Seleção oferta 100 vagas para escrivão. Provas foram aplicadas no dia 18 de novembro.

Recentemente foi divulgado o resultado de mais um concurso público, desta vez, no Estado do Paraná. Trata-se do edital que disponibiliza 100 vagas a serem distribuídas entre a capital daquele Estado e demais cidades da Região Metropolitana do município de Curitiba e interior.

Todos os candidatos participantes do último processo seletivo para o provimento de cargos no departamento da Polícia Civil do Paraná, PC-PR, como foi citado acima, devem verificar as informações sobre os 100 postos de escrivão, pois o gabarito da prova objetiva, ministrada no dia 18 de novembro último, já foi publicado.

Sobre o salário e os requisitos para ocupação do cargo, seguem abaixo as informações:

A remuneração inicial está no valor de 5.752,41 mil reais. Este é um cargo oficialmente destinado aos profissionais que possuam formação acadêmica universitária, ou curso superior completo em qualquer área de conhecimento; deverão possuir a Carteira Nacional de Habilitação, CNH, no mínimo na categoria "B" para superior e estar em idade mínima de 21 anos.

Todos os concorrentes selecionados, nomeados, convocados e contratados, atuarão no reforço sobre contingente de efetivos no departamento da Polícia Civil do Estado do Paraná, sendo que na capital, serão 30 postos a serem ocupados; na Região Metropolitana de Curitiba serão 20 postos e no interior do estado serão 50 postos.

Sobre este último concurso público para cargos na Polícia Civil do Estado do Paraná, seguem as informações:

O processo de seleção foi inteiramente organizado por meio da Coordenadoria de Processos Seletivos, ou Cops, que consiste em um setor da Universidade Estadual de Londrina. A banca organizadora recebeu inscrições ao longo de um período que se estendeu até o dia 9 de outubro de 2018, por meio do site: www.cops.uel.br. O valor da taxa foi estipulado em 120 reais.

Deste total de postos de trabalho em concorrência, dez estão previamente reservados aos candidatos que se autodeclararem negros, ou afrodescendentes, e seis para as pessoas com deficiência, em plena conformidade com as cotas legalmente estabelecidas por meio da legislação estadual.

Sobre as provas ministradas neste último concurso para o cargo de escrivão, na Polícia Civil PR, seguem as informações:

A realização contou com cadernos de questões ministrados no município de Cascavel, de Curitiba e de Londrina. Assim, as provas objetivas e de redação, ou discursiva, tiveram duração oficial e rigorosa de cinco horas no máximo. A primeira prova estava constituída de um total de 60 questões, ao passo que a segunda consistiu na elaboração de um texto, contendo de 15 a 25 linhas, versando sobre um tema da atualidade.

Sobre o conteúdo programático, seguem as informações:

O mesmo abrangeu tema de língua portuguesa; de informática; em raciocínio lógico; em noções sobre a estrutura do aparelho administrativo no Poder Executivo do Estado do Paraná; sobre a legislação especial; sobre o estatuto da PC-PR; e sobre os demais conhecimentos na área de direito penal; de direito processual penal; direito constitucional e direito administrativo.

As etapas seguintes deste certame abrangerão os seguintes exames:

O teste de aptidão física; o exame de higidez física e a devida investigação de conduta pregressa, cujas datas precisas ainda serão divulgadas. Dentro desta sequência, todos os concorrentes nomeados deverão participar do curso de formação de técnico-profissional promovido pela Escola Superior da Polícia Civil, ou ESPC, na capital Curitiba.

Este mesmo processo seletivo da Polícia Civil do Estado do Paraná terá validade oficial de dois anos, podendo ser estendido por até mais dois anos, conforme o critério da própria corporação, e conforme o que está estabelecido no edital.

Para mais informações e atualizações acesse aqui.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 2.9]

Confira aqui comentários e o gabarito extraoficial da Prova de Raciocínio Lógico do Concurso da Polícia Federal 2018.

Foi divulgado, recentemente, no site Alfa Concursos, o Gabarito Extraoficial do processo seletivo promovido pela Polícia Federal, de 2018. Trata-se de alguns comentários a respeito da matéria de Raciocínio Lógico. O Concurso da PF de 2018 foi realizado há dois dias, portanto, o gabarito e a correção da prova de Raciocínio Lógico estão descritos logo abaixo.

No último domingo, dia 16 de setembro de 2018, as provas do certame em questão foram realizadas e a equipe de professores da Alfa reuniu-se para analisar alguns dos comentários desses exames.

Este texto abordará o gabarito e a correção sobre a prova de Raciocínio Lógico, ministrada no Concurso da PF de 2018. Dez questões de 51 à 60.

Análise e comentários sobre as questões de Raciocínio Lógico impressas na prova da PF de 2018:

1 – (51). Com relação às proposições Pᴧ(~Q)→(~R)… a resposta verdadeira no gabarito é: Errada. Análise e comentário: de proposição condicional para condicional a devida equivalência está na regra chamada Troca e Nega, porém, a negação desta conjunção constitui, em realidade, uma disjunção e não outra conjunção.

2 – (52). Se as seguintes 3 proposições P, Q e R são falsas… a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: sendo estas 3 proposições falsas, a Maria é culpada e o João ou o Carlos serão, também, culpados, resultando que esta situação apresenta no mínimo 2 pessoas.

3 – (53). Sobre as proposições “P, Q e R, se se tratam de proposições simples”. A resposta verdadeira no gabarito é: Errada. Análise e comentário: neste caso, a proposição P constitui uma proposição composta.

4 – (54). Sobre a seguinte proposição: “se o Paulo é mentiroso…” a resposta verdadeira no gabarito é: Errada. Análise e comentário: o “se” e “então” estão representados simbolicamente pelo seguinte: →, e não por ↔.

5 – (55). Sobre a seguinte proposição: “se ficar comprovado que apenas…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: dado o R falso, em P = V (~P = F) esta proposição composta se torna verdadeira; com o R = V está proposição composta já se tornou verdadeira.

6 – (56). Sobre a proposição “independentemente de quem seja o culpado…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: construindo a tabela verdade desta proposição ela se torna inteira verdadeira, ou seja, uma mera tautologia.

7 – (57). Sobre a proposição “se os 11 passageiros estiveram…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: do conjunto de 11 passageiros em B, em A teremos 20 passageiros.

8 – (58). Sobre a proposição “se dois dos 30 passageiros selecionados…” a resposta verdadeira no gabarito é: Errada. Análise e comentário: ao calcular a probabilidade – se esses passageiros só podem ser os seis que antes visitaram A e B – então temos: P = 6/30 X 5/29 = 1/29, o qual é maior do que 1/30.

9 – (59). Sobe a proposição “a quantidade das maneiras…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: ao calcular um no C e outro no A ou no B, ou mesmo os dois em C – (5 x 25 + C5,2) (125 + 10 = 135).

10 – (60). Sobre a proposição “considere que, separando-se…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: se a metade de 5 é exatamente 2,5, então, no mínimo, são 3 homens em C; e se a metade de 25 é exatamente 12,5, então, no mínimo, são 13 homens em A ou B; dado isso o número de mulheres chega, no máximo, a 14 (2 + 12).

As análises e os comentários foram reelaborados a partir dos comentários do professor Daniel Lustosa.

Para mais informações e atualizações acesse o site: http://blog.alfaconcursos.com.br/gabarito-pf-2018-raciocinio-logico/.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 12 Média: 2.7]

Exame será aplicado no dia 4 de março de 2018.

Se você pretende trabalhar no Poder Judiciário e realizou sua inscrição no concurso do Superior Tribunal Militar (STM) lembre-se que a prova está prevista para o dia 4 de março (domingo). Dessa seleção podem participar profissionais com escolaridade de nível superior e médio. Veja outros detalhes do processo seletivo a seguir.

O edital, publicado no diário oficial em 18 de dezembro de 2017 (quarta-feira) e o prazo para os candidatos realizarem suas inscrições no certame teve início em 27 de dezembro (quarta-feira) e se estendeu até o dia 15 de janeiro de 2018 (segunda-feira).

As taxas custaram entre R$ 75 e R$ 86. O boleto de pagamento pode ser quitado até o dia 5 de fevereiro (sexta-feira) em qualquer agência dos Correios, casa lotérica ou agência da rede bancária. Não esqueça de efetuar o pagamento de sua inscrição no concurso público do STM.

Aqueles candidatos que são inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) puderam solicitar isenção do pagamento.

A empresa contratada para ser a organizadora do processo seletivo é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE). Anteriormente, essa banca tinha o nome de Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE UnB).

Vagas oferecidas no STM

O edital prevê o preenchimento de 42 vagas para os cargos de técnico judiciário da área administrativa, analista judiciário da área administrativa, técnico judiciário da especialidade de programação, analista judiciário da área judiciária e analista judiciário das seguintes especialidades: revisão de texto, engenharia civil, análise de sistemas, estatística, serviço social e contabilidade.

Há também chances exclusivas para quem se autodeclarar preto ou pardo. O edital não reserva vagas para pessoas com necessidades especiais (PNE), mas quem estiver nessa condição poderá concorrer e ainda será avaliado em perícia médica.

Os locais com oportunidades disponíveis são: Manaus, Curitiba, Rio de Janeiro, Campo Grande, Bagé, Recife, Juiz de Fora, São Paulo e Brasília.

Quem iniciar na carreira de técnico judiciário poderá receber o salário inicial de R$ 6.709. Para analista a remuneração oferecida no início da carreira é de R$ 11.007. Além disso, há concessão dos seguintes benefícios: vale alimentação, auxílio saúde e auxílio natalidade.

A expectativa de salários no final da carreira varia entre R$ 11.398 e R$ 18.701, para técnico e analista judiciário, respectivamente.

Fases do concurso STM 2018

Os concorrentes serão avaliados no dia 4 de março (domingo) em provas objetivas, com 120 quesitos no conhecido formato CEBRASPE, de "certo ou errado". Do total de questões, 50 serão sobre conhecimentos básicos e 70 sobre assuntos específicos. Ainda nessa data, os candidatos farão prova discursiva. Nela é necessário escrever uma redação ou estudo de caso, a depender da função pretendida, de até 30 linhas.

Durante o dia 4 de março no turno da manhã, os concorrentes à função de analista terão 4h30 para responderem às questões das provas e também realizarem a marcação do cartão de respostas. Já os candidatos ao posto de técnico judiciário terão 3h30, no turno da tarde.

As matérias cobradas em conhecimentos básicos para todos os cargos são as seguintes: ética no serviço público, português, noções de direito administrativo, qualidade no atendimento ao público e trabalho em equipe, organização da justiça militar da união, noções de direito constitucional, acessibilidade e noções de informática e inglês, apenas para quem concorrer ao cargo da área de tecnologia da informação (TI).

As provas serão aplicadas em todas as capitais do país. Além disso, incluem-se os municípios de Santa Maria e Bagé, no estado do no Rio Grande do Sul, e Juiz de Fora, em Minas Gerais.

Outros detalhes do certame

Para ver o edital e saber de outras informações, acesse o endereço eletrônico do CEBRASPE.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 2.8]

Seleção teve suas provas anuladas pela Esaf.

Para quem realizou o último concurso público do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o popular MAPA, que aconteceu no dia 26 do mês de novembro, último domingo, o site da empresa contratada para organizar o certame, a Esaf, que é Escola de Administração Fazendária, comunicou que as provas foram anuladas.

De acordo com o comunicado realizado pela Esaf, a anulação da prova se dá em decorrência de um erro de material originário na impressão gráfica de alguns cadernos de provas, sendo eles os de gabarito de números 3 e 4.

Na realidade o erro foi identificado depois que alguns candidatos do estado de Goiás o identificaram e realizaram uma denúncia junto à Polícia Civil do estado em relação a troca das provas e gabaritos.

Diante disso, a prova objetiva já possui uma nova data para a realização, sendo ela o dia 17 do mês de dezembro.

De acordo com informações do MAPA, a nova avaliação será constituída por 70 questões, sendo que desse total 10 serão de língua portuguesa, 10 de direito constitucional, ética pública e direito administrativo, 5 de língua espanhola ou inglesa, 5 de conhecimentos de informática e 40 sobre conhecimentos específicos da área do cargo.

Assim como ocorreu com a prova anulada, a nova prova será aplicada em diversas localidades do país, sendo elas os municípios de Aracaju/SE, Belo Horizonte/MG, Belém/PA, Campo Grande/MS, Boa Vista/RR, Macapá/AP, Brasília/DF, Curitiba/PR, Cuiabá/MT, Salvador/BA, Florianópolis/SC, Porto Velho/RO, Fortaleza/CE, Teresina/PI, Goiânia/GO, Natal/RN, João Pessoa/PB, Manaus/AM, Maceió/AL, Recife/PE, Palmas/TO, São Luís/MA, Porto Alegre/RS, Rio de Janeiro/RJ, Rio Branco/AC, São Paulo/SP e Vitória/ES.

Após a realização da prova objetiva, aqueles candidatos que conseguirem se classificar serão convocados para realizar a segunda etapa do concurso, que é a prova discursiva ,que será constituída por um estudo de caso, em que os candidatos terão que desenvolver uma resposta composta de 45 a 60 linhas.

A última etapa do concurso do MAPA será a avalição de títulos, por isso os candidatos devem estar atentos à data final para entrega dos documentos.

O concurso público do MAPA irá disponibilizar o total de 300 vagas para efetivação imediata no cargo de Auditor Fiscal Federal Agropecuário na área de medicina veterinária. Desse total de vagas disponibilizadas na concorrência, 15 são exclusivas para pessoas portadoras de deficiência e 60 são para pessoas declaradas negras.

Podiam se inscrever candidatos com formação de nível superior na área de medicina veterinária e que possuam registro na classe.

Um profissional no cargo de Auditor Fiscal Federal Agropecuário na área de medicina veterinária recebe inicialmente uma remuneração no valor de R$ 14.584,71, para o cumprimento de uma jornada de trabalho de 40 horas por semana, horas estas que podem ser flexíveis conforme seja a necessidade.

De acordo com o edital do concurso, o órgão irá realizar a divulgação do número de vagas disponíveis para cada município e estado, para que os candidatos possam escolher onde desejam ser lotados. Isso poderá ser feito após a divulgação da lista final de classificados e antes que as nomeações sejam efetivadas.

Como dito anteriormente, a empresa contratada para realizar o concurso foi a Esaf e por isso se responsabilizou pelos erros nos cadernos de provas e gabaritos do último concurso. Assim, a empresa disponibiliza seu endereço para que dúvidas possam ser esclarecidas aos candidatos inscritos no certame. Pra isso acesse: www.esaf.fazenda.gov.br.

No último mês de abril o MAPA abriu inscrições para um processo seletivo que visava contratar temporariamente o total de 300 médicos veterinários, para atuarem no atendimento emergencial referente aos produtos que possuem origem animal e ao comércio internacional. Os aprovados serão lotados em diversas regiões do país.

Nesse sentido, se você se inscreveu para realizar o concurso público do MAPA prepare-se para a realização da nova prova no próximo mês de dezembro.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 2.5]

Confira aqui mais detalhes sobre a FURB e o estilo de sua prova.

A FURB consiste em uma banca organizadora pertencente a universidade de Blumenau, que atua há vários anos, com organização e execução de concursos públicos para professores desta faculdade, se mostrando como uma instituição de excelência e que tem como principal característica de ser uma das mais bem conceituadas bancas organizadoras do momento. Se mostrando com uma forte atuação no mercado e como uma organização das mais idôneas em termos de prestação de serviços, a FURB é um braço da universidade de Blumenau que foi criado única e exclusivamente para esta finalidade de proporcionar a execução e a organização de processos seletivos de professores.

Dentre os vários concursos públicos que esta organização acadêmica fez podemos citar o concurso de desenvolvimento de sistemas, que é um segmento que é fortemente procurado pelos alunos, por isso esta banca tem se destacado e muito na organização de provas para a entrada de professores neste ramo. Outra área que esta banca examinadora também tem se mostrado como sendo uma excelente referência está na atuação junto a processos de seleção de professores de Zootecnia promovido por meio desta universidade, que é uma área que está sempre em alta.

Como é a banca examinadora da FURB:

A banca examinadora desta que é uma das maiores e mais bem conceituadas universidades do momento, é uma banca que é composta em essência por pessoas que tem uma forte atuação e até mesmo formação na área acadêmica e que na sua maioria das vezes possuem mestrado e doutorado, em alguns casos até mesmo pós-doutorado, assim esta banca se mostra como sendo uma excelente alternativa principalmente para quem ainda tem alguma dúvida sobre esta banca.

Os concursos, na sua maioria das vezes, costumam ser mais direcionado para professores mesmo, portanto, são aplicados dois tipos de provas dadas em dois momentos, a primeira com questões de múltipla escolha, onde se faz necessário e até mesmo vital que o professor possa raciocinar de maneira rápida e ao mesmo tempo eficaz, se mostrando como sendo uma das provas mais difíceis da atualidade. Tento em vista isto, o professor deverá antes de mais nada se preparar para quando for fazer esta prova que é uma prova de nível de strict sensu, portanto, quem for fazer esta prova tem que partir da ideia de que vai fazer algo voltado para pessoas que tem mestrado em determinadas áreas de conhecimento

E a prova como é?

A prova escrita basicamente adota a ideia de conhecimentos interligados, onde se busca por uma forte conexão entre diversas áreas do conhecimento, transpassando cada área, por isso quando for fazer a prova é de vital importância que você esteja lendo de maneira bem atenta e tenha conhecimentos específicos altos de sua área como, por exemplo, desenvolvimento de sistemas, que é uma área que é carente por professores de nível superior e que precisa ter um bom conhecimento de como desenvolver um sistema computacional.

A prova prática já tem como principal objetivo de ser uma prova que visa analisar e verificar como vai ser e como será a aplicação de conhecimentos práticos, por parte do professor, por isso é preciso que antes e acima de tudo, quando for fazer esta prova, que você busque por se preparar de forma muito específica e até mesmo prática para que você possa desenvolver esta prova, procurando treinar diante do espelho e sempre tendo conhecimentos de procedimentos e processos que se devem ter em um curso superior.

Andre Luis de Jesus Fonseca

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 2.8]

Confira aqui mais detalhes sobre a Fundação Sousândrade e o seu estilo de prova.

A Fundação Sousândrade faz parte da categoria de bancas de concursos. Isso significa que ela é uma empresa que consegue fazer diferentes níveis de prova, tanto escritas quanto de cunho prático, para que sejam selecionados funcionários públicos.

Apesar de esse ser mesmo o maior tipo de colaboradores que são decididos pelas suas provas, essa fundação também pode realizar o que é chamado de processo seletivo, sendo ele requerido quando empresas de grande porte querem que seus cooperadores sejam contratados também por essas provas.

Onde é que a Fundação Sousândrade atua?

As provas que são criadas por essa banca específica são aplicadas preferencialmente no Estado do Maranhão. De fato, são para as contratações para os órgãos públicos que estão nessa unidade federativa que elas são pedidas, lembrando que as suas empresas particulares também podem requerê-las.

Fundada no ano de 1982, essa instituição também realiza provas que são para áreas do Nordeste. Além das provas, é comum que as corporações dessa região solicitam a ela algumas consultorias: com elas, as empresas são direcionadas nas suas admissões.

Quais são os órgãos para os quais essa organizadora já fez provas?

Os concursos que são feitos por intermédio dessa organizadora, bem como os processos seletivos, já englobaram instituições bem famosas da área Norte e da Área Nordeste do país. O Conselho Regional de Contabilidade do Maranhão é uma das companhias que já teve admissões organizadas por ela, da mesma maneira que a Empresa Maranhense de Administração Portuária e também a Prefeitura Municipal de Porto Franco.

O Serviço Autônomo de Água e Esgotos que atua no Maranhão também já se serviu dessa organizadora, lembrando que a Prefeitura Municipal de Codó e a Prefeitura Municipal de Açailândia também estão incluídas.

Mencionou-se que a maioria das companhias públicas que solicitam concursos públicos e das privadas que requerem processos seletivos ficam na parte de cima do Brasil, mas existem concursos de Goiás que também têm organização feita pela Sousândrade, como a do Corpo de Bombeiros Militares desse Estado.

Para quais níveis essa banca organizadora faz provas?

Os tipos de admissões que as empresas fazem por essa banca organizadora são diferentes e a Fundação Sousândrade abarca o ensino técnico em suas provas, por exemplo, tendo certames feitos apenas para o ensino superior e claro, questões que abarcam exclusivamente o ensino médio.

Para quando ela tem de criar certames para o ensino superior, ressalva-se que ela tem questões que são aplicáveis a todos os tipos de profissões. A razão para que essa banca tenha questões tão diversas à disposição é que ela tem um banco de perguntas, além de ter professores e diferentes especialistas que ajudam a preparar todos os certames.

Se alguma companhia pede algum concurso público, então ela usa esse banco de perguntas e descobre algumas que podem ser reformuladas e incluídas em provas novas. No caso de ser preciso que se façam mais questões, então ela busca os seus professores para que elas sejam criadas.

Estilo das provas

A Fundação Sousândrade coloca em suas provas os temas de Informática, podendo apresentar ícones diversos no papel para que os candidatos determinem a qual utilidade eles estão ligados. Outro assunto que essa fundação põe em seus certames é a Língua Portuguesa e é certo que os temas gramaticais serão mencionados por intermédio da análise de texto.

No geral, a Sousândrade inclui muitos textos, normalmente pequenos, e são nas questões dedicadas à interpretação que se abarcam os temas de sintaxe e outros. Quase todos os órgãos solicitam que se incluam perguntas legislativas e que se abarquem os conhecimentos gerais.

Confira algumas modelos aqui:

Por G.P

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 3]

Confira aqui o estilo da prova e o perfil da Funrio.

A FUNRIO, Fundação de Apoio a Pesquisa, Ensino e Assistência, foi fundada no ano 2000 por pessoas de diferentes áreas do conhecimento, mas que formavam um único grupo. Dessa forma, enfermeiros, administradores e professores uniram-se em uma equipe com o intuito de melhorar o alcance da população à saúde. Sendo assim, após 17 anos de existência, a fundação continua atuando, buscando pessoas qualificadas para trabalharem nos hospitais Gaffrée e Guinle, bem como assistindo à Escola de Medicina e Cirurgia.

Para quem não tem conhecimento sobre a existência da FUNRIO, pode-se dizer a fundação é responsável por organizar processos seletivos para a admissão de novos funcionários como enfermeiros e médicos, organizando inclusive um programa de residência para essas áreas. Além disso, ela seleciona candidatos com os melhores currículos para atender as necessidades da população local. A FUNRIO atua também no planejamento do quadro de trabalhadores, estágiários e estudantes, sendo a organização o diferencial da instituição.

Não se pode deixar de realçar o engajamento da fundação não apenas em assessorar nos bastidores dos hospitais, mas também em promover eventos atraindo os profissionais da área da saúde e administrativo. Exemplo disso são os seminários, simpósitos, congressos e cursos. Somado a isso, a FUNRIO também presta outros serviços como criação de programas, desenvolvimento de pesquisas, empenho para a administração e gestão de recursos .

A banca organizadora dos processos seletivos da FUNRIO é composta por professores de todo o país, que se juntam e elaboram a prova que é composta por 50 questões, sendo todas objetivas e de múltipla escolha. Cada uma vale dois pontos, dessa forma, os candidatos que fizerem no mínimo 50 pontos já estão classificados. Basicamente a prova é composta por 15 questões de português, 15 de matemática, 5 de atualidades e 15 de conhecimentos específicos de cada área.

Já que nos dias de hoje a concorrência para vagas de emprego cresce cada dia mais, os candidatos precisam possuir algumas técnicas que podem ser usadas ao seu favor no dia do acontecimento do exame. Desse modo, é imprescindível que o candidato refaça as provas anteriores para pegar o ritmo e ir acostumando-se com os modelos das questões.

Os candidatos podem fazer a inscrição apenas pela internet. Será cobrada uma taxa que varia de acordo com a inscrição para cada área.

É imporatnte ressaltar ainda que, os participantes classificados na prova objetiva devem passar ainda por outras etapas de admissão, todas elaboradas por uma gama de profissionais que formam a banca organizadora. Essas etapas são as seguintes: testes psicológicos realizadas por psicólogos e psiquiatras; além de testes que revelam o condicionamento físico dos candidatos e é supervisionado por profissionais da área de educação física.

Nos dias de hoje, percebe-se uma maior procura em concursos públicos. Isso porque a crise política que assolou o cenário brasieliro em 2015 acabou por interferir também no âmbito político. Desse modo, as pequisas apontam para um número assombroso de quase 14 milhões de desempregados. Apesar de nos últimos meses esse dados terem diminuído, representando uma pequena melhora, é possível perceber que os brasileiros vem mudando a forma de pensar e vendo a dedicação aos estudos uma forma de alcançar empregos que garantam uma maior estabilidade financeira. Por isso, as bancas organizadoras estão sendo cada vez mais procuradas.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 3.3]

Veja aqui mais detalhes sobre a Fundep e seu estilo de prova.

Sempre que um concurso público ou um processo seletivo é anunciado, sabemos que existe uma empresa que se encarrega de toda a sua organização, o que inclui um planejamento sobre datas, elaboração de provas, divulgação de resultados, enfim, todo o processo de um concurso público é determinado pela banca organizadora.

E falando em banca organizadora de concurso públicos, no Brasil existem muitas empresas que são especializarm em realizar este tipo de serviço e muitas delas acabam se destacando nesse meio, seja pela sua reputação, pelas características de seus concursos e pelas empresas e instituições públicas que contratam o seus serviços, dando-lhes maior credibilidade.

E por falar em banca organizadora que possui credibilidade, temos que citar a já conhecida Fundep, que á a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa.

A Fundep possui uma longa história que se iniciou no ano de 1975, quando suas atividades eram diretamente ligadas a Universidade Federal de Minas Gerais. Ou melhor, a Fundep se originou na Universidade em decorrência de uma necessidade existente naquele momento. Nesse sentido, ela recebeu o reconhecimento do Ministério da Educação e também do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação. Com o tempo, de acordo com a legislação vigente no país, passou-se a prestar o seus serviços a outras Instituições do país, se tornando uma das mais renomadas nesse segmento.

Atualmente a empresa trabalha realizando o gerenciamento na área administrativa e financeira de diversos projetos que pertencem à Universidade Federal de Minas Gerais e também de outros centros que atuam na área de ensino e pesquisa de todo o Brasil.

A Fundep possui um sistema de atendimento especializado e oferece diversos serviços como projetos para a capacitação de recursos, elaboração de propostas e gestão de concursos, entre outros. Sendo que os serviços de Gestão de Concursos Públicos são os mais solicitados por prefeituras de órgãos públicos de todo o país.

Se você já realizou algum concurso público ou processo seletivo na sua região, com certeza vai se lembrar do nome Fundep.

Veja algumas características comuns das provas da Fundep:

É muito importante conhecer o estilo de elaboração das questões das provas antes de realizar o concurso, pois cada uma possui um estilo que vai até a correção das questões e a determinação dos recursos.

A Fundep é conhecida como uma banca que possui um nível médio na cobrança das questões. Ou seja, suas provas não são tão fáceis, mas também não são tão complicadas de serem feitas, o que facilita a vida do candidato que procurou se preparar.

Geralmente suas provas são compostas por questões de Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Específicos e Conhecimentos sobre atualidades.

As questões são bem elaboradas e explicativas. O candidato possui 5 opções de resposta.

Outro ponto que pode se considerar positivo em relação à Fundep está no fato de que uma questão errada não anular uma questão certa, ou coisas desse tipo que são comuns em algumas bancas. A Fundep contabiliza somente os acertos e realiza a classificação dos candidatos.

Em uma prova da banca Fundep o candidato encontrará questões muito simples de serem resolvidas e outras um pouco mais complicadas, que irão exigir que o candidato possua a capacidade de interpretação dos fatos, já que a banca aposta bastante na questão da subjetividade, deixando mesmo nas questões que parecem ser muito fáceis, uma certa dúvida na hora de marcar a alternativa certa. Ou seja, são as famosas pegadinhas.

Nesse sentido, se você for prestar um concurso público cuja banca organizadora for a Fundep, procure realizar provas de concursos antigos, reparando os erros e se familiarizando com o estilo da banca.

Não se esqueça que conhecer a banca que elabora o seu concurso, é fundamental para a realização de uma boa prova e de uma possível aprovação.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 71 Média: 3.1]

Confira aqui mais detalhes sobre a Fundatec e o seu estilo de prova.

A Fundatec (Fundação de Tecnologia) é uma empresa sem fins lucrativos, que foi criada no ano de 1973, bem no auge do milagre brasileiro, com o objetivo de promover conhecimento e tecnologia pelo Brasil a fora, ajudando assim de forma muito interessante no desenvolvimento de tecnologia, inovação e conhecimento para todas as empresas do Brasil. Fora esta atividade de desenvolvimento e pesquisa de tecnologia, esta empresa também tem como principal destaque de ser uma empresa pela qual se busca prestar serviços relevantes para a população, com a organização e execução de concursos públicos diversos, desenvolvendo provas que vão desde o nível fundamental chegando até mesmo ao nível superior e passando também pelo nível médio.

Esta empresa presta serviços de organização para diversos concursos públicos, dentre estes concursos pelos quais esta empresa organiza está o concurso para procuradores gerais do estado do Rio Grande do Sul, que é um dos concursos mais procurados no momento, principalmente e de modo especial, quando falamos em termos de advogados que estão procurando uma melhor colocação no mercado jurídico e desejam optar pela carreira junto ao Ministério Público Estadual, atuando como procurador do estado. Outro concurso, pelo qual também se mostra como sendo algo que é muito procurado pelas pessoas de maneira geral, é o concurso do Tribunal Regional do Trabalho, este apresenta-se como uma excelente oportunidade para todas as pessoas que desejarem disputar uma vaga nesta instituição, pois tem vagas para cargos de nível fundamental, médio e superior.

E as provas como são?

As provas basicamente são focalizadas em 3 importantes áreas do conhecimento, são elas:

1 – Língua Portuguesa: São propostas para os concurseiros texto base, pelo qual se baseia nisto para o desenvolvimento de perguntas, pelas quais se fazem então a análise de forma bastante crítica e bastante dissertativa do tema e se propõe então várias escolhas, tendo como apenas uma alternativa correta, isto não somente pode como deve trazer uma série de benefícios, pelos quais você enquanto concurseiro deve saber o como tirar proveito desta situação, para que você tenha assim bastante sucesso na feitura da prova, para poder evitar até mesmo que perca a sua vaga para candidatos que também vão estar realizando a mesma prova e seguindo a mesma lógica aqui proposta.

2-Atualidades: É importante que como forma de preparo, para esta prova o concurseiro, leia algumas notícias e reportagens, de preferência 1 semana antes das provas, pois as provas de atualidades são provas mais precisas com questões mais objetivas, onde basicamente se tem uma definição de forma mais concreta e mais objetiva, sobre o como é possível se trabalhar de maneira concreta e correta com este tipo de conteúdo, que é um conteúdo considerado por muitos como um conteúdo muito geral.

3-Informática: As provas de informática promovidas por meio desta instituição são provas que se destinam basicamente a cobrar questões básicas e que são de extrema importância e necessidade, principalmente e de modo especial em se falando do trabalho, pelo qual o futuro funcionário público vai atuar. Esta é uma prova muito generalista, porém, exige um pouco de atenção e de estudo principalmente a questões específicas de um concurso publico pelo qual antes e acima de tudo se deve ter em mente.

Como é a banca organizadora?

A Banca organizadora, é basicamente composta por diversos profissionais renomados, que se dedicam a desenvolver esta tarefa, em constante período integral, se mostrando assim como sendo uma banca extremamente profissional, até mesmo porque esta empresa é uma empresa que é altamente renomada no mercado atual, se mostrando como sendo uma empresa de alto padrão em seu trabalho com relação a diversas tecnologias do momento atual e de modo especial em se falando de concursos públicos.

Andre Luis de Jesus Fonseca

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 30 Média: 2]

Conheça aqui um pouco mais sobre a Fundação Universa e o seu estilo de prova.

O que são as Bancas de Prova:

As “bancas de prova” são as empresas responsáveis para realização das questões presentes em concursos públicos. O órgão público que contrata os servidores normalmente não é o responsável pela realização das provas, salvo em casos de vestibulares. Isso ocorre para evitar fraudes e, também, pelo fato desses órgãos públicos não possuírem o know how (expertise) para o desempenho dessa função.

Cada banca adota um estilo de provas e questões, então, é necessário que o candidato esteja atento a qual banca será responsável pela realização do concurso público que pretende pleitear.

A Fundação Universa:

Uma banca que volta e meia aparece nos editais de concursos públicos é a Fundação Universa. A Fundação Universa é uma empresa privada sem fins lucrativos, ela foi criada na década de 90 pela Universidade Católica de Brasília. Atualmente, possui sede no Distrito Federal e outras unidades no Rio de Janeiro, Tocantins e Minas Gerais.

A Fundação Universa possui um banco de questões e o candidato deve estar atento às provas antigas. Isso porque a banca frequentemente usa uma seleção de perguntas e alternativas bastante parecidas. Alteram-se somente algumas palavras e ou a ordem das alternativas.

A banca da Fundação Universa atua em concursos de escala regional, estadual e nacional. No caso dos concursos nacionais, ela aplica provas simultâneas em mais de uma localidade, por exemplo, nas capitais de cada estado. O propósito da banca é sempre seguir diretrizes de transparência na realização dos seus concursos. Essa é uma parte fundamental das bancas: elas precisam garantir uma competição justa, sem que alguns candidatos tenham acesso privilegiado às questões antes da prova.

O conteúdo discriminado pode ser conferido nos editais. É importante que o candidato leia essa parte dos editais na hora de realizar seu plano de estudo.

Como são as provas e as questões da Fundação Universa:

As provas são de múltipla escolha. Normalmente possuem quatro alternativas, sendo que uma delas é a correta. As questões, como dito acima, são oriundas de um banco bastante abrangente. No entanto, muitas vezes se notam questões bastante similares. Por isso, fazer as provas antigas é mais do que necessário quando for fazer um concurso cuja banca responsável seja a Fundação Universa.

Ler o edital na parte que indica como se dará a pontuação de cada acerto também é imprescindível. Algumas vezes podem existir conteúdos com pesos diferenciados. Assim, o candidato deve ter mais atenção na hora de realizar as questões cujo peso é maior.

Como de costume nos concursos públicos, a Fundação Universa também adota o mínimo de acertos que categoriza os candidatos como aprovados ou eliminados. A classificação “aprovado” não significa que você garantiu sua vaga, somente é uma sinalização que você ainda continua concorrendo. Após a aprovação os candidatos são postos em uma lista organizada pela maior e menor pontuação.

Em cada concurso há as vagas para preenchimento imediato e o cadastro reserva. O cadastro reserva consiste nas convocações que ocorrerão no decorrer da validade do concurso. Normalmente a validade dura dois anos, com prazo que pode ser prorrogado para mais um ano.

Alguns concursos que já foram realizados pela Fundação Universa:

Veja abaixo alguns concursos cuja banca da Fundação Universa foi responsável pela realização das provas e seleção das questões.

– Concurso da Casa da Moeda do Brasil.

-Corpo de Bombeiros do Distrito Federal.

– Secretaria do Estado de Minas Gerais de Administração Pública.

– DETRAN

– Banco do Brasil (em caráter nacional).

– Agência Nacional das Águas.

– Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal.

– Concurso Nacional da Caixa Econômica Federal.

Maiores Informações:

Para maiores informações é possível acessar o site da Fundação Universa. Lá você encontra os editais dos concursos abertos, as provas anteriores e até simulados. A Fundação Universa também possui MBA e Pós Graduação. Você pode acessar o site através desse link aqui.

Lembre-se!

Não basta somente estudar a banca para realizar um concurso público. É preciso ter uma boa estratégia de estudo e foco, para isso, existem muitas informações e cursos disponíveis online. Vencer através dos estudos é uma das formas mais nobres de vitória. Muita disciplina, muita resiliência e muita persistência.

Bons Estudos!

Matheus Gribler.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Conheça aqui um pouco mais sobre a Fundação Dom Cintra e o seu estilo de prova.

Como Fundação de apoio à Universidade Católica de Petrópolis – UCP, a Fundação Cultural Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra, ou como é conhecida, Fundação Dom Cintra, tem um extenso currículo nas áreas científica, tecnológica, cultural e de gestão, segue seu caminho como centro de excelência para o desenvolvimento das empresas e da sociedade.

Suas atividades são firmadas como pessoa jurídica de direito privado sem fins lucrativos, com qualidade e competência reconhecidas em âmbito nacional. Seu quadro de profissionais é composto por um corpo técnico administrativo, além de consultores, pesquisadores e de seus dirigentes.

Seu foco de atuação estende-se desde a realização de concursos públicos a até mesmo cursos e eventos distintos, todos eles com a máxima qualidade e competência adquiridas em anos de experiência no ramo.

No caso dos concursos públicos, as regiões de maior atuação são principalmente nos estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Tocantins e Distrito Federal, contudo, não se atém a apenas estes estados, já tendo realizado atividades em outros estados além dos citados. As avaliações da banca organizadora são compostas por provas objetivas, variando a quantidade de questões dependendo da necessidade, sendo que estas questões possuem 5 alternativas para serem optadas, além de um gabarito ao final para ser assinalado por completo e destacado para entrega ao fiscal de prova.

Com um formulário colorido e muito bem figurado em um layout de duas colunas por página, dando a mesma dinâmica que temos quando lemos um jornal, a prova tem um arranjo bastante amigável para que o candidato tenha uma experiência positiva com a prova, necessitando realmente ter dedicação apenas em responder as perguntas e não de interpretar a prova, que seria uma grande perda intelectual para o candidato e para o concurso como um todo.

Os mais de 40 concursos já efetuados com sucesso, faz da instituição uma das grandes realizadoras do segmento com a expertise necessária para uma boa experiência para a instituição contratante, bem como para o candidato participante.

Hoje, temos 1 concurso em aberto para a Prefeitura de Petrópolis, contudo, informações de muitos outros podem ser acessadas pelo portal: http://www.domcintra.org.br/copia-concursos.

Mas a carreira de sucesso da instituição não fica apenas atrelada aos concursos públicos, como já dito acima, treinamentos e cursos preparatórios também são ministrados em eventos periódicos para atender a algumas faixas de pessoas específicas do assunto. Com um corpo científico altamente qualificado para tais atividades, a instituição tem sempre como foco facilitar as atividades acadêmicas as quais as corriqueiramente sejam complexas, trazendo um material abrangente, que atrelada a experiência do instrutor, certamente será uma boa influência para as pessoas de interesse. Atualmente existe no portal 1 curso preparatório em aberto, tendo como tema “desenvolver e/ou aprimorar as habilidades em gerenciamento de projetos visando a aprovação nos exames CAPM & PMP na primeira tentativa”, contudo, mais informações podem ser acessadas pelo seguinte endereço: http://www.domcintra.org.br/projetos.

Ainda sobre as áreas de atuação da instituição, podemos citar os serviços prestados em diversas áreas do interesse. Como fundação de apoio da Universidade Católica de Petrópolis, todas as competências dos pesquisadores e colaboradores estão à disposição do mercado, através de projetos de prestação de serviços técnicos e administrativos. Além dos colaboradores, a instituição também conta com sua estrutura orientada a projetos, consegue captar equipes altamente qualificadas para atuar em diversos segmentos, dentre eles: Tecnologia da informação, atuando com estudos, assessorias, desenvolvimento de programas e projetos; além de análises, gestão e implantação de softwares, gestão em projetos sociais, distribuição de materiais, administração de produção, gerenciamento de recursos humanos, marketing, dentre outros tantos.

Dentre seus clientes reconhecidos no Brasil, citamos: Furnas, Aneel, Inmetro, Bayer, Petrobras, Shell, General Electric, Itaipu, dentre outras grandes empresas de diversas áreas do interesse, que faz com que a Fundação Dom Cintra seja considerada uma instituição com envergadura para toda e qualquer atividade em seu ramo de atuação.

Venha conhecer o portal e conheça mais em http://www.domcintra.org.br/.

Rodrigo Loura Ferrara Perina

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 4.5]

Seleção oferece vagas para Condutor e Operador de Viaturas.

Para quem está na expectativa do concurso público do Corpo De Bombeiros Militar do Distrito Federal, na última segunda-feira, dia 27 do mês de março, foi divulgado seu novo cronograma de 2017, no Diário Oficial da União. Segundo as informações, este cronograma refere-se às provas para os cargos de Operador de Viaturas- QBMG-2 e Condutor.

Como todos sabem, a prova que foi anulada no último dia 17 do mês de março foi remarcada para o dia 30 do mês de abril, com início às 15 hs e término às 19 hs. O conteúdo pragmático da prova será o mesmo informado no edital de abertura do concurso.

Foram contabilizados pela empresa organizadora do certame o total de 4.290 inscrições para a função de condutor, cujo número de vagas disponibilizadas para a concorrência é de 112. Dessa forma, o número de candidatos a disputar uma vaga é de cerca de 38,3.

Como a realização da prova não aconteceu no dia marcado pelo edital de abertura do concurso, a organização do certame deixa claro que aqueles que por quaisquer motivos decidirem não fazer a prova podem pedir a devolução do valor pago na taxa de inscrição.

Para realizar a solicitação do reembolso do valor pago para efetuação da inscrição, o candidato terá até o dia 04 do mês de abril. Nesse sentido, basta acessar o site da empresa Idecan onde poderá protocolar esse requerimento, de forma que para isso é preciso anexar a cópia do boleto junto com o comprovante do pagamento referente a taxa de inscrição.

Até o momento a Idecan não informou os locais onde as provas serão realizadas, mas informa que no dia 24 do mês de abril os inscritos poderão acessar essas informações.

Nesse sentido, a avaliação está prevista para ser realizada no dia 30 de abril. Conforme as informações do edital, a prova será composta por 80 questões objetivas. Além disso, os candidatos terão que desenvolver um texto na modalidade de redação.

O gabarito está previsto para ser liberado no dia 02 do mês de maio, já o resultado final deve sair entre os dias 03 e 16 do mês de maio.

A listagem com os aprovados será publicada no dia 30 do mês de junho, no site da empresa Idecan. A prova prática está prevista para o dia 04 do mês de agosto.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 3 Média: 3]

As mais conhecidas dos concurseiros são a prova objetiva e a discursiva, mas também encontramos testes como oral, prático, psicológico e físico.

Muitas pessoas que sonham com uma vaga efetiva em um órgão público reclamam da falta de opção na hora de fazer o processo seletivo de diversos concursos, pois a maioria é composto por prova objetiva de múltipla escolha.

Os que os candidatos relatam que através desse tipo de avaliação não é possível constatar quais são os melhores profissionais para as vagas, logo, que muitos podem chutar e acertar algumas questões.  

Devido a isso, uma pergunta que fica na mente de todos é: “Existem concursos públicos sem questões de múltipla escolha?”.

Saiba que existem diversas formas de fazer a seleção dos novos profissionais que vão preencher as vagas de um concurso, e isso varia de acordo com a área de atuação, grau de escolaridade, empresa que vai realizar escolher as pessoas, entre outras coisas relacionadas.

Alguns modelos de provas que as empresas usam no processo seletivo são:

Prova objetiva: É a prova de múltipla escolha, a que vem sido reclamado. Nessa prova os candidatos precisam sempre escolher a opção correta, onde será computado o número de acertos e de erros.

Prova discursiva: Os candidatos precisam elaborar uma dissertação sobre a resposta que acreditam estar correta.

Prova Oral: É necessário passar por uma bancada de professores ou especialistas, que farão perguntas para analisar o conhecimento de cada um.

Prova prática: Esse é o tipo de avaliação que vai avaliar se o profissional sabe realmente exercer a função de interesse. Professores por exemplo, deverão ter que criar um modelo de aula.

Prova Psicológica: Aqui ocandidato passa por provas de raciocínio logico, de atenção e controle emocional.  

Prova física: Nesse caso os profissionais terão que passar por avaliações que devem analisar o seu condicionamento físico. Algumas vagas que exigem essa etapa são para a função de professor de educação física, carteiro, policial e etc.   

Vale destacar que a grande maioria das pessoas que procura fazer concurso público sonham com a estabilidade, salario atrativo, possibilidade de crescimento e realização de carreira.

Como são propostas cada vez mais atrativas, existe a tendência de que o número de concorrentes aumente a cada dia, por isso, algumas pessoas acham que o processo de seleção precisa ser mais rigoroso e com mais etapas.

E você o que acha? Qual o melhor tipo de avaliação para os concursos públicos?

Yasmin Fernandes Robles

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 12 Média: 3.4]

O recomendado é apenas revisar os pontos principais de cada disciplina e procurar relaxar na véspera das provas de Concursos Públicos.

O que você faz na véspera da prova de Concursos Públicos? Gosta de estudar até o último minuto ou prefere descansar a fim de aliviar a ansiedade e a tensão? Cada candidato é único, mas o recomendado é apenas revisar os pontos principais de cada disciplina e procurar relaxar, a fim de descansar o cérebro para o grande dia.

Que tal ficar por dentro de algumas dicas?

Encare o dia da prova como um dia comum. Procure se desligar do estudado na véspera e aproveite para ficar ao lado das pessoas que ama e torcem por você. Se quiser estudar, que seja apenas o básico a fim de relembrar pontos importantes. Desta forma, você pode aproveitar para fazer uma saída leve como um cinema, teatro, entre outros. Porém, não exagere ou consuma bebidas com álcool, ok?

O que você mais gosta de fazer? Aproveite para focar em atividades que te dão prazer. Neste sentido, você pode até aproveitar para praticar esporte. Entretanto, se não tem o hábito de fazer atividade física, deixe para começar depois da prova. Ao iniciar uma modalidade esportiva você pode ter lesões, por exemplo.

Você sente muita vontade de estudar? Então, foque apenas nos pontos principais, mas com consciência de que fez o seu melhor até agora. Assim, não se cobre muito, porque você fez a sua parte.

Que tal reunir com os seus amigos antes da prova? Esta é uma maneira para revisar os pontos de cada disciplina. Cada um pode falar um pouco do que sabe e esclarecer as possíveis dúvidas na reta final.

Você pode aproveitar a véspera para se concentrar ou meditar, ou seja, ficar sozinho consigo mesmo. Reflita sobre as suas atitudes das provas anteriores e o que deve ser mudado nesta. Mantenha pensamentos positivos, para que a sua energia possa fluir de uma forma leve, para o dia o qual se preparou durante este tempo.

Boa sorte e sucesso na sua prova!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 4]

Manter o controle e dominar a ansiedade é essencial para fazer uma boa prova de Concurso Público.

Grande parte dos candidatos a uma vaga em um concurso público já sofreram, ou ainda sofrem com um empecilho assustador: a temida ansiedade pré-prova. Caso você não saiba como controlá-la e sofre com os sintomas clássicos, como mãos suadas, dores de barriga, e tremedeira, fique calmo que vamos ajudá-lo. Abaixo, vamos dar algumas dicas de como manter o controle e dominar a ansiedade, não deixando que ela controle sua vida, especialmente em um momento tão importante, que poderá guiar seu futuro.

– Durante a semana da prova:

Faltando apenas uma semana para o dia da prova, não adianta entrar em pânico e querer estudar tudo aquilo que não teve tempo nos meses anteriores. Na semana da prova é importante revisar o conteúdo e fixar informações que você não conseguiu antes. Também aproveite para se organizar e ver quanto tempo poderá usar em cada matéria durante o exame. E, ainda, faça exercícios físicos para espairecer, afinal, não é porque falta apenas uma semana que você deverá alterar toda sua rotina.

– Na véspera da prova:

Faltando apenas um dia para o concurso, relaxe. Tire o dia para descansar e, no máximo, organize tudo aquilo que vai levar para poder fazer a prova, como documentos necessários e também algo para comer. Não se desespere e queira estudar tudo, afinal, você teve tempo de fazer isso antes.

– Antes e durante a prova:

Acorde cedo, mesmo que a prova seja realizada apenas no turno da tarde. Vista roupas confortáveis, faça uma refeição leve, de preferência sem nada muito gorduroso, e chegue cedo ao local da prova para poder escolher onde sentar.

Assim que o fiscal anunciar o início da prova, tente se controlar, afinal, é o momento crucial e, se caso você ter uma crise de ansiedade, não conseguirá fazer a prova. Neste momento é importante manter a calma, expirando e inspirando lentamente.

Passada a adrenalina inicial, tente ficar calmo e, caso tenha o famoso “branco”, momento em que esquece tudo o que estudou, não se desespere: respire fundo e, se não funcionar, vá ao banheiro. Com certeza, isso ajudará você a se recuperar.

Leia sempre calmamente todas as questões da prova e, se for objetiva e souber a resposta, já marque. Se não souber, passe para a próxima. É importante não perder tempo. Se a prova for discursiva, comece a dissertar logo após ler todas as questões.

Finalizada a prova, é hora de marcar no cartão-resposta, que requer tempo e atenção, afinal, qualquer erro poderá anular a questão.

Por fim, a melhor dica para controlar a ansiedade é tentar manter a calma e ficar confortável. Não pense nos concorrentes, pense apenas em você mesmo. É um desafio que você está enfrentando e, portanto, só você poderá vencê-lo. Estude e se prepare com antecedência e, na hora da prova, tudo dará certo.

Por Andréa Corneli Ortis

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 1]

Resolveu encarar uma prova em outro estado? Saber como planejar uma viagem para fazer concurso é fundamental, e faz a diferença para a sua aprovação. Que tal ficar por dentro de algumas dicas?

Os hotéis, principalmente, nas capitais, costumam ficar lotados em épocas de concurso, por isso, busque reservar com antecedência. Escolha por estabelecimentos que sejam centrais e com fácil acesso aos meios de transporte da cidade. Se a grana estiver curta e o candidato quiser economizar, uma boa opção para hospedar é o hostel.

Por meio da internet ou de moradores da cidade, procure conhecer as linhas de ônibus, que vão até o seu local de prova. Além disso, verifique a possibilidade de ir de táxi ou outros meios de transporte como o metrô. Saia com antecedência, e não se esqueça de que é comum engarrafamento em dias de prova de concurso público. Portanto, programe-se para chegar ao horário e não correr o risco de perder o certame, que tanto estudou.

Caso seja possível, visite o local de prova no dia anterior. Assim, você conhece a região e fica mais tranquilo para chegar. Ao fazer o planejamento, anote tudo sobre a sua viagem e vá contabilizando uma estimativa para os possíveis gastos. Assim, tudo ficará organizado e melhor, sobretudo a parte financeira. Leve sempre um dinheiro extra, para alguma emergência ou imprevisto, que pode surgir.

Você vai viajar de avião? Então compre com antecedência as passagens aéreas. É possível encontrar passagens com preços mais acessíveis, portanto, programe-se. Se for viajar de ônibus, não deixe para comprar na última hora, porque elas podem se esgotar, também.

Desta forma, faça uma planilha com os custos da sua viagem, e tenha tudo anotado e de fácil acesso. Depois, é só viajar e dar o melhor de si para alcançar a aprovação no certame.

Gostou das dicas? Muito sucesso na sua prova e boa viagem!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

As coisas não foram como o esperado para os consurseiros que fizeram a prova do Dataprev no domingo, dia 4 de dezembro, em Porto Velho/RO. Os candidatos afirmaram que oito malotes em que estavam as provas não foram entregues na Escola Estadual Marechal Castelo Branco, sendo que o local era o único ponto em que seriam aplicadas as provas em todo o estado de Rondônia. Outro motivo alegado pelos participantes é que não foi exigido que os celulares fossem recolhidos, apenas desligados e guardados na bolsa.

Devido ao desentendimento, os concurseiros fizeram um grande tumulto no pátio da escola e a Polícia teve de ser chamada para acalmar os candidatos.  Eles foram orientados a registrar um BO – Boletim de Ocorrência junto à Polícia Federal e depois acionar o Ministério Público para analisar o caso.

Alguns candidatos informaram que nem ao menos viram os malotes ou as provas. “Eu estava na sala 105, e lá não chegou nenhum envelope contento provas”, lamenta o estudante Bruno Vargas que tentou fazer a prova no fim de semana sem sucesso. Outro estudante, Sérgio Costa afirmou que não foi dada nenhuma explicação acerca do ocorrido e que as pessoas que se apresentaram como fiscais não possuíam nenhuma identificação, como crachás.

Ainda há relatos que a coordenadora responsável se contradisse em diferentes momentos. Primeiro ela disse que as provas teriam sido impressas em uma gráfica na cidade e que chegariam à escola em tempo para a realização da prova. Em outro momento a coordenadora culpou o atraso do avião e nos Correios que traria as provas. Logo em seguida e mulher se trancou em uma sala com medo de represálias dos candidatos.

A organizadora do certame, o Instituto Quadrix afirmou que a coordenadora não poderia ter dado nenhuma declaração. Até o momento não foram esclarecidos os motivos para o ocorrido, mesmo o instituto sendo procurado por diferentes jornais.

Por Ana Rosa Martins Rocha

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Começar a maratona de estudos para passar numa prova de concurso público exige muita dedicação e concentração do candidato. Quando se fala em conquistar uma vaga em órgãos públicos subentende-se que o caminho a trilhar será longo e que a pessoa precisará passar horas e horas estudando as disciplinas que serão cobradas na hora da prova.

A proximidade da data de aplicação das provas faz com que as pessoas intensifiquem os seus estudos e foquem especialmente nos conteúdos das disciplinas específicas. Pois bem, este pode estar o primeiro passo rumo ao fracasso. Objetiva-se com este texto que você comece a dar à língua portuguesa a devida importância que ela merece.  

Poucas pessoas pensam na interpretação de texto como uma grande aliada no momento da realização das provas, dificilmente alguma pessoa não tenha errado uma questão por deixar passar uma vírgula ou ler tão rápido que acabou esquecendo de apurar os detalhes do enunciado. O estudo da língua portuguesa não se restringe apenas em escrever as palavras de modo correto, ela é bem mais que isso, ela é também interpretação e saber escrever um texto.  

Uma boa dica é ler muito, leia livros interessantes, se desejar leia revistas focadas na sua profissão ou áreas de interesse, além de ficar bem informado, você melhorara bastante o seu vocabulário. 

Outra dica é dedicar um pouco do seu tempo preciso para compreender a temida gramática de concursos. Há excelentes obras nas livrarias, com certeza irão lhe ajudar a entender o que são pronomes, artigos, verbos, quando usar crase, o uso dos "porques", enfim, procure um livro que lhe agrade ou que tenha sido recomendado no edital do concurso e tente absorver todas as informações contidas nele. Um assunto muito discutido nas provas é a regência verbal, normalmente ao falar fazemos uso incorreto das preposições, por isso é importante que o candidato revise esse assunto antes das provas.  

Não fique só na leitura de tópicos de português! Exercite. Procure fazer provas anteriores do concurso de interesse e de outros similares, assim a sua chance de sucesso aumenta. 

Por Melina Menezes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 4]

Foi divulgado o edital de convocação para as provas objetivas e discursivas da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (ANTAQ). A convocação foi publicada no Diário Oficial da União na última terça feira, dia 16 de setembro, e já pode ser vista no site da organizadora do concurso, que é a banca Cespe/UnB. Os interessados podem acessar o site por meio do endereço www.cespe.unb.br.

As provas da Agência serão aplicadas no próximo domingo dia 28 de setembro e terão a duração de quatro horas e meia. O mesmo tempo vai contemplar as provas de nível médio e também superior. Para os cargos de nível médio o exame vai começar às 15h e para o cargo de nível superior, às 08h.

Os candidatos devem ficar atentos porque o cartão de confirmação com os horários e locais da prova serão disponibilizados a partir da segunda-feira, no dia 22 de setembro. O número de inscritos para o certame ainda não tem data certa de divulgação. O local de prova vai poder ser conferido no próprio site da organizadora.

Os participantes devem chegar ao local de prova com antecedência de, pelo menos, uma hora. Além disso, para a realização do certame é necessário levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, comprovante de inscrição e também documento de identidade original.

Os candidatos não devem usar aparelho eletrônico, relógios de qualquer espécie, óculos escuros, entre outros itens que podem ser vistos no edital. É fundamental que o participante planeje como vai chegar ao lugar da prova com tranquilidade e calma. Ou seja, saia de casa com tempo e lembre-se de que em dias de provas o trânsito costuma ficar mais intenso, ônibus podem estar cheios ou demorar, entre outros fatores.

Antes de sair de casa, confira se todos os documentos estão na bolsa e não se esqueça de levar alimentos leves e beber muita água para manter a hidratação. 

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]




CONTINUE NAVEGANDO: