sua aprovação é consequência do seu esforço e conhecimento. Comece fazendo um planejamento de estudo, a fim de estabelecer as suas metas.

Invista em bons materiais e que estejam de acordo com o edital do seu concurso. Neste sentido, pesquise por professores, cursos, livros e apostilas.

Leia todo o edital do concurso do TCE/PA. No documento, você vai encontrar o conteúdo programático do seu cargo, para fazer o seu quadro de estudo.

Não deixe para fazer a sua inscrição no último dia. Já imaginou se você esquece? Foque o seu planejamento em exercício, teoria e revisão. Faça muitas questões do Cespe/Unb, que é a organizadora do certame.

Continue estudando, até chegar aonde deseja.

Confie no seu potencial, mantenha a tranquilidade e sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Seleção irá oferecer oportunidades de nível médio e os salários chegam a R$ 10 mil.

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) vai publicar um edital com oportunidades para nível médio e inicial de R$ 10.578,22. A expectativa é que o edital seja publicado no mês de abril e a organizadora escolhida deve ser o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). Há vários benefícios como auxílio saúde, auxílio creche e auxílio educação. Os aprovados serão contratados sob o regime estatutário, que garante a estabilidade.

Os interessados serão avaliados por meio de provas objetivas, que devem contemplar o conteúdo de língua portuguesa, constitucional, administrativo, direito financeiro, administração financeira e orçamentária (AFO), controle externo, ciência da administração e raciocínio lógico. Além disso, também haverá prova discursiva.

Que tal aproveitar a oportunidade? É necessário apenas nível médio para concorrer. Como o edital deve ser publicado em pouco tempo, é fundamental começar os estudos e manter o foco, para tentar conseguir uma boa colocação.

Que tal conferir algumas dicas de estudo?

Organize-se para estudar: separe os materiais, escolha um local tranquilo e deixe um copo de água ao seu lado. A hidratação é essencial durante a rotina de estudo.

Estudar é um hábito, que é adquirido aos poucos. Comece estudando, em média, uma hora e aumente o tempo de forma gradativa, mas sempre respeitando os seus limites.

Defina no seu planejamento a sua forma de estudo: PDF, livro, apostila ou curso presencial.

Se o TCE-RJ for o seu primeiro concurso, faça um curso presencial ou online. Os professores passam dicas valiosas sobre a banca e vários macetes.

Além do cursinho, é essencial o estudo em casa, para assimilação e compreensão do conteúdo.

Divida o seu plano de estudo em três partes: teoria, revisão e exercício, sobretudo da banca organizadora do concurso. Assim, o conteúdo ficará armazenado na memória.

Faça provas com outras matérias parecidas ou da mesma área, mas mantenha o foco no seu objetivo principal. Boa sorte e muito sucesso nos estudos neste ano que só está começando!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece 50 vagas com salários de até R$ 11 mil. Inscrições podem ser feitas até o dia 3 de fevereiro de 2016.

O Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina (TCE-SC) publicou um edital com 50 vagas para o cargo de Auditor Fiscal de Controle Externo. Uma boa oportunidade para quem deseja ingressar na carreira pública. Para concorrer, é necessário ter nível superior em áreas específicas como administração, contabilidade, direito, economia, engenharia civil e informática.

A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e a remuneração inicial é de R$ 11.607,42. A banca responsável pelo certame é o Cespe/Unb.

As inscrições começam no dia 05 de janeiro e o prazo segue aberto até 3 de fevereiro. O valor da taxa para concorrer a oportunidade é de R$ 120,00. O concurso tem a validade de um ano, mas pode ser prorrogado pelo mesmo prazo. O edital pode ser acessado por meio deste link: www.cespe.unb.br/concursos/.

Dicas para mandar bem na prova:

Você quer realmente conquistar uma vaga? Leia o edital com atenção e separe as disciplinas por peso. Dedique uma carga horária maior para o conteúdo que vale mais.

No mercado existem vários tipos de materiais para concursos, por isso, invista na qualidade. Estude por livros ou apostilas que sejam relacionadas ao edital e que sejam atualizados. Peça orientação a outras pessoas.

Crie estratégias que sejam de acordo com o seu perfil de estudo. Descubra a sua forma de aprendizagem: vídeo aula, PDF, curso presencial, entre outros. Ao se avaliar, você vai ganhar tempo de otimização. Teste vários métodos de estudo até encontrar o seu.

Você não tem muito tempo disponível de estudo? Então aproveite a hora do almoço para fazer questões, acorde uma hora mais cedo, estude por áudio no ônibus, ou seja, aproveite cada minuto e use a criatividade para ler um conteúdo.

Mantenha o foco no concurso que quer, mas faça outros que tenham matérias parecidas. A aprovação é conquistada com esforço e dedicação. Sucesso e boa sorte!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Seleção irá oferecer 88 vagas de nível médio e superior. Organizadora do certame será o Cespe.

O Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE-PA) vai publicar um edital com 88 vagas para cargos de nível médio e superior. A expectativa é que o documento seja divulgado ainda este mês ou no início de 2016. A banca responsável pelo concurso é o Cespe/Unb e o certame vai contemplar diversas funções como administração, direito, economia, entre outros. O concurso do TCE-PA tem a validade de dois anos e poderá ser prorrogado pelo mesmo prazo.

O último certame feito pelo Órgão ocorreu no ano de 2012 e na ocasião contou com 38 vagas. O concurso foi organizado pela Assessoria em Organização de Concursos Públicos ( AOCP). Que tal ficar por dentro de algumas dicas de estudo para este concurso?

Como ele já está autorizado e com banca definida, o estudante deve direcionar e focar os estudos. O próximo passo é a publicação do edital. Normalmente há um tempo de 60 dias entre a publicação do documento e a data da prova. Ou seja, pouco tempo para estudar os conteúdos e rever os principais pontos.

Na programação de estudos, é necessário fazer uma distribuição de tempo entre as disciplinas. As que têm maior peso devem ser prioridades no planejamento. Além disso, é fundamental ter um foco de estudo no português. A matéria é responsável pela eliminação de muitos candidatos bem preparados.

Além de ter uma rotina de estudo, é necessário separar um tempo para a atividade física e o lazer. Por meio de uma caminhada, por exemplo, o estudante relaxa e alivia as tensões. Além disso, o estímulo de atividade física auxilia na memorização e aprendizagem, o que contribui de maneira produtiva e positiva no rendimento.

O estudante também deve assumir a responsabilidade pelo seu sucesso e ser o protagonista da sua vitória. Decidiu que vai estudar para concurso público? Então prossiga nesta luta até o fim. Sucesso e boa sorte, sempre!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame irá oferecer 15 vagas para o cargo de Técnico de Controle Externo.

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) vai publicar edital em pouco tempo. A organizadora já foi escolhida e será o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). A oportunidade será para o cargo de Técnico de Controle Externo, que exige nível médio para concorrer. A remuneração inicial é de R$ 10.578,22.

O concurso vai ter 15 vagas, além da formação de cadastro reserva. O cargo conta com vários benefícios como o vencimento inicial de R$ 8.130,22, auxílio alimentação de R$ 858,00, entre outros. Os interessados serão avaliados por meio de provas objetivas e discursivas. A expectativa é que o teste tenha disciplinas como direito constitucional, administrativo, direito financeiro, administração financeira e orçamentária, controle externo, português, ciências da administração e raciocínio lógico. Além disso, as provas objetivas deverão ser aplicadas no período da manhã e a discursiva na parte da tarde.

Que tal concorrer as 15 vagas deste certame?

Os aprovados serão contratados sob o regime estatutário, que garante a estabilidade. Os interessados podem começar a fazer um planejamento de estudo por meio de um quadro horário com as disciplinas, que serão vistas no dia. É fundamental ler o edital para separar as matérias que tenham um peso maior. Desta forma, deve ser dedicado mais tempo a esses conteúdos.

Além de estudar, o candidato deve querer passar. É a determinação e a dedicação que o levarão a vitória e a conquista do seu objetivo. Por isso, antes de começar a estudar avalie o seu momento de vida e defina se é isso o que realmente deseja. Assim, você vai encontrar o caminho certo para a sua vitória.

Portanto, busque os melhores materiais, professores e confie no seu potencial, para conseguir a aprovação. Lembre-se de fazer resumos e muitos exercícios, sobretudo da banca organizadora do seu concurso.

Que tal compartilhar essa dica com os seus amigos por meio das redes sociais? Sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 4]

Certame oferece 4 vagas para o cargo de Auditor. As inscrições podem ser realizadas de 30 de outubro a 19 de novembro.

O TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) abre as inscrições no dia 30 de outubro para o Concurso Público destinado ao preenchimento de 4 vagas no cargo de Auditor, que exige dos candidatos diploma de Ensino Superior reconhecido pelo MEC – Ministério da Educação.

As atribuições do cargo são substituir os Conselheiros em seus impedimentos e ausências por motivo de licenças, férias, vacância do cargo ou outro afastamento legal; e presidir a instrução dos processos que lhe forem distribuídos, relatando-os em Plenário com proposta de decisão a ser votada pelos integrantes do mesmo.

O salário oferecido aos contratados será de R$ 28.947,54 com jornada de trabalho de 40h semanais.

As inscrições iniciam às 10h do dia 30 de outubro de 2015 e seguem abertas até as 23h59 do dia 19 de novembro de 2015, no site da Cespe/UnB (www.cespe.unb.br), organizadora do concurso. A taxa de inscrição custa R$ 300,00 e deve ser paga por meio de boleto bancário.

As etapas da seleção serão realizadas por meio de prova objetiva, prevista para aplicação no dia 10 de janeiro de 2016, contendo 100 questões e de caráter eliminatório e classificatório; provas discursivas, no dia 14 de fevereiro, com 4 questões e 1 estudo de caso, de caráter eliminatório e classificatório; e, caso o candidato seja aprovado nessas duas etapas, haverá avaliação de títulos de caráter classificatório. As provas abrangem área como Administração, Direito, Economia e Contabilidade. Todas as fases serão realizadas na cidade de Curitiba, no Paraná.

O certame é válido por 2 anos contados a partir da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado por mais 2 anos uma única vez.

O Edital pode ser conferido com todas as informações no site da Cespe/UnB.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame visa selecionar profissionais para diversos cargos. Inscrições podem ser realizadas entre os dias 28 de setembro e 16 de outubro de 2015.

Uma excelente oportunidade de vaga no funcionalismo público para profissionais de nível superior está sendo oferecida pelo TCE-RN (Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte) que anunciou, por meio de um edital, que estará realizando um concurso público cuja intenção é selecionar e futuramente contratar 16 profissionais para vagas efetivas e de início imediato para compor e preencher lacunas em seu quadro de servidores.

A oferta de vagas é para os seguintes profissionais: Assessor Técnico de Informática (06 vagas – 05 vagas para ampla concorrência e 01 vaga para candidato portador de necessidade especial), Assessor Técnico Jurídico (03 vagas), Inspetor de Controle Externo, sendo que para este cargo as oportunidades serão divididas entre as seguintes especialidades: Administração, Direito, Contabilidade ou Economia (03 vagas), Engenharia Civil (03 vagas) e Tecnologia da Informação (01 vaga).

A promessa salarial para os novos contratados varia de cargo a cargo podendo ser de, no mínimo, R$ 4.151,69 e máxima de R$ 8.303,37.

Os interessados em confirmar a sua participação no processo de seleção deverão efetivar inscrição somente via internet acessando o endereço eletrônico do Centro de Seleção e de Promoção de Eventos Universidade de Brasília (Cespe/UnB) – www.cespe.unb.br, sendo necessário observar o período de inscrições que será compreendido entre os dias 28 de setembro e 16 de outubro de 2015.

Serão recolhidas taxas de participação nos valores de R$ 90 a R$ 105, valores estes que serão cobrados de acordo com o cargo escolhido para candidatura no momento da inscrição, ficando estabelecido que a data limite para pagamento dessa taxa será o dia 6 de novembro de 2015.

Após o término do prazo de inscrições, os candidatos regularmente inscritos serão convocados a prestar provas objetivas e provas discursivas de caráter eliminatório e classificatório ficando estabelecido que a data de realização desse processo será o dia 29 de novembro de 2015 no período matutino.

Por Rodrigo da Silva Monteiro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece vagas para o cargos de Auxiliar da Fiscalização Financeira II.

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP) divulgou a abertura de mais um concurso público para o órgão. A novidade foi divulgada no Diário Oficial. De acordo com o edital que dispõe sobre a abertura e as regras de realização deste certame estão sendo oferecidos aos interessados 125 postos de trabalho. Todos eles são voltados para o cargo de Auxiliar da Fiscalização Financeira II.

– Quem pode se inscrever:

Este concurso público é aberto para profissionais que tenham formação de nível médio completo.

– Qual o valor dos salários oferecidos aos profissionais contratados?

Segundo o órgão os profissionais convocados terão direito a uma remuneração no valor de R$ 4.606,80.

Este concurso público abrange diversas cidades do estado. Dentre elas destacamos as seguintes: Ribeirão Preto; Bauru; São Paulo – Capital; Santos; Mogi Guaçu; Ituverava; Itapeva; Andradina; Araraquara; Fernandópolis; São José do Rio Preto e Ribeirão Preto.

– Como garantir a participação no concurso público:

A organização técnico-administrativa deste certame está a cargo da Fundação Carlos Chagas. O formulário de inscrição se encontra disponível no seguinte endereço eletrônico: www.concursosfcc.com.br.

Atenção: Os concursandos poderão garantir suas respectivas participações se inscrevendo no período situado entre os dias 21 de setembro de 2015 e 23 de outubro de 2015. O valor estipulado para a taxa de participação é de R$ 52,76.

– Seleção dos inscritos:

Segundo a fundação os candidatos que tiverem suas inscrições aceitas serão avaliados por meio da aplicação de provas objetivas de conhecimentos gerais e também de prova de conhecimentos específicos. A previsão é de que este exame seja aplicado na data provável de 6 de dezembro de 2015.

Este concurso público contará com uma validade de dois anos contando a partir da data de publicação do resultado final. Caso seja necessário poderá haver a prorrogação por igual período.

Para conferir o edital na íntegra acesse o site www.concursosfcc.com.br.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Previsão é de que o Edital seja publicado no 2º semestre de 2015 e que sejam disponibilizadas vagas para o cargo de Auditor.

O Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte (TCE/RN) deu início à fase para escolher a banca organizadora do seu próximo exame seletivo que visa preencher o posto de Auditor. A realização deste certame foi divulgada no começo de 2015 pelo presidente do tribunal, Carlos Thompson Fernandes. Existe uma previsão no órgão de que o edital seja publicado no 2º semestre de 2015.

O processo seletivo teve uma agilidade na preparação no dia 12 de janeiro, momento em que o governador Robinson Faria, aprovou uma lei, a qual modifica as regras para a posse em cada posto. Esta modificação facilita a realização do concurso público no órgão. As oportunidades de auditor têm a finalidade de realizar a substituição de conselheiros no decorrer de férias ou mesmo outros obstáculos que surjam no órgão que necessitem de uma substituição. Com isso, os auditores irão evitar que as atividades do órgão fiquem comprometidas, por conta da ausência do conselheiro titular.

Existe uma expectativa de que seja oferecido neste certame, ao menos 3 oportunidades, com um rendimento mensal que corresponda no início da carreira, ao valor de R$ 28.796,63.

Esta nova lei também estabelece quais são as exigências para se candidatar na profissão de Auditor. As normas consistem em apresentar uma idade entre 35 até 65 anos, noções avançadas em contabilidade, amplo conhecimento na área jurídica, domínio no segmento financeiro e econômico e habilidade para realizar atividades de administração. Além disso, é necessário ter nível superior de escolaridade nas áreas de Ciências Econômicas, Administração de Empresas ou Ciências Contábeis e ter uma experiência comprovada na área de atuação.

Existe uma previsão de que o certame será composto por avaliações objetivas, contendo assuntos gerais e específicos, tendo um caráter eliminatório e classificatório. Os candidatos que forem selecionados serão submetidos a um exame médico, verificação social, entrevista individual, análise do currículo e exame psicológico.

Por Felipe Couto de Oliveira

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferece vagas para o cargo de Auditor Substituto com salário de R$ 28.947,54. Inscrições podem ser realizadas até o dia 26 de junho.

No dia 14 de maio de 2015 foi divulgado de forma oficial o primeiro edital do concurso público do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas. O certame aqui destacado tem como objetivo o preenchimento de 2 vagas para o cargo de Auditor Substituto. Um dos principais destaques desse certame é a remuneração dos futuros contratados: R$ 28.947,54. Além disso, saibam que uma das vagas será reservada para candidato portador de necessidade especial. O certame será organizado pela Fundação Carlos Chagas.

Caso esteja interessado em participar deste certame, saiba que estão aptos a participar do mesmo os candidatos com diploma de conclusão em qualquer curso de nível superior. Além disso, é preciso ter idade maior ou igual a 35 anos e máxima de 65 anos de idade.

Além disso, saiba que a aplicação das provas será realizada na cidade de Manaus, capital do Amazonas. Os interessados em participar do certame deverão realizar sua inscrição por meio eletrônico. O período de inscrições terá o seu encerramento no dia 26 de junho de 2015. Para confirmar sua presença, o candidato deve acessar o site oficial FCC (www.concursosfcc.com.br/concursos/tceam114/index.html) e realizar sua inscrição preliminar. A inscrição será devidamente confirmada após o pagamento da inscrição no valor de R$ 300,00.

Estarão aptos a realizar as provas os candidatos que possuírem sua inscrição devidamente homologada. Vale destacar que os mesmos serão submetidos à prova de conhecimentos gerais e específicos, conhecimentos específicos II além da avaliação de títulos. As fases são de caráter eliminatório e classificatório.

As provas objetivas já possuem data provável de aplicação: 9 de agosto de 2015. O gabarito oficial deve ser divulgado no dia 10 de agosto de 2015. Já o resultado final tem data prevista de divulgação para o dia 21 de dezembro de 2015.

O certame possui validade de dois anos que deve ser contada após a data de publicação da homologação do resultado final. Para mais detalhes acesse o edital oficial que pode ser encontrado acessando o site www.concursosfcc.com.br/concursos/tceam114/index.html.

Por Bruno Henrique

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Foi dado o período de 30 dias para a explicação do atraso na realização do certame. As vagas são para diversos níveis.

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCE/DF) decidiu que a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude do Distrito Federal tem o período de 30 dias para explicar o atraso para realizar o processo seletivo que teve a aprovação desde o ano passado, no dia 5 de junho. O certame irá oferecer 200 oportunidades neste ano de 2015 e também a modalidade de cadastro reserva para o ano de 2016. 

Já foi formada uma comissão para determinar as funções dos novos servidores. Depois disto, a Secretaria de Gestão Administrativa e Desburocratização irá avaliar a documentação para autorizar a publicação do edital. A perspectiva é de este processo de publicação seja finalizado até o mês de junho.   

As oportunidades neste concurso público serão destinadas para os seguintes postos: técnico socioeducativo, especialista socioeducativo, auxiliar socioeducativo e atendente de reintegração socioeducativo.

Na carreira de especialista socioeducativo é exigido que os candidatos apresentem conclusão do ensino superior. Os rendimentos serão de R$ 3.101,45 com a carga horária de 30h por semana e de R$ 4.135,26 com carga horária de 40h semanais.

Na profissão de atendente de reintegração socioeducativo também é necessário que os interessados tenham concluído a graduação. A remuneração mensal será de R$ 2.271 com uma jornada de 30h por semana e de R$ 3.028, com uma jornada de 40h semanais.

No cargo de técnico socioeducativo existe o requisito dos candidatos terem nível médio de escolaridade. O salário será de R$ 3.201,45 e a jornada consistirá em 30h por semana, tendo a possibilidade de seguir uma carreira profissional.

No posto de auxiliar socioeducativo os requisitos ainda serão determinados pela comissão do processo seletivo. Os rendimentos mensais serão no valor de R$ 2.040,52 com uma carga horária semanal de 30h e de R$ 2.720,69 com uma jornada semanal de 40 horas.

No exame seletivo, os candidatos serão submetidos a uma avaliação de títulos e testes objetivos. As pessoas que forem aprovadas nesta primeira fase serão encaminhadas para a segunda etapa onde passarão por um exame psicológico, investigação social e avaliação de capacidade física. 

Por Felipe Couto de Oliveira

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

As oportunidades são para o cargo de auditor e apenas candidatos de nível superior poderão participar

Foi confirmada a realização do concurso público do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte, TCE- RN. A decisão foi informada pelo Presidente do órgão, Carlos Thompson Fernandes, durante uma entrevista concedida por ele para a TV Assembleia. Na ocasião, o Presidente afirmou que esta seleção será realizada com toda a certeza ao longo deste ano.

Este novo processo de seleção será realizado com o intuito de contratar profissionais para o cargo de auditor, posto inédito, até então, no TCE- RN.

Desde janeiro, mais precisamente dia 12 desse mês, a elaboração da proposta de concurso e das tratativas para efetua-lo ainda neste ano ficaram muito mais intensas. Isto porque, nessa época, o Governador do Estado, Robinson Farias, sancionou a lei 531 (complementar), alterando assim a lei orgânica do órgão. A principal mudança feita foi incluir na lei orgânica o cargo de auditor, para que o certame pudesse ser feito. 

Esse posto tem como função primordial de fazer o relato dos processos e vir a fazer a substituição dos conselheiros durante afastamento, impedimentos ou cumprimento de férias. Mesmo que não tenha sido fixada uma data para divulgação do edital de abertura de concurso público, acredita- se que ele não deverá tardar muito, visto que existe uma comissão que já está trabalhando nele.  

Quem quiser concorrer a uma das vagas deste cargo precisará contar com idade entre 35 e 65 anos, ter formação de nível superior nas áreas de administração pública, finanças, economia, ciências contábeis, jurídica.

Além da graduação superior também é preciso contar com experiência de mais de 10 anos no cumprimento da atividade profissional. Os requisitos para participar da seleção serão bem parecidos com as exigências requeridas nos concursos deste órgão para o posto de conselheiro.  

Nesta ocasião, tudo indica que sejam oferecidas três vagas para o cargo, o salário oferecido é de R$ 28.796,63.

Por Melina Menezes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

As inscrições vão até o dia 15 de abril de 2015

Foi anunciado recentemente pelo Tribunal de Contas do Estado do Sergipe (TCE/SE) a abertura do período de recebimento das inscrições para a realização de mais um concurso público. De acordo com as informações divulgadas até o presente momento, estão sendo ofertadas um total de 28 vagas. Essas oportunidades são direcionadas para profissionais de nível superior.

Candidatos que sejam portadores de necessidades especiais também poderão se inscrever. A reserva feita, nesse caso, foi de quatro postos.

Confira abaixo os cargos com vagas em aberto e a respectiva quantidade para os mesmos:

Segurança da informação –  1 vaga;

Segurança de desenvolvimento – 12 vagas;

Analista de TI para suporte técnico e infraestrutura de redes – 2 vagas;

Enfermeiro – 3 vagas;

Cirurgião  Dentista – 6 vagas;

Médico – 4 vagas.

Sobre a jornada de trabalho, a informação é de que a mesma será composta por 40 horas semanais. Já os salários serão no valor de R$ 2.584,23 para a função de enfermeiro e de R$ 3.101,08 para todos os demais cargos.

Além do vencimento básico mensal, esses profissionais ainda contarão com diversos benefícios, tais como o auxílio-alimentação que será de R$ 1.013,63, adicional de desempenho e de insalubridade e auxílio-saúde.

– Como garantir a participação?

Os concursandos que atenderem os requisitos exigidos para cada cargo especificamente, poderão se inscrever até a data limite do dia 15 de abril de 2015. O formulário de inscrição está sendo disponibilizado no seguinte endereço eletrônico: www.fgv.br/fgvprojetos/concursos/tce-se.

Para validar a participação o candidato deverá pagar uma taxa no valor de R$ 130.

– Seleção

Aqueles que tiverem suas inscrições aceitas deverão ser submetidos a provas objetivas. Os testes estão previstos para serem aplicados na cidade de Aracaju no dia 24 de maio de 2015. Informações sobre os locais serão divulgadas em momento oportuno no mesmo endereço das inscrições.

Dentre os temas que serão cobrados na prova estão legislação institucional, raciocínio lógico-matemático, conhecimentos básicos de informática, língua portuguesa e conhecimentos específicos.

Por fim, os profissionais classificados nessa etapa ainda passarão por uma avaliação de títulos. Porém, apenas de caráter classificatório.

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

A Fundação Carlos Chagas foi a escolhida para organizar o certame que tem previsão de publicar edital ainda no primeiro semestre

Tudo indica que ainda neste ano será divulgado o edital do concurso público do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas. O processo seletivo terá como objetivo fundamental a contratação de novos profissionais para ocuparem o cargo de auditor. A empresa que organizará o certame será a Fundação Carlos Chagas (FCC).  

Atenção, concurseiros de plantão! Se você possui ensino superior completo, experiência na área e vontade de integrar o funcionalismo público, deverá prestar atenção nesta proposta: o TCE- AM poderá publicar o documento de abertura do processo de seleção ainda neste primeiro semestre do ano.

Um passo bastante importante foi dado rumo a elaboração do edital: a executora já foi selecionada, sendo assim, ela ficará responsável pela elaboração do documento.  

Se ficou interessado na possibilidade de concorrer a uma das chances para o posto de auditor, provavelmente ficará bem mais animado com a notícia do salário inicial. Estima-se que será fornecida uma remuneração de R$ 25.260,19, aproximadamente.

Para estar apto à participar da seleção, é preciso que o candidato conte com ensino superior completo, esteja em estado regular com as obrigações militares e eleitorais, possua idade entre 35 e 65 anos, tenha experiência no setor jurídico, contábil, financeiro, administração pública e econômico. O interessado deverá gozar de plena saúde mental e física.  

A última seleção realizada para o cargo em questão foi feita no ano de 2007. Na época, o vencimento oferecido foi de R$ 21.005,68. A organizadora do processo seletivo foi a mesma recrutada para este novo concurso, a FCC.

Naquele momento, a avaliação dos candidatos foi feita por meio da aplicação de prova objetiva de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos I e II. A prova de conhecimentos específicos I contava com 100 questões sobre língua portuguesa, direito administrativo, direito penal, direito constitucional, contabilidade e orçamentos públicos, responsabilidade fiscal, finanças públicas, entre outros tópicos. Já o teste específico II era composta de quatro questões discursivas e um parecer processual.   

Por Melina Menezes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Mais uma oportunidade está por vir para os concurseiros do estado do Ceará. Trata-se do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE) que deve lançar o edital nos próximos dias. O  concurso público irá preencher 47 vagas que irão reforçar o quadro de servidores, além de formação de cadastro de reserva.

No dia 15 de janeiro foi divulgado no Diário Oficial do Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE) a dispensa de licitação de pregão, desta forma, a Fundação Carlos Chagas foi a escolhida como organizadora do certame.

Das 47 vagas, 35 delas são para Analista de Controle Externo, 10 para Técnico de Controle Externo, uma para Conselheiro Substituto (Auditor) e outra para Procurador de Contas.

O salário inicial é composto do vencimento, gratificações (fixa e variável) e o adicional por titulação. O servidor fará parte do Plano de Cargos e Carreira do TCE, cujo desenvolvimento ocorre por meio da promoção e progressão, de acordo com as Leis 13.783/2006 e 15.330/2013. 

A remuneração para procurador é de R$ 26.589,68 e de auditor é de R$ 25. 260,20. Já o técnico de controle externo receberá salários de R$ 6.278,54, sem adicional de titulação. Por fim, o cargo de analista de controle externo, cujo salário inicial é de R$ 7.879,57 sem adicional refrente à titulação.

A jornada de trabalho de analistas e técnicos de controle externo é de 30 horas por semana. Em ambas as funções há o adicional de auxílio alimentação, atualmente no valor de R$ 350,00 por mês.

Cabe ao Plenário do Tribunal de Contas do Estado do Ceará determinar por meio de Resolução a especialidade e as demais orientações para concorrer aos cargos de Analista de Controle Externo criados pela Lei nº 15.636, de 20/6/14.

O texto do edital encontra-se em fase de elaboração, o qual será encaminhado aos gabinetes para apreciação e uma futura votação do colegiado.

Por Ana Rosa Martins Rocha

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo está com inscrições abertas para vários cargos. A oportunidade abrange os seguintes cargos: Auxiliar de Fiscalização Financeira com 10 vagas, Agente de Fiscalização Financeira (área de infraestrutura de TI e segurança e informação) com 7 vagas e Agente de Fiscalização Financeira – Informática (área de sistemas, gestão de projetos e Governança TI) com 14 vagas. O certame é voltado para nível médio e superior. As exigências de cada cargo podem ser conferidas no edital.

A remuneração muda de acordo com o cargo e pode variar de R$ 4.277,43 até R$ 10.924,72. As inscrições para o TCE-SP já estão abertas e o prazo permanece, apenas, até o dia 23 de janeiro. O concurso vai ser organizado pela Vunesp e as taxas são de R$ 65,70 e R$ 86,70.

As provas objetivas estão marcadas para a data provável de 8 de março em São Paulo. Que tal fazer a sua inscrição e conferir mais detalhes por meio do edital? Para ter acesso ao documento completo e todas as retificações é só clicar aqui.

Leia o edital completo e os requisitos de cada cargo. Faça um planejamento de estudo, uma vez que falta pouco tempo para a prova objetiva. Intensifique e não se esqueça de separar um tempo para fazer as revisões, e também resolver muitos exercícios, especialmente, da Vunesp, que é a organizadora do TCE-SP.

Se você não mora em São Paulo, planeje a sua viagem com antecedência e reserve hotel, preferencialmente, em uma área central da cidade, que tenha acesso fácil ao metrô, ônibus e táxi.

Converse com os moradores da região, para saber qual o melhor meio de transporte para a prova. No dia do certame, lembre-se de que imprevistos podem acontecer, portanto, saia com antecedência para o local de prova.

Você vai fazer o TCE-SP?

Boa sorte e muito sucesso nos estudos!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

O Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE-SE) vai realizar um novo certame para o próximo ano, por isso, quem deseja iniciar na carreira pública deve começar os estudos. A preparação para qualquer concurso deve ser antecipada, ou seja, antes da publicação do edital. A expectativa é que o documento seja publicado em julho do próximo ano.

Além disso, provavelmente, vai ter vagas para nível superior nas seguintes áreas: Médica e de Tecnologia de Informação. A banca ainda não foi escolhida, mas a expectativa é que a organizadora do certame seja a Fundação Carlos Chagas (FCC), Fundação Getúlio Vargas (FGV) ou Cespe/UnB. A organizadora, provavelmente, deve ser escolhida até o mês de fevereiro.

O último concurso realizado pelo TCE-SE ocorreu no ano de 2011 e teve 20 vagas imediatas, que foram distribuídas pelos seguintes cargos: Analista de Controle Externo, nas áreas relacionadas à Informática, Engenharia, Técnica e Jurídica. A remuneração inicial para os cargos foi de R$ 3.42585. Além disso, o certame também contou com oportunidade para o cargo de Técnico de Controle Externo nas áreas de Edificação ou de estrada e geral, que tem a remuneração inicial de R$ 2.068,77. Na ocasião, o concurso foi organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC).

O novo certame deve ser lançado em 2015, e para direcionar os estudos, os candidatos podem ter como base o último edital. A carreira pública apresenta várias vantagens como qualidade de vida, estabilidade e bons salários. Por isso, o número de interessados aumenta a cada ano e o candidato precisa estar bem preparado para enfrentar a concorrência e garantir a sua vaga no serviço público.

Assim, se o candidato deseja concorrer à oportunidade do TCE-SE deve focar os estudos, fazer um cronograma e estudar durante o tempo disponível que ele possui. É preciso que ele se comprometa com a aprovação e dê o melhor de si.  

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

O Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE-CE) deve publicar edital em breve. A banca organizadora já foi definida e será a Fundação Carlos Chagas. A expectativa é que o documento seja publicado até o fim deste mês ou no início de janeiro. No total, este concurso oferecerá 47 vagas, que serão divididas da seguinte maneira: 35 para o cargo de Analista de Controle Externo, que tem a remuneração inicial de R$ 7.879,57, 10 para Técnico de Controle Externo, que tem a remuneração de R$ 6.278,54, 1 para o cargo de Procurador de Contas, que tem a remuneração inicial de R$ 26.589,68 e 1 para Auditor, que tem o a remuneração inicial de R$ 25.260,20. Além disso, todos estes valores receberão um acréscimo devido à titulação.

Os candidatos que quiserem concorrer à vaga de Técnico serão avaliados por meio de provas objetivas. Para o cargo de Analista, além das provas, também haverá pontuação para títulos. Em relação aos cargos de Auditor e Procurador ainda não foi definida.

Além disso, as disciplinas do concurso do Tribunal de Contas do Estado do Ceará ainda não foram definidas. Mas, para quem quiser começar os estudos de forma antecipada deve se basear no último edital. Na prova anterior, foram cobradas as seguintes matérias: Língua Portuguesa, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Administração Financeira e Orçamentária, Controle Externo, Economia, Auditoria Governamental e Informática, além das específicas.

Os candidatos devem ter como base a banca Fundação Carlos Chagas, que é a organizadora do certame. Desta forma, devem fazer exercícios direcionados para a banca. O ideal é que o estudo comece antes da publicação do edital, porque garante maiores chances de aprovação, uma vez que o candidato vai poder estudar com calma e assimilar melhor o conteúdo.

O concurso do TCE-CE será muito concorrido, então se você almeja a aprovação neste certame, inicie os seus estudos e não perca tempo.

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]




CONTINUE NAVEGANDO: