Certame ainda depende da aprovação do pedido de abertura de 7.888 vagas.

Atualmente há milhares de cidadãos brasileiros aguardando para receberem os benefícios do Governo Federal. Mas os processos continuam “em análise” e a espera está maior do que o previsto. O motivo da demora é déficit de pessoal.

Já faz um tempo que há um déficit de funcionários no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), provocando estresse em muita gente.

Existe uma solicitação que foi feita pelo INSS para o preenchimento de 7.888 vagas de trabalho. O pedido está em tramitação no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. No final do mês de novembro houve cinco movimentações no requerimento, depois de três meses sem movimentação.

Pelo fato de o INSS ser um órgão primordial para os serviços que o Estado brasileiro se dispõe a prestar para a população, a falta de funcionários cria uma situação grave entre a população mais necessitada, tornando esse concurso público urgente.

A Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social está se esforçando para agilizar a liberação do concurso.

Distribuição das Vagas

Para o cargo de Técnico serão 3.984 vagas, já para analista serão 1.692. Quem vai ser perito ocupará uma das 2.212 vagas disponíveis.

Houve um comunicado da Fenasps enfatizando que o INSS precisaria repor 16 mil vagas, havendo o risco, se nada for feito, de haver um colapso.

Os Cargos

Técnico de Seguro Social

Sendo um cargo que exige apenas a conclusão do Ensino Médio, o cargo de Técnico do Seguro Social é um dos mais concorridos, tendo em vista o salário de R$ 4.886,87 por mês, além de um auxílio-alimentação de R$ 458 todos os meses!

Analista

Para ocupar a vaga de Analista você precisa ter uma graduação superior. São aceitas várias áreas de formação, dentre elas estão formação em Serviço Social, Administração de Empresas, as engenharias, Direito, Pedagogia, entre outras. O salário do Analista é de R$ 7.496,09 todos os meses, além do valor de R$ 458 por mês de auxílio-alimentação.

Perito

Para ser perito você precisa ter concluído a graduação em Medicina e ter registro no seu Conselho Regional de Medicina. O salário inicial é de R$ 8.530,41 por mês, além do já citado auxílio-alimentação no valor de R$ 458 todos os meses.

Defasagem de Funcionários

De um total de quase 16 mil funcionários, a defasagem em todo o país é maior para a função de Técnico. Nessa situação, o atendimento do instituto fica comprometido.

A situação está calamitosa no que tange o atendimento, o governo federal diminuiu os recursos destinados ao instituto.

O último concurso do INSS, que teve seu resultado divulgado em agosto, foi um dos mais concorridos da história do Brasil. Houve quase 1,1 milhão de inscritos, sendo em sua grande maioria para Técnico do Seguro Social.

Atribuições do Técnico e Analista

A função de um Técnico do Seguro Social é exercer diversos tipos de atividades. É um cargo que deve ser ocupado por candidatos que concluíram o Ensino Médio e que tenham facilidade e saibam lidar com o público.

Para se candidatar a Técnico do Seguro Social você deve ter alguns conhecimentos específicos que possibilitarão a sua ocupação da vaga.

Dentre esse conhecimento destacam-se alguns: noções de Direito Constitucional (ter noções do que a Constituição Brasileira de 1988 assegura como direitos fundamentais); ter noções de Direito Administrativo, ter habilidade em raciocínio lógico e língua portuguesa. Essas são as noções básicas que um Técnico do Seguro Social precisa ter para exercer a função.

Sobre o INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social, ou simplesmente INSS, foi fundado há 28 anos e é a autarquia competente no Brasil por receber “contribuições” trabalhistas para a manutenção da saúde social, sendo responsável pelo pagamento da aposentadoria gerida pelo Estado, licença-maternidade, entre outros benefícios previstos na Legislação. O INSS trabalha em conjunto com a Dataprev, uma empresa de tecnologia que processa todos os dados de saúde.

Por Bruno Rafael da Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 4]

Conheça os concursos que podem abrir em 2019.

O ano de 2019 tem promessa de trazer muitos concursos públicos. Essa é uma ótima chance para quem deseja mudar sua vida profissional e também financeira. Com o país passando por um grande momento de crise, fazer um concurso público é uma solução para quem precisa de estabilidade na vida profissional. Muitas pessoas que desejam fazer concurso público, acabam percebendo que é preciso muita dedicação e estudo, pois só assim as chances de aprovação serão altas. Para quem deseja passar em algum concurso público, a dica é escolher o concurso certo. E depois se prepare incansavelmente para realizar uma boa prova. Veja os principais concursos previstos para o ano de 2019.

Concurso Secretaria de Estado da Saúde

Esse é um concurso muito esperado, pois tudo indica que ele terá mais de 3.200 vagas disponíveis. Essa é uma ótima quantidade de vagas e as chances de aprovação se tornam melhores. O pedido desse concurso já foi encaminhado para a secretaria de gestão. O salário inicial é alto e tem o valor de R$7.542. As oportunidades são para os níveis: Fundamental, médio e superior. Esse concurso pode ser aprovado logo no início de 2019 e por isso o ideal é ficar de olho na confirmação e publicação do edital.

Concurso Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto

Esse concurso já foi autorizado e maio de 2018, e só falta os principais acertos para a publicação do edital. A princípio esse concurso terá 252 vagas. Que serão distribuídas da seguinte forma: 92 para nível superior, 5 para nível fundamental e 155 para nível médio. Esse concurso tem como objetivo a convocação remanescentes. O salário pode chegar a R$14.368,50. Esse é um ótimo concurso para quem deseja ter um emprego estável e com ótimo salário.

Concurso Receita Federal do Brasil

Esse é um concurso que está sendo muito esperado. E tudo indica que em 2019 ele será aprovado. O pedido já foi enviado para o planejamento. A princípio serão 5000 vagas. As vagas são para quem tem nível superior e os cargos são de Analista e Auditor. O salário inicial vai de R$11.132,21 até R$19.669,01. Por ser um cargo de nível superior, ele terá uma quantidade muito grande de vagas.

Concurso Companhia de Engenharia de Tráfego

Esse concurso já está prestes a ser confirmado e ele será muito disputado. Tudo indica que os números de inscrições serão acima do esperado. A princípio serão 500 vagas abertas e os salários serão altos, apesar de não terem sido revelados, serão diferentes tipos de cargos para pessoas com níveis diferentes de escolaridade.

Concurso Secretaria Estadual da Fazenda

Esse concurso já está com seu pedido aguardando a liberação. Tudo indica que isso aconteça até o meio do ano de 2019. Ele será um concurso disputado e bem difícil. Para se inscrever é preciso ter o nível superior, independente do cargo escolhido. Serão 435 vagas e o número de inscritos pode ser o maior de todos os concursos passados. Quem desejar uma das vagas precisa estudar muito.

Concurso Secretaria da Justiça e Segurança Pública

Esse concurso já está em fase de preparação e tudo indica que será aprovado e publicado até metade do ano de 2019. São 228 vagas para contratação inicial e entre elas estão os cargos: A área de psicologia (11 vagas), Analista de Medidas Socioeducativas (27 vagas) e Serviço Social (16 vagas.) Os salários não foram divulgados, mais certamente serão altos e bem atrativos.

Para se manter na frente da disputa por uma vaga em algum concurso público, é preciso fazer diferente da maioria dos candidatos. Não espere o concurso ser aprovado para começar a estudar. Pegue dicas de matérias em sites de concursos, monte seu cronograma de estudo e tenha foco e disciplina. Dessa forma as chances de aprovação são bem maiores.

Escrito por Cristiane Amaral

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 54 Média: 3.1]

Presidente do Órgão confirma realização de novo concurso público.

Recentemente, por meio da presidência do Tribunal Regional Federal da 3ª região, o TRF 3, setor que abrange os Estados de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, foi declarado, mais precisamente no último dia 9, ao longo de uma apresentação junto ao ministro do Supremo Tribunal Federal, que haverá o novo projeto de reestruturação sobre a primeira instância do departamento da Justiça Federal, na qual se procederá de modo que o mesmo órgão, efetivamente, tenha necessidade de promover um novo certame público, no sentido de garantir a reposição de uma parte significativa de seu quadro de servidores.

Existe urgente carência de servidores em diversos setores e ainda não há possiblidade de novas nomeações, disse. Portanto, a meta está em que o próximo edital venha a ser publicado no decorrer do ano de 2019.

Conforme o conjunto de informações angariadas junto ao próprio setor de concursos destinados aos servidores, a próxima seleção ainda tramita em fase de análise e estruturação, para a posterior determinação das vagas a serem dispostas e as áreas de atuação nas quais serão abertos os postos, embora, até o presente momento, não exista uma data específica para conclusão do processo.

Mesmo assim, este processo de seleção está sendo aguardado desde o mês de abril, em que foi anunciado por meio da coordenação da Comissão de Acessibilidade e de Inclusão do órgão. Ao longo de uma reunião com a própria diretoria do setor de Sindicato dos Trabalhadores do órgão do Judiciário Federal do Estado de São Paulo, o Sintrajud.

Naquele evento, a autoridade responsável fez adiantar a informação que o TRF estaria encarregado de reservar um valor entre 6 e 8 milhões dentro do orçamento de 2018, destinados à realização do novo processo seletivo.

Assim, a intenção da organização é a de que todos os preparativos para o próximo processo seletivo sejam iniciados em tempo hábil, dado que a validade do último grande concurso público para os mesmos cargos, realizado no ano de 2013, terminou no dia 25 de abril. Após esse período, o mesmo órgão fez realizar outro concurso, no ano de 2015, porém, somente para algumas áreas específicas no setor de técnicos e de analistas.

Embora ainda não tenham sido apresentadas maiores informações sobre os cargos e as vagas a serem elencados no novo certame público, ou seja, nenhum dos casos esteja confirmado até agora, a tendência é a de que tais cargos se destinem para as mesmas opções do concurso realizado em 2013, destinado às carreiras de técnico e de analista judiciário, previamente reservadas aos candidatos com formação em nível médio e nível superior.

Portanto, as três principais áreas prestes a formar o rol de funções a ser abertas no próximo processo de seleção, está a função de técnico judiciário, no setor administrativo, que exige apenas ensino médio; a função de analista judiciário, na área administrativa, voltada aos concorrentes que possuam formação em nível superior em quaisquer áreas; e na função de analista judiciário no setor judiciário, voltada aos concorrentes que possuam formação na área de direito.

Os valores das remunerações iniciais, na atualidade, estão em 8.178,65 reais para os servidores técnicos e em 12.852,49 reais para os servidores analistas, acrescidos do auxílio-alimentação no valor de 884 reais por mês.

Este é um dos concursos público mais aguardados neste ano. Portanto, todos os interessados deverão manter-se atualizados.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 29 Média: 3.3]

Certame prevê ofertar 367 vagas de emprego em diversos cargos.

Nova oportunidade de cargos efetivos por meio de concurso público está próxima de ser realizada.

Trata-se do edital do concurso para provimento de cargos no Departamento de Infraestrutura de Transportes, o Edital do Concurso DNIT de 2018. O projeto está em análise. O órgão protocolou a solicitação oficial de autorização para o certame diretamente no departamento do Ministério do Planejamento, do Orçamento e de Gestão. A meta é iniciar o concurso o quanto antes.

O pedido registrado para realização do concurso em questão, abrangeu e ainda abrange um total de 367 postos, a serem distribuídos em cargos que exigem formação em nível médio e nível superior.

Os vencimentos estão entre os valores de R$ 4.829,56 e R$ 10.826,82. O departamento DNIT pretende divulgar, por meio de seus responsáveis, a abertura do certame assim que a concessão do Ministério do Planejamento for efetivada. Este quantitativo de postos está muito inferior ao concurso anterior, para o qual foram abertas em torno de 1.386 vagas.

Este mesmo processo de seleção promovido pelo DNIT está destinado ao preenchimento de vagas nos seguintes cargos: setor de Técnico Administrativo, com 18 vagas; de Técnico de Suporte em Infraestrutura de Transporte, com 119 vagas; cujo requisito é para nível médio. Para o cargo de Analista Administrativo serão 116 vagas e de Analista em Infraestrutura de Transporte também, sendo que os dois setores têm exigência de formação nível superior.

Sobre os requisitos dos cargos neste próximo Concurso para o DNIT, Departamento de Infraestrutura de Transportes, são os seguintes:

A – Cargo no setor de Analista em Infraestrutura de Transportes, especialização na área Ambiental: necessário curso superior concluído;

B – Cargo no setor de Analista em Infraestrutura de Transportes, especialização em Geoprocessamento: necessário curso superior concluído;

C – Cargo no setor de Analista em Infraestrutura de Transportes, especialização em Engenharia Civil: necessário curso superior concluído, graduação na área de Engenharia Civil. Neste caso, todo candidato terá o dever de apresentar o devido Registro no CREA, dentro da modalidade de Engenheiro Civil, com o Processo de autuação já realizado pelo próprio CREA;

D – Cargo no setor de Analista Administrativo, com especialização Contábil: necessário curso superior completo na área de Ciências Contábeis, e também o Registro em CRC, dentro da modalidade de Contador;

E – Cargo no setor de Analista Administrativo, na especialização de Tecnologia da Informação: necessário curso superior completo, com graduação na área de conhecimento de Informática;

F – Cargo no setor de Analista Administrativo, especialidade na área Administrativa: necessário curso superior concluído, no nível da graduação;

G – Cargo no setor de Suporte em Infraestrutura de Transportes, experiência em Estradas: necessário o diploma de ensino médio ou um certificado equivalente, como no caso do diploma de antigo 2º grau;

H – Cargo no setor de Técnico de Suporte na Infraestrutura de Transportes, especialidade em Laboratório: necessário diploma de ensino médio, junto do diploma de Curso Técnico na área de Laboratório;

I – Cargo no setor de Técnico de Suporte na Infraestrutura de Transportes, especialidade em Topografia: necessário diploma de ensino médio, junto ao diploma de Curso Técnico na área de Topografia;

J – Curso no setor de Técnico Administrativo, especialidade na Área Administrativa: necessário diploma de ensino médio ou certificado equivalente, tal como o antigo diploma de 2º grau.

Assim, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, ou DNIT, consiste no principal órgão executor dentro do Ministério dos Transportes. Estabelecido no ano de 2002, com a função de desempenhar tarefas relacionadas à construção, à manutenção e à operação na infraestrutura dentro dos segmentos do Sistema Federal de Viação e tudo sob a administração direta dos principais setores da União, na escala rodoviária, ferroviária e aquaviária.

Por Paulo Henrique dos Santos

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 2.8]

Concurso terá vagas para cargos que exigem o Nível Fundamental, Médio, Técnico e Superior de ensino.

O Conselho Regional de Administração do Paraná abrirá vagas bastante interessantes para quem deseja conseguir um emprego estável.

O concurso, portanto, é uma chave boa para todas as pessoas que querem não apenas um salário considerado formidável como a possibilidade de desenvolver sua carreira através do concurso.

As considerações iniciais são válidas para os diferentes níveis do CRA-PR, portanto, pessoas de qualquer nível educacional podem tentar uma vaga cativa, ou seja, desde o nível fundamental até mesmo o superior.

Inscrições e valores

Os valores do nível fundamental são cerca de R$30, médio R$55, médio ou técnico R$60 e pessoas que já possuem pelo menos um diploma o valor é de R$70.

Apesar dos valores serem diferenciados, é uma chance única para quem deseja ter um cargo que poderíamos colocar como primordial para qualquer profissional.

Provas

As provas são como qualquer outro vestibular, não basta apenas compreender o conteúdo e após realizar a prova, esquecer completamente o que estudou. É necessário: dedicação, perseverança e principalmente foco naquilo que acredita.

No concurso de 2019 serão disponibilizadas cerca de 120 questões, ou seja, dois terços do que normalmente são cobrados pelo ENEM. A prova abordará conhecimentos gerais e específicos na área em que for atuar, por isso, todo cuidado é pouco para não perder a vaga.

Diante a um cenário que é considerado difícil em que se passa a economia brasileira, profundas transformações políticas e sociais cada vez mais polarizadas, a imparcialidade poderá ser o ponto de partida para se dar bem no concurso.

Meios como leitura gradual e efetiva todos os dias podem diminuir um pouco o cansaço proporcionado que são normalmente as provas de um concurso de maneira geral. Quando chegar perto ao dia do exame, tenha consciência de tudo aquilo que estudou e dê uma pausa de dois a três dias, para chegar ‘inteiro’ na realização da prova.

Cargos

Um dos atrativos que levam normalmente o candidato a prestar o concurso é o valor oferecido e por isso, a dificuldade a cada ano só aumenta, devido à complexidade das questões e da qualidade oferecida dos candidatos dos mais variados perfis, por isso essa intensa disputa é que nem quando consegue finalmente entrar em uma faculdade: disputado do início ao fim.

Para o nível fundamental é oferecido o cargo de auxiliar de serviços gerais, com salário que pode chegar a R$1.381,91. No nível médio apenas para auxiliar administrativo o salário é de cerca de R$1.768,96. Quem possui um técnico em seu currículo poderá concorrer a vaga de assistente contábil, recebendo cerca de R$2.691,68.

Por fim, quem tem já uma certa bagagem, ou seja, quem tem já seu diploma poderá concorrer as vagas de analista de sistemas e advogado, ambos com remuneração de R$4.303,07.

O último concurso foi realizado em 2012

Apesar do último concurso ter sido realizado há 6 anos, o edital que foi informado seguiu os mesmos moldes que serão feitos para a realização do mesmo agora para 2019.

As provas que foram realizadas em 2012, tiveram questões de Língua Portuguesa, Matemática, Legislação, Noções de Informática, Raciocínio Lógico e dos já mencionados Conhecimentos gerais e específicos.

Os benefícios também fazem parte de um processo considerado ótimo, já que contém Vale Transporte, Seguro de Vida, Plano de Saúde e Plano Odontológico.

Diante dessas possibilidades, agarrar esta chance é única seja no âmbito profissional quanto pessoal, enriquecendo não apenas em seu currículo, mas também um respeito admirável que muitas pessoas começarão a fazer a partir do momento em que passar.

As credenciais para quem passa são muitas e no atual momento de globalização, o status adquirido seria uma das chaves que as pessoas avaliam a questão do caráter e da sua capacidade de exercer qualquer tarefa ou trabalho que desempenhado.

O concurso abre muitas portas, mas gera tanta inveja nas pessoas que seria interessante cuidado com sua própria imagem, desgastando menos possível com a objetividade e responsabilidade social do que passou foi um dos melhores prêmios que poderia receber em sua vida.

Por Thalles Cakan

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 25 Média: 2.8]

Seleção ainda aguarda o aval e deverá contar com mais de 1.300 vagas.

O segundo semestre de 2018 está próximo do fim, porém, um novo e importante processo seletivo está próximo de iniciar.

Trata-se do novo concurso público para o provimento de cargos, que será promovido pelo Ministério do Planejamento, do Desenvolvimento e da Gestão, o MPDG, o qual mantém em avaliação a anterior solicitação encaminhada para a realização do concurso do Ministério da Fazenda, o MF, que ocorreu no ano 2017. O pedido em questão estabelece um total de 1.301 postos de trabalho, dentro de seu quadro de pessoal.

Este processo de seleção tem certa urgência devido à grande quantidade de servidores no MF. Na atualidade, existem mais ou menos 3.148 postos vagos, dos quais 2.254 referentes às funções em nível médio e as demais 894 destinadas ao ensino superior.

A totalidade dos cargos disponíveis neste certame do Ministério da Fazenda serão distribuídas conforme segue: na função de assistente técnico administrativo, 904 vagas; de analista técnico administrativo, 257 vagas; de arquiteto,12 vagas; de arquivista, 9 vagas; de bibliotecário, 12 vagas; de contador, 53 vagas; de engenheiro, 15 vagas; de enfermeiro, 5 vagas; de pedagogo, 6 vagas; de psicólogo, 6 vagas e de técnico em comunicação social, com 22 vagas.

Todos os interessados em concorrer ao posto na função de assistente terão o dever de apresentar ensino médio completo, ao passo que nas demais funções serão aceitos concorrentes de nível superior nas mais diversas áreas de atuação. As remunerações iniciais, atualmente, estão entre 3.953,68 e 6.388,27 reais, acrescidos do vale-alimentação no valor de 458 reais.

Outras vagas que estão sendo consideradas para o quadro de pessoal do MF, constituem mais 3.040 oportunidades destinadas entre os demais órgãos atrelados. Neste caso, todas as vagas se destinam aos níveis médio e superior.

Estão reservadas para Receita Federal em torno de 630 vagas ao cargo de auditor-fiscal e mais 1.453 vagas ao cargo de analista tributário; para o cargo de auditor federal de finanças e controle, são 30 vagas e para técnico de finanças e controle são 70 vagas, por fim, para a função de procurador da Fazenda, são 240 vagas.

Com relação ao departamento de Comissão de Valores Mobiliários, estão sendo contempladas 16 oportunidades destinadas à carreira de inspetor, com 30 ao cargo de analista e mais 82 para função de agente executivo.

No setor de Superintendência de Seguros Privados, ou Susep, serão 55 vagas ao cargo de analista técnico. Com relação às demais profissões, as vagas se destinam ao quadro de Superintendência Nacional de Previdência Complementar, ou Previc: cargo de especialista em previdência social, 48 vagas; de analista administrativo, 23 vagas; de técnico administrativo, 39 vagas; de administrador, 11 vagas e atuário, 7 vagas.

Sobre onde as vagas serão lotadas, conforme o concurso realizado em 2014, seguem as informações:

Nos estados do Acre, com 18 vagas; de Alagoas, com 14 vagas; do Amazonas, com 28 vagas; do Amapá, com 6 vagas; da Bahia, com 80 vagas; do Ceará, 53 vagas; do Espírito Santo, com 14 vagas; Goiás, com 31 vagas; do Maranhão, com 30 vagas; de Minas Gerais, com 101 vagas; do Mato Grosso do Sul, com 34 vagas; do Mato Grosso, com 27 vagas, do Pará, com 55 vagas; da Paraíba, com 20 vagas; de Pernambuco, com 52 vagas; do Piauí, com 17 vagas; do Paraná, com 97 vagas; do Rio de Janeiro, com 61 vagas; do Rio Grande do Norte, com 17 vagas; de Rondônia, com 13 vagas; de Roraima, com 8 vagas; do Rio Grande do Sul, com 155 vagas; de Santa Catarina, com 74 vagas; de Sergipe, com 9 vagas e do Tocantins, com 12 vagas.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 19 Média: 2.8]

Vários Estados do Brasil estão com concursos autorizados para o DETRAN.

O DETRAN oferece muitos serviços indispensáveis, entre eles: emissão de documentos de identificação, emissão da Carteira Nacional de Habilitação, credenciamento de empresas fornecedoras de placas para automóveis e licenciamento dos despachantes de trânsito. Além disso, o Detran ainda é responsável pela fiscalização do cumprimento das leis que regem o trânsito, avalia a condição física, psicológica e mental dos motoristas, entre outras atribuições.

Com sedes em todos os estados e no Distrito Federal, o Detran possui centenas de servidores na prestação de serviços a população. Apesar disso, a falta de funcionários é a maior dificuldade que a instituição enfrenta atualmente.

A principal causa do desfalque de funcionários é a falta de novas contrações para substituir o grande número de funcionários aposentados. Por conta disso, nos últimos anos, diversos pedidos de autorização de novos certames foram protocolados ao Ministério do Planejamento, porém, não é possível atender a todos esses pedidos de uma só vez, portanto, os editais para novos concursos do Detran estão sendo publicados de forma gradativa. Confira quais localidades já tiveram certames autorizados e quais editais estão previstos.

Espírito Santo

O concurso para o Detran do Espírito Santo já foi autorizado e ofertará 94 vagas, divididas entre os cargos dos níveis médio e superior. Os candidatos concorrerão às vagas de analista de trânsito e assistente de trânsito, com rendimentos iniciais de R$ 5.179,94 e R$ 2.409,75, respectivamente. Os organizadores devem apresentar o nome da banca em breve e o edital deve ser publicado em diário oficial nos próximos dias. Em 2016 foram contratados 80 servidores através de processo simplificado, porém, o contrato teve validade até o final de 2017 e não poderá ser renovado. O último concurso público foi em 2010. Na ocasião foram oferecidas 30 vagas para os níveis médio e superior e a banca organizadora foi o Cebraspe/UnB.

Pará

A autarquia estadual pretende publicar edital para seleção de 100 servidores com nível médio. Após vencer a licitação, a Fadesp será a responsável por organizar o concurso. Já está confirmado o número de vagas, 66 vagas para Agente de Fiscalização de Trânsito e 34 oportunidades para Agente de Educação. Os interessados serão submetidos à prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Os Agentes de Fiscalização também terão de fazer TAF – Teste de aptidão Física – e o rendimento inicial é de R$ 2.153,16.

Rio Grande do Norte

A banca que irá organizar o concurso já foi escolhida e deve ser divulgada em diário nos próximos dias. O Detran do Rio Grande do Norte não realiza concurso público há oito anos, o último foi em 2010. No dia 20 de setembro, foram divulgados os nomes dos componentes da comissão interna e os concurseiros precisam aguardar a conclusão dos estudos que indicará a quantidade de vagas que serão oferecidas.

São Paulo

O edital está em fase de conclusão. O concurso oferecerá 575 oportunidades com exigência de níveis médio e superior e está em fase de seleção da banca. Atualmente, o efetivo do Detran de São Paulo é composto por funcionários comissionados, mas a justiça determinou a demissão desses funcionários, bem como a realização de novo concurso.

Além dos concursos liberados, Órgãos do Detran de diversos estados preveem novas seleções em breve. Entre eles, o Detran dos estados de Amapá, Roraima e Alagoas. Entre as localidades que finalizaram as seleções recentemente destacam-se o Amazonas, Acre, Ceará, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Maranhão Pernambuco, Piauí, Paraíba, Paraná, Rio de janeiro, Santa Catarina e Distrito Federal.

Os concursos do Detran são sempre muito concorridos. Quem quer sair em vantagem em relação aos outros participantes precisa iniciar a rotina de estudos antecipadamente.

Por Kátia da Silva

Concursos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 29 Média: 2.8]

Certame deverá contar com 500 vagas e edital deve ser publicado em breve.

A Polícia Rodoviária Federal(PRF) divulgou no dia 29 deste mês, em diário oficial, que a Banca organizadora do novo concurso PRF será o Cebraspe. Após meses de expectativas, os futuros candidatos podem ter a certeza de que já foi dada a largada e podem ficar atentos à publicação de edital para as próximas semanas. Com o término do mês de outubro, é provável que o edital esteja agendado para o mês de novembro, mas, como essa informação ainda não foi confirmada, resta aos concurseiros aguardar mais um pouco. vale ressaltar que a data limite para publicar o edital está definida para o dia 27 de janeiro de 2019.

O concurso PRF chega em momento oportuno, como medida emergencial, afinal, a instituição admitiu que a seleção de novos funcionários evitará o fechamento de 124 postos de fiscalização. Além disso, aproximadamente 118.000 Km de rodovias não poderiam mais ser monitoradas, caso não houvesse um novo certame. Apesar da oferta de 500 postos para a vaga de policial rodoviário, o número não deve ser suficiente para suprir a quantidade de aposentadorias que serão autorizadas nos próximos anos, no entanto, evitará que a PRF sofra um colapso.

A instituição lamenta que a oferta de vagas seja pouca em relação à demanda, mas representantes declararam que, caso haja liberação para contratações posteriores, elas devem ser feitas a partir do concurso de 2019, dispensando a realização de outro certame. Até o fim do ano atual, mais de dois mil servidores devem ter suas aposentarias homologadas.

O concurso caminha para fase de concretização desde que o diretor-geral da PRF, Renato Dias, recebeu do ministro de Segurança Pública a responsabilidade de gerir as etapas do concurso até conclusão. No dia 27 de Julho foi concedida autorização oficial e foi dado o prazo de até seis meses para que o edital fosse lançado. Conforme já informado, esse prazo terminará em janeiro do próximo ano.

Em acordo firmado com outros órgãos de segurança pública, a PRF começa a ser parte da força tarefa que combaterá a criminalidade em conjunto com a polícia civil, militar e Força Nacional, todos comandados por Raul Jungmann. Essa centralização é resposta ao caos que a população tem enfrentado em decorrência do aumento dos índices de criminalidade nas principais regiões do país.

A PRF cumpre a importante missão de fiscalizar as rodovias federais e tem sido essencial no combate ao roubo de carga, além de evitar que carregamentos de drogas cheguem ao interior das comunidades e, dessa forma, contribui com o enfraquecimento do crime organizado que aterroriza as regiões mais necessitadas.

Salários e requisitos

Os interessados em participar do processo seletivo para a vaga de policial rodoviário precisam ter concluído ensino superior em qualquer área de atuação. Também é necessário que os candidatos possuam CNH categoria B ou superior. O salário inicial para o cargo é de R$ 9.931,57 para jornada de quarenta horas por semana. O auxílio alimentação é de R$ 458 e já está incluso no salário, que deverá aumentar para R$ 10.357,88 no primeiro semestre de 2019, quando passará a valer o decreto assinado pelo então presidente Michel Temer, em 2016.

Último Certame

As vagas para a PRF são sempre muito concorridas e os candidatos devem estar bem preparados. No último processo seletivo, 109. 769 pessoas se inscreveram para disputar as 1.000 oportunidades para a carreira de policial rodoviário. Como os candidatos podem ser graduados de diferentes cursos, algumas pessoas podem ter dificuldades quanto às questões jurídicas, portanto, as perguntas específicas que envolvem as áreas do Direito devem ser encaradas com bastante atenção. A leitura do edital ajuda a direcionar os estudos ao que é realmente necessário.

Boa sorte.

Kátia Elaini Pereira da Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 33 Média: 2.8]

Banca Organizadora do certame deve ser divulgada em breve.

Neste segundo semestre de 2018, entre tantos concursos públicos já definitivamente oficializados e com seus editais devidamente publicados, muitos ainda passam por fase de validação.

Entre os próximos certames a serem realizados está o da Prefeitura de Curitiba, no Estado do Paraná, para o qual ainda deve ser confirmada, muito em breve, o título da banca responsável pela organização. Assim, este novo concurso público está destinado ao preenchimento de cargos na função de auditor fiscal em tributos municipais. Este mesmo processo de seleção havia sido solicitado pelo setor e foi devidamente autorizado no dia 7 de agosto passado, por meio do gabinete da prefeitura da capital do Estado.

Sobre as informações essenciais a respeito deste processo de seleção, seguem os dados:

A quantidade de vagas a serem disponibilizadas ainda aguarda a devida e definitiva confirmação, dado que a expectativa é a de que a publicação efetiva do próximo edital de abertura do período de inscrições se realize até o mês de dezembro de 2018.

Todas as pessoas interessadas em concorrer deverão possuir, necessariamente, a formação em nível superior, já que a função exige graduação e possui remuneração inicial no valor de 8.619,01 reais, que poderá subir de modo a chegar a 22.657,74 reais, junto dos complementos.

Sobre as atribuições do cargo, as informações são as seguintes:

Esta função estabelece as seguintes atividades: atuar na fiscalização dos registros contábeis oriundos de empresas, no sentido de se poder verificar uma segura adequação tributária em escala municipal; saber efetuar as necessárias vistorias que objetivam verificar as características gerais e a devida utilização dos imóveis no interior do município, cujo escopo está em subsidiar o processo administrativo e os demais processos judiciais; atuar no procedimento de estudos, em sentido socio-econômico, destinados à análise em cima das capacidades contributivas, por meio, também, da realização da pesquisa sobre o mercado imobiliário; atuar como supervisor sobre as atividades que visam a orientação dos contribuintes ao longo dos processos que se referem aos permanentes tributos municipais.

O histórico do último processo de seleção, para cargos na mesma função, registra o seguinte:

Foi um certame público, promovido pela Prefeitura de Curitiba, realizado no ano de 2011, o qual contou com uma oferta inicial de somente dez vagas. A tarefa de banca organizadora estava sob a responsabilidade da Associação Paranaense de Cultura, ou APC.

O itinerário dos exames classificatórios e eliminatórios foi estruturado por meio da realização de provas objetivas, seguidas da necessária avaliação psicológica e os exames médicos para concretizar a admissão. Cargos efetivos.

Sobre a estrutura da prova objetiva, as informações são as seguintes:

Ela consistiu em um caderno contendo um número de 40 questões, as quais versaram sobre os seguintes conteúdos programáticos:

Matéria de direito administrativo; matéria de direito civil; matéria de direito constitucional; matéria de direito tributário; matéria de contabilidade geral; matéria de legislação tributária e questões versando sobre leis e decretos. Portanto, todo o conteúdo abrange, basicamente, a área de direito. É importante que os interessados iniciem os preparativos de estudo, levando em conta as matérias acima citadas, que fizeram parte da prova.

Para sumarizar o essencial do que se dispõe até o momento sobre este certame, segue:

Trata-se de concurso público a ser realizado na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, cujos preparativos estão em andamento, sendo o próximo passo a definição da banca organizadora; o cargo aberto é o de auditor fiscal; o certame foi devidamente autorizado pela prefeitura de Curitiba; o requisito básico é a posse de nível superior e a publicação do edital está prevista para este mesmo semestre de 2018.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 16 Média: 3.1]

A banca IADES será a responsável pelo certame que deverá preencher 80 vagas em cargos de Assistente e Analista Legislativo.

As notícias são boas para quem tem interesse em prestar concurso para a ALEGO (Assembleia Legislativa de Goiás). Quem pretende concorrer a uma oportunidade no órgão pode se surpreender com lançamento do edital em breve.

O IADES (Instituto Americano de Desenvolvimento) será o órgão responsável por organizar o novo certame da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás. Essa informação foi publicada em Diário Oficial, bem como a dispensa de licitação para a organização do novo concurso. O concurso, que deverá selecionar 80 novos servidores, terá o edital lançado em breve.

Serão abertas vagas para Assistente e Analista Legislativo, além de oportunidades para o cargo de procurador de segunda classe e as taxas de inscrição custarão R$ 63 R$ 72 e R$ 103, respectivamente.

Com 21 vagas a mais do que as previstas anteriormente, o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado José Vitti do PSDB, afirmou que o acréscimo será necessário para a contratação de novos procuradores, vagas que não constavam na previsão anterior. Também houve aumento na oferta de vagas para as vagas de profissionais da Junta Médica e Policial Legislativo.

Renato Meneses Tôrres, que é diretor-geral da ALEGO, deverá nomear a comissão responsável por definir a instituição que aplicará a prova e os termos de contrato dessa instituição. Feito isso, a data do concurso poderá ser divulgada.

Muito esperado desde o ano passado, ocasião em que foi anunciado por Vitti, o novo concurso visa diminuir a quantidade de comissionados e qualificar o quadro de funcionários da Assembleia Legislativa.

Assim como diversas instituições públicas, a ALEGO sofre carência de funcionários devido o registro de aposentadorias, afastamentos e licenças médicas. Além disso, a demanda por serviços cresceu significativamente, tornando a contratação de novos profissionais um caso de urgência, justificando a dispensa de licitação.

O órgão já havia acordado junto ao Ministério Público, a abertura de seleção no ano passado. O MP investiga se houve irregularidade na contração de comissionados na ALEGO, uma vez que há mais contratados desse tipo do que funcionários efetivados na casa.

A ALEGO se comprometeu a nomear no mínimo 30% dos candidatos que forem aprovados no concurso de 2018, dentro de 60 dias após o concurso ser homologado. Os demais aprovados poderão ser convocados dentro do tempo de validade do concurso.

Concurso anterior

O último concurso da Assembleia Legislativa abriu 84 novas oportunidades, divididas entre candidatos com ensinos médio e superior. Na ocasião, o Centro de seleção da Universidade de Goiás foi o responsável por organizar o certame.

Os candidatos de nível superior tiveram que desembolsar R$110 para o pagamento da taxa de inscrição em 2015. Já os candidatos para os cargos de nível médio pagaram taxa de R$ 80,00 e as inscrições foram feitas pela internet.

Os concorrentes da última seleção foram submetidos à prova objetiva, com questões de múltipla escolha, sendo 10 questões de língua portuguesa; 5 questões sobre realidade étnica, geográfica, social, histórica, política e econômica do estado de Goiás; 5 questões de matemática; 15 questões acerca de Legislação Administrativa e outras 15 questões acerca de conhecimentos específicos, de acordo com o cargo pretendido. Para todos os cargos houve prova de redação. Também houve análise de títulos para todos os concorrentes. O último certame teve validade de dois anos.

Existem muitas informações acerca do novo concurso que ainda não foram divulgadas, mas que devem ser anunciadas ao público muito em breve. Por isso, é importante que os interessados acompanhem as notícias diariamente.

O edital do último certame ainda está disponível no site da UFG e os candidatos podem aproveitar para conferir o conteúdo das provas e os gabaritos. Dessa forma, é provável que haja mais facilidade em elaborar um bom plano de estudos.

Por Nanny Cunha

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 12 Média: 3.7]

Seleção deverá ofertar 372 vagas para Supervisor de Ensino.

Se você reside em São Paulo e se encontra na expetativa de novas informações sobre um novo concurso público da SEE/SP, acabam de chegar novas informações que devem lhe interessar. Continue lendo este texto e fique por dentro de tudo sobre este novo certame que deverá disponibilizar muitas vagas.

Pra quem está pensando em realizar um concurso público e tem aguardado novas notícias sobre um concurso da Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo, as novidades são boas. É que de acordo com as informações mais recentes, a organização do concurso está em andamento, sendo que sua organização já se encontra na fase em que a empresa organizadora está sendo definida.

A realização deste concurso já recebeu autorização e de acordo com o texto original serão disponibilizadas um total de 372 vagas, todas para a função de supervisor de ensino. Como a organização do concurso ainda se encontra em andamento, ainda não foi feita a publicação do edital de abertura que deve trazer todas as informações. A previsão inicial era de que essa publicação ocorresse no último mês de agosto, contudo, como a banca organizadora ainda não foi contratada, o edital teve que ter sua publicação adiada.

Enquanto a empresa responsável pela organização do certame não é definida, pois isso deve acontecer depois de um processo de licitação, o que demanda um pouco mais de tempo, a recomendação é de que os interessados em prestar o concurso já iniciem seus estudos preparatórios. Afinal, a estimativa é de que o número de inscritos neste certame.

Para se preparar para a realização da prova o interessado pode consultar a resolução SE 50, que teve sua publicação no dia 07 do mês de agosto, conferindo perfil, capacidades técnica e competências, assim como a bibliografia e as leis que serão cobradas no concurso.

Este concurso já é aguardado desde o dia 20 do mês de março, quando recebeu autorização por parte do ex-governador do estado, Geraldo Alckmin.

Uma comissão já foi formada para organizar este concurso, o presidente é Maria Stella Perin que é servidora da SEE, além de mais 7 membros que também são servidores do órgão.

Poderão se inscrever para concorrer a uma das vagas pessoas que possuem licenciatura plena de Pedagogia ou ainda pós-graduação em alguma área da educação. Além disso, é reciso possuir experiênia de no mínimo 8 anos em atividade de magistério, sendo que no mínimo tres anos devem ter sido na área de gestão educacional.

Um profissional que atua no cargo de Gestor de Educação possui uma remuneração no valor de R$ 4.350,59, sendo que o valor básico é R$ 3.356,59, mais uma gratificação no valor de de R$ 994. Neste montante já está incluso o reajuste de 7% que foi concedido por uma lei complementar que foi sancionada no dia 22 do mês de março.

Segundo informações de um último levantamento realizado na SEE-SP, até o dia 30 do mês de dezembro do ano de 2017, contabilizou-se uma defasagem de mais de 450 profissionais. EStes dados reforçam que haverá possibilidade de os aprovados no certame serem nomeados enquanto o concurso estiver dentro do prazo de validade.

O último concurso público realizado pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo aconteceu no ano de 2008. A empresa contratada para organizar o concurso foi o Instituto Cetro. Os candidatos tiveram que realizar provas objetivas sobre conteúdos de conhecimentos gerais e específicos do cargo. Além disso, houve análise de títulos.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso, esteja atento à publicação do edital que deve acontecer assim que a banca for definida. Por isso, já comece a se preparar para as provas.

Ana Paula

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 3.9]

Certame deverá contar com quase 2 mil oportunidades.

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão ainda segue avaliando a solicitação do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama para a realização de um novo concurso público com uma oferta de 1.888 vagas.

De acordo com as informações divulgadas até o momento, o órgão pediu autorização para a abertura de 297 vagas para a função de analista administrativo, 832 para analista ambiental e 759 para técnico administrativo.

O nível superior é requerido para os cargos de analista administrativo. Já para as funções de técnico administrativo apenas o nível médio é suficiente para a participação.

Atualmente o Ibama paga salários no valor de R$7.760,45 para os analistas e de R$3.712,72 para técnico. Lembrando que esses valores já incluem os R$458 referentes ao auxílio-alimentação.

A expectativa é de que o Ministério do Planejamento libere em breve a autorização para a realização desse certame, uma vez que o Ibama não conta com nenhuma seleção pública em vigor.

Os pedidos de abertura de novas vagas para o Ibama tem sido feitos desde o ano de 2016.

Na ocasião, o órgão enviou uma solicitação para 600 vagas. Eram 180 destinadas para a função de analista administrativo e 500 para o cargo de analista ambiental. Ambas as funções são de nível superior.

Já em 2017 um novo pedido foi feito, mas com o objetivo de abrir 1.529 vagas. Nesse último pedido, além das vagas para analistas, também foram incluídas oportunidades para cargos de nível médio na função de Técnico Administrativo.

O último concurso do Ibama foi realizado em 2013 e tinha como principal finalidade a seleção de 61 candidatos para ocupação de vagas na área administrativa. A banca responsável pela organização técnica-administrativa foi a Cespe/UnB.

Entre as disciplinas cobradas estavam Administração de Recursos Ambientais, Ética no Serviço Público, Gestão de Pessoas, Orçamento Público, Administração Orçamentária, Administração Pública, Administração Geral, Noções de Direito Administrativo, Atualidades e Língua Portuguesa.

Atribuições dos analistas e técnicos

O analista administrativo do Ibama atua com atividades logísticas e administrativas dentro do âmbito do órgão. Para isso, ele tem à sua disposição recursos e equipamentos para a realização de suas funções. A jornada de trabalho é composta de 40 horas por semana.

A previsão é de que sejam oferecidas vagas para São Paulo, Tocantins, Santa Catarina, Rondônia, Rio de Janeiro, Paraíba, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Distrito Federal.

Já o técnico administrativo desenvolve sua atuação em áreas administrativas levantando dados, realizando pesquisas, acompanhando e fiscalizando a execução de contratos, além de participar de controle de finanças e contabilidade.

Dicas de concurseiro

Antes de dar início à preparação para o concurso público é necessário que o candidato dedique um bom tempo à fase de pesquisas. Analisar os editais de concursos anteriores da área é uma excelente forma de se levantar esses dados.

O mais importante aqui é compreender e separar quais são os temas mais recorrentes e quais são aqueles que têm maior peso no resultado final.

Na fase de estudos, é muito importante que o candidato defina metas diárias para serem cumpridas. Mas é preciso ter cuidado: de nada adiantaria criar metas que não serão possíveis de ser realizadas. Fazer isso apenas torna todo o processo mais cansativo e frustrante.

Por fim, é preciso criar uma rotina para que seja possível dedicar um tempo somente aos estudos. Dessa maneira, o estudante conseguirá manter uma linha ascendente de aproveitamento dos estudos.

Outra vantagem de se criar uma rotina de estudos é que assim o cérebro consegue criar um novo hábito tornando todo o período de estudos mais prático, fácil e menos cansativo.

Por fim, temos que nos preocupar com o local e horário em que estudamos. Tudo precisa estar organizado de forma que ajude na fixação do conteúdo. O conforto e a tranquilidade são pontos fundamentais aqui!

Denisson A. Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 38 Média: 2.9]

Nome da Banca Organizadora deverá ser divulgado nos próximos dias.

Nos últimos dias, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou que restam apenas alguns procedimentos legais para que seja divulgado o nome da banca que ficará responsável pela organização do seu novo concurso público e que isso deve ocorrer nos próximos dias. Segundo algumas fontes, a escolhida da vez foi o Cebraspe, porém, ainda não se tem a confirmação oficial.

Mesmo assim, a AGU (Advocacia Geral da União) deu um parecer positivo em relação à contratação da banca. Portanto, as expectativas podem aumentar em relação à abertura do edital de inscrições, que presume ser publicado ainda no mês de outubro. No entanto, tudo fica a critério do tempo que os procedimentos finais e a assinatura do contrato com a banca irá demandar.

Sobre o novo concurso da Polícia Rodoviária Federal

Esse novo certame tem como objetivo o preenchimento de cerca de 500 vagas do cargo de policial rodoviário. O concurso teve a sua autorização publicada no dia 27 de julho, junto com um prazo determinado para a publicação do edital, que vence no dia 27 de janeiro — um total de seis meses.

No entanto, visto que o objetivo da PRF era publicar esse edital em junho, o que não foi possível por conta do impasse referente à solicitação do aumento da oferta e, por isso, a autorização do MPDG foi atrasada, os interessados certamente não precisarão aguardar até o próximo ano para ter acesso ao edital.

Segundo o diretor geral da PRF, mesmo conseguindo esse aumento de vagas para esse novo edital, as necessidades do órgão ainda não serão supridas, visto que são necessários, no mínimo, mais 3.000 novos servidores públicos. Porém, o restante pode ser convocado por meio do aproveitamento de vagas remanescentes do novo certame, mesmo que a oferta imediata seja de apenas 500 vagas.

O principal motivo dessa crise de pessoal é o fato de que cerca de 2.000 profissionais contratados estão em processo de aposentadoria até o fim do ano vigente. Além disso, esse novo concurso foi liberado pois o objetivo do novo ministério é de combater, junto dos Estados, o alto índice de criminalidade no Brasil.

Último concurso da Polícia Rodoviária Federal

O último concurso realizado pela Polícia Rodoviária Federal, para o cargo de policial rodoviário, ocorreu no ano de 2013, sendo organizado pela banca Cespe da UnB. Nesse ano, foram oferecidas 1.000 vagas e os registros marcam quase 110 mil inscritos.

O processo de seleção foi realizado em sete fases, que foram:

  • a prova objetiva;

  • a prova discursiva;

  • o teste de capacidade física;

  • a avaliação de saúde física;

  • a avaliação de saúde psicológica;

  • a investigação social

  • a análise de títulos.

Ao total, foram 120 questões na prova objetiva, sendo que 50 se tratavam de conhecimentos básicos, enquanto as outras 70 eram sobre conhecimentos específicos. Na área de conhecimento básico, os conteúdos cobrados foram relacionados às disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ética (especializada em serviço público), Noções Básicas de Direito Constitucional e Noções Básicas de Informática.

Enquanto que na parte das questões que cobravam conhecimentos específicos, os conteúdos cobrados foram sobre Noções de Direito Penal, Noções de Legislação Especial, Noções de Direitos Humanos e Cidadania, Noções de Direito Administrativo, Legislação Relativa, Noções de Direito Processual Penal, entre outras.

Haja vista, a Polícia Rodoviária Federal já entrou com a solicitação de novas vagas para suprir seu atual déficit de servidores públicos, em vista da aposentadoria de boa parte dos atuais profissionais. Portanto, basta apenas a assinatura do contrato com a banca para que o edital seja preparado e divulgado e as expectativas é que isso ocorra ainda nesse mês.

Por isso, aproveite e antecipe seus estudos para garantir sua aprovação na tão desejada vaga!

Felicia Lopes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 10 Média: 2.7]

Certame prevê a disponibilização de 990 vagas a serem distribuídas entre os concorrentes futuramente selecionados, com níveis de formação médio e superior.

Na medida em que o segundo semestre de 2018 avança, alguns concursos permanecem previstos, porém, próximos de oficialização. Processos seletivos estão sempre sendo abertos, todos os anos.

Neste caso, se trata da espera, já prolongada, de abertura do novo concurso público a ser promovido pelo Banco Central, em 2019. Todos os estudantes e profissionais que possuam certificado de Ensino Médio ou de Ensino Superior estão aptos para a participação, na concorrência aos postos relacionados. O concurso para cargos no Banco Central 2019 pretende abrir um grande número de vagas.

Portanto, o setor do Banco Central ou Bacen, como é mais popularmente conhecido, encaminhou uma solicitação ao órgão do Ministério do Planejamento, do Desenvolvimento e de Gestão, para a disponibilização de um número de 990 vagas, a serem distribuídas entre os concorrentes futuramente selecionados, com níveis de formação médio e superior.

De acordo com o que foi noticiado, neste momento, no Bacen, estão vagos cerca de 2.000 postos de trabalho em diversos setores do mesmo, aos quais urge o preenchimento de novos colaboradores. Entretanto, ainda há a questão de mais setores com mais vagas disponíveis, devido às aposentadorias compulsórias próximas de consumação.

Todas essas baixa estão equivalendo a um percentual de até 36% sobre os postos de trabalho que se tornarão totalmente disponíveis. Essa constatação de desfalque em cargos é considerada situação de absurdo para um órgão público cuja função está em prestar serviço aos cidadãos.

Entretanto, assim que o edital deste novo certame para vagas no Bacen for definitivamente publicado, a renovação será operada no setor. O tempo urge, porém, a solicitação de abertura para o processo de seleção ainda tramita em análise e a expectativa de sua realização aumenta a cada dia.

Sobre as vagas e os requisitos desse próximo concurso do Banco Central de 2019, as informações são as seguintes:

Para este próximo certame promovido pelo Banco Central de 2019, cuja previsão de abertura está entre este e o próximo ano, ainda não há mais detalhes, sendo que a solicitação de abertura foi realizada graças a um movimento de pressão desencadeado pelo presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central há alguns meses.

Dado que há uma grande defasagem de funcionários nessa instituição pública, existe bastante pressa na realização de um novo concurso capaz de fazer preencher esse vazio.

Todas as informações oficiais em relação à abertura desse processo seletivo ainda não estão divulgadas, porém, na relação abaixo foram destacadas algumas previsões razoáveis a respeito desse novo certame. Segue:

Para os concorrentes com Ensino Médio, provavelmente serão disponibilizadas em torno de 150 vagas, no cargo de Técnico, cuja remuneração inicial está em 6.463,44 reais.

Para os concorrentes com Ensino Superior, provavelmente serão disponibilizadas em torno de 800 vagas, no cargo de Analista, cuja remuneração inicial está em 16.286,90 reais; no cargo de Procurador, com 40 vagas e remuneração inicial em 17.788,33 reais.

Todos estes vencimentos estão acrescidos da porcentagem do benefício-alimentação no valor de 458 reais.

Sobre o Edital do concurso público para cargos no Banco Central, de 2019, ainda não estão publicadas maiores informações, não havendo, portanto, nenhum edital divulgado contendo atualizações e dados sobre este processo de seleção a ser promovido pelo Banco Central de 2019.

Assim, para todas as pessoas interessadas em participar desse próximo certame público, será necessária muita paciência. Os trâmites públicos tendem a ser bastante burocráticos, porém, chegam aos seus objetivos. O Bacen necessita de nova turma de servidores.

O último concurso para cargos no Banco Central ocorreu em 2013.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 18 Média: 2.6]

Ministério do Meio Ambiente enviou a solicitação de 156 vagas para completar seu quadro de funcionários ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão.

Se você está buscando por uma oportunidade de prestar um concurso púbico, o MMA acaba de divulgar que estará realizando em breve uma nova concorrência. A notícia se deu por meio de uma aba institucional no site que pertence ao Ministério do Meio Ambiente, o MMA.

Na realidade o órgão confirmou que um pedido já foi enviado para o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e de acordo com as informações contidas no documento serão disponibilizadas para a concorrência um total de 156 oportunidades, todas com cargos voltados para pessoas com formação de nível médio, assim como superior.

Assim, de acordo com as últimas informações o documento teve passagem por diversos setores do MPDG e no momento se encontra na Divisão de Concursos.

Ainda de acordo com as informações no projeto do concurso, que foi enviado ao Ministério as vagas a serem disponibilizadas são para as carreiras de Analista Administrativo (38) e Agente Ambiental (118).

Esse total de vagas não são para cargos novos e sim para cargos que se encontram vazios em razão de aposentadorias e exonerações no órgão.

Dessa forma, com o provimento dessas vagas no concurso, o quadro de servidores tende a se reestruturar, ganhando mais efetividade e força em sua atuação.

Ainda não se pode afirmar quais os locais em que os aprovados serão lotados. Informação esta que deve ser divulgada assim que o concurso tiver sua autorização confirmada.

Como todos os brasileiros já sabem, o país vem atravessando uma forte crise na economia, o que tem levado milhares de empresas a diminuírem seus potenciais de produção, fazendo com que o número de pessoas em situação de desemprego aumente de forma considerável. Dessa forma, diante deste quadro de instabilidade, muitas pessoas têm aguardado pela abertura deste concurso, uma vez que os aprovados em uma carreira federal alcançam a estabilidade que tanto necessitam, além claro do excelente salário e dos variados benefícios que os servidores do Ministério do Meio Ambiente possuem. Diante disso, já esperado que este concurso tenha um número recorde de inscrições o que fará a concorrência ser ainda maior.

Como dito anteriormente, como o concurso ainda não conseguiu autorização, algumas informações ainda não foram divulgadas. Contudo, a expectativa é de que neste certame do ano de 2018-2019, os salários sejam em torno de R$ 3.712,72 para pessoas com formação de nível médio e R$ 7.760,45 para pessoas com formação de nível superior. Vale ressaltar que nos valores informados já estão incluídos o auxílio-alimentação, que é no valor de R$ 450,00. Para as duas carreiras a serem disponibilizadas na concorrência os aprovados deverão cumprir uma jornada de trabalho semanal no total de 40 horas.

Como este concurso tende a ser muito concorrido, a recomendação é de que os interessados em realizá-lo já deem início aos estudos preparatórios, pois se autorizado pelo MPDG, em pouco tempo será organizado. Para se preparar vale o interessado consultar editais de certames passados para os mesmos cargos e consultar o conteúdo pragmático a ser cobrado nas provas.

Conheça abaixo alguns dos conteúdos geralmente cobrados em certames do MMA:

  • Língua Portuguesa;
  • Atualidades;
  • Noções de Informática;
  • Noções de Direito Constitucional;
  • Matemática;
  • Noções de Direito Administrativa;
  • Gestão Administrativa;
  • Recursos humanos.

Na preparação para o concurso vale aos interessados refazer provas passadas, pois assim pode-se obter uma noção de como os conteúdos são abordados, o que pode variar de acordo com a banca organizadora em questão.

Enfim, é grande a expectativa de que este concurso do Ministério do Meio Ambiente recebe autorização por parte do MP, uma vez que há muitas vagas abertas, o que compromete a eficiência dos trabalhos que desenvolve em todo o país.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso esteja atento a novas informações que devem ser divulgadas em seu site oficial.

Por Ana Paula

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 13 Média: 3.3]

Edital de abertura deverá ser publicado neste mês de outubro de 2018.

A PRF confirmou abertura do novo certame previsto para 2019. A Polícia Rodoviária Federal admitiu que a instituição entrou em uma situação delicada nos últimos anos. Por conta disso, um novo concurso se faz necessário. O aumento do efetivo é considerado uma das soluções para evitar o colapso.

Os concurseiros que acreditavam na liberação do novo concurso da PRF ainda em setembro terão de esperar mais um pouco. Em fase de escolha da banca organizadora, o certame ainda precisa que a Advocacia Geral da União emita o parecer que determinará os organizadores.

A expectativa é de que sejam liberadas 500 vagas para o cargo de policial rodoviário, mas a quantidade de vagas para cada estado ainda é uma incógnita.

Renato Dias, que é diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, recebeu aval do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para cuidar de todas as etapas até a finalização do concurso. Portanto, o lançamento do edital pode estar muito próximo de acontecer.

A data limite para a publicação de edital do certame é 27 de janeiro de 2019. Isso porque a autorização foi oficializada no dia 27 de julho e os organizadores têm seis meses para lançar o edital. O prazo termina, portanto, no início do próximo ano.

Nos últimos anos, muitos órgãos públicos solicitaram novas seleções. O motivo quase sempre é o mesmo : o número de aposentadorias registradas, sem que haja novas contratações, deixa um grande défice no contingente e isso faz com que a qualidade no atendimento à população diminua.

A PRF estima que até o final de 2018, dois mil servidores registrem aposentadoria. Mesmo assim, as vagas ofertadas no próximo concurso não serão suficientes para suprir tamanha carência.

Para acabar com o desfalque de pessoal, a PRF precisaria contratar três mil funcionários. Segundo Renato Dias, até o final do ano atual, a PRF sofrer desfalque de até 4.800 servidores.

Vale lembrar que após novo acordo, a PRF passa a integrar a força tarefa no combate à criminalidade juntamente com outras polícias e a Força Nacional, sob o comando de Jungmann.

A boa notícia é que caso haja permissão para contratações além das previstas, as convocações devem ser feitas a partir do certame de 2019, não havendo necessidade de realizar um novo concurso no prazo de dois anos.

Caos

Os concurseiros não precisam ter dúvidas a respeito da real possibilidade de concurso e já podem iniciar a rotina de estudos, pois, conforme já ressaltamos, a Polícia Rodoviária Federal precisa recompor o efetivo imediatamente.

Segundo Jungmann, caso o concurso não seja realizado , cerca de 400 municípios sofrerão com a falta de policiamento. Não podemos esquecer que a PRF monitora as rodovias, sendo primordial no combate ao tráfico de drogas, roubo de cargas e outras modalidades de crime.

Ao todo, 124 postos da PRF poderão ter que encerrar o funcionamento, caso não haja o novo concurso e cerca de 118.000 km de rodovias deixariam de ser monitoradas. Portanto, especialistas descartam a não-realização do certame.

Requisitos

As vagas de policial rodoviário são destinadas à candidatos que possuam nível superior em qualquer área. Além disso, é obrigatório possuir Carteira de habilitação na categoria B ou superior . O salário inicial é de R$ 9.931,57 para a jornada de quarenta horas por semana.

Última seleção

O último concurso para a PRF ocorreu no ano de 2013. Na ocasião, os candidatos foram submetidos à prova objetiva, de caráter eliminatório, contendo 120 questões de múltipla escolha, sendo 70 questões de conhecimentos específicos e 50 de conhecimentos gerais.

Os aprovados ainda tiveram que passar por avaliação da capacidade física, testes clínicos e psicológicos, prova de títulos e pesquisa social. Todas as etapas eliminatórias.

Com o número de inscritos sempre muito superior à oferta de vagas, o concurso do PRF é um dos mais concorridos. Por isso a dedicação precisa começar agora.

Boa sorte!

Kátia Elaini Pereira da Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 21 Média: 3.1]

Certame deverá disponibilizar aos candidatos cerca de 228 vagas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os procedimentos para escolha da banca que irá organizar o Concurso dos Bombeiros já está em andamento. O deputado Dermilson Chagas, que é também o líder de governo na Assembleia Legislativa no Amazonas, informou que o edital de abertura de vagas deverá ser publicado no início do ano que vem e que o certame já estaria incluso no orçamento previsto para 2019.

O novo concurso público do Corpo de Bombeiros do Amazonas deve abrir 228 novas oportunidades, sendo 30 para aluno oficial bombeiro e 198 para aluno soldado, de acordo com informações recentes.

O Corpo de Bombeiros passa por momento de baixo efetivo na corporação, causado pelo número de reservas remuneradas concedidas nos últimos anos. Por conta disso, um novo concurso já estava sendo bastante aguardado.

Durante o evento que oficializou a posse do novo comandante do Corpo de Bombeiros do Amazonas, o coronel Fernando Paiva Pires Júnior, em 13 de março de 2017, o governador do Amazonas, José Melo, confirmou que haveria a seleção do certame, além de promoção aos oficiais e praças dos bombeiros. Ainda segundo o governador, haverá aquisição de novos equipamentos que ajudarão a melhorar e agilizar o atendimento à população em casos de emergência.

Sabemos que o Corpo de Bombeiros presta serviços primordiais aos cidadãos e que os seus profissionais têm sofrido com as dificuldades e a precariedade que enfrentam.

Última seleção

Enquanto não sai o documento oficial contendo o calendário , os futuros candidatos podem acompanhar os editais de seleções anteriores.

O último certame foi em 2009 e ofertou 1.239 vagas, distribuídas entre candidatos do ensino médio e superior. Na ocasião, foram ofertadas 443 oportunidades para o cargo de soldado, sendo 43 vagas destinadas às mulheres e 400 para homens. Para concorrer às vagas de soldado era necessário ter o ensino médio. Ainda com exigência do nível médio, o corpo de bombeiros selecionou 3º sargento auxiliar de saúde – técnico de enfermagem (293 vagas), cabo auxiliar de saúde para auxiliar em consultório dentista (28 vagas), cabo auxiliar de saúde – para atuar como técnico em raio X (28 vagas) e cabo auxiliar de saúde – para exercer como técnico em gesso (12 vagas).

As oportunidades para candidatos com ensino superior , os postos foram para 2º tenente nas áreas de médico ortopedista (18 vagas), médico clínico (17 vagas), médico pediatra (67 vagas), dentista (42 vagas), farmacêutico (42 vagas), enfermeiro (107 vagas) e assistente social (42 vagas).

Concursos no Amazonas

Outros órgãos também tiveram editais previstos para o ano que vem no Amazonas. Entre os certames já confirmados estão o da polícia civil com 360 vagas, o concurso da polícia militar com 661 oportunidades, agente penitenciário com 108 ofertas e polícia científica com 64 vagas para candidatos com nível superior.

Amazonas deve ofertar duas mil vagas em concursos

Há muitos concursos públicos com previsão para o fim de 2018 e início de 2019. Diversos órgãos precisam recompor o quadro de profissionais e por esse motivo, o número de vagas oferecidas deve ser superior a 2.000 só no estado do Amazonas. No entanto, um cargo público não é mais sinônimo de estabilidade profissional, pois muitas instituições estão optando por ofertar vagas de caráter temporário.

Mesmo assim, os concursos públicos são muito concorridos e necessita muita atenção e preparo por parte dos interessados.

Os candidatos também precisam levar em consideração que algumas entidades ainda não convocaram todos os aprovados nas seleções anteriores, principalmente, por causa da crise financeira em que o país se encontra. Por isso, é sempre bom pesquisar as possibilidades de contratação antes de investir em um concurso.

Kátia Elaini Pereira da Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 25 Média: 2.9]

Prazo para inscrição se encerra no dia 26 de outubro de 2018.

Estamos quase no mês de outubro de 2018 e boas notícias estão sendo divulgadas. Entre elas está a publicação oficial do novo edital de abertura do período de inscrições do processo seletivo promovido pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco, o MP-PE, na Capital Recife, destinado ao provimento da carreira de técnico e de analista ministerial. Este certame público tem por meta o preenchimento de até 23 vagas, das quais duas estão previamente reservadas às pessoas com deficiência e mais quatro aos candidatos afrodescendentes, além da formação do cadastro reserva de pessoas.

Com relação aos candidatos com ensino médio completo, o cargo disponível será na função de técnico ministerial, em área administrativa, com 13 vagas e mais o CR, o vencimento inicial está em 3.171,52 reais.

Com relação aos concorrentes com graduação superior, os cargos disponíveis são: para o cargo de analista ministerial nem áreas jurídicas com 7 vagas e o CR; cargo de auditoria, com uma vaga e o CR; cargo de biblioteconomia, com uma vaga e mais o CR; no setor de documentação, com uma vaga, mais o CR; no setor de serviço social, para o CR; no setor de arquitetura, para o CR; no setor de medicina, para o CR; no setor de engenharia civil, para o CR; no setor de comunicação social, especialidade em jornalismo, para o CR; no setor de informática, para o CR e no setor de pedagogia, para o CR. A remuneração inicial está em 4.809,54 reais.

A banca organizadora está nas mãos da Fundação Carlos Chagas, que será a empresa responsável pela condução e execução deste certame. O cadastro de inscrições deverá ser realizado somente via internet, por meio do seguinte endereço eletrônico: www.concursosfcc.com.br. O período de inscrição inicia a partir das 10 horas do dia 1º de outubro e se estenderá até às 14 horas do dia 26 de outubro de 2018. O valor das taxas está estipulado em 75 reais para candidatos com ensino médio e 110 reais para candidatos com nível superior completo.

Sobre o itinerário dos exames as informações são as seguintes:

Todos os concorrentes serão avaliados por meio das duas provas: objetiva e discursiva, de redação. A duração oficial máxima dos testes será de quatro horas, e as mesmas provas serão ministradas na cidade de Recife, capital do Estado de Pernambuco, no dia 2 do mês de dezembro de 2018, durante o período matutino com relação ao cargo de técnico ministerial e no período vespertino com relação ao cargo de analista ministerial.

Sobre as provas, as informações são as seguintes:

A prova objetiva consistirá em um caderno com 50 questões de tipo múltipla escolha, das quais 20 versando sobre os conhecimentos básicos, com peso 1 e mais 30 versando sobre os conhecimentos específicos, com peso 3. Na prova discursiva, ou prova de redação, o concorrente terá o dever de desenvolver um texto de tipo dissertativo-argumentativo a partir de uma única proposição, a respeito de um assunto de interesse geral e atual, sendo que a resposta deverá abarcar entre 20 e 30 linhas de discurso coerente e no padrão da norma culta.

Observação importante: serão analisadas e avaliadas somente as provas discursivas dos concorrentes devidamente capacitados para a coerência do discurso, e também os candidatos mais bem classificados na prova objetiva, dentro dos limites rigorosamente estabelecidos. Todos aqueles que estão concorrendo ao posto de Analista Ministerial, em todas as suas áreas, deverão, ainda, ser submetidos à análise dos títulos.

Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3.6]

Seleção deverá ofertar cerca de 94 vagas.

O concurso do Detran ES está em espera já a algum tempo, e há indícios que o edital pode ser aprovado a qualquer momento. O Governador Paulo Hartung anunciou o concurso no dia 20 de agosto desse ano, e desde então a expectativa dos futuros candidatos vem aumentando a cada dia. Não serão muitas vagas abertas, mas a quantidade de inscritos devem superar todas as expectativas. O ideal é ficar ligado na publicação do edital, e começar a estudar o quanto antes. Agora vou falar de todas as informações sobre o Detran ES.

Estimativa de 94 vagas aberta

Tudo leva a crer que serão 94 vagas abertas para esse concurso. E que elas serão divididas em: 14 vagas para Analista de trânsito e 80 vagas para Assistente de trânsito. Esses dois cargos são de extrema importância no posto do Detran ES, e já existe uma precisão. O que indica que os aprovados não vão esperar muito para serem convocados. Também terão vagas de cadastros reservas, o que pode animar muitas pessoas a realizarem esse concurso. Pois tudo pode acontecer.

Vagas para nível médio e superior

Outro fator positivo para esse concurso é que pessoas do nível médio e superior podem realizar a inscrição. O nível da prova é mediano, isso para aqueles candidatos que realmente estudarem para a realização da prova. O que acaba desanimando muitas pessoas, é a quantidade de vagas, que pode ser considerada baixa, para um concurso do Detran.

Cargo para o nível médio e salário

O cargo do nível médio é do de Assistente de Trânsito. O salário é de R$ 2.490,75 e benefícios que não foram citados. Essa é uma ótima remuneração e chance de mudança na vida profissional. Vale lembrar que todos os candidatos que optarem por esse cargo devem ter o certificado de conclusão de Ensino médio original. Esse documento será cobrado caso o candidato seja aprovado.

Cargo para o nível superior e salário

O cargo do nível superior é o de Analista de Trânsito. O salário é de R$5.179,94 e benefícios que não foram citados. Para essa vaga as oportunidades são bem menores e isso vai aumentar ainda mais a disputa, pois com esse salário, vale muito apena tentar ser aprovado. É preciso ter muita dedicação nos estudos. Para os aprovados nesse cargo, será cobrado o certificado de conclusão de Ensino médio original.

Próximo passo será a escolha da Banca Organizadora

A decisão da banca organizadora do concurso deve acontecer logo. Essa é uma informação muito esperada por todos os interessados em fazer esse concurso. A banca escolhida tem um peso considerável para esse concurso, pois pode ser que ela tenha a fama de montar provas complexas ou não.

Falando sobre o concurso passado

O último concurso do Detran ES foi realizado em 2010. Foram poucas vagas, apenas 50. E é justamente por isso, que muitas pessoas acreditavam que esse novo concurso teria muitas vagas. Mas se avaliarmos o número passado, podemos afirmar que 94 vagas ainda é muito pouco. A prova do concurso de 2010 para o nível médio teve 120 questões, e entre as matérias tinham as seguintes: Informática, raciocínio lógico, Língua portuguesa, conhecimentos gerais, legislação de trânsito, entre outros.

Já para o nível superior foram 120 questões e as seguintes matérias: Legislação de trânsito, administração pública, língua portuguesa, raciocínio lógico, informática, entre outros.

As provas do nível médio foram objetivas, já o nível superior foi cobrado duas questões discursivas.

É claro que não podemos nos basear em todas as informações do último concurso. Mas essas informações servem para dar uma base de como ele pode funcionar.

Quem realmente quiser conquistar uma vaga do concurso do Detran ES deve estudar muito!

Escrito por Cristiane Amaral

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 3.2]

Seleção aguarda autorização para 1.888 vagas.

Está em análise no Ministério do Planejamento e Gestão (MPOG) o pedido para a realização do concurso IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que consta 1.888 vagas. Já pensou em aproveitar a oportunidade?

As vagas devem ser distribuídas da seguinte maneira: 759 para técnico administrativo, 832 para analista ambiental e 297 para o cargo de analista administrativo. A remuneração, dependendo da carreira, pode chegar a mais de R$ 6 mil.

Concurso IBAMA: carreiras

Para concorrer ao cargo de analista administrativo ou ambiental, o interessado deve ter nível superior e a remuneração inicial corresponde a R$ 7.760,45. Em relação ao cargo de técnico, é requisito ter nível médio e a remuneração inicial é de R$ 3.712,72. Nos valores citados, já está incluso o valor do auxílio alimentação, que é de R$ 458,00.

Concurso IBAMA: últimos certames

Em 2018, o IBAMA organizou concurso para o cargo de analista ambiental e a oportunidade contou com um total de 108 vagas, sendo 45 para área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 para área também de licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 21 para gestão, proteção e controle de qualidade ambiental no Distrito Federal, entre outras.

Outro concurso IBAMA ocorreu em 2013 e para 61 vagas, sendo 2 para o Acre, 3 para Amazonas, 2 para Amapá, 27 para o Distrito Federal, 1 para Bahia, 3 para o Mato Grosso, 1 para o Maranhão, 1 para Espírito Santo, 2 para Minas Gerais, 2 para Mato Grosso do Sul, 2 para Paraná, 2 para Pará, 2 para Roraima, 1 para Rio Grande do Sul, 2 para Rondônia, 1 para São Paulo, 2 para Santa Catarina, 2 para Tocantins e 2 para Sergipe. Na ocasião, participaram do certame 43.5333 candidatos.

A banca responsável por ambos os concursos IBAMA foi a Cespe/Unb.

Concurso IBAMA: como passar?

– Como o edital ainda não está divulgado, este é o melhor momento para começar a sua preparação para o concurso IBAMA. Como a concorrência está cada vez mais alta, é fundamental ter tempo para dominar as disciplinas e garantir um estudo de qualidade.

– Estude por meio de apostilas e cursos específicos para o concurso IBAMA. Cuidado com materiais desatualizados. Antes de comprar, procure conhecer e peça referência a outros estudantes.

– Faça um planejamento para organizar a sua rotina. Isso vai ajudar a manter o foco no que é realmente importante para a sua preparação, sobretudo se você precisa conciliar o trabalho e o estudo.

– Faça metas que sejam compatíveis com a sua realidade diária. Não adianta querer estudar 5 horas, se você tem 2, por exemplo. Isso pode aumentar ainda mais a sua ansiedade e nervosismo.

– Como a banca do próximo concurso IBAMA ainda não está definida, direcione os seus estudos para o Cespe/Unb, que foi a organizadora do último certame. É uma das bancas mais temidas pelos candidatos, por isso, faça exercícios de forma exaustiva, para conhecer o estilo da prova, a forma de cobrança e os assuntos mais recorrentes. Conhecer o perfil da organizadora é imprescindível para você fazer uma boa prova.

– Se durante os estudos, surgir algum concurso com conteúdos parecidos, tente. Além de treinar, você pode medir o seu desempenho nos conteúdos. Quem sabe você não passa e garante a sua aprovação?

– Durante a rotina, mantenha uma alimentação saudável e equilibrada. Cuidado com as coisas que você come, pois isso influencia na sua produtividade e rendimento.

– Faça atividades físicas, para aliviar o estresse e a ansiedade. Exercícios também ajudam na memorização e no aprendizado do conteúdo. Se a grana estiver curta, aposte em uma caminhada ou corrida.

Seguindo as dicas, você vai conseguir ter uma boa preparação para o concurso IBAMA. Compartilhe a notícia nas suas redes sociais e sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 33 Média: 3.2]

Concurso da Secretaria de Estado de Administração Prisional de Minas Gerais visa ofertar vagas para o cargo de Agente de Segurança Penitenciário.

Ainda está em andamento neste segundo semestre de 2018 um dos principais concursos prestes a serem realizados neste mesmo ano. Trata-se do processo seletivo destinado ao preenchimento do cargo de Agente Penitenciário no Estado de Minas Gerais. O órgão da Secretaria de Estado de Administração Prisional – o qual promove o Concurso de Agente Penitenciário de Minas Gerais – fez divulgar no último sábado, dia 15 de setembro, no Diário Oficial daquele Estado, a necessária dispensa da licitação para a contratação do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação, o IBFC, o qual atuará como a banca responsável pela organização desta seleção para o posto de Agente de Segurança Penitenciário em caráter Temporário. O número de vagas disponível ainda aguarda divulgação.

Os pré-requisitos que garantem a participação são os seguintes:

Todas as oportunidades disponíveis para o concurso de Agente Penitenciário de Minas Gerais serão destinadas ao cargo de Agente de Segurança Penitenciário. Esta função exige do concorrente o certificado de conclusão do ensino médio, de preferência conferido por uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, o MEC.

Portanto, a função do agente penitenciário está em garantir a ordem e a segurança dentro dos estabelecimentos prisionais, em sua administração; em realizar atos de rigorosa vigilância interna e externa nesses mesmos estabelecimentos prisionais, incluindo a vistoria sistemática de muralhas e de guaritas, assim como sobre os órgãos e os locais atrelados ou de imprescindível interesse para o Sistema Prisional; além de exercer as atividades da escolta e da custódia dos presos.

O vencimento oficial e inicial para o cargo de Agente Penitenciário, o Agepen-MG, está no valor de 4.098 reais.

A estrutura de jornada de Trabalho, neste caso, é de 40 horas por semana, em um regime chamado de dedicação exclusiva, o qual deverá ser desempenhado por meio do regime de plantão, que abrange o período noturno de atividades, aos sábados, domingos e aos feriados, em conformidade com a Resolução SEDS de Nº 1.188, sancionada no dia 26 de agosto de 2011.

O conteúdo programático para este concurso de Agente Penitenciário é o seguinte, conforme o histórico do concurso anterior:

A Prova Objetiva consistirá em um caderno com questões de múltipla escolha, composto de 50 perguntas, todas distribuídas em conformidade com o seguinte critério de avaliação:

Cada uma das questões abrangerá, precisamente, quatro alternativas contando a sequência de letras de A à D, que disporão de uma única resposta correta. O valor será de dois pontos, precisamente, em cada questão, o que totaliza uma sequencia máxima de 100 pontos na prova.

Na matéria de língua portuguesa serão em torno de 10 questões; na matéria de Raciocínio Lógico Quantitativo, serão 10 questões e sobre os Conhecimentos Gerais serão 30 questões.

Será considerado desclassificado todo candidato que não atingir o mínimo de 50% deste total de pontos atribuídos, no caso das Provas Objetivas com questões de múltipla escolha, e não alcançar um mínimo de 30% em cada disciplina abrangida.

Sumarizando as informações essenciais, sobre este processo seletivo para cargos de Agente Penitenciário de Minas Geras:

O concurso será promovido por meio da Secretaria de Estado de Administração Prisional do Estado de Minas Gerais; a banca organizadora estará por conta do IBFC; o cargo em oferta é o de Agente de Segurança Penitenciário Temporário; a escolaridade exigida é a de Nível médio; a quantidade de vagas ainda será oficializada; a remuneração inicial chega a 4 mil reais e a previsão é de que este certame tenha o seu edital oficial e definitivamente publicado ainda em 2018.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 21 Média: 2.9]

Confira aqui as principais novidades sobre o novo concurso do Banco do Brasil.

A expectativa é grande acerca de um novo concurso público do Banco do Brasil para o cargo de escriturário. Isso porque foi realizado no início do ano de 2018 um certame nos Estados de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, que buscou o preenchimento de um total de 60 oportunidades, sendo dessas 30 para a contratação imediata.

O que se espera, agora, é que o processo seja realizado também em outras localidades e Estados. Porém, ainda não há nenhuma confirmação oficial de quando será lançado e publicado o novo edital.

Sabe-se, todavia, que há uma grande carência de servidores no Banco do Brasil, principalmente nas regiões que foram contempladas no último concurso público, como é o caso de São Paulo. Um exemplo claro dessa defasagem é que no fim do primeiro semestre desse ano, bancários realizaram um protesto a favor de uma nova contratação para mais servidores.

Conforme um dado divulgado pelo Sindicato dos Bancários e dos Financiários de São Paulo, Osasco e demais da região, no último ano (12 meses), foram fechados pelo banco aproximadamente 270 agências e outros 1.983 postos de trabalho.

A realização do novo concurso já é aguardada há, no mínimo, dois anos. Esse se destina não somente ao Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo, mas também para outros Estados como: Rio Grande do Sul, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia, Alagoas, Santa Catarina, Espírito Santo, Amazonas e Minas Gerais.

Um pouco mais sobre o cargo

O cargo de escriturário é destinado para os profissionais que possuem formação em nível médio. A carreira conta com salário de R$ 4.036,56, sendo considerado nesse o salário-base de R$ 2.718,73, bem como cesta alimentação de R$ 580,83 e ajuda em refeição/alimentação de R$ 737.

Além desses, o Banco do Brasil concede uma extensa gama de outros benefícios, tais como: vale-transporte, participação em lucros ou nos resultados, auxílio-creche, previdência privada, auxílio ao filho que possua alguma deficiência e, por fim, a possibilidade de ascensão e de desenvolvimento na profissão.

Sobre as atribuições de um escriturário

Entre as atribuições de um escriturário podemos citar, em primeiro lugar, que esse é responsável pela comercialização dos produtos e dos serviços do banco, bem como pelo atendimento ao público em geral. Outras funções são: atuação no caixa sempre que necessário, prestação das informações aos usuários e aos clientes, contato com os clientes, redação das correspondências oficial em geral, controle de estatísticas, conferência dos relatórios e documentos, execução de tarefas que são inerentes ao seu cargo e compatíveis com o Banco do Brasil e, por último, manutenção e atualização dos dados nos sistemas operacionais e informatizados.

Conteúdos necessários

Para a seleção do escriturário, é feito um exame que visa identificar as capacidades do candidato, de forma que sejam selecionados aqueles que são mais qualificados para a função. Por esse motivo, é muito importante que os inscritos possuam amplos conhecimentos em conteúdos específicos e pragmáticos necessários para a função.

Entre esses conteúdos estão: língua inglesa, com um amplo conhecimento de vocabulário e gramática para que consiga interpretar os textos técnicos; língua portuguesa em geral; matemática em geral, principalmente a financeira; atualidades sobre o mercado financeiro, como assuntos voltados ao mercado bancário e dinâmica do mercado; probabilidade e estatística; informática em geral; e, por último mas não menos importante, os conhecimentos bancários, com assuntos como capitalização, crédito rural, noções sobre cartões de débito e de crédito, capitalização, hipoteca, caderneta de poupança, mercado de câmbio, fianças bancárias, entre outras.

Portanto, apesar de ainda não ser oficial, fique ligado que muito em breve um novo edital poderá ser lançado que contemple a sua região. Acompanhe tudo por aqui que te deixaremos informados sobre todos os andamentos futuros.

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 34 Média: 2.9]

Confira aqui as novidades sobre o próximo concurso dos Correios.

Muitos brasileiros se encontram na expectativa por novas notícias sobre novos concursos públicos dos Correios. Afinal, foi anunciado um novo certame no ano de 2012, porém, o processo de seleção não foi realizado e de lá para cá muito se especulou sobre novos concursos que por diversos motivos não aconteceram. Porém, passados 6 anos, há indícios que um novo concurso venha a ser realizado o mais breve possível. Veja neste artigo o que há de novo em relação a esse tão esperado concurso.

Na realidade, as novidades sobre o concurso público dos Correios se dão em torno do sindicato que a categoria possui, que tem cobrado copiosamente a realização dessa nova concorrência, em razão da atual situação com a qual as agências de todo o país vêm trabalhando. O que torna este novo concurso uma real necessidade, até mesmo para o bom funcionamento do órgão.

No entanto, a estatal chega em um momento muito crítico em que possua um elevado número de déficit de servidores, o que compromete diretamente os serviços prestados a toda socieddae, além de sobrecarregar o seu quadro de efetivos.

Os Correios possui como carência de mais de 20 mil servidores. Dado este que já foi confirmado pela estatal e pela Fentect, que é a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares.

No ano de 2017 foi divulgado pela assessoria de imprensa que em um novo certame seriam disponibilizadas para concorrência um total de 2 mil oportunidades, além de outras vagas para a formação de cadastro de reserva. Todas essas vagas seriam distribuídas por 11 Estados brasileiros, inclusive o Distrito Federal. As vagas eram para as funções de operador de triagem e de transbordo e carteiro. Sendo necessário aos candidatos formação completa de ensino médio.

Os salários anunciados seriam de R$1.280 para profissionais que atuam no cargo de operador de triagem e de transbordo, valor este que já está incluído as bonificações. Já o salário para um profissional no cargo de carteiro é no valor de R$ 1.600, além do adicional da distribuição. Além destas remunerações, os aprovados ainda recebem vale refeição/alimentação no valor que partia de R$ 971,96 até R$ 1.092,48. No total um OTT deve receber R$ 2.376,48, enquanto que um carteiro deve receber R$ 2.712,98.

Os Correios ainda oferecem outros benefícios como auxílio-creche, vale-transporte, auxílio-babá, Plano de Carreiras e Salários e Plano de Cargos.

Enfim, como se pode ver, ser um servidor efetivo dos Correrios é uma oportunidade que muitos desejam, por isso milhões de brasileiros tem aguardado pela abertura desse novo concurso. Principalmente em razão desta forte crise que atingiu a nossa economia em 2015 e que até a atualidade tem contribuído de forma direta para o aumento considerável no número de pessoas em situação de desemprego no país.

Há estados brasileiros que vêm trabalhando com um número muito baixo de servidores, o que vem a afetar diretamente a vida da população, uma vez que correspondências e documentos em geral têm chego com muito atraso às residências, pois o fluxo é muito grande e o capital humano muito baixo.

Os Correios, que como todos sabem, é uma empresa estatal, é um empresa que entre salários e benefícios está entre as melhores. Diante disso, a expectativa pela publicação e realização de um novo certame é cada vez maior.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da estatal, finalmente este concurso deve ser realizado. O edital encontra-se em andamento e assim que tudo estiver em conformidade ele deve ser publicado. Porém, ainda não se pode precisar se o edital, assim como a abertura do processo de inscrições, deve acontecer ainda este ano, embora a intenção seja essa. O importante é que os interessados devem estar atentos, sempre atulizando-se por meio do site dos Correios, pois este concurso se não acontecer deve ser realizado sem falta no início de 2019, uma vez que não há mais condições para adiamentos.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 36 Média: 3.6]

Ministério do Planejamento ainda estuda pedido de seleção.

É grande a expectativa para a abertura do concurso da Receita Federal, muitos agora estão na torcida para que o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão acelere o processo ao máximo e venha a dar logo a autorização. O pedido para um novo concurso foi enviado pela Receita Federal do Brasil, que alega precisar preencher ao menos 2.083 vagas, para garantir um quadro de pessoal eficiente, podendo atender assim as atuais necessidades da população.

E a falta de servidores na Receita Federal pode se agravar ainda mais se o concurso demorar a ser autorizado, pois enquanto o tempo vai passando, novas vagas vão surgindo devido aos postos que são desocupados e com isso o serviço vai acumulando cada vez mais. Se esse edital demorar muito para ser lançado, pode ser que o número de vagas nem atenda mais à nova realidade do órgão. E o problema ficará mesmo sério é se o concurso não for autorizado.

No ano passado foi feito um levantamento e o resultado foi realmente surpreendente, pois foram apontados mais de 20 mil postos abertos no país e com esse número crescendo sem parar. O pedido desse concurso é para 2.083 vagas, ou seja, não chega nem à metade do que realmente seria necessário. Hoje seria preciso contratar cerca de 11 mil auditores e 10 mil analistas, mesmo assim não seria o ideal, pois mesmo assim haveriam postos a serem preenchidos.

Um outro dado que causa grande preocupação é que 20% dos funcionários da RF estão prestes a se aposentarem, o que irá gerar um número ainda maior de postos abertos.

Diante de tudo isso, muitos candidatos estão intensificando os estudos, pois acreditam que o MPDG não irá negar o pedido. Quando o edital for publicado, esses candidatos querem estar bem adiantados na preparação, pois sabem que o concurso será bastante concorrido.

Solicitação para concurso

Em maio do ano passado, o Ministério do Planejamento recebeu do Ministério da Fazenda, a solicitação para que fosse liberado o edital para o preenchimento de 2.083 vagas, sendo divididas entre analista tributário e auditor-fiscal.

A divisão seria feita da seguinte forma: 1.453 vagas seriam destinadas ao cargo de analista e 630 para auditor. Para se candidatar a qualquer um destes cargos, os candidatos precisam ter curso superior já concluído, sendo aceitas diversas áreas. A remuneração para auditor seria de R$ 16.201,64 e para analista de R$ 9.714,42. Nestes valores já estaria incluso o vale-alimentação que é de R$ 458 mensais.

Concurso para área administrativa

Também é grande a expectativa para que seja aprovado o concurso que visa preencher 400 vagas em cargos administrativos, sendo eles: assistente técnico e analista, sendo que todas as vagas também seriam para a Receita Federal. Depois que o MPDG autoriza o edital, então o Ministério da Fazenda precisa verificar e distribuir as oportunidades no quadro de pessoal da Receita.

No caso das vagas para assistente, os candidatos deverão já ter concluído o ensino médio. A remuneração inicial é de R$ 4.137,97 já incluso o vale-alimentação, que é de R$ 458 mensais. Os interessados nas vagas para analista administrativo deverão ter o nível superior completo, sendo que o salário é de R$ 5.490,09 já com o vale-alimentação.

A maior parte das vagas será destinada para o estado de São Paulo, uma vez que quando foi realizada a última seleção, não foram abertas vagas para cargos administrativos nesta região do país.

Como se preparar para este concurso

Não há dúvidas de que esse é um dos concursos mais concorridos do Brasil, então o melhor a fazer é começar a se preparar desde agora. Conquistar uma das vagas na RFB não é nada fácil, pois as provas são disputadíssimas e já tem muita gente se preparando há mais tempo.

Os interessados devem pesquisar os processos seletivos realizados anteriormente, assim podem começar os estudos, enquanto o edital não é divulgado.

Por Russel

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 26 Média: 2.9]

Edital do certame deverá ser divulgado ainda neste mês de setembro de 2018.

Foi confirmado na última terça-feira, dia 28 de agosto, pelo ministro da Segurança Pública, senhor Raul Jungmann, que deverá ser publicado no mês de setembro o novo edital do concurso público da Polícia Rodoviária Federal. Já havia sido divulgada anteriormente essa previsão durante o evento de posse do novo superintendente da PRF, ocorrido dia 27 em Pernambuco.

Apesar de ainda não terem sido divulgadas informações referente à distribuição das vagas por estados, sabe-se a liberação oficial do edital está dependendo apenas da confirmação de qual a banca organizadora do certame. A expectativa é grande, podendo ocorrer essa a qualquer instante.

Mais informações sobre o certame da PRF

O concurso público da PRF busca o preenchimento de um total de 500 oportunidades destinadas para o cargo de policial rodoviário. Publicada em 27 de julho, a autorização do certame determina um prazo máximo de seis meses para que seja feita a publicação de um edital. Sendo assim, o prazo encerra em 27 de janeiro.

Todavia, o órgão não pretende aguardar este limite para que dê início ao certame, já que a intenção inicial do ministro de segurança era de que o edital fosse publicado em junho. Isso somente não foi possível devido ao impasse no aumento da oferta, fato esse que gerou um atraso na autorização do MPDG.

Déficit de pessoas

O quantitativo divulgado para o concurso público não deverá suprir todas as reais necessidades do órgão. Isso se deve pois, conforme o diretor-geral da PRF, senhor Renato Dias, a PRF precisaria de, pelo menos, 3 mil novos servidores. Esses poderão ser convocados levando em conta o aproveitamento dos remanescentes do novo concurso, independente de qual seja a oferta desse.

Um dos motivos para a imediata contratação de pessoas é que, somente nesse ano, aproximadamente 2 mil servidores irão se aposentar, conforme uma previsão do órgão. Para Dias, a carência de pessoas é, atualmente, de 2.800 policiais, sendo que esse número deve chegar, portanto, aos 4.800.

Não bastassem as atividades operacionais, a falta de pessoas deverá acarretar também o fechamento de 124 postos espalhados por todo o país, em caso da não realização do certame. Com isso, prejudica-se um total de 400 municípios, já que haverá a suspensão do policiamento em, aproximadamente, 19 mil quilômetros de rodovias.

Sobre o cargo de policial rodoviário da PRF

Para quem quiser ir estudando para o concurso, é necessário ressaltar primeiramente que o policial rodoviário precisa atender alguns pré-requisitos muito importantes. Sendo assim, em primeiro lugar, ele precisa possuir um curso em nível superior e em qualquer área de formação. Além disso, o mesmo precisa ter carteira de habilitação, partindo da categoria “B”.

A jornada total de trabalho é de 40 horas por semana. Quanto à remuneração inicial, essa é de R$ 9.931,57, já levando em conta o auxílio na alimentação, no valor de R$ 458.

Segundo a lei de número 13.371, que foi sancionada pelo atual presidente Michel Temer no ano de 2016, todos os servidores contarão ainda com mais um reajuste, sendo esse em janeiro de 2019. O salário passará, portanto, para R$ 10.357,88, incluindo o benefício.

Sobre o último concurso da PRF

O último concurso público da PRF que se tem notícias ocorreu no ano de 2013, sendo organizado pelo Cespe/UnB. No total, foram inscritos 109.769 candidatos para um total de mil vagas.

A seleção foi realizada através de provas objetivas, exame discursivo, avaliação da saúde, teste sobre a capacidade física, avaliação psicológica, análise de títulos e investigação social. Sobre a parte objetiva, essa teve 120 questões, sendo dessas 70 sobre conhecimentos específicos da área (noções de direito penal, de direito administrativo, de direito processual penal, direitos humanos e cidadania, legislação especial, legislação do DPRF e, por fim, física aplicada para a perícia em acidentes na rodovia); e outras 50 sobre conhecimentos básicos (matemática, língua portuguesa, noções sobre direito constitucional, noções de informática e ética no serviço público).

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 3.3]

Entre os concursos previstos para 2019 estão PRF, MPU, AGU, Receita Federal e INSS.

Neste segundo semestre de 2018 está sendo divulgada a notícia de que a Lei de Diretrizes Orçamentárias, destinada ao ano de 2019, está sancionada e publicada no Diário Oficial da União desde o dia 15 de agosto.

A atualização desta lei não impõe restrição à abertura de novos certames públicos. O projeto inicial enviado por meio da Câmara dos Deputados contém itens determinados pela presidência, os quais não proíbem a autorização de mais concursos públicos para o ano de 2019. A princípio o critério da lei estava voltado para a autorização de certames apenas na área da educação; da saúde; da segurança pública; da defesa; da diplomacia e na própria Agência Nacional de Águas. Em seguida, outros órgãos do executivo foram, também, incluídos na relação e poderão ter pedidos contemplados ao longo do próximo ano, em acordo com a dotação orçamentária oriunda da União.

Alguns dos concursos previstos para o ano de 2019 são:

1 – PRF. Abertura de concurso para cargos na Polícia Rodoviária Federal. Neste caso, o edital está previamente autorizado, cuja publicação está prevista para o mês de janeiro de 2019. O número de postos disponíveis, a princípio, será de 500 cadeiras destinadas ao cargo de Policial Rodoviário Federal, o qual consiste em uma função de nível superior, com remuneração inicial de 9.043,98.

2 – MPU. Abertura de concurso para cargos no Ministério Público da União. Serão em torno de 1.600 cargos à disposição. A realização deste processo seletivo se dará entre o fim de 2018 e início de 2019, assim que for aprovada a liberação das despesas necessárias para o orçamento. Serão vagas destinadas aos concorrentes com nível médio e superior, para as funções de Técnico e de Analista no MPU. As remunerações iniciais estão entre 6.862,73 e 11.259,8 reais.

3 – Minc. Abertura de concurso para cargos no Ministério da Cultura. A solicitação foi encaminhada para a realização deste processo seletivo, o qual deverá dispor de postos para concorrentes com níveis médio e superior, e as remunerações iniciais estão entre 3.877,97 e 5.493,29 reais.

4 – AGU. Abertura de concurso para cargos na Advocacia-Geral da União. O certame já está autorizado desde o mês de junho de 2018. Há um prazo de seis meses para a publicação oficial deste edital de abertura. O número de vagas ofertadas será de 100, distribuídas entre as funções de Administrador; de Analista Técnico Administrativo; de Arquivista; de Bibliotecário; de Contador; de Técnico sobre os Assuntos Educacionais e de Técnico no setor de Comunicação Social. Estes cargos demandam por escolaridade superior e possuem remuneração inicial no valor de 6.985,34.

5 – Receita Federal. Abertura de concurso para provimento de cargos no órgão da Receita Federal. A abertura deste processo de seleção já foi solicitada. Serão em torno de 400 postos de trabalho, dado que urge a necessidade de um novo certame para o órgão, e, segundo informações, novas movimentações deixam claro que a seleção terá autorização em breve. Os cargos que serão contemplados neste próximo certame, muito provavelmente, serão: na função de Analista Tributário e na função Auditor-Fiscal, a exigência é de nível superior de formação acadêmica. As remunerações iniciais estão entre os valores de 10.674,21 e 19.211,00 reais.

6 – INSS. Abertura de concurso para cargos no INSS. Ainda está no prazo de validade o último certame público deste órgão, realizado no ano de 2015, com abertura oficial de 950 postos. O órgão da Previdência Social está planejando um novo processo de seleção. Entretanto, nova solicitação foi encaminhada ao órgão do Ministério do Planejamento e consta de pedido de 7.580 vagas destinadas aos cargos de Perito; de Analista e de Técnico do Seguro Social.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.4]

Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2019 foi sancionada e não restringe a abertura de novos concursos.

No dia 15 de agosto foi sancionada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano de 2019, e, dessa vez, não foi restringida nenhuma abertura de novos concursos. No entanto, houve algumas modificações ao comparada com o projeto inicial que a Câmara dos Deputados tinha enviado. Além disso, os vetos feitos pela presidência não vêm mais a proibir a autorização da criação de novos concursos públicos para o próximo ano.

A princípio, somente os concursos para algumas áreas têm permissão para serem autorizados. Estas são a área da educação, da saúde, da defesa, da diplomacia, da segurança pública e da Agência Nacional de Águas (ANA).

Mas isso não impede que os demais órgãos do Poder Executivo venham a solicitar pedidos e terem os mesmos contemplados no decorrer do ano de 2019, de acordo com o orçamento da União. Enquanto isso, a LDO 2019 também não prevê normas para o reajuste dos servidores. Dessa forma, estima-se que serão propostos aumentos por meio de projetos de leis específicos. No momento, tem mais de um milhão de servidores federais ativos, com cerca de 10% ocupando cargos de comissão.

Em relação aos novos pedidos de concursos que estão em andamento no MP (Ministério do Planejamento), com a aprovação dessa LDO, é possível que venham a ser atendidos no decorrer dos próximos meses.

Continue acompanhando a leitura e veja alguns deles!

Concursos previstos para 2019

Como visto, a aprovação da LDO, estima-se que, pelo menos, 6 concursos que estão em andamento divulguem seus editais nos próximos meses. Dentre eles, estão os seguintes:

Concurso público da Polícia Rodoviária Federal

O concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem seu edital autorizado e com previsão de publicação para o mês de janeiro de 2019. O total de vagas abertas será de 500 para o cargo de Policial Rodoviário Federal, de nível superior, possuindo remuneração inicial no valor de R$ 9.043,98.

Concurso público do Ministério Público da União

O Ministério Público da União (MPU) tem aproximadamente 1.600 cargos em aberto e, diferente do previsto, não houve a realização de um concurso público no ano de 2018. No entanto, espera-se que o certame esteja pronto até o fim do ano vigente, para ser publicado no início do ano de 2019, quando forem aprovadas as despesas necessárias previstas no orçamento.

Esse concurso tem o objetivo de abrir diversas vagas de nível médio e nível superior para os cargos de Técnico e Analista do MPU, com remunerações entre R$ 6.862,73 e R$ 11.259,80.

Concurso público do Ministério da Cultura

O Ministério da Cultura (MINC) enviou seu pedido há alguns meses e tem como objetivo abrir vagas para cargos de níveis médio e superior, oferecendo remuneração de R$ 3.877,97 a R$ 5.493,29.

Concurso público da Advocacia Geral da União

O concurso da Advocacia Geral da União (AGU) teve autorização no mês de junho, estabelecendo um prazo de seis meses para publicar o seu edital de abertura. Esse certame tem como objetivo ofertar 100 vagas para os cargos de níveis superior e técnico, como os de Administrador, Arquivista, Bibliotecário, Analista Técnico Administrativo, Contador, Técnico em Comunicação Social e Técnico em Assuntos Educacionais. O salário inicial é a partir de R$ 6.985,34.

Concurso público da Receita Federal

A Receita Federal, há muito tempo, solicitou a abertura de um certame que ofereceria cerca de 400 novas vagas e espera-se que a aprovação ocorra em breve. Desse total de vagas, os cargos contemplados seriam de Analista Tributário e Auditor-Fiscal. Ambos de nível superior, com salários entre R$ 10.674,21 a R$ 19.211,00.

Concurso público do INSS

O último concurso realizado pelo INSS, no ano de 2015, teve seu prazo de validade esgotado. Por essa razão, a Previdência Social planeja uma seleção mais recente, de 7.580 novos profissionais para os cargos de Analista e Técnico do Seguro Social e Analista.

Por Felicia Lopes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 52 Média: 2.9]

Concurso do Ministério Público do Estado de São Paulo de 2018 terá o Edital liberado em breve e passará a contar com mais vagas para o cargo de Auxiliar de Promotoria I.

Neste segundo semestre de 2018, junto aos novos processos seletivos em andamento e aos que estão próximo da oficialização, houve atualização sobre alguns detalhes de um importante certame. Trata-se do novo edital do processo seletivo para vagas no Ministério Público do Estado de São Paulo, o Concurso Público do MP-SP de 2018. Recentemente, o mesmo certame foi atualizado no sentido de que a distribuição de cargos no setor de Auxiliar de Promotoria I, que recebeu autorização inicial de 28 vagas, passará a contar com 52 vagas no total.

Esta medida foi tomada e publicada no próprio Diário Oficial daquele Estado, em sua edição do dia 28 do mês de julho de 2018. Observação importante: além deste número de postos de trabalho disponíveis, será formado o cadastro reserva de pessoas, destinado a futuras contratações conforme a necessidade do órgão.

Deste modo, o edital atualizado contém as seguintes informações sobre as vagas:

São nove postos de trabalho para o setor de Analista Técnico Científico, também incluídos, totalizando um número preciso de 61 cadeiras a serem preenchidas no órgão. Portanto, a expectativa é a de que este edital inaugural venha a público neste mesmo mês de agosto. Conforme os dados angariados do setor de seleções deste órgão, a intenção do mesmo está em chegar a finalizar todos os trâmites o mais breve possível. Estabelecida a comissão deste certame, assim como a banca organizadora, que estará sob a responsabilidade da Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista, a instituição Júlio de Mesquita Filho, ou Fundação Vunesp, o que resta para finalizar o processo está apenas nos ajustes definitivos dos editais.

Todas as pessoas interessadas em participar deste processo de seleção, destinado ao cargo de Auxiliar, têm o dever de comprovar a posse de diploma de conclusão do nível fundamental de escolaridade. O vencimento inicial do cargo em questão está no valor de R$ 3.765,13, o qual inclui uma remuneração básica e mais um auxílio-alimentação. Sobre o cargo de Analista o mesmo exige que o concorrente possua nível superior de formação acadêmica em áreas como a de administração, de contabilidade e de economia. A remuneração inicial, neste caso, está no valor de R$ 12.875,55. Nos dois cargos em oferta a jornada integral de trabalho é de 40 horas por semana.

Sobre a avaliação objetiva registrada no anterior processo seletivo para cargos no MP-SP, as informações são as seguintes:

A banca organizadora foi a mesma Fundação Vunesp, realizado no ano de 2014, destinado ao cargo de auxiliar de promotoria e no ano de 2015, para o cargo de analista técnico científico.

Todos os concorrentes ao posto de auxiliar passaram por uma avaliação que incluiu uma prova objetiva composta de 60 questões, as quais foram distribuídas entre os seguintes conteúdos: versando sobre Língua Portuguesa, 25 perguntas; sobre conteúdos de Matemática, com 15 perguntas e sobre Conhecimentos Gerais, seis perguntas em História; seis em Geografia; seis em Atualidades; e mais duas em Legislação.

Com relação aos concorrentes aos postos de Analista Técnico-Científico, as provas consistiram em uma avaliação por meio de um caderno com 60 questões, que foram distribuídas entre os seguintes conteúdos programáticos: versando sobre a Língua Portuguesa, com 10 perguntas; sobre conteúdos de Matemática, com 10 perguntas; sobre as Atualidades, com 10 questões e sobre as Noções de Informática e Raciocínio Lógico, com cinco perguntas, todas conforme a área. Em seguida, houve uma avaliação dissertativa, ou redação, junto do desenvolvimento de um estudo de caso.

Os postos na área de Auxiliar de Promotoria I serão destinados a vagas em áreas administrativas, como também na de encanador; de eletricista; de marceneiro; de pedreiro; de pintor e de serralheiro.

No caso do setor administrativo, as lotações se darão nas seguintes regiões: na capital paulista; na Grande São Paulo; em Santos e no Vale do Ribeira. As demais serão lotadas em Campinas; em Taubaté; em Sorocaba; em Piracicaba; em Araçatuba; em Bauru; em Presidente Prudente; em Franca; em Ribeirão Preto e em São José do Rio Preto.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 2.6]

Organizadora do certame será a Certame ofertará vagas para os cargos de Delegado, Escrivão e Inspetor.

Está crescendo a expectativa de que em breve será realizado um novo concurso público para preenchimento de postos de trabalho na Polícia Civil do Ceará (PC/CE), concurso que foi anunciado no dia 22 de fevereiro por Camilo Santana, o governador do estado, durante sua entrevista no Programa Paulo Oliveira.

Na entrevista, o governador afirmou que o concurso terá como objetivo a contratação de pessoal para ocupar os cargos de delegado, escrivão e inspetor, porém, não informou a quantidade de vagas que serão oferecidas.

Camilo Santa disse que a Procuradoria Geral do Estado está avaliando a possibilidade de convocar os candidatos do último concurso. Caso isso não seja possível, o governador afirmou que convocará de imediato um novo certame, ainda este ano de 2018. Dessa forma, espera-se que o processo de seleção possa ser iniciado em meados do segundo semestre.

A primeira etapa para a seleção, já havia ocorrido no último dia 31 de janeiro de 2018, quando foi publicada, no diário oficial, a liberação de verbas complementares destinadas para a realização do novo concurso. Esse documento estipula um valor total de R$ 4,5 mi para a nova seleção.

Sobre as Vagas

Acredita-se que a oferta seja similar a do último concurso do órgão, que ocorreu no ano de 2014. Na ocasião foram ofertadas um total de 763 postos de trabalho, divididos entre os cargos de delegado, escrivão e inspetor.

Requisitos para concorrer à uma das vagas

Será exigido de todos os candidatos interessados nas carreiras citadas acima, o Ensino Superior completo e a carteira de habilitação de categoria ‘B” ou superior.

Remuneração

Os aprovados no processo de seleção de 2014 receberam remunerações iniciais entre R$ 2.946,19 e R$ 14.592,39.

Os aprovados no cargo de Inspetor e Escrivão contaram com o salário de R$ 2.946,19, já os aprovados na função de Delegado receberam um salário inicial de R$ 14.592,39.

Carga horária de trabalho

Todos os cargos tinham uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Sobre a Banca Organizadora

A banca organizadora do concurso que aconteceu no ano de 2014, foi a Fundação Vunesp.

Etapas das Provas

Ainda utilizando o concurso de 2014 como base, para os candidatos que estavam concorrendo aos cargos de Inspetor e Escrivão, o processo de seleção foi composto por duas fases. Na primeira foram aplicadas provas objetivas, já a segunda fase contou com o curso de formação profissional.

Os candidatos que estavam concorrendo às vagas para o cargo de Delegado, além das etapas de provas objetivas e curso de formação profissional, tiveram questões discursivas e análise de títulos.

Além disso, na segunda etapa, os concorrentes foram submetidos ainda a sindicância de vida pregressa, uma prova prática de digitação destinada a candidatos ao cargo de escrivão, um teste de capacidade física destinado a candidatos aos cargos de inspetor e delegado, uma avaliação psicológica, exame toxicológico e avaliação médica.

Conteúdo das Provas

Quem estava concorrendo ao cargo de escrivão, precisou realizar uma prova objetiva composta por 8 questões sobre noções de informática, 12 questões sobre noções de direto constitucional, 14 questões sobre noções de direito penal e 12 questões sobre legislação penal extravagante.

Para os candidatos ao cargo de inspetor, a prova objetiva foi composta por 10 questões sobre língua portuguesa, 8 questões sobre noções de informática, 12 questões sobre noções de direito constitucional, 12 questões sobre noções de direito administrativo, 14 questões sobre noções de direito penal, 12 questões sobre noções de direito processual penal e 12 questões sobre legislação penal extravagante.

Já aqueles que estavam concorrendo à uma das vagas, para o posto de delegado precisou realizar uma prova composta por 10 questões sobre língua portuguesa, 5 questões sobre noções de administração pública, 5 questões sobre noções de informática, 5 questões sobre direito constitucional, 6 questões sobre direito administrativo, 6 questões sobre direito penal, 14 questões sobre direito processual penal, 12 questões sobre legislação penal extravagante, 8 questões sobre medicina legal, 5 questões sobre direitos humanos, 4 questões sobre direito civil, 4 questões sobre direito processual civil, 4 questões sobre direito tributário, 4 questões sobre legislação ambiental, 4 questões sobre criminologia e 5 questões sobre legislação especial. Aprova também contou com uma peça processual e 2 questões discursivas.

Rosângela Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 3.2]

Certame ofertará 132 vagas e terá como organizadora a Funece.

Ao norte da Região Nordeste do Brasil um novo certame público está próximo de ser oficializado e anunciado na mídia. Avançaram mais todos os preparativos para a promoção do primeiro concurso realizado por meio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, a Secult-CE. O anúncio do mesmo havia sido confirmado no dia 17 do mês de abril de 2018, pela secretaria do governador daquele Estado. Este mesmo órgão realizou, há poucos dias, a contratação da banca responsável pela organização deste certame inédito, a Funece estará encarregada como banca organizadora.

De acordo com o que foi oficial e anteriormente informado pelo governo daquele Estado, este novo certame tem por meta principal o preenchimento de 132 postos de trabalho. Entretanto, ainda não foram revelados mais detalhes sobre este mesmo processo de seleção, porém, foi divulgado, junto da informação do número de vagas, que todas as oportunidades à disposição serão distribuídas em diversas carreiras existentes, sendo que a exigência de escolaridade para concorrer abrange o nível superior completo de formação acadêmica.

Entre as carreiras que este próximo concurso visa promover aos candidatos classificados, na Secult-CE de 2018, estão cargos destinados às seguintes áreas: no setor de arquitetura; no setor de administração; no setor de audiovisual; no setor de artes cênicas; no setor de biblioteconomia; no setor de contabilidade; no setor de direito; no setor de economia; no setor de engenharia; no setor de história; no setor de letras; no setor de mídias digitais; no setor de museologia; no setor de música e no de pedagogia.

Portanto, levando em conta que a publicação do edital de certa formar urge, é muito provável que o mesmo chegue ao público no próximo mês, ou ainda nesses últimos dias do mês de junho.

Conforme a declaração publicada pelo governador, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) constitui a mais antiga secretaria na história do Brasil. São mais de 50 anos de atuação, porém, nunca houve um processo seletivo destinado a esse departamento, em especial. Deste modo, foi devidamente autorizado o primeiro concurso visando ao provimento de cargos nesse órgão do setor público. Está sendo realizada uma intensa consultoria, abrangendo todos os estudos necessários.

Desta feita, serão disponibilizados 132 postos de trabalho destinados à Secretaria da Cultura. O processo de oficialização da demanda está na Seplag e a autorização tramitará na Assembleia Legislativa para que a mesma permita realização das provas. Um certame dessa proporção e nesta categoria representa um importante passo na manutenção das raízes da cultura brasileira.

A história da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará pode ser sumarizada no seguinte:

Fundada e inaugurada por meio da lei nº 8.541, no dia 9 de agosto de 1966, o departamento desmembrou-se da Secretaria de Educação por obra, na época, do então governador daquele Estado, senhor Virgílio Távora, cuja oficialização foi devidamente publicada no Diário Oficial do dia 10 do mês de agosto de 1966. A sua vigência se deu a partir do dia 1º do mês de janeiro do ano de 1967, com o início do governo do senhor Plácido Aderaldo Castelo.

Entretanto, com a aprovação da lei nº 8.577, no dia 30 do mês de setembro do ano de 1966, por meio do governo de Plácido Aderaldo Castelo, a qual também foi oficialmente publicada no Diário Oficial naquele mesmo dia, se deu a definitiva inauguração da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará. Este é um dos mais importantes concursos prestes a ser realizado no Brasil, em 2018. É muito importante conferir e manter-se atualizado sobre.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Concurso abrirá vagas para o cargo de Agente Penitenciário.

Recentemente, foi divulgada por meio da sua assessoria de imprensa, a previsão para a publicação do edital do novo concurso público da Superintendência Executiva de Administração Penitenciária de Goiás (Seap / GO), destinado ao cargo de Agente Penitenciário. O edital está previsto para ser publicado no mês de setembro.

Saiba mais sobre o certame acompanhando esse post!

Concurso Seap/GO 2018: informações sobre o concurso

Até o momento, sabe-se que esta é a reta final para o processo de contratação da banca que será responsável por organizar o certame. Dessa forma, pode-se esperar em breve o anúncio do nome da banca escolhida.

O anúncio para esse novo processo seletivo ocorreu no dia 9 de fevereiro, durante a visita da presidente do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) e do STF (Supremo Tribunal Federal), Cármen Lúcia, ao governador do estado de Goiás, Marconi Perillo, para discutir as medidas que devem ser tomadas em relação à crise do sistema carcerário.

De início, o governador anunciou a abertura de um concurso para mil novos agentes penitenciários, porém, segundo as novas informações da assessoria, o número de vagas abertas deve cair para a metade, contando com, no máximo, 500 oportunidades.

Conforme o anunciado, para concorrer ao cargo é preciso possuir formação de nível superior em qualquer área de atuação e o salário inicial é no valor de R$ 1.500,00.

Comissão do concurso Seap/GO 2018

A comissão do concurso já está totalmente formada, sendo presidida por Liliane Morais Batista de Sá, superintendente da escola de governo. Tendo como vice-presidente o Joseleno Borges Sales, agente de segurança prisional. Como coordenador técnico, João Francisco Alves, o gerente de recrutamento, seleção e relações externas do governo. Junto dos agentes de segurança Lorena Franco Pratti e Ronnie Peterson Alves, representando a Polícia Militar. E, por fim, Cezar Tadeu Sousa Veiga, Weruska de Godoy Costa Silva, Degmar Mendes Rocha de Souza e Daniel Soares Porto, representando a Secretaria de Planejamento.

Agente Penitenciário: atribuições do cargo

Dentre as responsabilidades do Agente Penitenciário, pode-se listar as seguintes:

· orientar e receber os presos, segundo às normas disciplinares;

· revistar os detentos nas instalações;

· prestar assistência aos presos e internados, de forma que, se necessário, possa encaminhá-los para atendimento em outros setores;

· acompanhar a movimentação dos presos e internos no interior das instalações;

· garantir o cumprimento das condições de segurança estrutural e comportamental;

· comunicar às autoridades, de imediato, qualquer alteração ou suspeita de irregularidade;

· divulgar os direitos e deveres conforme as normativas legais; dentre várias outras.

Concurso Seap/GO: último concurso

O último concurso público realizado para o cargo de Agente Penitenciário pelo Seap/GO ocorreu no ano de 2014, oferecendo 305 vagas. O processo seletivo teve cinco etapas, sendo:

1. provas objetivas: de caráter eliminatório e classificatório;

2. provas discursivas: de caráter eliminatório e classificatório;

3. avaliação médica: de caráter eliminatório;

4. testes de aptidão física: de caráter eliminatório;

5. avaliação psicológica: de caráter eliminatório.

Além disso, também houve um curso de formação, também de caráter eliminatório e classificatório. No total, 800 servidores foram nomeados durante o prazo de vigência deste certame.

Nas provas, foram cobrados conhecimentos das disciplinas de:

· Constituição do Estado de Goiás;

· Ética no serviço público;

· Língua Portuguesa;

· Noções de Direito Administrativo;

· Noções de Direito Constitucional;

· Noções de Direitos Humanos;

· Noções de Direito Penal;

· Noções de Direito Processual Penal;

· Raciocínio Lógico; e

· Realidade étnica, social, histórica, geográfica, cultural, política e econômica do estado de Goiás e do Brasil.

Concurso Seap/GO: últimas considerações

Como visto, a contratação da banca organizadora deve ocorrer em breve, e, logo em seguida, a publicação do edital do concurso do ano de 2018, oferecendo 500 vagas de nível superior para Agente Penitenciário.

Por Felicia Lopes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 3 Média: 3.7]

Processo Seletivo deverá ficar para o segundo semestre de 2018.

Quem está procurando um novo emprego sabe que está muito difícil conseguir uma oportunidade no mercado de trabalho. Afinal, este se mostra cada dia mais exigente e as vagas que existem são muito concorridas, o que deixa tudo mais difícil. O motivo deste quadro se deve ao fato de que o país atravessa uma forte crise econômica e também política que atingiu todos os setores. Muitas empresas de todos os portes tiveram que encerrar suas atividades, enquanto que outras para conseguirem se manter no mercado tiveram que realizar cortes em seus quadros de servidores. Daí, ocorreu um aumento no número de desempregados no país, buscando por novas formas de driblar esta crise.

E por falar em escapar da crise, muitas pessoas passaram a ver os processos seletivos e concursos em geral, como novas formas de se conseguir uma nova colocação. Dessa forma, o número de pessoas inscritas em concursos públicos aumentou muito desde o ano passado.

Desse modo, quem reside no estado do Mato Grosso e aguarda pela publicação do novo edital de abertura do concurso público da Polícia Civil deve esperar um pouco mais. É que a publicação do edital do certame foi adiada para o segundo semestre deste ano de 2018.

Inicialmente, de acordo com o que foi anunciado por Gustavo Gracia, que é o Secretário de Segurança Pública, o documento já estaria pronto para publicação no mês de março deste ano, porém isso não aconteceu.

O motivo do adiamento se deve ao fato de que o governador do estado, Pedro Taques, ainda não deu a autorização de modo formal, ou seja, não foi publicado no Diário Oficial o documento que autoriza a realização do concurso, documento este que deve conter todas as informações sobre o mesmo. Além disso, somente após essa autorização formal ser concedida é que se poderá contratar uma empresa para organizar e executar todo o processo do concurso.

Mas, ainda existe uma grande expectativa de que isso seja resolvido o mais pronto possível e assim o edital possa ser publicado com todas as informações sobre o certame.

Embora nada ainda tenha sido confirmado, a expectativa inicial é de que o novo concurso público da Polícia Civil do estado de Mato Grosso venha disponibilizar para a concorrência o total de 1.200 vagas, sendo que deste total 600 são para o posto de escrivão e outras 600 são para o posto de investigador de polícia.

Aos interessados em realizar o concurso vale saber que para concorrer a uma vaga, independente do cargo pretendido, o candidato precisará possuir formação em curso superior em qualquer área do conhecimento.
Um profissional que atua em qualquer uma dessas funções recebe inicialmente uma remuneração no valor de R$ 5.310,83, para o cumprimento de uma carga horária de trabalho no total de 40 horas por semana.

O concurso foi realizado em duas etapas, sendo que na primeira os candidatos tiveram que realizar uma prova objetiva, mais uma prova de digitação ( para o cargo de escrivão), exames de saúde, exames de aptidão física, teste psiscológico, além de pasarem por investigação social.

Assim, os aprovados nesta primeira etapa tiveram que na segunda realizar um curso de formação profissional na área de atuação.

O fato de a publicação do concurso ter sido adiada para o segundo semestre deste ano não significa que o concurso não será realizado. O governador do estado já havia confirmado a realização deste concurso, mas por motivos não revelados ainda não foi possível conceder a autorização oficial para que os preparativos tenham início e assim o edital possa vir a ser publicado. Mas, ao que tudo está indicando no próximo semestre tudo estará resolvido e o edital de abertura publicado.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar o Concurso Público da Polícia Civial do estado do Mato Grosso, fique atento à novas informações.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 1.8]

Saiba aqui mais informações sobre o concurso público da Polícia Civil 2018.

O pedido de autorização para ser realizado o concurso da Polícia Civil no Distrito Federal está em análise. Espera-se que seja autorizado muito em breve. O processo de aprovação está sendo aguardada desde abril do ano passado, quando a diretoria do órgão anunciou a necessidade de contratação para mais de 2 mil vagas que estão sem funcionários. Essa distribuição ainda não foi divulgada e poderá ser conhecida assim que o certame for por fim oficializado.

Apesar do número solicitado ser considerado grande, provavelmente ainda não suprirá toda a demanda, já que há muitos servidores próximos de sua aposentadoria até o ano de 2020. De 2017 para cá foram feitos 150 pedidos para aposentadoria.

O último concurso realizado foi no ano de 2016 onde foram oferecidos 100 cargos na função de perito, 20 desses postos foram atendidos imediatamente e 80 ficaram para cadastro reserva.

Anteriormente no ano de 2015 havia sido realizado um concurso para os cargos que exigem formação superior, sendo abertas na ocasião 417 vagas, 170 foram para atendimento imediato e 247 para cadastro reserva.

Os cargos foram para papiloscopista, perito médico e delegado de polícia.

A expectativa é que nesse novo concurso abra vagas para todos esses cargos novamente, pois o contingente está muito defasado. Deixando assim os funcionários com uma demanda de trabalho muito maior que deveriam.

Para aqueles que estão esperando essa grande oportunidade de ingressar nessa brilhante carreira, é preciso se preparar muito bem, para as provas escritas e também os testes físicos que são exigidos para entrar na polícia.

Muitos passam na prova escrita, mas infelizmente acabam perdendo a vaga no teste físico. Por isso precisa se preparar de ambas as formas para que possa de fato garantir seu espaço dentro da corporação.

A polícia civil realiza um importante trabalho para a sociedade, pois na maioria das vezes é ela que soluciona os casos policiais. Então o profissional deve estar completamente compromissado com sua função. As jornadas de trabalho geralmente são por escalas, pois na maioria das vezes se trabalha 24 por 48 hora, possibilitando que possa até ter outra atividade remunerada em seus intervalos de trabalho e folga.

Com certeza é uma carreira de muitas vantagens financeiras, e é um dos cargos que ainda mais compensam na carreira pública.

Muitos jovens sonham em ingressar na carreira da polícia seja ela militar ou civil. Por esse motivo precisa se preparar muito bem para conseguir a vaga, estude provas anteriores, se possível faça um curso preparatório. E não se esqueça de se preparar fisicamente para os testes físicos.

Com certeza se você preparar bem poderá de fato conseguir uma dessas tão sonhadas vagas.

Mesmo não morando em Brasília, você que sonhe em ingressar nessa carreira deverá fazer sua inscrição e tentar ingressar. Pois com a competitividade de um desses cargos no país todos, onde ingressar deverá assumir para não perder sua vaga.

Podemos afirmar também que esse é um posto de muita responsabilidade, e muitos infelizmente acabam não tendo esse comprometimento com seu serviço à sociedade. Acabando prejudicando o sistema social de segurança do que colaborando com ele. Por isso se você é uma pessoa séria e sonha em fazer a diferença no seu trabalho com certeza deverá realizar o processo seletivo.

Pois a polícia e a sociedade em geral precisa de pessoas que tenham esse pensamento, e caráter não deixando que a corrupção contamine sua personalidade. E podendo de fato combater esse esquema sujo que gere nosso país.

Fique atento nos sites de concursos para que não perca nenhuma novidade sobre esse concurso, e assim que sair faça sua inscrição e se prepare para garantir essa tão disputada vaga.

Ricardo Ferreira Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3.6]

Concurso da PRF terá o Edital publicado no segundo semestre de 2018.

Muita atenção se você é um concurseiro e já está no aguardo de mais informações sobre o novo concurso público referente à Polícia Rodoviária Federal, a PRF. Apesar das informações anteriores se referirem à publicação do edital para o mês de junho de 2018, a nova confirmação é de que essa somente será feita no segundo semestre.

As informações são do próprio setor que realiza os certames para a corporação. Portanto, essa é mais uma boa notícia para quem está querendo participar, já que se trata de um tempo extra para a dedicação aos estudos.

E se você quer mais informações preliminares sobre o concurso, nós te damos as informações que você precisa saber. Vamos a elas.

14 movimentações de protocolo

Foram realizadas 14 movimentações para que o protocolo, referente especificamente à autorização do concurso público, fosse dada no dia 11 de junho passado. Atualmente, portanto, esse se encontra na Divisão de Concursos e, também, na Secretaria-Adjunta para Assuntos Fiscais, Gabinete e Coordenação-Geral das Despesas com Pessoal de Sentenças. Seu encaminhamento foi feito também para o Departamento Legislativo e de Provimento de Pessoas.

Sobre as vagas

Ao que tudo indica, portanto, é que o concurso da Polícia Rodoviária Federal irá ter a sua autorização em publicação muito em breve. As oportunidades serão para cargo único de Policial Rodoviário Federal, com um total de 500 vagas.

Como requisito será solicitado o nível superior em qualquer área de interesse e outras características específicas como carteira nacional de habilitação na categoria B (CNH), entre outros não divulgados.

Para a remuneração inicial, foi informado que essa é para o ano de 2018 de R$ 9.931,57. Para 2019, a previsão é de que os ganhos cheguem a R$ 10.357,88, baseado no último aumento. Vale lembrar que, nesse valor, já está incluso o benefício de auxílio-alimentação, sendo esse no valor de R$ 458.

Escolha de banca organizadora

Um dos últimos empecilhos para que seja feita a divulgação do edital é relacionada à autorização do setor de Planejamento. Porém, mesmo que ainda não haja portaria oficial para a sua realização, o certame da PRF já pode ser considerado como uma certeza, estando em estágio avançado.

Isso porque já começou o processo para a escolha da banca que organizará o processo de seleção. Até o momento, seriam três as instituições que estariam concorrendo, sendo somente duas delas reveladas: o Instituto Americano de Desenvolvimento, o Iades; e o Cebraspe, conhecido como antigo Cespe/UnB.

Conforme informações da Polícia, mais bancas já teriam entrado na disputa para a organização do concurso. Todavia, não foi revelada ainda a quantidade e nem os nomes delas.

Em termos de histórico e de tradição na realização dos concursos no Brasil, o nome mais forte é o do próprio Cebraspe. Essa já foi, inclusive, a responsável por todos os últimos certames da PRF.

Processo de Remoção Interna

Para o Ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann, a publicação do edital se dará até o final de junho de 2018. Isso porque a PRF já teria iniciado o seu processo para a remoção interna dos servidores.

Por remoção, entende-se o deslocamento de um servidor público para outro posto de trabalho no órgão. O ato está previsto na Legislação no artigo 36 da Lei de número 8.112/1990.

Sobre a etapa de realocação, essa é decisiva e antecede o processo de abertura de um novo certame. Portanto, fique ligado que muito em breve novas notícias irão chegar, dependendo de você não ficar de fora.

A PRF é uma instituição policial de responsabilidade Federal no Brasil, estando ela subordinada ao Ministério de Segurança Pública. Sua principal função é garantir a segurança e a cidadania em rodovias federal e nas áreas que forem de interesse da União.

Por Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.8]

Veja aqui mais detalhes sobre o novo concurso do DETRAN-AL 2018.

Foi anunciado que o Departamento de Trânsito do estado de Alagoas, provavelmente realizará um concurso público ainda no ano de 2018. Foi publicado no diário oficial do dia 4 de junho, que o gabinete da Casa Civil despachou um aval para autorizar a realização do concurso. Dando assim o start inicial para poder divulgar mais detalhes sobre o processo seletivo.

Os próprios funcionários do órgão vêm reivindicando mais pessoas para trabalharem pois o quadro de funcionários está bem escasso, isso foi uma das pautas das paralisações no ano de 2017. Outras reivindicações foram a implementação de um plano de carreira coeso e uma valorização melhor da classe.

Ainda não foi divulgado o número total de vagas a serem preenchidas através desse concurso, porém sabemos que o órgão está com um déficit de 140 funcionários e possuem pelo menos 70 servidores que estão para aposentar até o ano de 2019.

Há uma grande expectativa para esse processo seletivo sair em breve levando em conta que o último concurso elaborado pelo DETRAN do estado de Alagoas foi no ano de 2001.

Portanto, se você procura uma oportunidade de ingressar no funcionalismo público essa será uma grande oportunidade, pois o DETRAN é um dos melhores órgãos para se trabalhar na atualidade. Fique atento em todos os detalhes e as novas informações.

Não perca nenhum detalhe e se interesse sobre o conteúdo que será cobrado nas provas, para estar bem preparado e conseguir sua vaga.

Se você não mora no estado de Alagoas e está procurando uma boa oportunidade de emprego, além de uma carreira sólida, vale a pena mudar de cidade e até de estado, pois a carreira que irá construir será sólida e segura.

Com a dificuldade de ingressar no mercado de trabalho atual, fica cada dia mais difícil achar uma vaga em uma boa empresa, por isso os concursos públicos estão cada vez mais concorridos. Por isso se você deseja ingressar tem que se preparar. Pois a disputa está muito acirrada e até em alguns casos desleais, pois muitos candidatos possuem formação acadêmica obtendo mais conhecimento em determinadas áreas, por isso é importante pegar o conteúdo que será cobrado e estudar minuciosamente, para concorrer de forma satisfatória e ter uma grande chance em ficar entre os primeiros colocados.

Se você procurar poderá encontrar em alguns sites a apostila para comprar, com isso se tornará mais fácil estudar e se preparar especificamente para esse concurso. Se tiver condições financeiras também é importante fazer um cursinho preparatório, para poder absorver todo conteúdo que será cobrado no processo seletivo.

Uma dica muito importante é ficar atento aos prazos de inscrições, para não perder a chance de participar do concurso, lembrando que sempre a data final de pagamento do boleto geralmente é no mesmo dia que se encerra o período de inscrição.

Outra coisa importante a observar é sobre os locais, datas e horários das provas. Pois não serão tolerados atrasos no dia da prova. Portanto, é sempre importante ficar atento para não perder nenhuma dessas datas e horários. Em relação ao local da prova, é importante também observar o melhor trajeto e se não for da cidade planejar a melhor forma de ir até o local. Se for viajar no mesmo dia é importante programar o cronograma da viajem para que eventuais imprevistos aconteçam, para que se de fato eles ocorrerem não venham atrapalhar sua chegada até o local dentro do horário previsto.

Já se você for dormir na cidade, seria bom ver com antecedência o melhor hotel com um preço acessível e que seja perto do local da prova para se programar e evitar chegar depois do horário marcado para inicio do concurso.

Ricardo Ferreira Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 2.1]

Ministério do Planejamento já estuda solicitação.

O Ibram, órgão responsável por cuidar dos Museus brasileiros, solicitou um novo pedido de abertura para concursos ao Ministério do Planejamento, que está analisando a proposta de 313 vagas, sendo que variam em cargos de nível médio e superior.

Esses cargos solicitados são 73 vagas para o cargo de assistente técnico, 100 de analista, 19 técnico para assuntos educacionais e 121 para assuntos culturais.

Praticamente todos os cargos exigem formação superior, salvo o técnico, que precisa ter somente nível médio completo.

Em relação ao valor dos salários, não foram divulgados, porém, dá para tirar uma base pelos salários atuais que não são nada ruins.

O último concurso realizado pelo órgão foi no ano de 2010 e a média dos salários chegou na época a três mil reais. Portanto, com as correções salariais com certeza a média de salário não será ruim.

Ele abriu vagas para vários estados de todo o Brasil, então a estimativa é que tenham vagas em uma ampla região abrangendo vários estados novamente.

Na ocasião o processo seletivo contou com uma prova escrita que continha questão de língua portuguesa, conhecimentos gerais e específicos, noções de informática, e para as provas de técnico e analista também contaram com questões de inglês e espanhol.

O último concurso expirou em 2014, portanto, há bastante tempo não há contratação pelo órgão, estimando então que irá abrir várias vagas em todo território nacional.

O órgão foi criado no ano de 2009 pelo ex-presidente da época, Luiz Inácio Lula da Silva. Que fundamentado em lei ele tem a obrigação de manter a ordem e preservação dos Museus federais, assim como o Iphan.

Atualmente são 30 museus que poderão contar com os serviços dos novos contratados.

Portanto, aproveite que ainda não saiu nada sobre o edital final do concurso e pesquise sobre as unidades que poderão precisar de funcionários, veja quais são as mais próximas de você e se realmente compensará até uma eventual mudança de cidade para poder ocupar uma dessas vagas.

Já vá pesquisando sobre a prova passada e seu conteúdo, para se preparar da melhor maneira possível e conseguir um cargo nesse órgão que com certeza te oferecerá uma carreira bem-sucedida ao longo dos anos.

Com a instabilidade econômica do nosso país cada vez mais abalada, sem dúvida nenhuma um cargo federal é uma das melhores opções no momento, então presume-se que o concurso será bem disputado. Por isso é importantíssimo já começar a se preparar. Estude sobre todo conteúdo que costuma ser cobrado nas provas, para que no dia do exame você não ser pego de surpresa.

Outra coisa importante é pesquisar onde geralmente se aplica as provas do concurso, para ver qual local é mais próximo de você, podendo assim organizar todos os detalhes de uma possível viagem. Assim como hospedagem se for necessário, e uma rota mais econômica e até mais eficiente de sua cidade até o local da prova.

Vamos aguardar que o Ministério do Planejamento aprove esse concurso para que assim possamos ter mais uma chance de ingressar com um bom salário na carreira federal. E que assim mais pessoas que se encontram desempregadas e sem muita opção de emprego consiga assim sair dessa situação.

O país tem enfrentado uma crise financeira muito forte, com isso mais famílias estão sendo abaladas, pais desempregados, filhos, maridos, a economia nunca teve tão desestruturada como nesses últimos tempos, por isso é preciso ficar atento e se preparar para quando surgir uma ótima oportunidade como essa, esteja pronto para não deixar passar uma grande chance como essa.

Com certeza se você conseguir efetivar em um desses cargos propostos sua carreira estará garantida para o resto de sua vida, se assim preferir.

Ricardo Ferreira Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Certame deverá contar com 990 vagas para os cargos de Analista, Técnico e Procurador.

O Bacen – Banco Central do Brasil encaminhou um pedido para preenchimento de 990 postos de trabalho. Com isso a expetativa para que a autorização de um novo concurso público aconteça, vem aumentando.

De acordo com o pedido de autorização feito pelo órgão, desse total de 990 vagas, 800 serão destinadas para a carreira de Analista; 150 vagas serão direcionadas para os cargos de Técnico e as demais para o cargo de Procurador.

Falta de Servidores

O principal motivo para que o Bacen tenha entrado com o pedido de autorização para o concurso é a grande defasagem de servidores que existe no órgão.

Atualmente há mais de 2.000 postos de trabalho vagos, além disso há também um grande número de servidores prestes a se aposentarem, o que resultará em uma diminuição de mais 36% de servidores do quadro de pessoal do Bacen.

O número exato de postos vagos é de 2.356 cargos, sendo que desse total, 1.944 são referentes a cargos de analistas, 289 postos são referentes a cargos de técnicos e 123 são postos de procuradores.

Dario Piffer, o presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal), comentou que o órgão não consegue atender toda demanda de serviços e que essa situação traz inúmeros problemas, sendo que a área de fiscalização é uma das mais prejudicadas com a falta de pessoal, além disso, por conta da defasagem de servidores, o Banco Central dá prioridade somente para as demandas que são consideradas mais importantes.

Sobre os cargos

Requisitos: Os candidatos que forem concorrer às vagas de técnico devem ter o Ensino Médio Completo. Já os que forem concorrer às vagas disponíveis para o cargo de Analista e de Procurador, deverão ter o Ensino Superior Completo em diversas áreas do conhecimento.

Remuneração: O salário inicial oferecido para os aprovados no cargo de técnico será de R$ 6.463,44; os aprovados no cargo de Analista vão receber R$ 16.286,90 e no cargo de Procurador o salário inícial será de R$ 17.788,33.

OBS: Nos salários informados acima, já estão inclusos o valor do benefício-alimentação, que será de R$ 458,00 por mês.

Sobre o último concurso para os cargos de Técnico e Analista do Bacen

O último concurso para os cargos de Técnico e Analista aconteceu no ano de 2013. Na ocasião foram ofertadas 500 vagas e a Banca Organizadora do concurso foi o Cespe/ UnB.

A remuneração inicial oferecida para os aprovados variou entre R$ 5.158,23 e R$ 14.289,24.

Veja abaixo como foram distribuídas as vagas:

Cargo: Técnico

Áreas: Suporte Técnico Administrativo e Segurança Institucional

Vagas: Foram ofertadas 100 vagas

Requisitos: Ensino Médio Completo.

Cargo: Analista

Áreas: Análise e Desenvolvimento de Sistema; Política Econômica e Monetária; Suporte à Infraestrutura de Tecnologia da Informação, Contabilidade e Finanças, Infraestrutura e Logística, e Gestão e Análise processual.

Requisitos: Ensino Superior Completo

Vagas: Foram ofertadas 400 vagas

Sobre as Provas do Concurso de 2013

O processo seletivo de 2013 contou com a aplicação dos seguintes exames:

  • Prova Objetiva;
  • Teste Discursivo;
  • Análise de Títulos – direcionada apenas para candidatos concorrentes das vagas para analista.
  • Após essas três etapas, os candidatos aprovados passaram por um programa de capacitação.

Locais contemplados com as vagas:

  • Brasília – Distrito Federal;
  • Belém – Pará;
  • São Paulo – São Paulo;
  • Salvador – Bahia;
  • Porto Alegre Rio Grande do Sul.

Sobre o último concurso para o cargo de Procurador do Bacen

O órgão publicou também no ano de 2013, um edital que tinha como objetivo o preenchimento de 15 vagas para o cargo de procurador.

Desse total de 15 oportunidades, 14 vagas foram direcionadas para Brasília e uma para Belém.

A Banca Organizadora desse concurso também foi o Cespe/UnB e as etapas do processo seletivo contou com a aplicação da prova objetiva, inscrição definitiva, exames discursivss, exame oral e análise de títulos.

Rosângela Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 2.8]

Concurso tem previsão de ofertar 697 vagas de emprego.

Recentemente, foi divulgada a autorização, do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), para a realização de um concurso público da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que tem como objetivo oferecer 697 vagas para diferentes funções, de diferentes níveis. Estima-se que o edital seja publicado em breve.

Segundo o diretor-geral da Univisa (Associação de Servidores da Anvisa), 697 vagas ainda não é o suficiente para suprir a demanda de serviços, mas é a quantidade máxima de colaboradores possível para realizar a admissão, devido à crise que o país passa atualmente. A distribuição do total de vagas para os cargos se dá da seguinte forma:

· 457 vagas para o cargo de Especialista em Regulação e Vigilância Sanitária;

· 124 vagas para o cargo de Técnico Administrativo;

· 68 vagas para o cargo de Analista Administrativo;

· 48 vagas para o cargo de Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária.

No último ano, a Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (CAS) já havia anunciado a solicitação do concurso Anvisa 2018/2019, sendo aprovada somente neste último mês, após se passar mais de um ano.

Atribuições dos cargos

Veja a seguir as atribuições e exigências para cada cargo do Concurso Anvisa 2018/2019.

Cargo de Analista Administrativo

Ao cargo de Analista Administrativo é exigida a graduação, de nível superior, na área de atuação. Suas funções são relativas às atividades administrativas e logísticas da Anvisa, podendo fazer uso de todos os recursos e equipamentos que a corporação dispõe.

Cargo de Especialista em Regulação

O Especialista em Regulação tem como dever participar de atividades relacionadas à inspeção e fiscalização de estabelecimentos e instalações alimentícias, ou do ramo farmacêutico, além de também executar tarefas de regulação e controle nestes locais, a fim de preservar a saúde de todos os que têm contato com estes ambientes.

O diferencial do especialista é que este profissional pode coordenar e gerenciar equipes de pesquisa, além de planejar planos de ações fiscalizadoras de todos os tipos de complexidades. Também pode exercer trabalho como orientador de agentes e muitas outras funções na Anvisa.

Cargo de Técnico Administrativo

A exigência para este cargo é ter concluído o ensino médio numa instituição que possua reconhecimento pelo MEC (Ministério da Educação). As funções deste cargo, geralmente, são ligadas às atividades administrativas e logísticas, além do auxílio na formulação de planos, projetos e programas de atividades da ANVISA.

Cargo de Técnico em Regulação e Vigilância Sanitária

Este cargo também é de nível médio e é exigida a certificação de conclusão de ensino médio. Suas funções estão relacionadas às atividades de regulação e fiscalização, tais como inspeção e controle de vigilância sanitária em estabelecimentos e instalações relacionadas ao ramo alimentício e de medicamentos.

Os últimos concursos público da Anvisa

O último concurso realizado pela Anvisa, ocorreu no ano de 2016, para cargos de níveis médios, sendo 78 vagas de Técnico Administrativo. A banca responsável pela organização do concurso foi a Cebraspe.

Já o penúltimo concurso, se realizou em 2013, oferecendo 314 oportunidades para diversas cidades espalhadas pelo Brasil, sendo 128 para cargos de nível médio e 186 para cargos de nível superior. A banca que organizou este concurso foi a Cetro Concursos.

Dentre as cidades contempladas, estão:

· Aracaju (SE);

· Belém (PA);

· Belo Horizonte (MG);

· Boa Vista (RR);

· Brasília (DF);

· Campo Grande (MS);

· Cuiabá (MT);

· Curitiba (PR);

· Florianópolis (SC);

· Fortaleza (CE);

· Goiânia (GO);

· João Pessoa (PB);

· Macapá (AP);

· Maceió (AL);

· Manaus (AM);

· Natal (RN);

· Palmas (TO);

· Porto Alegre (RS);

· Porto Velho (RO);

· Recife (PE);

· Rio Branco (AC);

· Rio de Janeiro (RJ);

· Salvador (BA);

· São Paulo (SP);

· São Luís (MA);

· Teresina (PI); e

· Vitória (ES).

Ainda não há informações sobre datas de inscrição, provas ou locais. Em breve, estas e outras informações poderão ser encontradas, após a publicação do edital.

Por Felicia Lopes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 30 Média: 2.1]

Banco Central do Brasil necessita que sejam ofertadas 990 vagas em um novo concurso público para suprir a necessidade atual do órgão.

Desde o final do último ano, está em análise o pedido para a abertura do Concurso do Banco Central do Brasil (também conhecido como BACEN), para o ano de 2018. Entretanto, o país ainda está lentamente se recuperando da crise econômica e o governo ainda não está conseguindo liberar muitos concursos. Segundo o Ministério do Planejamento, a previsão é que 20% dos pedidos de concursos sejam atendidos. Por isso, nada se sabe ainda sobre o real acontecimento do concurso do BACEN em 2018.

No entanto, segundo a pauta alternativa à Reforma da Previdência, apresentada há dois meses, em 19 de fevereiro, em uma de suas propostas está a autonomia do BACEN realizar a abertura de seleções. Caso esta autonomia seja aprovada, o Banco Central ganharia a liberdade para realizar ações dos tipos administrativa, operacional ou orçamentária, além de ter a possibilidade de mobilizar recursos financeiros, sem a necessidade de análise para abertura dos seus concursos.

Concurso do Banco Central do Brasil 2018

Como o Banco Central do Brasil, no momento, encontra-se com um número defasado de colaboradores, a proposta deste concurso público é o oferecimento de 990 vagas que supram a necessidade atual. Desta quantidade de vagas, 150 são voltadas para o cargo de Técnico, 40 vagas destinadas para o cargo de Procurador e 800 vagas destinadas para o cargo de Analista.

No último Edital, as vagas eram destinadas às cidades de Belém, Brasília, Porto Alegre, Salvador e São Paulo, embora ainda não tenha sido confirmado o local de atuação do concurso deste ano.

Salários

No início deste ano ocorreu um reajuste salarial para os trabalhadores públicos do órgão. Sendo assim, o salário inicial para o cargo de Técnico, que é requisitado ensino médio, passa a ser no valor de R$6.882,57. Já para o cargo de Analista, que é requisitado ensino superior, o salário passa a ter o valor de R$17.391,64. E para o cargo de Procurador, que é exigida graduação no curso superior de Direito, a remuneração é no valor de R$19.655,67. Ambos os salários já estão com o valor de R$458,00 de auxílio-alimentação incluso. O reajuste propiciou o aumento salarial entre, aproximadamente, R$700,00 e R$2.000,00.

Cargos

A seleção das pessoas interessadas para o cargo de Técnico será de apenas uma etapa, podendo, posteriormente, ser solicitada uma prova de aptidão física e avaliação psicológica, isso vai depender do cargo que o candidato almeja. Para este cargo, é exigida apenas a conclusão do Ensino Médio. É de sua responsabilidade desenvolver atividades técnicas e administrativas dentro da companhia, além de oferecer suporte técnico, sigilo e segurança em relação às atividades do Banco Central do Brasil.

Já para o cargo de Analista, é exigido o Ensino Superior, podendo ser de qualquer área. A seleção será por meio de duas etapas, com caráter eliminatório, cuja prova terá a cobrança de conhecimentos específicos da área de formação. Sua função é a execução, formulação, administração e controle dos planos, programas e projetos relativos às atividades do BACEN. Além disso, também é de sua responsabilidade gerir as estimativas da inflação.

Para o cargo de Procurador é exigido o Ensino Superior em Direito. A seleção se dá a partir da observação da legislação específica e pelo ato do Advogado-Geral da União.

Provas

No último concurso, os conteúdos cobrados nos exames para os cargos de Analista foram de Direito Administrativo, Direito Constitucional, Economia, Língua Inglesa, Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Sistema Financeiro Nacional e Sistema de Pagamentos Brasileiro. Já para os cargos de Técnico, as disciplinas abordadas foram Conhecimentos Específicos, Gestão Pública, Informática, Língua Portuguesa, Noções de Direito Administrativo, Noções de Direito Constitucional e Raciocínio Lógico-Quantitativo.

É previsto que os exames sejam realizados nos turnos da manhã e da noite, da mesma forma que ocorreu no último concurso. Estas provas têm valor de 120 pontos. Para mais informações, aguarde a confirmação da análise do concurso do Banco Central do Brasil 2018.

Por Aurenivia Alves Pereira

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 2.6]

O tão esperado edital do concurso para o Ministério Público da União pode ainda sair publicado no mês de outubro. O secretário-geral, Alexandre Camanho, divulgou esta informação na última entrevista dada essa semana, em uma reunião com todo o SindMPU (Sindicado do MPU). Anteriormente ele já havia declarado que a seleção sairia para ingresso de analistas, técnicos de segurança e técnicos administrativos, e levando em consideração que todos os cargos formarão cadastro reserva. O órgão também divulgou, no dia 30 de agosto, sobre a portaria 84, fixando todas as atribuições e os requisitos mínimos para ingresso nos cargos de analistas e também técnicos, que estarão oferecidos no concurso.

Para o cargo de técnico basta somente possuir a conclusão do ensino médio e o salário base inicial é no valor de R$ 6.708,53. Já o cargo de analista precisa ter formação em nível superior e seu salário inicial é no valor de R$ 11.006,83.

É importante também ressaltar que os salários contarão ainda com três reajustes até o ano de 2019. O cargo de técnico passará de R$ 6.862,73 no mês de junho, depois R$ 7.080,21 no mês de novembro e por fim R$ 7.591,37 até janeiro no ano de 2019. Já o de analista vai para R$ 11.259,81 no mês de junho, R$ 11.616,61 no mês de novembro e R$ 12.455,30 até janeiro do ano de 2019.

Sua comissão para o concurso do MPU foi instituída no mês março do ano de 2017 e seu presidente é o servidor Blal Y. Dalloul e seus participantes são: Eloá T. Junqueira, Sandra Roberta S. Oliveira, Denise C. Recedive, Tatiane Diniz Silva e por fim Rayza M. de Paula.

Se você está procurando um cargo com um ótimo salário essa é sua grande oportunidade, fique atento a todos os detalhes e não perca nenhum prazo, faça sua inscrição e estude bastante, se prepare e entre para essa tão sonhada e disputada carreira.

Sobre as Atribuições dos cargos

Segundo a portaria, as atribuições do cargo técnico são essas: Auxiliar, tanto dentro como fora do seu ambiente da sede, dar suporte aos membros e também as chefias nos processos judiciais e nos administrativos e em todos procedimentos extrajudiciais; atuar também em processos judiciais e nos administrativos e em todos procedimentos extrajudiciais; estar auxiliando os membros e as suas chefias nos eventos oficiais, nas audiências e também diligências; elaborar e analisar todas as informações, as certidões, as declarações, os relatórios e por fim documentos congêneres; e também elaborar minutas de atos administrativos e os normativos; poder atuar em planos, projetos, programas e convênios; estar atuando na gestão dos contratos quando for formalmente designado; poder realizar estudos, as pesquisas e os levantamentos de dados; estar também presente em reuniões, as comissões, de grupos e de equipes de trabalho; estar participando do planejamento estratégico de toda instituição e em relação aos planos da sua atual unidade; estar observando e zelando pela segurança da instituição no âmbito da sua área que esteja atuando; atender também o público interno e o externo através do telefone, por correio eletrônico ou presencialmente se for o caso; prestar todas informações sobre localização e a tramitação de todos processos e seus documentos; também orientar à aplicação das normas ou da sua área de atuação; estar contribuindo na melhoria dos processos e das rotinas de trabalho; poder orientar e supervisionar se for o caso os estagiários e seus aprendizes; inserir quando necessário os dados e utilizar no caso os sistemas de informação da instituição; estar observando e zelando pelo cumprimento de todos os prazos; realizar as tarefas dentro do expediente; realizar qualquer atividade relativa à instrução, a tramitação e o movimentação de processos, de procedimentos e dos documentos; estar sempre mantendo a ordem e controlar todo o arquivo por seu setor; executar qualquer atividade necessária a todo o desempenho do cargo ou qualquer outra que possa eventualmente ser determinadas por uma de suas autoridades competentes, sempre respeitar, os limites impostos por qualquer órgão da classe.

Ricardo Ferreira Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 3.1]

Seleção poderá ofertar mais de 16 mil vagas. Pedido já está avançando no Ministério do Planejamento.

Um novo pedido para realização de um novo concurso do Instituto Nacional do Seguro Social vem avançando junto ao Ministério do Planejamento, do Desenvolvimento e Gestão. No dia 13 de abril, esse processo foi encaminhado através da Divisão de Concursos Públicos até a Coordenação-Geral dos Benefícios Previdenciários, para ter seu nível de acesso mudado de geral para o público. Lembrando que até o próprio presidente, Francisco Paulo Soares Lopes, reiterou a solicitação dos novos servidores ao Ministério do Planejamento.

Antes mesmo de sair a autorização, uma solicitação precisa passar nos seguintes órgãos: o Secretaria de Gestão de Pessoas, a Secretaria de Orçamento Federal, da Secretaria-Executiva, a Consultoria Jurídica e por último no Gabinete do Ministro.

Esse pedido do concurso foi encaminhado no fim do ano passado para o MPDG. No documento estava sendo requerido o preenchimento de aproximadamente 16.548 cargos em todo o país.

Dessas vagas solicitadas, uma média de 7.580 são para novos concursos públicos que valerão a partir desse ano ainda. Sendo 3.941 para técnico (área meio), uma média de 1.493 para analista em diversas formações e 2.146 para ser perito.

Na nota técnica que foi enviada do INSS para o Planejamento que também consta ofertas para as seguintes atuações: 2.644 vagas que são os excedentes do atual concurso vigente, sendo 2.114 para o cargo de técnico e 530 para o cargo de analista e ainda 6.324 que tanto pode ser para o atual concurso ou tanto para o novo, sendo 6.160 para o cargo de técnico e 164 para o cargo de analista.

A expectativa está sendo que o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão possa liberar ainda mais rápido que puder essa autorização para o novo concurso do INSS, que ele ainda aconteça entre 2018, no máximo 2019.

Os cargos do novo concurso

Ter uma carreira de técnico no seguro social é um sonho da maioria dos brasileiros, principalmente aqueles que são famosos por prestar concursos, exigindo apenas o ensino médio e tendo como um salário inicial base no valor de R$ 5.344,87 e tendo um auxílio-alimentação no valor de R$ 458 já incluso no valor anterior.

Já o emprego de analista exige uma formação superior em diversas áreas de sua atuação, incluindo o serviço social, engenharia, administração, direito, psicologia, pedagogia, comunicação, arquitetura, ciências sociais e letras, sua remuneração chega a R$ 7.954,09 mensais, já incluso o benefício de vale-alimentação.

Agora a posição de um perito precisa ser profissional com uma graduação em medicina e também o registro no conselho regional. Porém, seu salário base é no valor de R$ 8.988,41, já também incluso o auxílio alimentação.

Por isso não perca essa grande oportunidade, fique de olho nos sites de concursos para não perder nenhum prazo, estude, se prepare e entre para um dos cargos mais cobiçados em todo o país.

O órgão está com uma defasagem de aproximadamente 20 mil servidores no país todo e a grande maioria desse déficit é na função de técnico. Baseado nesse quadro, a instituição do INSS não está conseguindo atender com uma certa eficiência à demanda da população. Prejudicando até em certos casos pessoas que estão dependendo de algum parecer do órgão para receber o benefício.

Por isso essa pode ser sua chance de conseguir enfim entrar nesse posto desejado por muitos. Estude e faça a diferença, ajude assim a instituição a estar desenrolando os processos parados e dando continuidade ao trabalho de uma forma a atender toda população, que muitas vezes está dependendo do parecer e do desenrolar do INSS.

Ricardo Ferreira Rodrigues

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 53 Média: 3.2]

Novo concurso do Ministério da Fazenda deverá ser divulgado em breve e, provavelmente, ofertará 1.161 vagas de emprego.

Neste primeiro semestre de 2018 uma boa notícia saiu nos sites de concursos, ou seja, novo certame público está previsto para este mesmo ano. Trata-se do próximo processo seletivo promovido pelo Ministério da Fazenda, ou Concurso Púbico do Ministério da Fazenda de 2018.

A solicitação deste certame, atendendo a uma grande demanda institucional, foi elaborada e devidamente encaminhada pelo próprio órgão do Ministério da Fazenda ao Ministério do Planejamento, de Orçamento e Gestão, o MPOG. Esta mesma solicitação teve por meta a oficialização da abertura de 1.161 postos de trabalho, dos quais 904 se destinam aos profissionais com nível médio de escolaridade e 257 se destinam aos profissionais com nível superior.

Conforme os dados angariados do órgão, a demanda sobre esta quantidade de vagas é muito realista, diante da atual situação nos departamentos do mesmo. São vagas destinadas às funções de Assistente Técnico-Administrativo e de Analista Técnico-Administrativo, dois cargos com requisitos de nível médio e superior de escolaridade, respectivamente.

Nos últimos tempos está havendo um preocupante quadro minguante de servidores no Ministério. Grande parte das cadeiras disponíveis não está sendo ocupada, seja em relação aos egressos em maior quantidade, seja pelo exíguo número de postos autorizados nos últimos concursos públicos realizados. Cabe às autoridades responsáveis revisarem os orçamentos cabíveis e buscar dispor de liberação de maior número vagas, no sentido de que o órgão volte a funcionar como deve.

Conforme o registro apresentado pela Coordenação de Gestão de Pessoas do mesmo órgão, existe um déficit que atinge o cômputo de 21.795 vagas, nos setores de Auditor da Receita; de Analista Tributário da Receita e nas funções administrativas deste Ministério. Este desfalque tem prejudicado, em parte, todo o oferecimento dos serviços administrativos tributários e aduaneiros de que a sociedade necessita. Por essa razão a demanda urge na promoção de mais processos seletivos que garantam a ocupação de mais cargos neste departamento.

Deste modo, os cargos que necessitam de maior contingente no Ministério da Fazenda são os de assistente técnico em administração e cargo de analista técnico administrativo. Entre outros cargos, existe exigência para os seguintes postos: cargo no setor de arquiteto; cargo no setor de arquivista; setor de bibliotecário; no setor de contador; no setor de engenheiro; no setor de enfermeiro; no setor de pedagogo; no setor de psicólogo e no setor de técnico da comunicação social.

As remunerações ofertadas estão entre os seguintes valores: R$ 3.953,68 e R$ 6.388,27, incluindo nesses vencimentos o direito a auxílio-alimentação no valor de R$ 458,00.

Em conformidade com uma pesquisa estatística encomendada pelo próprio Ministério da Fazenda, levando em conta como exceções as demais entidades vinculadas ao mesmo órgão, ou seja, o CVM e o SUSEP, em todas as outras áreas e setores há uma urgente demanda por mais servidores que possam ser incluídos no chamado PECFAZ, ou Plano Especial de Cargos no Ministério da Fazenda. Deste percentual, em sua totalidade, os postos de trabalho em fase de solicitação já faziam parte do anterior pedido de autorização de certame por meio dos 13 órgãos que compõe o Ministério da Fazenda, sendo 35,34% referentes aos postos de Assistente Técnico Administrativo.

Portanto, um novo processo de seleção para cargos no Ministério da Fazenda em 2018 é de máxima urgência. Desde que foi analisada pelo próprio órgão, por meio de processamento de dados em seu Painel Estatístico de Pessoal e do Planejamento em 2017, a situação é de 1.158 servidores aposentados. Vale a pena conferir, já que o concurso está prestes a sair.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 13 Média: 3.2]

Certame pretende preencher 263 vagas de emprego e deverá ser divulgado em breve.

Uma boa nova para todos os estudantes dedicados aos concursos públicos. Novo certame está programado para 2018. A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Ceará, ou EMATERCE, consiste em um órgão público de caráter estadual e de direito privado, que atua sem fins lucrativos, estando vinculada ao departamento da Secretaria do Desenvolvimento Agrário do Estado do Ceará, o SDA. Este órgão funciona de modo a manter contribuição com o desenvolvimento sustentável da atividade agropecuária em toda a região produtiva do Ceará.

O departamento intitulado Serviço de Extensão Rural do Estado do Ceará em seu primeiro momento, inaugurado no ano de 1954, funcionou como a Associação Nordestina de Crédito e de Assistência Rural, a Ancar. Naquele tempo a organização dos trabalhos rurais iniciou no cerne dos municípios de Maranguape, município de Redenção e de Quixadá.

Assim, ao longo de seis décadas de existência este órgão esta promovendo o bom funcionamento dos processos da área e garantindo cargos estáveis. O mesmo setor estará abrindo novo concurso público por meio da próxima publicação de edital, ainda para 2018. De acordo com as informações conquistadas do gabinete do governo, o processo seletivo para cargos na Ematerce será oficializado até o mês de agosto de 2018. Ao longo de um evento público ocorrido na última terça-feira, dia 17, na página oficial do governo, no Facebook, o certame foi confirmado. Entretanto, conforme o que foi declarado pelo próprio governo daquele Estado, ainda não existe previsão de determinação e de contratação da empresa à qual caberá a responsabilidade de coordenar o processo de seleção. Porém, devido aos inevitáveis trâmites burocráticos, é muito provável que o novo edital esteja pronto em um período de até três meses.

O número de postos de trabalho destinados ao certame da Ematerce também foi enunciado e registrado no dia 13 de março, por meio do gabinete do governador, durante a realização de vídeo conferência na página de Facebook, do setor. Serão abertas em torno de 263 vagas, embora ainda não haja confirmação a respeito dos cargos e suas respectivas especialidades.

A meta deste novo processo seletivo está em engrossar o quadro de servidores do órgão em questão, já que não são realizados concursos há mais de três décadas em seu interior funcional. Este projeto de processo de seleção está em acordo com o chamado pacto de cooperação para a devida execução do intitulado Projeto Dom Helder Câmara, destinado a garantir auxílio técnico rural naquele Estado.

Ainda conforme as informações extraídas diretamente do governo do Estado do Ceará, a confirmação anunciada deste novo certame está no aguardo do necessário exame rigoroso estabelecido no setor da Secretaria de Planejamento e de Gestão, o Seplag, a respeito da urgência objetiva e concreta da disponibilidade financeira do Estado, neste momento, para tal promoção. Assim que esta fase se concretizar, o projeto e proposta serão encaminhados diretamente à Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Deste modo, a demanda se intensifica e as atenções se voltam para as atualizações sobre o processo seletivo prestes a ser autorizado, cuja divulgação deverá ocorrer antes do término deste primeiro semestre de 2018.

Sumarizando os dados essenciais sobre este futuro concurso público, segue a relação abaixo:

Processo seletivo promovido pela Ematerce, para o provimento de cargos na Empresa de Assistência Técnica e de Extensão Rural do Estado do Ceará; a banca responsável pela organização está para ser definida, assim como os cargos; o grau de formação acadêmico exigido abrange nível médio e nível superior; a quantidade oficial de vagas ofertadas é de 263; a região onde será realizado o processo de seleção é o Estado do Ceará; as taxas de inscrição, as provas, as remunerações e suas datas serão definidos posteriormente.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 28 Média: 3]

Concurso tem previsão de ofertar de 24 a 28 vagas para o cargo de Auditor Fiscal.

Os concurseiros de Goiás já podem se preparar, pois a SEFAZ (Secretaria da Fazenda do Estado de Goiás) anunciou a realização do seu concurso público para 2018. Segundo a instituição, o projeto está sendo elaborado no momento, avaliando aspectos importantes como, por exemplo, a escolha da banca, definição do número de vagas, como será a prova, entre outros.

Estima-se que o edital do certame, juntamente com a abertura das inscrições, deve ser lançado até o início do segundo semestre. O órgão vai oferecer de 24 a 28 vagas para uma função.

Confira abaixo tudo que sabemos até agora sobre o Concurso SEFAZ GO 2018!

Anúncio do processo seletivo SEFAZ GO 2018

A realização do novo concurso público da SEFAZ GO foi anunciada no dia 25 de janeiro por meio do Adonídio Neto Vieira Júnior, que é superintendente executivo da receita. O certame será feito depois de 14 anos, conforme informado no Facebook, tendo sido aprovado pelo Secretário de Estado da Fazenda e Governador do Estado.

Segundo as autoridades, os trâmites legais estão sendo acelerados para que o concurso seja realizado o mais breve possível, uma vez que há uma grande necessidade de renovar a carteira de auditores da instituição. Afinal, o órgão perdeu cerca de 270 ativos em decorrência da última seleção.

O processo seletivo deve ser divulgado no Diário Oficial nos próximos dias, tendo como finalidade formar a comissão do concurso, que é responsável por acompanhar as etapas do certame e a sua aplicação.

Vagas oferecidas

O edital do concurso público SEFAZ GO deverá abrir no mínio 24 vagas, podendo alcançar 28 oportunidades até o fechamento do evento, de acordo com as informações contidas no projeto básico. A seleção visa contratar novos profissionais para o cargo de Auditor Fiscal. De início, 23 vagas são para ampla concorrência e 1 destina-se aos candidatos que são portadores de necessidades especiais.

O Auditor da Secretaria tem como função fazer as atividades relacionadas à execução de atributos estaduais, quando advindas da tarefa de fiscalização na unidade móvel ou fixa, além de promover a construção de crédito tributário vindo das suas atribuições de fiscalização.

A remuneração paga aos auditores fiscais de Goiás é de R$ 20.949,62. Os interessados em participar do concurso devem ter Ensino Superior completo, não há a exigência de uma formação específica, pois o processo abrange todas as áreas.

Como foi o último concurso

O último certame realizado pela SEFAZ do estado goiano aconteceu no ano de 2004, na ocasião o evento foi divulgado através da Universidade Estadual de Goiás. Naquela época, as vagas disponibilizadas também tiveram como objetivo o preenchimento da função de Auditor Fiscal.

Com base no processo seletivo anterior da instituição, espera-se que o próximo seja feito a partir de uma prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório. O teste deve ser composto por 80 questões que contemplam as disciplinas de Matemática Financeira, Língua Portuguesa, Direito Constitucional, Direito Tributário, Direito Administrativo, Contabilidade Geral, Legislação Tributária Estadual, Auditoria e informática.

Os candidatos que forem aprovados na primeira etapa terão que fazer a comprovação de títulos, ou seja, apresentar os seus diplomas para comprovar que estão aptos a assumir o cargo.

Sobre a SEFAZ GO

A SEFAZ tem como atribuição atuar diretamente no controle da arrecadação de tributos estaduais, sendo incumbida também de controlar a receita obtida e despesa gasta pelo Estado. Em suma, podemos dizer que o órgão cumpre o papel de administrar os gastos e trabalha como a tesouraria das finanças que envolvem as atividades estaduais.

Você tem interesse em participar desse concurso público para conquistar um emprego estável e bem remunerado? Então, fique atento às próximas notícias sobre a seleção, pois o edital será lançado nos próximos meses, trazendo os requisitos para a inscrição e data de realização da prova.

Por Simone Leal

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 2.5]

Concurso da Polícia Militar de Goiás de 2018 deverá ser realizado em breve e contará com 2 mil vagas abertas.

O edital para o novo concurso da Polícia Militar de Goiás deve ser publicado ainda no primeiro semestre de 2018. Os salários chegam a até R$ 5,4 mil. Ainda que o contrato entre a instituição organizadora do concurso e a Polícia Militar do Estado de Goiás não tenha sido assinado, tudo indica que essa etapa acontecerá em breve. A Assessoria em Organização de Concursos Públicos, conhecida como AOCP, foi divulgada no dia 16 de abril como a responsável pelo novo concurso da PM GO.

Diversos detalhes do processo já estão em andamento e a previsão é que o concurso aconteça em outubro, e o edital seja publicado nos próximos meses.

Segundo o Diário Oficial, o processo seletivo terá como objetivo fornecer profissionais para o preenchimento de 2 mil vagas na PM GO, sendo 1.920 para o cargo de Soldado 3ª Classe e as 80 vagas restantes para o cargo de Cadete.

Concurso PM GO

O último concurso da Polícia Militar GO aconteceu em 2016, com 2.500 vagas ao todo. Os vencimentos eram de até R$ 1.500 para Soldado e R$ 5.401,43 para Cadete, ambas as funções com jornadas de trabalho de 42 horas por semana. A taxa de inscrição foi de R$ 110 para Soldado e R$ 140 para Cadete. Ao que tudo indica, os valores serão semelhantes esse ano. Os dois cargos terão vagas tanto para o sexo masculino quanto feminino.

Para tomar posse do cargo é necessário ter diploma de nível superior, possuir no mínimo 18 anos e máximo 30 anos de idade para Soldado, e máximo de 29 anos para Cadete. Também é preciso possuir a estatura mínima exigida para cada sexo, apresentar CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou permissão para dirigir na categoria B e ser devidamente aprovado em todas as fases do certame. No caso dos futuros Soldados, é exigida a conclusão do curso superior em qualquer área. Por outro lado, os candidatos a Cadete deverão possuir diploma de Bacharel em Direito.

Seleção

A seleção dos futuros policiais acontecerá em quatro fases, sendo elas: Prova objetiva e discursiva (eliminatória e classificatória); TAF – Teste de avaliação física (eliminatório); Avaliação médica e psicológica (eliminatória); Investigação social e Avaliação da vida pregressa (eliminatória).

Os candidatos ao cargo de Soldado serão avaliados por provas contendo conhecimentos gerais sobre Língua Portuguesa, História, Geografia, Realidade política, étnica, cultural e econômica de Goiás, além de conhecimentos específicos sobre Noções de Direito Administrativo, Penal Militar, Constitucional, Penal, Processual Penal e Legislação Extravagante.

Os candidatos a Cadete realizarão provas sobre os conhecimentos específicos já listados acima e conhecimentos específicos sobre Direito Processual Penal Militar, Administrativo, Constitucional, Penal, Penal Militar e Processual Penal, além de Legislação Extravagante.

Inscrições

Antes de se inscrever é importante o candidato ler o edital com muita atenção, e verificar se preenche todos os requisitos para a posse do cargo. As inscrições devem ser realizadas online, no site da instituição administradora do concurso, no período determinado no edital. No momento da inscrição o concorrente deverá especificar o cargo pretendido e escolher o CRPM, que vai determinar o local onde as provas objetivas discursivas ocorrerão, assim como o curso de formação. As demais fases do concurso, como TAF e avaliações médicas acontecerão na cidade de Goiânia.

Na última edição do certame PM GO, todas as etapas relacionadas ao cargo de Cadete aconteceram somente em Goiânia.

No concurso PM GO de 2016 somente os candidatos que comprovaram baixa renda e insuficiência financeira puderam solicitar a isenção da taxa de inscrição. Fora esses casos, não houve isenção parcial ou total da taxa.

Este concurso não contará com vagas para portadores de deficiência devido às inaptidões para realizar as funções dos cargos.

Todas as informações oficiais do concurso PM GO serão futuramente publicadas no Diário Oficial e no site da AOCP.

Por Fabio Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 16 Média: 3.4]

Novo concurso deverá ofertar em torno de 1 mil vagas para o cargo de Soldado.

Neste início de ano diversos concursos estão sendo oficializados e publicados, entre eles está o novo processo seletivo promovido no Estado da Paraíba, para cargos no órgão da Polícia Militar do Estado. Trata-se do Concurso da PM-PB de 2018, o qual já foi anunciado por meio de edital, ofertando 1.000 vagas. Oportunidade ímpar.

De acordo com a imprensa local, o anúncio oficial foi emitido pelo governador do Estado da Paraíba, o qual sancionou e garantiu a publicação deste edital, oficializado ainda neste mesmo mês de março, promovendo diversas oportunidades para o cargo de soldado. O órgão da Polícia Militar da Paraíba, PM-PB, estará sendo suplementado com novo reforço de colaboradores, devido à urgência de segurança. Por conseguinte, foi anunciando o edital deste novo certame público, programado para realização em data que em breve será divulgada. O projeto prevê em torno de 1.000 vagas para a carreira de Soldado. Esta é uma das melhores oportunidades para conquistar uma longa estabilidade empregatícia.

O dado informativo foi lançado ao público no dia 05 de março, segunda-feira, por meio do programa oficial intitulado: Fala Governador. O mesmo líder do poder Executivo demonstrou que este edital está agendado para, no máximo, edição definitiva até o dia 23 de março. O objetivo está na meta a ser alcançada de estabelecer uma convocação imediata de, pelo menos, 500 candidatos aprovados para este ano de 2018. A segunda metade das vagas à disposição está programada para nomeação e preenchimento no ano de 2019.

As condições e os critérios que viabilizam a concorrência para os cargos ofertados são as seguintes: possuir a devida formação em nível médio, completa, preencher o pré-requisito com relação à altura, no caso, 1,60 metros para candidatos do sexo feminino e 1,65 metros para candidatos do sexo masculino e idades entre 18 e 30 anos. O procedimento de seleção de todos os candidatos aprovados se dará por meio de testes intelectuais, testes psicológicos, exames rigorosos de saúde, teste de aptidão física e a devida investigação social.

Portanto, todos os candidatos aprovados serão matriculados e encaminhados ao Curso de Formação, sendo que ao longo do mesmo receberão a chamada bolsa auxílio dentro do valor de um salário mínimo. Assim que o programa de formação profissional for concluído os novos servidores receberão vencimentos no valor de R$ 2.548,16, sem mencionar todas as gratificações e o direito a adicional devido à quantidade de plantões exercidos, como hora extra, que chegam ao valor de R$ 1.025,46.

Conforme o mesmo governador do Estado da Paraíba, a realização deste novo concurso público possui a meta de integrar todas as ações de melhoria na Segurança Pública daquele Estado. Na Paraíba, a taxa de homicídios tem sido diminuída significativamente ao longo de seis anos ininterruptos. Com essa meta foi possível acumular até 28% de redução dentro dos chamados Crimes Violentos e Letais Intencionais, CVLI.

De acordo com as informações angariadas sobre o histórico do processo seletivo anterior, o mesmo foi realizado pelo próprio órgão da PM da Paraíba, no ano de 2014, sendo que, na ocasião, o número de vagas que foram então disponibilizadas chegou a 520. Naquele evento a banca organizadora estava sob a responsabilidade do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação, o IBFC. O teste classificatório e eliminatório consistiu em provas de caráter intelectual, as quais versaram sobre os seguintes conteúdos:

– Exercícios e questões em Língua Portuguesa; questões sobre Raciocínio Lógico; questões sobre História e sobre a Geografia peculiar da Paraíba; questões sobre as Noções de Direito e noções Sociologia.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 22 Média: 2.6]

Concurso foi autorizado e deverá oferta 119 vagas para o cargo de Escrivão da Polícia.

A Polícia Civil de Minas Gerais autorizou o concurso público que deve oferecer, pelo menos, 119 vagas de emprego.

É isso mesmo! A PC/MG fez a confirmação que a Câmera de Orçamento e Finanças autorizou a realização do novo certame, que abre vagas para a função de Escrivão da Polícia. Sabe-se que, no total, devem ser oferecidas aproximadamente cerca de 119 vagas.

Os interessados a participar do processo de seleção devem ter formação de nível superior, mas, nesse caso, não há especificação de área. Sabe-se que o salário inicial pode chegar a, aproximadamente, cerca de R$ 4.100.

Vale salientar que para trabalhar exercendo função desse cargo, o candidato precisa ter disponibilidade de tempo, uma vez que, a grade de horário é de cerca de 40 horas por semana. Sendo assim, durante os cinco dias da semana, o servidor precisa cumprir uma carga horária de aproximadamente oito horas por semana.

O que torna esse concurso público ainda mais concorrido, uma vez que, além do salário mensal, que não deixa a desejar, os aprovados ainda podem contar com outros benefícios como auxílio-alimentação e auxílio-transporte.

Até o momento, ainda não houve a publicação do edital. No entanto, devido à real necessidade de que o concurso público aconteça de forma mais rápida possível, a expectativa é que seja publicado muito em breve, isto é, ainda neste primeiro semestre do ano de 2018.

Segundo o chefe da Polícia Civil, as medidas para que a publicação do edital ocorra, no menor período de tempo possível, já estão sendo tomadas. O chefe da PC/MG realçou ainda que a autorização para que esse processo de seleção, que dá abertura a novas vagas de emprego, é um passo a frente não apenas para a Polícia Civil, que há tempos trabalha com um número defasado de funcionários, isto é, o número de profissionais atuantes na área, ainda é bastante inferior para a demanda de serviços da população. Sendo assim, a sociedade também sai ganhando, uma vez que, muitas vezes os funcionários não conseguem atender de forma satisfatória as necessidades da população, o que muitas vezes gera um grande descontentamento por parte do atendimento que é oferecido.

Sendo assim, a execução do concurso público, que antes era apenas um plano estipulado no papel e no momento está tomando forma, realça a preocupação do Estado em reforçar o quadro de funcionários na área de segurança pública. É necessário destacar isso, pois como se sabe, o Estado de Minas Gerais, não muito diferente da situação de outros Estados brasileiros, está sofrendo por uma grave crise econômica, mas, mesmo assim, tem como prioridade manter um número de mínimo de funcionários que consigam atender a demanda de serviços.

É necessário chamar a atenção de quem possui o interesse em participar do certame que apesar do salário oferecido não ser nada mal e ainda haver benefícios externos, aquele que ficar à frente do cargo precisa ter em mente que, por vezes, pode estar colocando a sua vida em risco. Além disso, além de cumprir o horário já estipulado, às vezes, é preciso ir em horários irregulares, ou seja, que não foram estipulados. Dessa forma, o profissional deve responder ao chamado a qualquer hora que o apoio for solicitado.

Como o edital não foi publicado, por hora, ainda não se tem informações sobre qual será a banca organizadora, responsável por elaborar a prova de seleção, bem como outras etapas, com o intuito de avaliar outras aptidões do candidato. No entanto, no último concurso, que ocorreu em 2011, ficou sob responsabilidade da Fundação Mariana.

Dessa forma, a prova era formada por 60 questões objetivas e de múltipla escolha, em que eram cobrados conhecimentos de várias áreas do conhecimento.

Por Ana Paula Oliveira Coimbra

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 13 Média: 2.8]

Certame ofertará 450 vagas para diferentes cargos.

Quem reside no estado do Mato Grosso do Sul e se encontra na expectativa pela abertura de um novo concurso público da Polícia Militar, as notícias que acabam de chegar são bastante favoráveis. É que o governo do estado anunciou que em breve estará disponível o edital de abertura de um novo concurso. Continue lendo este artigo e saiba tudo sobre essa excelente oportunidade que se abre para você.

É isso mesmo, quem mora no Mato Grosso do Sul que gostaria de se tornar um membro da Polícia Militar do estado, a sua chance está bem próxima de chegar, pois em anúncio oficial, Rose Modesto, que é vice-governadora do estado disse que em breve será lançado o edital de um novo concurso para a seleção de novos servidores da PM MS.

De acordo com as primeiras informações sobre o certame, serão disponibilizadas para a concorrência um total de 450 vagas, que serão distribuídas em duas das corporações que atuam no estado.

A organização do certame já vem avançando, pois as comissões que ficarão encarregadas de sua organização já foram formadas.

A realização deste concurso já havia recebido autorização do governador do estado, Reinaldo Azambuja desde o mês de dezembro de 2017, quando foi oficialmente anunciado em um evento que comemorava os 182 anos da Polícia Militar do estado.

Existe certa pressa na realização deste concurso, uma vez que a PM MS possui um grande déficit de profissionais em seu quadro, que se encontra em torno de 42%, o que não atende uma Lei Complementar do ano de 2015 em que é previsto um ideal de 9.458 servidores. A PM do Mato Grosso do Sul atua hoje com um total de 5,9 mil profissionais, que atendem uma população de 2,7 milhões de pessoas, número este que está muito abaixo do necessário.

Desse modo, o edital deste concurso terá como organizadoras a Secretaria de Administração e Desburocratização e a Secretaria de Justiça e Segurança Pública, com uma parceria com o Comando que pertence à Polícia Militar.

Desde o mês de setembro do ano passado uma banca para organização do concurso já havia sido formada, tanto que em dezembro o governador já havia dado autorização para a sua realização.

Inicialmente, a previsão era de que fossem ofertadas na concorrência 500 vagas, contudo por uma questão de orçamento foram liberadas para este ano de 2018 apenas 450 oportunidades. Desse total de vagas, 50 são para o posto de oficial combatente, 288 são para o posto de soldado e 12 são para o posto de oficial de saúde.

O próximo passo é a publicação do edital de abertura, onde estarão descritas todas as informações necessárias aos interessados, como requisitos, conteúdos a serem cobrados, validade, entre outras informações.

Ainda não se pode afirmar com precisão, mas geralmente os concursos para a Polícia Militar em geral possuem alguns pré-requisitos que devem ser observados pelos interessados. Por exemplo, é necessário que o candidato possua nacionalidade brasileira, tenha idade mínima de 18 anos de máxima de 24; tenha altura mínima de 1,65 m para os candidatos homens e 1,60 m para candidatas mulheres; tenha CNH no mínimo de categoria “B”, entre outros requisitos.

Os aprovados em todas as etapas do processo de seleção devem realizar um curso de formação, estando assim na condição de aluno-soldado, neste período de formação eles devem receber uma bolsa-auxílio no valor de R$ 1.540,95. Quando o curso for concluído esta remuneração sobe para R$ 3.325,00. Já quem se inscrever para o posto de oficial, frequentará o curso na condição de aluno-oficial, de modo que seu salário é de R$ 3.303,33, que após a realização do curso passa para R$ 7.021,63.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul, esteja atento a novas informações e à publicação do edital que deve acontecer em breve.

Por Ana Paula

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 13 Média: 3.1]

Certame deverá contar com 500 vagas para agentes.

Estamos no início de mais um ano e muitas pessoas se encontram na expectativa pela abertura de inscrições para um novo concurso público da Polícia Federal do ano de 2018. E para essas pessoas as notícias que acabam de chegar são bastante animadoras, pois o concurso acaba de ser autorizado pelo ministro da Segurança Pública.

É isso mesmo, quem estiver planejando prestar concurso público para a Polícia Federal já pode começar a se preparar, pois o certame acaba de receber autorização conforme foi informado por Raul Jungmann, Ministro da Segurança Pública do país, na última quarta-feira, dia 28 do mês de fevereiro.

De acordo com as primeiras informações foram disponibilizadas, o certame contará com o total de 500 vagas.

A decisão de realizar mais este concurso surgiu após a realização de uma reunião juntamente com o Ministério do Planejamento, em que decidiu-se a liberação de verbas para a sua realização. Assim, a previsão é de que o edital seja publicado ainda neste ano.

Na realidade este concurso só foi liberado pois existe uma necessidade e até mesmo uma urgência no reforço dos recursos humanos, principalmente na Polícia Federal e também na Polícia Rodoviária. Este concurso, por exemplo, contará com a oferta de 500 vagas para o cargo de agentes da Polícia Federal.

A Assessoria de imprensa da Polícia Federal afirmou que o concurso está praticamente confirmado para ser realizado este ano. Tanto que no dia 18 do mês de janeiro, em uma entrevista para a televisão, o presidente Michel Temer afirmou que já deu aval para a realização deste concurso. Para falar sobre o concurso, no dia 15 do mês de fevereiro o presidente teve um encontro com o diretor-geral da Polícia Federal em exercício, Fernando Segóvia.

Também em relação a esse tema Fernando Segóvia foi ao Planalto recentemente para fazer a apresentação de uma nova proposta de um plano mais novo de segurança nacional.

Segundo a proposta, os temas mais abordados tratam da questão da segurança nas regiões fronteiriças e também na promoção do combate à criminalidade, cujos índices aumentaram de forma significativa no ano de 2017.

Nesse sentido, as informações recentes apontam que o concurso será mesmo realizado, pois já estaria autorizado pelo MPOG, que é o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, sendo que esta informação partiu de Luís Antônio Boudens, que é o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, a conhecida FENAPEF. Essa informação teria sido passada para a Polícia Federal, por meio da pessoa de Fernando Segóvia em uma reunião realizada com sindicalista da PF no dia 27 do mês de dezembro.

Durante a reunião Segóvia afirmou que o que estava faltando para a realização este concurso era a liberação do orçamento e consequentemente a sua autorização. A partir da organização o concurso começa a se desenvolver até que o edital seja publicado. Alguns detalhes burocráticos ainda estão pendentes, mas aos poucos eles vão sendo resolvidos, como a definição da empresa organizadora e a elaboração de um cronograma com todas as datas definidas.

No documento original que solicitava a autorização para a realização deste concurso constava um total de 1.758 vagas solicitadas, porém, o governo só pode autorizar um concurso para 500 oportunidades. Dentre os cargos solicitados estão o de Delegado, de Perito e de Agente. Embora não tenha sido autorizado o que constava na solicitação, esta já será uma boa oportunidade para quem busca uma chance de entrar para a Polícia Federal.

Assim que este concurso tiver seu edital publicado com todas as informações necessárias para os interessados, a Polícia Federal enviará novo projeto de concurso ao MPOG, para a abertura de novos concursos.

Desse modo, se você possui interesse em prestar este concurso já comece a se preparar para a realização das provas. Fique atento à novas informações sobre a sua realização.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 126 Média: 3]

Concurso foi autorizado e terá vagas para os cargos de Escrivão, Agente de Polícia, Perito Criminal e Delegado.

Após seis anos, a Polícia Federal anunciou que vai realizar um novo concurso público. Segundo o órgão, o novo certame vai oferecer 500 vagas para diferentes postos de trabalho dentro da instituição. Com um trabalho de extrema importância para a sociedade, a PF precisa renovar e aumentar o seu quadro de oficiais. Este certame ainda está em fase inicial e poucas informações foram divulgadas ou até mesmo confirmadas. Confira agora os dados iniciais para se preparar para este processo admissional caso seja do seu interesse.

Primeiros informes a respeito do concurso público da PF

Há algum tempo se tinha o rumor de que a Polícia Federal iria realizar um novo certame. Mas, a confirmação mesmo só veio no final do mês de fevereiro. Como o último concurso foi realizado no ano de 2012, a instituição precisa se preparar e atualizar este certame para que ele tenha o menor número de erros possíveis. Já que são muitas vagas para serem oferecidas.

A expectativa é que este processo admissional ocorra nos próximos meses. Esta informação só vai se confirmar quando o edital ou outros documentos oficiais forem divulgados. Levando-se em consideração os cargos que mais precisam de novos servidores, a PF vai abrir vagas para as seguintes ocupações: Escrivão, Agente de Polícia, Perito Criminal e Delegado.

Para todos os postos de trabalho que foram citados é necessário que os interessados tenham se formado em um curso superior. Para as vagas de Agente de Polícia, Escrivão e Perito são aceitos diferentes cursos de graduação. Já para a função de Delegado, o indivíduo precisa ter se formado em Direito.

Os salários podem variar entre R$ 10.000,00 e R$ 24.000.00. Não foram informadas quantas vagas vão ser destinadas para cada ocupação, nem os benefícios para cada cargo e também não foi divulgada a jornada de trabalho para cada posto de serviço. Ainda não se tem informações sobre as cidades que os aprovados no certame vão atuar. Sobre a validade do concurso também não se tem nenhum dado confirmado.

Possíveis etapas do processo seletivo

Grandes organizações como a Polícia Federal costumam seguir alguns preceitos para a realização de um processo admissional com a ideia citada acima de ter o menor número de equívocos. Dessa forma, se tem a expectativa que a PF deve adotar os seguintes critérios de avaliação para os candidatos:

01ºª etapa: avaliação de múltipla escolha.

02ª etapa: teste discursivo.

03ª etapa: prova para avaliar as condições físicas dos inscritos.

04ª etapa: exame médico.

05ª etapa: teste psicológico, dentre outros.

Levando em consideração as características das provas, as duas primeiras avaliações devem ser de caráter classificatório e eliminatório e as demais devem ser apenas de caráter eliminatório. Além dessas etapas, a PF também deve avaliar os antecedentes criminais dos participantes do concurso além de verificar se eles possuem pendências eleitorais, judiciais e se os candidatos homens estão em dia com a sua situação com o exército brasileiro.

Exame anterior

Como mencionado no tópico “Primeiros informes a respeito do concurso público da PF”, a instituição realizou no ano de 2012 o seu último concurso público. Na época foram disponibilizados 600 postos de trabalho. A banca organizadora do concurso foi o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos, o CESPE/UnB. As vagas foram divididas da seguinte maneira:

100 oportunidades para Papiloscopistas.

100 oportunidades para Perito Criminal.

150 oportunidades para Delegado.

350 oportunidades para Escrivão.

500 oportunidades para Agente de Polícia.

Os inscritos foram avaliados por meio das seguintes fases:

– Prova de múltipla escolha com 120 questões contendo os seguintes conteúdos: noções de arquivologia; legislação; direito constitucional; direito administrativo; direito processual penal; direito penal; noções de administração; raciocínio lógico; atualidades; noções de informática e língua portuguesa.

– Prova Discursiva. O candidato precisava escrever uma resposta de até 30 linhas sobre um tema divulgado na hora.

– Avaliação de aptidão física.

– Exame médico.

– Teste psicológico.

– Prova de digitação.

Mais de 100 mil pessoas se inscreveram no concurso. Para acompanhar as novidades deste certame acesse: http://www.pf.gov.br/servicos-pf/concursos.

Por Isabela Castro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 33 Média: 2.8]

Seleção deverá ofertar vagas para técnico, analista e perito.

Os brasileiros estão cada vez mais interessados em processos seletivos e concursos públicos. Na realidade, este fato é apenas o reflexo de uma crise na economia, que atinge o Brasil desde 2016 e que contribuiu de forma considerável para o aumento de desempregados no país. Assim, diante de tanta instabilidade da economia, os brasileiros passaram a ver esses concursos como boas alternativas para conquistar um novo posto no mercado de trabalho, que está a cada dia mais exigente e concorrido. Além disso, os concursos oferecem estabilidade e segurança que são fundamentais para qualquer profissional.

Como estamos no início do ano, nesta época geralmente muitas empresas, instituições e órgãos públicos, anunciam a abertura de novos concursos processos seletivos e concursos públicos.

E por falar em concurso público, desde o ano passado existe uma grande expectativa por parte dos “concurseiros” sobre a abertura de um novo concurso público do INSS, que é o Instituto Nacional do Seguro Social.

Embora muita gente tenha passado o ano de 2017 aguardando a publicação de seu edital de abertura, a expectativa para este ano é de que ele realmente aconteça.

Um novo documento que solicita a autorização para o concurso foi enviado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e segundo informações recentes o pedido tem avançado por vários setores do Ministério, o que significa que ele vem sendo aprovado por onde passa.

Informações cedidas pelo órgão dão conta de que são solicitadas no documento o equivalente a um total de 16.548 vagas.

Contudo, esse total de vagas não seria para um único concurso. Na realidade 7.580 oportunidades seriam destinadas a um concurso a ser realizado neste ano e o restante seria para concursos no ano de 2019.

Do total e vagas para um possível concurso em 2018, 3.941 seriam para o cargo de técnico, 1.493 para o cargo de analista e 2.146 para o cargo de perito.

Este é um dos concursos públicos mais esperados em todo o país, o que faz dele também um dos mais concorridos, visto que um cargo que exige formação de nível médio oferece uma remuneração no valor de R$5.000 no cargo de técnico, já um profissional no cargo de analista, que exige formação e nível superior, recebe uma remuneração no valor de R$8.000.

O último concurso público realizado pelo INSS disponibilizou para a concorrência o total de 950 vagas, para os cargos de técnico e analista. Porém, o órgão enfrenta hoje grandes problemas em decorrência da falta de servidores. Segundo informações atualizadas, o órgão atua hoje com um número consideravelmente baixo de profissionais, o que compromete a qualidade e eficiência no atendimento ao público, fazendo com que o trabalho acumule e os agendamentos e perícias se tornem tão demorados.

Além disso, o número de servidores que atuam no órgão vem diminuído a cada ano. Em 2017 o órgão teve uma baixa de mais de 1500 servidores, que se aposentaram, foram exonerados, faleceram ou pediram demissão, Fato que torna a situação do órgão ainda mais complicada para o ano de 2018.

Nesse sentido, ao que tudo indica neste ano de 2018, um novo edital deve ser publicado com um quantitativo de vagas relativamente alto, considerando a necessidade que o órgão possui de pessoal em seu quadro de servidores.

Diante disso, se você possui interesse em realizar este concurso e conquistar a estabilidade e segurança financeira que você tanto almeja, esteja atento a novas informações sobre a sua situação no MPDG e já comece a se preparar para a realização da prova. Para isso, consulte editais de concurso passados do INSS e verifique os conteúdos geralmente cobrados para o cargo de seu interesse.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 137 Média: 3.2]

Certame deverá oferecer 2.100 vagas.

Entre os melhores concursos em vias de oficialização está o processo seletivo para cargos na Polícia Civil-DF. Estão sendo solicitadas 2.100 vagas para o mesmo. Este certame está sendo programado para realização neste mesmo ano de 2018. Em realidade, este concurso foi anunciado no dia 21 de abril de 2017 e desde então tem despertado muitas expectativas. A divulgação ocorreu por meio da direção da instituição, ao longo de um evento ocorrido no dia do policial civil na Capital Federal.

Assim, os procedimentos de autorização permanecem em trâmite no interior da diretoria da Polícia Civil do Distrito Federal, PC-DF. A retomada do processo aconteceu a partir do dia 1º de fevereiro de 2018, estando em avaliação para a devida autorização, a qual validará este novo concurso público do órgão, já aguardado desde o dia 21 de abril de 2017. Conforme as informações angariadas da própria direção, oficialmente serão ofertadas exatamente 2.100 vagas para diversos postos de trabalho. Entretanto, informações sobre a distribuição de todas as vagas em conformidade com os cargos ainda não estão disponíveis. Assim que este processo de seleção for definitivamente autorizado, oficializado e publicado o seu edital, a quantidade de vagas será, então, revelada exatamente.

Apesar da quantidade elevada de oportunidades a serem oferecidas, foi anunciado pelo sindicato desta categoria que a demanda por vagas ainda pode ser insuficiente no que toca à urgência de se renovar o quadro de servidores da corporação, dado que até o ano de 2020 estima-se que mais de mil profissionais policiais estarão em vias de se aposentar. Desde o início do ano de 2017, mais de 150 policiais deram entrada às suas aposentadorias.

O histórico do concurso anterior, o qual abriu vagas para cargos na mesma corporação, foi realizado no ano de 2016, em que estavam disponíveis em torno de 100 postos destinados ao cargo de perito criminal, sendo que a meta da instituição era de 20 contratações imediatas e mais 80 destinadas à formação do cadastro reserva de pessoal. No concurso promovido no ano anterior a esse, em 2015, esta mesma corporação estava ofertando em torno de 417 vagas, para o preenchimento de postos de trabalho voltados apenas para candidatos com nível superior de formação acadêmica, das quais 170 estavam programadas para imediato preenchimento, ficando as demais 247 destinadas à formação do cadastro reserva de pessoal.

Naquela ocasião, as vagas em aberto estavam programadas para preencher postos de trabalho no setor de Papiloscopista, que estava com 50 vagas para imediato preenchimento e mais 107 vagas para a formação do cadastro reserva; também houve postos de trabalho de perito médico legista, com 20 vagas de imediato preenchimento e mais 40 para formação de cadastro reserva de pessoal e postos no setor de delegado de polícia com 100 vagas de imediato preenchimento e mais 100 vagas para formação de cadastro reserva de pessoal.

É um concurso para cargos na Polícia Civil da Capital Federal, Brasília, promovido pela própria corporação, ofertando inicialmente 2.100 vagas e próximo de sua publicação definitiva.

Professores e outros profissionais da CERS Cursos estão lançando diversos métodos de estudo e dicas importantes sobre a natureza desta vocação, ou seja, os trabalhos a serem realizados nessa área e a vantagem de se atuar nesse setor policial. Entretanto, todos os interessados nessa profissão precisam estudar muito por meio dos cursos preparatórios, dado que o número de concorrentes está crescendo a cada ano, tornando imprescindível uma preparação de grande qualidade.

É de grande valor ressaltar a importância, a gravidade e a responsabilidade que, entre tantas profissões, esta acarreta.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 68 Média: 3]

Seleção aguarda autorização e deve ofertar vagas de nível médio e superior.

Novo concurso público está sendo encaminhado para oficialização. Trata-se da autorização que visa oficializar o certame público de 2018 para cargos na Advocacia Geral da União, AGU.

A partir do dia 30 de janeiro de 2018, a solicitação para a realização deste processo seletivo chegou à Coordenação Geral Jurídica de Recursos Humanos e da Coordenação Geral Jurídica de Assuntos Orçamentários, Econômicos e Internacionais do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, MPDG. O trâmite para a oficialização está passando por diversas alterações e avanços dentro do órgão, nestas últimas semanas, no sentido de agilizar a sanção deste concurso para este mesmo ano.

A demanda pelo processo de seleção encaminhada pelo mesmo órgão visa à disponibilização de 1.364 vagas. Em realidade, a autorização para o concurso em questão, de acordo com a própria AGU, estava previamente sancionada desde o dia 18 de julho de 2017, por meio do MPDG, com a intenção de ofertar 100 vagas. Entretanto, aquela autorização não chegou a ser efetivada ou mesmo divulgada no Diário Oficial e a solicitação para o concurso permaneceu em processo de trâmite no cerne do Ministério.

Conforme as informações angariadas da assessoria de imprensa da própria AGU, este novo processo seletivo oferecerá vagas para pessoas que possuam nível médio e nível superior de formação acadêmica. A distribuição de cargos, de acordo com os graus escolares, não está ainda definida. Os setores de trabalho serão em carreiras jurídicas do órgão. O valor dos salários, inicialmente, está em torno de 4.100 reais com relação aos cargos de ensino médio de escolaridade e 6.200 reais para os cargos que exigem nível superior de escolaridade, além das gratificações.

A quantidade de vagas gira em torno do número de 1.364 postos de trabalho, entretanto, a organização distributiva dos cargos ainda não foi divulgada. Porém, essa é a quantidade oficial de oportunidades solicitadas ao Ministério do Planejamento. A princípio, a divisão deste total de oportunidades imediatas segue o seguinte critério e necessidade: são 782 vagas destinadas aos cargos que exigem ensino médio e as demais 582 se destinam aos profissionais com nível superior de formação.

Em relação às vagas voltadas para pessoas com ensino médio, a demanda se estendeu para os seguintes cargos: Assistente Técnico Administrativo, com pedido de 349 vagas e cargo de Técnico em Contabilidade, com pedido de 433 vagas. Assim, dado os pedidos acima descritos, existe grande expectativa de oportunidades nas duas carreiras para esta nova seleção.

No que tange às vagas destinadas aos profissionais com nível superior de formação, a demanda se estendeu aos seguintes cargos: função de administrador, com 170 vagas; função de analista de sistemas, com 38 vagas; função de analista técnico administrativo, com 20; função de arquivista, com 17 vagas; função de bibliotecário com 18 vagas; função de engenheiro, com 15 vagas; função de contador, com 258 vagas; função de estatístico, com 16 vagas; função de médico, com 9 vagas; função de técnico em assuntos educacionais, com 10 vagas e função de técnico em comunicação social, com 11 vagas.

É importante frisar que está em trâmite na Câmara dos Deputados um projeto de lei, de número 6.788/17, o qual estabelece mais 3.000 vagas dentro do mesmo órgão, em que 2.000 delas se destinam ao cargo de Analista Técnico de apoio à Atividade Jurídica e as 1.000 vagas restantes se destinam à função de Técnico de Apoio à Atividade Jurídica. Com relação às vagas para o setor de técnicos, o critério de concorrência exige somente que o candidato possua ensino médio completo, cuja remuneração inicial está em torno de 4.669,35 reais, além das gratificações. Para os cargos de analistas, é necessário possuir nível superior, ofertando salário inicial de 6.985,34 reais.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 34 Média: 3.1]

Seleção recebe aval de Michel Temer.

A organização de uma seleção para cargos públicos de grandes dimensões exige a realização de muitas etapas especialmente em um momento de crise financeira como esta presente na realidade brasileira.

Diante desta situação uma das possibilidades que se apresenta com evolução refere-se ao Concurso Polícia Federal 2018, cujos detalhes mais atualizados de seu avanço serão abordados em seguida neste artigo.

Aval presidente Temer concurso Polícia Federal 2018

No dia 18 de janeiro, em entrevista concedida pelo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, houve a confirmação por ele de que o presidente Michel Temer confirmou sua autorização para que o concurso Polícia Federal 2018 seja realizado.

Esta informação também foi dada pelo diretor-geral, em reunião feita com Fenapref (Federação Nacional dos Policiais Federais), havendo a adição neste caso de que o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão também autorize a realização deste certame considerado.

O Decreto 8.326 de 2014 garante que a Polícia Federal possa realizar novos concursos sempre que comprovar uma defasagem em seu quadro pessoal de pelo menos 5%, sem que haja necessidade de uma autorização prévia do Ministério do Planejamento, mas este segundo órgão precisa confirmar a presença de recursos financeiros para as contratações a serem efetuadas.

Vagas para concurso Polícia Federal 2018

Ao considerar as vagas que estarão disponíveis para o novo concurso Polícia Federal 2018, de acordo com a Fenapref, o pedido inicial foi de 1.758 vagas que serão reduzidas a um montante de 600 chances para adequação às limitações orçamentárias do ano em vigor.

Deste total, a sua divisão consiste na seguinte organização em cargos:

· 50 vagas para Delegado da Polícia Federal: é preciso que os candidatos possuam nível superior em Direito completo com 03 anos de prática jurídica ou policial comprovadas no momento de sua posse.

· 100 vagas para Peritos da Polícia Federal: a exigência mínima é de nível superior em áreas específicas abrangidas pela atividade policial como Medicina, Psicologia e outras.

· 150 vagas para Agente da Polícia Federal

· 300 vagas para Escrivão da Polícia Federal

Para os cargos de agente e escrivão da Polícia Federal é exigido que os candidatos possuam nível superior completo em qualquer área de formação. Além disso, todos devem possuir carteira de habilitação tipo B.

Remuneração e regime de trabalho paraConcurso Polícia Federal 2018

Os aprovados no concurso Polícia Federal 2018 terão uma jornada de trabalho composta por 40 horas semanais com lotação inicial para postos de fronteira presentes nos seguintes estados:

· Acre e Amazonas

· Amapá e Pará

· Mato Grosso e Mato Grosso do Sul

· Rondônia e Roraima

Após as equipes nestes locais preferenciais estarem completas ocorre o preenchimento das vagas existentes nos outros estados brasileiros de acordo com as suas respectivas necessidades.

Quanto à remuneração dos cargos vinculados com este concurso público sua oferta atual é a seguinte:

· Peritos e delegados: R$23.130,48, o qual será elevado para R$24.150,74 em virtude do reajuste previsto para esta classe profissional da Polícia Federal em Janeiro de 2019.

· Agente e escrivão: R$11.983,26 ao qual é incluído um vale-alimentação de R$458,00. A partir de Janeiro de 2018, o salário destas categorias será de R$12.522,50 em decorrência do reajuste a ser concedido.

Como estudar para Concurso Polícia Federal 2018

A atual situação na qual não existe um edital quanto ao Concurso Polícia Federal 2018 exige dos interessados se basear no último certame para esta organização que aconteceu no ano de 2014 com organização pelo Cespe/UNB.

As etapas que constituíram esta seleção foram provas objetivas e discursivas, testes de aptidão física, exames médios e psicológicos, análise de títulos e, ainda, prova oral para o cargo específico de Delegado.

Neste caso, é preciso se embasar nas disciplinas cobradas com as devidas atualizações para a realidade deste momento focando em uma preparação intensa que irá garantir de maneira efetiva a aprovação pretendida.

Conclusão

Portanto, com a concordância presidencial para a realização do Concurso Polícia Federal 2018, a proximidade deste certame se torna maior, exigindo uma atenção especial de seus interessados para a sua devida preparação rumo ao cargo público pretendido.

Ana Camila Neves Morais

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 122 Média: 2.8]

Certame deveá ofertar 300 vagas para Oficial e Agente.

O edital para o concurso da empresa Abin deve ser divulgado nesta sexta, dia 22 do mês de dezembro.

Até o momento, sabe-se que serão fornecidas cerca de 300 novas oportunidades de emprego. Desse total, cerca de 280 serão destinadas ao cargo de oficial, que exige que o candidato possua nível superior. Já as 20 vagas restantes são para o cargo de agente, sendo necessário que o participante tenha o nível médio de escolaridade.

Por isso, caso o leitor esteja interessado em realizar o concurso ou conhece alguém que está em busca de uma nova oportunidade de emprego, seja como oficial ou agente, as informações abaixo podem ir de auxílio nesse momento.

Para quem não sabe, a Abin, que é a abreviação de Agência Brasileira de Inteligência, está organizando um dos concursos públicos mais esperados do ano. Mas calma! Se você faz parte daquele time que não aguenta mais esperar pela publicação do edital, aqui vai uma ótima notícia. Conforme algumas informações passadas por pessoas conectadas ao órgão, o edital do certame será publicado amanhã, sexta-feira, no dia 22 de dezembro. Na última segunda-feira, dia 18 de dezembro, a Abin fez sua escolha de qual seria a banca organizadora do concurso ao assinar um contrato com a Cebraspe, Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Promoção de Eventos. Vale ressaltar a urgência na qual a Abin está avançando com as etapas que antecedem ao concurso, isso porque, de acordo com o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, a Abin poderia publicar o documento até o dia 17 do mês de janeiro.

Ficou interessado em participar do concurso público da Abin? Então a seguir vai algumas informações sobre cada cargo.

Para concorrer às 20 vagas de agente de inteligência é preciso que o participante tenha o certificado de conclusão emitido pelo Ministério da Educação. O salário inicial é de R$ 6.200 e além disso, há outros benefícios envolvidos, como o vale-alimentação, por exemplo.

Já as demais 280 vagas são divididas em dois cargos. Sendo assim, cerca de 220 vagas são para as funções de oficial de inteligência, cujo salário inicial pode chegar a até R$ 15.500. As outras 60 vagas são para as funções de técnico de inteligência e a remuneração inicial para esse cargo pode ser de até R$ 14.30. Dessa maneira, para concorrer a um desses cargos, é preciso que o candidato possua formação superior em sua área de atuação específica, que, por hora, ainda não foi divulgada.

Aqueles que forem aprovados devem trabalhar em no município de Brasília.

O maior intuito da Abin é que esse concurso seja realizado no menor tempo possível, pois desde 2011 a instituição está trabalhando com um número de funcionários bem abaixo do que é necessário para atender à demanda dos serviços.

A divulgação do nome da banca organizadora foi um grande passo para os estudantes que estavam aguardando pelo nome, isso porque espera-se que esse concurso seja bastante concorrido. Não é de hoje que sabemos que a crise política que teve início em 2015 acabou por interferir também no setor econômico. Dessa foma, inúmeras empresas e indústrias tiveram que demitir os seus funcionários, o que resultou em cerca de 14 milhões de pessoas desempregadas no início do primeiro semestre de 2017. Nesse sentido, os participantes devem estar muito bem preparados e o nome da banca organizadora facilita na hora dos estudos, já que o estudante pode refazer as provas anteriores e dessa forma, prepara-se psicologicamente e também para os conteúdos que devem cair na prova.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 74 Média: 2.7]

Seleção oferece 183 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 6 de fevereiro de 2018.

Foi publicado o edital do processo seletivo da Aeronáutica, para preenchimento de 183 vagas, para admissão no estágio de adaptação a graduação de sargento (EAGS), destinadas a ambos os sexos. O estágio tem duração de mais ou menos 1 ano e será ministrado na EEAR em Guaratinguetá- SP, sob um regime de internado militar, onde os candidatos aprovados terão instruções técnico-especializados e nos campos militar.

A instrução no campo técnico- especializado tem o objetivo de nivelar os conhecimentos dos candidatos aprovados, para que as necessidades do COMAER sejam atendidas por eles através de um desempenho profissional especializado. Já a instrução que será ministrada no Campo Militar, visa transmitir e reforçar aos aprovados, os postulados básicos, referente a futura graduação. Visa também desenvolver neles resistência física, muito importante para a profissão, vibração, entusiasmo e devoção pela carreira que ele terá na Força Aérea, entre outras, para que no final do estágio os alunos tenham os atributos e competência que fará dele um integrante do corpo de graduados.

As inscrições para participar do processo seletivo deverão ser realizadas a partir do dia 8 de janeiro de 2018 e serão finalizadas no dia 6 de fevereiro de 2018. O preenchimento do formulário com as informações solicitadas para efetuar a inscrição deverá ser realizado através do site www.fab.mil.br/eear e/ou http://ingresso.eear.aer.mil.br/. Após o preenchimento do formulário de inscrição será gerado um boleto com a taxa de inscrição, no valor de R$ 60,00, que deverá ser impresso e pago em qualquer agência bancária ou casa lotérica até no máximo dia 9 de fevereiro de 2018. É importante ressaltar que os pagamentos que forem efetuados após essa data não serão considerados, além disso, somente após pagamento dessa taxa a inscrição será completada, ou seja, os candidatos que não efetuarem esse pagamento até a data limite, terá a inscrição automaticamente cancelada.

A prova será aplicada no dia 22 de abril de 2018 e no momento que o candidato estiver efetuando a inscrição através do site mencionado acima, ele deverá escolher em qual local deseja realizar a prova. As opções de locais para realização da prova são: São Paulo- SP; São José dos Campos- SP; Recife- PE; Belém- PA; Natal- RN; Belo Horizonte- MG; Rio de Janeiro- RJ; Campo Grande- MS; Santa Maria- RS; Canoa- RS; Curitiba- PR; Manaus- AM; Brasília- DF; Boa Vista- RR e Porto Velho- RO.

O salário inicial oferecido para os aprovados no concurso é de R$ 3.584,00.

Dessas 183 vagas, 30 são para a área de eletrônica, 40 vagas são para a área administrativa, 45 vagas para a área de enfermagem, 14 vagas para a área de eletricidade, 20 vagas para a área de informática, 5 vagas para laboratório, 8 vagas para a área de pavimentação, 5 vagas para a área de radiologia e 8 vagas para a área de topografia.

Para participar do processo seletivo é necessário ter concluído o ensino médio ou ensino médio/técnico, ter mais de 17 anos de idade, além disso, o candidato não poderá completar 25 anos até o dia 31 de dezembro de 2019.

A primeira fase para realização da seleção dos candidatos será uma prova escrita com questões de múltipla escolha. Serão cobrados conhecimentos de língua portuguesa e conhecimentos específicos referentes a área de cada cargo. Além dessa fase, o concurso ainda terá a fase de inspeção de saúde, teste de avaliação do condicionamento físico, exame de aptidão psicológica, uma prova prática de especialidade e validação dos documentos.

Aqueles que tiverem interesse em concorrer a uma das vagas disponíveis no processo seletivo, devem acessar o edital através desse link, para obter mais informações a respeito das inscrições, data, salários, benefícios, pré-requisitos, provas, entre outras informações.

Lorena Ruiz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 114 Média: 3.1]

Seleção deverá ofertar 1.758 vagas com salários de até R$ 30 mil.

Uma grande oportunidade acaba de ser anunciada para as pessoas que desejam participar de um concurso público em 2018. Pois, a Polícia Federal, a PF, acaba de anunciar que irá realizar um processo seletivo para o próximo ano. A expectativa inicial é que sejam oferecidas mais de 1000 vagas para diferentes cargos. A PF é um das melhores instituições para se trabalhar, devido ao bom salário, benefícios, condições de carreira e tantos outros pontos. O processo admissional ainda está em fase inicial. Com isso, nenhum documento oficial ou edital foi divulgado. Mas, algumas informações já estão sendo veiculadas. Saiba agora, todos os dados a respeito desse concurso público. Essa pode ser a sua grande chance de emprego para 2018.

O último concurso público da Polícia Federal aconteceu no ano de 2014 e em três anos, a instituição vem sofrendo a baixa de profissionais. Com isso, muito dos processos da PF acabam sendo prejudicados. A necessidade de ser realizar um novo concurso público para a Polícia Federal é antiga, as primeiras intenções surgiram há cerca de dois anos, em 2016. Entretanto, só foi a partir deste ano que o processo seletivo começou a ser desenhado. A expectativa inicial é que sejam oferecidas cerca de 1.758 vagas de emprego para diferentes funções. Segundo o que foi divulgado até o momento, as vagas devem ser distribuídas da seguinte maneira: 67 oportunidades para perito; 491 vagas para a função para delegado; 600 postos de trabalho para agente e 600 oportunidades para escrivão. As remunerações devem varia entre R$ 12.000,00 reais e podem chegar até R$ 30.000,00 reais.

A grande maioria das instituições possuem um certo padrão quando vão realizar um processo seletivo. Isso faz com que a margem de erro dentro do processo admissional se torne muito menor. A Polícia Federal, que é um órgão muito tradicional, deve também seguir o seu padrão para o concurso de 2018. Levando em consideração as provas anteriores, para essa nova avaliação a PF tem grandes chances de contar com a Cebraspe, antiga Cespe/Unb, como banca organizadora. Essa informação é de grande valia, pois os interessados precisam conferir as provas anteriores da Polícia Federal e também da própria Cebreaspe para ter uma noção de como os conteúdos são cobrados. Outro ponto importante é que a PF também costuma ter uma espécie de cartilha para seguir a respeito das fases em seu processo seletivo: avaliação de títulos, exames físicos e psicológicos, análise de currículos, avaliação médica, dentre outros.

Um outro ponto importante para qualquer concurso público são os pré – requisitos para concorrer a uma das vagas. Os candidatos precisam seguir essas exigências. Pois, caso não sigam, eles podem ser excluídos ao final do processo seletivo em caso de aprovação. Na grande maioria das vezes a Polícia Federal costuma exigir os seguintes pré – requisitos dos candidatos: ser maior de 18 anos; possui a nacionalidade brasileira; ter a formação necessária para o cargo; não ter pendências judiciais, eleitorais e militares (para os candidatos do sexo masculino); não estar ocupando um cargo público na época de nomeação dos candidatos, passar em todas as fases do processo seletivo, dentre outros.

A expectativa é que o edital seja divulgado no primeiro semestre de 2018. Com a publicação deste documento oficial todas as informações vão ser confirmadas de forma exata. Com isso, dados como: período de inscrições, etapas do processo seletivo, remuneração, benefícios, plano de carreira, locais de atuação, validade do concurso, se há possibilidade de prorrogação do vínculo empregatício, data das provas, locais das avaliações, dentre outros pontos, vão ser informados com toda a precisão. Caso você tenha se interessado a respeito do novo concurso público da Polícia Federal, acesse o seguinte endereço eletrônico: http://www.pf.gov.br/. É através do site oficial da PF que todas as informações vão ser divulgadas. Boa sorte!

Isabela Castro.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 210 Média: 3.1]

A FUNDATEC foi definida como banca responsável pelo concurso da ALE RS para prover cargos de escolaridade de nível médio e superior.

Quem estuda para concurso pode conferir aqui uma ótima notícia. A Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul (ALE RS) publicou no diário oficial do dia 20 de dezembro (quarta-feira) qual a banca escolhida para organizar seu próximo certame. Assim, aumenta a expectativa para publicação do edital. Confira mais detalhes a seguir.

Informações sobre a Banca e sobre inscrições

A Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (FUNDATEC) foi definida como banca responsável pelo concurso da ALE RS para prover cargos de escolaridade de nível médio e superior.

A fundação foi contratada por dispensa de processo licitatório.

Conforme a súmula do contrato celebrado com a empresa, o órgão informou que os valores das taxas de inscrição variam entre R$ 35,93 e R$ 63,26 para as funções de nível médio e entre R$ 61,07 e R$ 126,33 para quem tem graduação de nível superior completa.

Quais são as oportunidades disponíveis?

Para quem tem ensino médio completo, haverá vagas para técnico e agente legislativo. Já para a função de analista legislativo, serão ofertadas as seguintes especialidades: analista de tecnologia da informação, comunicador, contador, procurador, administrador, arquiteto, engenheiro mecânico e engenheiro elétrico.

No total, serão oferecidas 51 vagas, sendo 35 para quem possuir nível médio e 16 para quem tiver formação superior.

De acordo com o novo plano de cargos e salários, a remuneração dos cargos de técnico e agente legislativo, que antes eram nomeados como técnico em apoio legislativo e inspetor de segurança, chega a R$ 6,3 mil. Já os analistas legislativos terão direito a um salário de R$ 9,8 mil.

Sobre o último concurso público da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul

O último certame da ALE RS ocorreu em 2004. Na ocasião, a empresa contratada para organizar o processo seletivo foi a Fundação de Apoio da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Faurgs).

Foram anunciadas 40 vagas para os seguintes cargos: Arquivista, Consultor Técnico Legislativo, Contador, Administrador, Engenheiro, Analista de Rede e Hardware, Bibliotecário-Pesquisador Parlamentar, Analista de Sistemas, Procurador, Jornalista e Economista.

Naquele momento, 3 editais foram anunciados, sendo 1 para o cargo de consultor, com remuneração de R$ 2,4 mil; o segundo para procurador, com vencimento inicial de R$ 6,1 mil e o último para os demais cargos e com salário de R$ 2,5 mil.

Para ser procurador, é necessário ser bacharel em Direito e possuir registro ativo na ordem dos advogados do Brasil (OAB).

Os candidatos foram examinados em prova objetiva sobre português e conhecimentos específicos, para todos os cargos. Quem concorreu ao cargo de procurador ainda passou pelas seguintes etapas: prova dissertativa, peça jurídica e avaliação de títulos. Todas as fases ocorreram na cidade de Porto Alegre, capital do estado do Rio Grande do Sul.

Mais detalhes

A comissão organizadora do concurso público da ALE RS foi designada pelo presidente da Assembleia, o Deputado Edegar Pretto, no dia 22 de novembro de 2017 (quarta-feira).

Conforme dados da Assembleia Legislativa do estado, há cerca de 1.572 servidores, sendo mais de 1.300 advindos de cargos em comissão, 255 de concurso, 45 estagiários e 669 servidores inativos.

A ALE RS é responsável por legislar normas para o estado e também por fiscalizar atos do Poder Executivo estadual.

Se você tem interesse em participar do concurso para conquistar uma vaga, inicie a sua preparação o quanto antes. Desse modo, quando o edital for publicado, você fará ajustes com os assuntos que ainda não estudou ou que forem novidades, em comparação com o edital do último certame. Além disso, quando esse documento for lançado, você pode concentrar seus estudos em revisão do conteúdo e resolução de questões de outros concursos da FUNDATEC. Com isso, você poderá obter um diferencial perante os concorrentes.

Por Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 23 Média: 2.5]

Certame deverá ofertar vagas de técnico, perito e analista.

Muitas pessoas aguardam pela abertura de novos concursos públicos para o ano de 2018. Entre estes concursos um que vem sendo muito esperado é o concurso do INSS. E se você se inclui entre essas pessoas, acabam de chegar algumas informações sobre o concurso INSS que podem lhe interessar. Saiba mais.

O concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social, o popularmente conhecido INSS, é um concurso que já faz um bom tempo que vem sendo aguardado. As notícias recentes apontam que um novo documento de solicitação e autorização foi encaminhado para o MPDG, que é o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. No documento é solicitado que sejam disponibilizadas em um novo concurso o total de 16.548 vagas, sendo que deste total mais de 12 mil seriam para a função de técnico do seguro social, que é um dos cargos com mais déficit no INSS.

A expectativa é que ao menos 7.580 vagas sejam liberadas para a realização de um novo concurso ainda no ano de 2018. Já que as primeiras informações apontavam que um novo concurso poderia ser realizado somente no ano de 2019.

Assim, se esse parcial de vagas for liberado pelo Ministério do Planejamento, 3.941 serão para o cargo de técnico. 1.493 são para o cargo de analista em diversas especialidades e 2.416 serão para o cargo e perito.

Existe em todo o país uma grande expectativa de que o MPDG autorize o quanto antes a realização deste novo concurso no INSS para que ele possa ser realizado no ano de 2018 e no mais tardar no início do ano de 2019. Tanto que muitas pessoas já há algum tempo vêm se preparando para a realização das provas.

Uma das carreiras que são muito concorridas no Instituto é para a função de técnico do seguro social, uma vez que o requisito básico para poder concorrer a este cargo é possuir formação de nível médio. Além disso, outro motivo que leva esta função a ser muito concorrida é a remuneração paga no cargo, que é no valor de R$ 5.344,87. Valor este que já está incluído uma vale-alimentação no valor de R$458.

Já para o cargo de analista, que também terá vagas disponibilizadas no certame, os candidatos precisam possuir formação de nível superior em várias áreas, sendo elas psicologia, serviço social, direito, administração, pedagogia, letras, engenharia, arquitetura, comunicação e ciências sociais.

Um profissional que atua no cargo de analista possui uma remuneração no valor de R$ 7.954,09, valor este também com o vale-alimentação já incluído.

Quem desejar se candidatar ao cargo de perito precisa possuir formação de nível superior em Medicina e deve possuir registro junto ao Conselho Regional de Medicina. Um perito possui uma remuneração no valor de R$ 8.988,41.

O INSS é um órgão que na atualidade possui uma grande defasagem de pessoal, que leva a uma deficiência no atendimento ao público. Como já dito anteriormente, a função e técnico é a que mais necessita de novos servidores. A situação se tornou ainda mais problemática em razão de o governo federal ter diminuído o valor dos recursos repassados ao órgão, que acaba também comprometendo andamento dos serviços que o instituto desenvolve e presta a população do país. Tanto que essa situação pode ser comprovada mediante as inúmeras reclamações sobre os serviços que o INSS oferece hoje e que muitas vezes são noticiadas até na mídia.

O último concurso realizado pelo instituto aconteceu no ano de 2015, quando foram disponibilizadas para a concorrência o total de 950 oportunidades, distribuídas entre os cargos de técnico e analista. Porém, este número não foi suficiente para atender a demanda do órgão, além do fato que a validade para este concurso se encerra no ano de 2018.

Desse modo, resta aos interessados aguardar a decisão do Ministério do Planejamento Desenvolvimento e Gestão.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 165 Média: 3.1]

Certame terá edital publicado em janeiro de 2018 e ofertará 96 vagas de emprego para cargos de Nível Médio e Superior.

Uma grande oportunidade de emprego acaba de ser anunciada para você que reside em alguma cidade de Sergipe. Visto que, a Assembleia Legislativa do Estado vai realizar nos próximos meses um concurso público para a contratação de novos funcionários.

A ASLSE vai oferecer mais de 90 vagas para cargos que pedem diferentes níveis de formação escolar. Está vai ser a primeira vez que a Assembleia vai realizar um processo seletivo. Dessa forma, algumas informações já foram confirmadas e até divulgadas. No presente momento, este processo admissional se encontra nas fases final de ajuste do edital. A expectativa é que este documento seja divulgado no dia 12 de janeiro de 2018. Confira agora todas as informações a respeito deste processo admissional.

A Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe é um órgão de extrema importância. Pois, é ele quem cuida e fiscaliza os direitos populares através do poder legislativo. Dessa forma, essa instituição precisa contar com um bom número de funcionários em diferentes postos de trabalho para continuar exercendo da maneira correta os seus deveres. Como dito anteriormente, para este processo seletivo a ALSE vai contratar mais de 90 profissionais que possuem formação em nível superior ou médio. Para ser mais exata vão ser oferecidas cerca de 96 oportunidades de emprego para os seguintes cargos:

Nível Superior:

01 vaga para a função de Psicólogo;

01 vaga para a função de Arquiteto;

01 vaga para a função de Economista;

01 vaga para a função de Engenheiro Civil;

01 vaga para a função de Arquivista;

01 vaga para a função de Bibliotecário;

02 vagas para a função de Contador;

02 vagas para a função de Médico;

02 vagas para a função de Administrador de Empresas;

02 vagas para a função de Assistente Social;

03 vagas para a função de Dentista;

05 vagas para a função de Analista Legislativo (Direito);

05 vagas para a função de Jornalista;

05 vagas para a função de Enfermeiro;

10 vagas para a função de Executor de Processo Legislativo (Direito);

14 vagas para a função de Taquígrafo;

40 vagas para o Nível Médio.

Como mencionando o edital que é o documento oficial de qualquer concurso público ainda não foi divulgado. Dessa forma, não se sabe para qual cargo serão oferecidos para os candidatos que possuem formação no ensino médio. Uma informação já conformada é que a banca do concurso público da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe vai ser a Fundação Cargos Chagas. A FCC, como é popularmente conhecida, é uma popular banca que já realizou processos admissionais em diferentes estados brasileiros para diversas instituições. Suas provas se caracterizam por cobrar o conteúdo de forma mais específica e também por trazer à tona assuntos atuais. Então é necessário que os interessados em realizar este concurso público estejam informados sobre os principais assuntos do mundo e do Brasil.

Outros pontos que já estão praticamente corretos é que as inscrições devem ficar abertas entre 18 e 27 de janeiro de 2018. A expectativa é que a prova ocorra em 22 de abril de 2018. Por fim, mais um dado que está praticamente certo é referente à taxa de inscrição, ela deve ser de R$ 105,00 para os candidatos formados em um curso de graduação e de R$ 85,00 para quem tiver o diploma de ensino médio. As demais informações, como: local e horário de prova; remuneração para cara cargo; jornada de trabalho para cada função; benefícios; validade do concurso e possível prorrogação do vínculo empregatício; quantas vagas vão ser destinadas para candidatos negros e portadores de necessidades especiais; tipo de prova que vai ser aplicada; quais conteúdos vão ser cobrados, dentre outros dados, só vão ser de conhecimento de todos quando o edital for publicado em janeiro.

Para mais informações, acesse: www.al.se.gov.br.

Boa sorte!

Por Isabela Castro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 19 Média: 3.4]

Edital deverá ser publicado em janeiro de 2018.

Você está pensando em prestar um concurso público e conseguir a tão sonhada estabilidade e segurança financeira? A Abin está oferecendo a chance que você precisava. É isso mesmo, A Agência Brasileira de Inteligência acaba de confirmar a realização de mais um concurso público que disponibilizará para a concorrência o equivalente a 300 vagas, com oportunidades para candidatos com ensino médio e ensino superior.

A notícia do novo concurso foi publicada no site da Abin nesta quinta-feira, dia 14 do mês de dezembro. Segundo as informações publicadas no site da agência, o edital de publicação está previsto para ser publicado nos próximos dias, ainda neste mês de dezembro.

Para se encarregar da organização e execução do certame, foi contratado o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Promoção de Eventos, a conhecida Cebraspe, sendo que o contrato entre as partes já foi assinado e será publicado nesta sexta-feira, dia 15, no Diário Oficial.

A Abin terá até o dia 17 do mês de janeiro para realizar a liberação do documento, prazo este que foi determinado pelo MPDG, que é o Ministério do Planejamento e Gestão.

Embora o edital de abertura ainda não tenha sido publicado serão disponibilizadas um total de 300 vagas, sendo que desse total 20 são para carreiras que exigem formação de ensino médio e 280 oportunidades são para pessoas com formação de nível superior.

As remunerações iniciais possuem valores que partem de R$ 15.461,80.

Desse modo, quem possui formação de nível médio pode concorrer ao cargo de agente de inteligência. A remuneração inicial para este cargo é no valor de R$ 6.147,22 com vale-alimentação já incluso.

Já as outras 280 vagas para quem possui formação de nível superior são para as carreiras de oficial de inteligência e oficial técnico de inteligência. Os salários iniciais previstos para estes cargos são a partir de R$ 14.281,28.

As especialidades para estes cargos ainda serão confirmadas.

Os candidatos que forem aprovados no concurso da Abin devem ser lotados na cidade de Brasília.

O último concurso público realizado pela agência aconteceu no ano de 2010, quando foram disponibilizadas para concorrência o equivalente a 80 vagas, distribuídas entre os cargos de oficial técnico de inteligência em áreas administrativas, de planejamento estratégico, arquivologia, arquitetura, ciências contábeis, publicidade e propaganda, jornalismo, estatística, direito, desenvolvimento e manutenção de sistemas, educação física, engenharia elétrica, engenharia civil, pedagogia, serviço social, psicologia e suporte à rede de dados.

Para o concurso do ano de 2010 foram registrados o total de 49.275 inscrições, sendo este um certame altamente concorrido.

Embora este concurso tenha sido realizado no ano de 2010, já no ano de 2011 o órgão enviou ao MPDG um documento solicitando autorização para um novo concurso público, porém, não se obteve uma resposta positiva.

Assim, de lá para o ano de 2016 novas solicitações de autorização foram enviadas ao MPDG, sendo que no último documento enviado ao Ministério era solicitado a autorização e um concurso para o provimento de 650 vagas, sendo que deste total 250 seriam para o cargo de oficial de inteligência, 200 vagas para o cargo de oficial técnico de inteligência e 90 para o cargo de agente de inteligência. Além disso, mais 110 vagas seriam para o cargo de agente técnico de inteligência. Contudo, a autorização foi liberada somente para 300 postos de trabalho na Abin, deixando ainda um déficit de servidores no órgão.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso, a recomendação inicial é de que os estudos preparatórios já sejam iniciados. Para isso, os interessados podem verificar editais de concursos passados para conhecerem os conteúdos comumente cobrados neste tipo de concurso e assim obterem uma noção, até que o edital seja publicado com todas as informações a cerca do certame.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 35 Média: 3]

Concurso deverá abrir 1.647 vagas.

A cidade de Natal, capital do estado do Rio Grande do Norte, anunciou recentemente que realizará um concurso público para a prefeitura, que deve oferecer cerca de aproximadamente 1.650 novas oportunidades de emprego.

Então, caso o leitor resida em Natal ou tenha disponibilidade para se mudar para esse município, as informações que virão a seguir podem ir de auxílio às pessoas que estão desempregadas ou ambicionam conseguir um emprego que as dê maior estabilidade financeira, assim como profissional.

O certame deve ser realizado com o intuito de selecionar novos profissionais para trabalharem na Secretaria da Saúde de Natal. Sendo assim, aqueles que desejarem participar devem conferir se estão por dentro das exigências que possivelmente serão propostas pela prefeitura por meio da banca organizadora do concurso.

A boa notícia é que esse concurso público dará a oportunidade para que várias pessoas possam realizar sua inscrição e, dessa forma, conseguir participar. Isso porque haverá cargos em que o candidato deve possuir nível superior. No entanto, também haverá vagas disponíveis para aqueles que possuem somente o certificado do ensino médio emitido pelo Ministério da Educação.

Esse concurso público provavelmente deve se realizar no próximo ano que está para vir, já que o projeto de lei criado com o objetivo dar início ao certame foi sancionado há pouco tempo atrás.

Dessa forma, os cargos oferecidos para aqueles que desejam inscrever-se na categoria de ensino médio e técnico são os seguintes: há duas vagas de técnico em segurança do trabalho; seis vagas em técnico de nutrição; 60 vagas para auxiliar de farmácia; 70 vagas para técnico de patologia clínica; duas vagas em técnico de saneamento; trinta e cinco vagas para técnico em radiologia; quinhentas e quarenta vagaspara técnico em enfermagem; quarenta e quatro oportunidades para auxiliar em saúde bucal e, por fim, duas vagas para técnico em enfermagem do trabalho.

Há ainda oportunidades de empregos para aqueles que possuem nível superior. Os cargos oferecidos, nesse caso, serão os seguintes: dez vagas para profissional de educação física; três vagas para educador social, duas vagas de terapeuta ocupacional; dez vagas de sanitarista; dezesseis vagas de psicólogo; cinquenta e três vagas de odontólogo; dez vagas de nutricionista; cinco vagas de fonoaudiólogo; quinze vagas de fisioterapeuta; trinta vagas de farmacêutico bioquímico; cinquenta e e quatro vagas de farmacêutico; duzentas e quarenta vagas de enfermeiro; dez vagas de biomédico; quarenta vagas de assistente social; duas vagas de periodontia, entre muitos outros cargos.

De acordo com o relatório que foi sancionado recentemente, os salários variam de acordo com os cargos e os níveis de escolaridade de cada profissional. Dessa forma, o salário mínimo pode chegar à aproximadamente R$ 1.000,00, já o salário máximo pode ser de cerca de R$ 4.500,00. Também há variações na jornada de trabalho que pode ser de 30 a 40 horas.

Estima-se que haverá muitos inscritos para realizar o certame, isso porque nos últimos tempos, não é surpresa para ninguém que o Brasil sofre por uma grave crise econômica desencadeada, especialmente, por uma crise política que começou em 2015. Sendo assim, houve uma grande queda no número de empregos oferecidos e as pessoas passaram a ver no concurso público uma forma de conseguirem emprego nas áreas que estudaram e prepararam-se para estudar.

Ficou interessado no Concurso Público da prefeitura de Natal? Então não deixe de ficar atento às próximas informações, que podem começar a aparecer tanto nesse fim de ano quanto no início de 2018.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 84 Média: 3.2]

Delegada confirma seleção para o próximo ano.

Os concursos públicos se tornaram mais uma das alternativas que os brasileiros buscam para driblar a crise e consequentemente o desemprego. Levantamentos recentes apontam que desde o final do ano de 2016 o número de inscrições em processos seletivos e concursos públicos em todo o país aumentou de forma considerável, o que significa que os concursos públicos e certames em geral deixaram de ser uma opção somente dos chamados “concurseiros” e passaram a ser vistos por toda a população que busca por estabilidade e segurança financeira, tão em falta em tempos em que uma forte crise tem atingido a economia de todo o país, contribuindo para que o número de pessoas em situação e desemprego aumente fazendo com que as vagas disponíveis no mercado de trabalho fiquem mais concorridas e o mercado se mostre mais exigente.

Falando de concursos públicos, Edineia Chagas, que é a atual delegada da Delegacia Geral da Polícia Civil de Roraima, afirmou no último dia 3 do mês de dezembro que ao que tudo indica no ano de 2018 será realizado um novo concurso público para o órgão.

A delegada disse que existe um déficit de profissionais na Polícia Civil, sendo que atualmente a corporação conta com o total de 400 agentes, sendo que seria necessário o quantitativo de 1.000 (previstos por lei) para atuarem em 66 delegacias.

Até mesmo a quantidade de profissionais atuando no cargo de delegado da Polícia Civil é muito baixa, sendo que todos os que atuam hoje são direcionados para atividades operacionais. São dados que apontam a necessidade de realização de um novo concurso.

Outro fator que contribui, ou melhor, pesa para que um novo certame seja realizado, é o fato de o número de crimes no estado ter aumentado muito, diminuindo a força de atuação da Polícia Civil.

Ainda de acordo com as declarações da delegada, existe ainda o interesse na elaboração de um projeto de lei que visa a criação do corpo técnico para a Polícia Civil, que deve deverá ser preenchido por meio de realização de concurso. Na prática, esse corpo técnico seria formado por profissionais da área de administração, contabilidade, psicologia, assistência social, entre outras formações, o que faz muita falta na delegacia para oferecer um serviço completo as vítimas que passam por ela.

Em relação ao novo concurso, este já está autorizado pelo Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão e o seu edital de abertura encontra-se em fase de elaboração, de modo que sua publicação deve ocorrer em poucas semanas.

De acordo com a empresa contratada para organizar e executar o certame, a já conhecida Fundação Vunesp, restam apenas alguns detalhes a serem acertados para que tudo esteja pronto para a publicação do edital de abertura do período de inscrições.

O concurso irá disponibilizar para a concorrência o total de 330 vagas para todas as funções de carreira de Polícia, para atuação em diversas delegacias regionais.

Os aprovados no certame terão que realizar um curso de formação profissional, que está previsto para ser realizado na API, que é a Academia de Política Integrada.

As oportunidades disponibilizdas no certame serão para várias funções, sendo que somente para os cargos de auxiliar de necropsia e auxiliar de papiloscopia serão aceitos candidatos com formação de nível médio e que poderão contar com uma remuneração inicial no valor de R$ 2.647,03. Já as demais oportunidades são para candidatos com formação e nível superior em diversas especialidades, cuja remuneração inicial prevista é no valor de R$ 3.970,56. Também haverá vagas para delegado, cuja remuneração inicial é no valor de R$ 18.387.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar o concurso da Polícia Civil do Estado de Roraima, fique atento a publicação do edital, que deve acontecer nos próximos dias.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 49 Média: 3.2]

Seleção deverá ofertar vagas de nível médio, técnico e superior.

O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro ( TRT/RJ), nos últimos dias, deu mais um passo para a realização de um novo concurso público ao definir quais devem ser as áreas e os cargos que serão ofertados no certame.

Até o momento, sabe-se que o concurso realizado pelo TRT/RJ vai beneficiar pessoas com diferentes níveis de escolaridade, já que haverá oportunidade de emprego em funções que exigem do candidato tanto o ensino médio quanto cursos técnicos e até diploma de graduação.

Sendo assim, os salários devem acompanhar o nível de escolaridade e também a função de cada profissional. Dessa forma, haverá remunerações que podem chegar perto dos R$ 13.000,00 por mês, para os cargos que exigem curso superior.

Então, caso o leitor esteja desempregado ou em busca de uma nova oportunidade de emprego ou, até mesmo, conheça alguém que está passando por uma situação semelhante, as informações abaixo podem ir de auxílio nesse momento. Especialmente para pessoas que residem na cidade do Rio de Janeiro ou possuem disponibilidade para se mudar.

É isso mesmo que você leu! O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro quer iniciar o ano de 2018 com novas perspectivas e nada melhor do que iniciar dando novas oportunidades de emprego para as pessoas e, ao mesmo tempo, beneficiando-se disso, já que o intuito de realizar esse certame é preencher as vagas reservas de funcionários nas funções de técnico e analista judiciário. Esses profissionais devem estar cientes que vão atuar em diferentes áreas dentro da instituição. Além disso, para o cargo de analista judiciário é preciso ter formação superior. Por outro lado, os cargos de técnico exigem que o candidato tenha o certificado de conclusão do Ensino Médio emitido pelo Ministério da Educação.

Embora ainda não se tenha saído o nome da banca organizadora do concurso, acredita-se que nos próximos dias o TRT/RJ deve divulgar, pois a informação que temos é que ela já foi escolhida. Isso porque, a previsão é de que o edital seja divulgado logo no início de janeiro de 2018.

Na função de técnico, o profissional pode desempenhar diferentes funções, isto é, a primeira é na área admistrativa. Sendo assim, para concorrer à vaga de técnico administrativo, o candidato precisa possuir o ensino médio completo, mas para executar essa função não é necessário possuir curso técnico e nem conhecimentos específicos da área. A segunda função é de enfermeiro e para conseguir a vaga é preciso possuir, além do ensino médio, certificado de curso técnico. Já a terceira função é de segurança e o cargo exige que o candidato possua carteira de habilitação na categoria D.

Já na área de analista também há opções, isto é, a função de analista administrativo exige que o candidato possua formação superior, sem importar em qual curso. Por outro lado, para ocupar o cargo de analista judiciário, o candidato precisa ser graduado no curso de direito. Além disso, há cargos para aqueles que são graduados em engenharia mecânica, engenharia elétrica e engenharia civil.

Vale ressaltar que a remuneração inicial dos técnicos é de aproximadamente R$ 7.265, com exceção dos seguranças, cujos salários são de R$ 8.300. Já as remunerações dos analistas podem variar de R$ 11.000 até R$ 13.000, dependendo de qual área o profissional atua.

Acredita-se que o número de inscritos para realizar o certame deve ser ainda maior se comparar com o último concurso feito por essa instituição. Desse modo, é bom que os candidatos estejam bem preparados, já que o número de candidato por vagas promete ser o maior que já foi visto nos últimos tempos.

Ficou interessado em participar do concurso do TRT/RJ? Então sugiro que o leitor busque estar sempre atualizado sobre as novas etapas que precedem o dia da prova.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 91 Média: 3]

Veja aqui os principais concursos públicos previstos para este ano de 2018.

Em 2018, o mundo dos concurseiros promete várias oportunidades para o mercado de trabalho. Diversos editais de concursos municipais, estaduais e federais estarão previstos para serem publicados no decorrer do ano.

As oportunidades variam para cada nível de escolaridade. Serão milhares de vagas disponíveis, para diversos tipos de profissionais, em vários lugares do Brasil.

Diante de tantas especulações, fizemos uma seleção dos principais concursos previstos para 2018. Os salários variam de R$ 6.376,41 a R$ 22.102,00. Serão mais de 20 mil vagas para todo o Brasil.

Principais concursos previstos para 2018

Concurso do Banco Central – Um dos editais mais esperados, o concurso do BC ainda está em avaliação pela Divisão de Concursos Públicos do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Segundo informações divulgadas pelo Órgão, a previsão é para o preenchimento de 990 vagas. As oportunidades serão para profissionais da carreira de analista, técnico e procurador.

Outras informações como data de divulgação de edital, provas e cargos específicos, ainda não foram divulgadas.

Salários: para profissionais do ensino médio, o salário inicial será de R$ 6.463,44. Já os candidatos com formação superior, os vencimentos vão de R$ 16.286,90 a R$ 17.788,33, de acordo com a área de formação.

Concurso do Correios: com o edital esperado, desde 2012, o concurso dos Correios está com previsão para ser realizado em 2018. O certame prevê mais de 2.000 vagas.

Com toda a polêmica envolvida para a publicação do concurso, a previsão de contratação é para todo o Brasil. Os cargos serão para carteiro, operador de triagem e transbordo.

Salários: os valores dos salários ainda não foram divulgados pelo Órgão.

Concurso da Polícia Federal: O edital, previsto para ser lançado em 2018, prevê a contratação de 1.758 profissionais de ensino superior em várias cidades do Brasil. As vagas serão para cargos de escrivão, delegado, agente e perito.

Salários: os valores dos salários vão de R$ 11.897,00 até R$ 22.102,00.

Concurso Ministério Público da União: O MPU, que já havia anunciado lançamento de edital, resolveu deixar para 2018 a realização do certame. Para o concurso, o Ministério Público da União pretende abrir oportunidades para cargos de nível médio e superior. As vagas serão destinadas para diversos estados do Brasil.

Salários: o valor inicial para nível médio é de R$ 6.376,41. Já para nível superior, o salário corresponde ao valor de R$ 10.461,90.

Concurso Ministério do Trabalho: o Ministério já deu entrada ao processo de realização do certame na Divisão de Concursos Públicos do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Em 2018, o concurso prevê 2.595 vagas. Já os cargos serão para agente administrativo, auditor fiscal do trabalho e outros, ainda não definidos para ensino superior.

Salários: os valores, referente aos salários iniciais, ainda não foram divulgados.

Concurso Polícia Rodoviária Federal: O certame, que ainda está em processamento, prevê a publicação de 2.778 vagas. As vagas serão destinadas a profissionais de nível superior, para qualquer área de formação. O cargo é para policial rodoviário exige carteira de habilitação. Já a carga horária será de 40h semanais.

Salários: o valor da remuneração inicial é de R$ 9.491,98

Concurso Receita Federal: A RFB á deu entrada à solicitação do certame para o ano de 2018. O concurso prevê a contratação de 2.083 profissionais. As ofertas são para auditor e analista, ambos os cargos exigem ensino superior para contratação.

Salários: os valores das remunerações podem chegar a R$ 16.201,64.

Concurso Instituto Nacional do Seguro Social: O ano de 2018 traz o concurso com um dos maiores números de vagas. O certame do INSS prevê o preenchimento de 16.548 vagas. Os cargos são para técnico, analista e perito. Já as vagas estarão disponíveis para todo o Brasil.

Outras informações como: data de divulgação de edital, local de provas e cidades, ainda não foram divulgados pelo Órgão responsável.

Salários: os valores dos salários ainda não foram divulgados.

Em 2018, há outras previsões de concursos, sem contar com os que já estão em andamento. Os concurseiros devem ficar atentos para a divulgação, de cada um deles, em nosso site.

Por: Cassiany de Paula

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 65 Média: 3]

Edital do certame deverá ser divulgado até o início de 2018.

Os concursos públicos se tornaram nos últimos anos uma das melhores formas de se conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho. Visto que este tipo de processo seletivo oferece inúmeros benefícios para quem consegue uma vaga de trabalho em uma entidade por meio desta iniciativa. Assim, a cada anúncio de concurso público, os chamados concurseiros intensificam ainda mais as suas rotinas de estudo para enfim conseguir uma colocação. E uma oportunidade que acaba de ser anunciada informa que a Polícia Civil do Estado do Amazonas está organizando um concurso público para os próximos meses. Para saber os principais dados deste processo admissional leia o texto abaixo.

O último concurso realizado pela PC/ AM aconteceu no ano de 2009. Depois de 08 anos, um novo processo seletivo se faz necessário para que haja uma renovação nos profissionais. Para a edição de 2009, algumas informações já foram divulgadas. Mas, como nenhum documento oficial foi divulgado, algumas alterações podem acontecer. Por exemplo, sobre os números de vagas oferecidas. Inicialmente vão ser oferecidas mais de 500 vagas e essas oportunidades devem ser divididas da seguinte forma: 39 vagas para o cargo de delegado; 40 oportunidades para o posto de perito; 129 chances para a função de escrivão e por fim, 340 vagas para investigador. Essa quantidade de postos de trabalho pode ainda sofrer alterações. Visto que, muitos profissionais que atuam na Polícia Civil do estado do Amazonas até a data oficial deste novo concurso público, podem ter o vínculo empregatício terminado por diferentes questões, como: aposentadoria, contrato encerrado, dentre outros.

Este processo seletivo está sendo prometido há mais de três anos e as últimas informações dão conta que o edital deve sair ainda no mês de dezembro ou então em janeiro de 2018. Já as provas devem acontecer nos primeiros meses de 2018. Para concorrer a uma das vagas na Polícia Civil do estado do Amazonas, os candidatos precisam atender a alguns pré – requisitos. Pois, caso cheguem a ser aprovados e não se adequarem as regras da cooperação. podem ser desclassificados. Conheça agora os pré – requisitos: ter a formação necessária para ocupar um dos postos de trabalho; ser maior de 18 anos; possuir na certidão de nascimento a declaração que consta como nacionalidade a brasileira; não ter pendências eleitorais e militares (para os candidatos do sexo masculino); ter aptidão física e mental para ocupar a função preterida; não estar ocupando nenhum cargo público casos na época da efetivação do cargo, no caso de ser aprovado; passar por todas as fases do processo seletivo e ser aprovado no curso de formação de oficiais da PC/ AM.

Os aprovados vão ter direito a um bom salário e também a diferentes benefícios. Além desses dados, informações como: localidades de atuação no estado; período de inscrição; etapas do processo seletivo; validade do concurso público; taxa de inscrição; conteúdo das provas; valor da remuneração; carga horária diária; quantidade de vagas destinadas para portadores de necessidades especiais, dentre outras informações só vão poder ser confirmadas a partir da publicação do edital oficial. Por isso, os interessados neste processo seletivo precisam acompanhar diariamente o endereço eletrônico da Polícia Civil do estado do Amazonas, que é o: http://www.policiacivil.am.gov.br/. Além de acompanhar os veículos midiáticos do estado da região norte.

Como dito acima, o último concurso público da PC/ AM aconteceu no ano de 2009. Na ocasião foram oferecidas cerca de 1.010 vagas de trabalho, para as seguintes funções: perito odontolegista, perito legista, perito criminal, escrivão de polícia, investigador de polícia e delegado. Todas foram ocupadas. A remuneração variava entre R$ 2.500,00 reais e podia chegar até R$ 6.200,00 reais. O processo seletivo contou com diferentes etapas, como: prova de títulos, prova objetiva, avaliação discursiva, testes físicos, dentre outros. Sabendo que essas grandes instituições costumam ter uma padronização na forma de avaliar, por isso, confira as provas anteriores da Polícia Civil do estado do Amazonas. Boa sorte!

Isabela Castro.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 43 Média: 3.3]

Certame deverá ocorrer ainda no primeiro semestre de 2018.

Para quem se encontra na expectativa de novas notícias sobre um possível novo concurso público do Tribunal Regional Eleitoral do estado do Rio Grande do Norte, o TRE/RN, as novidades que acabam de chegar são bastante favoráveis. É que ao que tudo indica o concurso será realizado ainda no primeiro semestre do ano de 2018 e prevê a disponibilidade de vagas nos cargos de Analista Judiciário e Técnico Judiciário.

É isso mesmo, quem pretendia realizar o concurso público do TRE do estado do Rio Grande do Norte ainda neste ano de 2017 deverá esperar um pouco mais. Aliás, este certame vendo sendo anunciado desde o ano de 2015, porém, em decorrência da forte crise que atingiu a economia do país, que levou a uma restrição de gastos em geral, ele teve que ser adiado várias vezes, mas do primeiro semestre do ano de 2018 a sua realização não deve passar.

Contudo, o concurso deve ser realizado com base no projeto que foi enviado no ano de 2015 para o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, solicitando autorização e que já previa a disponibilidade de vagas nas carreiras de analista judiciário e técnico judiciário. Porém, ainda não se pode afirmar o quantitativo de vagas que serão disponibilizadas para estas carreiras.

Mas já se pode afirmar que para concorrer ao cargo de técnico o candidato precisará possuir formação completa do ensino médio. Já para concorrer ao cargo de analista, o candidato precisará possuir formação de nível superior.

Um profissional no cargo de técnico judiciário possui uma remuneração inicial no valor de R$ 7.601,10, valor este em que já estão inclusos benefícios e gratificações. Por sua vez, um Analista possui uma remuneração inicial no valor de R$ 11.904,90, também já inclusos neste valor gratificações e benefícios.

Os profissionais aprovados e contratados devem cumprir uma jornada de trabalho de 40 horas por semana.

Vale a pena ressaltar que profissionais do judiciário federal podem ainda contar com um já previsto reajuste em torno de 41,47%, que é determinado por uma Lei de nº 13.317, que recebeu a sanção do presidente da república Michel Temer no ano passado.

Desde então os servidores que já atuam em seus cargos já começaram a receber o reajuste que foi dividido em oito parcelas, sendo que desse montante, cinco já foram pagas. As três restantes estão previstas para serem pagas no dia 1º do mês de junho do ano de 2018, 1º do mês de novembro e a última no dia 1º do mês de janeiro do ano de 2019.

Desse modo, contando com esse reajuste, os técnicos do judiciário passarão a receber o equivalente a R$ 7.887,24, chegando ao valor de R$8.475,36. Um profissional no cargo de analista vai receber valores a partir de R$ 12.274,34, chegando a R$ 13.339,30, quando o reajuste atingir sua totalidade.

O último concurso público realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte aconteceu no ano de 2010, quando foram disponibilizadas apenas duas vagas, sendo uma para a função e técnico para a área administrativa e a outra para a função de analista também na área administrativa.

Na ocasião a empresa contratada para ser responsável pela organização e execução do concurso foi a já conhecida Fundação Carlos Chagas.

Geralmente os candidatos a um concurso como este devem realizar uma prova objetiva composta por 60 questões de múltipla escolha, sobre conhecimentos gerais e conhecimentos específicos.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar o concurso, fique atento a divulgação de novas informações, assim como notícias sobre a autorização do concurso e previsão para publicação de seu edital de abertura.

Dessa forma, comece a se preparar para a prova a ser realizada em 2018.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 41 Média: 3]

Certame terá o Cebraspe como banca organizadora. A previsão é de que cerca de 42 vagas sejam abertas para os níveis médio e superior de escolaridade.

Os órgãos que envolvem a segurança nacional quando divulgam que vão realizar um processo seletivo causam uma grande comoção nas pessoas. Pois, elas vão atrás de cursos preparatórios e outros meios para estudar para se prepararem da melhor forma possível para o concurso e, obviamente, conseguir uma das vagas. Este tipo de carreira confere aos aprovados inúmeros benefício, como: uma boa remuneração, plano de carreira, possibilidade de extensão do contrato, planos e benefícios, dentre outras coisas. E uma das últimas instituições que confirmou que vai realizar um concurso público nos próximos meses é o Superior Tribunal Militar, o STM, que vai oferecer vagas para diferentes níveis de escolaridade.

Segundo as primeiras informações já confirmadas, o STM, deve oferecer cerca de 42 vagas para os níveis médio e superior.

Inicialmente, os cargos são para as seguintes ocupações: Técnico Judiciário (nível médio) e Analista Judiciário (nível superior), ambos para a área administrativa. Ainda não foram informadas quantas vagas serão destinadas para cada função.

Outras informações já confirmadas é que a banca organizadora do concurso do Superior Tribunal Militar vai ser o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos, o Cebraspe. Banca tradicional no mercado de concursos nacional. O Cebraspe já realizou centenas de processos seletivos em todo o país. Suas questões costumam exigir um bom conhecimento dos candidatos. Além disso, outro dado já confirmado é a respeito do valor das remunerações. Ela pode chegar até o valor de R$ 14.000,00. O que é um excelente salário, fora os benefícios desses cargos.

O Superior Tribunal Militar ainda confirmou que as provas que vão compor o processo seletivo vão ser realizadas em tidas as capitais brasileiras e em algumas cidades específicas, como é o caso de: Bagé e Santa Maria / Rio Grande do Sul e Juiz de Fora / Minas Gerais.

O órgão vai realizar esse processo seletivo devido à baixa do número de funcionários no órgão nos últimos anos, pois muitos oficiais acabaram se aposentando. Visto que, o último processo admissional do órgão aconteceu há sete anos, o concurso foi realizado no ano de 2010. Por isso, a realização deste novo processo de recrutamento é extremamente necessária.

Como dito acima essas são as primeiras informações, as demais vão ser divulgadas quando o edital e outros documentos forem disponibilizados pelo STM. Isso deve acontecer ainda no mês de dezembro de 2017 ou então nos primeiros meses de 2018. Com isso, informações como: período de inscrições, taxa de inscrição, vencimentos para cada cargo, validade do concurso público, benefícios, carga horária e outros dados vão ser confirmados de forma oficial.

Para qualquer processo seletivo existem alguns pontos que os candidatos precisam atender para conseguir uma vaga para o processo seletivo que estão concorrendo, como: possuir a formação necessária para ocupar o cargo; ser maior de 18 anos; não ter pendências judiciais, eleitorais e militares (para os candidatos do sexo masculino); ter a nacionalidade brasileira e estar apto em todas as maneiras para ocupar a vaga; ter bons antecedentes criminais, dentre outros.

Como foi mencionando anteriormente o último concurso do Superior Tribunal Militar aconteceu no ano de 2010. Na ocasião mais de 700 pessoas foram aprovadas e o número de inscritos superou as 70.000 pessoas. Na edição passada foram oferecidos os mesmos cargos que vão ser ofertados neste novo processo de recrutamento. A banca organizadora do concurso público foi o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos, o CESPE. O processo contou com provas objetiva, discursiva e prática. Esse ponto variava de acordo com o cargo escolhido pelo candidato. Para todos os cargos, as provas tinham caráter classificatório e eliminatório. As provas foram constituídas por conteúdos específicos e por conhecimentos gerais.

Para mais informações acesse o site do STM através do seguinte link: www.stm.jus.br. Lá vão ser postadas todas as informações.

Boa sorte!

Por Isabela Castro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 2.6]

Certame contará com 60 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 10 de janeiro de 2017.

A Prefeitura da cidade de Salvador abrirá inscrições para seu concurso entre 4 de dezembro e 10 de janeiro de 2018.

São 26 vagas para cargos que exigem o Ensino Médio completo e mais 34 vagas para cargos de Nível Superior.

As inscrições serão feitas exclusivamente pelo endereço eletronico http://fgvprojetos.fgv.br/concursos/cms2017 e os valores das taxas são: R$ 55,00 para cargos de ensino médio e R$ 95,00 para as vagas de Nível Superior. Acompanhe os demais detalhes.

Os cargos do concurso

As vagas disponibilizadas para esse certame, que tem como banca examinadora a Fundação Getulio Vargas, são para:

Nível Médio:

  • Assistente: Assistente Legislativo Municipal e Assistente Bucal. para Ensino Médio.

Nível Superior:

  • Analista – Área de Gestão de Pessoas

  • Analista- Área de Gestão – Desenvolvimento de Pessoas;

  • Analista: Área de Licitações, Contratos e Convênios;

  • Analista Área Administrativa (Serviços Gerais);

  • Analista: Área Administrativa (Gestão de Qualidade);

  • Analista: Área Financeira: Registros Contábeis e Orçamentos)

  • Analista: Área Legislativa( Informação Legislativa);

  • Analista: Área Legislativa (Apoio de Plenário, Técnico em Processos Legislativos, Protocolos de Processo);

  • Analista: Área de Trantamitação;

  • Analista: Área de Taquigrafia;

  • Analista: Área de Controladoria;

  • Analista: Área do Gabinete da Presidência;

  • Analista: Área Mesa Diretora;

  • Analista: Área de Tecnologia da Informação;

  • Analista: Área de Secretaria de Cerimonial;

  • Especialista: Arquiteto;

  • ESpecialista: Advogado Legislativo;

  • Especialista: Engenharia Civil;

  • Especialista: Odontólogo;

  • Especialista: Assistência Social.

O vencimento inicial para os cargos de assistente é de R$ 1.783,62 mais gratificação e benefícios, somando o total de R$ 4.575,44.

Para os cargos de Especialista e Analista, a remuneração inicial é de R$ 2.844,88 mais benefícios, totalizando R$ 5.751,35.

Processo Seletivo

A seleção para os candidatos aos cargos de Nível Médio, constará apenas de uma etapa com uma Prova Escrita Objetiva. Já os candidatos às vagas que exigem Nível Superior farão uma Prova Escrita Objetiva e uma Prova Escrita Discursiva. Quem optar pela Área de Taquigrafia, além da Prova Objetiva e Discursivas, serão submetidos também a uma Prova Prática.

As provas serão aplicadas no dia 25 de fevereiro de 2018 para ambos os níveis. Para os cargos de Nível Médio, a prova será entre às 15h00 e às 19h00 horário local. Nível Superior, será das 08h00 às13h00.

As provas objetivas, contarão com 70 questões de múltipla escolha, com cinco alternativas em cada quesito, sendo apenas uma resposta a correta.

Nas avaliações, serão solicitados os conteúdos programáticos das disciplinas de Língua Portuguesa, Legislação Específica e Conhecimentos Específicos.

Na Prova Discursiva, serão avaliados os seguintes itens?

  • Abordagem do tema;

  • Vocabulário;

  • Uso da norma padrão;

  • Pontuação;

  • Progressão textual.

Sobre a banca Fundação Getúlio Vargas

A FGV é conhecida por não seguir padrões estabelecidos em suas provas. Responsáveis por certames importantes, a Fundação Getúlio Vargas sempre inova nas abordagens das questões..

Essa banca prima pela interpretação de textos e conceitos gramaticais e é conhecida por seus longos textos que exige maior preparação dos candidatos.

As provas também costumam cobrir o edital de forma homogênea, portanto, é importante não descartar nenhuma conteúdo da rotina de estudo por achar supérfluo, certamente haverá alguma questão sobre ele.

Responder o maior número possível de questões de concursos anteriores da FGV é ainda a maneira mais eficiente de conhecer a banca mais profundamente, medir o tempo de realização da prova e treinar para se sentir menos cansado e mais atento na hora de fazer os exames do concurso da Prefeitura de Salvador.

Cronograma

  • Concurso Câmara Municipal de Salvador
  • Vagas: 26 para Ensino Médio e 34 para Nível Superior
  • Inscrições de 04 de dezembro a 10 de janeiro de 2018
  • Provas:25 de fevereiro de 2018, horário local de Salvador.
  • Contato com os organizadores pelo e-mail concursocamaradesalvador@fgv.br.

FABÍOLA CUNHA S DE MORAES

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 31 Média: 2.9]

Pedido de Seleção já foi solicitado ao MPDG. Certame deverá ter cerca de 16 mil vagas.

Para quem se encontra na expectativa de novas informações sobre um possível concurso público do INSS, as notícias que acabam de chegar prometem agradar bastante. É que já foi enviado ao MPDG um novo pedido de autorização para o provimento de mais de 16 mil vagas. Saiba mais.

É isso mesmo, quem gostaria de prestar concurso público para o Instituto Nacional do Seguro Social, o popular INSS, e já estava ficando desanimado por falta de novas informações, a novidade é que um documento solicitando a autorização para a realização de um novo concurso foi enviado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, restando agora aguardar que o projeto seja analisado pelos vários setores do MP e enfim autorizado, já que existe uma real demanda por novos servidores em todas as regiões do país.

De acordo com o documento enviado, são solicitas a autorização para o provimento de 16.548 postos de trabalho no órgão. Essas vagas seriam distribuídas entre as carreiras de analista do seguro social, técnico do seguro social e perito médico previdenciário.

A expectativa é de que pelo menos cerca de 7.580 vagas sejam liberadas para a realização e um novo concurso público. Desse modo, desse total de vagas, 3.941 seriam para cargos com exigência de formação e nível médio, como o cargo de técnico, 1.493 para o cargo de analista, que exige formação superior em diversas especialidades e para o cargo de perito, que exige formação em medicina, seriam disponibilizadas o total de 2.146.

Assim, o restante das vagas que constam no pedido seriam disponibilizadas em outras situações como preenchimento de vagas de excedentes que dariam um total de 2.644 vagas, distribuídas entre os cargos de analista e técnico e também para a realização e processos seletivos para os mesmos cargos.

Em relação aos cargos que serão oferecidos no certame, um dos mais concorridos é o de Técnico do Seguro Social, uma vez que possui como exigência de formação o ensino médio completo e oferece uma remuneração inicial no valor de R$ 5.344,87, valor este com o auxílio-alimentação no valor de R$458 já acrescidos.

Já o cargo de Analista exige que o candidato possua formação e nível superior em áreas diversas como administração, engenharia, serviço social, direito, psicologia, pedagogia, arquitetura, comunicação, ciências sociais, letras, entre outras. Um profissional no cargo de analista possui uma remuneração inicial no valor de R$ 7.954,09 por mês, com valor do benefício alimentação já incluído.

Por sua vez, para concorrer ao cargo de perito o candidato precisa possuir formação em medicina e também possuir registro no conselho de sua classe. No total um perito do INSS possui uma remuneração inicial no valor de R$ 8.988,41.

O órgão possui uma grande expectativa em relação à autorização de um novo concurso, principalmente pelo fato de existir hoje uma defasagem de cerca de 20 mil funcionários em todo o Brasil, sendo que a maioria dessas vagas são para a carreira de técnico, o que acaba comprometendo a qualidade do atendimento a população, que muito tem se queixado sobre os serviços prestados pelo órgão.

O último concurso público realizado pelo INSS aconteceu no ano de 2015, quando foram disponibilizadas para a concorrência o total de 950 vagas, sendo que desse total 800 eram para o cargo de técnico e 150 para o cargo de analista na área de serviço social.

Na ocasião a empresa que foi contratada para organizar executar o concurso foi a Cespe /UNB. Os candidatos tiveram que realizar uma prova objetiva e o concurso possui validade até o ano de 2018, o que significa que a partir do ano que vem o déficit de servidores do órgão tende a ser maior e por isso se faz necessária a realização de mais um concurso público.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 119 Média: 2.8]

Certame deverá oferecer 121 vagas.

Se você está interessado em saber quais são os órgãos que pretendem realizar concurso público em 2018, saiba que um deles é a Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC). Confira mais detalhes a seguir e inicie sua preparação.

Solicitação ao MPDG

A instituição já solicitou autorização ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG). Caso haja aprovação do pedido e seja incluso na lei orçamentária anual (LOA) do próximo ano, o edital pode ser publicado nos primeiros 3 meses de 2018.

Vagas

A previsão do PREVIC é de oferecer 128 chances para profissionais com escolaridade de nível superior e médio. Confira quais são os cargos disponíveis: analista administrativo (23), especialista em previdência social (48 oportunidades), atuário (7), administrador (11) e técnico administrativo (39), que exige ensino médio.

A remuneração varia entre R$ 4,5 mil e R$ 12,8 mil. Além disso, há benefícios, entre eles auxílio alimentação.

Último Concurso

A última seleção do PREVIC ocorreu no ano de 2010. Na oportunidade, foram oferecidas 100 vagas para cargos de nível superior e médio. Para o cargo de técnico administrativo houve 20 chances disponíveis. Já para as funções que exigiam graduação completa, as áreas contempladas foram: administração, contabilidade, tecnologia de informação, atuarial e finanças e contábil. Além disso, houve vagas exclusivas para pessoas com necessidades especiais.

Naquele momento, a banca responsável pelo certame foi o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE UnB), instituição atualmente conhecida como Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE).

Nesse concurso, os valores dos salários chegavam até R$ 10 mil. A jornada de trabalho corresponde a 40 horas semanais para todos os cargos. As inscrições custaram R$ 55, R$ 85 e R$ 90 para as funções de técnico administrativo, analista e especialista, respectivamente. As chances oferecidas foram para São Paulo, Pernambuco, Distrito Federal, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

As disciplinas cobradas para o cargo de técnico administrativo foram: português, ética e conduta pública, noções de direito constitucional e administrativo, raciocínio lógico quantitativo e noções de informática em conhecimentos gerais. Já para conhecimentos específicos foram cobradas as seguintes matérias: administração de recursos materiais, legislação básica da previdência complementar, administração de pessoas e fundamentos de contabilidade e orçamento público. Ainda houve avaliação discursiva de até 30 linhas sobre direito administrativo e constitucional, de caráter eliminatório e classificatório.

Para o cargo de especialista ainda houve exame de títulos em que foram contados: mestrado, especialização, doutorado e exercício de atividade profissional.

Sobre a Superintendência

A PREVIC é uma autarquia federal, criada em 2009, de natureza especial. Tal instituição é vinculada ao Ministério da Previdência Social. Suas funções principais são: apurar infrações, expedir instruções, fiscalizar atividades das entidades no que diz respeito à previdência complementar, autorizar a constituição e o funcionamento das entidades fechadas de previdência complementar, promover a mediação e a conciliação entre entidades fechadas de previdência complementar e entre as entidades e seus participantes, nomear administrador especial de plano de benefícios específico, entre outras atribuições.

A sede da superintendência está no Distrito Federal, situada no Edifício Venâncio, número 3.000, na Asa Norte, Quadra 06 – Conjunto A, no 12º andar. CEP: 70.716-900. Ela possui escritórios regionais que estão situados nos seguintes estados: Minas Gerais, Pernambuco, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.

A PREVIC tem autonomia financeira e administrativa e possui patrimônio próprio. Quem dirige é a Diretoria Colegiada. Sua composição é: superintendente, diretor de administração, de licenciamento, de fiscalização e monitoramento e de orientação técnica e normas. Além disso, seu organograma é composto por assessorias, gabinetes e ouvidoria.

Mais detalhes

Inicie sua preparação já para ser aprovado no próximo concurso público da PREVIC.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 2.6]

Seleção deverá ofertar vagas para o cargo de Defensor Público.

Confirmando a problemática presente em vários estados brasileiros, a carência de profissionais que estejam voltados para a defesa dos direitos das pessoas menos favorecidas, os chamados defensores públicos, tornam-se a cada dia servidores públicos mais requisitados dentro do meio jurídico.

Seguindo esta linha, as defensorias públicas de vários estados estão cada vez mais solicitando a realização de concursos públicos para que haja o preenchimento da grande carência deste cargo.

Neste sentido, a Defensoria Pública do estado do rio Grande do Sul ( DPE/RS) anunciou que deverá estar promovendo uma seleção para o cargo de defensor, que irá atuar neste estado.

A divulgação da notícia de que um concurso deverá ser realizado no estado foi feita pelo defensor público geral do estado, Cristiano Vieira Heerdt, no último dia 20 de novembro deste ano.

A decisão do órgão foi publicada pelo Conselho Superior da Defensoria Pública, no último dia citado acima e determinou, além decisão de selecionar profissionais do Direito para atuarem no cargo, por quem deverá ser composta a comissão que deverá atuar no processo seletivo para a função.

Para o início da informação de quem esteja interessado em concorrer a uma destas vagas, para inscrever para o concurso, o candidato deverá obrigatoriamente ser portador de um diploma de bacharel em Direito.

Além disto, outra exigência é que o profissional da área tenha comprovadamente uma experiência de, no mínimo, três anos em prática regulares de alguma atividade jurídica.

Para quem pretende ingressar na carreira, segundo os especialistas, a remuneração inicial para o cargo deverá ser superior a R$ 20.000,00. Esta informação é baseada exclusivamente no último concurso feito em 2014.

De acordo com as informações divulgadas pelo site JC Concursos, se a tendência for mantida, a responsável pela coordenação e execução de todo o processo seletivo deverá ficar a cargo da Fundação Carlos Chagas.

Segundo ainda o site especializado em concurso, a última seleção realizada foi destinada para o preenchimento de 28 vagas.

Se você está interessado em concorrer a uma das vagas e quer começar a se preparar desde já para as provas, o mais recomendado seria conseguir as últimas provas aplicadas no último concurso.

Para quem ainda não teve acesso ao conteúdo das últimas avaliações, os candidatos foram submetidos a cinco etapas de avaliações para o cargo.

Inicialmente, todos os candidatos foram avaliados através de uma prova teórica que versou sobre as várias áreas do Direito. Nesta fase, além do conhecimento sobre a área de atuação, os participantes foram submetidos a questões de Língua Portuguesa, totalizando uma maratona de 100 questões.

Numa segunda etapa, os participantes foram submetidos a questões de caráter subjetivo, no qual eram obrigados a discorrer sobre alguma questão envolvendo um tema também do Direito.

A terceira etapa foi composta por uma avaliação de forma oral perante uma comissão estabelecida previamente para avaliar o desempenho de cada candidato.

A quarta e quinta fase do concurso foram compostas por uma avaliação geral de tribuna e pela avaliação dos títulos de cada candidato. Além disto, todos os concursados foram submetidos também ao chamado exame de vida pregressa, onde é feito uma investigação sobre a vida de cada concorrente.

Se você é um profissional de Direito que já atua na área e pretende ingressar na área, esta é uma boa oportunidade para fazer uma carreira que está em franca expansão em todo o território brasileiro, com garantia de uma estabilidade empregatícia e uma excelente remuneração inicial para quem quer garantir uma vida tranquila do ponto de vista financeiro.

Para quem está disposto, o mais recomendado é começar a se preparar desde já. O caminho mais curto é ir estudando pelas últimas provas aplicadas para já ir se familiarizando com as etapas de avaliação que poderá enfrentar pela frente.

Emmanoel Gomes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 3.3]

Edital deve ser publicado no primeiro trimestre e contará com vagas para diversos cargos.

Se você estuda para ser aprovado em concurso público e aguarda o lançamento do edital da Receita Federal do Brasil (RFB), confira aqui algumas novidades sobre o próximo certame desse órgão.

Pedido de autorização

Em 2017 o Ministério da Fazenda solicitou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) a autorização para realizar o processo seletivo de modo a preencher cargos de nível médio e superior. Caso o pedido seja aprovado e haja previsão na lei orçamentária anual (LOA) de 2018, o edital pode ser publicado no primeiro trimestre do próximo ano. A solicitação contempla postos de trabalho de várias funções como analista tributário, assistente administrativo, auditor fiscal e analista administrativo.

Segundo os sindicatos dessas categorias, a Receita Federal tem um déficit de pessoal de mais de 20 mil servidores, considerando apenas as vagas que estão desocupadas. Além disso, espera-se que o quantitativo aumente, tendo em vista que há previsão de grande parte de servidores entrarem com pedido de aposentadoria. Isso se deve devido ao direito de incorporação de valores, que pode garantir uma boa remuneração, com valores próximos aos integrais da gratificação por desempenho. Assim, a necessidade de realização do concurso é urgente. Essas carreiras são fundamentais para a continuidade dos trabalhos da RFB.

Vagas Oferecidas

Há expectativa que haja 630 chances para o cargo de auditor fiscal, 1.453 para a função de analista tributário e 400 oportunidades para analista e assistente da área administrativa. A remuneração inicial para quem ingressar na carreira de auditor é de R$ 16 mil. Já para analista da área tributária equivale a R$ 9,7 mil. O salário de analista administrativo, que exige nível superior em qualquer área, é de R$ 5,4 mil. Já o cargo de nível médio oferece remuneração de R$ 4 mil. Além disso, todos os cargos têm direito aos seguintes benefícios: auxílio creche, adicional por qualificação, auxílio alimentação, adicional de cursos de capacitação e auxílio saúde. Para as funções da área administrativa a jornada de trabalho é de 40 horas semanais. No caso de auditor e analista tributário, depende da delegacia em que o candidato aprovado venha trabalhar, podendo ser jornada flexível, por exemplo. Como a defasagem é grande, em caso de o MPDG autorizar a realização do certame, haverá vagas para vários estados do país.

Último Concurso Público da Receita Federal do Brasil

A última seleção para auditor fiscal ocorreu no ano de 2014. Na ocasião, foram anunciadas 278 vagas. Já para o cargo de analista tributário, a última seleção foi em 2012 e ofereceu 750 oportunidades. As matérias cobradas foram: português, raciocínio lógico quantitativo, administração geral, direito tributário, direito administrativo, contabilidade geral, direito constitucional, legislação tributária, inglês ou espanhol e legislação aduaneira.

O último concurso para assistente técnico administrativo ocorreu em 2014 e foram anunciadas 1.026 chances e obteve mais de 263 mil inscrições em todo o Brasil. Nessa oportunidade, as disciplinas cobradas foram: administração pública, língua portuguesa, atualidades, informática, ética, regime jurídico, gestão de pessoas e atendimento ao público. Para analista administrativo a RFB não faz concurso desde 2013 em que foram disponibilizadas 347 vagas para as seguintes especialidades: arquitetura e urbanismo, pedagogia, ciências contábeis e engenharias. A banca costuma ser a Escola de Administração Fazendária (Esaf).

Mais detalhes

Se você deseja trabalhar na Receita Federal, deve iniciar sua preparação o quanto antes. Assim, quando o edital for publicado, você poderá revisar o conteúdo, fazer mais questões e incluir em sua programação alguma matéria nova ou assunto que não foi contemplado nos editais anteriores.

Uma informação importante é saber que a nota de corte varia de cargo e de concurso, pois cada um tem um nível de dificuldade.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 152 Média: 3.1]

Justiça determina que banco realize nova seleção.

Boa notícia para quem estava esperando um novo concurso para o Banco do Brasil

Tribunal Regional do trabalho da 10° Região decidiu pedir um novo concurso do Banco do Brasil, que tem o prazo para acontecer em até 2 anos. Essa é uma notícia muito animadora, principalmente para quem estava esperando por esse concurso a algum tempo. O Banco do Brasil é uma ótima instituição e é conhecido por pagar ótimos salários e benefícios para seus funcionários. Seus concursos são muito disputados justamente por esses detalhes.

A determinação é principalmente para uma postura sobre a condição de 6 mil escriturários que foram nomeados a nível superior através de seleção interna, sem realização de efetivo concurso público. A justiça decidiu autorizar a manutenção destes servidores nos cargos, porém, a instituição precisa promover a contratação de pessoal. Então a partir desse momento ficam proibidas novas seleções internas e também nomeações para cargos de confiança. Mas a instituição ainda pode recorrer dessa decisão.

Processo segue na justiça

O processo segue na justiça desde 2015, quando foram classificadas ilegais as seleções internas, que favorecem escriturários de nível médio para cargos que exigem conhecimento específicos de nível superior. Na época ficou decidido que o Banco do Brasil deveria realizar concurso público para cargos de áreas específicas como: engenheiros, arquitetos e advogados. De acordo com o parecer do jurídico, na época, tinha sido quebrado o princípio grande acessibilidade aos cargos, dado que pessoas habilitadas aquelas carreiras ficavam impedidas das vagas existentes, que estavam sendo ocupadas por servidores de cargos de nível médio, que acabou sendo considerado inconstitucional.

Bom desempenho do Banco do Brasil contribuiu para decisão da justiça

Já sabemos que o país enfrenta uma crise econômica, causou vários danos a muitos brasileiros e empresas. Mesmo assim a instituição fechou o primeiro trimestre de 2017 com o lucro líquido de R$ 2,5 bilhões, o que descreve uma alteração positiva de 95,6% em comparação ao mesmo período de 2016. O lucro líquido contábil nesse mesmo período foi de R$ 2,4 bilhões, e isso também representa um crescimento de 3,6% em relação ao primeiro trimestre de 2016. E mesmo com essas avaliações positivas a instituição ainda atrasa a realização de novos concursos públicos. Talvez a resposta para isso seja uma maior análise para descobrir o momento certo para ser lançado um novo concurso público.

Análise mostra que o Banco está pagando mais caro por um serviço inferior

O sindicado afirma que uma das razões do bom desempenho do Banco do Brasil é o aumento das tarifas, que tiveram a elevação de 10,5%. De acordo com a líder do sindicato e funcionária do Banco do Brasil, Silvia Muto, é figurativo que um dos principais fatores que abalaram positivamente o lucro do Banco do Brasil seja o aumento das tarifas e o aumento dos serviços a população. Isso acontece no mesmo período em que é reduzido drasticamente o número de funcionários, causando sobrecarga aos bancários e deixando o atendimento bem inferior ao que deveria ser.

BB promoveu um programa de demissão voluntária no final de 2016

No final do ano de 2016, foi promovido um programa de demissão voluntária, que contou com a aprovação 9.400 servidores. Perante isso foi feito uma recolocação de 9.300 pessoas que tiveram seus postos perdidos com a redução de muitos postos de atendimentos. Essa foi uma alternativa na época.

Qual a previsão para o novo edital?

Ainda não se tem uma data certa para o novo edital do Banco do Brasil, porém, o presidente do Banco, Paulo Rogério Caffareli, afirma que as seleções deveriam voltar após todo esse procedimento, avaliando que em sua visão, a instituição conta com um número médio de 2 mil saídas de funcionários por ano, o que assegura a mesma quantidade de novos funcionários contratados.

Quem tem interesse em participar do concurso do Banco do Brasil, deve ser preparar e ficar de olho nas próximas notícias.

Cristiane Amaral

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 115 Média: 2.9]

STN tem previsão de realizar concurso público em 2018.

Se você está esperando a publicação de um edital importante para começar a estudar, a dica é iniciar sua preparação o mais cedo possível. Dentre os concursos previstos para 2018 está o da Secretaria do Tesouro Nacional (STN). Veja mais detalhes a seguir sobre o próximo certame desse órgão se você tem interesse em se tornar servidor público federal e atuar nessa instituição.

Pedido para realizar concurso

Em 2017 a Receita Federal do Brasil (RFB) solicitou ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão autorização para realizar o próximo concurso público da STN. O pedido ainda está em análise e, caso seja aprovado e incluso na LOA de 2018, o certame poderá ser realizado no próximo ano.

Vagas e Remuneração

Se houver aprovação do Ministério para realizar o certame, o órgão oferecerá no seu próximo processo seletivo oportunidades para os cargos de técnico de finanças e controle, auditor e assistente técnico administrativo.

Para ser assistente e técnico federal de finanças é necessário ter ensino médio completo. A remuneração oferecida é de R$ 4,1 mil e de R$ 6,8 mil, respectivamente. Se você almeja exercer a função de auditor, é requisito ter escolaridade de nível superior em qualquer área de formação. O salário oferecido é de R$ 17,4 mil. Além disso, é oferecido a todos os cargos o benefício de auxílio alimentação no valor de R$ 458. Há reajustes previstos para o ano de 2019. Com isso, o salário de técnico pode chegar a R$ 7,7 mil, enquanto que o de auditor pode alcançar R$ 19,6 mil.

Quadro de Servidores

Segundo informações do Sindicato Nacional dos Analistas e Técnicos de Finanças e Controle (Unacon), há previsão de quase 150 servidores efetivos solicitarem aposentadoria. Assim, o déficit de servidores da Secretaria do Tesouro Nacional aumentará ainda mais.

Com a realização do concurso, poderá minimizar a demanda. De acordo com o levantamento da UNACON, será necessário contratar no mínimo 500 profissionais para o cargo de técnico e 100 para a função de auditor. Esse quantitativo é atribuído a não realização de concurso para tais cargos há mais de 20 anos.

O número de vagas para a próxima seleção ainda não foi confirmado. A quantidade exata será conhecida quando houver a publicação do edital, em caso de aprovação da solicitação encaminhada ao Ministério do Planejamento.

Último Concurso

O último concurso público da STN ocorreu em 2013. Na ocasião, foram anunciadas 255 chances para o cargo de analista. As áreas ofertadas foram as seguintes: Governança e Gestão em Tecnologia da Informação, desenvolvimento institucional, contábil, Gestão em Infraestrutura de Tecnologia da Informação e econômico-financeira. Houve vagas reservadas exclusivamente para pessoas com necessidades especiais (PNE).

Na oportunidade, a banca responsável pela organização do certame foi a Escola de Administração Fazendária (ESAF). Os candidatos foram avaliados em prova objetiva e discursiva. As disciplinas cobradas em conhecimentos gerais foram: português, administração pública, finanças públicas, direito administrativo, estatística, direito constitucional, raciocínio lógico quantitativo e inglês ou espanhol. As questões múltipla escolha exigem pontuação mínima em cada matéria para que o candidato seja classificado.

A taxa de inscrição custou R$ 120. Quem estava inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) pode solicitar isenção do pagamento.

Sobre a STN

A Secretaria do Tesouro Nacional foi criada em 1986. Suas principais funções são: recolher impostos e contribuições para a RFB, tratar da administração financeira, avaliar recursos que ingressam na Conta Única do Tesouro Nacional, entre outras.

Mais detalhes

Como o grau de dificuldade das avaliações é elevado, é importante que os interessados iniciem a preparação antes da publicação do edital. Quem for aprovado, será contratado pelo regime estatutário e poderá ter direito à estabilidade após 3 anos de efetivo exercício e se for aprovado em avaliação de desempenho.

Por Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 22 Média: 3.5]

CVM tem previsão de realizar um novo concurso público em 2018.

Entrar no mercado de trabalho está muito complicado, não é verdade? Embora a informação seja positiva, a melhor maneira de ingressar ou retornar ao campo de serviço é através de um concurso público, que para o fim de ano muitos estão por vir. É o caso do concurso previsto da CVM 2018 (Comissão de Valores Mobiliários).

Após alguns anos sem divulgar um edital, a CVM traz à tona algumas informações do seu mais novo certame de processo seletivo, que está previsto para ocorrer em algumas semanas. Entre essas informações, já sabemos que o concurso tem o intuito selecionar 128 profissionais, para ocupar três importantes cargos.

Para concorrer a um dos cargos, claro, o interessado deve atender aos pré-requisitos das funções em destaques, sendo que há vagas para os cargos de Agente Executivo, Inspetor e Analista. Saiba mais!

Agente Executivo

Para conquistar uma vaga para a função de Agente Executivo, o indivíduo deverá, como já foi dito no parágrafo acima, se enquadrar em alguns requisitos. Por exemplo, segundo informações, o profissional precisa ter formação completa no nível médio, conhecimento em algumas áreas e ter disponibilidade para viajar.

O candidato aprovado deverá auxiliar outros profissionais em atividades de natureza administrativa, além de fornecer suporte à execução das atividades da companhia. Para o novo concurso, o cargo de Agente Executivo terá 82 vagas disponíveis.

Inspetor

A função de Inspetor entregará 16 vagas, que devem ser ocupadas por profissionais com o nível superior completo. Além da obrigação, o candidato precisará também ter conhecimento em qualquer área de formação. O selecionado ainda deve possuir disponibilidade para viagens, pois a função de Inspetor engloba essa categoria.

O novo contratado, é claro, irá cumprir com os afazeres da função. Entre as atividades, ele deverá fiscalizar as companhias supervisionadas pela Comissão de Valores Mobilistas, onde irá planejar relatórios através das inspeções.

Analista

Além do conhecimento em algumas áreas, o profissional precisa ter formação completa no nível superior. Segundo detalhes da CVM, pode ser que profissionais com formação em Ciências Contábeis, Arquivologia e Biblioteconomia ganham chances maiores de entrar nos requisitos da função.

O novo contratado da empresa terá como obrigações controlar, regularizar, supervisionar e acompanhar as entidades sob jurisdição da própria unidade. Quanto ao número de vagas, a função de Analista disponibilizará 30.

Provas, Taxa e Inscrição

Quanto à inscrição, o valor da taxa e datas das provas, os interessados devem aguardar um pouco mais, pois o concurso da Comissão de Valores Mobiliários ainda está em andamento, saindo do processo de previsto e chegando a fase de conclusão. Enquanto isso não acontece, poucas informações estão surgindo. Por exemplo, a banca organizadora pode ser a mesma do concurso anterior.

Quem realiza concursos públicos sabe muito bem que uma das melhores e mais popular é a banca ESAF, que deve ser mais uma vez a responsável do concurso da CVM. Sobre as provas, haverá questões de língua inglesa, matemática financeira, língua portuguesa, questões de contabilidade, economia, auditoria, estrutura de mercado de valores mobiliários, conhecimentos contemporâneos, administração pública e conhecimentos básicos de administração.

Vale lembrar que as questões serão divididas de acordo com os cargos. Pode ser que o cargo de Agente Executivo tenha 90 questões, o cargo de Inspetor 100 questões e o cargo de Analista 60 questões. Esse último cargo, pode ser que haja menos questões do que o esperado. No concurso anterior, a prova não passou das 45 questões.

Para concluir, vale afirmar que o concurso previsto da CVM 2018 deve enviar os novos contratados para as cidades do Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo. Na cidade carioca é onde fica a sede da empresa, que deverá receber o maior número de profissionais, que por sua vez receberão uma remuneração variada, de R$ 5.634,43 a R$15.461,70, além, é claro, de vários benefícios.

Por Fábio Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3.3]

Certame tem previsão de ofertar 65 vagas de emprego em 2018.

Devido ao seu tamanho territorial, o número de municípios e a quantidade de pessoas que aqui residem, o Brasil é a sede de diferentes órgãos que são vitais para o bom funcionamento do país. Dessa forma, de tempos em tempos se torna necessário fazer processos seletivos através de concursos públicos para aumentar e renovar o quadro de funcionários dessas instituições.

Para o próximo ano, já estão sendo anunciados novos concursos de diversas instituições como: Departamento Penitenciário Nacional (Depen); Polícia Rodoviária Federal (PRF); Departamento Nacional de Trânsito (Dnit); Comissão Nacional de Energia Nuclear (Cnen); Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC); Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI); Comissão de Valores Imobiliários (CVM), dentre outros. E um processo admissional que acaba de ser anunciado é o da Fundação Cultural Palmares. Para saber mais informações a respeito desse último processo seletivo leia o texto abaixo.

Fundada no final dos anos 80 em Brasília no Distrito Federal, mais precisamente em agosto de 1988, a Fundação Cultural Palmares é uma instituição que tem o objetivo de preservar e promover a cultura afro-brasileira. Valorizando os diferentes aspectos dessa cultura tão rica e que está intimamente ligada a história do Brasil. Sua criação se deu pelo Governo Federal e a organização está ligada ao Ministério da Cultura. E em quase 30 anos desde a sua fundação, a Fundação Cultural Palmares já conquistou passos importantes para a preservação da cultura negra no Brasil, como: se tornar obrigatório o ensino sobre a história Afro-brasileira e da África nas escolas brasileiras. Além de emitir mais de 2.000 documentos referentes ao reconhecimento dos direitos das comunidades Quilombolas no Brasil e também oferecer a esses cidadãos os direitos de participarem de programas sociais oferecidos pelo Governo Brasileiro.

Devido à importância do seu trabalho e da sua grande demanda de afazeres, a Fundação precisa, de tempos em tempos, realizar concursos públicos para a contratação de novos profissionais para que o seu trabalho continue sendo feito da melhor maneira possível. Visto que, nesse tipo de instituição o número de funcionários tende a diminuir, pois, muitos se aposentam, outros mudam de empregos e outros têm o contrato vencido, dentre outras situações. O concurso que foi anunciado para 2018 ainda está em fase inicial, não foi divulgado nenhum edital ou documento referente a ele. Mas, já se sabe algumas informações como o número de vagas que vai ser oferecidas e também os postos de trabalho que vão ser ofertados.

Ao todo vão ser oferecidas cerca de 65 oportunidades de emprego, para as pessoas que possuem as seguintes formações superiores: Letras, Museologia, Arquivologista, Biblioteconomia, Humanidades, Produção Cultural, Psicologia, Pedagogia, Sociologia, História, Antropologia, Ciências Sociais, Ciências Agrárias, Arquitetura, Engenharia Civil, Economia, Contabilidade, Administração de Empresas, Relações Públicas, Comunicação Social e Relações Internacionais.

Como em todo concurso público, as instituições definem uma série de pré-requisitos que os candidatos precisam seguir para conquistar uma vaga. Para que no caso se forem aprovados não sejam desclassificados. Conheça agora alguns pré-requisitos para o concurso público da Fundação Cultural Palmares: ser maior de 18 anos; ter nacionalidade brasileira; não ter nenhum tipo de pendência judicial, eleitoral e militar (para os candidatos do sexo masculino); ter a formação necessária para ocupar o cargo; estar em plenas condições físicas e mentais para exercer a sua função; ser aprovado em todas as fases do concurso público, dentre outros. O edital deve ser divulgado nos primeiros meses de 2018. Com isso, os interessados vão ser informados sobre algumas informações, como: remuneração para cada cargo; benefícios; validade do concurso público; etapas do processo seletivo; taxa de inscrição; banca organizadora do concurso; dentre outras informações.

O último concurso da Fundação Cultural Palmares aconteceu no ano de 2013. Na ocasião foram oferecidas 11 vagas para cargos do ensino médio e do ensino superior. A remuneração girava em torno de R$ 2.500,00 até R$ 4.000,00.

Se você se interessou por essas informações inicias a respeito deste concurso público, acompanhe diariamente o endereço eletrônico da Fundação, através do seguinte link: www.palmares.gov.br. Todas as novidades serão postadas neste site.

Boa sorte!

Por Isabela Castro

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 3 Média: 5]

Certame irá preencher 697 vagas de emprego em diversos cargos.

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) é o órgão responsável por promover a saúde, cidadania e desenvolvimento através do controle sanitário da produção e consumo/uso de produtos e serviços que estão submetidos à vigilância sanitária. Esse órgão atua em todo o território brasileiro e está oferecendo vagas para profissionais interessados em fazer parte da sua equipe, isso pode ser alcançado por meio do concurso público a ser realizado no próximo ano.

O certame da Anvisa está como 697 vagas para cargos de ensino médio e superior. A autarquia tem como finalidade selecionar profissionais para várias funções, que vão desde analista administrativo até especialista em regulamentação.

Confira abaixo mais informações sobre o concurso público Anvisa 2018:

A solicitação do concurso Anvisa foi aprovada

Conforme afirmado pela Anvisa, a solicitação de concurso feita ao MPOG (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão) foi aprovada. De acordo com o pedido realizado, o órgão vai oferecer 697 vagas para o nível de ensino médio e superior. Trata-se de 68 vagas para analista administrativo, 457 para especialista em regulação e vigilância sanitária, 48 para técnico em regulação e vigilância sanitária, e 124 para técnico administrativo.

A estimativa é de que o edital do concurso seja autorizado e publicado em breve. Segundo Renato Pontes, o diretor geral da Univisa (Associação de Servidores da Anvisa), a Anvisa está atuando com um grande déficit de funcionários, o que compromete a realização do trabalho. Por isso, busca-se a realização do processo seletivo com o máximo de urgência.

O diretor também aponta que mesmo com as 697 vagas preenchidas, a Anvisa ainda estará com o contingente insuficiente para atender à demanda da população, uma vez que até 2020 aproximadamente 500 servidores públicos devem se aposentar.

Vagas ofertadas

O concurso vai selecionar técnico administrativo, cuja função inclui executar serviços administrativos e logísticos de nível intermediário, relacionados à Anvisa, tendo à sua disposição todos os recursos e equipamentos necessários para realizar tais atividades como, por exemplo, implementar e concretizar planos, projetos e programas pertinentes às tarefas de regulação, subsidiar e dar apoio para as ações de normatização e regulação. Para ocupar esse cargo é preciso ter ensino médio completo.

A segunda vaga é para técnico em regulação e vigilância sanitária, que é responsável por apoiar o técnico especializado em regulação, fiscalização, inspeção e controle das instalações físicas, da produção e comércio de alimentos, insumos sanitários e medicamentos, mais a aplicação e execução e políticas, estudos e pesquisas a respeito dessas atividades. Para concorrer a esse cargo é necessário ter ensino médio completo.

Por fim, a função de analista administrativo trabalha em tarefas administrativas e logísticas que fazem parte das competências legais e constitucionais da Anvisa, podendo fazer uso de todos os equipamentos e recursos que estão disponíveis para o seu cargo. Os interessados em ocupar esse cargo precisam ter formação superior na área de atuação.

Como foi o último concurso

O último concurso da Anvisa foi realizado no ano de 2016, quando ofertou 78 vagas para a função de técnico administrativo, desse total 16 foram reservadas exclusivamente para negros e 04 para as pessoas portadoras de necessidades especiais. Na época, a banca organizadora do processo seletivo foi a Cebraspe.

Nessa ocasião, as oportunidades foram voltadas paras as cidades de Aracaju (SE), São Paulo (SP), Belém (PA), Boa Vista (RR), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Cuiabá (MT), Florianópolis (SC), Curitiba (PR), Campo Grande (MS), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Goiânia (GO), Macapá (AP), Manaus (AM), Maceió (AL), Porto Velho (RO), Palmas (TO), Natal (RN), Rio Branco (AC), Recife (PE), Rio de Janeiro (RJ), São Luís (MA), Salvador (BA), Vitória (ES) e Teresina (PI).

No ano de 2013, o órgão também havia divulgado que iria abrir um concurso para o preenchimento de 314 vagas, sendo 128 para funções de nível médio, e 186 para profissionais com formação de nível superior. Os interessados em participar da edição de 2018 devem aguardar a publicação do edital.

Por Simone Leal

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 166 Média: 3]

Certame tem a previsão de ofertar 1.758 vagas para cargos de Delegado, Perito, Agente e Escrivão.

A solicitação para a abertura de novas vagas para um novo concurso da Polícia Federal segue avançando no Ministério do Planejamento. De acordo com as informações divulgadas até o momento, o pedido foi para um total de 1.758 vagas. A expectativa é de que com isso, o edital de abertura do novo certame seja divulgado em breve.

A carência de profissionais na PF deverá crescer com o aumento do número de aposentadorias. Devido às alterações que foram implantadas na reforma da previdência, mais de 300 profissionais receberam o benefício em 2017.

Vale destacar que o concurso público da PF 2018 já foi autorizado. Inicialmente foram confirmados os cargos de perito e delegado. Entretanto, informações posteriores apontaram que o certame deverá disponibilizar oportunidades para agente e escrivão.

A distribuição das vagas seria feita da seguinte maneira: agente e escrivão com 600 vagas para cada uma das funções, 67 para perito e 491 para delegado.

Além disso, é importante lembrar que diferentemente de outros órgãos da esfera federal, a PF não precisa de autorização ministerial para promover um novo concurso. Isso porque o decreto n°8.326 dá autonomia à instituição para isso. O que é necessário é apenas a confirmação do MPDG de que há verba para a realização.

Delegado

Os profissionais interessados na função precisam contar com formação de nível superior (bacharelado em Direito). Experiência de no mínimo três anos também é requerida (área jurídica ou policial). Por fim, o candidato precisa ter carteira de habilitação na categoria B.

Com relação à remuneração é preciso considerar os reajustes feitos para a categoria. Conforme a classe, em 2019 o salário inicial poderá chegar a R$31.394,91.

No mais, é preciso lembrar que a progressão profissional para o cargo de delegado ocorre no decorrer dos anos. O último nível de classificação é de Classe Especial – Padrão III. O profissional pode chegar a esse nível em uma média de 20 anos de prestação de serviços.

A carga horária de trabalho para delegado da PF é de 40 horas por semana. O profissional poderá trabalhar uma jornada de 24h que será seguida por 72 de descanso.

Perito

Esse cargo também requer formação de nível superior. Entre as áreas abrangidas, temos: química, química industrial, ciências contábeis, farmácia, física, engenharia eletrônica, engenharia ambiental, engenharia civil, engenharia mecatrônica, engenharia elétrica, engenharia agronômica, engenharia de redes de comunicação, sistemas de informação, sistemas de computação, biomedicina, medicina, ciências econômicas etc.

Os salários para perito começam em R$22.665 e podem atingir R$31.394. A jornada de trabalho é composta por 40 horas por semana. São 24h seguidas por 72h de descanso.

Agente e escrivão

Essas funções estão entre mais concorridas. O interessado precisa ter formação de nível superior em qualquer área. Os salários também passaram por reajuste. A previsão é de que no ano que vem a remuneração inicial fique na faixa de R$12.441.

Agente administrativo

A função pede que o candidato conte com formação de nível médio. Não há um limite de idade máxima para este caso. Entretanto, vale lembrar que mesmo sendo uma função em um órgão policial o agente administrativo não tem direito ao porte de arma.

Resumo – ficha técnica

Instituição: Polícia Federal (PF)

Banca: Aguardando

Situação: Autorizado

Total de Vagas: 1.758 vagas imediatas

Remuneração: R$ 22.102,37

Taxa de Inscrição: Aguardando

Datas de Inscrição: Aguardando

Data da Prova: Aguardando

Escolaridade: Superior e Médio

Área: Policial

Para dar inicio aos estudos os candidatos poderão tomar como base o último concurso da PF que foi realizado em 2014. Para ter acesso ao edital e ao cronograma das matérias clique aqui www.vestcon.com.br/concursosarquivos/6516/edital-agente-de-policia-pf-2014.pdf.

Confira nossas atualizações diárias e fique por dentro das principais novidades do mercado de trabalho.

Por Denisson A. Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 158 Média: 3.1]

Concurso foi autorizado e terá 500 vagas disponíveis.

Os brasileiros estão vendo os concursos públicos como alternativas na hora de tentar driblar a crise e o desemprego que atingiram o país desde o ano passado. E para quem busca por concursos públicos em aberto acaba de surgir uma oportunidade. Trata-se do Concurso público do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, do estado de São Paulo, que acaba de ser autorizado pelo MPDG. Ou seja, o concurso está confirmado e assim que tudo estiver pronto o edital de abertura será publicado com todas as informações necessárias.

A autorização de sua realização foi concedida no último dia 13 do mês de novembro, em uma Sessão Administrativa do Órgão Especial.

O próximo passo para andamento do concurso será a formação de uma comissão que se encarregará da contratação e uma empresa para ser a organizadora do certame.

O concurso foi autorizado, pois já se aproxima o vencimento do último realizado pelo órgão. Além disso, o TRT-SP já possui um elevado déficit de servidores, já que se totalizam 260 cargos em aberto, entre as funções de técnico, analista e auxiliar.

Ainda não se pode afirmar o quantitativo de vagas a serem disponibilizadas no certame, mas existe a expectativa de que seja um número relevante e nos seguintes cargos:

– Analista Judiciário na área Judiciária;

– Analista Judiciário na área Administrativa;

– Analista Judiciário na área Judiciária com Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal;

– Analista Judiciário na área de Apoio Especializado em Enfermagem;

– Técnico Judiciário na área Administrativa;

– Técnico Judiciário com Especialidade em Segurança;

– Técnico Judiciário com Especialidade em Enfermagem.

Saiba os requisitos para cada um dos cargos mencionados acima:

– Analista Judiciário na Área Judiciária: Podem concorrer ao cargo pessoas que possuam curso de nível superior em Direito, que tenha sido cursado em instituição de ensino que possua o reconhecimento do Ministério da Educação, o MEC.

– Analista Judiciário na Área Administrativa: Podem concorrer ao cargos pessoas que possuam formação de nível superior em cursos de qualquer área, sendo aceito até mesmo curso de Licenciatura Plena, e que tenha sido cursado em instituição de ensino superior que possua o reconhecimento do MEC.

– Analista Judiciário na Área Judiciária com Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal: Podem concorrer ao cargo pessoas que possuam formação de nível superior em Direito, cursado em instituição que possua o reconhecimento do MEC.

– Analista Judiciário na Área Apoio Especializado com Especialidade em Enfermagem: Para concorrer ao cargo é preciso possuir curso de nível superior em Enfermagem, que tenha sido cursado em instituição de ensino superior e registro no CRE, que é o Conselho Regional de Enfermagem.

– Técnico Judiciário na Área administrativa: para concorrer a este cargo é preciso possuir ensino médio completo, com certificado registrado, ou ainda certificado de formação técnica, cursado em instituição reconhecida pelo MEC.

– Técnico Judiciário na Área Administrativa com Especialidade Segurança: para concorrer a este cargo e necessário possuir ensino médio completo, ou curso técnico cursado em instituição que possua o reconhecimento do MEC. Além disso, o candidato precisa possui CNH de categoria D ou E.

– Técnico Judiciário na Área Apoio Especializado com Especialidade Enfermagem: para concorrer ao cargo é preciso possuir ensino médio completo e curso técnico de enfermagem, cursado em instituição que possua o reconhecimento do MEC.

Desse modo, os aprovados no certame recebem excelentes salários, acrescidos de um grande número de benefícios. Os salários podem partir de R$ 6 mil a R$ 11 mil, dependendo do cargo.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar o concurso, já comece a preparar seus estudos pois não deve demorar muito o edital de abertura será publicado.

Por Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 93 Média: 2.9]

Certame deverá oferecer vagas para Agente e Delegado.

Um novo edital está previsto para publicação no dia 15 de dezembro de 2017. Trata-se da oficialização do novo certame da Polícia Civil do Estado da Bahia, ou seja, processo seletivo destinado ao provimento de vagas na PC-BA, que está prestes a ser sancionado, no período que segue até dia 15 de dezembro. Foi lançada uma nota oficial na página de internet desta instituição confirmando a informação, sendo que o delegado-geral do órgão antecipou que os procedimentos legais para a oficialização estão em trâmite na Secretaria da Administração, Saeb, para tornar possível este novo concurso público.

Conforme as informações oriundas da divulgação anterior deste certame, o governador Rui Costa, em uma reunião em Salvador, teve a chance de confirmar o andamento do processo seletivo para o departamento da Polícia Civil do Estado, o Concurso PC-BA, para os repórteres da imprensa no interior da Bahia, ou seja, o processo já está em pauta há bastante tempo.

O mesmo governador declarou, na mesma ocasião, sobre o caráter de progressão nas remunerações pagas aos policiais civis e policiais militares. Assim, o setor da Polícia Técnica e do Corpo de Bombeiros será enriquecido com percentuais de 6% até 10% de benefícios nos salários. Portanto, se trata de um dos concursos mais disputados no país.

O escopo desse concurso público está no provimento de cargos no setor de agente e no posto de delegado. Mesmo assim, não foram passadas mais informações sobre o próximo concurso; ainda não foi definida uma data certa sobre publicação do edital tão esperado. O último concurso promovido pelo departamento da Polícia Civil da Bahia, certame da PC-BA, ocorreu no ano de 2013, sendo que os candidatos que foram aprovados, nomeados e convocados iniciaram sua atuação na Academia de Polícia apenas no último ano.

A divulgação do resultado classificatório ocorreu no dia 14 de abril do ano de 2015, levando em conta que o período de validade se estendeu por um ano, exatamente, fechando no dia 14 de abril do ano de 2016. Entretanto, conforme critério do mesmo governo do Estado, foi estabelecido o prolongamento da validade do mesmo processo seletivo por mais um ano, terminando definitivamente no dia 14 de abril de 2017. Deste modo, os interessados no próximo concurso já estão cientes de como as coisas funcionam.

Naquele ano, os salários iniciais estavam em torno do valor de 783,14 reais e 3.492,90 reais, de acordo com o tipo de cargo escolhido por cada candidato. Entretanto, o governo deste Estado necessita estabelecer os devidos reajustes, por lei, sobre esses valores. A carga horária de serviço está em 30 horas semanais.

A condição necessária para ser possível candidatar-se neste processo de seleção, que se destina a prover cargos para a função de delegado da polícia, será a apresentação do certificado, autenticado, de graduação em curso superior de bacharelado em Direito, cuja instituição onde o curso foi realizado possua aprovação do Ministério da Educação e Cultura (MEC).

No caso do cargo de agente, as vagas disponíveis abarcam os postos de investigador e de escrivão, sendo, também, exigido certificado legítimo de graduação em curso superior que possua reconhecimento no Ministério da Educação e Cultura, MEC, e também o porte de Carteira Nacional de Habilitação, CNH, na categoria B.

Os critérios adotados no último processo seletivo para classificar os candidatos se deram por meio de uma prova objetiva, sendo que os participantes necessitaram alcançar uma pontuação mínima de seis pontos na parte de conhecimentos básicos, na parte de conhecimentos específicos a pontuação deveria atingir um mínimo de 21 pontos e ao todo, para classificação, foram necessários trintas 30 pontos. No que tange à prova discursiva, a média mínima foi de oito pontos. Se esse padrão for repetido, muitas pessoas estarão interessadas em inscrever-se.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 193 Média: 3]

Seleção oferece 120 vagas. Salários chegam a R$ 5,7 mil.

Se você estava na expectativa de novas informações sobre um novo concurso público da Polícia Militar de Minas Gerais, as notícias que chegam são bastante animadoras. É que a PMMG acaba de anunciar seu mais novo concurso que disponibilizará o total de 120 vagas. Saiba como se inscrever.

O edital de abertura do certame já foi publicado e de acordo com as suas informações as 120 oportunidades disponibilizadas para a concorrência serão para o cargo de Cadete da Polícia Militar do estado de Minas Gerais.

A empresa que ficará responsável por organizar e executar o concurso é o CRS, que é o Centro de Recrutamento e Seleção que pertence à própria Polícia Militar de Minas Gerais.

Os interessados em participar do concurso poderão realizar suas inscrições a partir do dia 6 do mês de dezembro do ano de 2017. As inscrições seguem até dia 4 do mês de janeiro do ano de 2018.

Para se inscrever acesse o site https://www.policiamilitar.mg.gov.br/portal-pm/crs/concurso.action.

Para ter sua inscrição efetuada com sucesso o candidato precisará pagar uma taxa de participação no valor de R$173,00.

Como já mencionado anteriormente, serão disponibilizadas o total de 120 vagas, sendo que 108 são para homens e 12 para mulheres.

Podem se inscrever pessoas com formação em Direito (Bacharel) que tenha sido cursado em instituição de ensino que possua reconhecimento do ensino estadual, federal ou ainda do Distrito Federal. Além disso, é preciso possuir idade máxima de 30 anos, na data em que o curso se inicia. Os candidatos devem ter 1,60 m de altura mínima.

Candidatos que já tenham sido parte da PMMG, das forças armadas ou de outra instituição militar e que foram demitidos não poderão participar do concurso.

No edital estão escritos todos os pré-requisitos para participação no concurso.

Um Cadete do 1º ano do CFO de 2018 possui uma remuneração no valor de R$ 5.769,43, para o cumprimento de uma carga horária semanal de 40 horas.

De acordo com as informações do edital de abertura, o concurso terá validade de 30 dias, período este que conforme necessidade e determinação do órgão pode ser prorrogado.

Os aprovados e convocados serão contratados de acordo com o regime de estatuto da categoria o que lhes garante estabilidade.

A realização do Concurso Público da Polícia Militar de Minas Gerais será realizado por meio de duas etapas, sendo elas :

  • 1ª Realização de provas, objetiva e dissertativa;
  • 2ª Testes psicológicos; Teste/avaliação Capacitação Física (TCF) e Avaliação/ exames de saúde, exame toxicológico, Prova oral e por fim, avaliação e títulos.

A prova, que será objetiva, possui caráter eliminatório e também classificatório, e será composta por 40 questões sobre conteúdos de Língua Portuguesa, Direito Penal Militar, Direito Constitucional, Direito Penal, Direito Processual, Direito Processual Penal, Legislação Extravagante, Direito Administrativo e Legislação Institucional.

As provas, objetiva e dissertativa, estão previstas para serem realizadas no dia 4 do mês de fevereiro de 2018 ( domingo), a partir das 8h30 min.

Haverá aplicação e provas nas seguintes localidades: Belo Horizonte/RMBH, Uberaba, Juiz de Fora, Divinópolis, Lavras, Governador Valadares, Ipatinga, Uberlândia, Montes Claros, Patos de Minas, Teófilo Otoni, Barbacena, Curvelo, Unaí, Poços de Caldas, Pouso Alegre e Sete Lagoas.

No ato da inscrição o candidato deve marcar a localidade onde deseja realizar a sua prova.

Nesse sentido, se você atende aos pré-requisitos e deseja participar da concorrência, não deixe de verificar o edital completo do certame e ao chegar a data certa, realize a sua inscrição.

Além disso, é importante que os interessados já comecem a se preparar para a realização das provas e testes, pois geralmente este concurso possui um elevado número de inscrições.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 58 Média: 3.3]

Concurso prevê o preenchimento de 3.760 vagas de emprego nos cargos de Professor e Coordenador Pedagógico.

Se você é formado na área de educação, confira aqui uma ótima oportunidade. No estado da Bahia, a Secretaria de Educação anuncia que estão abertas as inscrições para o seu concurso. O edital foi lançado em 9 de novembro (quinta-feira). Veja a seguir quais são as oportunidades e saiba como participar do processo seletivo para atuar na rede estadual de ensino.

Inscrições

O prazo para os candidatos se cadastrarem terá início em 14 de novembro (terça-feira) e se estende até o dia 12 de dezembro (terça-feira). Os interessados devem acessar o site www.concursosfcc.com.br/concursos/govba217/index.html para efetuarem suas inscrições.

A banca responsável pela organização do concurso público é a Fundação Carlos Chagas (FCC). Como a seleção é regionalizada, o concorrente precisa indicar para qual núcleo territorial de educação tem interesse de se candidatar, no ato da inscrição. O edital informa que não será permitido fazer transferência

A taxa é no valor de R$ 100 e o boleto deve ser pago até o dia 12 de dezembro.

Vagas

No total, o edital prevê a contratação de 3.760 profissionais da área de educação. São oferecidas 664 vagas para coordenador pedagógico e 3.096 oportunidades para professor das seguintes matérias: Arte, Matemática, Biologia, Educação Física, Geografia, Filosofia, História, Física, Português, Inglês, Química, Sociologia. Há reserva de vagas para pessoas com necessidades especiais (PNE) e também para quem se autodeclarar negro.

A remuneração ofertada para quem iniciar na carreira de coordenador é de R$ 2.890,87, incluindo gratificação por Condições Especiais de Trabalho. Já os professores padrão P – grau IA receberão no início de carreira o montante de R$ 2.814,28, incluída a gratificação de estímulo às atividades de classe.

A jornada de trabalho para ambos os cargos corresponde a 40 horas semanais.

Algumas atribuições da função de coordenador são: planejar ações de aperfeiçoamento para os professores, articular projetos pedagógicos da escola, implantar inovações pedagógicas, promover reuniões com os pais dos estudantes, analisar o desempenho dos alunos, entre outras atividades.

Os professores terão como responsabilidade: elaborar e cumprir o plano de aula, ministrar as aulas e participar do planejamento dos dias letivos, atuar em projetos pedagógicos especiais, estabelecer estratégias de aprendizagem, entre outras tarefas.

Etapas do Concurso

O processo seletivo será composto por 3 fases: 1) Provas objetivas, 2) Avaliação discursiva e 3) Análise de Títulos. Quem concorrer ao posto de coordenador terá 3h30 para responder às 40 questões sobre conhecimentos gerais e específicos, além de fazer a discursiva. Já aqueles candidatos ao cargo de professor deverão responder a 50 quesitos sobre conhecimentos gerais e específicos e fazer a discursiva em 4h30 de prova.

Na prova de múltipla escolha os conhecimentos gerais envolvem as seguintes disciplinas: temas educacionais e pedagógicos sobre educação brasileira, noções de igualdade racial e de gênero e conhecimentos interdisciplinares.

A data prevista para aplicação dos exames referentes a primeira e segunda etapas é no dia 25 de fevereiro de 2018 (domingo), no período da manhã. As provas serão realizadas nos seguintes municípios baianos: Caetité, Santo Antônio de Jesus, Alagoinhas, Seabra, Amargosa, Senhor do Bonfim, Itaberaba, Barreiras, Jacobina, Paulo Afonso, Santa Maria da Vitória, Bom Jesus da Lapa, Teixeira de Freitas, Ipirá, Serrinha, Eunápolis, Vitória da Conquista, Juazeiro, Feira de Santana, Itapetinga, Salvador, Itabuna, Valença, Irecê, Macaúbas, Ribeira do Pombal e Jequié.

Com relação à avaliação de títulos, serão computados os seguintes pontos por titulação: 0,25 para especialização; 0,5 para mestrado e 1,5 para doutorado.

Mais detalhes

A convocação para realização das provas objetiva e discursiva será publicada no diário oficial no dia 7 de fevereiro de 2018 (quarta-feira). O resultado final está previsto para ser divulgado no dia 12 de junho de 2018 (terça-feira).

O certame será válido por 1 ano, a contar da data de homologação e poderá ser prorrogado, uma única vez por igual período, a critério do Governo do Estado da Bahia.

Para conferir mais detalhes sobre o concurso, acesse o site www.concursosfcc.com.br/concursos/govba217/index.html.

Por Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 3.6]

Concurso deverá ofertar vagas para profisssionais de nível médio e superior.

Recentemente foi divulgado em diversos meios de comunicação que o Conselho Regional de Farmácia de Pernambuco (CRF/PE) deve lançar o edital para a abertura de um novo concurso público em dezembro deste ano.

As informações preliminares apontam que deverão ser oferecidas nessa seleção pública um total de 18 vagas. Delas, oito estariam sendo direcionadas para candidatos com formação de nível médio. As outras poderiam ser disputadas por candidatos com formação de nível superior.

Sobre a publicação do edital de abertura, a informação é de que faltam alguns ajustes para serem resolvidos. A banca organizadora deste concurso público já foi definida, será a Inaz do Pará.

O valor dos salários iniciais ainda não foram informados.

Vagas para o nível médio

Os concursandos com formação completa de nível médio poderão se inscrever para vagas no cargo de assistente administrativo operacional. Essa função requer também conhecimentos básicos de informática. A jornada de trabalho é de 40h por semana. Há uma vaga para Caruaru, uma para Serra Telhada e quatro para Recife.

Também para o nível médio vamos encontrar oportunidades para assistente administrativo-financeiro. Há uma vaga para Recife. O candidato precisa contar com formação técnica em contabilidade além de ter conhecimentos básicos na área de informática. A jornada de trabalho será composta por 40h por semana.

Por fim, ainda há vagas para assistente administrativo – gestão de pessoas. Há uma vaga para a cidade de Recife. A função requer formação técnica na área de recursos humanos. A jornada de trabalho é de 40 horas por semana.

Vagas para o nível superior

Para o nível superior vamos encontrar vagas para o cargo de analista – administrativo. Está sendo oferecida uma vaga para Recife. A função requer graduação em administração, além de registro válido no conselho da classe. A jornada de trabalho é de 40h por semana.

Analista – advogado. Essa é outra função que conta com vagas para o nível superior. A oferta é de uma vaga para Recife. O interessado precisa ter registro na Ordem dos Advogados do Brasil – OAB.

Analista farmacêutico fiscal. Essa função conta com seis vagas. Quatro delas são para a cidade de Recife. Uma para Petrolina e uma para Caruaru. É necessário contar com registro no conselho da classe, além de carteira de habilitação na categoria B. A jornada de trabalho é de 40 horas por semana.

Gestor de recursos humanos. Para essa vaga é preciso ter formação de gestor, tecnologia de recursos humanos, psicologia ou administração. Além disso, será requerida experiência anterior na área e registro no órgão responsável pela categoria. A jornada de trabalho é de 40 horas.

Taxas para a participação

O valor das taxas de inscrição já foram definidos. Para as funções de nível médio eles serão de R$65 e para o nível superior de R$90.

Para a avaliação e seleção dos candidatos está prevista a aplicação de provas objetivas. São questões relativas a língua portuguesa, matemática, conhecimentos gerais, além de conhecimentos específicos sobre o Sistema Único de Saúde.

As contratações feitas por meio deste concurso público seguirão as regras estabelecidas na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).

Desde 2016 o Brasil vem passando por uma grave crise econômica. Esse fato tem feito com que empresas de todos os tamanhos diminuam a quantidade de contratações ou até mesmo encerrem as atividades de determinados setores.

Nesse cenário, aproveitar as oportunidades que são oferecidas constantemente por meio de concursos públicos, em todas as esferas, tem sido a saída para muitos profissionais que querem se fixar de forma segura no mercado de trabalho.

A temporada de concursos abertos geralmente é mais ampla e traz mais oportunidades entre os últimos meses do ano e início do próximo. Atenção para não perder nenhuma chance!

Por Denisson Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 21 Média: 3.6]

Ministro do Planejamento afirma que Governo poderá voltar a realizar concursos federais no próximo ano.

Uma boa notícia para os adeptos da realização de concursos públicos no país. Isso porque o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, trouxe ao público na última segunda-feira, dia 30 de outubro, que o governo federal pretende voltar a realizar certames no ano de 2018.

Suspensa desde 2016, a realização dos concursos não teve mais nenhuma edição devido à piora em contas públicas, já que, nos últimos anos, os rombos apresentados são superiores a R$ 100 bilhões. Sendo assim, conforme o ministro, a abertura de vagas terá uma limitação, referente essa ao número dos servidores que deixarem os seus cargos até a data limite.

Novos concursos e os gastos

Uma estimativa realizada pelo governo federal colocou em números o impacto que um novo certame trará em termos de gastos. Sendo assim, o valor levantado foi de R$ 600 milhões de reais.

É importante ressaltar, todavia, que não há ainda nenhuma definição oficial sobre as áreas e o que serão esses novos concursos, já que ocorrerão em pequeno número. De acordo com Dyogo Oliveira, ainda haverá alguns órgãos em que sairão pessoas e, ao mesmo tempo, não haverá recolocação de gente.

Além disso, ainda haverá outros lugares em que não sairá ninguém e, mesmo assim, entrarão servidores. E, por fim, há atualmente locais em que está sobrando gente e, em outros, faltando. Com os novos certames, portanto, prevê-se uma melhor distribuição de pessoal em todos os locais.

Sobre as contratações excepcionais

Conforme a Lei de Diretrizes Orçamentárias, a LDO, é permitido que, em caso de necessidade excepcional, haja a contratação de servidores até o limite das vacâncias. Porém, para o ministro do Planejamento, não há nenhuma informação sobre a quantidade de vagas que serão abertas no próximo ano.

Em relação ao anúncio realizado pelo governo, sobre a volta de contratações em 2018, esse acontece em um mesmo momento em que inicia o Plano de Demissões Voluntárias, o PDV, que foi colocado como uma maneira de redução de gastos pelo Poder Executivo com os servidores públicos. Sendo assim, o PDV é um importante instrumento para a gestão e, ao mesmo tempo, levando a um maior controle de todos os gastos.

Por isso, uma gestão mais eficiente no quadro de pessoas é a melhor solução. Porém, isso não significaria uma redução no quadro total, mas sim uma otimização das funções e pessoas que trabalham para o Governo.

Aposentadorias e novas contratações

Alguns integrantes do governo já estavam afirmando que novas contratações estavam sendo encaminhadas, de forma que essas seriam retomadas já nos próximos anos. A prova disso é que em setembro, o assessor especial designado pelo Ministério do Planejamento, Arnaldo Lima Júnior, já havia afirmado que outros concursos públicos seriam retomados, porém, a partir de 2019.

Para ele, números do próprio Governo mostram que, até o ano de 2027, aproximadamente 40% de servidores públicos do Executivo Federal deveriam se aposentar. Em número, essa porcentagem reflete cerca de 216 mil trabalhadores.

Total de servidores acima da média no Brasil

De acordo com alguns dados mostrados pelo Fundo Monetário Internacional, o FMI, o total dos servidores no Brasil está acima da média em comparação com a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico, a OCDE. Essa organização é a responsável por reunir os países mais industrializados no mundo todo e em países emergentes, como é o caso da Turquia, Coreia do Sul, Chile e México. Em tempos recentes, o Brasil solicitou fazer parte da OCDE.

Sendo assim, conforme as informações do FMI, apuradas essas pelo Ministério do Planejamento, os servidores dos poderes Judiciário, Legislativo e Executivo, incluindo os de municípios e Estados, representam 12,5% de todo o total da população economicamente ocupada. A média foi realizada de 2010 a 2015. Na comparação, a média dos países que formam a OCDE é de apenas 9,6%.

E levando em conta a porcentagem do Produto Interno Bruto, o PIB, o Brasil também se destaca em gastos contra a OCDE. Assim, a média brasileira foi de 10,5%, considerando também municípios e Estados, contra 10% da OCDE.

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 13 Média: 3.5]

Certame está previsto para ser realizado em 2018 e terá vagas para Auditor.

No norte do Brasil um novo concurso público está em processo de abertura. Trata-se do TCE/PB, cujo contrato com a banca organizadora foi assinado, sendo um certame destinado a vagas para Auditor. O cargo em questão está com 10 vagas disponíveis, cuja condição de preenchimento é a de que os interessados possuam diploma de graduação em curso superior em áreas específicas. A remuneração inicial pode chegar ao valor de 29 mil reais.

Foi divulgado pelo Tribunal de Contas do Estado da Paraíba – TCE/PB – em nota específica da publicação no diário oficial, na última quinta-feira, dia 19 de outubro, a confirmação de assinatura de um contrato firmado com a banca organizadora, que será a responsável pelo novo concurso público aberto. A empresa determinada para esta finalidade será o Cebraspe, portanto, os interessados precisam estar atentos à publicação do edital, que definirá o período de inscrições ao longo das próximas semanas. Até o presente momento, as informações mais consistentes indicam que a seleção está organizada conforme um critério que oferta 20 vagas, das quais dez destinam-se ao cargo de Auditor.

Como já foi referido acima, para concorrer ao cargo de Auditor Fiscal o candidato precisa estar de posse de certificado de graduação em curso superior, voltado para as áreas especializadas, conforme o cargo, já que o vencimento, inicialmente, está no valor de 16 mil reais. Entretanto, a remuneração, ao longo de uma carreira conquistada por meio do cargo, tende a atingir um valor de aproximadamente 29 mil reais, além das devidas gratificações.

De acordo com informações sobre o último concurso promovido para o mesmo cargo, realizado no ano de 2006, foram ofertadas em torno de 48 vagas, das quais 6 delas estavam destinadas aos candidatos detentores de formação superior em direito, 8 vagas destinadas aos candidatos formados em engenharia civil, 6 vagas aos candidatos formados em informática e computação e as demais 28 vagas voltadas para acadêmicos com graduação em outras áreas. Naquela ocasião a Fundação Carlos Chagas foi a banca responsável pela organização do processo seletivo.

As provas objetivas, no certame passado, eram constituídas de 100 questões de múltipla escolha. Em relação às vagas na área de direito, de engenharia civil e de informática, a prova estava estruturada em: 30 questões versando sobre a língua portuguesa, com relevância de um ponto; foram 50 questões sobre conhecimentos específicos I, com relevância de dois pontos e 20 questões sobre conhecimentos específicos II, com relevância de um ponto.

Na parte que versou sobre Conhecimentos específicos I, foram cobradas noções na área de administração; na área de contabilidade geral; na área de contabilidade e orçamentos públicos; na área de finanças públicas; em auditoria; em disciplina de matemática; disciplina financeira; na área de raciocínio lógico quantitativo; na disciplina de direito constitucional; disciplina de direito administrativo; na área de noções de direito civil e direito financeiro; disciplina de licitações e contratos administrativos; disciplina de responsabilidade fiscal e na área de gestão fiscal e penalidades. Ou seja, foi uma prova rigorosamente elaborada e muito abrangente. Serve de modelo para os candidatos do próximo concurso.

Na parte que versou sobre os conhecimentos específicos II, voltados para o Direito, as questões abrangeram: área de direito comercial, direito penal e direito tributário. Na área da engenharia e de informática, os conhecimentos cobrados estavam em conformidade com as estas duas disciplinas.

Em relação às outras áreas os exames versaram sobre a língua portuguesa, com 30 questões de relevância de um ponto e 70 questões em conhecimentos específicos, com relevância de três pontos, abrangendo conhecimentos específicos em administração; em contabilidade geral; noções de contabilidade e orçamentos públicos; noções em finanças públicas; em auditoria; em matemática financeira; em raciocínio logico-quantitativo; noções de direito constitucional; de direito administrativo; noções específicas em direito civil e direito financeiro; noções em licitações e contratos administrativos; noções sobre responsabilidade fiscal; em gestão fiscal e em penalidades.

Além da prova objetiva, em todos os cargos serão realizadas provas discursivas.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 3]

Veja aqui quais são os principais concursos públicos previstos para o ano de 2018.

O ano de 2017 já está se encaminhando para o fim e, por isso, já é preciso ficar de olho em tudo que 2018 reserva em termos de concursos públicos. Até onde se sabe, a expectativa é de que sejam publicados diversos editais de certames federais, estaduais e municipais. Sendo assim, serão milhares de oportunidades para todos os níveis de escolaridade e para diversas áreas de atuação.

Pensando nisso e na sua preparação para algum dos concursos que estão sendo aguardados para o próximo ano, nós te damos algumas dicas de processos seletivos previstos. Dê uma conferida e não fique de fora, pois essa é a sua chance de encontrar o emprego dos sonhos.

· Concurso da Receita Federal: A Receita Federal está necessitando recompor o seu quadro de pessoas e, por esse motivo, solicitou a autorização ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, o MPDG, de abertura de concurso com um total de 2.083 vagas. Dessas, 630 são destinadas para auditor e outras 1.453 para analistas. Ambos os postos terão como exigência a formação em nível superior completa, valendo todas as áreas de atuação. A remuneração pode chegar a até R$ 16.201,64.

· Concurso do Ministério Público da União: O MPU adiou os seus preparativos para o seu novo concurso, ficando esse para o ano de 2018. Com oportunidades em cargos de nível superior e nível médio nos mais diferentes Estados, ainda está em processo de escolha a banca organizadora e algumas definições de detalhes para a seleção. O salário para técnico será de R$ 6.376,41 e o de analista corresponderá a R$ 10.461,90.

· Concurso do Ministério do Trabalho: Ainda aguardando a autorização, o Ministério do Trabalho solicitou o aval para a realização do certame com um total de 2.595 vagas. Desse total, 1.190 são para auditor-fiscal do trabalho, 1.163 para agente administrativo e as restantes destinadas para postos em nível superior. Para o cargo de agente é preciso somente ensino médio.

· Concurso da Polícia Rodoviária Federal: Para o cargo de policial rodoviário, a Polícia Rodoviária Federal está aguardando a autorização do seu certame, com comissão organizadora formada. O pedido é para 2.778 vagas, exigindo nível superior em qualquer área e, ainda, carteira de habilitação que parte da categoria “B”. A remuneração do policial é de R$ 9.491,98, tendo jornada de trabalho de 40 horas por semana.

· Concurso da Câmara dos Deputados: É grande a expectativa em torno do concurso da Câmara dos Deputados do Distrito Federal. A ideia é de que até o início do ano de 2018 sejam abertas as inscrições para as funções de analista (nível superior) e de técnico (nível médio). Os vencimentos são de R$ 20.384,43 e R$ 13.578,58, respectivamente.

· Concurso da Polícia Federal: Dependendo da liberação das verbas, o processo da Polícia Federal pretende abrir a seleção de 1.758 pessoas, com distribuição entre os cargos de delegado, escrivão, agente e perito. Todas elas precisam de formação em nível superior completo. Os vencimentos atuais são de até R$ 22.102,37.

· Concurso da Secretaria da Fazenda: A Secretaria da Fazenda do Distrito Federal já trabalha com a abertura do seu concurso para 2018. Com um total de 100 vagas para o cargo de auditor fiscal, é necessário possuir curso em nível superior em qualquer área.

· Concurso da Companhia do Metropolitano de São Paulo: O Metrô de São Paulo tem planos de abrir já no início do próximo ano um concurso para preenchimento de vagas em áreas diversas. A expectativa é de que sejam oferecidas chances no cargo de agente de segurança, necessitando de nível médio completo e altura mínima para homens e mulheres.

Além das oportunidades citadas em certames, ainda são previstos outros para o próximo ano. Porém, é preciso ficar ligado em notícias futuras para saber mais sobre esses e como fazer para participar. Fique ligado!

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 28 Média: 2.8]

Polícia Militar, Polícia Civil e Bombeiros devem realizar concursos no próximo ano.

Muitos concursos estão previstos ainda para este ano e no Espírito Santo a expectativa é para os próximos dias sair alguma novidade para o início de 2018.

Os concurseiros de plantão estão ansiosos pela divulgação do edital para os concursos previstos da Polícia Militar, Bombeiros e Polícia Civil.

A Polícia Militar do Estado do Espírito Santo pretende manter seu quadro de pessoal atualizado e para isso acontecer, está previsto a realização de um concurso no início de 2018.

Além da PM ES, a Polícia Civil e os Bombeiros também estão dentro dos planos do Projeto de Lei Orçamentária para 2018.

Preparação antecipada

Para quem tem interesse em participar do processo seletivo da PM ES, Polícia ou Bombeiros, é preciso se preparar com antecedência e buscar saber quais são as exigências de cada concurso.

Os editais devem ser lançados em breve, no entanto, mesmo com as expectativas para novos concursos da área da segurança, não foi informado o total de vagas, nem quando terá início as inscrições.

Concurso em ano eleitoral

O ano que está previsto novos concursos é justamente ano eleitoral e será marcado pela retomada dos concursos, para a área de segurança, algo que não ocorre já faz algum tempo.

O último concurso realizado foi em 2013, com cerca de 2.163 vagas para Polícia Militar. Para o Corpo de Bombeiros a situação já é bem pior, desde 2010 que não é feito qualquer processo de seleção para renovação de quadro de pessoal.

Concurso garantido

Segundo informações do Palácio Anchieta, a realização de concursos para a área de segurança no ano de 2018 está garantido. O concurso está previsto e incluído no Projeto de Lei Orçamentária.

Outro fator que garante a realização do processo é a informação feita pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e os detalhes do edital estão sendo definidos e os concursos em fase de elaboração.

Cargos e Salários

Os cargos que serão concorridos previstos para Polícia Militar e Bombeiros será para soldado e Civil são: delegado, escrivão, perito, entre outros.

Os salários variam de R$ 2,6 mil para soldado da PM ES e Bombeiros e de R$4.697,76 e R$ 9.245,15, estes últimos a exigência e possuir nível superior.

Requisitos mínimos

Os interessados em participar do processo seletivo para o cargo de soldado da Polícia Militar e Bombeiros devem possuir idade entre 18 e 28 anos e ter nível médio de escolaridade.

A seleção é composta por sete etapas: prova objetiva e redação, teste de aptidão física, exame toxicológico e inspeção de saúde, bem como avaliação psicológica, pesquisa sócio funcional e apresentação, por fim a inscrição definitiva e matrícula.

Os interessados pelo processo seletivo da Policia Civil deve possuir o nível superior de escolaridade, não foi informado limite de idade, no entanto, a previsão é que conforme foi feito no último certame, provas objetivas e discursivas, teste de aptidão física, entre outras etapas que compõe o processo.

Último Edital

Uma forma de preparação para o próximo concurso é revisar as últimas provas e editais do que caiu nos últimos processos seletivos.

As oportunidades que serão disponibilizadas possuem uma recorrência das exigências dos conhecimentos gerais e específicos. É interessante descobrir qual será a banca examinadora, no entanto, ainda não foi definida.

Antecendo os editais para quem tem interesse em saber quais foram as exigências do último edital, é possível conferir neste link: http://www.pm.es.gov.br.

Dicas

Antes das provas e como preparação dos estudos, revise todas as matérias, busque evitar alimentos gordurosos e descanse no mínimo 8 horas por dia. No dia da prova leve água e não esqueça as documentações exigidas e material para efetuar a prova.

Gostou das oportunidades que estão previstas para os próximos concursos? Conheça alguém que tem interesse em prestar algum destes concursos? Compartilhe com seus amigos.

Marcio Ferraz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 16 Média: 3]

Seleção irá oferecer 394 vagas para Escrivão e Agente.

Os concurseirsos de plantão do estado de Santa Catarina podem começar a se preparar, pois um novo concurso está com edital aberto no estado. Trata-se do Concurso Público da Polícia Civil de Santa Catarina, que vai disponibilizar para a concorrência o total de 394 vagas para os cargos de Escrivão e Agente.

De acordo com as informações mais recentes, o edital de abertura do certame já está pronto para ser publicado, uma vez que na última terça-feira, dia 26 de outubro, o documento foi assinado pelo delegado Aldo Pinheiro D 'Avila, que é também o secretário de segurança do estado de Santa Catarina.

Nesse sentido, agora que tudo está certo, a previsão é de que o edital de abertura do concurso seja publicado nesta semana.

Sendo assim, as inscrições podem começar a ser realizadas pelos interessados a partir desta sexta-feira, dia 27 de outubro. Os interessados em participar da concorrência possuem 30 dias para realizarem suas inscrições, que se encerram no dia 27 do mês de novembro.

A empresa contratada para realizar a organização e execução do concurso foi a conhecida Fepese, que é a Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos e que disponibiliza seu site para que as inscrições no certame possam ser realizadas.

Embora o edital ainda não tenha sido oficialmente cadastrado, algumas informações já foram confirmada pela PC –SC, como o quantitativo das vagas, que totalizam 394.

Os interessados em participar do concurso, independente do cargo pretendido, devem possuir formação em curso de nível superior. Além disso, é pré-requisito do concurso ser portador de Carteira Nacional de Habilitação.

Profissionais nestes cargos recebem uma remuneração inicial no valor de R$ 4.520,24.

No dia 28 do mês de junho foi formada a comissão que se responsabilizará pelo planejamento do concurso. Ela é formada por 7 integrantes, além de alguns suplentes. Todos são servidores da Polícia Civil do estado de Santa Catarina.

Os inscritos no certame devem realizar as provas no mês de dezembro. Sendo que no dia 16 serão aplicadas as provas para o cargo de escrivão e no dia 17 as provas são para o cargo de Agente.

Os inscritos poderão escolher onde querem realizar as provas, pois elas serão aplicadas nas cidades de Chapecó, Florianópolis, Itajaí, Joinville, Tubarão, Lages e Joaçaba.

A Polícia Civil de Santa Catarina teve seus últimos concursos públicos realizados nos anos de 2010 e 2014.

Geralmente o processo de seleção de novos servidores da PC-SC se dá por meio da realização de provas objetivas de múltipla escolha, sobre conteúdos de conhecimentos gerais e específicos. Além da realização e avaliação psicológica, avaliação física, testes vocacionais, investigação social e exame toxicológico.

Nesse sentido, se você possui interesse em participar da concorrência por um cargo na Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, não deixe de acessar o edital que será disponibilizado em breve e ter acesso a todas as informações sobre o concurso.

Também não deixe de realizar a sua inscrição e nem de verificar os conteúdos pragmáticos que serão cobrados na prova objetiva.

A participação dos brasileiros em processos seletivos e concursos públicos tem aumentado de forma considerável desde o ano passado, o que ocorre em decorrência de uma forte crise que se instalou na economia do país, levando milhares de empresas a diminuírem seus potencias de produção e até mesmo encerrarem definitivamente, resultando em um elevado número de pessoas em situação de desemprego.

Desse modo, os concursos públicos são uma excelente alternativa para quem busca por estabilidade e segurança financeira.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 26 Média: 2.5]

Concurso irá ofertar 42 vagas para profissionais de nível médio e superior.

Se você está à procura de uma oportunidade para realizar um concurso público e conseguir uma vaga em um trabalho que lhe ofereça estabilidade e segurança, pode começar a se preparar, pois as notícias que chegam são bastante animadoras.

Trata-se do lançamento do edital de abertura do novo concurso público do Superior Tribunal Militar, que está previsto para ser publicado nas primeiras semanas do mês de dezembro deste ano. Essa notícia foi oficialmente confirmada pela assessoria de imprensa do STM, na última quarta-feira, dia 25 do mês de outubro.

De acordo com as primeiras informações, o concurso irá disponibilizar para concorrência o total de 42 vagas, para cargos que exigem formação de nível médio e de nível superior, sendo essas vagas para as funções de Técnico e Analista.

Uma notícia que vai despertar o interesse de mais candidatos é o fato de que serão aplicadas provas do concurso, em todas as capitais do país, assim como nos municípios de Santa Maria/RS, Juiz de Fora/MG e também em Bagé/RS.

Os horários de provas serão diferentes de acordo com o nível de formação.

O concurso foi finalmente planejado pois o último certame realizado pelo STM venceu no ano de 2013, sendo prorrogado pelo período de mais 2 anos, que se deram em 2015, havendo agora a real necessidade de novos servidores.

Quem deseja concorrer ao cargo de Analista Judiciário da Área Jurídica precisa possuir graduação em Direito, que tenha sido cursado em uma instituição e ensino superior que possua o reconhecimento do Ministério da Educação e que tenha o registro na OAB.

Já quem deseja entrar para a concorrência de cargo de Analista Judiciário da Área Administrativa precisa possuir formação de nível superior independente da área, de modo que a instituição em que foi cursado possua o reconhecimento do MEC.

Interessados em prestar concurso para o cargo de Técnico Judiciário na área Administrativa devem possuir formação e nível médio, de igual modo em instituição que possua o reconhecimento do Ministério da Educação.

Em termos de remunerações dos cargos disponíveis, os salários inicialmente podem ser em torno de 7 mil, 12 mil ou 14 mil, a depender do cargo ocupado pelo profissional.

Os números atuais apontam para o cargo de Analista de Área Jurídica uma remuneração no valor de R$ 11.007, que acrescidos de outros benefícios do cargo chegam ao valor final de R$ 13.861.

Um Analista Judiciário da Área Administrativa recebe uma remuneração no valor de R$ 11.007, que acrescido de todos os benefícios do cargo pode chegar ao valor de R$ 11.921.

Um Técnico Judiciário possui uma remuneração no valor de R$ 6.709, que acrescidos dos benefícios básicos do cargo pode chegar ao valor de R$ 7.893.

Para quem deseja saber sobre os benefícios de ser um servidor do STM, podemos citar que os servidores têm a chance de possuírem uma carreira estável, uma jornada de trabalho mais flexível, desenvolvimento e crescimento pessoal, além de outros benefícios como auxílio transporte, auxílio alimentação, plano de saúde, assistência pré-escolar e gratificação de atividade judiciária.

Geralmente o processo de seleção de novos servidores para o STM se dá por meio de realização de uma prova objetiva de múltipla escolha, sobre conhecimentos gerais, específicos e conhecimentos complementares. Além da prova objetiva, os candidatos ainda terão que realizar uma prova discursiva.

Como o edital está previsto para ser publicado na primeira quinzena do mês de dezembro, a recomendação é de que os interessados em realizar o concurso devem já começar seus estudos preparatórios para a realização das provas que devem ser nos primeiros meses do ano de 2018.

Nesse sentido, fique atento à publicação do edital, faça a sua inscrição e se prepare para a prova.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 15 Média: 3.4]

Certame deverá contar com 300 vagas, 20 de nível médio e 280 de ível superior.

Boas notícias para quem aguarda pelo Concurso Abin. O concurso está bem perto de ser aprovado e ir para o diário oficial. Muitas pessoas estão se preparando para conseguir o tão sonhado cargo dentro dessa banca. A Abin é a Agência Brasileira de Inteligência.

Publicação do edital até janeiro de 2018

Há uma grande expectativa de que o edital do concurso Abin saia até dia 17 de janeiro de 2018. Esse concurso é muito almejado e por isso as chances serão bem acirradas. O ideal é se preparar o quanto antes.

Serão 300 vagas

Serão 20 vagas para agente de nível médio e 280 para nível superior. Para quem vai concorrer ao cargo superior, será preciso ter formação em algumas áreas específicas, essas informações ainda serão anunciadas. Então se você vai concorrer a vaga de nível médio, precisa estudar muito e ter um grande conhecimento nas matérias que vão cair na prova do concurso.

Informações sobre o cargo de Nível Médio

Quem tem o nível médio pode concorrer ao cargo de agente de inteligência. O salário inicial é de R$ 6.147,22, já incluindo o auxílio-alimentação. Essa é uma ótima remuneração em tempos de crise.

Informações sobre o cargo de nível superior

As vagas para o nível superior são maiores. Os salários iniciais são de R$ 14.281,80 para o cargo de oficial técnico e de R$ 15.461,80 para oficial. Nesse valor já está incluído o auxílio-alimentação.

Conhecendo um pouco da função do cargo de Agente de inteligência

Nesse cargo o oficial vai dar suporte especializado as atividades consequentes das atribuições do oficial de inteligência. Esse cargo é para quem tem nível médio.

Conhecendo a função do cargo de oficial técnico de inteligência

O profissional vai dar suporte e apoio logístico, desenvolver e operar máquinas, dar desenvolvimento científico ou tecnológico, planejar, executar, coordenar, supervisionar e controlar as atividades de gestão técnico- administrativa, desenvolver e operar veículos e aparelhos, ter ações de salvaguarda de assuntos sensíveis, desenvolver recursos humanos para a gestão técnico- administrativa e apoio logístico da atividade de inteligência, direcionar à obtenção e análise de dados, atividades de construção de manutenção de prédios e muito mais. Esse cargo é para quem possui o nível superior.

Conhecendo a função do cargo de oficial de inteligência

Nessa função são atribuídas as seguintes funções: supervisionar e controlar a produção de conhecimento de inteligência, supervisionar as operações de inteligência, desenvolver e operar máquinas, aparelhos, veículos, dispositivos, instrumentos, equipamentos e todo sistema necessário a atividade de inteligência. O profissional também irá planejar, executar, coordenar, supervisionar e controlar a produção de conhecimentos da inteligência e muito mais.

Cargos de muita responsabilidade

Como podemos ver, os trabalhos executados pelos 3 cargos exigem muita responsabilidade e técnica. É preciso estar muito bem preparado para esse concurso. Quanto maior for o cargo e remuneração, maior será a responsabilidade com o trabalho a ser executado.

Estado onde será o concurso

As vagas para esse concurso são para o Distrito Federal e a estimativa é que esse ano terá o recorde de inscrições. Com a crise do país e oportunidades de ter um emprego estável com um ótimo salário são o grande motivo de tantas pessoas esperando esse concurso. O último concurso teve 49.275 inscritos.

Dicas para quem vai prestar o concurso Abin

Para quem está se preparando para o concurso Abin, algumas dicas podem ser preciosas para conseguir a tão sonhada vaga. A primeira dica é estudar no mínimo 12 horas por dia. Pode parecer até exagero, mas são muitas pessoas concorrendo as vagas de oficial técnico. São apenas 20 vagas para muitas pessoas concorrendo. O que vai diferenciar a sua chance, é o seu conhecimento.

Ter autocontrole ao realizar a prova, não se desesperar, ter calma e ir respondendo às perguntas com menor grau de dificuldade.

Use técnicas de memorização para facilitar o aprendizado de toda matéria estudada.

Boa sorte a todos!

Cristiane Amaral

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 26 Média: 3.4]

Seleção deverá ofertar 1.214 vagas para Soldado.

Concursos públicos são muito aguardados pela população, pois além de uma maior flexibilidade, o concurso é visto como um meio de estabilização financeira. E para quem pensava em prestar concurso público para a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA), a espera acabou. Nesta sexta-feira, dia 29, foi divulgado o edital do concurso. No total serão 1.214 vagas, sendo 1.171 para soldados e 43 para primeiro tenente com especialidades em cirurgião dentista, médico, veterinário e psicólogo. A banca organizadora responsável é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O concurso vem sendo aguardo desde 2016, quando o governador do estado, Flavio Dino, anunciou a abertura de um novo processo seletivo para a PM-MA durante a posse dos conselheiros comunitários pela paz.

Processo Seletivo para Soldado PM-MA

Para concorrer as vagas de soldado da polícia militar é preciso ter concluído o ensino médio ou curso técnico equivalente e possuir a carteira nacional de habilitação (CNH) nas categorias “A” ou “B”. Além disso, é preciso ter idade mínima de 18 anos e máxima de 35 anos.

Para homens a altura mínima exigida é de 1,65m e para mulheres 1,60m.

Salário soldado PM0MA

O valor inicial para os aprovados no concurso é de R$ 4.019,62.

Prova para Soldado PM-MA

Os candidatos às vagas de soldado da Polícia Militar irão realizar o processo em cinco etapas, com caráter eliminatório. Primeiro, será realizada a prova objetiva composta por 120 questões, sendo questões de conhecimentos gerais e específicos. Após está etapa, os concurseiros passarão para as seguintes etapas: exames médicos e odontológicos, teste de aptidão física, exame psicotécnico e investigação social.

Local e data das provas para soldado

As provas estão previstas para acontecer no dia 21 de janeiro de 2018, na parte da tarde. Os locais e horários estarão disponíveis apenas no dia 11 de janeiro, no site da banca organizadora.

Inscrição

A inscrição para o concurso deverá ser feita apenas pela internet, no site http://www.cespe.unb.br/concursos/pm_ma_17.

A taxa de inscrição para a categoria soldado é de R$ 100

Processo Seletivo para oficiais da PM-MA

Para participar do concurso público para oficiais é preciso possuir nível superior completo e comprovar a conclusão nas áreas de odontologia, medicina, medicina veterinária ou psicologia.

Além de atender os requisitos de altura mínima de 1m65 para homens e 1m60 para mulheres. Além disso, a idade máxima é de 35 anos.

Salário para oficiais da saúde PM-M

O salário inicial para os aprovados nesta categoria é de R$ 6.913,74.

Prova para os oficiais

Os candidatos irão realizar uma prova objetiva com 120 questões de caráter eliminatório, após isso passarão por exames médicos e odontológicos, teste de aptidão física, exame psicotécnico e investigação social, que também pode desclassificar o candidato.

Local e data da prova para oficiais PM

As provas estão previstas para acontecer no dia 21 de janeiro de 2018, no período da manhã. Os horários serão divulgados apenas no dia 11 de janeiro, pelo site da banca organizadora.

Inscrição para Oficiais

As inscrições deverão ser feitas através do site http://www.cespe.unb.br/concursos/pm_ma_17.

A taxa de inscrição é de R$ 150.

Último concurso

O último concurso realizado para a Polícia Militar do Maranhão foi no ano de 2012. Na época o número de vagas ofertadas era de 2.150. Sendo 1.980 para soldados, 20 para soldados músicos e 150 para bombeiros.

Diferente do concurso deste ano, a banca organizadora responsável em 2012 foi a Fundação Getúlio Vargas e a prova contava também com etapa de prova objetiva com número menor de questões, no total eram 60 questões objetivas, além de prova de aptidão física, exames médicos e odontológicos, investigação social e avaliação psicotécnica.

Fabiane de Barros Coelho

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 3.4]

Seleção deverá ofertar 50 vagas de nível médio e superior. Edital deverá ser divulgado em breve.

O país vem atravessando um momento muito delicado em sua economia. Uma forte crise tem levado desde o ano passado, milhares de brasileiros à situação de desemprego. Diante deste quadro os brasileiros têm visto os concursos públicos e processos seletivos como alternativas para driblarem a crise e conquistarem estabilidade e segurança, tão em falta neste momento.

Assim, em todo o país, muitos concursos públicos estão com inscrições abertas e outros concursos já estão sendo preparados, como é o caso do novo concurso público da Adepará, que é a Agência de Defesa Agropecuária do Pará, que disponibilizará o total de 50 vagas.

É isso mesmo, se você reside no estado do Pará e busca por uma oportunidade de realizar um concurso público, a Adepará está se programando para um novo certame. De acordo com as primeiras informações, a previsão é de que sejam oferecidas para concorrência o total de 50 vagas, sendo que as oportunidades serão para candidatos que possuam formação de nível médio e de nível superior.

Do total de vagas previstas no certame, 37 são para a função de agente de fiscalização agropecuária. Como pré-requisito do cargo o candidato precisa possuir formação de nível médio que possa ser comprovada mediante apresentação de certificado de conclusão, emitido por instituição de ensino que possua o reconhecimento do Ministério da Educação.

As demais 23 vagas são para o cargo de fiscal estadual agropecuário, sendo que poderão concorrer a esta função candidatos que possuam formação e nível superior nas áreas de medicina veterinária, onde são previstas 10 vagas e agronomia, com 3 vagas.

Um profissional no cargo de agente possui uma remuneração no valor de R$ 1.446,47, enquanto um profissional no cargo de fiscal recebe mensalmente o valor de R$ 3.385,15.

Para dar andamento ao processo de organização do concurso da Adepará, o passo seguinte será a contratação da empresa que se responsabilizará pela organização e execução do certame. De modo que para a contratação, a Secretaria de Estado de Administração realizou o agendamento de uma sessão pública a acontecer no dia 20 do mês de novembro, onde as empresa interessadas devem comparecer para concorrência, para abertura de processo licitatório.

De acordo com as primeiras informações sobre o certame, que devem ser dadas como definitivas, os candidatos terão que realizar uma prova objetiva de múltipla escolha.

De igual forma também já foi definido que para facilitar para os inscritos de todo o estado, as provas serão aplicadas nos municípios de Marabá, Belém, Santarém, Altamira e Itaituba.

Nesse sentido, assim que a a banca organizadora for contratada, o passo seguinte será o desenvolvimento de um cronograma onde estrão determinadas as datas para o lançamento do edital, do período para a realização de inscrições e da aplicação da prova.

O último concurso público realizado pela Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Pará aconteceu no ano de 2009, quando foram disponibilizadas para a concorrência o total de 247 vagas.

Na época a empresa contratada para organizar e realizar o concurso foi o Instituto Movens.

Várias carreiras foram disponibilizadas no concurso de 2009, entre elas havia oportunidades para pessoas com ensino médio e superior. Os candidatos realizaram provas objetivas de múltipla escolha.

Assim, se você possui interesse em realizar o novo concurso da Adepará, fique atento a novas informações sobre a elaboração do certame. Ao que tudo indica, com o andamento esperado dos preparativos do concurso, este deve ser realizado nos primeiros meses do ano de 2018.

Como sua realização já foi confirmada, a recomendação é de que os interessados em realizá-lo já comecem a se preparar para a realização da prova. Para isto verifiquem no edital do último concurso os conteúdos cobrados, que geralmente são os mesmos.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 39 Média: 2.6]

Concurso deve ofertar 587 vagas. Publicação do edital deve atrasar.

Quem está nas preparações para o concurso público anunciado pelo prefeito da cidade de João Pessoa, na Paraíba, no último dia 21 de agosto, precisa saber que o certame deverá sofrer um pequeno atraso. Quando foi feito o anúncio, o governador do Estado confirmou por meio de entrevista coletiva que a publicação do edital deveria acontecer ainda no mês de setembro.

Porém, isso não deve mais se concretizar. Isso acontece pois a seleção depende ainda de alguns ajustes importantes e que precisam ser realizados. Todavia, o certame que prevê a realização do processo seletivo continua tramitando em pauta na Câmara Municipal e deve ser iniciado até o fim deste ano.

E se você busca mais informações sobre o concurso, nós te damos algumas dicas do que já foi definido sobre ele. Fique ligado e não perca nenhum lance.

Sobre as vagas oferecidas pela Prefeitura de João Pessoa

Sob a organização do próprio órgão responsável pelo concurso, ao que tudo indica, deverão ser oferecidas um total de 587 vagas, destinadas essas para a área da saúde. Sendo assim, a distribuição dessas oportunidades ficou da seguinte maneira: 302 para a Unidade de Pronto Atendimento (a UPA) de Cruz das Armas; 273 para a UPA dos Bancários; e 12 para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (o SAMU).

Além disso, é importante saber que do total de oportunidades ofertadas, 356 são para nível superior, 215 para pessoas que possuam alguma formação técnica e, por fim, 16 para cargos que tenham exigência de ensino médio completo. As remunerações variam conforme a função pretendida, variando de R$ 1.217,68 até R$ 3.101,67.

Cargos disponíveis para o Nível Superior

As vagas de nível superior são as seguintes: farmacêutico bioquímico (10 vagas), farmacêutico (24 vagas), enfermeiro (140 vagas), biomédico (12 vagas), assistente social em saúde (24 vagas) e médico (146 vagas).

Cargos disponíveis para a Formação Técnica

Já para a Formação Técnica, as oportunidades são nas seguintes carreiras: técnico em radiologia (16 vagas), técnico em enfermagem (166 vagas), técnico de laboratório de análises clínicas (26 vagas) e técnico de imobilização ortopédica (7 vagas).

Cargos disponíveis para o Ensino Médio

As vagas restantes destinadas para o ensino médio são para condutor de ambulância (10 vagas) e auxiliar de regulação médica (6 vagas).

E como fica a distribuição das vagas nos órgãos?

No Samu, das 12 vagas em aberto, seis serão para auxiliar de regulação médica e as demais seis para o cargo de médico. Já para a UPA dos Bancários, a distribuição será a seguinte: condutor de ambulância (5 vagas), técnico em radiologia (8 vagas), técnico de laboratório de análises clínicas (13 vagas), técnico em enfermagem (83 vagas), técnico de imobilização ortopédica (7 vagas), farmacêutico/bioquímico (5 vagas), farmacêutico (12 vagas), enfermeiro (70 vagas), biomédico (6 vagas), assistente social em saúde (12 vagas) e médico (81 vagas).

E, ainda, para a UPA Augusto Almeida, a distribuição ficou da seguinte forma: condutor de ambulância (5 vagas), técnico em radiologia (8 vagas), técnico de laboratório de análises clínicas (13 vagas), técnico em enfermagem (83 vagas), farmacêutico/bioquímico (5 vagas), farmacêutico (12 vagas), enfermeiro (70 vagas), biomédico (6 vagas), assistente social em saúde (12 vagas) e médico (59 vagas).

Como se pode ver, portanto, apesar da forte crise econômica no país, a Prefeitura investirá forte no concurso público da cidade de João Pessoa. Tal fato foi inclusive ressaltado pelo prefeito, que explicou que o certame busca trazer profissionais qualificados e bem preparados para oferecer serviços na rede municipal de saúde.

Portanto, o que resta agora é aguardar o seguimento e desfecho de sucesso do concurso público. Basta ficar ligado que logo que for anunciado o edital, traremos mais informações para você.

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 42 Média: 2.9]

Saiba aqui quais são os cargos ofertados e os salários do Concurso do CRN-3 2018.

Uma boa notícia para os profissionais ligados ao campo da nutrição, pois o Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região, o CRN 3, vai realizar um concurso público nos próximos meses para a contratação de profissionais em nível médio e técnico. O CRN 3, que está ligado aos estados de Mato Grosso do Sul e de São Paulo, vai realizar esse processo seletivo para aumentar o seu quadro de funcionários, visto que o órgão atende a dois grandes estados. Ainda não foi divulgado o edital para esse concurso, então saiba agora todas as informações já existentes.

Como dito acima, ainda não foi divulgado o edital do concurso e com isso as informações ainda estão sendo divulgadas. Um dos anúncios que já foi feito é sobre os cargos que vão ser oferecidos nesse processo seletivo. Para o concurso do Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região vão ser oferecidas vagas para os cargos de assistente técnico I (formação técnica específica) e auxiliar administrativo I (formação de ensino médio). A remuneração dos cargos também foi divulgada, para função de auxiliar administrativo I os vencimentos vão ser de R$ 1.712,41 reais e para a função de assistente técnico I é de R$ 2.294,64 reais. As vagas vão ser para os municípios do interior do estado de São Paulo. Sendo para o cargo de assistente técnico I nas localidades de São José do Rio Preto e São José dos Campos. Já para a função de auxiliar administrativo I as vagas são para o município de São José do Rio Preto. Não vão ser oferecidas vagas para os municípios do Mato Grosso do Sul.

Essas são as primeiras informações que foram divulgadas pelo Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região. Ainda não foram divulgadas outras informações, como o valor da taxa de inscrição e se terá isenção para algumas pessoas; a banca organizadora do concurso; se a inscrição só poderá ser feita através da internet; datas, horários e localidade das provas; tipos de exames e seu caráter; conteúdo das provas; validade do concurso; se os aprovados vão ter direito a algum benefício; se os aprovados vão ser chamados imediatamente se vai haver cadastro para reservistas; se vai haver vagas para portadores de necessidades especiais e quantas vagas; se vai haver vagas para cotistas e quantas vagas e outras tantas informações.

Nos próximos dias espera-se que essas informações e outras sejam divulgadas. Por isso, é imprescindível que você visite com freqüência o site do Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região, que é o http://www.crn3.org.br/.

O último processo seletivo realizado pelo Conselho Regional de Nutricionistas da 3ª Região, CRN 3, aconteceu no ano de 2014 e as vagas eram para as funções de assistente técnico I, auxiliar administrativo I, operador de call center e secretária. Os salários variavam entre R$ 1.815,29 reais a R$ 2.303,37 reais. As vagas foram oferecidas para as cidades de: São Paulo, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Santos, Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Campo Grande/ Mato Grosso do Sul, Campinas, Bauru e Sorocaba. A banca organizadora foi o Instituto Quadrix. O concurso foi composto por diferentes processos seletivos. Os candidatos foram submetidos a uma prova objetiva que continha 10 perguntas de Conhecimentos Específicos, 10 perguntas de Legislação, 10 perguntas de Noções Informáticas, 10 perguntas de Raciocínio Lógico e 10 perguntas de Língua Portuguesa, essa etapa era de caráter classificatório eliminatório e também uma prova discursiva, também no mesmo caráter de classificação e eliminação. Essas provas foram aplicadas para os níveis médio e superior. Os candidatos que possuíam formação superior ainda foram submetidos a uma prova de títulos e contagem de experiência profissional, sendo essa última de caráter classificatório. Há chances do processo seletivo dos próximos meses seguir alguns preceitos do concurso de 2014. Boa sorte aos concurseiros.

Isabela Castro.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 2.8]

Seleção deverá ofertar vagas para Técnico e Analista Judiciário em diversos estados.

Você gostaria de ter um emprego mais estável e com uma boa remuneração? É possível conseguir isso através do concurso do STM (Superior Tribunal Militar), que está abrindo vagas em várias regiões do Brasil. O processo seletivo ainda está em etapa de elaboração, mas até o momento sabe-se que o órgão abriu 41 vagas para os cargos de técnico judiciário e analista judiciário.

Ainda não há uma data prevista para a aplicação da prova do STM. O exame a ser realizado será composto por questões objetivas, trazendo informações certas e erradas. Confira abaixo mais informações sobre o concurso da STM:

Sobre o concurso público do STM

O concurso público do STM segue em fase de elaboração, mas espera-se que o seu edital seja divulgado até o final do mês de setembro. O processo seletivo será realizado pela banca organizadora Cebraspe/UnB (Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos).

Conforme informado pela assessoria de imprensa do Superior Tribunal Militar, até o momento estão abertas 41 vagas, mas este número pode aumentar até a data de divulgação do edital, o que se deve à ocorrência de aposentadorias. Também é importante lembrar que o processo seletivo terá cadastro reserva de pessoal.

Foi definido que o preenchimento das vagas do concurso acontecerá na sede do órgão, na cidade de Brasília, e nas auditorias, que representam a primeira instância do tribunal, que estão situadas nos municípios do Rio de Janeiro/RJ, São Paulo/SP, Juiz de Fora/MG, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Porto Alegre/RS, Manaus/AM, Belém/PA, Campo Grande/MS e Bagé/RS.

Cargos

As vagas do concurso do STM são voltadas para as áreas de técnico judiciário e analista judiciário. Para se inscrever para o processo seletivo como técnico é preciso ter Ensino Médio, enquanto que para analista é necessário ter formação de nível superior em várias áreas profissionais.

Para o cargo de técnico, o órgão disponibiliza oportunidades para as especialidades administrativa com 27 vagas e apoio especializado/programação, com 3 vagas. Já o analista terá 5 vagas para a área judiciária, 1 vaga para apoio especializado/análise de sistemas, 1 vaga para apoio especializado/contabilidade, 1 vaga para apoio especializado/engenharia civil, 1 vaga para apoio especializado/estatística e 1 vaga para apoio especializado/revisão de texto. As remunerações iniciais para os cargos variam de R$ 6.167,99 para técnico a R$ 10.119,93 para analista.

Como será o concurso do STM

Ao se inscrever para o concurso público do STM, os candidatos terão que fazer as provas objetivas que são compostas por questões no estilo certo e errado. Os exames do processo seletivo serão aplicados em todas as capitais e nas cidades de Juiz de Fora/MG, Bagé/RS e Santa Maria/RS.

As provas objetivas possuem 120 questões, em que 50 são de conhecimentos básicos e 70 compreendem os conhecimentos específicos do candidato, tendo caráter classificatório e eliminatório. A redação é um texto dissertativo, que deve ter até 30 linhas, abordando temas de conhecimentos básicos e atuais conforme definido no edital, sendo somente para os cargos que exigem ensino superior.

A comissão que é responsável pela elaboração e execução do concurso foi criada no mês de maio, tendo como presidente a analista judiciária Carolina Pereira de Araújo, além de contar com outros membros, como os analistas judiciários Pedro Vaz Sammarco Freitas, Danielle Mitiko Watanabe Doy, e a técnica judiciária Cláudia Cavalcante Vieira.

Último concurso realizado pelo STM

A última edição do concurso do STM foi realizada no ano de 2010. O processo seletivo foi voltado para ocupar os cargos de nível médio e superior, com o objetivo de preencher as vagas em Brasília e nas demais cidades com auditorias. Os candidatos foram selecionados a partir de provas objetivas, com caráter classificatório e eliminatório.

Simone Leal

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 3]

Seleção deverá oferecer cerca de 300 vagas.

Os concursos públicos estão em alta no país, não só porque estamos na temporada de abertura de inscrições de vários concursos públicos e processos seletivos, mas também pelo fato de que em especial neste ano de 2017, o número de inscrições aumentou de forma considerável, o que só comprova que o brasileiro busca por empregos que ofereçam segurança e estabilidade, tão em falta nos tempos de hoje em que uma forte crise atinge a economia no país.

E para quem reside no estado de Roraima e se encontra na expectativa de novas informações sobre um possível concurso público da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania de Roraima, a conhecida popularmente como Sejuc /RR, as notícias que chegam são animadoras.

É que segundo o órgão, o concurso público está autorizado desde o início deste ano, quando a governadora do estado, Suely Campos, no dia 11 do mês de janeiro, deu a sua autorização. De lá pra cá os interessados muito tem se falado e até mesmo colocado em dúvida a sua realização, em decorrência da demora do lançamento do edital de abertura.

Contudo, a Sejuc informou que a realização do concurso está confirmada e que o edital de abertura com todas as informações do certame em breve será publicado.

Embora o edital ainda não tenha sido publicado, já está confirmado que o certame disponibilizará o total de 300 oportunidades, todas para o cargo de agente penitenciário.

O próximo passo para que o concurso seja planejado e executado é a contratação da empresa que deve se responsabilizar pela sua organização. Contudo, mesmo sem a banca ter sido contratada, o processo de elaboração do edital já está quase finalizada.

Quem estiver interessado em prestar o concurso e entrar para a concorrência de uma das vagas desmobilizadas deve possuir formação de ensino médio completo, realizado em instituição de ensino que possua reconhecimento do MEC, o Ministério da Educação.

Ainda não foram revelados o valor das remunerações para o cargo de agente penitenciário do estado.

Quando a governadora fez o anúncio oficial da realização de um novo concurso para o provimento de mais 330 cargos de agente penitenciário, ela anunciou que neste mesmo ano o governo investiria na construção de mais um presídio. Assim, Suely Campos disse que a abertura de um novo concurso e construção e uma nova casa de detenção era uma saída para um momento em que o estado passava por uma forte crise em seu sistema prisional.Na ocasião a governadora enfatizou que o seu governo estava cumprindo a sua parte, porém, necessitaria ajuda do Governo Federal.

O último concurso público realizado pela Secretaria de Estado e Justiça e Cidadania do estado de Roraima aconteceu no ano de 2011. Na ocasião também foram disponibilizadas para a concorrência o total de 300 oportunidades para a função de agente penitenciário. Na época, a empresa contratada para organizar e executar o concurso foi a UERR, que é a Universidade Estadual de Roraima.

O processo de seleção dos candidatos na ocasião de 2011 se deu por meio de etapas, sendo elas a realização de provas objetivas, exame para inspeção de saúde, testes de aptidão física, testes psicológicos e investigação social e moral. E por último, a realização do curso de formação na função e agente penitenciário.

A prova objetiva foi composta por 80 questões sobre noções de informática, língua portuguesa, atualidades, noções de direito administrativo ( penal, constitucional) e legislação aplicada.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar o concurso, verifique no edital do certame de 2011 os conteúdos a serem cobrados e já comece a se preparar para a realização da prova.

Além disso, fique atento às novas novidades em relação ao edital, que pode ser publicado muito em breve.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 10 Média: 3.6]

Seleção deverá ofertar salários de até R$ 20 mil.

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais divulgou recentemente que realizará um concurso público para juiz. Para participar, é preciso ter graduação em direito, além de experiência na área de atuação.

Até o momento, não foi divulgado o nome da banca organizadora do processo seletivo.

Já foi definido, no entanto, como será realizado o processo seletivo que terá as seguintes características: haverá uma prova objetiva de caráter eliminatório e classificatório. Em seguida, os candidatos classificados devem passar por outros testes, que avaliarão a capacidade de escrita dos participantes, além de testes orais, que são extremamente importantes para a profissão. Aqueles que forem classificados passam por uma última etapa, que possui muitos testes, mas com o objetivo de avaliar outros pré-requisitos essenciais que não sejam a bagagem acedêmica. Na reta final, o participante passa por análises psicológicas, avaliações e exames médicos, é instaurada uma investigação sobre a vida social do candidato.

A primeira prova, de caráter objetivo, trará aos candidatos cerca de 100 questões, todas de múltipla escolha e divididas em 12 matérias, a cada 4 matérias, um bloco diferente. No primeiro bloco vem perguntas recorrentes aos direitos que a lei garante às crianças e aos adolescentes; os direitos garantidos ao consumidor; direitos processuais e civis e, por fim, o direito civil.

Já no segundo bloco são cobrados outros tipos de conhecimentos como os direitos eleitorais, os direitos constitucionais, os direitos processuais e penais, e conhecimentos gerais sobre o direito penal.

Por fim, o último bloco cobra que os candidatos dominem as matérias de direito administrativo, além do direito do meio ambiente, o direito dos tributários e os direitos empresariais.

Os participantes devem fazer a inscrição por meio da internet e precisam pagar uma taxa de inscrição equivalente a R$ 270,00.

É importante salientar ainda que todas as etapas do concurso público serão realizadas na cidade de Belo Horizonte, capital do estado de Minas Gerais.

Apesar de os dias das provas ainda não terem sido definidos, estima-se que as provas objetivas aconteçam aos domingos. A primeira, que possui cerca de 100 questões, tendo 5 horas de duração. Já as provas escritas devem ser realizadas em três dias, sendo que em cada dia o candidato deve possuir 4 h para concluir a prova.

O último concurso público organizado pelo TJ/MG aconteceu em 2014 e abriu cerca de 40 vagas para a função de juiz substituto. A banca organizadora responsável por montar a prova e avaliar os aprovados foi a Fundep Gestão de Concursos.

Não foi divulgada oficialmente a remuneração mensal dos aprovados. No entanto, no último concurso público o salário era de cerca de R$ 20.000,00. Atualmente, acredita-se que o salário esteja nessa mesma faixa, porém, com algumas alterações.

O concursos públicos para juízes são os mais concorridos na área do direito. Isso porque, além da remuneração mensal que já é alta, os cargos oferecem outros benefícios como auxílio médico e odontológico, vale-transporte, vale-alimentação e seguro de vida.

Como o número de candidatos por vaga chega a ser exorbitante, os interessados devem estar muito bem preparados para realizar as provas. Por isso, uma medida que vem sendo implantada por pessoas que prestam a muitos concursos públicos é o treinamento dos conteúdos que podem cair no dia do exame, por meio de provas anteriores. A prática parece estar dando resultados positivos, já que se espalhou entre vestibulandos e pessoas que prestam concursos. Por isso, é importante baixar provas anteriores e resolvê-las, pois além do candidato estar fazendo um treinamento psicológico, também treina o tempo de realização da prova e, no fim, pode identificar e resolver algumas questões que sejam parecidas.

Ana Paula Oliveira Coimbra

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 3]

Concurso deverá ofertar vagas para Agente Fiscal, Auxiliar Administrativo, Agente de Compras e Licitações e Auxiliar em Tecnologia da Informação.

A crise financeira pela qual o Brasil está passando leva a uma necessidade cada vez maior de colocação profissional adequada pelos diferentes tipos de trabalhadores que tem e o serviço público é uma de suas mais interessantes possibilidades.

Apesar da oferta de novas seleções estar sendo feita em uma proporção menor, existem muitas alternativas que serão oferecidas em breve, sendo que uma destas situações interessantes consiste no novo concurso público do CRMV/GO, que iremos detalhar em seguida neste artigo.

Informações atuais sobre novo concurso público CRMV/GO

O CRMV-GO é o Conselho Regional de Medicina Veterinária do estado de Goiás, o qual consiste no órgão de controle destes profissionais específicos por meio de fiscalizações, capacitações e processos variados tendo sua área de atuação específica no estado de Goiás.

De acordo com informações oferecidas pelo próprio CRMV/GO, esta entidade irá realizar um novo concurso público para o preenchimento de vagas em seu organograma relacionadas com diferentes cargos que tem exigência do nível médio de escolaridade.

Os cargos do CRMV/GO que terão vagas contempladas no novo certame desta organização são os seguintes:

· Agente Fiscal

· Auxiliar Administrativo

· Agente de Compras e Licitações

· Auxiliar em Tecnologia da Informação

Além disso, as questões relacionadas com esta seleção que já estão confirmadas são a de que a banca organizadora responsável será o Instituto Quadrix e que as vagas a serem preenchidas serão na cidade de Goiânia.

A expectativa atual é de que informações adicionais como a quantidade de vagas a serem disponibilizadas, bem como o edital completo do novo concurso relacionado com o CRMV/GO seja liberado nas próximas semanas.

Dados sobre último certame do CRMV/GO

Como não existem até o momento presente informações específicas sobre a seleção relacionada ao novo concurso CRMV/GO, os candidatos interessados devem se basear na última seleção para esta entidade, a qual ocorreu no ano de 2013 com remunerações de R$2.000,00 para cargos de nível médio em uma carga horária de 40 horas semanais.

Na oportunidade as inscrições foram feitas apenas pela internet, no site da banca organizadora, com o pagamento de uma taxa no valor de R$50,00 para os cargos com escolaridade exigida de nível médio.

Com relação às provas, as funções com exigência de escolaridade vinculada ao nível médio contou com provas de redação, além das provas objetivas que versavam sobre assuntos como Português, Informática, Raciocínio Lógico, Legislação, Direito Constitucional, Direito Administrativo e Noções de Administração Pública.

As avaliações mencionadas foram todas executadas em um único dia com a convocação alguns meses depois dos aprovados dentro da quantidade de vagas determinada pelo edital de abertura deste concurso público.

Como estudar para novo concurso CRMV/GO

Diante das informações apresentadas anteriormente, os interessados em participar do novo concurso público CRMV/GO devem intensificar desde já os seus estudos, tomando como base o conteúdo programático utilizado na última seleção realizada para esta organização considerada.

Além disso, é essencial que os candidatos se preparem conferindo as matérias, bem como o padrão de seleções relacionadas com este mesmo tipo de órgão que foram feitos no ano de 2016 e neste ano em vigor para identificar possíveis mudanças em conteúdo ou no padrão a ser adotado para sua avaliação.

Além destas informações, é importante que os interessados no novo concurso CRMV/GO conheçam de maneira detalhada o perfil da banca organizadora escolhida – Instituto Quadrix – com a delimitação de que tipo de conteúdo será mais exigido, focando de maneira mais intensa os estudos a serem executados.

Conclusão

Desta forma, o novo concurso público CRMV/GO é uma chance para quem deseja entrar na administração pública a qual estará disponível em pouco tempo, exigindo assim uma maior dedicação nos estudos daqueles que se interessam por esta ótima oportunidade de trabalho.

Ana Camila Neves Morais

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 2.7]

Seleção deverá ofertar vagas para auxiliar de regulação e especialista em regulação.

A AGEPAR é a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Infraestrutura do Paraná. Conforme a Lei Complementar nº 94, de 23 de julho de 2002, e oficialmente regulamentada em novembro de 2012, esta agência foi inaugurada e reconhecida com a finalidade de auxiliar aos interesses públicos no sentido de controle, mediação, fiscalização, regulação e normatização em relação aos serviços de infraestrutura que são concedidos no Estado do Paraná, com o objetivo de promover ações que mantêm a eficiência econômica, qualidade, segurança e a técnica própria desses serviços.

A AGEPAR está qualificada para atuar na regulação das ferrovias e rodovias concedidas, em terminais ferroviários, aeroviários, marítimos, fluviais e transportes rodoviários; além de transporte rodoviário coletivo do tipo intermunicipal de passageiros, em inspeção da segurança veicular e na exploração da faixa de domínio da malha viária, enfim, todo o conjunto de infraestrutura sobre transportes delegados.

Assim, uma nova oportunidade foi aberta para vagas na Agepar, por meio de concurso. Os cargos são para as áreas de auxiliar de regulação e especialista em regulação. Trata-se especificamente, de uma autorização obtida com o objetivo de realizar o concurso público, cuja pretensão é preencher 46 vagas imediatamente em seu quadro funcional. Serão vagas muito disputadas pelo fato de serem poucas. De acordo com projeto de lei aprovado em 2015, as chances para os cargos se dividem do seguinte modo: serão 14 vagas liberadas para o trabalho de auxiliar de regulação classe IV e mais 32 para o cargo de especialista em regulação classe IV.

Para os candidatos que possuem apenas o Ensino Médio completo são destinadas as vagas cuja função é de auxiliar. Detalhe, o ensino médio dever ter sido concluído em alguma instituição escolar devidamente reconhecida pelo MEC – Ministério da Educação e da Cultura. Em relação aos cargos na área de especialista, serão consideradas válidas várias graduações, desde que também conferidas por instituições superiores reconhecidas pelo MEC.

Em relação aos salários iniciais, as ofertas são de R$ 2.000 para auxiliar nas vagas correspondentes e de R$ 6.000 para as vagas de especialista, conforme o estabelecido pela lei que criou o quadro de cargos e vagas. É claro que esses valores tornar-se-ão maiores com o tempo de carreira, em que serão acrescidos dos respectivos aumentos. As remunerações para Auxiliar e Especialista podem chegar, respectivamente, a R$ 5.203,58 e R$ 15.610,74, pois se tratam de cargos estáveis e passíveis de promoções. É da responsabilidade do futuro colaborador auxiliar na regulação e executar com precisão suas tarefas, exercer as funções específicas nas rotinas financeiras, logísticas e administrativas do serviço e também de reforço sobre atividades regulatórias, entre outros procedimentos profissionais imprescindíveis ao cargo. Todos os atributos desse trabalho devem ser observados pelo funcionário de acordo com o que for definido pelo Marco da Gestão Estratégica de Pessoas.

Os atributos do especialista em regulação estão em supervisionar, planejar, coordenar, propor, promover e fiscalizar políticas, ações, programas e diversos outros procedimentos que estão diretamente ligados aos métodos de regulação, de controle na prestação dos serviços públicos de infraestrutura e da fiscalização, organizados conforme a mesma norma de gestão de estratégia de pessoas. Portanto, os candidatos devem estar bem cientes da responsabilidade que irão assumir se aprovados no concurso.

A data deste concurso ainda está para ser definida. A organização do concurso será, a princípio, realizada pelo próprio órgão.

É importante que os interessados se mantenham atualizados, consultando o site da própria Agepar, pelo link: http://www.agepar.pr.gov.br/.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 2.9]




CONTINUE NAVEGANDO: