Confira aqui comentários e o gabarito extraoficial da Prova de Raciocínio Lógico do Concurso da Polícia Federal 2018.

Foi divulgado, recentemente, no site Alfa Concursos, o Gabarito Extraoficial do processo seletivo promovido pela Polícia Federal, de 2018. Trata-se de alguns comentários a respeito da matéria de Raciocínio Lógico. O Concurso da PF de 2018 foi realizado há dois dias, portanto, o gabarito e a correção da prova de Raciocínio Lógico estão descritos logo abaixo.

No último domingo, dia 16 de setembro de 2018, as provas do certame em questão foram realizadas e a equipe de professores da Alfa reuniu-se para analisar alguns dos comentários desses exames.

Este texto abordará o gabarito e a correção sobre a prova de Raciocínio Lógico, ministrada no Concurso da PF de 2018. Dez questões de 51 à 60.

Análise e comentários sobre as questões de Raciocínio Lógico impressas na prova da PF de 2018:

1 – (51). Com relação às proposições Pᴧ(~Q)→(~R)… a resposta verdadeira no gabarito é: Errada. Análise e comentário: de proposição condicional para condicional a devida equivalência está na regra chamada Troca e Nega, porém, a negação desta conjunção constitui, em realidade, uma disjunção e não outra conjunção.

2 – (52). Se as seguintes 3 proposições P, Q e R são falsas… a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: sendo estas 3 proposições falsas, a Maria é culpada e o João ou o Carlos serão, também, culpados, resultando que esta situação apresenta no mínimo 2 pessoas.

3 – (53). Sobre as proposições “P, Q e R, se se tratam de proposições simples”. A resposta verdadeira no gabarito é: Errada. Análise e comentário: neste caso, a proposição P constitui uma proposição composta.

4 – (54). Sobre a seguinte proposição: “se o Paulo é mentiroso…” a resposta verdadeira no gabarito é: Errada. Análise e comentário: o “se” e “então” estão representados simbolicamente pelo seguinte: →, e não por ↔.

5 – (55). Sobre a seguinte proposição: “se ficar comprovado que apenas…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: dado o R falso, em P = V (~P = F) esta proposição composta se torna verdadeira; com o R = V está proposição composta já se tornou verdadeira.

6 – (56). Sobre a proposição “independentemente de quem seja o culpado…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: construindo a tabela verdade desta proposição ela se torna inteira verdadeira, ou seja, uma mera tautologia.

7 – (57). Sobre a proposição “se os 11 passageiros estiveram…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: do conjunto de 11 passageiros em B, em A teremos 20 passageiros.

8 – (58). Sobre a proposição “se dois dos 30 passageiros selecionados…” a resposta verdadeira no gabarito é: Errada. Análise e comentário: ao calcular a probabilidade – se esses passageiros só podem ser os seis que antes visitaram A e B – então temos: P = 6/30 X 5/29 = 1/29, o qual é maior do que 1/30.

9 – (59). Sobe a proposição “a quantidade das maneiras…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: ao calcular um no C e outro no A ou no B, ou mesmo os dois em C – (5 x 25 + C5,2) (125 + 10 = 135).

10 – (60). Sobre a proposição “considere que, separando-se…” a resposta verdadeira no gabarito é: Certa. Análise e comentário: se a metade de 5 é exatamente 2,5, então, no mínimo, são 3 homens em C; e se a metade de 25 é exatamente 12,5, então, no mínimo, são 13 homens em A ou B; dado isso o número de mulheres chega, no máximo, a 14 (2 + 12).

As análises e os comentários foram reelaborados a partir dos comentários do professor Daniel Lustosa.

Para mais informações e atualizações acesse o site: http://blog.alfaconcursos.com.br/gabarito-pf-2018-raciocinio-logico/.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 2]

Seleção oferta 500 vagas com salários de até R$ 22 mil.

Quem sonha em trabalhar em um importante órgão público pode conferir uma boa notícia aqui. Na sexta-feira, dia 15 de junho, foi publicado o edital do certame da Polícia Federal (PF) no diário oficial da União. Podem participar do processo seletivo quem tem formação de nível superior. São oferecidas 500 vagas e a remuneração para quem ingressar na carreira pode chegar até R$ 22 mil, a depender do cargo. Se você já estava estudando, aproveite a chance. Caso você vai iniciar os estudos só agora com o lançamento do edital, ainda há tempo. Mas você deve ter muito foco para garantir a aprovação. Confira mais informações a seguir.

Como posso me cadastrar no concurso público da Polícia Federal?

Os candidatos devem acessar o endereço eletrônico a fim de preencher o formulário de cadastro no processo seletivo da PF. O valor da inscrição varia entre R$ 180 e R$ 250. O boleto pode ser pago até o dia 20 de julho (sexta-feira), mas o período de inscrição só começará no dia 19 de junho (terça-feira) e terminará em 2 de julho (segunda-feira).

Caso você seja doador regular de medula óssea, seja componente de família de baixa renda ou esteja registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad Único), poderá solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição.

A instituição contratada para ser a banca responsável por organizar o processo seletivo é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE).

Quais são os cargos disponíveis na Polícia Federal?

No total, são ofertadas 500 oportunidades para quem possui graduação completa. O edital prevê que sejam preenchidos os seguintes cargos: Delegado de Polícia Federal, Escrivão de Polícia Federal, Agente de Polícia Federal, Papiloscopista e Perito Criminal Federal.

As áreas oferecidas para perícia são: Medicina, Engenharias, Tecnologia da Informação, Ciências Econômicas, Farmácia, Química, Ciências Contábeis e Geologia.

A remuneração inicial para delegado e perito da Polícia Federal é de R$ 22.672,48.

Para concorrer aos cargos de papiloscopista, agente ou escrivão, não há exigência de curso de graduação específico, basta que possua diploma de nível superior emitido por instituição de ensino que seja registrada no Ministério da Educação (MEC). O salário ofertado para os iniciantes nessas funções é de R$ 11.983,26.

Para todos os postos de trabalho na Polícia Federal a carga horária semanal corresponde a 40 horas.

Sobre os requisitos exigidos para tomar posse na PF

Para ser delegado é necessário ser formado em Ciências Jurídicas e também deve possuir três anos de atuação. Veja os outros requisitos que são exigidos para todos os cargos: possuir graduação compatível com o cargo pretendido, ser aprovado no certame, estar quite com as obrigações da justiça eleitoral, estar em pleno gozo dos direitos políticos e civis, ter 18 anos de idade no mínimo, possuir aptidão mental e física, estar em dia com as obrigações militares, se o candidato for homem, entre outras exigências.

Sobre as fases do concurso público da PF

O processo seletivo é composto das seguintes etapas:

1) prova objetiva – com 120 quesitos no formato certo ou errado;

2) prova discursiva – de até 30 linhas;

3) teste de aptidão física – de caráter eliminatório;

4) exame médico;

5) avaliação psicológica;

6) prova prática de digitação – apenas para os candidatos ao cargo de escrivão;

7) avaliação de títulos;

8) prova oral – apenas para os candidatos ao cargo de delegado;

9) curso de formação profissional – que ocorrerá no Distrito Federal.

A data prevista para a realização das provas objetiva e discursiva é no domingo, 19 de agosto. Essas etapas ocorrerão em todas as capitais estaduais.

Para mais informações do certame acesse o site do CEBRASPE.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 21 Média: 2.9]

Confira aqui mais detalhes sobre concurso da Polícia Federal 2018.

Para quem busca por uma oportunidade de trabalho que ofereça estabilidade e segurança financeira, acaba de surgir uma excelente oportunidade. Estamos falando do novo concurso público da Polícia Federal que irá disponibilizar o total de 500 vagas. Caso essa novidade seja de seu interesse continue lendo este artigo e saiba toas as informações sobre este novo certame.

É isso mesmo, a Polícia Federal vai realizar um concurso público. De acordo com as primeiras informações, os editais com todas as informações sobre o certame devem ser publicados no mês de junho.

O concurso recebeu autorização no dia 20 do mês de abril. A partir de então existe um prazo de até seis meses para que a documentação seja encaminhada para a sua organização. Dessa forma, a data final é o dia 20 do mês de outubro, contudo, de acordo com o que foi declarado pelo atual ministro da Segurança Pública o senhor Raul Jungmann, a organização do concurso deve ser agilizada para que ele possa ser realizado o quanto antes possível.

Embora ainda esteja em fase de elaboração, já foi confirmado que serão disponibilizadas para a concorrência um total de 500 vagas, sendo que desse total 150 são para o posto de Delegado, enquanto que 80 são para o posto de escrivão, 60 são para o posto de perito criminal, 180 são para o posto de agente e as 30 restantes são para o posto de papiloscopista.

A autorização para a realização deste concurso da Polícia Federal vem de encontro com uma Medida Provisória que foi criada no dia 27 do mês de fevereiro deste ano, que prevê investimentos que sejam utilizados no combate ao crime em todos os estados brasileiros.

Embora o concurso tenha recebido autorização somente neste mês de abril, o presidente Michel Temer já havia garantido a sua autorização para a sua realização no mês de janeiro deste ano.

Assim, por meio de um decreto presidencial do ano de 2014, a Polícia Federal tem o aval para a realização de novos concursos uma vez que foi constatado que existe uma defasagem em torno de 5% de servidores.

Em relação ao novo concurso, por horas já se pode dizer que podem concorrer aos postos de papiloscopista, agente e escrivão pessoas com formação de nível superior, independente da área. Já o posto de perito é disponibilizado para pessoas com formação completa em Direito e que possuem o tempo mínimo de três anos de experiencia, seja na atividade policial ou jurídica.

Outro requisito comum em todos os cargos é que os candidatos possuam CNH com categoria a partir da “B”.

Os aprovados no certame serão lotados em diversas regiões do país, preferencialmente em postos de fronteira e nos estados do Amapá, Acre, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Roraima e Rondônia.

Haverá aplicação de provas nas capitais de todo o país. Somente o exame oral que deve ser realizado em Brasília.

Profissionais que atuam nos cargos de agente, escrivão e papiloscopista recebem um salário cujo valor é de R$ 12.980, 26, valor este que já tem incluído R$ 458 do auxílio alimentação. Já um perito e um delegado recebem inicialmente uma remuneração no valor de R$ 24.150,74.

Os aprovados em qualquer um dos cargos disponibilizados pela PF deve cumprir semanalmente uma jornada de trabalho no total de 40 horas.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar o novo concurso público da Polícia Federal não eixe de estar atento à novas informações sobre o certame. Afinal, a expectativa é de que em meados de Junho o edital seja publicado e o período de inscrições seja aberto.

Não perca essa oportunidade. Prepare-se para as provas.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 24 Média: 3.2]

Certame deverá contar com 500 vagas para agentes.

Estamos no início de mais um ano e muitas pessoas se encontram na expectativa pela abertura de inscrições para um novo concurso público da Polícia Federal do ano de 2018. E para essas pessoas as notícias que acabam de chegar são bastante animadoras, pois o concurso acaba de ser autorizado pelo ministro da Segurança Pública.

É isso mesmo, quem estiver planejando prestar concurso público para a Polícia Federal já pode começar a se preparar, pois o certame acaba de receber autorização conforme foi informado por Raul Jungmann, Ministro da Segurança Pública do país, na última quarta-feira, dia 28 do mês de fevereiro.

De acordo com as primeiras informações foram disponibilizadas, o certame contará com o total de 500 vagas.

A decisão de realizar mais este concurso surgiu após a realização de uma reunião juntamente com o Ministério do Planejamento, em que decidiu-se a liberação de verbas para a sua realização. Assim, a previsão é de que o edital seja publicado ainda neste ano.

Na realidade este concurso só foi liberado pois existe uma necessidade e até mesmo uma urgência no reforço dos recursos humanos, principalmente na Polícia Federal e também na Polícia Rodoviária. Este concurso, por exemplo, contará com a oferta de 500 vagas para o cargo de agentes da Polícia Federal.

A Assessoria de imprensa da Polícia Federal afirmou que o concurso está praticamente confirmado para ser realizado este ano. Tanto que no dia 18 do mês de janeiro, em uma entrevista para a televisão, o presidente Michel Temer afirmou que já deu aval para a realização deste concurso. Para falar sobre o concurso, no dia 15 do mês de fevereiro o presidente teve um encontro com o diretor-geral da Polícia Federal em exercício, Fernando Segóvia.

Também em relação a esse tema Fernando Segóvia foi ao Planalto recentemente para fazer a apresentação de uma nova proposta de um plano mais novo de segurança nacional.

Segundo a proposta, os temas mais abordados tratam da questão da segurança nas regiões fronteiriças e também na promoção do combate à criminalidade, cujos índices aumentaram de forma significativa no ano de 2017.

Nesse sentido, as informações recentes apontam que o concurso será mesmo realizado, pois já estaria autorizado pelo MPOG, que é o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, sendo que esta informação partiu de Luís Antônio Boudens, que é o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, a conhecida FENAPEF. Essa informação teria sido passada para a Polícia Federal, por meio da pessoa de Fernando Segóvia em uma reunião realizada com sindicalista da PF no dia 27 do mês de dezembro.

Durante a reunião Segóvia afirmou que o que estava faltando para a realização este concurso era a liberação do orçamento e consequentemente a sua autorização. A partir da organização o concurso começa a se desenvolver até que o edital seja publicado. Alguns detalhes burocráticos ainda estão pendentes, mas aos poucos eles vão sendo resolvidos, como a definição da empresa organizadora e a elaboração de um cronograma com todas as datas definidas.

No documento original que solicitava a autorização para a realização deste concurso constava um total de 1.758 vagas solicitadas, porém, o governo só pode autorizar um concurso para 500 oportunidades. Dentre os cargos solicitados estão o de Delegado, de Perito e de Agente. Embora não tenha sido autorizado o que constava na solicitação, esta já será uma boa oportunidade para quem busca uma chance de entrar para a Polícia Federal.

Assim que este concurso tiver seu edital publicado com todas as informações necessárias para os interessados, a Polícia Federal enviará novo projeto de concurso ao MPOG, para a abertura de novos concursos.

Desse modo, se você possui interesse em prestar este concurso já comece a se preparar para a realização das provas. Fique atento à novas informações sobre a sua realização.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 126 Média: 3]

Concurso foi autorizado e terá vagas para os cargos de Escrivão, Agente de Polícia, Perito Criminal e Delegado.

Após seis anos, a Polícia Federal anunciou que vai realizar um novo concurso público. Segundo o órgão, o novo certame vai oferecer 500 vagas para diferentes postos de trabalho dentro da instituição. Com um trabalho de extrema importância para a sociedade, a PF precisa renovar e aumentar o seu quadro de oficiais. Este certame ainda está em fase inicial e poucas informações foram divulgadas ou até mesmo confirmadas. Confira agora os dados iniciais para se preparar para este processo admissional caso seja do seu interesse.

Primeiros informes a respeito do concurso público da PF

Há algum tempo se tinha o rumor de que a Polícia Federal iria realizar um novo certame. Mas, a confirmação mesmo só veio no final do mês de fevereiro. Como o último concurso foi realizado no ano de 2012, a instituição precisa se preparar e atualizar este certame para que ele tenha o menor número de erros possíveis. Já que são muitas vagas para serem oferecidas.

A expectativa é que este processo admissional ocorra nos próximos meses. Esta informação só vai se confirmar quando o edital ou outros documentos oficiais forem divulgados. Levando-se em consideração os cargos que mais precisam de novos servidores, a PF vai abrir vagas para as seguintes ocupações: Escrivão, Agente de Polícia, Perito Criminal e Delegado.

Para todos os postos de trabalho que foram citados é necessário que os interessados tenham se formado em um curso superior. Para as vagas de Agente de Polícia, Escrivão e Perito são aceitos diferentes cursos de graduação. Já para a função de Delegado, o indivíduo precisa ter se formado em Direito.

Os salários podem variar entre R$ 10.000,00 e R$ 24.000.00. Não foram informadas quantas vagas vão ser destinadas para cada ocupação, nem os benefícios para cada cargo e também não foi divulgada a jornada de trabalho para cada posto de serviço. Ainda não se tem informações sobre as cidades que os aprovados no certame vão atuar. Sobre a validade do concurso também não se tem nenhum dado confirmado.

Possíveis etapas do processo seletivo

Grandes organizações como a Polícia Federal costumam seguir alguns preceitos para a realização de um processo admissional com a ideia citada acima de ter o menor número de equívocos. Dessa forma, se tem a expectativa que a PF deve adotar os seguintes critérios de avaliação para os candidatos:

01ºª etapa: avaliação de múltipla escolha.

02ª etapa: teste discursivo.

03ª etapa: prova para avaliar as condições físicas dos inscritos.

04ª etapa: exame médico.

05ª etapa: teste psicológico, dentre outros.

Levando em consideração as características das provas, as duas primeiras avaliações devem ser de caráter classificatório e eliminatório e as demais devem ser apenas de caráter eliminatório. Além dessas etapas, a PF também deve avaliar os antecedentes criminais dos participantes do concurso além de verificar se eles possuem pendências eleitorais, judiciais e se os candidatos homens estão em dia com a sua situação com o exército brasileiro.

Exame anterior

Como mencionado no tópico “Primeiros informes a respeito do concurso público da PF”, a instituição realizou no ano de 2012 o seu último concurso público. Na época foram disponibilizados 600 postos de trabalho. A banca organizadora do concurso foi o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos, o CESPE/UnB. As vagas foram divididas da seguinte maneira:

100 oportunidades para Papiloscopistas.

100 oportunidades para Perito Criminal.

150 oportunidades para Delegado.

350 oportunidades para Escrivão.

500 oportunidades para Agente de Polícia.

Os inscritos foram avaliados por meio das seguintes fases:

– Prova de múltipla escolha com 120 questões contendo os seguintes conteúdos: noções de arquivologia; legislação; direito constitucional; direito administrativo; direito processual penal; direito penal; noções de administração; raciocínio lógico; atualidades; noções de informática e língua portuguesa.

– Prova Discursiva. O candidato precisava escrever uma resposta de até 30 linhas sobre um tema divulgado na hora.

– Avaliação de aptidão física.

– Exame médico.

– Teste psicológico.

– Prova de digitação.

Mais de 100 mil pessoas se inscreveram no concurso. Para acompanhar as novidades deste certame acesse: http://www.pf.gov.br/servicos-pf/concursos.

Por Isabela Castro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 33 Média: 2.8]

Seleção recebe aval de Michel Temer.

A organização de uma seleção para cargos públicos de grandes dimensões exige a realização de muitas etapas especialmente em um momento de crise financeira como esta presente na realidade brasileira.

Diante desta situação uma das possibilidades que se apresenta com evolução refere-se ao Concurso Polícia Federal 2018, cujos detalhes mais atualizados de seu avanço serão abordados em seguida neste artigo.

Aval presidente Temer concurso Polícia Federal 2018

No dia 18 de janeiro, em entrevista concedida pelo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, houve a confirmação por ele de que o presidente Michel Temer confirmou sua autorização para que o concurso Polícia Federal 2018 seja realizado.

Esta informação também foi dada pelo diretor-geral, em reunião feita com Fenapref (Federação Nacional dos Policiais Federais), havendo a adição neste caso de que o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão também autorize a realização deste certame considerado.

O Decreto 8.326 de 2014 garante que a Polícia Federal possa realizar novos concursos sempre que comprovar uma defasagem em seu quadro pessoal de pelo menos 5%, sem que haja necessidade de uma autorização prévia do Ministério do Planejamento, mas este segundo órgão precisa confirmar a presença de recursos financeiros para as contratações a serem efetuadas.

Vagas para concurso Polícia Federal 2018

Ao considerar as vagas que estarão disponíveis para o novo concurso Polícia Federal 2018, de acordo com a Fenapref, o pedido inicial foi de 1.758 vagas que serão reduzidas a um montante de 600 chances para adequação às limitações orçamentárias do ano em vigor.

Deste total, a sua divisão consiste na seguinte organização em cargos:

· 50 vagas para Delegado da Polícia Federal: é preciso que os candidatos possuam nível superior em Direito completo com 03 anos de prática jurídica ou policial comprovadas no momento de sua posse.

· 100 vagas para Peritos da Polícia Federal: a exigência mínima é de nível superior em áreas específicas abrangidas pela atividade policial como Medicina, Psicologia e outras.

· 150 vagas para Agente da Polícia Federal

· 300 vagas para Escrivão da Polícia Federal

Para os cargos de agente e escrivão da Polícia Federal é exigido que os candidatos possuam nível superior completo em qualquer área de formação. Além disso, todos devem possuir carteira de habilitação tipo B.

Remuneração e regime de trabalho paraConcurso Polícia Federal 2018

Os aprovados no concurso Polícia Federal 2018 terão uma jornada de trabalho composta por 40 horas semanais com lotação inicial para postos de fronteira presentes nos seguintes estados:

· Acre e Amazonas

· Amapá e Pará

· Mato Grosso e Mato Grosso do Sul

· Rondônia e Roraima

Após as equipes nestes locais preferenciais estarem completas ocorre o preenchimento das vagas existentes nos outros estados brasileiros de acordo com as suas respectivas necessidades.

Quanto à remuneração dos cargos vinculados com este concurso público sua oferta atual é a seguinte:

· Peritos e delegados: R$23.130,48, o qual será elevado para R$24.150,74 em virtude do reajuste previsto para esta classe profissional da Polícia Federal em Janeiro de 2019.

· Agente e escrivão: R$11.983,26 ao qual é incluído um vale-alimentação de R$458,00. A partir de Janeiro de 2018, o salário destas categorias será de R$12.522,50 em decorrência do reajuste a ser concedido.

Como estudar para Concurso Polícia Federal 2018

A atual situação na qual não existe um edital quanto ao Concurso Polícia Federal 2018 exige dos interessados se basear no último certame para esta organização que aconteceu no ano de 2014 com organização pelo Cespe/UNB.

As etapas que constituíram esta seleção foram provas objetivas e discursivas, testes de aptidão física, exames médios e psicológicos, análise de títulos e, ainda, prova oral para o cargo específico de Delegado.

Neste caso, é preciso se embasar nas disciplinas cobradas com as devidas atualizações para a realidade deste momento focando em uma preparação intensa que irá garantir de maneira efetiva a aprovação pretendida.

Conclusão

Portanto, com a concordância presidencial para a realização do Concurso Polícia Federal 2018, a proximidade deste certame se torna maior, exigindo uma atenção especial de seus interessados para a sua devida preparação rumo ao cargo público pretendido.

Ana Camila Neves Morais

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 122 Média: 2.8]

Seleção deverá ofertar 1.758 vagas com salários de até R$ 30 mil.

Uma grande oportunidade acaba de ser anunciada para as pessoas que desejam participar de um concurso público em 2018. Pois, a Polícia Federal, a PF, acaba de anunciar que irá realizar um processo seletivo para o próximo ano. A expectativa inicial é que sejam oferecidas mais de 1000 vagas para diferentes cargos. A PF é um das melhores instituições para se trabalhar, devido ao bom salário, benefícios, condições de carreira e tantos outros pontos. O processo admissional ainda está em fase inicial. Com isso, nenhum documento oficial ou edital foi divulgado. Mas, algumas informações já estão sendo veiculadas. Saiba agora, todos os dados a respeito desse concurso público. Essa pode ser a sua grande chance de emprego para 2018.

O último concurso público da Polícia Federal aconteceu no ano de 2014 e em três anos, a instituição vem sofrendo a baixa de profissionais. Com isso, muito dos processos da PF acabam sendo prejudicados. A necessidade de ser realizar um novo concurso público para a Polícia Federal é antiga, as primeiras intenções surgiram há cerca de dois anos, em 2016. Entretanto, só foi a partir deste ano que o processo seletivo começou a ser desenhado. A expectativa inicial é que sejam oferecidas cerca de 1.758 vagas de emprego para diferentes funções. Segundo o que foi divulgado até o momento, as vagas devem ser distribuídas da seguinte maneira: 67 oportunidades para perito; 491 vagas para a função para delegado; 600 postos de trabalho para agente e 600 oportunidades para escrivão. As remunerações devem varia entre R$ 12.000,00 reais e podem chegar até R$ 30.000,00 reais.

A grande maioria das instituições possuem um certo padrão quando vão realizar um processo seletivo. Isso faz com que a margem de erro dentro do processo admissional se torne muito menor. A Polícia Federal, que é um órgão muito tradicional, deve também seguir o seu padrão para o concurso de 2018. Levando em consideração as provas anteriores, para essa nova avaliação a PF tem grandes chances de contar com a Cebraspe, antiga Cespe/Unb, como banca organizadora. Essa informação é de grande valia, pois os interessados precisam conferir as provas anteriores da Polícia Federal e também da própria Cebreaspe para ter uma noção de como os conteúdos são cobrados. Outro ponto importante é que a PF também costuma ter uma espécie de cartilha para seguir a respeito das fases em seu processo seletivo: avaliação de títulos, exames físicos e psicológicos, análise de currículos, avaliação médica, dentre outros.

Um outro ponto importante para qualquer concurso público são os pré – requisitos para concorrer a uma das vagas. Os candidatos precisam seguir essas exigências. Pois, caso não sigam, eles podem ser excluídos ao final do processo seletivo em caso de aprovação. Na grande maioria das vezes a Polícia Federal costuma exigir os seguintes pré – requisitos dos candidatos: ser maior de 18 anos; possui a nacionalidade brasileira; ter a formação necessária para o cargo; não ter pendências judiciais, eleitorais e militares (para os candidatos do sexo masculino); não estar ocupando um cargo público na época de nomeação dos candidatos, passar em todas as fases do processo seletivo, dentre outros.

A expectativa é que o edital seja divulgado no primeiro semestre de 2018. Com a publicação deste documento oficial todas as informações vão ser confirmadas de forma exata. Com isso, dados como: período de inscrições, etapas do processo seletivo, remuneração, benefícios, plano de carreira, locais de atuação, validade do concurso, se há possibilidade de prorrogação do vínculo empregatício, data das provas, locais das avaliações, dentre outros pontos, vão ser informados com toda a precisão. Caso você tenha se interessado a respeito do novo concurso público da Polícia Federal, acesse o seguinte endereço eletrônico: http://www.pf.gov.br/. É através do site oficial da PF que todas as informações vão ser divulgadas. Boa sorte!

Isabela Castro.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 210 Média: 3.1]

Certame tem a previsão de ofertar 1.758 vagas para cargos de Delegado, Perito, Agente e Escrivão.

A solicitação para a abertura de novas vagas para um novo concurso da Polícia Federal segue avançando no Ministério do Planejamento. De acordo com as informações divulgadas até o momento, o pedido foi para um total de 1.758 vagas. A expectativa é de que com isso, o edital de abertura do novo certame seja divulgado em breve.

A carência de profissionais na PF deverá crescer com o aumento do número de aposentadorias. Devido às alterações que foram implantadas na reforma da previdência, mais de 300 profissionais receberam o benefício em 2017.

Vale destacar que o concurso público da PF 2018 já foi autorizado. Inicialmente foram confirmados os cargos de perito e delegado. Entretanto, informações posteriores apontaram que o certame deverá disponibilizar oportunidades para agente e escrivão.

A distribuição das vagas seria feita da seguinte maneira: agente e escrivão com 600 vagas para cada uma das funções, 67 para perito e 491 para delegado.

Além disso, é importante lembrar que diferentemente de outros órgãos da esfera federal, a PF não precisa de autorização ministerial para promover um novo concurso. Isso porque o decreto n°8.326 dá autonomia à instituição para isso. O que é necessário é apenas a confirmação do MPDG de que há verba para a realização.

Delegado

Os profissionais interessados na função precisam contar com formação de nível superior (bacharelado em Direito). Experiência de no mínimo três anos também é requerida (área jurídica ou policial). Por fim, o candidato precisa ter carteira de habilitação na categoria B.

Com relação à remuneração é preciso considerar os reajustes feitos para a categoria. Conforme a classe, em 2019 o salário inicial poderá chegar a R$31.394,91.

No mais, é preciso lembrar que a progressão profissional para o cargo de delegado ocorre no decorrer dos anos. O último nível de classificação é de Classe Especial – Padrão III. O profissional pode chegar a esse nível em uma média de 20 anos de prestação de serviços.

A carga horária de trabalho para delegado da PF é de 40 horas por semana. O profissional poderá trabalhar uma jornada de 24h que será seguida por 72 de descanso.

Perito

Esse cargo também requer formação de nível superior. Entre as áreas abrangidas, temos: química, química industrial, ciências contábeis, farmácia, física, engenharia eletrônica, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia mecatrônica, engenharia elétrica, engenharia agronômica, engenharia de redes de comunicação, sistemas de informação, sistemas de computação, biomedicina, medicina, ciências econômicas etc.

Os salários para perito começam em R$22.665 e podem atingir R$31.394. A jornada de trabalho é composta por 40 horas por semana. São 24h seguidas por 72h de descanso.

Agente e escrivão

Essas funções estão entre mais concorridas. O interessado precisa ter formação de nível superior em qualquer área. Os salários também passaram por reajuste. A previsão é de que no ano que vem a remuneração inicial fique na faixa de R$12.441.

Agente administrativo

A função pede que o candidato conte com formação de nível médio. Não há um limite de idade máxima para este caso. Entretanto, vale lembrar que mesmo sendo uma função em um órgão policial o agente administrativo não tem direito ao porte de arma.

Resumo – ficha técnica

Instituição: Polícia Federal (PF)

Banca: Aguardando

Situação: Autorizado

Total de Vagas: 1.758 vagas imediatas

Remuneração: R$ 22.102,37

Taxa de Inscrição: Aguardando

Datas de Inscrição: Aguardando

Data da Prova: Aguardando

Escolaridade: Superior e Médio

Área: Policial

Para dar inicio aos estudos os candidatos poderão tomar como base o último concurso da PF que foi realizado em 2014. Para ter acesso ao edital e ao cronograma das matérias clique aqui www.vestcon.com.br/concursosarquivos/6516/edital-agente-de-policia-pf-2014.pdf.

Confira nossas atualizações diárias e fique por dentro das principais novidades do mercado de trabalho.

Por Denisson A. Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 158 Média: 3.1]

Seleções da Polícia devem abranger mais de 23 mil vagas.

Muitas pessoas desde crianças têm o sonho de um dia fazerem parte de um órgão policial e ali construir uma carreira bem sucedida. Outras acabam se decidindo quando adultos em seguir uma dessas carreiras. Mas para ingressar em uma carreira de policial é necessário realizar um concurso público, além de atender a alguns pré-requisitos.

Estamos em uma época do ano em que se tem notícia de que muitos concursos públicos para a carreira policial estão sendo programados, o que representa novas oportunidades para quem possui ensino médio e também ensino superior.

A previsão inicial é de que sejam abertas nos próximos meses algo em torno de 23.159 vagas em todos os estados brasileiros. Os salários, a depender do cargo, podem chegar até R$ 22.102,37.

Grande parte dos concursos previstos já foi autorizada pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e se encontram na fase em que as comissões responsáveis estão sendo formadas, assim como as empresas organizadoras estão sendo escolhidas. Outros certames ainda dependem de autorização do governador para serem organizados.

Veja abaixo alguns concursos para a carreira de policial que devem ser realizados nos próximos meses:

– Concurso Polícia Rodoviária Federal: A previsão é de que sejam abertas o total de 2.778 vagas para a função de policial rodoviário federal. Para se inscrever é preciso possuir formação de nível superior. A remuneração é no valor de R$ 9.491,98. O concurso ainda não foi autorizado pelo MPDG.

– Concurso Polícia Federal: O orçamento para o concurso ainda não foi liberado. O órgão pretende disponibilizar o total de 1.748 vagas, para os cargos de escrivão, agente, delegado e perito. Todos os cargos exigem ensino superior completo e as remunerações chegam a R$ 22.102,37.

– Concurso Polícia Civil/SP: Já autorizado, o concurso vai oferecer o total de 2.710 vagas, sendo 1.100 para cargos que exigem ensino médio e 1.650 para cargos que exigem nível superior. As remunerações chegam a R$ 10.142,55.

– Concurso Polícia Civil/MG: Já autorizado, o concurso vai oferecer 76 vagas para delegado de polícia. É preciso possuir formação de nível superior em direito. A remuneração é no valor de R$ 12.500. A comissão está sendo formada.

– Concurso Polícia Civil/DF: O concurso ainda não foi autorizado, mas a expectativa é de que sejam disponibilizadas o total de 2.100 vagas.

– Concurso Polícia Militar/DF: Serão disponibilizadas o total de 2.024 vagas para os cargos de soldado, soldado especialista músico e soldado especialista corneteiro. A banca organizadora está sendo contratada.

– Concurso Polícia Civil/GO: Já está autorizado e visa oferecer 650 vagas para as carreiras de delegado, agente e escrivão. Para estes cargos é preciso formação de nível superior.

– Concurso Polícia Militar/MS: A comissão organizadora já está formada. Serão disponibilizadas 500 vagas para os cargos de soldado, que exige formação e nível médio.

– Concurso Polícia Civil/RN: A banca organizadora está sendo escolhida. Serão disponibilizadas 157 vagas para os cargos de delegado de polícia, escrivão e agente, que exigem formação de nível superior.

– Concurso Polícia Civil/AM: O edital será publicado até o próximo mês. Serão disponibilizadas 2.9394 em cargos diversos.

– Concurso Polícia Militar/AM: Serão disponibilizadas o total de 5.865 vagas para cargos de soldado, que exige ensino médio completo e oficial, que exige formação de nível superior.

– Concurso Polícia Civil/PA: Serão disponibilizadas 11 vagas para os cargos de técnico em gestão pública – assistente social, técnico em gestão de informática – engenharia de sistemas e técnico em gestão pública – contador. Todos os cargos exigem formação de nível superior. A remuneração inicial é de R$ 2.727,54. A banca organizadora está sendo escolhida.

– Concurso Polícia Civil/RR: O edital será publicado nos próximos dias. Serão disponibilizadas o total de 330 vagas para a função de policial.

– Concurso Polícia Militar/TO: A banca já foi contratada. Serão disponibilizadas 1.040 vagas para os cargos de soldado e oficial, que exigem respectivamente formação de ensino médio e superior.

– Concurso Polícia Civil/PR: Previsto para 2018, o concurso irá disponibilizar o total de 776 vagas para o cargo de investigador de polícia, que exige formação de nível superior.

– Concurso Polícia Militar/ES: Já autorizado, o concurso vai oferecer 310 vagas para as carreiras de soldado e oficial, que exigem ensino médio e ensino superior, respectivamente. A remuneração chega a R$ 6.971,84.

Nesse sentido, se você possui interesse em algum destes concurso, para mais informações acesse o site oficial da Polícia a qual deseja fazer parte.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 139 Média: 3.1]

Pedido de Concurso avança no MPDG e deve ofetar 1.758 vagas.

Depois das forças armadas, a Polícia Federal ocupa um lugar de prestígio entre as instituições do Brasil. No Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão – MPDG está em tramitação o pedido de abertura do concurso da Polícia Federal. Verbas para custear o concurso e publicar editais ainda aguardam confirmação de serem liberadas. Os cargos a serem preenchidos são escrivão, delegado, agente e perito, sendo exigida graduação em curso superior para serem ocupados.

Todos os interessados em ingressar na corporação da Polícia Federal precisam estar atentos às notícias e publicações. A solicitação de verbas para financiar o concurso em questão já foi atualizada. O Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão – MPOG – já recebeu os pedidos de abertura e verbas, portanto, cabe aos candidatos buscar informações todos os dias. A corporação disponibilizará mais ou menos 1.758 vagas, no total, para o cargo de escrivão serão 600 vagas, mais 600 vagas para agente, 491 vagas para delegados e mais 67 para ocupar vaga de perito.

A publicação em editais para esse processo seletivo depende de aprovação do MPOG, o único que pode liberar o valor necessário de custo para aprovação do concurso. Mas a Polícia Federal já possui as vagas à disposição e não é necessária a autorização de determinado órgão para que estas vagas sejam ocupadas por novos servidores. Desde o mês de julho de 2016 o processo havia estacado, voltando a tramitar assim que foi encaminhado novamente para muitos outros setores do Ministério. Desde a promulgação do decreto 8.326, de 10 de outubro de 2014, a corporação da Polícia Federal fica dispensada de autorização do MPOG para promover concursos públicos em sua área, necessitando apenas da liberação de verbas por parte do ministério citado. Para a abertura de concursos na Polícia Federal basta somente a ausência de 5% do contingente de servidores em seus quadros.

A grande vantagem pode ser oferecida por este concurso da Polícia Federal é o fato da recente valorização da categoria, devido o processo de reajuste promulgado pelo Presidente Michel Temer sobre os valores das remunerações, em 15 de dezembro, conforme o que está na lei 13.371. Os cargos de Agente e Escrivão tinham salários que chegavam a R$ 9.160,20 em dezembro do ano passado, já no mês de janeiro esse mesmo salário somou o total de R$ 11.897,86, além do auxílio alimentação. Mais reajustes virão até 2018. No caso das vagas de Perito e Delegado, os vencimentos eram de R$ 17.288,85 até dezembro, em janeiro já estavam na escala de R$ 22.102,37. No caso destas duas últimas funções, mais dois reajustes serão realizados em 2018 e 2019. São 40 horas semanas de jornada de trabalho.

Existe ainda a chamada progressão de carreiras, o que proporciona aumento significativo dos salários, que já são alto, e mais segurança. Conforme as classes as remunerações serão maiores.

Há a questão de que, mesmo com o concurso abrangendo mais de mil vagas, ainda assim a carência de servidores neste setor é considerada muito grande. Conforme divulgou o Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais – FENAPEF -, senhor Luis Antônio de Araújo Boudens, em decorrência das aposentadorias compulsórias a necessidade de novas contratações é urgente, sobretudo para a função de delegado. Caso isso não acorra logo, segundo ele, a carência de servidores na corporação pode chegar a 800 vagas não preenchidas. Isso foi proferido em Fórum Nacional dos Concursos Públicos, realizado no mês de agosto, em Brasília. Para maiores informações os interessados podem consultar aqui. São carreiras promissoras e honradas.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 115 Média: 3.1]

Oportunidades serão para delegado, perito, escrivão e agente.

Com a possibilidade de salários iniciais de até R$22,1 mil, a Polícia Federal tem pedido de 1.758 vagas no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. As oportunidades abrangem os cargos de: delegado, perito, escrivão e agente. Para todos os cargos do concurso a exigência é de Nível Superior. No momento a PF está apenas aguardando a liberação no MPOG para dar seguimento com o processo.

Esta é uma excelente oportunidade para os concurseiros e para os interessados em ingressar na Polícia Federal, pois os pedidos feitos de liberação de verba da corporação para o MPOG já estão tramitando novamente. Com isto o órgão tem a intenção de preencher 1.758 vagas, destas:

  • 600 para o cargo de escrivão

  • 491 vagas para delegados

  • 600 para agente

  • 67 vagas disponibilizadas para peritos

A liberação e posterior publicação do edital está dependendo apenas do Ministério do Planejamento emitir parecer indicando que possui a verba relacionada para que os aprovados no certame venham a poder tomar posse.

O processo da PF no MPOG estava travado desde o mês de junho de 2016, voltando a tramitar apenas no mês de maio, no dia 19, quando foi distribuído para vários setores do ministério.

É importante salientar que após o decreto de número 8.326, datado de 10 de outubro de 2014, a PF não tem mais a necessidade de autorização por parte do MPOG para realização de novos concursos, porém, o que tramita é a necessidade de emissão de parecer do órgão se manifestando apenas sobre a disponibilidade de verba, atestando assim a condição financeira para que tais vagas sejam de fato preenchidas.

Requisitos

Para concorrer ao cargo de escrivão e de agente, bastará ao candidato possuir Nível Superior, não importando a área de formação.

Já para perito, deverá ser de Nível Superior, porém em áreas específicas.

Aos candidatos que optarem pelo cargo de delegado, estes deverão ser formados em Direito, comprovando ao menos 3 anos de atividade nas áreas jurídicas ou policial.

Requisito comum a todos os cargos é que possuam Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “B” no momento da posse.

Com exceção do exame oral, que costuma ser realizado em Brasília, as provas deverão acontecer em todas as capitais.

Fique atento às notícias e boa sorte!

Por Silvano Andriotti

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 34 Média: 2.9]

Certame deverá ofertar vagas para Agente, Escrivão, Delegado e Perito Criminal.

Para quem está desempregado e procura uma recolocação no mercado de trabalho ou sonha em ingressar no serviço público federal, a boa notícia é que a Polícia Federal fez uma abertura de solicitação de concurso público para preenchimento de 1200 vagas com urgência ainda para esse ano de 2017.

As vagas, que são para agente, escrivão, delegado e perito federal, são extremamente necessárias pois atualmente a Polícia Federal tem um quadro de funcionários deficiente que não dá conta da grande demanda de serviço, além de deixar os atuais funcionários sobrecarregados.

Como o pedido já foi protocolado pelo Ministério do Planejamento, os concurseiros de plantão podem aguardar a tão sonhada chance de ter uma carreira sólida, com salários atrativos, além de aposentadoria especial e estabilidade no emprego.

Para os cargos de agente e escrivão da Polícia Federal, o candidato pode ter curso superior em qualquer área de formação e os salários para esses cargos, contando com o auxílio, chega na casa dos R$ 12.000,00 mensais para 40 horas de serviço semanais e demais benefícios que só o serviço público brasileiro pode oferecer.

Já para o cargo de delegado será necessário ter concluído o curso de Direito e ter experiência anterior de no mínimo três anos em alguma atividade jurídica anterior ou de investigação policial. Para o cargo de perito a formação exigida pode variar de acordo com a área em que o perito irá atuar. O salário é o grande atrativo para esses dois cargos e podem chegar, contando com o auxílio alimentação que é de R$ 458,00, a R$ 22.000,00 mensais em início de carreira, o que faz com milhares de profissionais prestem esse concurso.

Espera-se que tenha uma oferta de 1758 vagas em todo o Brasil, que serão distribuídas da seguinte forma: 1200 vagas para agente e escrivão, sendo 600 para cada cargo e 558 para delegados e peritos federais, sendo 491 para delegados e 67 para peritos.

Segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais, a carência maior é para o cargo de agente de polícia e aponta a necessidade de, no mínimo, mais 6 mil novos cargos federais. Não perca a chance de ter uma das carreiras mais promissoras do país e fique atento ao edital, que pode sair em breve.

Rodrigo Souza de Jesus

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 4]

Certame tem previsão de oferecer 558 vagas em cargos de Nível Superior e Médio de ensino.

Para quem está se preparando para a maratona de concursos federais em 2017 e que não constam no rol dos que foram vetados, os cargos a serem oferecidos pela Polícia Federal se mostram como uma opção que não pode ser desperdiçada.

A exemplo de 2013, ano que foi realizada a última seleção, a PF deverá realizar uma nova seleção aguardada para este ano de 2017 e que deverá fazer parte de muitos concurseiros que sonham com a tão cobiçada estabilidade no emprego e um bom salário.

Para este concurso, o valor da remuneração inicial poderá ser em torno de R$ 19.000,00 para alguns de seus cargos que poderão ser ofertados. A expectativa é que segundo anos anteriores sejam abertas vagas para os seguintes cargos: Escrivão, Agente, Analista, Perito Criminal, Auditor, Delegado e Papiloscopista.

Para alguns cargos deverão ser exigidos do candidato o nível superior completo e para outro, bastará ter o nível médio concluído na época da seleção. Para delegado, o candidato deverá ter cursado Direito e pelo menos, três anos de experiência jurídica. Quem for concorrer ao cargo de perito, o candidato deverá prestar atenção se a sua formação superior é compatível com as áreas de seleção para a vaga. Para todos os cargos, é exigido também que todos possuam carteira de habilitação do tipo B.

A previsão é de que sejam abertas 558 vagas na instituição, conforme solicitação feita ao Ministério do Planejamento ainda em junho do ano passado. Além da remuneração básica inicial de cada categoria, o candidato aprovado terá direito a um auxílio alimentação no valor inicial de R$ 458,00.

Além das provas escritas, os candidatos deverão ser submetidos a testes tanto de avaliação psicológica quanto de aptidão física para algumas funções.

Segundo a instituição, ainda não há previsão de quando o edital do concurso deverá publicado. Sabe-se que sua divulgação deverá se dar a partir do momento em que o mesmo constar da publicação no Diário Oficial da União (DOU). A expectativa é que quando for divulgado, a realização da seleção deverá ser feita através da mesma instituição dos concursos anteriores, a Cespe.

Por Emmanoel Gomes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 2.4]

Seleção deverá ofertar vagas para delegado e cargos administrativos. Salários podem chegar a R$ 4 mil.

Está pensando em desistir da carreira pública devido à crise financeira? A Polícia Federal já divulgou que vai realizar um concurso no próximo ano para contratar delegados e também servidores administrativos. Para concorrer ao cargo, é necessário ter nível médio e a remuneração inicial é de R$ 4.185,77. O último concurso da Polícia Federal foi realizado em 2013 e na ocasião foram oferecidas 566 vagas para a área administrativa.

Que tal aproveitar essa chance? O concurso da PF é um dos mais aguardados para o próximo ano, devido à remuneração e da boa quantidade de vagas. A preparação deve ser feita com antecedência, para que o candidato tenha tempo para aprender a matéria, revisar os conteúdos e treinar por meio de resolução de exercício.

Para começar os estudos, comece organizando a sua rotina. Quanto tempo de estudo você dispõe diariamente? Que matérias você tem dificuldade? Em que precisa melhorar? É fundamental que saiba os seus pontos fortes e fracos, para ficar bom no conteúdo.

Além disso, separe um tempo para fazer atividade física e tenha o hábito de dormir bem. Não economize horas de sono. Monte um planejamento descrevendo os conteúdos prioritários e a forma de estudo: vídeo aula, resumo, fichas ou revisão. Ao estudar, concentre-se ao máximo para absorver o conteúdo e não perca tempo com distrações como televisão, celular ou aplicativos.

Procure sempre criar e tentar melhorar o seu hábito de estudo. Tenha prazer e curiosidade para aprender a disciplina, ou seja, não estude reclamando ou achando ruim. Agradeça pela oportunidade que você tem para mudar a sua vida e das pessoas a que ama. Lembre-se de que há muitas pessoas que queriam estar no seu lugar.

Portanto, mantenha o foco, ritmo e estude para o concurso que almeja, a fim de garantir uma boa classificação. Sucesso e boa sorte!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 52 Média: 3]

Infelizmente, os “concurseiros” de plantão terão que aguardar um pouco mais para disputarem a um dos concursos mais esperados do Brasil.

Conforme o documento publicado em data anterior, o processo seletivo está suspenso em cumprimento à decisão judicial prevista nos autos da Ação Civil Pública de número 2002.38.03.000070-8/1ª Vara Federal da Subseção Judiciária, do município de Uberlândia / Minas Gerais.

Também foi anunciado um comunicado importantíssimo referente ao concurso público da Polícia Federal, o qual está suspenso, no que diz respeito ao edital nº 55/2014. Tal informação foi feita pela própria Polícia Federal dando conta de que as respectivas  datas publicadas no edital sofrerão mudanças e relata também que novas informações relativas ao processo seletivo serão publicadas no endereço eletrônico do  Centro de Seleção e de Promoção de Eventos, CESPE – www.cespe.unb.br, provavelmente no dia 28 de novembro do ano corrente.

Também serão alteradas questões relacionadas ao teste de natação, à investigação social que é feita durante o curso de formação, além da inclusão de uma alínea que versa sobre o material que o candidato aprovado no processo seletivo deve estar portando para ingressar nas atividades de formação inicial realizadas na Academia Nacional de Polícia, em Brasília.

No certame que foi suspenso, estava previsto o preenchimento de vagas na função de Agente de Polícia Federal e somente poderiam concorrer ao cargo homens e mulheres com nível superior de escolaridade em qualquer área, desde que reconhecidos pelos órgãos oficiais da educação, e também previa as cinco principais etapas do processo seletivo: Prova Objetiva e Prova  Discursiva, Exame de Aptidão Física (testes físicos), Exame Médico, Avaliação Psicológica.

O salário inicial oferecido aos aprovados seria em torno de R$ 7.514,33 mensais, para uma jornada semanal de quarenta horas, com dedicação exclusiva e em regime integral de trabalho.

Assim que forem retomadas as inscrições, certamente, serão realizadas através do endereço eletrônico www.cespe.unb.br, através do pagamento de taxa de R$ 150,00.

Por Maicon Douglas Rodrigues Arthuso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Polícia Federal (PF) divulgou na última sexta-feira, dia 26 de setembro de 2014, no Diário Oficial da União, a abertura das inscrições para o Concurso Público (Edital nº 55/2014), com o objetivo do provimento de 600 vagas, porém 30 vagas são exclusivas para pessoas portadoras de necessidades especiais e 120 exclusivas para candidatos da raça negra.

O edital completo está disponível no site do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos, denominado Cespe, responsável pelo certame. O objetivo é o preenchimento das vagas disponíveis para a função de Agente de Polícia Federal. Os candidatos podem ser homens e mulheres que possuam no mínimo graduação em curso superior de quaisquer área, bem como possuírem Carteira Nacional de Habilitação, no mínimo na categoria B, dentre outras exigências expostas no documento de abertura.

A remuneração inicial para os aprovados será de R$ 7.514,33. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais, em regime integral e com dedicação exclusiva.

Os interessados poderão fazer as inscrições via internet, através do site da organização do certame,  www.cespe.unb.br, a partir das 10h do dia 6 de outubro de 2014 até o dia 26 de outubro de 2014, observando o horário oficial de Brasília (Distrito Federal). A taxa cobrada pela participação é de R$ 150,00.

É importante que o candidato se atente que o concurso público se desenvolverá em duas etapas distintas como segue:

– A primeira etapa do concurso público destina-se à admissão à matrícula no Curso de Formação Profissional, será executada pelo Cespe, em todas as capitais e no Distrito Federal, e abrangerá as seguintes fases:  

a) exame de habilidades e conhecimentos, aferidos por meio de aplicação de prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;

b) exame de habilidades e conhecimentos, aferidos por meio de aplicação de prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;

c) exame de aptidão física, de caráter unicamente eliminatório;

d) exame médico, de caráter unicamente eliminatório;

e) avaliação psicológica, de caráter unicamente eliminatório.

– A segunda etapa do concurso público consistirá de Curso de Formação Profissional, de caráter eliminatório, de responsabilidade da Academia Nacional de Polícia, a ser realizado no Distrito Federal, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer Unidade da Federação.

Por Charles William Cordeiro de Amorim 

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 2]




CONTINUE NAVEGANDO: