Exame será aplicado no dia 4 de março de 2018.

Se você pretende trabalhar no Poder Judiciário e realizou sua inscrição no concurso do Superior Tribunal Militar (STM) lembre-se que a prova está prevista para o dia 4 de março (domingo). Dessa seleção podem participar profissionais com escolaridade de nível superior e médio. Veja outros detalhes do processo seletivo a seguir.

O edital, publicado no diário oficial em 18 de dezembro de 2017 (quarta-feira) e o prazo para os candidatos realizarem suas inscrições no certame teve início em 27 de dezembro (quarta-feira) e se estendeu até o dia 15 de janeiro de 2018 (segunda-feira).

As taxas custaram entre R$ 75 e R$ 86. O boleto de pagamento pode ser quitado até o dia 5 de fevereiro (sexta-feira) em qualquer agência dos Correios, casa lotérica ou agência da rede bancária. Não esqueça de efetuar o pagamento de sua inscrição no concurso público do STM.

Aqueles candidatos que são inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) puderam solicitar isenção do pagamento.

A empresa contratada para ser a organizadora do processo seletivo é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE). Anteriormente, essa banca tinha o nome de Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE UnB).

Vagas oferecidas no STM

O edital prevê o preenchimento de 42 vagas para os cargos de técnico judiciário da área administrativa, analista judiciário da área administrativa, técnico judiciário da especialidade de programação, analista judiciário da área judiciária e analista judiciário das seguintes especialidades: revisão de texto, engenharia civil, análise de sistemas, estatística, serviço social e contabilidade.

Há também chances exclusivas para quem se autodeclarar preto ou pardo. O edital não reserva vagas para pessoas com necessidades especiais (PNE), mas quem estiver nessa condição poderá concorrer e ainda será avaliado em perícia médica.

Os locais com oportunidades disponíveis são: Manaus, Curitiba, Rio de Janeiro, Campo Grande, Bagé, Recife, Juiz de Fora, São Paulo e Brasília.

Quem iniciar na carreira de técnico judiciário poderá receber o salário inicial de R$ 6.709. Para analista a remuneração oferecida no início da carreira é de R$ 11.007. Além disso, há concessão dos seguintes benefícios: vale alimentação, auxílio saúde e auxílio natalidade.

A expectativa de salários no final da carreira varia entre R$ 11.398 e R$ 18.701, para técnico e analista judiciário, respectivamente.

Fases do concurso STM 2018

Os concorrentes serão avaliados no dia 4 de março (domingo) em provas objetivas, com 120 quesitos no conhecido formato CEBRASPE, de "certo ou errado". Do total de questões, 50 serão sobre conhecimentos básicos e 70 sobre assuntos específicos. Ainda nessa data, os candidatos farão prova discursiva. Nela é necessário escrever uma redação ou estudo de caso, a depender da função pretendida, de até 30 linhas.

Durante o dia 4 de março no turno da manhã, os concorrentes à função de analista terão 4h30 para responderem às questões das provas e também realizarem a marcação do cartão de respostas. Já os candidatos ao posto de técnico judiciário terão 3h30, no turno da tarde.

As matérias cobradas em conhecimentos básicos para todos os cargos são as seguintes: ética no serviço público, português, noções de direito administrativo, qualidade no atendimento ao público e trabalho em equipe, organização da justiça militar da união, noções de direito constitucional, acessibilidade e noções de informática e inglês, apenas para quem concorrer ao cargo da área de tecnologia da informação (TI).

As provas serão aplicadas em todas as capitais do país. Além disso, incluem-se os municípios de Santa Maria e Bagé, no estado do no Rio Grande do Sul, e Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Outros detalhes do certame

Para ver o edital e saber de outras informações, acesse o endereço eletrônico do CEBRASPE.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 2.8]

Oportunidades serão para os cargos de técnico e analista judiciário.

Foi oficializado pelo STM (Superior Tribunal Militar) qual será a banca organizadora de seu concurso público, com isso, o lançamento do edital do concurso público está previsto para esse mês de dezembro. De acordo com o STM, a responsável pelo certame será a Cebraspe.

O STM precisou realizar uma nova dispensa de licitação, pois a Cebraspe, que já estava como banca organizadora, teve seu contrato cancelado, por conta de um erro nesse contrato. Os participantes da seleção que concorreram ao posto foram a FGV; FCC e o Ibate, porém, a Cebraspe ganhou novamente o posto.

O STM é responsável por julgar crimes militares previstos no código penal militar. O órgão é composto por 15 ministros vitalícios que são nomeados pelo presidente da República depois que são aprovados pelo Senado Federal.

A comissão que é responsável pelo concurso do STM foi formada no mês de maio deste ano. A comissão é formada pela técnica judiciária Claudia Cavalcante Vieira e pelos analistas judiciários Pedro Vaz Sammarco Freitas e Danielle Mitiko Watanabe Doy. A comissão responsável pelo concurso é presidida pela analista judiciária Carolina Pereira de Araujo.

O concurso público do STM deverá ofertar 42 vagas de emprego, sendo elas divididas em nível médio e nível superior. Nessas 42 vagas, estão incluídos cargos de técnico judiciário e de analista judiciário. Para os cargos de técnico judiciário serão disponibilizadas 27 vagas na área administrativa e mais 3 vagas para especialista na área de programação. Para concorrer a uma das vagas disponíveis para técnico judiciário, será cobrado que o candidato tenha o ensino médio completo.

O restante das vagas será para o cargo de analista judiciário e será cobrado que o candidato tenha curso superior em várias áreas, as áreas vão variar de acordo com as vagas disponíveis e a função em que o futuro funcionário irá atuar. Para analista judiciário serão 5 vagas distribuídas para as áreas judiciárias; 1 vaga para a área administrativa; 1 vaga para apoio especializado em análise de sistema; 1 vaga de apoio especializado para a área de contabilidade; 1 vaga de apoio especializado para atuar como engenheiro civil; 1 vaga de apoio especializado para a área de estatística e 1 vaga de apoio especializado para revisor de textos.

Esse número de vagas citado acima, pode aumentar até a data de publicação do edital, além disso, o processo seletivo também contará com cadastro de reserva de pessoal.

O salário inicial para quem for aprovado nos cargos de técnico será de R$ 6.167,99, já para os cargos de analista o salário inicial será de R$ 10.119,93.

Os locais contemplados com as vagas serão em Brasília, na sede do órgão e em São Paulo – SP; Rio de Janeiro – RJ; Santa Maria – RS; Bagé – RS; Porto Alegre – RS; Curitiba – PR; Juiz de Fora – MG; Recife – PE; Salvador – BA; Fortaleza – CE; Manaus – AM; Belém – PA e Campo Grande – MS, onde estão localizadas as auditorias que representam a primeira instância do Tribunal Militar.

Os candidatos terão que realizar provas objetivas e as mesmas serão aplicadas em todas as capitais e também nos municípios de Santa Maria em RS; de Bagé em RS e de Juiz de Fora em MG.

Para os interessados em participar do processo seletivo e concorrer a uma das vagas disponíveis no concurso público, devem acessar o site do STM. O link para acessar site do Superior Tribunal Militar (STM) é https://www.stm.jus.br/. No site será possível saber mais a respeito o órgão e sua atuação, além de visualizar novas informações sobre o concurso público.

Rosângela Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 19 Média: 2.7]

Certame terá o Cebraspe como banca organizadora. A previsão é de que cerca de 42 vagas sejam abertas para os níveis médio e superior de escolaridade.

Os órgãos que envolvem a segurança nacional quando divulgam que vão realizar um processo seletivo causam uma grande comoção nas pessoas. Pois, elas vão atrás de cursos preparatórios e outros meios para estudar para se prepararem da melhor forma possível para o concurso e, obviamente, conseguir uma das vagas. Este tipo de carreira confere aos aprovados inúmeros benefício, como: uma boa remuneração, plano de carreira, possibilidade de extensão do contrato, planos e benefícios, dentre outras coisas. E uma das últimas instituições que confirmou que vai realizar um concurso público nos próximos meses é o Superior Tribunal Militar, o STM, que vai oferecer vagas para diferentes níveis de escolaridade.

Segundo as primeiras informações já confirmadas, o STM, deve oferecer cerca de 42 vagas para os níveis médio e superior.

Inicialmente, os cargos são para as seguintes ocupações: Técnico Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior), ambos para a área administrativa. Ainda não foram informadas quantas vagas serão destinadas para cada função.

Outras informações já confirmadas é que a banca organizadora do concurso do Superior Tribunal Militar vai ser o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos, o Cebraspe. Banca tradicional no mercado de concursos nacional. O Cebraspe já realizou centenas de processos seletivos em todo o país. Suas questões costumam exigir um bom conhecimento dos candidatos. Além disso, outro dado já confirmado é a respeito do valor das remunerações. Ela pode chegar até o valor de R$ 14.000,00. O que é um excelente salário, fora os benefícios desses cargos.

O Superior Tribunal Militar ainda confirmou que as provas que vão compor o processo seletivo vão ser realizadas em tidas as capitais brasileiras e em algumas cidades específicas, como é o caso de: Bagé e Santa Maria / Rio Grande do Sul e Juiz de Fora / Minas Gerais.

O órgão vai realizar esse processo seletivo devido à baixa do número de funcionários no órgão nos últimos anos, pois muitos oficiais acabaram se aposentando. Visto que, o último processo admissional do órgão aconteceu há sete anos, o concurso foi realizado no ano de 2010. Por isso, a realização deste novo processo de recrutamento é extremamente necessária.

Como dito acima essas são as primeiras informações, as demais vão ser divulgadas quando o edital e outros documentos forem disponibilizados pelo STM. Isso deve acontecer ainda no mês de dezembro de 2017 ou então nos primeiros meses de 2018. Com isso, informações como: período de inscrições, taxa de inscrição, vencimentos para cada cargo, validade do concurso público, benefícios, carga horária e outros dados vão ser confirmados de forma oficial.

Para qualquer processo seletivo existem alguns pontos que os candidatos precisam atender para conseguir uma vaga para o processo seletivo que estão concorrendo, como: possuir a formação necessária para ocupar o cargo; ser maior de 18 anos; não ter pendências judiciais, eleitorais e militares (para os candidatos do sexo masculino); ter a nacionalidade brasileira e estar apto em todas as maneiras para ocupar a vaga; ter bons antecedentes criminais, dentre outros.

Como foi mencionando anteriormente o último concurso do Superior Tribunal Militar aconteceu no ano de 2010. Na ocasião mais de 700 pessoas foram aprovadas e o número de inscritos superou as 70.000 pessoas. Na edição passada foram oferecidos os mesmos cargos que vão ser ofertados neste novo processo de recrutamento. A banca organizadora do concurso público foi o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos, o CESPE. O processo contou com provas objetiva, discursiva e prática. Esse ponto variava de acordo com o cargo escolhido pelo candidato. Para todos os cargos, as provas tinham caráter classificatório e eliminatório. As provas foram constituídas por conteúdos específicos e por conhecimentos gerais.

Para mais informações acesse o site do STM através do seguinte link: www.stm.jus.br. Lá vão ser postadas todas as informações.

Boa sorte!

Por Isabela Castro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 2.6]

Concurso irá ofertar 42 vagas para profissionais de nível médio e superior.

Se você está à procura de uma oportunidade para realizar um concurso público e conseguir uma vaga em um trabalho que lhe ofereça estabilidade e segurança, pode começar a se preparar, pois as notícias que chegam são bastante animadoras.

Trata-se do lançamento do edital de abertura do novo concurso público do Superior Tribunal Militar, que está previsto para ser publicado nas primeiras semanas do mês de dezembro deste ano. Essa notícia foi oficialmente confirmada pela assessoria de imprensa do STM, na última quarta-feira, dia 25 do mês de outubro.

De acordo com as primeiras informações, o concurso irá disponibilizar para concorrência o total de 42 vagas, para cargos que exigem formação de nível médio e de nível superior, sendo essas vagas para as funções de Técnico e Analista.

Uma notícia que vai despertar o interesse de mais candidatos é o fato de que serão aplicadas provas do concurso, em todas as capitais do país, assim como nos municípios de Santa Maria/RS, Juiz de Fora/MG e também em Bagé/RS.

Os horários de provas serão diferentes de acordo com o nível de formação.

O concurso foi finalmente planejado pois o último certame realizado pelo STM venceu no ano de 2013, sendo prorrogado pelo período de mais 2 anos, que se deram em 2015, havendo agora a real necessidade de novos servidores.

Quem deseja concorrer ao cargo de Analista Judiciário da Área Jurídica precisa possuir graduação em Direito, que tenha sido cursado em uma instituição e ensino superior que possua o reconhecimento do Ministério da Educação e que tenha o registro na OAB.

Já quem deseja entrar para a concorrência de cargo de Analista Judiciário da Área Administrativa precisa possuir formação de nível superior independente da área, de modo que a instituição em que foi cursado possua o reconhecimento do MEC.

Interessados em prestar concurso para o cargo de Técnico Judiciário na área Administrativa devem possuir formação e nível médio, de igual modo em instituição que possua o reconhecimento do Ministério da Educação.

Em termos de remunerações dos cargos disponíveis, os salários inicialmente podem ser em torno de 7 mil, 12 mil ou 14 mil, a depender do cargo ocupado pelo profissional.

Os números atuais apontam para o cargo de Analista de Área Jurídica uma remuneração no valor de R$ 11.007, que acrescidos de outros benefícios do cargo chegam ao valor final de R$ 13.861.

Um Analista Judiciário da Área Administrativa recebe uma remuneração no valor de R$ 11.007, que acrescido de todos os benefícios do cargo pode chegar ao valor de R$ 11.921.

Um Técnico Judiciário possui uma remuneração no valor de R$ 6.709, que acrescidos dos benefícios básicos do cargo pode chegar ao valor de R$ 7.893.

Para quem deseja saber sobre os benefícios de ser um servidor do STM, podemos citar que os servidores têm a chance de possuírem uma carreira estável, uma jornada de trabalho mais flexível, desenvolvimento e crescimento pessoal, além de outros benefícios como auxílio transporte, auxílio alimentação, plano de saúde, assistência pré-escolar e gratificação de atividade judiciária.

Geralmente o processo de seleção de novos servidores para o STM se dá por meio de realização de uma prova objetiva de múltipla escolha, sobre conhecimentos gerais, específicos e conhecimentos complementares. Além da prova objetiva, os candidatos ainda terão que realizar uma prova discursiva.

Como o edital está previsto para ser publicado na primeira quinzena do mês de dezembro, a recomendação é de que os interessados em realizar o concurso devem já começar seus estudos preparatórios para a realização das provas que devem ser nos primeiros meses do ano de 2018.

Nesse sentido, fique atento à publicação do edital, faça a sua inscrição e se prepare para a prova.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 15 Média: 3.4]

Seleção deverá ofertar vagas para Técnico e Analista Judiciário em diversos estados.

Você gostaria de ter um emprego mais estável e com uma boa remuneração? É possível conseguir isso através do concurso do STM (Superior Tribunal Militar), que está abrindo vagas em várias regiões do Brasil. O processo seletivo ainda está em etapa de elaboração, mas até o momento sabe-se que o órgão abriu 41 vagas para os cargos de técnico judiciário e analista judiciário.

Ainda não há uma data prevista para a aplicação da prova do STM. O exame a ser realizado será composto por questões objetivas, trazendo informações certas e erradas. Confira abaixo mais informações sobre o concurso da STM:

Sobre o concurso público do STM

O concurso público do STM segue em fase de elaboração, mas espera-se que o seu edital seja divulgado até o final do mês de setembro. O processo seletivo será realizado pela banca organizadora Cebraspe/UnB (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos).

Conforme informado pela assessoria de imprensa do Superior Tribunal Militar, até o momento estão abertas 41 vagas, mas este número pode aumentar até a data de divulgação do edital, o que se deve à ocorrência de aposentadorias. Também é importante lembrar que o processo seletivo terá cadastro reserva de pessoal.

Foi definido que o preenchimento das vagas do concurso acontecerá na sede do órgão, na cidade de Brasília, e nas auditorias, que representam a primeira instância do tribunal, que estão situadas nos municípios do Rio de Janeiro/RJ, São Paulo/SP, Juiz de Fora/MG, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Manaus/AM, Belém/PA, Campo Grande/MS e Bagé/RS.

Cargos

As vagas do concurso do STM são voltadas para as áreas de técnico judiciário e analista judiciário. Para se inscrever para o processo seletivo como técnico é preciso ter Ensino Médio, enquanto que para analista é necessário ter formação de nível superior em várias áreas profissionais.

Para o cargo de técnico, o órgão disponibiliza oportunidades para as especialidades administrativa com 27 vagas e apoio especializado/programação, com 3 vagas. Já o analista terá 5 vagas para a área judiciária, 1 vaga para apoio especializado/análise de sistemas, 1 vaga para apoio especializado/contabilidade, 1 vaga para apoio especializado/engenharia civil, 1 vaga para apoio especializado/estatística e 1 vaga para apoio especializado/revisão de texto. As remunerações iniciais para os cargos variam de R$ 6.167,99 para técnico a R$ 10.119,93 para analista.

Como será o concurso do STM

Ao se inscrever para o concurso público do STM, os candidatos terão que fazer as provas objetivas que são compostas por questões no estilo certo e errado. Os exames do processo seletivo serão aplicados em todas as capitais e nas cidades de Juiz de Fora/MG, Bagé/RS e Santa Maria/RS.

As provas objetivas possuem 120 questões, em que 50 são de conhecimentos básicos e 70 compreendem os conhecimentos específicos do candidato, tendo caráter classificatório e eliminatório. A redação é um texto dissertativo, que deve ter até 30 linhas, abordando temas de conhecimentos básicos e atuais conforme definido no edital, sendo somente para os cargos que exigem ensino superior.

A comissão que é responsável pela elaboração e execução do concurso foi criada no mês de maio, tendo como presidente a analista judiciária Carolina Pereira de Araújo, além de contar com outros membros, como os analistas judiciários Pedro Vaz Sammarco Freitas, Danielle Mitiko Watanabe Doy, e a técnica judiciária Cláudia Cavalcante Vieira.

Último concurso realizado pelo STM

A última edição do concurso do STM foi realizada no ano de 2010. O processo seletivo foi voltado para ocupar os cargos de nível médio e superior, com o objetivo de preencher as vagas em Brasília e nas demais cidades com auditorias. Os candidatos foram selecionados a partir de provas objetivas, com caráter classificatório e eliminatório.

Simone Leal

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 3]

Certame irá ofertar 42 vagas para os cargos de Analista e Técnico Judiciário.

Se você tem interesse em fazer o concurso para trabalhar no Supremo Tribunal Militar (STM), confira aqui informações importantes sobre o próximo certame do órgão.

Recentemente foi divulgado que a banca escolhida para organizar o processo seletivo pela comissão do concurso foi o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE), instituição que antes era conhecida como Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB).

Vagas

Segundo o projeto básico da minuta do contrato assinado, haverá 42 vagas para cargos de nível médio e superior. As chances são para os cargos de analista e técnico judiciário. Confira as áreas disponíveis: judiciária, administrativa, análise de sistemas, contabilidade, estatística, programação e engenharia mecânica.

Essas oportunidades visam preencher vagas nas seguintes capitais: Recife, Salvador, Belém, Fortaleza, Manaus, Brasília, Curitiba, São Paulo, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Campo Grande. Além disso, há previsão de distribuição para os seguintes municípios: Juiz de Fora no estado de Minas Gerais, Bagé e Santa Maria no estado do Rio Grande do Sul.

O objetivo é preencher vagas para a sede do STM em Brasília e para as Auditorias do STM situadas no país.

A remuneração oferecida varia entre R$ 6 mil e R$ 11 mil. Para o cargo de técnico, os interessados devem possuir ensino médio concluído. Já para analista e oficial de justiça é necessário possuir formação de nível superior.

Além dessas vagas anunciadas, espera-se formar um cadastro reserva, tendo em vista que o quantitativo de cargos vacantes pode aumentar com acréscimos das aposentadorias.

Atribuições

Confira quais são as responsabilidades do cargo de analista judiciário da área judiciária: realizar pesquisas na legislação, analisar e conferir processos, organizar documentos, verificar prazos processuais, entre outras atividades.

Já o técnico judiciário da área administrativa tem as seguintes atribuições: organizar processos, prestar informações sobre tramitação de processos, conferir documentos, controlar bens patrimoniais, entre outras.

Provas

As provas serão aplicadas em todas as capitais do Brasil, bem como nas cidades onde terá vaga disponível nas auditorias do STM: Juiz de Fora, Bagé e Santa Maria. Os concorrentes farão provas objetivas com 120 quesitos, sendo 70 sobre conhecimentos específicos e 50 sobre conhecimentos básicos.

Serão corrigidas 300 redações para analista da área administrativa, 750 para os da área judiciária, 300 para análise de sistemas, 150 para contabilidade e 50 para as demais especialidades.

Quem se candidatar a cargos de nível superior ainda fará prova discursiva. A redação deve ser de até 30 linhas a respeito dos assuntos de conhecimentos básicos previstos no edital.

A previsão de publicação do edital é ainda para o segundo semestre de 2017.

Último Certame do STM

No último concurso, realizado no ano de 2010, a organizadora foi o Cespe/UnB. Naquela ocasião, foram ofertadas 153 vagas para os cargos de analista (122) e técnico judiciário (31) nas seguintes áreas: contabilidade, engenharia civil, administração, comunicação social, arquivologia, engenharia elétrica, arquitetura, psicologia, estatística, engenharia mecânica, economia, medicina, execução de mandatos, enfermagem, biblioteconomia, análise de sistemas, segurança, telecomunicações, eletricidade e revisor de textos.

Houve chances para os municípios de Salvador, Juiz de Fora, Manaus, Rio de Janeiro, Santa Maria, Porto Alegre, Campo Grande, São Paulo, Fortaleza, Bagé, Belém, Curitiba e Brasília.

As taxas de inscrições custaram R$ 55 para técnico e R$ 72 para analista.

As provas objetivas tinham 120 itens no padrão de certo e errado. Quem almejava o cargo de escolaridade superior, também fez prova discursiva. Já aqueles candidatos à especialidade de segurança realizaram teste de aptidão física.

Saiba quais foram as disciplinas exigidas na prova objetiva: português, organização da justiça militar, atualidades, código de ética dos servidores militares, informática, direito constitucional, direito administrativo e conhecimentos específicos.

Por Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 1]

Edital deve ser divulgado no segundo semestre de 2017.

Foi publicado no dia 2 de maio, no Diário Oficial da União, a comissão interna escolhida para ser realizado o concurso público STM (Superior Tribunal Militar) neste ano, sendo ela formada por três membros, um presidente e quatro servidores. O concurso será referente às carreiras de analista e técnico jurídico.

Este concurso configura uma ótima oportunidade, não só pela chance em si, mas pelo fato de que o último concurso do STM foi em 2010. Ou seja, 7 anos depois foram abertas novas vagas. O último ofereceu vagas para nível superior e médio.

É muito provável que a publicação do edital ocorra no segundo semestre deste ano, sendo que as vagas ofertadas são para os cargos de técnico jurídico e analista jurídico. Apesar de ser sediado em Brasília, há previsão de que serão ofertadas oportunidades de Auditoria sediadas em outros estados do Brasil.

Para os que possuem grande curiosidade sobre qual a empresa que elaborará o edital, há apenas previsões que dizem que ela será contratada em breve. Quanto às vagas, até o momento há 23 cargos para a instituição, mas esse número não é exato, pois pode modificar até a publicação do edital. É importante ressaltar que as vagas são tanto imediatas quanto para cadastros reserva.

Os salários, determinados por lei, até o momento são de R$6.167,99 para o cargo de técnico judiciário; de R$10.119,93 para analista judiciário e de R$11.822,80 para oficial de Justiça.

Se você deseja entrar na carreira judiciária, não perca a chance de participar do concurso. A Justiça Militar da União constitui um dos órgãos mais antigos do país. Tem em seu corpo de jurisdição militares das Forças Armadas e, em alguns casos, civis. Seu objetivo, com mais de 200 anos de atuação no Brasil, é julgar crimes qualificados como militares, tendo como base o CPM (Código Penal Militar). O STM é composto por quinze ministros, sendo todos nomeados pelo Presidente da República.

Não se esqueça de se preparar adequadamente para o concurso e, assim que divulgado, observar no edital todas as informações necessárias referentes à documentação, requisitos para realizar as provas e todos os processos que prosseguirão caso o candidato seja selecionado, podendo assim concorrer aos cargos.

Isabela Palazzo

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Cobcurso deve ofertar vagas para cargos de nível médio e superior.

Para aqueles que sonham com um emprego no governo, altos salários, estabilidade na carreira e várias regalias oferecidas pelo funcionalismo público, eis a grande chance que esse artigo traz. O concurso promovido pela Justiça Militar da União realizará um novo concurso para o Superior Tribunal Militar (STM). A expectativa é que o edital do certame seja publicado no segundo semestre de 2017. A previsão é que sejam abertas vagas para os cargos de analistas e técnicos judiciários para o órgão sediado em Brasília e para os setores de Auditoria, espalhadas em todo o território nacional.

A princípio, a previsão é de que sejam autorizados 23 cargos, mas a expectativa é que tenham mais vagas em aberto até a publicação do edital, pois muitos servidores pertencentes à ativa estão próximos de se aposentar e por isso, espera-se que seja aberto um número bem maior de vagas.

Os vencimentos atuais de todos os servidores da União são os seguintes: analista judiciário e oficial de justiça recebem R$ 11.822,80, analista judiciário recebe R$ 10.119,93 e técnico judiciário recebe R$ 6.167,99.

As vagas são para início imediato e formação de cadastro de reserva, pois não é autorizado pelo órgão a realizar um concurso público somente para cadastro de reserva.

Para o cargo de técnico judiciário, a exigência escolar é que os candidatos tenham ensino médio completo e para a função de analista judiciário, será exigido curso superior concluído.

O último certame realizado pelo Superior Tribunal Militar foi em 2010 e na ocasião foram abertas o total de 106 vagas para técnico e analista. As provas objetivas foram aplicadas para ambos os cargos e os candidatos ao cargo de técnico foram submetidos ao teste de aptidão física, além das provas tradicionais. Já para quem se candidatou ao cargo de analista, teve que fazer uma prova discursiva. Todas as vagas foram destinadas as cidade de São Paulo (SP), Belém (PA), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ) e Salvador (BA).

Recomenda-se que os concurseiros comecem a se preparar o quanto antes, pois a concorrência será grande devido aos salários atrativos se comparados à iniciativa privada e a tão sonhada carreira estável. Boa sorte para todos.

Rodrigo Souza de Jesus

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Concurso aguarda aprovação e irá oferecer 240 vagas de trabalho.

Sabia que estão previstos muitos concursos para este ano? Muitos concursos já foram autorizados como o do Tribunal Regional do Trabalho de Santa Catarina, por exemplo. Um dos mais aguardados é o do Superior Tribunal Militar, que pode ter edital publicado em 2016. Há um projeto de lei nº 1.184,15 que tramita na Câmara dos Deputados, que aguarda a aprovação de 240 vagas. O quantitativo será dividido da seguinte maneira: 144 para a carreira do Órgão e 96 para auditoria da Justiça Militar da União. O concurso deve oferecer oportunidades para nível médio e superior.

Para a carreira de Técnico, que exige nível médio, a remuneração inicial é de R$ 6 mil, e para a função de Analista, nível superior, a remuneração corresponde a R$ 10 mil. O último concurso realizado para o STM foi em 2010 e contou com 106 vagas, que foram divididas entre as funções de Técnico e Analista. O certame foi organizado pelo Cespe/Unb e participantes foram avaliados por meio de provas objetivas. Além disso, também teve teste discursivo e de aptidão física, para alguns cargos.

O último concurso contou com vagas para São Paulo, Belém, Brasília, Campo Grande, Manaus, Porto Alegre, Rio de Janeiro e Salvador. O edital último certame pode ser acessado por meio deste endereço: www.cespe.unb.br/concursos/stm2010/arquivos/STM___EDITAL_DE_ABERTURA___29.11.10.PDF.

Como estudar para o concurso do STM?

O concurso ainda não foi autorizado, o que representa um tempo maior de estudo. Normalmente, entre a publicação do edital até o dia da prova são 2 a 3 meses, e nem sempre este tempo é o suficiente para estudar todo o conteúdo, revisá-lo e conhecer os pontos principais. Portanto, o estudo deve ser feito de forma prévia, para que o candidato possa ficar bom nas disciplinas, ou seja, um verdadeiro especialista.

É fundamental fazer um planejamento do cargo que almeja. Por isso, acesse o último edital pelo link e faça um cronograma com as disciplinas pertinente. Distribua as matérias no seu tempo de estudo, separando uma carga horária maior, para o conteúdo específico, que, geralmente, tem mais peso.

Quando o novo documento for publicado, refaça o seu planejamento e faça os ajustes necessários. Além disso, treine muito os exercícios da banca organizadora – ainda não foi definida. Depois, é só manter o foco e encarar o desafio, a fim de conquistar a sua aprovação. 

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]




CONTINUE NAVEGANDO: