Cebraspe será a empresa responsável por organizar o certame.

O edital para o concurso de juiz do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC) deve ser publicado nas próximas semanas. A organizadora já foi definida e será a banca Cebraspe, o certame vai oferecer 5 vagas imediatas e também a formação de cadastro reserva. Que tal aproveitar a oportunidade?

A escolha da banca foi divulgada no Diário de Justiça Eletrônico e como o contrato já foi assinado à expectativa é que o edital seja publicado nas próximas semanas, logo os interessados devem manter o foco nos estudos, a fim de conquistar uma boa classificação no concurso de juiz do TJ-SC.

Último concurso de juiz TJ-SC

O último concurso para o cargo ocorreu no ano de 2017, porém, o número de candidatos aprovados na época não conseguiu suprir o déficit. Na ocasião, foram aprovados 27 candidatos.

Segundo o portal de transparência, existem 63 cargos vagos e os aprovados neste certame irão contar com uma remuneração de R$ 24.818,72. O último concurso de juiz do TJ-SC foi organizado pela banca Fundação Carlos Chagas (FCC) e teve 5 vagas imediatas e também a formação de cadastro reserva.

Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetivas, prova escrita, sindicância de vida pregressa, prova oral, prova de títulos, entre outros. O edital do próximo certame deve ser divulgado nas próximas semanas.

Dicas de estudo para o concurso de juiz do TJ-SC

– Como o edital está previsto para as próximas semanas, o interessado deve começar os estudos o quanto antes, para ganhar tempo e conhecimento. O certame na carreira de magistratura é um dos mais cobiçados e concorridos.

– É fundamental fazer uma análise estratégica do último edital que foi divulgado, para fazer um cronograma de estudo, as fases e os tipos de conteúdos cobrados.

– O cronograma deve ser montado de acordo com o último edital. Neste caso, o candidato deve fazer uma planilha para organizar a sua rotina e os estudos. Distribua os seus compromissos diários e defina o seu horário de estudo.

– Encare os estudos com seriedade, ou seja, como se fosse um trabalho. Ao iniciar, por exemplo, desconecte-se de redes sociais, aplicativos e foque em entender e compreender o assunto que será estudado. Lembre-se de que o seu nível de concentração influenciará na sua aprendizagem.

– A sua casa é muito barulhenta? Que tal estudar em uma biblioteca? Existem também salas específicas de estudo, sabia? Procure um lugar para se concentrar e focar no seu objetivo.

– Lembre-se de que o seu cronograma deve ser dividido em teoria, exercício e revisão. Foque em aliar essas três partes e resolva questões de forma exaustiva do Cebraspe, que é a organizadora do concurso de cargo de juiz TJ-SC.

– A banca Cespe/Unb tem um estilo próprio de cobrança, por isso, você deve fazer questões para conhecer a forma das perguntas, os tipos de questões mais recorrentes e os assuntos mais cobrados. Que tal fazer uma lista?

– A sua revisão pode ser feita por meio de fichas, mapas mentais ou as anotações do seu caderno. Organize para que o conteúdo fique consolidado na sua memória de curto/médio prazo.

– Durante os seus estudos, pratique atividades físicas como corrida, caminhada ou academia. Isso, além de ajudar a manter a forma, alivia a tensão, a ansiedade e o nervosismo que são gerados nessa fase.

– Resolva provas anteriores que foram cobradas no cargo. Faça simulados e encare-os como se fossem realmente o dia da sua prova. Desta forma, você poderá fazer uma análise e conhecer os seus pontos fortes e fracos, para saná-los.

– Tenha uma planilha para mensurar o seu percentual (%) de acerto/ erro em cada disciplina.

Você vai aproveitar a chance e estudar para o cargo de juiz no TJ-SC? Compartilhe a notícia nas suas redes sociais e muito sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame conta com 38 vagas de nível médio e superior.

CORE-PE, Conselho Regional dos Representantes Comerciais de Pernambuco, está com inscrições abertas para um novo concurso público para o provimento de cargos administrativos. As oportunidades são para o nível médio e superior, as inscrições começaram no dia 21 de novembro de 2018 e devem ser feitas até às 23h59 do dia 24 de dezembro de 2018.

As Vagas

Segundo o edital, os cargos são de 40 horas semanais e o vencimento básico para os cargos de nível médio é de R$ 1.879,12, já o de nível superior é de R$ 5.100,47. As oportunidades são para os seguintes cargos:

  • 4 vagas para AUXILIAR ADMINISTRATIVO em Recife, nível Técnico Médio;
  • 1 vaga para AUXILIAR ADMINISTRATIVO em Caruaru, nível Técnico Médio;
  • 1 vaga para FISCAL em Recife, nível Técnico Médio;
  • 1 vaga para ASSISTENTE JURÍDICO em Recife, nível Técnico Superior;
  • 1 vaga para CONTADOR em Recife, nível Técnico Superior.

As inscrições

A inscrição deve ser feita no site oficial da banca organizadora, que é a Inaz do Pará, até o dia 24 de dezembro de 2018. O valor da taxa de inscrição é de R$15,00 para o nível médio e R$16,00 para o nível superior, sendo que o valor deve ser pago via boleto bancário.

As Provas

A seleção se dará através de três etapas, sendo as seguintes: Prova escrita objetiva de múltipla escolha, para todos os cargos, de caráter eliminatório e classificatório; Prova Discursiva (Redação), para os cargos de Nível Superior, de caráter eliminatório e classificatório, será aplicada no mesmo dia e horário da Prova Objetiva; por fim, Prova de Títulos, para os cargos de Nível Superior, de caráter apenas classificatório.

A prova objetiva de nível superior será composta de 10 questões de Língua Portuguesa, 10 questões de Informática e 30 questões de Conhecimentos Específicos. Já a prova objetiva de nível médio será composta de 10 questões de Língua Portuguesa, 05 questões de Raciocínio Lógico, 05 questões de Informática e 20 questões de Conhecimentos Específicos. Em ambas as provas as questões de Conhecimentos Específicos têm peso dois, as demais têm peso um. Serão eliminados os candidatos que acertarem menos que 50% das questões.

Já na prova discursiva serão avaliados os seguintes itens: coesão (ligação de ideias, substituição, paragrafação); adequação à proposta e ao gênero; Coerência (clareza, progressão temática, organização de ideias); Gramática (acentuação, pontuação, ortografia, estética, concordância e regência); Argumentação (fuga do senso comum, informalidade, unidade)

Na prova de títulos serão avaliados quatro pontos: dois pontos para doutorado; um ponto e meio para mestrado; um ponto para pós-graduação lato sensu (especialização) e até meio ponto por exercício de atividade profissional.

As provas serão aplicadas na provável data de 2 de fevereiro de 2019, no município de Recife, em Pernambuco. A duração será de 4 quatro horas para todos os cargos.

Último concurso

O último concurso do Core PE ocorreu em 2014. Na ocasião foram ofertadas 10 vagas e também cadastro reserva para os cargos de Técnico em Informática, Auxiliar de Serviços Gerais, Assistente Administrativo, Atendente, Fiscal e Assistente Jurídico. A banca organizadora foi a MS Concursos, sendo que as vagas eram para nível superior, médio e fundamental.

Sobre o CORE

Segundo o site oficial do conselho, ele foi fundado em 17 de Fevereiro de 1966, tendo como objetivo fiscalizar o exercício da profissão dos representantes comerciais que naquela época estava em franca expansão no Estado, principalmente após a criação da lei 4.886 de 1965, que regulamentou os Conselhos Regionais e Federal a profissão de representantes comerciais.

O conselho atualmente tem ampla e estruturada sede em Recife, na Avenida Conselheiro Rosa e Silva no bairro Jaqueira. Atualmente em Pernambuco encontram-se registrados no conselho mais de vinte mil representantes comerciais. No Brasil, acredita-se que exista mais de 800 mil profissionais registrados.

Gabriel Bem

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame contará com vagas de nível fundamental e médio.

A CODEPAS (Companhia de Desenvolvimento de Passo Fundo) deve em breve divulgar o edital para concurso público visando o preenchimento de 18 vagas e mais C.R (cadastro reserva). As vagas são para cargos com exigência de ensino fundamental e ensino médio completo. A abertura do edital deve acontecer no inicio de 2019, já que a quantidade de vagas, os cargos e salários já foram divulgados. Além disso, a banca organizadora do concurso foi definida, que será o Instituto Consulpam , segundo o Extrato de Contrato publicado no Diário Oficial do Rio Grande do Sul.

De acordo com o extrato de licitação, os salários serão de R$ 963,32 até R$2.680, conforme a função e com carga horária de trabalho de 44 hora semanais, para todos os cargos. Do total das 18 vagas e mais cadastro reserva, 10% serão reservadas aos candidatos com deficiência.

As vagas para os candidatos com exigência de nível ensino médio são: caixa, cobrador, borracheiro, motorista de caminhão de coleta de lixo, motorista, supervisor de estacionamento rotativo mecânico (mecânica pesada), monitor de estacionamento rotativo, chapeador, auxiliar de escritório, fiscal, frentista, fiscal, recepcionista, supervisor de estacionamento rotativo e técnico em segurança do trabalho.

Já para candidatos com nível fundamental as vagas são: coletor de lixo domiciliar, auxiliar de serviços gerais, auxiliar de limpeza e auxiliar de mecânica.

Da maioria das vagas, 5 + CR são para o cargo de monitor de estacionamento, 3 + CR para motorista de caminhão de coleta de lixo, 2 + CR para motorista, 2 + CR para coletor de lixo domiciliar, 2+ CR para cobrador, 2 + CR para auxiliar de escritório, 1 + CR para auxiliar de limpeza e 1 + CR para mecânico. O restante das vagas são todos para cadastro reserva.

Avaliação

De acordo com a função pretendida, o concurso CONDEPAS RS contará com avaliação, por meio de provas práticas, físicas e escritas/objetivas.

Para as vagas de auxiliar de serviços gerais, auxiliar de mecânica, auxiliar de limpeza e coletor de lixo domiciliar, a prova objetiva contará com 30 questões de raciocínio lógico (matemática) e 30 questões de língua portuguesa. Já para os cargos de chapeador, cobrador, borracheiro, auxiliar de escritório, caixa, fiscal, recepcionista e frentista, serão aplicadas prova objetiva com 20 questões de conhecimento gerais, 20 questões de língua portuguesa e 20 questões de raciocínio lógico (matemático). Para o cargo de técnico de segurança do trabalho e mecânico especializado e mecânica pesada será aplicada prova com 20 questões de conhecimentos gerais, 20 questões de língua portuguesa e 20 questões de raciocínio lógico (matemático).

A segunda etapa do concurso, que contará com prova prática, será realizado somente para algumas funções que são: mecânico, mecânico especializado em mecânica pesada, motorista e motorista de caminhão de coleta de lixo.

Já a terceira fase do concurso, a prova física, será somente para a função de coletor de lixo domiciliar.

Mais informações sobre o concurso CODEPAS RS será divulgado após a publicação do edital, previsto para em breve.

A CODEPAS RS

Tendo a Prefeitura Municipal de Passo Fundo (RS) como acionista majoritária, que detém 98,8% do capital social, a CODEPAS é uma empresa pública de sociedade anônima. Diante disso, é o Tribunal de Contas do Estado e auditoria municipal que controlam suas contas e as compras são solicitadas de acordo com a lei de licitações/ n° 8666/93. No total a companhia conta com cerca de 200 funcionários que ingressaram no trabalho por meio de concurso público e foram contratados pelo regime da CLT (Consolidação Leis do Trabalho).

A CODEPAS atua em 12 linhas diárias de transporte coletivo urbano em Passo Fundo (RS) , tendo no total 33 veículos, sendo 24 desses utilizados no transporte coletivo, nove de veículos reserva e um utilizado na Secretária Municipal de Obras e Viação.

Por Doni Peres

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Nova seleção oferece vagas para profissionais com ensino médio.

Está de olho nas oportunidades em concurso público no Estado de São Paulo? Então saiba que o Conselho Regional de Corretores de Imóveis, o CRECI/SP, está com as inscrições abertas para o seu novo concurso público.

Para o certame, a seleção busca o preenchimento de um total de sete vagas, sendo elas destinadas para o seu quadro de pessoas. O regime de trabalho sob qual atuarão os selecionados será de Consolidação das Leis do Trabalho, a CLT.

Se você busca mais informações, nós te damos todos os detalhes para não ficar de fora do processo. Vamos a elas.

Sobre as vagas do concurso CRECI/SP

De todas as ofertas disponíveis, seis vagas são destinadas para a função de serviços técnicos administrativos. A distribuição dessas se dará nos seguintes municípios: Itatiba (1 vaga), São José do Rio Preto (1 vaga), Jundiaí (1 vaga), Campinas (1 vaga) e São Paulo (2 vagas).Já a outra oportunidade restante é destinada para a vaga de suporte administrativo. A lotação dessa será unicamente na capital de São Paulo.

Pré-requisitos do concurso CRECI/SP

Quem estiver interessado em participar, precisa atender primeiramente a alguns pré-requisitos importantes e exigidos para os cargos. Sendo assim, é necessário primeiramente possuir um diploma que comprove a conclusão em nível médio. Além disso, também é necessário ter conhecimentos na área de informática.

Salários e benefícios oferecidos pelo certame

Os salários iniciais oferecidos pelo órgão são extremamente atraentes, sendo de R$ 2.444,46 para o caso de vagas em serviços técnicos administrativos e de R$ 1.305,12 para o cargo de suporte administrativo.Além desses valores, vale lembrar que o CRECI/SP oferece aos selecionados e servidores diversas outras vantagens e benefícios, como: vale-transporte, vale-refeição, convênio odontológico e convênio médico.Sobre as inscrições do Concurso CRECI/SP, depois de saber de todas as informações necessárias e estiver apto a participar, o candidato poderá realizar a sua inscrição. Vale ressaltar que as inscrições somente são aceitas pela internet, no site da organizadora e da executora responsável pelo certame, o Instituto Nosso Rumo.O endereço eletrônico é o www.nossorumo.org.br. O prazo final para se inscrever e participar é dia 7 de janeiro de 2019. Para isso, é necessário pagar uma taxa para efetivação da inscrição. O valor para todos os cargos é único, sendo de R$ 39,50.

Sobre o processo de seleção

São diversas as etapas utilizadas para a seleção do concurso do CRECI/SP. Primeiramente, será aplicada uma prova objetiva, sendo ela de caráter eliminatório e classificatório. A mesma será composta por um total de 40 questões de múltipla escolha. As disciplinas são: matemática, língua portuguesa, noções de informática e conhecimentos gerais.A duração máxima do exame é de três horas, com aplicação prevista para o dia 10 de fevereiro de 2019, na cidade de São Paulo/SP. Os locais e horários serão comunicados futuramente no edital para convocação. Sua publicação será feita a partir da data de 31 de janeiro, no portal do Instituto Nosso Rumo.

Além da prova objetiva, o certame contará também com uma prova oral, também de caráter eliminatório e classificatório. As questões irão abranger aspectos relacionados à fluência verbal, relacionamento interpessoal, experiência e conhecimento sobre a sua área de atuação, habilidade para a negociação e, por fim, administração de conflitos.

Sobre o CRECI/SP

O Conselho tem como sua principal função fiscalizar e disciplinar todo o exercício voltado para a profissão de um corretor de imóveis. Assim, é exigido do mesmo que suas práticas sejam sempre voltadas a excelência, de forma a garantir a tranquilidade e a segurança no que diz respeito às transações imobiliárias. Para isso, seus valores são: profissionalismo, comprometimento, credibilidade, moral e ética.

Para quem busca maiores informações sobre o CRECI/SP, basta acessar o site https://www.crecisp.gov.br e sanar quaisquer dúvidas que possam surgir.

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Seleção deverá ofertar 148 vagas de nível médio e superior.

Recentemente houve movimentações no processo de solicitação de concurso da Aneel, a Agência Nacional de Energia Elétrica. Ele foi protocolado no MPDG, o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, e estava sem nenhuma alteração desde junho de 2017. Nesse ano ele voltou a ser movimentado em agosto e também recentemente nos dias 6 e 7 de dezembro.

Essas mudanças recentes aumentam a expectativa da realização do concurso. A isso soma-se a necessidade cada vez maior de servidores para ocupar cargos vagos. A solicitação feita ao MPDG foi de 148 vagas e é esperado que, por conta da mudança de ritmo no andamento do processo, o governo federal do ano seguinte autorize e libere o concurso.

O número de vagas a serem preenchidas pelo concurso se distribuem entre três cargos, sendo eles os de Especialista em Regulação de Serviços Públicos de Energia (31 vagas); Analista Administrativo (39 vagas) e Técnico Administrativo (78 vagas).

O cargo de técnico administrativo exige a conclusão do ensino médio (ou certificado equivalente) e tem remuneração no valor de R$ 6.147,52. Já os cargos de analista e especialista em regulação exigem nível superior em diversas áreas de formação, sendo o primeiro remunerado em R$ 11.529,29 e o segundo em R$ 12.432,49. Nos valores já está incluído o auxílio-alimentação de R$ 458.

Último concurso realizado pela Aneel

O concurso anterior da Aneel foi realizado em 2010 e nele foram selecionados profissionais para ocuparem 186 vagas distribuídas entre os mesmos cargos que estão sendo solicitados para esse próximo concurso. Foram 47 vagas para o cargo de Técnico Administrativo, que exigiu como pré requisito a conclusão do ensino médio.

Para a função de Especialista foram selecionados 76 candidatos e para a de Analista Administrativo 63. A primeiro exigia nível superior na área, já a segunda também tinha como requisito a graduação, porém, em qualquer área.

A banca organizadora foi a Cespe/UnB. Na prova elaborada por ela, os conhecimentos dos candidatos foram testados por meio de 120 questões envolvendo conhecimentos básicos e específicos. Também foi preciso elaborar uma redação. Apenas como critério de classificação, a banca também realizou a prova de títulos. O local de trabalho foi a cidade de Brasília (DF), onde fica localizada a Aneel.

O que é a Aneel?

Criada em 1996 no governo do presidente Fernando Henrique Cardoso e com sede no Distrito Federal, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) tem como objetivo a gestão da energia elétrica por meio das atividades de produção, transmissão e comercialização da eletricidade.

A Lei nº 10.871/2004, que regulamenta as carreiras e organização de cargos das Agências Reguladoras (como é o caso da Aneel), define que o quadro de pessoal dessa autarquia deve ter 365 cargos de Especialista em Regulação; 200 em Técnico Administrativo e outros 200 em Analista Administrativo.

Estudar antes do edital

Ao contrário do que muitos pensam, é possível estudar antes que o edital de determinado concurso saia. Com a iminência do concurso da Aneel, uma dica para aqueles que querem concorrer é sair na frente e analisar o edital do último concurso da agência. Você pode encontrá-lo no site da Cespe/Unb, banca que realizou o concurso, por meio do link: http://www.cespe.unb.br/concursos/ANEEL2010/.

No edital é interessante observar as áreas de conhecimento que foram cobradas para definir prioridades na hora do estudo. As disciplinas com maior número de questões podem ser decisivas na aprovação do candidato, então é uma boa idéia estudá-las de maneira um pouco mais intensa.

A bibliografia utilizada também pode servir como ponto de partida para aqueles que não têm idéia de onde começar a estudar. Relacionar os capítulos dos livros com os conteúdos pedidos também é uma boa ideia, principalmente em casos onde são pedidas obras muito extensas.

Bruno Esteves Campoi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 5]

Interessados poderão se inscrever de 6 de fevereiro a 7 de março de 2019.

Nova oportunidade de processo seletivo para cargos públicos de grande escala está oficialmente aberta.

Trata-se do recentemente publicado documento de edital que inicia o período de inscrições para o novo concurso público, destinado ao provimento e ingresso de aspirantes ao curso de formação de oficiais, no órgão da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, a PM-MG, cuja realização se dará no próximo ano de 2019. Este processo de seleção tem por escopo o preenchimento de 120 postos de trabalho estáveis, dos quais 108 vagas estão previamente reservadas aos candidatos homens e as demais 12 vagas previamente reservadas para as candidatas mulheres.

Deste modo, toda pessoa interessada em iniciar uma carreira neste cargo deverá preencher os seguintes requisitos:

Apresentar o diploma de conclusão em curso de superior na área de direito; estar em idade entre 18 e 30 anos e possuir a altura mínima de 1,60 metros.

O período para o cadastro de inscrição se dará conforme o seguinte itinerário:

Todas as inscrições deverão ser efetuadas entre o dia 6 do mês de fevereiro e o dia 7 do mês de março de 2019, por meio do seguinte endereço eletrônico: www.policiamilitar.mg.gov.br/crs. A taxa de participação está estipulada no valor de 173 reais.

Este processo seletivo consistirá nas seguintes fases:

Inicia com a realização das provas versando em conhecimentos específicos e gerais, ou seja, a prova objetiva e a prova dissertativa (redação); seguidas pelas necessárias avaliações psicológicas; depois serão realizadas as necessárias avaliações de aptidão física militar e os demais exames que avaliam o estado de saúde, que constituem exames preliminares e complementares; o necessário exame toxicológico; a realização da prova oral e finaliza com análise sobre títulos.

Os cadernos de provas sobre conhecimentos serão ministrados no dia 7 do mês de abril de 2019, nos seguintes municípios do Estado de Minas Gerais: na capital Belo Horizonte (RMBH); cidade Juiz de Fora; cidade de Uberaba; cidade de Lavras; em Divinópolis; em Governador Valadares; em Uberlândia; em Patos de Minas; em Montes Claros; em Ipatinga; em Barbacena; na cidade de Curvelo; cidade de Teófilo Otoni; em Unaí; em Pouso Alegre; em Poços de Caldas e na cidade Sete Lagoas.

Sobre prova objetiva seguem as informações:

Consistirá em um caderno contendo um conjunto de questões, em múltipla escolha, as quais versarão sobre o seguinte conteúdo programático: em matéria de língua portuguesa; matéria de direito constitucional; matéria de direito penal militar; matéria de direito penal; matéria de direito processual penal militar; matéria de direito processual e penal; matéria de direito administrativo; matéria de legislação extravagante e em legislação institucional.

Sobre o Curso de formação para oficiais da PM-MG, seguem as informações:

O mesmo será realizado na própria Escola de Formação de Oficiais, a EFO, instituição pertencente à Academia de Polícia Militar, APM, localizada no seguinte endereço: Rua Diábase, nº 320, no bairro Prado.

Serão dois anos e seis meses de curso, em que os acadêmicos passarão pela formação, seguidos de mais seis meses em curso de “aspirantado”, cujo início está previsto para o mês agosto de 2019. Será realizado no tempo integral, dentro do chamado regime de dedicação exclusiva, junto das atividades escolares e de extraclasse depois das 18 horas, abrangendo os sábados, os domingos e também nos feriados.

Todo o concorrente a cadete terá direito, ao longo do período deste curso, a uma remuneração; ao abono de fardamento; à assistência médico-hospitalar; assistência psicológica e também odontológica, em plena conformidade com a legislação atualmente em vigor. O valor do salário base, inicial, pago a todo cadete em seu 1º ano é de R$ 5.769,42.

Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 0 Média: 0]

Certame oferta vagas para aspirantes ao Curso de Formação de Oficiais.

Finalmente, mais um concurso público de ampla escala está definitivamente oficializado aos estudantes e profissionais.

Trata-se da publicação, na última sexta-feira, 7 de dezembro de 2018, do novo edital de abertura do processo seletivo público para o provimento de cargos no departamento da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, ou concurso PM-MG de 2018, cuja meta está em encaminhar os aspirantes ao Curso de Formação de Oficiais, preparando-os para atuação no ano de 2019. Estão sendo disponibilizados cerca de 120 postos de trabalho, dos quais 108 postos serão destinados aos candidatos do sexo masculino e os demais 12 postos às candidatas do sexo feminino.

Este é o certame público para provimento de cargos no departamento da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais. O evento terá como banca organizadora a própria Diretoria de Recursos Humanos, o DRH, atuando por meio do setor: Centro de Recrutamento e Seleção, ou CRS, da PM-MG.

Sobre as atribuições das duas fases de formação do cargo, seguem as informações sumarizadas:

Ao Cadete da PM cabe exercer a atividade estudantil, durante o regime dito de dedicação integral, além das demais tarefas executadas interna e externamente, todas atreladas à sua própria formação, ao longo do período oficial de duração deste CFO, em conformidade com as normas da instituição de Educação da Polícia Militar, que estão em vigor e com os Regulamentos da Escola.

Ao aspirante do cargo de Oficial PM, cabe exercer as tarefas inerentes ao cargo de oficial subalterno, Tenente, que possui diversas atribuições e deveres similares, que devem ser respeitados em termos de restrições já previstas nas leis, nos regulamentos e nas instruções pertinentes.

Ao 2º Tenente da PM cabe saber promover a necessária segurança pública, atuando por meio das ações e das operações policiais militares, de modo a coordenar, controlar e monitorar todos os resultados já atingidos. Para se cumprir essas tarefas, a atuação do servidor Tenente compreende diversas outras ações, entre elas, comandar o pelotão; saber coordenar o policiamento ostensivo, reservado e ou velado; atuar de modo a assessorar o comando; saber gerenciar os recursos humanos e logísticos entre outras tarefas.

O valor do vencimento básico inicial para o cargo de Cadete no 1º ano do CFO para 2019 está em R$ 5.769,42.

Sobre as vagas, seguem as informações:

Como foi anteriormente citado, serão disponibilizados 120 postos, dos quais 108 constituem vagas previamente destinadas aos candidatos do sexo masculino e as demais 12 vagas estão previamente destinadas às candidatas do sexo feminino, de acordo com o que está estabelecido sobre o percentual de cargos, conforme o art. 3º da Lei nº 22.415, sancionada em 16 de dezembro de 2016.

Observação muito importante: devido à natureza do cargo em oferta, neste certame não haverá uma reserva de postos para as pessoas que são portadoras de necessidades especiais, que eventualmente tenham interesse em participar deste concurso.

Sobre o período de inscrições, seguem as informações:

O cadastro de inscrição, para o processo de seleção da Polícia Militar do Estado de Minas Gerais, deverá ser efetuado entre o dia 6 do mês de fevereiro de 2019 ao dia 7 do mês de março de 2019, por meio do seguinte endereço eletrônico, site oficial da Polícia Militar: www.policiamilitar.mg.gov.br/crs.

A taxa de inscrição deste certame está estipulada no valor de R$ 173, sendo que não haverá ressarcimento desse mesmo valor ao candidato, apenas em caso de ocorrerem as seguintes hipóteses: um pagamento atualizado em duplicidade; um pagamento extemporâneo; o devido cancelamento; a suspensão ou o adiamento deste concurso público.

Para mais informações e atualizações acesse o site: https://www.diariooficialdf.com.br/concurso-pm-mg-oficiais.

Por Paulo Henrique dos Santos

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 10 Média: 2.9]

Seleção deverá ofertar 51 oportunidades.

Com previsão para publicação neste segundo semestre de 2018, o Procon MA (Instituto de Proteção e Defesa do Consumidor do Maranhão) deverá divulgar em breve edital com mais de 51 vagas imediatas e mais cadastro reserva, para candidatos com nível ensino fundamental e ensino superior em direito, com salário entre R$ 3.900,00 e R$ 7 mil.

A realização do concurso, que foi anunciado por meio de uma rede social, no dia 29 de janeiro deste ano, pelo presidente do Procon MA, Duarte Junior, e estava previsto antes para ser publicado em março deste ano, até então não foi levado adiante. O certame ganhou novas expectativas com a previsão para publicação do edital neste 2º semestre de 2018, já que também passado período eleitoral, a única pendência era a definição e contratação da banca organizadora, que foi realizada em agosto deste ano.

Com contrato assinado e publicação no Diário Oficial do Estado no dia 23 de agosto, a Fundação Carlos Chagas será a banca organizadora do concurso, que depende de alguns acertos que ainda estão sendo feitos para a liberação do edital. A Fundação Carlos Chagas foi escolhida por dispensa de licitação. De acordo com o contrato, a fundação tem o prazo máximo de até 12 meses, a partir da publicação no Diário oficial, para a realização do concurso.

O certame manteve a oferta prevista de vagas ainda no início deste ano. Segundo o presidente do Procon MA, Duarte Júnior, as vagas são para cargos que exigem ensino fundamental e superior, com remuneração inicial que estão previstas entre R$ 3.900,00 e R$ 7 mil. Do total das 51 vagas, estão previstas 11 para o cargo de conciliador e 40 para o cargo de auxiliar de serviços. A exigência para o cargo de conciliador será com a formação de ensino superior em direito e para auxiliar de serviços o candidato deverá ter ensino fundamental.

O presidente do Procon MA, Duarte Junior, destacou ainda que um novo concurso é uma das prioridades do Governo Flávio Dino, já que com uma gestão ética e transparente, a administração atual age sempre em obediência aos princípios basilares da administração pública. “Estamos realizando concursos em prol da maior qualificação dos serviços que colocamos à disposição dos cidadãos”, ressaltou o presidente do órgão.

Último concurso realizado 2017

Com organização também da Fundação Carlos Chagas, o último concurso Procon MA foi realizado no final de 2017, com inscrições abertas entre 18 de setembro e 16 de outubro de 2017 e taxa de R$ 150,00. Foram ofertadas 10 vagas (nível superior em qualquer área) para o cargo de Fiscal de Defesa do Consumidor e remuneração inicial de R$ 3.890,00.

Provas

Para já começar a se preparar para as provas a principal dica é se basear no edital anterior, no entanto, muitos concurseiros sabem antecipar ao cronograma de estudos pode garantir algumas vantagens. A avaliação foi realizada na cidade de São Luis (MA) por meio de provas objetivas e escrita subjetiva, no dia 19 de novembro, no período da manhã. A prova objetiva contou com os temas: Direito Constitucional; Direito Civil; Direito Administrativo; Direito Empresarial; Noções de Administração; Noções de Economia. Já a prova de Conhecimentos Específicos contou com temas: Legislação Especial; Direito do Consumidor. Na prova discursiva, os candidatos tiveram que responder duas questões sobre itens do conteúdo programático.

Mais informações do concurso serão divulgados após o edital de abertura do concurso Procon-MA, que está previsto ainda para acontecer até o final deste semestre.

Adoniran Peres

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3]

Seleção conta com 12 vagas imediatas. Inscrições até o dia 16 de janeiro de 2019..

Embora o fim deste ano esteja cada vez mais próximo, sendo este o último de 2018. Entretanto, as oportunidades de bons empregos ou cargos públicos seguem com mais concursos em aberto.

Neste caso, se trata da abertura do período de inscrições destinadas o novo processo de seleção cujo objetivo está na ocupação de cargos na instituição Universidade Federal do Estado do Paraná. Este mesmo cadastro de inscrição está programado para iniciar no dia 18 do mês de dezembro de 2018. O tempo urge para quem ainda não se inscreveu.

Este é o recentemente autorizado e publicado certame público sendo promovido por meio da Universidade Federal do Estado do Paraná, a UFPR. O processo seletivo tem por meta o provimento de 12 postos reservados para alguns cargos no departamento de técnicos administrativos na área de educação. Todas estas vagas disponibilizadas serão lotadas nas unidades estabelecidas nas seguintes cidades: na capital Curitiba; no município de Palotina; no município de Matinhos e no município de Toledo.

Deste modo, todos os candidatos deverão observar a distribuição das vagas, por classe de formação:

Para os concorrentes que apresentem diploma de ensino médio; o diploma de curso técnico ou certificado de ambos, as oportunidades se destinam às seguintes funções: cargo de técnico em contabilidade, com três postos; cargo de assistente em administração, com um posto e cargo de técnico de tecnologia da informação, com um posto. O valor da remuneração inicial está em R$ 2.446,96.

Com relação aos candidatos que apresentem certificado de nível superior, as oportunidades estão reservadas para as seguintes funções: cargo de farmacêutico, um posto; cargo de fisioterapeuta, um posto; cargo de jornalista, um posto; cargo de nutricionista, um posto; cargo de médico veterinário, um posto disponível; cargo de tecnólogo na área vídeo digital, um posto disponível e no cargo de zootecnista, um posto disponível. O valor inicial do vencimento está em R$ 4.180,66 mil.

Todos os estudantes e profissionais interessados têm o dever de preencher o formulário oficial que inicia a inscrição, por meio do seguinte site: www.nc.ufpr.br. O prazo de preenchimento do cadastro se dará até o dia 16 de janeiro de 2019. A taxa está divida em dois valores distintos, que estão estipulados em 61 reais para os candidatos com diploma de ensino médio ou em algum curso técnico. Para os candidatos que possuam graduação em nível superior, o valor é de 104 reais.

Com relação ao itinerário deste concurso público, seguem as informações essenciais:

Todos os concorrentes serão submetidos passarão pelos exames necessários que abrangem a prova objetiva, inteiramente elaborada em eliminatório e classificatório. Este mesmo caderno conterá questões em múltipla escolha, as quais estão em conformidade com o conteúdo programático: na área de língua portuguesa; área de raciocínio lógico; na área de informática; na área de legislação e versando sobre os necessários conhecimentos específicos.

A resolução da prova objetiva se dará, oficialmente, em quatro horas exatas. A mesma será ministrada na capital do Estado do Paraná, Curitiba; como também em Matinhos e em Palotina. A data está agendada para o dia 31 do mês de março de 2019. Os locais e horários serão divulgados nas próximas semanas, por meio de um edital de convocação.

A etapa seguinte deste concurso compreenderá, também, o seguinte:

Que todos os candidatos, cujas inscrições se destinem à disputa pelos postos de trabalho no cargo de jornalista e no cargo de nutricionista, passarão por outro teste, no qual serão submetidos a uma rigorosa análise sobre os títulos, que será caráter exclusivamente classificatório. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 1.5]

Inscrições para o concurso da PGE PE 2019 seguem abertas até o dia 3 de janeiro de 2019.

A Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco (PGE PE) publicou o edital do seu próximo concurso público na quarta-feira, 26 de novembro, no diário oficial. Há vagas para cargos de nível médio e superior e a remuneração inicial pode chegar a R$ 3,8 mil. Se você tem interesse em trabalhar nessa instituição, a fim de conquistar estabilidade laboral e financeira, prepare o seu material de estudo e venha conferir mais informações do processo seletivo nesta matéria.

As inscrições do concurso da PGE PE já estão abertas

Para se inscrever no certame da Procuradoria de Pernambuco entre no portal eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/PGE_PE_18_SERVIDOR e preencha o formulário para se cadastrar. Lembre-se de imprimir o boleto e de efetuar o pagamento até o dia 12 de fevereiro de 2019 (terça-feira).

O prazo de cadastro já começou desde o dia 4 de dezembro (terça-feira) e será encerrado em 3 de janeiro de 2019 (quinta-feira).

Os valores das taxas são R$ 80 para nível médio e R$ 120 para nível superior. Caso você esteja no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad Único) ou pertença à família de baixa renda poderá solicitar isenção do pagamento da taxa de inscrição.

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE) foi selecionado para ser a banca responsável por organizar o certame da PGE PE.

Sobre as vagas anunciadas no edital da PGE PE

O edital oferece 88 vagas, sendo 40 para a função de assistente de procuradoria, a qual exige escolaridade de nível médio, 20 são para o posto de analista judiciário de procuradoria e as demais são para o cargo de analista administrativo de procuradoria. As especialidades disponíveis são: engenharia, recursos humanos, calculista e gestão pública. Para ser analista você deve ter diploma de graduação emitido por instituição de ensino superior credenciada junto ao Ministério da Educação (MEC).

Há chances que são reservadas para pessoas com necessidades especiais (PNE). Se você for se inscrever nessa condição, lembre-se de enviar o laudo médico que ateste qual a sua deficiência.

O salário base para o assistente é de R$ 2.263,79 e para o cargo de analista é de R$ 3.880,33. A carga horária de trabalho corresponde a 40 horas por semana.

Sobre os requisitos exigidos para tomar posse na PGE PE

Além de ser aprovado no certame da PGE PE e de apresentar comprovante de escolaridade que seja compatível com o cargo de seu interesse, é necessário atender às seguintes exigências previstas no edital da seleção: ser maior de 18 anos, possuir capacidade física e mental, não ter antecedentes criminais, estar quite com as obrigações militares e eleitorais, estar em gozo dos direitos civis e políticos, entre outros requisitos.

Sobre as fases do concurso da PGE PE

Os candidatos serão avaliados nas seguintes fases: 1) prova de múltipla escolha – sobre conhecimentos básicos (50) e específicos (70) e 2) prova discursiva – apenas para quem concorrer aos cargos de analista da procuradoria e corresponderá a uma dissertação de até 30 linhas.

A data prevista para aplicação das provas objetiva e dissertativa é no domingo, 7 de abril de 2019, apenas para os cargos de analista e no domingo seguinte, 14 de abril de 2019, para os candidatos ao posto de assistente de procuradoria.

A prova objetiva será no conhecido padrão do CEBRASPE de "certo ou errado"

Dicas de estudo para o concurso da PGE PE

Uma orientação para você estudar e garantir uma boa nota na prova do CEBRASPE é pesquisar as provas recentes dessa instituição e resolvê-las em seu momento de estudo. Desse modo, você poderá perceber quais são os assuntos mais cobrados pela banca.

Saiba mais detalhes do edital do certame da PGE PE no site do CEBRASPE – www.cespe.unb.br/concursos/PGE_PE_18_SERVIDOR.

Por Melisse V.

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 4]

Concurso do Detran de São Paulo oferta 575 vagas de emprego.

Está cada vez mais perto o momento da abertura oficial do edital do certame público referente ao Departamento Estadual de Trânsito, o Detran do Estado de São Paulo. Isso porque no dia 24 de novembro, sábado, foi divulgado em Diário Oficial do Estado, as informações sobre a organizadora do concurso. A selecionada foi a Fundação Carlos Chagas (FCC), que será a responsável pela seleção e preenchimento de 575 oportunidades. Conforme a Lei Complementar de número 1.328, datada em 11 de julho de 2018, o certame terá a sua publicação em um período de 180 dias. Sendo assim, o prazo máximo é em janeiro de 2019.

Sobre a comissão organizadora

Na edição de 5 de setembro do Diário Oficial do Estado, foi divulgado que a comissão organizadora deverá tomar todas as providências que se fizerem necessárias em relação à preparação e também à realização do processo do órgão. Com isso, portanto, o grupo formado é composto por titulares e por suplentes. No primeiro estão: Carine de Amorim Simões e Izadora Rodrigues Normando. Já no grupo de suplentes, temos Luiz Carlos Krzyzanovski, Fátima Regina de Souza, José Iberê Fernandes Junior, Wellington Cruz Barbosa, Lorenzo Santiago Franco e Neusa Maria Lopes.

Sobre as vagas oferecidas

Segundo o documento que autoriza o certame, são dois os cargos oferecidos pelo Detran-SP. A divisão ficou da seguinte forma: 200 oportunidades para o cargo de Agente Estadual de Trânsito I e 375 vagas para o cargo de Oficial Estadual de Trânsito I.

Para a oportunidade de Agente, o candidato terá a remuneração inicial de R$ 4.657,50. Para participar, é preciso ter graduação completa, independente da área de formação, e também carteira nacional de habilitação (CNH) em categoria “B” ou superior. Já para o cargo de Oficial, os vencimentos são de R$ 1.863, sendo necessária a formação em nível médio ou, ainda, curso técnico e profissionalizante em um nível que seja equivalente.

Responsabilidades dos cargos

O Agente Estadual de Trânsito tem, entre as responsabilidades de seu exercício, desempenhar as atividades de gestão e de técnicas do cargo, executando todos os serviços relacionados aos planos legais e às suas competências dentro da instituição. Já o Oficial Estadual de Trânsito precisa desempenhar as funções destinadas ao apoio, execução e à gestão de serviços que tenham relação com as competências da instituição, desde que sigam as conformidades do Sistema Nacional do Trânsito.

A jornada de trabalho das funções é de 40 horas por semana, seguindo as regras da Consolidação de Leis de Trabalho, a CLT.

Ao que tudo indica, ainda, o concurso do Detran-SP terá as seguintes etapas para a seleção de seus classificados: em primeiro lugar, uma prova objetiva sobre conhecimentos específicos e gerais, sendo ela de caráter eliminatório e também classificatório; e uma prova de títulos, somente classificatória.

Sobre o último concurso do órgão

O último concurso do órgão ocorreu no ano de 2013, contando com um total de 1.200 oportunidades. Dessas, 600 eram destinadas para o emprego como Oficial Estadual de Trânsito e outras 600 para Agente Estadual de Trânsito.

O certame teve um número superior a 310 mil inscritos. Com isso, a relação foi de 260 participantes por oportunidade. Na ocasião, a organização do processo de seleção foi feito pela Fundação Vunesp, contando com provas objetivas e provas de títulos. As primeiras para Oficial Estadual de Trânsito contaram com 5 questões de Matemática, 12 de Língua Portuguesa, 4 sobre noções de informática, 4 sobre legislação e 25 sobre a legislação de trânsito.

Para Agente Estadual de Trânsito, a divisão ficou da seguinte forma: 5 questões de Matemática, 10 de Língua Portuguesa, 7 sobre Direito Administrativo, 4 sobre noções de informática, 7 sobre legislação, 8 sobre gestão pública e 22 sobre legislação de trânsito. A distribuição das vagas foi feita para a capital, regiões de Araçatuba, Barretos, Botucatu, Araraquara, Bauru, Campinas, Franca, Fernandópolis, Marília, Itapeva, Presidente Prudente, Mogi Guaçu, Ribeirão Preto, Registro, Sorocaba, São José do Rio Preto, Taubaté e Santos e região metropolitana.

Por Kellen Kunz

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 4.4]

Certame ainda depende da aprovação do pedido de abertura de 7.888 vagas.

Atualmente há milhares de cidadãos brasileiros aguardando para receberem os benefícios do Governo Federal. Mas os processos continuam “em análise” e a espera está maior do que o previsto. O motivo da demora é déficit de pessoal.

Já faz um tempo que há um déficit de funcionários no INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), provocando estresse em muita gente.

Existe uma solicitação que foi feita pelo INSS para o preenchimento de 7.888 vagas de trabalho. O pedido está em tramitação no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. No final do mês de novembro houve cinco movimentações no requerimento, depois de três meses sem movimentação.

Pelo fato de o INSS ser um órgão primordial para os serviços que o Estado brasileiro se dispõe a prestar para a população, a falta de funcionários cria uma situação grave entre a população mais necessitada, tornando esse concurso público urgente.

A Federação Nacional de Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social está se esforçando para agilizar a liberação do concurso.

Distribuição das Vagas

Para o cargo de Técnico serão 3.984 vagas, já para analista serão 1.692. Quem vai ser perito ocupará uma das 2.212 vagas disponíveis.

Houve um comunicado da Fenasps enfatizando que o INSS precisaria repor 16 mil vagas, havendo o risco, se nada for feito, de haver um colapso.

Os Cargos

Técnico de Seguro Social

Sendo um cargo que exige apenas a conclusão do Ensino Médio, o cargo de Técnico do Seguro Social é um dos mais concorridos, tendo em vista o salário de R$ 4.886,87 por mês, além de um auxílio-alimentação de R$ 458 todos os meses!

Analista

Para ocupar a vaga de Analista você precisa ter uma graduação superior. São aceitas várias áreas de formação, dentre elas estão formação em Serviço Social, Administração de Empresas, as engenharias, Direito, Pedagogia, entre outras. O salário do Analista é de R$ 7.496,09 todos os meses, além do valor de R$ 458 por mês de auxílio-alimentação.

Perito

Para ser perito você precisa ter concluído a graduação em Medicina e ter registro no seu Conselho Regional de Medicina. O salário inicial é de R$ 8.530,41 por mês, além do já citado auxílio-alimentação no valor de R$ 458 todos os meses.

Defasagem de Funcionários

De um total de quase 16 mil funcionários, a defasagem em todo o país é maior para a função de Técnico. Nessa situação, o atendimento do instituto fica comprometido.

A situação está calamitosa no que tange o atendimento, o governo federal diminuiu os recursos destinados ao instituto.

O último concurso do INSS, que teve seu resultado divulgado em agosto, foi um dos mais concorridos da história do Brasil. Houve quase 1,1 milhão de inscritos, sendo em sua grande maioria para Técnico do Seguro Social.

Atribuições do Técnico e Analista

A função de um Técnico do Seguro Social é exercer diversos tipos de atividades. É um cargo que deve ser ocupado por candidatos que concluíram o Ensino Médio e que tenham facilidade e saibam lidar com o público.

Para se candidatar a Técnico do Seguro Social você deve ter alguns conhecimentos específicos que possibilitarão a sua ocupação da vaga.

Dentre esse conhecimento destacam-se alguns: noções de Direito Constitucional (ter noções do que a Constituição Brasileira de 1988 assegura como direitos fundamentais); ter noções de Direito Administrativo, ter habilidade em raciocínio lógico e língua portuguesa. Essas são as noções básicas que um Técnico do Seguro Social precisa ter para exercer a função.

Sobre o INSS

O Instituto Nacional do Seguro Social, ou simplesmente INSS, foi fundado há 28 anos e é a autarquia competente no Brasil por receber “contribuições” trabalhistas para a manutenção da saúde social, sendo responsável pelo pagamento da aposentadoria gerida pelo Estado, licença-maternidade, entre outros benefícios previstos na Legislação. O INSS trabalha em conjunto com a Dataprev, uma empresa de tecnologia que processa todos os dados de saúde.

Por Bruno Rafael da Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.8]

Seleção deve ofertar 148 vagas e ainda depende de autorização.

Apesar de estarmos chegando ao fim do segundo semestre de 2018 e, por conseguinte, ao fim do ano, as ofertas de trabalho em diversas modalidades estão sempre sendo abertas, não importando a época. Deste modo, novo processo de seleção público está próximo de sua abertura.

Trata-se de fase de tramitação do projeto de certame, que passa pela análise no Ministério do Planejamento, de Desenvolvimento e Gestão, ou MPDG, a nova solicitação de concurso público para o provimento de cargos na Agência Nacional de Energia Elétrica, a Aneel. Portanto, o órgão permanece aguardando a autorização para o preenchimento de 148 postos de trabalho em seu quadro de servidores.

Assim, a expectativa é a de que este novo governo federal proceda com uma análise mais acelerada, para esta solicitação e as de outros órgãos, no sentido de poder, desta maneira, liberar o necessário aval para o evento. Devido ao fato de haver grande interesse nos cargos, o público tem expectativa de que a autorização não tarde a ser publicada definitivamente, dado que, também, é cada vez maior a defasagem de servidores neste departamento.

Sobre a distribuição das funções, seguem as informações:

Deste conjunto de postos solicitados, 78 vagas destinam-se ao setor de técnico administrativo; 39 vagas reservadas para o cargo de analista administrativo e mais 31 vagas reservadas para o cargo de especialista no setor de regulação de serviços públicos em energia. Os valores das remunerações iniciais pagas pelo órgão, aos referidos cargos, correspondem a R$ 6.147,52; R$ 11.529,29 e a R$ 12.432,49, respectivamente, todos já acrescidos do direito ao auxílio-alimentação no valor de 458 reais.

Para concorrer à função de técnico administrativo, todo candidato interessado deverá apresentar o certificado de ensino médio, que deverá ter sido conferido em instituição reconhecida por meio do Ministério da Educação e da Cultura, o MEC, ao passo que para as demais vagas, serão aceitos candidatos que possuam formação em nível superior nas mais diversas áreas de atuação profissional.

De acordo com informações angariadas do setor de comunicação deste órgão, havido sido noticiado anteriormente que todas as oportunidades solicitadas, de cargos, estão em plena conformidade com a quantidade de cargos vagos no órgão da Aneel. Hoje, no setor, o seu quadro compõe oficialmente 765 servidores, dos quais 615 se encontram devidamente preenchidos, o que deixa evidente que há 150 cadeiras a serem ocupadas.

O histórico do último concurso promovido pela Aneel registra o seguinte:

Naquela ocasião, o processo seletivo para cargos na Aneel, realizado no ano de 2010, ou seja, há oito anos, obteve a autorização de se abrir 186 oportunidades de vagas a serem distribuídas entre todas as funções existentes, sendo que neste ano foram solicitadas 148.

Aquele evento estava sob a direção da banca organizadora Cespe/UnB, que geriu a triagem sobre os participantes, sendo que as provas objetivas e os testes objetivos com todo conteúdo programático delimitado no documento do edital, foram realizados nas datas previstas.

Sumarizando:

Concurso para cargos na Agência Nacional de Energia Elétrica, Aneel, que está vinculada ao órgão do Ministério de Minas e Energia, o MME. A abertura deste processo seletivo visa ao preenchimento de cargos nas funções de técnico, de analista e especialista. De acordo com a Assessoria de Imprensa do departamento, o ofício encaminhado ao MME solicita oficialmente 139 vagas para dar início ao concurso. Deste total, são 75 vagas destinadas ao técnico administrativo; são 37 destinadas ao analista administrativo e as demais 27 estão reservadas aos especialistas na área de regulação de serviços públicos em energia.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 4.5]

Seleção oferta 88 vagas mais cadastro reserva. Inscrições até o dia 3 de janeiro de 2019.

Apesar de estarmos chegando ao fim do segundo semestre de 2018 e, por conseguinte, ao fim do ano, as ofertas de trabalho em diversas modalidades estão sempre sendo abertas, não importando a época. Deste modo, um novo processo de seleção público está oficialmente aberto.

Recentemente foi oficializado novo certame público para o provimento de cargos no departamento da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco, o PGE-PE. Este é o início do período de inscrições, que se deu a partir das 10 horas desta última terça-feira, dia 4 de novembro, destinadas ao concurso público cuja meta está em preencher 88 postos de trabalho, junto da formação do cadastro reserva de pessoas.

Sobre os cargos as informações são as seguintes:

Para a carreira de assistente de procuradoria estão sendo disponibilizados cerca de 40 postos e o salário está no valor de R$ 2.263,79, sendo essa a alternativa para futuros candidatos que possuam diploma de ensino médio.

Para carreiras em cargos que exigem nível superior, as oportunidades em aberto são as seguintes: cargo de analista judiciário, com 20 vagas, e no cargo de analista administrativo dentro das seguintes especialidades: no setor de calculista, com 8 vagas; no setor de engenharia, com 3 vagas; no setor de gestão pública, com 15 vagas e no setor de recursos humanos, com 2 vagas. O valor da remuneração, neste caso, é de R$ 3.880,33.

Sobre o período de inscrição e as demais etapas que compõem o itinerário deste processo de seleção, seguem as informações:

O Concurso PGE PE está organizado dentro do critério em que as inscrições serão recebidas até às 18 horas dia 3 de janeiro de 2019, por meio do seguinte endereço eletrônico: http://www.cespe.unb.br/concursos/pge_pe_18_servidor. As taxas estão estipuladas nos seguintes valores: 80 reais para os candidatos concorrentes ao cargo de assistente, em 120 reais para os candidatos concorrentes à vaga de analista. Estes valores são acessíveis.

Com relação ao itinerário dos testes, segue o roteiro:

A realização das provas objetivas, para todas as vagas, e da prova discursiva, destinada somente para as vagas no cargo de nível superior, serão ambas de caráter eliminatório e classificatório, e estão previamente agendadas para serem ministradas em duas datas distintas do mês de abril: no dia 7 para concorrentes aos cargos de analista e no dia 14 para os concorrentes aos cargos de assistente. As provas serão realizadas na capital do Estado de Pernambuco, ou seja, Recife.

Este é um dos concursos públicos mais aguardados deste ano, naquela região do Brasil. Os cargos são efetivos e se destinam a duas classes de estudantes e profissionais, o que torna este processo de seleção mais acessível a uma parcela significativa da população.

Sobre a prova objetiva, seguem as informações:

Todo o conteúdo programático abrangerá matéria de língua portuguesa; matéria de direito administrativo; matéria de direito constitucional; matéria de ética no serviço público; sobre as atualidades e os conhecimentos específicos, sendo que haverá uma pequena variação entre as disciplinas de acordo com a função escolhida pelo concorrente. As matérias são poucas, portanto, há tempo de se preparar bem.

Este mesmo concurso para o provimento de cargos no departamento da Procuradoria Geral do Estado de Pernambuco, ou PGE PE, terá validade oficial de dois anos, que serão computados a partir da homologação de seu resultado definitivo. Este mesmo prazo poderá ser prorrogado uma vez, por um período de até mais dois anos, de acordo com o critério do próprio órgão, e em conformidade com o que estabelece o documento do edital.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 4.6]

Certame conta com 50 vagas imediatas. Inscrições podem ser feitas até o dia 9 de janeiro de 2019.

O CRP, Conselho Regional de Psicologia da 11ª Região, o qual se localiza no Estado do Ceará, realizou a divulgação do extrato de edital para concurso público, o qual visa ao preenchimento de 50 postos que se encontram vagos, onde cinco serão para posse imediatas, já as outras 45 serão para formar cadastro reserva (CR).

Os candidatos que possuem diploma de nível médio pode concorrer ao cargo de técnico administrativo, com especialização nas áreas de patrimônio (onde há 1 vaga + 9 Cadastro Reserva), contábil (1 vaga + 9 Cadastro Reserva) e financeira (1 vaga + 9 Cadastro Reserva). A área de contabilidade requer diploma de nível técnico na área. Todos os postos citados acima receberam salário inicial de R$ 1.873,40 por mês.

Já para quem possui formação em nível superior, o posto disponível é o de psicólogo fiscal, que possui 2 vagas + 8 Cadastro Reserva. A posição exige também registro profissional do Conselho de Classe. Os aprovados farão jus a uma remuneração mensal no valor de R$ 5.319,80.

Sobre as inscrições e as etapas

Os interessados devem ficar atentos, pois as inscrições irão se abrir no dia 10 de dezembro às 10h e irão terminar no dia 9 de janeiro às 23h59. O candidato deve efetuar sua inscrição na página eletrônica do pró-município http://www.promunicipio.com. Deveram ser recolhidas taxas, para efetivar a participação, sendo de R$ 80 para técnico e de R$ 120 para psicólogo.

O concurso público inclui avaliação objetiva para todos os cargos, que ocorrerá na capital no dia 27 de janeiro, e também prova de títulos, a qual será realizada somente para os concorrentes ao cargo de psicólogo, tendo as entregas dos respectivos documentos no período definido em edital.

O referido processo publico de seleção terá, inicialmente, uma validade de vinte e quatro meses, os quais são contados a partir da data em que for homologado o resultado final. Este prazo pode ser prorrogado somente uma única vez, e pelo mesmo período, de acordo com as necessidades do órgão, assim como está pré-estabelecido no documento de edital.

Sobre as atribuições dos cargos

Cargo de Técnico (patrimônio) – Será responsável por atividades de compras, contratos, administração de estoque e também licitações, por meio do controle dos processos para adquirir serviços e bens, efetuando licitações e cotação de preço, conforme a Lei de licitação de número 8666 de 1993 e as outras legislações cabíveis, buscando contribuir com a continuidade dos fluxos das áreas, assim como otimizar os disponibilizados recursos financeiros.

Cargo de Técnico (contábil) – Será responsável por executar atividades referentes aos setores de Contabilidade, Patrimônio e Administração de Pessoal, realizando análises, classificações e organização de documentos, por meio dos sistemas de Pessoal e Contábil, desenvolvendo a apresentação de relatórios ao Conselho Federal, assessoria Contábil, Auditoria, Diretoria, Tribunal de Contas da União e Receita Federal, buscando manter seus compromissos legais, sociais e financeiros no prazo e dentro da legislação vigente.

Cargo Técnico (financeiro) – Será responsável por planejar e organizar os fluxos e procedimentos financeiros e de cobrança do órgão, por meio da geração de relatórios através dos sistemas bancário de gerenciamento financeiro, do SISCAF e também de planilhas de controle, buscando manter o controle dos recebimentos e cobranças de receitas e anuidades do órgão em questão.

Cargo de psicólogo fiscal – Será responsável por fiscalizar o exercício da profissão, orientar e atender os profissionais do segmento de Psicologia, sociedade e pessoas jurídicas, zelando pelos pressupostos da área de Psicologia e pela regularidade do exercício da profissão, sempre levando em consideração o Código de Ética dos profissionais de psicologia, buscando assegurar que os profissionais esteja cumprindo suas atividades profissionais conforme a legislação e o Sistema Conselho de Psicologia.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 2.3]

Seleção deverá ofertar novas oportunidades para Analista e Técnico.

Ainda continua grande a expectativa para que seja definido o nome da empresa que será a banca organizadora de um novo processo público de seleção, que será realizado na PGDF, a Procuradoria Geral do Distrito Federal. O referido processo seletivo encontra-se ainda em andamento e apenas após todo este procedimento é que irá poder ser determinado o dia em que irá ser publicado o extrato de edital para que sejam abertas as inscrições do certame.

O processo público de seleção irá contar, ao todo, com 100 chances que se encontram vagas, onde 57 delas serão para o posto de analista jurídico e as outras 43 serão destinados ao cargo de técnico judiciário focado na carreira para apoiar as atividades jurídicas. Para o cargo que exige nível técnico, os candidatos que irão concorrer deverão possuir apenas diploma de nível médio e os profissionais farão jus a uma remuneração mensal que inicia no valor de R$ 4.720, para que cumpram uma jornada de trabalho, por semana, de 40 horas. Já para o posto de analista, será exigido dos concorrentes formação em nível superior, porém, em áreas específicas, conforme a distribuição das oportunidades para cada uma das especialidades exigidas. Estes profissionais receberão no início da carreira o valor de R$ 7.320, para cumprir as mesmas 40 horas por semana.

A formação da comissão que será responsável pela elaboração de um projeto básico para o concurso público já foi realizada e será composta pelos funcionários Leonardo Vieira Lins Parca e Carmem Lúcia Plá Pujades.

Sobre a progressão salarial

Para o cargo de técnico, existem três diferentes níveis que compõe a carreira, cada um tendo 5 graus. Além do nível inicial que recebe o salário de R$ 4.720, no mesmo nível três, os salários evoluem o valor de R$ 5.213,313 nos outros graus do segundo e terceiro nível. A remuneração, no primeiro nível, atinge o patamar de R$ 5.370,75, isso na graduação I e II, já no III e no IV o valor chega a R$ 5.478,70 e por fim no nível V o valor bate a cifra de R$ 5.533,49 por mês.

Já para o posto de analista, depois do inicial que parte em R$ 7.320, no terceiro nível, os valores passam a ser de R$ R$ 7.404,18, depois 7.489,33, posteriormente R$ 7.575,46 e por fim R$ 7.662,57. Já no segundo nível, atinge valores de R$ 7.838,81, depois R$ 7.928,96, evoluindo para R$ 8.020,14, chegando em R$ 8.112,37 e finalizando em R$ 8.205,67. Já no primeiro nível, o mais alto, os valores iniciam em R$ 8.394,40, evoluindo para R$ 8.490,93, depois para R$ 8.588,58, atingindo R$ 8.687,35 e finalizando em R$ 8.787,25. Por fim, na classe considerada especial, os valores são de R$ 8.989,36, depois R$ 9.092,73, mais tarde R$ 9.197,30, chegando a R$ 9.303,07 e alcançando R$ 9.410,06.

Sobre o último processo seletivo

Em 2010 foi quando ocorreu a última seletiva para os referidos cargos. Na época foram ofertadas 69 oportunidades, onde 46 eram destinados aos técnicos e as outras 23 eram de analistas nas seguintes áreas: arquitetura (1), analista jurídico (1), arquivologia (1), analista de sistemas (3), biblioteconomia (1), direito e legislação (com 13 vagas), contabilidade (1), jornalismo (1) e engenharia agronômica (1).

Neste processo de seleção, a empresa organizadora o Iades.

Todos os concorrentes tiveram que realizar uma avalição objetiva que continha 60 questões de múltipla escolha, onde 30 eram sobre conhecimentos básicos e possuíam peso um, e as outras 30 eram de conhecimentos específicos e continham peso dois. Já para o cargo de analista jurídico, a seletiva contou também com uma avaliação discursiva.

A parte destinada aos conhecimentos básicos, para todos os cargos, teve assuntos como atualidades, língua portuguesa, noções de direito administrativo, noções de direito constitucional e legislação aplicada ao órgão.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 4.3]

Certame da PRF oferta 500 vagas para o cargo de Policial Rodoviário Federal.

Muitas pessoas estavam na expectativa pela publicação do edital de abertura do novo concurso público da Polícia Rodoviária Federal. Se este for o seu caso, já pode começar a se preparar, pois finalmente o edital já se encontra disponível com todas as informações aos interessados. É isso mesmo, o documento acaba de ser publicado no Diário Oficial da União e de acordo com suas informações serão disponibilizadas para a concorrência 500 vagas, sendo todas elas para a função de Policial Rodoviário Federal.

Como já havia sido informado há alguns dias, o Cebraspe é a empresa contratada para organizar e executar o certame. Dessa forma, a empresa organizadora realizou a divulgação de uma retificação que consta no documento, fazendo uma alteração na questão da distribuição de oportunidades por estado. Haverá oferta de vagas para a maioria dos estados brasileiros.

Para concorrer a uma das vagas e se tornar um policial rodoviário federal o candidato precisa possuir formação de nível superior completo, independente da área de formação. Também é necessário possuir Carteira Nacional de Habilitação de categoria "B " no mínimo.

Há oferta de vagas para candidatos de ambos os sexos. Quem conseguir ser aprovado no certame consegue a tão sonhada estabilidade e segurança financeira, por meio do regime estatuário que a PRF possui.

Em termos de salário um Policial Rodoviário Federal possui inicialmente uma remuneração no valor de R$ 9.473,57. Sendo que neste valor já estão incluídos R$ 458 referentes ao vale-alimentação. O aprovado que possui filhos também receberá o auxílio-creche, cujo valor é de R$ 321.

Um policial da PRF deve cumprir uma jornada de trabalho semanal no total de 40 horas.

Inscrições

Quem desejar se inscrever no concurso e concorrer a uma das 500 vagas, deve esperar até o dia 03 do mês de dezembro, que é o dia em que as inscrições terão início. É preciso estar atento, pois a data para encerramento das inscrições é o dia 18 do mês de dezembro.

Para se inscrever basta acessar o site do Cebraspe, onde o edital completo com todas as informações está disponível.

Para ter sua inscrição efetuada com sucesso o candidato precisa pagar uma taxa cujo valor é R$ R$ 150, cuja data limite para pagamento é o dia 15 do mês de janeiro do ano de 2019.

O concurso será realizado por meio de etapas, mais precisamente duas. Na primeira os candidatos precisarão realizar uma prova objetiva e discursiva, passar por exames de capacidade física, testes de estado de saúde, testes psicológicos, avaliação de títulos e investigação social. Dessa forma, o candidato que conseguir aprovação nesta primeira etapa estará apto para a segunda etapa que é a realização do curso de formação profissional que é responsabilidade da empresa organizadora também da PRF. O curso deve acontecer na ANPRF/SC que é a Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal (ANPRF)/SC, o que ainda deve ser confirmado.

As provas da primeira etapa estão previstas para o dia 3 do mês de fevereiro, no horário da tarde. O Cebraspe irá informar aos inscritos a partir do dia 30 do mês de janeiro os locais onde haverá aplicação das provas.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso, não deixe de fazer a sua inscrição e se preparar para as provas. O salário de um Policial Rodoviário Federal é em torno de R$ 10 mil, sendo que haverá um reajuste no ano de 2019 que aumentará esse valor.

Este concurso contará com a oferta de 500 vagas, mas na realidade a PRF precisa de um número bem maior de policiais, uma vez que o número de policiais aposentados até o final deste ano deve somar 2 mil, além disso a corporação atua com um número bem baixo de efetivos. Fato este que colabora para que novos concurso sejam abertos no ano de 2019.

Por Sirlene

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 2.5]

Certame conta com 100 oportunidades para Agente de Fiscalização e Educação de Trânsito.

Encontram-se abertas as inscrições para o concurso público do Departamento de Trânsito do Pará (Detran PA). A seleção tem o objetivo de preencher um total de 100 imediatas, que serão distribuídas para atuação em todo o estado.

Cargos

São dois os cargos com vagas disponíveis no edital. São eles:

Agente de fiscalização de trânsito, com 66 vagas abertas.

Agente de educação de trânsito, com 34 vagas.

A formação requerida para se candidatar a ambos os cargos é possuir o Ensino Médio completo. Para o cargo de fiscalização de trânsito é também necessário ter uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “AB” ou superior. O documento precisa ter sido expedido há, no mínimo, dois anos.

A remuneração inicial nos dois cargos é de R$ 2.191,52. Há ainda o acréscimo de gratificação.

A jornada de trabalho é de 30 horas semanais.

Inscrições

As inscrições para este concurso estão abertas desde o dia 27 de novembro e irão até às 23h59 do dia 20 de dezembro de 2018. Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp Concursos), no link https://www.portalfadesp.org.br . A taxa de inscrição é de R$ 35,00 para ambos os cargos.

Candidatos PcD (Pessoa com Deficiência) deverão enviar documentos atestando sua condição entre os dias da inscrição para o concurso. Ou seja, entre os dias 27 de novembro e 20 de dezembro de 2018. Este é o mesmo prazo para os candidatos pleitearem isenção na taxa de inscrição por possuírem baixa renda ou serem PcD.

As inscrições poderão ser pagas até o dia 21 de dezembro de 2018. A impressão do cartão de inscrição irá ocorrer entre os dias 22 e 25 de janeiro de 2019. Informações detalhadas, bem como os formulários a serem preenchidos também se encontram no site da Fadesp Concursos.

Provas

O exame está previsto para o dia 10 de fevereiro de 2019, em Belém, capital do Pará. Serão quatro horas de duração para o candidato responder uma prova objetiva e outra discursiva. Na prova objetiva haverá 50 questões de múltipla escolha. Já a prova discursiva consistirá em elaborar uma redação com o tamanho de 20 a 30 linhas a partir de tema sugerido pelo enunciado da questão.

O candidato será avaliado nos seguintes conteúdos na prova objetiva: língua portuguesa, raciocínio lógico/ matemática, informática, legislação relacionada ao Detran PA, ética e qualidade no serviço público e conhecimentos específicos.

Aos candidatos ao cargo de agente de fiscalização há outras fases na seleção, como avaliação médica e psicológica, teste para verificar a capacidade física, apresentação de Certidão Negativa Criminal e curso de formação

A validade do concurso será de um ano, contando a partir da data de homologação do resultado final. Há a possibilidade de o prazo ser prorrogado uma vez, por mais um ano, se for interesse do Departamento de Trânsito do Pará.

Dentre a legislação específica, o candidato deverá ter atenção à Lei Ordinária7.594, de 28 de dezembro de 2011, do Governo do Estado do Pará. O documento determinou uma reorganização no Departamento de Trânsito, dentre outras definições. É uma lei com 47 artigos distribuídos em 7 capítulos. Ela pode ser lida na íntegra no seguinte link: https://www.sistemas.pa.gov.br/sisleis/legislacao/968

Atribuições dos cargos

São as principais atribuições do agente de fiscalização de trânsito:

– atividades de fiscalização e operação no trânsito;

– fiscalizar a condição de veículos e a validade de documentos;

– realizar operações especiais de fiscalização em vias urbanas e rodovias;

– participar de operações integradas com outros órgãos do Sistema Nacional de Trânsito do Estado.

São atribuições do agente de educação de trânsito:

– atividades ligadas À execução de programas e projetos de Educação para o Trânsito;

– dar apoio a ações de fiscalização e engenharia de trânsito;

– realizar outras atividades relacionadas à sua área de atuação.

Por Luís Fernando Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 3.4]

Certame oferece 12 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 13 de janeiro de 2019.

Se você quer trabalhar na administração pública porque entende que essa área pode lhe proporcionar estabilidade de emprego e de remuneração, aqui vai uma ótima notícia. No estado do Tocantins, o Conselho Regional de Farmácia (CRF TO) lançou o edital do seu próximo concurso público. O documento foi divulgado no diário oficial da União na última terça-feira, dia 27 de novembro. O Conselho anuncia 12 vagas, sendo 2 para contratação imediata e as outras para compor um cadastro de reserva. O valor do salário base pode chegar a R$ 2,4 mil. Não fique de fora dessa oportunidade. Veja outras informações a seguir.

Sobre as inscrições no certame do CRF do estado de Tocantins

Para concorrer a uma das 12 vagas anunciadas no edital do Conselho Regional de Farmácia do estado do Tocantins você deve seguir o procedimento: 1) acessar a página eletrônica, 2) preencher o formulário de inscrição, 3) imprimir o boleto e pagá-lo.

O Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES – foi contratado para ser a banca responsável pelo processo seletivo do CRF TO.

As taxas de inscrição têm valor entre R$ 48 (para cargo de nível médio) e R$ 60 (para cargo de nível superior).

Mas se você não tem condições de pagar esses valores porque é de família que recebe renda baixa ou está registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad Único) pode fazer a requisição para ter direito à isenção do pagamento.

As inscrições vão começar no domingo, 2 de dezembro e terminarão em 13 de janeiro (domingo).

Quais são as vagas anunciadas no edital do concurso público do CRF de Tocantins?

O edital prevê 2 vagas para contratação imediata, sendo 1 para a função de analista de tecnologia da informação (TI) e 1 para assistente administrativo.

Para ser analista você deve ter diploma de graduação em curso na área de TI. O salário inicial é de R$ 2,4 mil. Já quem almeja o cargo de assistente deve ter concluído o ensino médio e terá ganhos de R$ 1,6 mil. Além disso, quem for aprovado terá direito a benefícios, como por exemplo, plano de saúde e odontológico e auxílio alimentação e de transporte. Para ambas as carreiras a carga horária de trabalho por dia corresponde a 8 horas.

Sobre os requisitos exigidos no CRF TO

Além de possuir comprovante de escolaridade para o cargo de seu interesse e de ser aprovado no processo seletivo, para tomar posse você deve ainda atender às seguintes exigências: não ter antecedentes criminais, ter idade mínima de 18 anos, estar quite com as obrigações militares e eleitorais, estar em gozo dos direitos civis e políticos, entre outros requisitos.

Sobre as atribuições dos cargos no CRF TO

O assistente administrativo tem como responsabilidade: protocolar processos, arquivar documentos, realizar o atendimento ao público, entre outras tarefas.

Já o analista de TI deve gerenciar o sítio eletrônico do CRF TO, fazer o monitoramento da rede, administrar a rede dos computadores, entre outras atividades.

Quem for aprovado vai trabalha na capital, Palmas.

Sobre as provas do certame do CRF de Tocantins

O processo seletivo contará com etapa única, a qual consiste na prova objetiva com 60 questões sobre conhecimentos básicos (30) e específicos (30). A prova de múltipla escolha está marcada para o dia 27 de janeiro de 2019 (domingo).

Outras informações do concurso

Para conferir outros detalhes do edital do certame do Conselho Regional de Farmácia do estado do Tocantins acesse o portal do IADES. Não perca essa chance. Faça sua inscrição assim que as inscrições abrirem. O prazo de validade desse processo seletivo é de 2 anos e pode haver prorrogação caso o CRF TO julgue necessário.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 3.7]

Oportunidades são para diversos estados do Brasil.

Um dos melhores concursos públicos anunciados em 2018 está passando por algumas alternâncias em seu documento de edital.

Recentemente a sua banca organizadora, a Cespe, fez divulgar no dia 28 de novembro a primeira retificação sobre o edital do certame público para cargos no departamento da Polícia Rodoviária Federal, PRF, destinado ao preenchimento de 500 postos na função de policial rodoviário. A lotação das vagas acabou sendo alterada em sete Estados brasileiros, quais sejam: no Amazonas; no Amapá; em Minas Gerais; no Mato Grosso; em Rondônia; em Roraima e no Rio Grande do Sul.

Diante desta mudança, o quantitativo de vagas a serem preenchidas por unidade da Federação agora se expressa em conformidade com o seguinte critério:

No estado do Acre, 17 vagas; no Amapá, 23 vagas; no Amazonas, 28 vagas; na Bahia, 17 vagas; em Goiás, 27 vagas; no Maranhão, 8 vagas; no Mato Grosso, 57 vagas; no Mato Grosso do Sul, 35 vagas; de Minas Gerais, 9 vagas; no Pará, 81 vagas; no Piauí, 22 vagas; no Rio de Janeiro, 10 vagas; no Rio Grande do Sul, 23 vagas; em Rondônia, 74 vagas; em Roraima, 15 vagas; em São Paulo, 19 vagas e em Tocantins, 25 vagas.

Todos os interessados em concorrer ao cargo de policial rodoviário deverão possuir formação em curso de nível superior em quaisquer áreas; possuir a carteira de habilitação a partir de sua categoria “B”. A jornada de trabalho desta classe de servidores está estabelecida em um regime de 40 horas semanais.

O valor da remuneração inicial está em 9.931,57 mil reais, já acrescido do auxílio-alimentação no valor de 458 reais. Conforme recente acordo sancionado pela Presidência da República, todos os servidores contarão com um reajuste a mais, a partir do mês de janeiro de 2019, quando o vencimento subirá para 10.357,88 mil reais, junto do mesmo benefício.

Sobre as atribuições deste cargo, o policial rodoviário deverá atuar conforme os seguintes critérios:

Na fiscalização; no patrulhamento e no policiamento ostensivo; no atendimento e no socorro às vítimas em acidentes rodoviários e nas demais atribuições perfeitamente relacionadas com a área operacional nas funções consagradas à Polícia Rodoviária Federal.

O valor da taxa de inscrição é de 150 reais e o período de cadastro iniciará a partir da próxima segunda-feira, 3 de dezembro de 2018, cujo atendimento se dará até o dia 18 de dezembro de 2018. As inscrições deverão ser efetuadas somente via internet, por meio da própria página eletrônica do Cebraspe, no seguinte site: http://www.cespe.unb.br/concursos/PRF_18.

Todas as pessoas interessadas deverão manter-se atentas aos horários estabelecidos. Por exemplo: a partir do dia três de dezembro todas as inscrições poderão ser efetuadas a partir das 12 horas, ao passo que no dia 18 de dezembro, o encerramento do cadastro de inscrições ocorrerá exatamente às 20 horas, em conformidade com o horário de Brasília.

Sobre o itinerário que compõe este mesmo processo seletivo, seguem as informações necessárias:

As provas objetivas e as provas dissertativas serão ministradas conforme o que está agendado, ou seja, para o dia 3 de fevereiro de 2019, no período vespertino.

A estrutura da prova objetiva será a seguinte:

Consistirá em um caderno de questões composto de três blocos, no qual estarão inseridas 50 questões no primeiro; 40 questões no segundo e mais 30 questões no terceiro caderno.

No mesmo dia de aplicação dos testes, todos os candidatos serão submetidos a uma prova dissertativa (redação), que deverá conter até 30 linhas. Posteriormente, este processo de seleção contará, também, com os exames sobre as capacidades físicas; os exames sobre a saúde; a avaliação psicológica; a análise sobre os títulos e a devida investigação social.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 3.8]

Concurso da PC-RN irá ofertar 302 vagas. Salários chegam a R$ 15 mil.

Foi publicado no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte, nesta quarta-feira, dia 28 de novembro de 2018, pela Secretaria Estadual de Administração e Recursos Humanos (SEARH), a comissão que será responsável pelo concurso público para a Polícia Civil estadual (PC/ RN). Serão ofertadas 302 vagas para atuação em todo o estado, com salários de até R$ 15.288,00. A próxima etapa para a realização do concurso será a escolha da banca examinadora, o que deve impactar significativamente os estudos dos interessados.

A distribuição das vagas será a seguinte: delegado de polícia, com 41 vagas; escrivão, 26 vagas; e agente de polícia, com o total de 235 vagas.

É requerida formação superior para os três cargos. No caso de delegado, é necessário ser bacharel em Direito, embora não seja requisito ser aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) ou ter experiência. Para os cargos de escrivão e agente de polícia é permitido a concorrência de profissionais com qualquer formação superior.

Além do farto número de vagas, a remuneração inicial dos cargos é um atrativo que deve atrair o concurseiro. A remuneração de um delegado é de R$ 15.288,00, valor que inclui o recebimento de benefícios. Para os cargos de escrivão e agente, o salário inicial é de R$ 3.755,00. Todas os cargos possuem jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Atribuição dos cargos

Delegado de Polícia: Atua em delegacias, lidera investigações e inquéritos criminais. Tem como objetivo identificar a autoria de um crime, bem como estabelecer como ele ocorreu. Após fazer o inquérito policial, o delegado faz um relatório para o juiz, que encaminha para o Ministério Público, que decidirá sobre fazer ou não a denúncia. A Polícia Civil, diferente da Federal, possui atuação em âmbito estadual.

Escrivão: Documenta o desenvolvimento dos processos policiais. Ele acompanha os trabalhos dos agentes e faz a formalização do inquérito policial. O escrivão desenvolve também diversas atividades administrativas.

Agente de Polícia: O agente de polícia deve fazer a lei ser cumprida. Estão entre suas atividades interrogar suspeitos, atender ocorrências, efetuar prisões, fazer investigações, conduzir veículos policiais para realizar buscas, dentre outras. O agente de polícia reúne evidências para documentação do caso, para assim ser aberto o inquérito policial.

Suspensão do concurso

Os preparativos para esse concurso se desenrolam desde 2017. Naquele ano, foi escolhida a primeira comissão organizadora e estava prevista a disponibilidade de 142 vagas. Após meses de indefinição, em dezembro foi oficialmente suspenso o concurso. A SEARH alegou que havia falta de recursos disponíveis para o orçamento do concurso.

Posteriormente, porém, conforme parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE) e do Ministério Público (MP), foi divulgada a existência de diversas irregularidades no processo do concurso. Uma delas foi a participação de uma estagiária na comissão organizadora, o que não é permitido. Também não foram respeitadas normas como a participação de membros da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do Ministério Público Estadual na comissão organizadora.

Com a suspensão, também foi revogado o processo licitatório que havia escolhido a banca organizadora. A empresa selecionada havia sido o Instituto Acesso.

Último concurso

Não há concursos para a Polícia Civil do Rio Grande do Norte desde 2008. Na ocasião, foram ofertadas um total de 438 vagas. A distribuição foi: 107 vagas para escrivão, 263 vagas para agente de polícia e 68 vagas para delegado. A banca responsável pela prova foi o Cespe/ UnB, atualmente denominado Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O processo seletivo de 2008 foi formado por provas objetivas e discursivas acerca de conhecimentos básicos e específicos. Na etapa seguinte, os candidatos ao cargo de delegado passaram por avaliação física, além de prova prática para os candidatos ao cargo de escrivão. Por fim, também houve teste psicotécnico e cursos de formação.

Por Luís Fernando Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 18 Média: 3.4]

Seleção irá ofertar vagas para 4 cargos de nível médio e superior.

Estamos chegando ao fim de mais um ano e milhares de brasileiros ainda se encontram em situação de desemprego, o que se deve a uma forte crise que atingiu a economia do país, levando milhares de empresas geradoras de emprego a encerrarem suas atividades ou diminuírem seus quadros de profissionais. Dessa forma, para quem busca por uma oportunidade de trabalho, a situação se tornou bem complicada, principalmente pelo fato de existir uma grande oferta de mão de obra, ao mesmo tempo em que as vagas ofertadas são poucas.

Diante deste quadro de instabilidade muitas pessoas passaram a ver os processos seletivos e concursos públicos em geral como novas oportunidades na hora de tentar uma vaga no mercado de trabalho e alacançar assim a tão sonhada estabilidade e segurança financeira.

Dessa forma, alguns concursos públicos vêm sendo anunciados e se você busca pela oportunidade de prestar um, o Tribunal de Contas do Distrito Federal acaba de anunciar um novo certame.

De acordo com as primeiras informações, o Tribunal de Contas do Distrito Federal deve realizar mais um concurso. A autorização por parte do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão foi concedida no mês de outubro e de acordo com o documento original, serão disponibilizadas para a concorrência um total de 14 vagas para comporem o quadro de pessoal do órgão.

O edital de abertura do concurso ainda não foi publicado, mas algumas informações já foram confirmadas, como é o caso dos cargos em que as vagas serão distribuídas. Uma vaga será para o cargo de Procurador do MPC, sete vagas para o cargo de Auditor de Controle Externo, Três vagas são para o cargo de Analista de Controle Externo e três restantes são para o cargo de Técnico de Controle Externo.

Quem estiver interessado em entrar na concorrência por uma das vagas do cargo de técnico precisa possuir formação completa de ensino médio. Já para concorrer as outras vagas os interessados precisam possuir formação de nível superior, sendo aceitas diversas áreas do conhecimento.

Em relação aos salários, pode-se dizer que um profissional que atua no cargo de técnico recebe inicialmente o valor de R$ 10.286,80. Já para os cargos de auditor e analista a remuneração inicial prevista é no valor de R$ 17.177,53, enquanto que um profissional no cargo de procurador deve receber inicialmente o valor de R$ 27.423. Além desses valores que correspondem ao salários, os servidores ainda podem contar com diversos benefícios, entre eles um auxílio-alimentação cujo valor é R$ 790,84, além de auxílio-creche no valor de R$ 494,53.

O último concurso público realizado pelo TCDF aconteceu no ano de 2013, quando foram lançados três editais de abertura que disponibilizavam para a concorrência um total de 69 vagas. A empresa contratada na ocasião para organizar e executar o concurso foi a conhecida Cespe/UnB. Do total de vagas anunciadas, 19 foram para o cargo de auditor, 12 foram para o cargo de técnico e 38 para o cargo de analista. Também houve reserva de vagas para candidatos portadores de deficiência. Os inscritos tiveram que realizar provas objetivas e também discursivas.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso, a recomendação é de que os estudos preparatórios já sejam iniciados, uma vez que assim que a banca organizadora for contratada, o edital com todas as informações deve ser lançado. Além disso, como existe uma grande expectativa pela abertura deste certame, é esperado que o número de inscrições seja alto, o que fará desse concurso um recorde em concorrência. Por isso, se você deseja ser um servidor do Tribunal de Contas do Distrito Federal, prepara-se para a realização das provas e esteja atento à publicação do edital de abertura das inscrições.

Sirlene

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 15 Média: 2.7]

Seleção deverá ofertar 94 vagas com salários de até R$ 5 mil.

O Detran do Estado do Espirito Santo (ES) – Departamento Estadual de Trânsito, na última semana, informou a comissão multidisciplinar que está sendo formada para seu concurso público, o qual foi anunciado através de Paulo Hartung, o governador do estado, no dia 20 de agosto deste ano. O processo de seleção irá contar com 94 oportunidades que se encontram vagas, onde 80 destas serão destinadas ao posto de assistente de trânsito e as outras 14 vagas serão destinadas aos analistas de trânsito. Para a oportunidade de assistente, é preciso ter diploma de nível médio para concorrer e os aprovados farão jus a uma remuneração mensal que iniciará em R$ 2.409,75, enquanto que para a vaga de analista de trânsito, os concorrentes necessitam ter diploma de graduação em nível superior nas mais variadas áreas e os mesmo irão receber uma salário mensal que inicia no valor de R$ 5.179,94.

Esta referida comissão multidisciplinar possui como finalidade executar o processo para escolha da empresa organizadora do processo seletivo. Apenas depois que for definido a banca que irá organizar o certame que então será possível realizar a confirmação da data em que será liberado o extrato de edital para abertura das inscrições.

Para o cargo de analista de trânsito, geralmente as áreas que se exigem para que o concorrente ingresse são as de análise de sistemas, administração, ciências da computação, economia, arquitetura, serviço social e psicologia.

Sobre a comissão para o concurso do DETRAN (ES) 2018

Esta comissão multidisciplinar formada pelo Detran é composta por duas servidoras, sendo Paula Mageski e Tamara Matos de Moura e não se pode confundir com comissão do próprio concurso, a qual já tinha sido formada e possui como principal fim a confecção do edital do mesmo.

O concurso possui uma comissão geral e tem a funcionária Ana Claudia Passos (da Seger) como presidente e ainda conta com os servidores a seguir: Ana Maria F. Deorce, Claudine Horta, Kamilla Mota Neiva, Taisa Andrade Soares, Ticiana Lilian Zaupa, Heloiza da Rocha Rodrigues, sendo estes, todos pertencentes a Secretaria de Gestão e Recursos Humanos, também conhecida como SEGER.

Já do IASES participam Jorge Eduardo Cardoso e Joseani Martins Cardoso, da ARSP participam Marleide Rodrigues da Silva e Alieda Alves Coutinho, o Iema indicou Chander Rian Freitas e Jacqueline Miceli Chicralla, Carlos Danielli Nogueira e a servidora Indiana Nascimento de Oliveira pertencem ao IPEM, o servidor Rodrigo Borges Ramalho e a servidora Camila Rodrigues Lobo são do IOPES e por fim pertencentes ao próprio Detran, são Paula Mageski Cardoso e a servidora Tamara Matos de Moura.

Sobre o último processo seletivo do DETRAN – ES

A última seletiva realizada pelo Detran do Estado do Espírito Santo aconteceu no ano de 2010. Na época, o oferecimento era de 50 oportunidades, onde 20 era para o posto de assistente técnico de trânsito e as outras 30 eram para técnico de nível superior, com formações em direito, administração, análise de sistemas, estatística, contabilidade, psicologia e jornalismo. Naquela circunstânia a banca organizadora do processo era o Cespe/UnB.

O processo de seleção, para todos os postos, contava com 120 perguntas objetivas, onde 50 eram de conhecimentos básicos e as 70 restantes eram de conhecimentos específicos. Para os cargos que exigiam formação em nível superior foram cobradas também duas perguntas discursivas que versavam sobre conhecimentos específicos.

Para a função de técnico de nível médio, a seção de conhecimentos gerais possuía temas que tratavam sobre informática, raciocínio lógico e língua portuguesa.

Enquanto para cargos de nível superior, a seção de conhecimentos básicos tratou de informática, língua portuguesa, raciocínio lógico, legislação de trânsito e também administração pública.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 14 Média: 3.4]

Seleção oferta 227 vagas. Inscrições deverão ser feitas até o dia 7 de janeiro de 2019.

O IDAM, acrônimo de Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Amazonas, publicou o extrato de edital para concurso público o qual visa ao preenchimento de 227 oportunidades que se encontram vagas, além também de formar cadastro reserva.

Os candidatos que possuem formação em nível fundamental terão o direito a concorrer as vagas aos cargos de vigia (Cadastro Reserva), motorista (12 oportunidades), auxiliar de serviços gerais (Cadastro Reserva) e motorista fluvial (5).

Existem também os postos que exigem nível médio e/ou técnico, são eles: técnico extensionista social (10 vagas), assistente técnico (27 vagas) e também técnico em agropecuária com as especialidades a seguir: florestal (20 vagas), pesqueiros (20 vagas) e agrícola (53 vagas).

O nível superior é exigido para os candidatos que pretendem disputar uma das seguintes funções: engenheiro agrônomo (29 vagas), assistente social (5 vagas), engenheiro ambiental (1 vaga), engenheiro de alimentos (1 vaga), engenheiro civil (1 vaga), engenheiro florestal (12 vagas), engenheiro de pesca (14 vagas), engenheiro mecânico (1 vaga), analista de redes (1 vaga), veterinário (9 vagas), biólogo (1 vaga), estatístico (1 vaga), contador (1 vaga), geólogo (1 vaga), zootecnista (1 vaga) e tecnólogo em agroecologia (1 vaga).

Os candidatos aprovados terão direito a um vencimento mensal inicial que flutua entre R$ 2.202,20 e R$ 6.570,95. Além do salário, a entidade oferece gratificações para quem atuar fora da capital Manaus, sendo entre R$ 500 e R$ 800 e também por títulos acadêmicos, que vai de 25% a 35% sobre o salário base.

As oportunidades disponíveis no edital estão distribuídas por quatro diferentes polos, sendo: Médio – Baixo Amazonas; Rio Negro – Solimões – Alto Rio Negro; Jutaí – Solimões – Juruá – Alto Solimões; Purus e Madeira. Os selecionados poderão acabar sendo lotados em qualquer um dos municípios pertencentes a região que foi escolhida no momento da inscrição. No extrato de edital é possível conferir a lista de municípios que se enquadram.

Sobre as etapas e as inscrições do processo de seleção

Os interessados terão a chance de realizar suas inscrições das 9h do dia 3 de dezembro de 2018 até às 23h59 do dia 7 de janeiro de 2019, sendo necessário efetuar o cadastro por meio da página eletrônica do IBFC: www.ibfc.org.br. Para efetivar as inscrições será necessário recolher uma taxa no valor de R$ 30 para cargos que exigem ensino fundamental, de R$ 40 para vagas de ensino médio e de R$ 65 para chances de nível superior.

As avaliações objetivas serão destinadas a todos os cargos, já a discursiva será apenas para o nível superior. Os exames tem previsão de ocorrer no dia 24 de fevereiro de 2019, sendo aplicada nas cidades de Humaitá, Manaus, Tefé, Eirunepé, Tabatinga, São Gabriel da Cachoeira e Parintins.

O referido processo de seleção contará com dois anos de validade, sendo contados a partir da data em que for homologado o resultado final. Este período pode ser prorrogado uma única vez, pelo mesmo tempo, de acordo com a necessidade do órgão.

Sobre as vagas nos polos

O Polo 1 é o de Rio Negro – Solimões – Alto Rio Negro = Barcelos, Manaus, Santa Isabel do Rio Negro, Anamã, São Gabriel da Cachoeira, Anori, Beruri, Autazes, Caapiranga, Coari, Careiro, Codajás, Careiro da Várzea, Iranduba, Manaquiri, Manacapuru, Vila Rica de Caviana, Rio Preto da Eva e Novo Airão.

Polo 2 é o Médio – Baixo Amazonas = Novo Remanso, Itacoatiara, Itapiranga, Nova Olinda do Norte, Maués, Presidente Figueiredo, Urucurituba, Silves, Barreirinha, Nhamundá, Boa Vista do Ramos, São Sebastião do Uatumã, Parintins e Urucará.

Polo 3 é Jutaí – Solimões – Juruá – Alto Solimões = Atalaia do Norte, Amaturá, Benjamin Constant, Santo Antonio do Içá, São Paulo de Olivença, Tabatinga, Alvarães, Tonantins, Fonte Boa, Juruá, Japurá, Jutaí, Tefé, Maraã, Uarini, Eirunepé, Carauari, Envira, Ipixuna, Itamarati e Guajará,.

Polo 4 é Madeira e Purus = Canutama, Boca do Acre, Lábrea, Pauini, Vila Extrema (Lábrea), Tapauá, Borba, Apuí, Humaitá, Santo Antônio do Matupi, Manicoré e Novo Aripuanã.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3]

Remuneração dos aprovados pode chegar a R$ 26 mil.

Novo processo seletivo público está prestes a ser oficializado ainda neste fim de segundo semestre de 2018. São cargos públicos efetivos.

Por meio do órgão da Defensoria Pública do Estado do Tocantins, ou DPE-TO, está próximo de fazer publicar, provavelmente no mês de dezembro de 2018, novo edital para abertura do período de inscrições para o novo concurso público destinado ao preenchimento do cargo de defensor. Assim, para que o evento aconteça, este mesmo órgão ainda está dependendo de um último procedimento: a definição do nome da banca responsável pela organização deste processo, que se mantém em andamento desde o mês de julho.

O total de postos de trabalho a ser disponibilizado neste certame deverá ser confirmado nos próximos dias, embora este departamento conte com 17 vagas em aberto para o cargo em questão. Conforme o que está registrado no próprio regulamento preliminar, esta próxima seleção também deverá promover a formação do chamado: cadastro reserva de pessoas.

Todas as pessoas interessadas em concorrer deverão comprovar posse de formação em nível superior na área profissional de direito, cuja remuneração inicial está no valor de 26.125,17 reais.

A comissão responsável pelo próximo certame público será presidida pelo seguinte grupo de servidores:

Servidor Leonardo Oliveira Coelho preside a comissão, que conta também com todos os seguintes membros: servidora Maria de Lourdes Vilela, que representa a classe especial; servidora Arassônia Maria Figueiras, que atuará como suplente de classe especial; servidora Fabiana Razera Gonçalves, que representará a primeira classe; servidor Fabrício Barros Akitaya, que atuará como o suplente de primeira classe; servidor Daniel Cunha dos Santos, que representará a segunda classe; servidor Elson Stecca Santana, que atuará como o suplente de segunda classe; servidora Maria do Carmo Cota, que atuará como a diretora da escola superior e servidora Larissa Putrini Pereira de Oliveira Braga, que atuará como a suplente.

Sobre o processo de seleção, seguem as informações:

Conforme o que está registrado no próprio regulamento preliminar, este processo de seleção será estruturado com seis etapas distintas, as quais abrangerão as provas objetivas; a prova discursiva; a prova oral; prova de tribuna; a devida avaliação sobre os títulos e a necessária investigação de vida pregressa de cada candidato classificado.

Com relação à parte objetiva da prova, a mesma contará com um caderno contendo cerca de 100 questões, todas divididas em quatro grupos, com 25 cada, versando sobre as matérias necessárias.

No primeiro grupo de testes, as questões contarão com temas versando sobre matéria de direito constitucional; sobre matéria de direitos humanos e sobre matéria de direito administrativo; versando sobre direito previdenciário e sobre direito tributário. No segundo grupo, as questões versarão sobre matéria de direito civil e de direito empresarial; sobre matéria de direito processual civil e sobre matéria de direito agrário.

No terceiro grupo, serão questões versando sobre matéria de direitos difusos e coletivos; sobre direito da criança e do adolescente; sobre matéria de direito do idoso; sobre direito dos portadores de necessidades especiais; sobre matéria de direito do consumidor e de direito ambiental; sobre matéria de filosofia do direito e de sociologia jurídica; em matéria versando sobre os princípios e as atribuições institucionais da Defensoria Pública; sobre a lei complementar federal 80/94; sobre a lei complementar estadual 55/09 e sobre as normativas internas sancionadas por meio do Conselho Superior da Defensoria Pública do estado.

No quarto grupo, serão questões versando sobre direito penal; sobre direito processual penal; sobre a execução penal e a legislação penal; sobre direito processual penal extravagante.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.2]

Seleção ofertará 77 vagas. Inscrições irão até o dia 16 de dezembro de 2018.

A Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE BA) publicou o edital do seu processo seletivo no diário oficial do dia 22 de novembro (quinta-feira). Quem já está estudando para ser aprovado em um concurso público pode aproveitar essa ótima oportunidade. São oferecidas 77 vagas para cargos que exigem escolaridade de nível médio, técnico e superior. Os salários chegam até R$ 2,6 mil. O prazo de inscrições começa ainda no mês de novembro. Se você está interessado em participar da seleção da DPE BA veja detalhes do edital na matéria que segue abaixo.

As inscrições vão de 30 de novembro a 16 de dezembro.

Para concorrer a uma das vagas na DPE da Bahia, você deve acessar o portal da UNEB – Universidade do Estado da Bahia, que é a instituição contratada para ser organizadora do certame, a fim de realizar sua inscrição no concurso.

É necessário preencher o formulário de cadastro, imprimir o boleto e quitá-lo. Os valores das taxas são: R$ 70 para nível superior e R$ 50 para as funções de nível médio e técnico.

Serão concedidas isenções do pagamento das inscrições para os candidatos que atenderem aos seguintes requisitos: ser membro de família de baixa renda ou estar registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (Cad Único).

Fique atento, pois o prazo de abertura das inscrições começa na sexta-feira, dia 30 de novembro e terminará no domingo, 16 de dezembro.

Sobre as vagas oferecidas na Defensoria da Bahia

No total, são oferecidas 77 vagas para os seguintes cargos: analista técnico de nível superior, com remuneração inicial de R$ 2.614,65; agente administrativo, que deve possuir ensino médio completo e técnico em informática, que exige formação de nível médio e curso completo na área de informática, ambos com salário de R$ 1.543,99.

Além desses ganhos, haverá concessão de benefícios, como vale alimentação e auxílio transporte.

As especialidades disponíveis para quem tem nível superior completo são: administração, direito, secretário executivo, ciências contábeis, comunicação social – jornalismo, análise e desenvolvimento de sistemas, design, rede de computadores, arquitetura, produção audiovisual, pedagogia, engenharia civil, ciências contábeis e engenharia elétrica.

Confira alguns dos territórios para os quais há vagas na DPE da Bahia: Chapada Diamantina, Sudoeste Baiano, Vale do Jiquiriçá, Bacia do Jacuípe, Bacia do Paramirim, Metropolitano de Salvador, entre outros.

Além das oportunidades previstas no edital, haverá formação de cadastro de reserva a fim de ocupar possíveis vagas que possam surgir no período de 2 anos, que corresponde à validade do certame. Esse prazo poderá ser prorrogado, uma única vez, a contar de quando for homologado e a critério do órgão público.

Haverá ainda vagas exclusivas para afrodescendentes e também para pessoas com necessidades especiais (PNE). No caso de quem for deficiente, deverá enviar laudo médico e será avaliado em perícia.

Quais são os requisitos para trabalhar na DPE BA?

Além de possuir comprovante de escolaridade compatível com o cargo pretendido, para tomar posse no cargo público da DPE da Bahia, você deve ser aprovado no concurso e atender aos seguintes requisitos: estar em pleno gozo dos seus direitos políticos e civis, possuir idade mínima de 18 anos, ser brasileiro, estar quite com as obrigações do serviço militar, se o candidato for do sexo masculino, possuir aptidão mental e física, não ter antecedentes criminais, estar em dia com as exigências da justiça eleitoral, entre outros.

Processo seletivo da DPE BA contará com duas fases

Os candidatos serão examinados nas seguintes etapas: 1) prova objetiva – sobre conhecimentos gerais, específicos e legislação; 2) exames pré-admissionais – a cargo da própria defensoria.

As disciplinas a serem cobradas na avaliação de habilidades e conhecimentos gerais são: informática, português, raciocínio lógico e matemática. A prova de múltipla escolha será aplicada no domingo, 3 de fevereiro de 2019, em 16 municípios baianos e também na capital, Salvador.

Acesse o portal da UNEB para conferir outras informações do edital do concurso da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.4]

Seleção ofertará cerca de 575 vagas. Oportunidades serão para Oficial e Agente de Trânsito.

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (DETRAN-SP) já escolheu a organizadora do seu próximo concurso: Fundação Carlos Chagas (FCC). O concurso Detran-SP deve oferecer um total de 575 vagas, que serão distribuídas entre nível médio e superior. A remuneração pode chegar a mais de R$ 4 mil. Que tal aproveitar que o edital não está publicado e começar os seus estudos?

O concurso DETRAN SP terá 575 vagas, sendo 375 para o cargo de Oficial Estadual de Trânsito I e 200 para a função de Agente Estadual de Trânsito I. A expectativa é que o edital do certame seja divulgado antes de janeiro, que é o prazo limite para a publicação do documento.

Para concorrer ao cargo de Oficial Estadual de Trânsito I, o candidato deve ter nível médio ou técnico e a remuneração inicial na função é de R$ 1.863,00. Os interessados com nível superior podem tentar para o cargo de Agente Estadual de Trânsito I e a remuneração corresponde a R$ 4.657,50.

O último edital do concurso DETRAN SP ocorreu em 2013 e foram oferecidas 1.200 vagas e o certame foi organizado pela Fundação VUNESP. Os interessados, que concorreram para o cargo de Oficial, foram avaliados com provas objetivas, sendo 12 questões de português, 4 de legislação, 5 de matemática e 25 referente à legislação de trânsito.

Em relação ao cargo de Agente, as provas abordaram 10 questões de português, 5 de matemática, 4 de legislação, 7 de direito administrativo, 4 de informática, 4 de legislação, além de 8 de gestão pública e 22 de legislação de trânsito.

Como estudar para o concurso DETRAN SP?

A organizadora já foi escolhida e o edital deve ser divulgado nas próximas semanas. Por isso, os interessados devem fazer um planejamento focado e estruturado no cargo almejado.

O cronograma é essencial para organizar e controlar os estudos. Em uma folha ou no computador, elabore uma planilha com os dias e os horários da semana. Escreva os seus compromissos obrigatórios como faculdade, trabalho, entre outros. Ou seja, os itens que fazem parte da sua rotina.

Defina o seu horário de estudo e depois distribua as disciplinas nele. Avalie qual o horário você se sente melhor para distribuir os conteúdos. Por exemplo, você se sente mais disposto pela manhã? Que tal acordar um pouco mais cedo para revisar ou resolver mais exercício? Tente estudar em cada momento livre do seu dia. Isso poderá fazer a diferença na reta final.

O seu cronograma deve ser compatível com a sua rotina. Ou seja, cuidado para não sobrecarregá-lo com coisas que você não pode cumprir, pois isso vai gerar mais ansiedade e interferir no seu desempenho.

A organizadora do concurso DETRAN SP será a Fundação Carlos Chagas, logo direcione os seus estudos para essa banca.

Faça exercícios para conhecer o perfil da sua prova, a forma de cobrança e também os itens mais recorrentes. Ao treinar questões FCC, você consegue estudar de forma estratégica e mais direcionada para o certame.

Tenha o hábito de fazer simulado. Lembre-se de que é por meio deles, que poderá saber o seu desempenho e descobrir qual conteúdo está bom ou precisa de um reforço. Simule como se fosse um ambiente de prova. Assim, você vai treinar e adquirir mais confiança.

Estude por meio de livros, apostilas e cursos atualizados. No mercado, existem vários tipos de materiais.

O edital foi publicado? Refaça o seu planejamento e mantenha ainda mais o foco. Priorize a sua aprovação e de dedique-se para conquistar uma das vagas do concurso DETRAN SP.

Estude acreditando na sua aprovação e pague o preço para ter o seu sucesso.

Que tal aproveitar a chance? Compartilhe o conteúdo nas suas mídias sociais e muito sucesso nos seus estudos!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3.3]

Seleção irá ofertar 533 vagas em diversos estados.

O segundo semestre de 2018 está chegando ao fim, porém, a quantidade de oportunidades empregatícias de diversas fontes está só iniciando sua temporada. Neste caso, um novo concurso está aberto.

Trata-se do certame da Marinha, a qual está com novo concurso público oficialmente aberto, destinado ao preenchimento 533 postos de trabalho temporários para funções de Serviço Militar Voluntário, ou SMV, nos cargos que exigem nível fundamental e nível médio e técnico, cujas remunerações estão no valor de 2.320 e 3.388 reais, respectivamente.

Todas as pessoas interessadas em concorrer deverão estar em idade entre 18 e 44 anos, completos até a data da incorporação. O cadastro de inscrições inicia no dia 27 de novembro e se estenderá até o dia 11 de dezembro de 2018, que deverão ser efetuadas somente por meio do site: www.ensino.mar.mil.br. A taxa está estipulada no valor de participação de 75 reais.

Sobre as funções a serem preenchidas, segue a relação abaixo:

São diversas oportunidades destinadas à atuação nas seguintes áreas: de administração; na área de contabilidade; na área de edificações; em estruturas navais; em eletrônica; em eletrotécnica; em enfermagem; em farmácia; em higiene dental; em marcenaria; em mecânica; em metalurgia; em motores; no setor de motorista, para viaturas administrativas; em nutrição e dietética; em patologia clínica; em processamento de dados; em prótese dentária; em química; em radiologia médica; em telecomunicações, entre outras funções com especialidades.

Todas as oportunidades de vagas serão lotadas nos seguintes Estados:

Estado do Rio de Janeiro; de Minas Gerais; Estado de São Paulo; do Rio Grande do Sul; de Santa Catarina; Estado do Pará; do Rio Grande do Norte; Estado do Ceará; de Alagoas; da Paraíba; Estado de Pernambuco; Estado do Amazonas e também lotadas no Distrito Federal.

Todos os concorrentes recrutados e classificados nos testes terão direito os seguintes benefícios:

Ao vale alimentação; a ajuda para a aquisição de uniformes; a devida assistência médico-hospitalar; assistência religiosa; assistência psicológica, entre outras garantias que serão oferecidas.

Sobre as fases que compõem o itinerário desde novo concurso da Marinha, seguem as informações:

Este processo seletivo abrange as seguintes fases: inicia com a prova objetiva, que consistirá de um caderno com 50 questões versando sobre a matéria de língua portuguesa e sobre conhecimentos militares-navais, previamente agendada para o dia 17 de março de 2019; seguida da avaliação sobre os dados biográficos de cada concorrente; depois serão realizadas a inspeção de saúde; a prova de títulos; a devida avaliação sobre os documentos; a análise sobre os títulos, cujas datas precisas ainda serão definidas.

Sobre a estrutura do SMV, seguem as informações:

Todos os candidatos participantes classificados e habilitados para o serviço de SMV deverão cumprir um necessário estágio inicial, o qual estará dividido em duas fases, ao longo de 12 meses. Todos os candidatos aprovados nesta primeira fase, a qual consiste na instrução de tipo militar-naval, que tem duração de até 45 dias, serão promovidos, posteriormente, à função de marinheiro especializado, para os cargos de nível fundamental e na função de cabo para os de nível médio e técnico.

Todo o período restante será rigorosamente destinado à realização dos testes em conhecimentos técnico-profissionais dentro da Organização Militar escolhida pelos próprios marinheiros e cabos recém-chegados, para servir na função.

De acordo com os editais publicados, este serviço militar voluntário está dentro da norma de poder atingir uma duração máxima de até oito anos, desde que, ao longo deste período, a idade de cada recruta não exceda aos 45 anos. Deste modo, o tempo de serviço será renovado anualmente.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 49 Média: 3.1]

Concurso oferta 53 vagas que serão distribuídas para os seguintes cargos: Técnico de Controle Interno e Analista Contábil.

O final do ano está chegando e para quem continua a se prepara para os concursos que vão surgindo, aqui vai mais uma novidade: a Controladoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte anunciou nestas últimas semanas de novembro a publicação de um edital para a realização de concurso para o preenchimento de vagas na instituição.

A notícia surge como uma grande novidade para a etapa final de 2018 e promete agita ainda mais a turma que já vem se preparando já há algum tempo para as seleções do órgão que figura como uma opção para quem procura uma carreira sólida, com uma certa estabilidade e um bom salário no setor público do estado.

Apesar de ser uma opção para quem mora no estado do Rio Grande do Norte, o concurso vai ser aberto a candidatos oriundos de qualquer canto do país, desde que esteja disposto a fixar residência, caso seja aprovado.

Para começar, quem já leu a notícia e já ficou animado, é preciso saber que a seleção vai ser destinada exclusivamente para os candidatos que possuam nível superior completo.

Segundo as informações divulgadas pelo próprio órgão, para este concurso deverão ser destinadas um percentual de vagas para os aqueles concorrentes que sejam portadores de algum tipo de deficiência física.

No total, a CGE RN vai disponibilizar 53 vagas que serão distribuídas para os seguintes cargos: Técnico de Controle Interno e Analista Contábil.

Pelo edital, os aprovados neste concurso deverão ser incorporados ao serviço público para o cumprimento de uma carga horária de trabalho de 40 horas. Para início de carreira, a remuneração recebida por cada aprovado deverá ser de cerca de R$ 4.296,00, sendo o vencimento no valor de R$ 3.096,00 e uma gratificação a título de desempenho em torno de R$ 1.200,00.

O responsável pela realização de todo o processo seletivo do órgão escolhida por meio de processo licitatório foi o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Caso você tenha ficado interessado e quer saber como fazer a sua inscrição, pois ela só poderá ser feita pela internet e através do seguinte endereço: www.ibfc.org.br.

Os candidatos precisam também ficar atentos para prazo de inscrição. Ele se iniciou no dia 14 de novembro e vai até o dia 16 de dezembro de 2018.

No ato da inscrição do candidato pela internet, deverá ser gerado um boleto de pagamento da taxa de inscrição que deverá ser único para todos os cargos no valor de R$ 90,00.

Portanto, se você possui nível superior completo e pretende seguir carreira no serviço público, é bom ir se preparando desde já pois as provas costumam ocorrer, geralmente, depois de seis meses da data de publicação do edital. Uma dica boa dos especialistas em concursos é tentar conseguir as provas de seleções passadas da instituição como uma forma de familiarizar-se com as disciplinas que são mais cobradas.

Para este concurso, segundo o edital, o processo seletivo deverá ocorrer em três etapas. A primeira deverá ser uma fase com questões objetivas, seguida de uma fase com conteúdo subjetivo e uma terceira fase com análise de títulos. As provas inicias estão previstas para acontecer no dia 20 de janeiro, na cidade de Natal.

A Controladoria Geral do Estado do Rio Grande do Norte (CGE-RN) é o órgão ligado à Administração Direta do Estado e é responsável por controlar e fiscalizar todas as atividades dos órgãos ligados ao governo do Estado.

Para mais informações sobre o concurso, bem como o conteúdo das disciplinas cobradas, basta consultar o edital de seleção que já está disponível também na própria página de inscrição e cujo endereço está descrito acima.

Por Emmanoel Gomes

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3.3]

Certame oferta 29 vagas de emprego imediatas e mais 200 vagas para cadastro de reserva em diversas funções.

Nova oportunidade de concurso público está oficialmente aberta. Trata-se do período de inscrições aberto para o novo concurso público destinado ao provimento de cargos na Agência de Fomento do Amapá, ou o Concurso da AFAP. São 29 postos imediatos e mais 200 para formação do cadastro reserva de pessoas. São cargos para níveis médio e superior.

Este certame tem como banca organizadora a Fundação Carlos Chagas, a FCC. Todos os concorrentes nomeados e convocados neste concurso serão contratados conforme os preceitos da Consolidação das Leis do Trabalho; da Legislação Trabalhista Federal Complementar e da Legislação Estadual pertinente.

A remuneração inicial está em R$ 3.319,77, já acrescido do benefício de auxílio-alimentação.

A taxa de inscrição está estipulada em 100 reais. São seis horas diárias de jornada, num total de 30 horas semanais.

Cargo de Analista de Fomento, na função de Advogado, com três vagas imediatas e mais 20 para cadastro reserva. Requisitos: possuir certificado de curso de graduação na área de Direito em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, MEC; além do registro regular em Órgão de Classe competente.

Cargo de Analista de Fomento, na função de Contador, com três vagas imediatas e mais 20 para cadastro reserva. Requisitos: possuir certificado de curso de graduação na área de Ciências Contábeis em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, MEC; além do registro regular em Órgão de Classe competente.

Cargo de Analista de Fomento, no setor de Tecnologia da Informação, com uma vaga imediata e mais 20 para cadastro reserva. Requisitos: possuir certificado de curso de graduação na área de Análise de Sistemas; em Sistema da Informação; em Ciência da Computação; em Processamento de Dados ou em Gerenciamento de Redes e em Informática, conferido por instituição de Ensino Superior devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, MEC.

Cargo de Analista de Fomento, na função de Economista, com uma vaga imediata e mais 20 para cadastro reserva. Possuir certificado de curso de graduação na área de Ciências Econômicas em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, MEC; além do registro regular em Órgão de Classe competente.

Cargo de Analista de Fomento, setor de Crédito, com uma vaga imediata e mais 20 para cadastro reserva. Possuir certificado de curso de graduação nas áreas de Administração; em Ciências Econômicas; em Ciências Contábeis ou em cursos das áreas de Ciências Exatas, em instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, MEC; além do registro regular em Órgão de Classe competente, e mais a posse de Carteira Nacional de habilitação na categoria B, com situação regular.

Para candidatos com ensino médio, o vencimento inicial está em R$ 2.074,11, já suplementado com o benefício do auxílio-alimentação.

A taxa de inscrição está estipulada em 85 reais. São seis horas diárias de jornada, num total de 30 horas por semana.

Cargo de Assistente Administrativo de Fomento, com 10 vagas imediatas e mais 50 de cadastro reserva. Possuir diploma de conclusão de Ensino Médio conferido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, o MEC.

Cargo de Agente de Fomento Externo, com 10 vagas imediatas e mais 50 de cadastro reserva. Possuir diploma de conclusão de Ensino Médio conferido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação e da Cultura, o MEC, além da Carteira Nacional de habilitação na categoria AB, com situação regular.

O período de inscrições se dará do dia 19 de novembro de 2018 ao dia 10 de janeiro de 2019, por meio da internet.

Para mais informações, bem como acesso ao link de inscrições, acesse o site: https://www.diariooficialdf.com.br/concurso-afap.

Por Paulo Henrique dos Santos

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 2.9]

Seleção ofertará 66 vagas. Inscrições podem ser feitas até o dia 28 de janeiro de 2019.

Nova oportunidade de cargos públicos está sendo oferecida ao público de Santa Catarina neste final de ano de 2018.

Trata-se do processo seletivo promovido por meio da Universidade Federal do Estado de Santa Catarina, a UFSC, que divulgou edital de concurso público destinado ao preenchimento de 66 postos de trabalho estáveis, nas funções pertencentes ao setor técnico-administrativo, cujas vagas serão distribuídas entre os campi localizados nas cidades de Araranguá; de Blumenau; de Curitibanos; em Joinville e na capital do estado, Florianópolis.

Sobre os cargos e requisito para ocupá-los, seguem as informações:

Para concorrentes com médio e técnico estão disponíveis cargos de assistente em administração, 30 vagas e de técnico nas áreas de laboratório, em biologia, com duas vagas, em laboratório de física, com duas vagas, em tecnologia da informação, com 7 vagas; em agrimensura, com duas vagas; em mecânica, com duas vagas; em restauração, com uma vaga; em segurança do trabalho, com duas vagas e em som, com uma vaga. O valor da remuneração é de 2.904,96 mil reais.

Para os concorrentes com curso superior serão disponibilizadas vagas para administrador, com 2 postos; de arqueólogo, com um posto; de assistente social, com 2 postos; de auditor com 2 postos; de bibliotecário documentalista, com 2 postos; de contador, com 3 postos; de diretor de produção, com um posto; de farmacêutico, com um posto; de jornalista, com um posto; de médico do trabalho, com um posto e de matemático, com um posto de trabalho. O salário é de 4.638,66 reais.

As duas remunerações citadas estão acrescidas do direito ao auxílio alimentação mensal, que possui valor de 458 reais. Os candidatos nomeados e contratados cumprirão uma jornada semanal entre 20 e 40 horas, em conformidade com a função ocupada.

Sobre o Concurso UFSC, o período de inscrições e suas etapas, seguem as informações:

O período de cadastro de inscrições inicia no dia 21 de dezembro de 2018 e se estenderá até o dia 28 de janeiro de 2019, por meio de registro de cadastro no site: http://1362018ddp.concursos.ufsc.br/. Os valores das taxas estão estipulados conforme segue: 78,49 reais para nível médio e de 125,37 reais para ensino superior.

O caderno de prova objetiva conterá cerca de 50 questões versando sobre matéria de língua portuguesa, sobre os conhecimentos gerais e também específicos. A data do exame está previamente agendada para o dia 24 de fevereiro, a as mesmas serão ministradas nos cinco municípios catarinenses já citados e envolvidos na seleção.

Este mesmo processo seletivo da Universidade Federal do Estado de Santa Catarina será oficialmente válido por um ano, computados a partir da homologação de seu resultado definitivo e este mesmo prazo poderá ser prorrogado apenas uma vez, conforme o critério da universidade e conforme o que está estabelecido no edital.

Sobre as atribuições do cargo de assistente em administração, seguem as informações:

Prestar o devido suporte administrativo e suporte técnico diretamente às áreas de recursos humanos; de administração; de finanças e de logística; saber atender aos usuários; atuar fornecendo e recebendo as devidas informações; saber tratar dos variados documentos, e saber cumprir todo o necessário procedimento que se refere aos mesmos; saber preparar todos os relatórios e as planilhas; saber executar os necessários serviços nas áreas de escritório; saber assessorar as atividades no setor de ensino, de pesquisa e de extensão.

Este é um dos concursos mais aguardados no Estado de Santa Catarina. Os cargos ofertados são estáveis e as remunerações são boas. Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 20 Média: 3]

Certame oferta 62 vagas para Perito Técnico.

Quer construir uma carreira no setor público? Então, temos uma boa notícia para quem está na região Sudeste do Brasil! A Receita Federal lançou um concurso público para selecionar 62 novos funcionários, que serão alocados na Alfândega do Porto do Rio de Janeiro. O certame contempla diversas áreas profissionais, como Engenharias e Medicina.

Os selecionados no concurso vão ocupar o cargo de Perito Técnico, lidando diariamente com as encomendas que desembarcam na unidade. As inscrições serão abertas em novembro e a contratação ocorrerá ainda este ano.

Tem interesse em participar? Confira, abaixo, tudo que você deve saber para não perder essa oportunidade!

Quem pode participar?

No total, a Receita Federal está oferecendo 62 vagas para profissionais formados no ensino superior. Conforme informado, há 15 postos para Engenharia e Arquitetura, com experiência em Arqueação, 10 postos para Engenharia Mecânica, 4 postos para Engenharia Operacional, 3 postos para Engenharia Eletrônica, 3 postos para Engenharia Elétrica, 3 postos para Engenharia de Telecomunicações, 2 postos para Engenharia Naval, 2 postos para Avaliar Pedras Preciosas e Joias, 4 postos para Engenharia Têxtil, 6 postos para Engenharia Química, 3 postos para Farmácia, 3 postos para Avaliar Obras de Arte e Antiguidades, 2 postos para Engenharia Aeronáutica, 2 postos para Medicina, Biomedicina ou Odontologia.

Em se tratando da remuneração que será paga aos aprovados, a mesma vai ser efetuada de acordo com a previsão estabelecida nos artigos 34 e 40 da Instrução Normativa RFB nº 1.800, que foi instituída em 21 de março de 2018, e afirma que:

Para os peritos autônomos, o pagamento em decorrência dos serviços prestados será realizado a partir do RPA (Recibo de Pagamento Autônomo), estando em conformidade com os cumprimentos das normas tributárias devidas. É preciso emitir duas vias, sendo que uma fica anexada à declaração aduaneira.

Já para os peritos vinculados, a entidade privada vai receber de forma direta, como receita própria a remuneração proveniente dos serviços prestados.

Como será o processo seletivo?

Segundo o edital do concurso da Receita Federal, o processo seletivo será feito por meio da avaliação pessoal para posterior credenciamento. Para tal, serão analisados o tempo de experiência do profissional como autônomo ou empregado em sua área de atuação, curso de pós-graduação de lato sensu ou stricto sensu.

O resultado final do certame vai ser divulgado até o dia 28 de dezembro. Os participantes poderão verificar a lista oficial com o nome dos aprovados na página da Receita Federal, e presencialmente no quadro de avisos que será disponibilizado no prédio da Alfândega, no Rio de Janeiro.

A validade do credenciamento dos peritos é de dois anos, e começa a contar no dia da homologação do concurso. Esse período pode ser prorrogado somente uma vez por tem igual, levando em consideração as necessidades do órgão.

Como se inscrever?

Quer participar desse concurso? Os interessados precisam se inscrever do dia 26 a 30 de novembro de 2018, de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 16h00, exceto em feriados. É necessário comparecer pessoalmente no Protocolo Geral da Alfândega Porto do Rio de Janeiro, que está situado na Avenida Rodrigues Alves, número 81, no Térreo, que fica na Praça Mauá.

Para se inscrever, é indispensável apresentar os seus documentos pessoais, comprovante de endereço e documentos que atestem a sua formação no ensino superior, bem como experiências profissionais e aptidão para exercer a função.

Feito isso, a instituição vai recolher os seus dados e analisar se o seu perfil está adequado às exigências para cada vaga. Aqueles que forem aprovados serão contatados e convocados a comparecer na unidade para dar início ao processo de contratação.

Por Simone Leal

Concurso Receita Federal

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 3.1]

Força Aérea Brasileira (FAB) recebe inscrições para concurso público que oferta 417 oportunidades.

A FAB, acrônimo para a Força Aérea Brasileira, já se encontra com o seu concurso público aberto, o qual irá ofertar 417 oportunidades que estão abertas e necessitam ser ocupadas. Caso você esteja à procura por uma carreira pública, a notícia boa é que essas 417 vagas estão distribuídas em diversos municípios do território brasileiro. Então fique ligado e se inteire sobre o processo de seleção da Força Aérea Brasileira e já realize sua inscrição.

Sobre o concurso da Força Aérea Brasileira

Como citado, ao todo serão mais de 400 oportunidades que estão vagas destinadas aos profissionais que possuam diploma de nível superior tanto na área de Assistência Social como na área da Saúde. Também existem vagas abertas para os postos listados abaixo:


  • Dentistas

  • Médicos (em todas as especialidades, incluindo Clínica Médica)

  • Farmacêuticos

  • Enfermeiros

  • Veterinários

  • Fisioterapeutas

  • Nutricionistas

  • Fonoaudiólogos

  • Psicólogos (Psicologia Educacional, Organizacional e Clínica)

  • Terapeuta ocupacional

  • Assistente Social

Sobre asa localidades com vagas disponíveis

O edital do processo de seleção da Força Aérea Brasileira, a FAB, prevê disponibilidade de oportunidades abertas nas cidades brasileiras descritas abaixo:


  • São Paulo (SP)

  • Rio de Janeiro (RJ)

  • Recife (PE)

  • Brasília (DF)

  • Canoas (RS)

  • Belém (PA)

  • Manaus (AM)

Sobre o período para a realização das inscrições para o concurso da FAB

Os candidatos que possuem interesse em concorrer a uma das oportunidades oferecidas pelo referido certame têm que efetuar suas inscrições para o processo de seleção da FAB até o dia 30 de novembro, porém elas já iniciaram no último dia 19 novembro.

Sobre os salários e remunerações

As remunerações mensais iniciais são para o cargo de aspirante a oficial, sendo de R$ 6.625,00. Os salários vão se elevando de acordo com o tempo em que o profissional atua e também a cada um dos círculos hierárquicos desta carreira em questão. Os que estiverem no posto de aspirante a oficial podem vir a se tornar um segundo-tenente assim que decorrerem seis meses, os quais são contados a partir do dia em que o mesmo incorporou.

Sobre as condições para concorrer a uma das vagas

O candidato que realizar sua inscrição no concurso da instituição brasileira precisa saber que ao tomar posse do cargo deve se enquadrar nos seguintes requisitos:


  • Ter diploma de curso superior nas áreas exigidas e também estar apto para exercer a função;

  • Ser brasileiro nato;

  • Não ter tido nenhuma condenação em processo criminal no período de 5 anos (últimos);

  • Não pode estar cumprindo nenhum tipo de pena seja por crime militar, eleitoral ou comum;

  • Não pode ter sido desligado de algum curso militar, por questão de conceito moral ou disciplinar;

  • Caso seja do sexo masculino, deve ter as obrigações militares em ordem;

  • Possuir idoneidade moral;

  • Entre outras condições e requisitos que o candidato pode conferir no próprio da instituição brasileira.

Como realizar sua candidatura

Os concuseiros que tiverem interesse nas vagas devem realizar suas inscrições para o certame da Força Aérea Brasileira por meio do portal oficial da instituição acessível por este link FAB até o prazo que já foi citado acima (30 de novembro de 2018). A seletiva irá conta com as seguintes fases, não necessariamente nesta ordem: avaliação curricular, habilitação à incorporação, concentração inicial e concentração final, além de uma inspeção de saúde inicial.

Sobre a Força Aérea Brasileira

A Força Aérea Brasileira também conhecida como FAB é um ramo aéreo que pertence as Forças Armadas do Brasil, sendo um dos três serviços nacionais uniformizados. A formação da FAB teve início assim que as áreas aéreas da Marinha e do Exército acabaram sendo fundidos em somente uma única força militar. Os dois ramos do ar realizaram a transferência de seus equipamentos, efetivo e instalações para esta nova força armada. Sou sede fica na cidade de Brasília.

Por Filipe Silva

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 2.9]

Conheça os concursos que podem abrir em 2019.

O ano de 2019 tem promessa de trazer muitos concursos públicos. Essa é uma ótima chance para quem deseja mudar sua vida profissional e também financeira. Com o país passando por um grande momento de crise, fazer um concurso público é uma solução para quem precisa de estabilidade na vida profissional. Muitas pessoas que desejam fazer concurso público, acabam percebendo que é preciso muita dedicação e estudo, pois só assim as chances de aprovação serão altas. Para quem deseja passar em algum concurso público, a dica é escolher o concurso certo. E depois se prepare incansavelmente para realizar uma boa prova. Veja os principais concursos previstos para o ano de 2019.

Concurso Secretaria de Estado da Saúde

Esse é um concurso muito esperado, pois tudo indica que ele terá mais de 3.200 vagas disponíveis. Essa é uma ótima quantidade de vagas e as chances de aprovação se tornam melhores. O pedido desse concurso já foi encaminhado para a secretaria de gestão. O salário inicial é alto e tem o valor de R$7.542. As oportunidades são para os níveis: Fundamental, médio e superior. Esse concurso pode ser aprovado logo no início de 2019 e por isso o ideal é ficar de olho na confirmação e publicação do edital.

Concurso Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto

Esse concurso já foi autorizado e maio de 2018, e só falta os principais acertos para a publicação do edital. A princípio esse concurso terá 252 vagas. Que serão distribuídas da seguinte forma: 92 para nível superior, 5 para nível fundamental e 155 para nível médio. Esse concurso tem como objetivo a convocação remanescentes. O salário pode chegar a R$14.368,50. Esse é um ótimo concurso para quem deseja ter um emprego estável e com ótimo salário.

Concurso Receita Federal do Brasil

Esse é um concurso que está sendo muito esperado. E tudo indica que em 2019 ele será aprovado. O pedido já foi enviado para o planejamento. A princípio serão 5000 vagas. As vagas são para quem tem nível superior e os cargos são de Analista e Auditor. O salário inicial vai de R$11.132,21 até R$19.669,01. Por ser um cargo de nível superior, ele terá uma quantidade muito grande de vagas.

Concurso Companhia de Engenharia de Tráfego

Esse concurso já está prestes a ser confirmado e ele será muito disputado. Tudo indica que os números de inscrições serão acima do esperado. A princípio serão 500 vagas abertas e os salários serão altos, apesar de não terem sido revelados, serão diferentes tipos de cargos para pessoas com níveis diferentes de escolaridade.

Concurso Secretaria Estadual da Fazenda

Esse concurso já está com seu pedido aguardando a liberação. Tudo indica que isso aconteça até o meio do ano de 2019. Ele será um concurso disputado e bem difícil. Para se inscrever é preciso ter o nível superior, independente do cargo escolhido. Serão 435 vagas e o número de inscritos pode ser o maior de todos os concursos passados. Quem desejar uma das vagas precisa estudar muito.

Concurso Secretaria da Justiça e Segurança Pública

Esse concurso já está em fase de preparação e tudo indica que será aprovado e publicado até metade do ano de 2019. São 228 vagas para contratação inicial e entre elas estão os cargos: A área de psicologia (11 vagas), Analista de Medidas Socioeducativas (27 vagas) e Serviço Social (16 vagas.) Os salários não foram divulgados, mais certamente serão altos e bem atrativos.

Para se manter na frente da disputa por uma vaga em algum concurso público, é preciso fazer diferente da maioria dos candidatos. Não espere o concurso ser aprovado para começar a estudar. Pegue dicas de matérias em sites de concursos, monte seu cronograma de estudo e tenha foco e disciplina. Dessa forma as chances de aprovação são bem maiores.

Escrito por Cristiane Amaral

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 54 Média: 3.1]

Selecionados irão substituir os médicos cubanos que trabalhavam no programa.

Com o intuito de suprir a saída dos médicos cubanos do Programa Federal Mais Médicos, o governo divulgou um edital para todos os médicos com formação no Brasil, interessados em participar do programa.

O prazo para as inscrições será até o dia 25 de Novembro e podem ser realizadas através do website do programa: http://maismedicos.gov.br.

O valor estipulado para a bolsa será de R$ 11.865,60 e a seleção dos aprovados será feita através de análise curricular previamente enviada.

O governo tem pressa, após o encerramento das inscrições, toda a validação e análise de documentos será feita entre os dias 27 e 30 de Novembro, uma vez aprovados os candidatos podem ser apresentar nos locais escolhidos entre os dias 3 e 7 de Dezembro.

Fora este edital, haverá um novo processo de seleção para o mesmo programa federal (Programa Mais Médicos), porém, destinados especificamente para médicos com nacionalidade brasileira, com CRM e sem CRM, além de habilitar inscrição para médicos estrangeiros também. Neste novo edital em específico não existe prazo para encerramento das inscrições.

O próprio Ministério da Saúde alertou em nota no último dia 14 de Novembro a necessidade do Governo Federal em suprir a recente saída dos médicos cubanos em vista do encerramento dos seus contratos, possibilitando suprir o atendimento as populações carentes em todo país.

Como será a distribuição das Vagas

A oferta inicial de postos supera inclusive a quantidade de vagas anteriormente ofertadas que somavam 8.322 postos de trabalho, a distribuição para cada Região e Estado será oferecida da seguinte forma:

Região Norte

Estado do Acre: terá um total de 102 vagas a serem ofertadas;

Estado do Amazonas: terá um total de 292 vagas a serem ofertadas;

Estado do Amapá: terá um total de 73 vagas a serem ofertadas;

Estado do Pará: terá um total de 537 vagas a serem ofertadas;

Estado de Rondônia: terá um total de 152 vagas a serem ofertadas;

Estado de Tocantins: terá um total de 92 vagas a serem ofertadas;

Estado de Roraima: terá um total de 152 vagas a serem ofertadas.

Região Nordeste

Estado do Alagoas: terá um total de 131 vagas a serem ofertadas;

Estado da Bahia: terá um total de 822 vagas a serem ofertadas;

Estado do Ceará: terá um total de 429 vagas a serem ofertadas;

Estado do Maranhão: terá um total de 457 vagas a serem ofertadas;

Estado da Paraíba: terá um total de 126 vagas a serem ofertadas;

Estado de Pernambuco: terá um total de 414 vagas a serem ofertadas;

Estado do Piauí: terá um total de 201 vagas a serem ofertadas;

Estado do Rio Grande do Norte: terá um total de 139 vagas a serem ofertadas;

Estado de Sergipe: terá um total de 94 vagas a serem ofertadas.

Distrito Federal e Região Centro-Oeste

Estado do Distrito Federal: terá um total de 20 vagas a serem ofertadas;

Estado de Goiás: terá um total de 198 vagas a serem ofertadas;

Estado do Mato Grosso do Sul: terá um total de 110 vagas a serem ofertadas;

Estado de Mato Grosso: terá um total de 131 vagas a serem ofertadas;

Região Sudeste

Estado do Espírito Santo: terá um total de 210 vagas a serem ofertadas;

Estado de Minas Gerais: terá um total de 596 vagas a serem ofertadas;

Estado do Rio de Janeiro: terá um total de 220 vagas a serem ofertadas;

Estado de São Paulo: terá um total de 1.394 vagas a serem ofertadas.

Região Sul

Estado do Paraná: terá um total de 452 vagas a serem ofertadas;

Estado do Rio Grande do Sul: terá um total de 617 vagas a serem ofertadas;

Estado de Santa Catarina: terá um total de 253 vagas a serem ofertadas.

Autor: Carlos. B

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 3 Média: 3.7]

Concurso oferta 45 vagas para Professores em diversas áreas do conhecimento.

Para quem busca informações acerca dos editais de concursos públicos, é importante fazer saber que o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, o IFSP, está com as inscrições abertas desde o dia 5 de novembro. No processo, estão sendo ofertadas um total de 45 oportunidades para o cargo de Professor. A distribuição dessas ocorrerá nas unidades do instituto que estão instaladas no Estado em 20 cidades.

Se você ficou interessado e quer saber mais, fique ligado n as dicas que nós preparamos para você não ficar de fora.

Sobre as vagas do IFSP

As vagas para professores serão distribuídas entre as mais diversas áreas de conhecimento. São elas: arquitetura (2 vagas), educação física (1 vaga), biologia (1 vaga), eletroeletrônica/mecatrônica (3 vagas), eletrônica (2 vagas), engenharia civil (2 vagas), educação em pedagogia (4 vagas), eletrotécnica (2 vagas), segurança do trabalho (1 vaga), física (2 vagas), produção industrial (1 vaga), história (2 vagas), matemática (3 vagas), informática (4 vagas), geografia (2 vagas), português e espanhol (3 vagas), português e inglês (5 vagas), sociologia (3 vagas), português (1 vaga) e química (1 vaga).

A distribuição das vagas será feita nos campi do IFSP. Sendo assim, as cidades participantes são: Birigui, Registro, Jacareí, Cubatão, Presidente Epitácio, Campos do Jordão, Itaquaquecetuba, Tupã, São Miguel Paulista, Ilha Solteira, Sorocaba, Campinas, Boituva, Matão, Pirituba, Itapetininga, Avaré, Suzano, São José dos Campos e Jundiaí.

Conforme as informações divulgadas pelo instituto, a remuneração básica que é oferecida pelo IFSP é representada em valor em R$ 4.463,93. Considerando-se ainda a retribuição em termos de titulação acadêmica, esse salário poderá chegar a valores mais elevados, como R$ 9.600,92 para os candidatos com doutorado, R$ 6.668,20 para os candidatos com mestrado e em R$ 4.892,44 para os candidatos que tiverem uma especialização.

Como faço para me inscrever no concurso do IFSP?

É muito simples para se inscrever no concurso do IFSP. Para isso, basta acessar o site da instituição, no endereço eletrônico HTTPS://concursopublico.ifsp.edu.br. É válido lembrar que todas as candidaturas poderão ser registradas somente até a data limite de 2 de dezembro, no horário de Brasília das 20h.

Para as oportunidades abertas, é solicitado que seja feito o pagamento de uma taxa para efetivação da participação. O valor da taxa é de R$ 180, independente da área de interesse.

Quais as etapas do concurso do IFSP?

A primeira etapa do certame do IFSP tem a previsão de ocorrer no dia 3 de fevereiro de 2019. Na ocasião, será aplicada uma prova objetiva com um total de 40 questões sobre legislação e, ainda, conhecimentos pedagógicos, específicos e étnico-raciais. Vale lembrar que a aplicação do exame será realizada em cada um dos municípios que possui a oferta de vagas. Isso inclui, portanto, a capital. Porém, não haverá prova na cidade de São José dos Campos, precisando os candidatos se deslocarem para o município mais próximo. As demais fases que ocorrerão incluem a avaliação de desempenho de didática, com a divulgação da lista dos convocados a partir do dia 18 de fevereiro. Além disso, é preciso entregar a prova de títulos, para que seja realizada a análise correta desses. A entrega deverá ocorrer no mesmo dia em que forem realizadas as atividades que englobam a segunda etapa.

Com a validade total de 2 anos (24 meses), contando a partir da data de homologação de todos os resultados, o concurso do IFSP pode ainda ser prorrogado por uma vez, isso em caso de necessidade. Conforme é previsto no próprio edital da seleção, disponível no endereço https://concursopublico.ifsp.edu.br/editais/edital-7282018-docentes, a prorrogação do certame fica a critério somente da instituição que é responsável pelo mesmo.

Sobre o IFSP

Tido como uma autarquia federal, o IFSP teve a sua fundação em 1909, com o nome de Escola de Aprendizes Artífices. Com grande reconhecimento pela sua excelência em ensino público e gratuito e prezando pela qualidade, a transformação para o Instituto ocorreu em dezembro de 2008. A partir dessa mudança, o IFSP passou a destinar a porcentagem de 50% de suas vagas para cursos técnicos e, ainda, um mínimo de 20% para os cursos em licenciatura, focando principalmente para as áreas de Matemática e de Ciências. Por isso, quem quiser saber mais, pode acessar o site da instituição, no endereço https://www.ifsp.edu.br, e ficar por dentro de tudo.

Por Kellen Kunz

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 13 Média: 2.5]

Presidente do Órgão confirma realização de novo concurso público.

Recentemente, por meio da presidência do Tribunal Regional Federal da 3ª região, o TRF 3, setor que abrange os Estados de São Paulo e do Mato Grosso do Sul, foi declarado, mais precisamente no último dia 9, ao longo de uma apresentação junto ao ministro do Supremo Tribunal Federal, que haverá o novo projeto de reestruturação sobre a primeira instância do departamento da Justiça Federal, na qual se procederá de modo que o mesmo órgão, efetivamente, tenha necessidade de promover um novo certame público, no sentido de garantir a reposição de uma parte significativa de seu quadro de servidores.

Existe urgente carência de servidores em diversos setores e ainda não há possiblidade de novas nomeações, disse. Portanto, a meta está em que o próximo edital venha a ser publicado no decorrer do ano de 2019.

Conforme o conjunto de informações angariadas junto ao próprio setor de concursos destinados aos servidores, a próxima seleção ainda tramita em fase de análise e estruturação, para a posterior determinação das vagas a serem dispostas e as áreas de atuação nas quais serão abertos os postos, embora, até o presente momento, não exista uma data específica para conclusão do processo.

Mesmo assim, este processo de seleção está sendo aguardado desde o mês de abril, em que foi anunciado por meio da coordenação da Comissão de Acessibilidade e de Inclusão do órgão. Ao longo de uma reunião com a própria diretoria do setor de Sindicato dos Trabalhadores do órgão do Judiciário Federal do Estado de São Paulo, o Sintrajud.

Naquele evento, a autoridade responsável fez adiantar a informação que o TRF estaria encarregado de reservar um valor entre 6 e 8 milhões dentro do orçamento de 2018, destinados à realização do novo processo seletivo.

Assim, a intenção da organização é a de que todos os preparativos para o próximo processo seletivo sejam iniciados em tempo hábil, dado que a validade do último grande concurso público para os mesmos cargos, realizado no ano de 2013, terminou no dia 25 de abril. Após esse período, o mesmo órgão fez realizar outro concurso, no ano de 2015, porém, somente para algumas áreas específicas no setor de técnicos e de analistas.

Embora ainda não tenham sido apresentadas maiores informações sobre os cargos e as vagas a serem elencados no novo certame público, ou seja, nenhum dos casos esteja confirmado até agora, a tendência é a de que tais cargos se destinem para as mesmas opções do concurso realizado em 2013, destinado às carreiras de técnico e de analista judiciário, previamente reservadas aos candidatos com formação em nível médio e nível superior.

Portanto, as três principais áreas prestes a formar o rol de funções a ser abertas no próximo processo de seleção, está a função de técnico judiciário, no setor administrativo, que exige apenas ensino médio; a função de analista judiciário, na área administrativa, voltada aos concorrentes que possuam formação em nível superior em quaisquer áreas; e na função de analista judiciário no setor judiciário, voltada aos concorrentes que possuam formação na área de direito.

Os valores das remunerações iniciais, na atualidade, estão em 8.178,65 reais para os servidores técnicos e em 12.852,49 reais para os servidores analistas, acrescidos do auxílio-alimentação no valor de 884 reais por mês.

Este é um dos concursos público mais aguardados neste ano. Portanto, todos os interessados deverão manter-se atualizados.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 29 Média: 3.3]

Certame prevê ofertar 367 vagas de emprego em diversos cargos.

Nova oportunidade de cargos efetivos por meio de concurso público está próxima de ser realizada.

Trata-se do edital do concurso para provimento de cargos no Departamento de Infraestrutura de Transportes, o Edital do Concurso DNIT de 2018. O projeto está em análise. O órgão protocolou a solicitação oficial de autorização para o certame diretamente no departamento do Ministério do Planejamento, do Orçamento e de Gestão. A meta é iniciar o concurso o quanto antes.

O pedido registrado para realização do concurso em questão, abrangeu e ainda abrange um total de 367 postos, a serem distribuídos em cargos que exigem formação em nível médio e nível superior.

Os vencimentos estão entre os valores de R$ 4.829,56 e R$ 10.826,82. O departamento DNIT pretende divulgar, por meio de seus responsáveis, a abertura do certame assim que a concessão do Ministério do Planejamento for efetivada. Este quantitativo de postos está muito inferior ao concurso anterior, para o qual foram abertas em torno de 1.386 vagas.

Este mesmo processo de seleção promovido pelo DNIT está destinado ao preenchimento de vagas nos seguintes cargos: setor de Técnico Administrativo, com 18 vagas; de Técnico de Suporte em Infraestrutura de Transporte, com 119 vagas; cujo requisito é para nível médio. Para o cargo de Analista Administrativo serão 116 vagas e de Analista em Infraestrutura de Transporte também, sendo que os dois setores têm exigência de formação nível superior.

Sobre os requisitos dos cargos neste próximo Concurso para o DNIT, Departamento de Infraestrutura de Transportes, são os seguintes:

A – Cargo no setor de Analista em Infraestrutura de Transportes, especialização na área Ambiental: necessário curso superior concluído;

B – Cargo no setor de Analista em Infraestrutura de Transportes, especialização em Geoprocessamento: necessário curso superior concluído;

C – Cargo no setor de Analista em Infraestrutura de Transportes, especialização em Engenharia Civil: necessário curso superior concluído, graduação na área de Engenharia Civil. Neste caso, todo candidato terá o dever de apresentar o devido Registro no CREA, dentro da modalidade de Engenheiro Civil, com o Processo de autuação já realizado pelo próprio CREA;

D – Cargo no setor de Analista Administrativo, com especialização Contábil: necessário curso superior completo na área de Ciências Contábeis, e também o Registro em CRC, dentro da modalidade de Contador;

E – Cargo no setor de Analista Administrativo, na especialização de Tecnologia da Informação: necessário curso superior completo, com graduação na área de conhecimento de Informática;

F – Cargo no setor de Analista Administrativo, especialidade na área Administrativa: necessário curso superior concluído, no nível da graduação;

G – Cargo no setor de Suporte em Infraestrutura de Transportes, experiência em Estradas: necessário o diploma de ensino médio ou um certificado equivalente, como no caso do diploma de antigo 2º grau;

H – Cargo no setor de Técnico de Suporte na Infraestrutura de Transportes, especialidade em Laboratório: necessário diploma de ensino médio, junto do diploma de Curso Técnico na área de Laboratório;

I – Cargo no setor de Técnico de Suporte na Infraestrutura de Transportes, especialidade em Topografia: necessário diploma de ensino médio, junto ao diploma de Curso Técnico na área de Topografia;

J – Curso no setor de Técnico Administrativo, especialidade na Área Administrativa: necessário diploma de ensino médio ou certificado equivalente, tal como o antigo diploma de 2º grau.

Assim, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, ou DNIT, consiste no principal órgão executor dentro do Ministério dos Transportes. Estabelecido no ano de 2002, com a função de desempenhar tarefas relacionadas à construção, à manutenção e à operação na infraestrutura dentro dos segmentos do Sistema Federal de Viação e tudo sob a administração direta dos principais setores da União, na escala rodoviária, ferroviária e aquaviária.

Por Paulo Henrique dos Santos

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 2.8]

Concurso terá vagas para cargos que exigem o Nível Fundamental, Médio, Técnico e Superior de ensino.

O Conselho Regional de Administração do Paraná abrirá vagas bastante interessantes para quem deseja conseguir um emprego estável.

O concurso, portanto, é uma chave boa para todas as pessoas que querem não apenas um salário considerado formidável como a possibilidade de desenvolver sua carreira através do concurso.

As considerações iniciais são válidas para os diferentes níveis do CRA-PR, portanto, pessoas de qualquer nível educacional podem tentar uma vaga cativa, ou seja, desde o nível fundamental até mesmo o superior.

Inscrições e valores

Os valores do nível fundamental são cerca de R$30, médio R$55, médio ou técnico R$60 e pessoas que já possuem pelo menos um diploma o valor é de R$70.

Apesar dos valores serem diferenciados, é uma chance única para quem deseja ter um cargo que poderíamos colocar como primordial para qualquer profissional.

Provas

As provas são como qualquer outro vestibular, não basta apenas compreender o conteúdo e após realizar a prova, esquecer completamente o que estudou. É necessário: dedicação, perseverança e principalmente foco naquilo que acredita.

No concurso de 2019 serão disponibilizadas cerca de 120 questões, ou seja, dois terços do que normalmente são cobrados pelo ENEM. A prova abordará conhecimentos gerais e específicos na área em que for atuar, por isso, todo cuidado é pouco para não perder a vaga.

Diante a um cenário que é considerado difícil em que se passa a economia brasileira, profundas transformações políticas e sociais cada vez mais polarizadas, a imparcialidade poderá ser o ponto de partida para se dar bem no concurso.

Meios como leitura gradual e efetiva todos os dias podem diminuir um pouco o cansaço proporcionado que são normalmente as provas de um concurso de maneira geral. Quando chegar perto ao dia do exame, tenha consciência de tudo aquilo que estudou e dê uma pausa de dois a três dias, para chegar ‘inteiro’ na realização da prova.

Cargos

Um dos atrativos que levam normalmente o candidato a prestar o concurso é o valor oferecido e por isso, a dificuldade a cada ano só aumenta, devido à complexidade das questões e da qualidade oferecida dos candidatos dos mais variados perfis, por isso essa intensa disputa é que nem quando consegue finalmente entrar em uma faculdade: disputado do início ao fim.

Para o nível fundamental é oferecido o cargo de auxiliar de serviços gerais, com salário que pode chegar a R$1.381,91. No nível médio apenas para auxiliar administrativo o salário é de cerca de R$1.768,96. Quem possui um técnico em seu currículo poderá concorrer a vaga de assistente contábil, recebendo cerca de R$2.691,68.

Por fim, quem tem já uma certa bagagem, ou seja, quem tem já seu diploma poderá concorrer as vagas de analista de sistemas e advogado, ambos com remuneração de R$4.303,07.

O último concurso foi realizado em 2012

Apesar do último concurso ter sido realizado há 6 anos, o edital que foi informado seguiu os mesmos moldes que serão feitos para a realização do mesmo agora para 2019.

As provas que foram realizadas em 2012, tiveram questões de Língua Portuguesa, Matemática, Legislação, Noções de Informática, Raciocínio Lógico e dos já mencionados Conhecimentos gerais e específicos.

Os benefícios também fazem parte de um processo considerado ótimo, já que contém Vale Transporte, Seguro de Vida, Plano de Saúde e Plano Odontológico.

Diante dessas possibilidades, agarrar esta chance é única seja no âmbito profissional quanto pessoal, enriquecendo não apenas em seu currículo, mas também um respeito admirável que muitas pessoas começarão a fazer a partir do momento em que passar.

As credenciais para quem passa são muitas e no atual momento de globalização, o status adquirido seria uma das chaves que as pessoas avaliam a questão do caráter e da sua capacidade de exercer qualquer tarefa ou trabalho que desempenhado.

O concurso abre muitas portas, mas gera tanta inveja nas pessoas que seria interessante cuidado com sua própria imagem, desgastando menos possível com a objetividade e responsabilidade social do que passou foi um dos melhores prêmios que poderia receber em sua vida.

Por Thalles Cakan

Concurso

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 25 Média: 2.8]

Seleção deverá ofertar quase 1.500 vagas.

Nas próximas semanas deve ser divulgado o concurso para Polícia Civil do estado do Ceará. Diante disso, haverá oportunidades consideradas bastante amplas e que exigem o máximo de atenção ao candidato que irá concorrer uma dessas vagas.

A oferta inicial é significativa, pois contará com um total de 1.496 vagas, entretanto, não divulgaram a quantidade específica que cada cargo terá.

Como foram as provas realizadas no último concurso do órgão

Um dos cargos que eram ofertados no último concurso realizado em 2014 foi para inspetor e escrivão.

Os salários eram por volta de R$2.946,19 para escrivão e inspetor e R$14.592,39 para delegado.

Nesta prova continha as disciplinas como língua portuguesa, informática, direito constitucional, direito administrativo, direito penal, direito processual penal e legislação penal.

Neste sentido, a prova não é das mais simples, pois envolve paciência, ler e reler diversas vezes para colocar a resposta correta, caso contrário devido ao nível de exigência da prova, poderá ser sucumbido pelo cansaço e pela má administração do tempo ofertado.

As questões muita das vezes te deixa perplexo, pois envolve não apenas a vontade de passar no concurso, mas sim uma disciplina muito direcionada a uma ‘leitura com qualidade’, ou seja, não adianta ler e não compreender de maneira rápida e precisa, pois durante a prova perderá todos os macetes que poderiam ser utilizados para encontrar a resposta correta com mais facilidade.

A resposta para tudo isso define o futuro do candidato, responder todas as questões, principalmente da Constituição Brasileira, exige plano estratégico que serviria como facilitador para aprender com mais esmero, sem o famoso ‘decoreba’ nos concursos, já que a maioria utiliza esse artifício para conseguir se classificar.

Após a classificação das provas objetivas, o selecionado terá que passar por mais uma etapa, a seleção da formação profissional.

Além da própria formação profissional, as condições foram realizadas nos exames de psiquiatria para ver se estava apto a conseguir exercer as funções desempenhadas, além da digitação ser rápida e eficiente para o cargo selecionado. As questões físicas também foram analisadas.

Para o cargo de delegado, além das questões mencionadas para o cargo de inspetor e escrivão, o exame ainda contou com análise de desempenho nas seguintes áreas: medicina legal, direitos humanos, direito civil, direito processual civil, direito tributário, legislação ambiental, criminologia, legislação especial, peças processuais e questões discursivas.

O cargo de delegado pode ser um facilitador na construção de carreira, por isso, se preparar do início ao fim é fundamental para quem almeja um cargo de tamanha relevância como este. Os desafios de ler, interpretar, compreender, ir a fundo dos direitos e deveres das pessoas.

O delegado pode desempenhar um papel importante na sociedade, combatendo e auxiliando nos processos gerais que acompanham os índices de criminalidade, sendo um aliado para a população que pode contar.

Concurso 2019

Espera-se que a licitação seja promulgada brevemente, para que os candidatos possam concorrer a esses 3 importantes cargos.

Outro fator que deve ser analisado neste concurso de 2018 será a liberação do dinheiro na realização do concurso, cerca de R$ 4,5 milhões.

A busca por novas conquistas e desafios em sua carreira dignifica qualquer candidato, seja ele experiente ou não. Buscar sua colocação no mercado, compreender os desvios padrões que a sociedade insiste em cometer, desacreditando das possibilidades existentes que um concurso em si oferece para a vida e para o mundo em questão.

O concurso molda o profissional nas diferentes áreas, desde o psicológico até a organização fundamental que se passa no dia-a-dia, seja um simples bocejar a um boa noite. A tão sonhada disciplina é traduzida no concurso através de pequenos fatos e atos que todos precisamos para conquistar todos os objetivos que pretendemos atingir algum dia. Não necessitamos de opiniões, precisamos de atitude capaz de transformar qualquer lugar onde esteja.

Thalles Cakan

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 25 Média: 2.9]

Inscrições até o dia 29 de novembro de 2018.

Localizada no litoral sul do Estado de Santa Catarina, o Município de Garopaba abre inscrições para um concurso público através de sua Prefeitura Municipal, com o intuito de preencher 114 postos temporários, além da formação de um cadastro de reserva (identificado pela sigla CR), podendo prover futuras oportunidades para os candidatos já aprovados.

Pré-requisitos

Os pré-requisitos para as vagas são divididos em três níveis;

Alfabetizados

Todos os interessados somente com o grau de alfabetização podem se candidatar às vagas de:

  • Merendeira, sendo disponibilizada 10 vagas mais aquelas destinadas ao cadastro de reserva (CR), com salários iniciais de R$ 976,39;
  • Servente, sendo disponibilizada 22 vagas mais aquelas destinadas ao cadastro de reserva (CR), com salários iniciais de R$ 976,39;
  • Motorista habilitados na categoria “D”, sendo disponibilizadas 6 vagas mais aquelas destinadas ao cadastro de reserva (CR), com salários iniciais de R$ 1.352,76.

Ensino Médio

  • Todos os interessados com nível de escolaridade de ensino médio, além do magistério, podem se candidatar a vaga de professores, com vencimentos iniciais de R$ 1.227,67 optando pela jornada de trabalho de 20 horas semanais ou com vencimentos iniciais de R$ 2.455,35 se optarem pela jornada de trabalho de 40 horas semanais.

Nível Superior

Já os interessados com nível de escolaridade de grau superior, podem se candidatar a vaga de professores, sendo oferecidas as vagas de:

  • Professores com licenciatura, são disponibilizadas 45 vagas mais aquelas destinadas ao cadastro de reserva;
  • Professores para Contação de Histórias e também Musicalização, são disponibilizadas 16 vagas mais aquelas destinadas ao cadastro de reserva;
  • Professores voltados ao ensino das disciplinas de Artes, Ciências e Educação Física, são disponibilizadas 9 vagas mais aquelas destinadas ao cadastro de reserva;
  • Professores voltados ao ensino das disciplinas de Geografia, História e Língua Inglesa, são disponibilizadas 6 vagas mais aquelas destinadas ao cadastro de reserva;

Além disto, o edital prevê a formação de cadastro de reserva para professores das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática.

Todas as remunerações para estas vagas partem dos R$ 638,39, podendo chegar até os R$ 2.553,57, dependendo do cargo e função.

Inscrições e Prazos

Todas inscrições podem ser feitas até o dia 29 de Novembro de 2018, os candidatos devem realiza-las exclusivamente através do site: www.iobv.org.br (do Instituto O Barriga Verde).

Para os interessados nas vagas cuja formação escolar é somente o grau de alfabetização, a taxa cobrada será de R$ 43,50, para as vagas de ensino médio o valor passa para R$ 73,50, por último os candidatos interessados em cargos com exigência do nível superior o valor será de R$ 93,50.

O edital prevê uma avaliação composta por uma prova de forma objetiva, com o intuito classificatório e também eliminatório. A avaliação é composta por 5 disciplinas: disciplina de matemática, língua portuguesa, conhecimentos gerais em conjunto com conhecimentos específicos, além de informações sobre atualidades.

A prova será aplicada no próprio município, na data de 9 de Dezembro de 2018, tanto o local como os horários serão divulgados através das informações do edital.

Em especial para os cargos de Motorista, será necessário a aplicação de uma prova prática adicional com caráter eliminatória.

Os cargos de nível superior também vão requerer uma análise de títulos oferecidos pelos candidatos, este com o intuito classificatório.

Um pouco mais da Cidade de Garopaba

O município catarinense de Garopaba é famoso por suas belas praias, atraindo até 140 mil turistas no verão, sua economia é baseada na agricultura familiar, pesca artesanal, construção civil, comércio, indústria de confecções, além do próprio turismo.

O nome Garopaba é de origem indígena e pode significar tanto enseada de barcos como também lugar de barcos pela cultura popular.

Maiores informações, convidamos a todos a visitarem a cidade: https://www.garopaba.sc.gov.br/.

Autor: Carlos. B

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 8 Média: 2.6]

Seleção ainda aguarda o aval e deverá contar com mais de 1.300 vagas.

O segundo semestre de 2018 está próximo do fim, porém, um novo e importante processo seletivo está próximo de iniciar.

Trata-se do novo concurso público para o provimento de cargos, que será promovido pelo Ministério do Planejamento, do Desenvolvimento e da Gestão, o MPDG, o qual mantém em avaliação a anterior solicitação encaminhada para a realização do concurso do Ministério da Fazenda, o MF, que ocorreu no ano 2017. O pedido em questão estabelece um total de 1.301 postos de trabalho, dentro de seu quadro de pessoal.

Este processo de seleção tem certa urgência devido à grande quantidade de servidores no MF. Na atualidade, existem mais ou menos 3.148 postos vagos, dos quais 2.254 referentes às funções em nível médio e as demais 894 destinadas ao ensino superior.

A totalidade dos cargos disponíveis neste certame do Ministério da Fazenda serão distribuídas conforme segue: na função de assistente técnico administrativo, 904 vagas; de analista técnico administrativo, 257 vagas; de arquiteto,12 vagas; de arquivista, 9 vagas; de bibliotecário, 12 vagas; de contador, 53 vagas; de engenheiro, 15 vagas; de enfermeiro, 5 vagas; de pedagogo, 6 vagas; de psicólogo, 6 vagas e de técnico em comunicação social, com 22 vagas.

Todos os interessados em concorrer ao posto na função de assistente terão o dever de apresentar ensino médio completo, ao passo que nas demais funções serão aceitos concorrentes de nível superior nas mais diversas áreas de atuação. As remunerações iniciais, atualmente, estão entre 3.953,68 e 6.388,27 reais, acrescidos do vale-alimentação no valor de 458 reais.

Outras vagas que estão sendo consideradas para o quadro de pessoal do MF, constituem mais 3.040 oportunidades destinadas entre os demais órgãos atrelados. Neste caso, todas as vagas se destinam aos níveis médio e superior.

Estão reservadas para Receita Federal em torno de 630 vagas ao cargo de auditor-fiscal e mais 1.453 vagas ao cargo de analista tributário; para o cargo de auditor federal de finanças e controle, são 30 vagas e para técnico de finanças e controle são 70 vagas, por fim, para a função de procurador da Fazenda, são 240 vagas.

Com relação ao departamento de Comissão de Valores Mobiliários, estão sendo contempladas 16 oportunidades destinadas à carreira de inspetor, com 30 ao cargo de analista e mais 82 para função de agente executivo.

No setor de Superintendência de Seguros Privados, ou Susep, serão 55 vagas ao cargo de analista técnico. Com relação às demais profissões, as vagas se destinam ao quadro de Superintendência Nacional de Previdência Complementar, ou Previc: cargo de especialista em previdência social, 48 vagas; de analista administrativo, 23 vagas; de técnico administrativo, 39 vagas; de administrador, 11 vagas e atuário, 7 vagas.

Sobre onde as vagas serão lotadas, conforme o concurso realizado em 2014, seguem as informações:

Nos estados do Acre, com 18 vagas; de Alagoas, com 14 vagas; do Amazonas, com 28 vagas; do Amapá, com 6 vagas; da Bahia, com 80 vagas; do Ceará, 53 vagas; do Espírito Santo, com 14 vagas; Goiás, com 31 vagas; do Maranhão, com 30 vagas; de Minas Gerais, com 101 vagas; do Mato Grosso do Sul, com 34 vagas; do Mato Grosso, com 27 vagas, do Pará, com 55 vagas; da Paraíba, com 20 vagas; de Pernambuco, com 52 vagas; do Piauí, com 17 vagas; do Paraná, com 97 vagas; do Rio de Janeiro, com 61 vagas; do Rio Grande do Norte, com 17 vagas; de Rondônia, com 13 vagas; de Roraima, com 8 vagas; do Rio Grande do Sul, com 155 vagas; de Santa Catarina, com 74 vagas; de Sergipe, com 9 vagas e do Tocantins, com 12 vagas.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 19 Média: 2.8]

Seleção conta com vagas para todos os níveis de escolaridade.

A Prefeitura de Guarapuava, no estado do Paraná, lançou um novo edital para preenchimento de 71 vagas para diversos cargos, além de uma seleção prévia para formação de um cadastro de reserva (CR).

Vamos aos detalhes abaixo!

Pré-requisitos

Os pré-requisitos para as vagas são divididos em três níveis de escolaridade.

1. Para candidatos com Ensino Fundamental

Os interessados que possuírem somente o ensino fundamental em sua base curricular podem concorrer as vagas:

  • Auxiliar com funções Operacionais, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Auxiliar para Saúde Bucal, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Eletricista, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Marceneiro, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Mecânico, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Motorista para Ambulância, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Motorista para Veículos Leves, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Motorista para Veículos Pesados, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Operador para Motoniveladora, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Operador para Retroescavadeira, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Operador para Rolo Compactador, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Operador para Servente de Obras, sendo disponibilizada 3 vagas mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);

2. Para candidatos com ensino médio ou com formação técnica através de cursos específicos.

Os interessados que possuírem o ensino médio ou com algum curso técnico podem concorrer as vagas:

  • Agente de Saúde Comunitário e Agente para Combate às endemias, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Agente de Trânsito, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Agente Social e Atendente para o Educando, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Fiscal para Estacionamento Rotativo, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Fiscal Geral, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Oficial para à área administrativa, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Secretária Escolar, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Técnico para a Segurança do Trabalho, Técnico com especialidade Agrícola, Técnico Dentário, Técnico em Saúde Bucal, somente vagas destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);

3. Para candidatos com ensino superior

Os interessados que possuírem o ensino superior podem concorrer as vagas:

  • Analista de Sistemas e Analista Social, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Analista Imobiliário, Biomédico, Cirurgião na especialidade Dentista, sendo disponibilizada 10 vagas mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Cirurgião Dentista com especialidade em Endodontia, Cirurgião Dentista com especialidade em Periodontia e Contador, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Enfermeiro, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Engenheiro Agrônomo e Engenheiro Ambiental, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Engenheiro Civil, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Engenheiro Químico, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Farmacêutico e Bioquímico, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Fiscal em Caráter Tributário, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Fisioterapeuta, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Fonoaudiólogo e Médico Generalista para ESF, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Médico Generalista para o Pronto Atendimento, sendo disponibilizada 5 vagas mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Médico Generalista para o Pronto Atendimento, sendo disponibilizada 5 vagas mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Nutricionista e Pedagogo Social, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Procurador, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Professor, sendo disponibilizada 20 vagas mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Professor para atendimento educacional com especialidades, Professor de Educação Física e Psicólogo, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);
  • Veterinário, sendo disponibilizada 1 vaga mais as destinadas ao cadastro de reserva do edital (CR);

As remunerações vão desde R$ 1.043,11 até os R$ 10.753,83.

Inscrições e Prazos

Serão aceitas as inscrições no prazo de 19 de Novembro até o dia 6 de Dezembro, através do site da FAUEL (www.fauel.org.br). Os interessados deverão desembolsar valores entre R$ 60 e R$ 100,00, dependendo do cargo pretendido.

As provas acontecerão nos dias 27 de Janeiro e 3 de Fevereiro de 2019 e será uma prova com questões de múltipla escolha sobre diversas disciplinas como matemática, língua portuguesa e informática.

Boa sorte a todos interessados.

Autor: Carlos. B

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 2.5]

Certame deverá ter a Organizadora confirmada ainda em novembro.

Pode começar a estudar, pois está previsto o concurso do Ministério Público do Ceará (MP-CE) e a expectativa é que o edital seja divulgado ainda este ano. A banca responsável pelo concurso deve ser definida ainda em novembro, por isso, os interessados não devem perder tempo e começar os estudos.

A comissão para a realização do concurso foi definida no mês de agosto e o certame vai oferecer oportunidades para o cargo de técnico (nível médio) e analista (nível superior). A remuneração inicial é de R$ 2.935,08 para Técnico e de R$ 4.815,59 para Analista.

Último concurso MP-PE

O último concurso do MP-PE foi organizado pela banca Fundação Carlos Chagas (FCC) e ocorreu em 2013. Na oportunidade, ofereceu chances para a carreira de Técnico Ministerial em área específica e Analista para áreas de Direito e também de Ciências de Computação.

A prova de Técnico contou com nada menos que 70 questões, sendo divididas em 30 para conhecimentos gerais, sendo 20 de português e 10 de informática, e o restante de conhecimentos específicos, que teve peso 2. A parte geral teve peso 1.

Para o cargo de Analista com formação em direito, a prova contou com 70 questões, sendo 30 de conhecimentos gerais (20 de língua portuguesa e 10 de informática) e o restante da parte específica. Para a área de Analista de Computação, também foram cobradas 70 questões, sendo 30 de conhecimentos gerais (20 de português e 10 de inglês técnico) e 40 que foram sobre conhecimentos específicos.

Concurso MPE-PE: como estudar?

O edital está previsto para ser divulgado ainda este ano, logo, você deve começar a sua preparação o quanto antes, para ganhar tempo e conhecimento nas disciplinas.

O primeiro passo é montar um planejamento para organizar a sua rotina. Escreva os seus horários de trabalho, faculdade e compromissos “obrigatórios”, que você tem durante a semana. Isso vai ajudar você a manter o foco nos estudos.

O seu planejamento deve ser composto por teoria, revisão e exercício. Por meio das revisões e repetições, é que você vai manter o conteúdo na sua memória e não se esquecer de nenhum detalhe como prazos e regras, por exemplo.

Os exercícios são essenciais para você conhecer o estilo da banca, os assuntos mais cobrados e os tipos de questões que são mais recorrentes. Faça uma lista dos tópicos que mais surgirem, assim você pode organizar a sua revisão de reta final, por exemplo.

O segredo do sucesso é a constância nos estudos. Por isso, estude com dedicação, compreensão e vontade. Não se deixe ficar desanimado, pelo contrário: lembre-se de que é isso que vai mudar a sua vida e de toda a sua família.

O último edital do concurso MP-PE foi a banca FCC, por isso, faça o seu cronograma inicial de acordo com o último edital que foi divulgado pelo certame.

O edital do MP-PE saiu? É o momento de você refazer todo o seu planejamento e se dedicar ainda mais para conquistar uma das vagas do concurso. Tenha foco total e saiba o que você quer de verdade para estudar com convicção e muita determinação.

Não abra mão de fazer atividade física. A rotina de estudo pode ser muito exaustiva e o treino vai ajudar você a manter a forma, a aliviar o estresse, a evitar a ansiedade e o nervosismo, além de ajudar na memorização.

Invista em bons materiais. Compre apostilhas que sejam específicas para o concurso e que sejam elaboradas de acordo com o edital publicado. Cuidado com materiais antigos ou muito desatualizados.

Evite comentar com as pessoas que está estudando para concurso público. Durante a sua preparação, dê o seu melhor para conseguir o seu objetivo. Bons estudos e sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 2]

Oportunidades serão direcionadas para o público com nível médio completo.

Terra de grandes poetas, escritores e músicos, Belo Horizonte, realizará mais uma vez um concurso público voltada para os guardas municipais.

A primeira exigência é que se tenha ao menos o ensino médio completo, para que possa desempenhar com maior facilidade as funções mediantes ao cargo das pessoas que passarem no concurso.

A partir disso é necessário ter um bom conhecimento das principais matérias que são cobradas nos mais variados concursos, incluindo para os guardas municipais.

A possibilidade de uma boa remuneração induz ao participante a mesma preparação para qualquer vestibular, ou seja, disciplina é fundamental para quem deseja o sucesso em caso de sua classificação para a função de guarda municipal. Ter obediência, foco e responsabilidade é a chave para que suas chances aumentem gradativamente. Ler bastante também é interessante ao ponto que seus concorrentes não terão a mesma ‘disposição’ e paciência para reler no tempo necessário, trazendo consigo mesmo a certeza que fizeste uma boa prova.

Remuneração e processo seletivo

O salário base é por volta de R$ 2.801,29, considerando já os pré-requisitos perante ao serviço, que é classificado como de risco, cerca de R$ 722,91 e gratificação para quem puder cobrir horário integral, em torno de R$ 271,09.

No atual momento, quem deseja ser guarda municipal precisa avaliar os riscos que estão por trás de todo concurso, se está preparado psicologicamente em casos mais graves de assaltos, problemas com a violência urbana, que só cresce nas cidades, entre outros que podem agravar ao longo do tempo de serviço prestado a prefeitura.

Ao todo serão cinco fases que os participantes que desejam entrar como guarda municipal deverão passar, entre elas: provas objetivas, análise de títulos, capacidade física, sindicância social e por último a avaliação psicológica, esta última derruba quase a metade dos candidatos.

Vale recordar que para passar na prova de aptidão física, é necessário fazer flexões, corrida de 400 metros e barra horizontal para os homens, as mulheres, porém, deverão realizar barra vertical.

Esta seleção contará com a possibilidade de serem preenchidas 2000 vagas, 500 de início imediato e as restantes por meio do cadastro reserva pessoal.

Provas

As provas em si se assemelham bastante aos demais concursos realizados por todo Brasil, com 50 questões.

As avaliações contarão com questões de de língua portuguesa (cerca de 10 questões), legislação (20 questões), informática (5 questões), geografia urbana e história de Belo Horizonte (7 questões cada um, este último assunto é interessante estudar bastante, principalmente dos que não nasceram na cidade, pois é critério de eliminação).

Último concurso foi realizado em 2009

Interessante ressaltar que o último concurso foi realizado há 10 anos, por isso, quem estiver com fome por emprego e estiver melhor preparado psicologicamente, intelectualmente e fisicamente, tende a conseguir o tão sonhado emprego.

Diante dessas questões é necessário acima de tudo comprometimento, perseverança, foco e não exagerar na quantidade de exercícios que são feitos para ajudar a memorizar todo conteúdo aprendido na sala de aula. O que importa é qualidade e não ‘se matar’ de estudar, cada um sabe o quanto cada um aguenta.

Em 2009 a prova continha 50 questões, com 15 questões de língua portuguesa, 15 de legislação, 10 de geografia urbana e da história de Belo Horizonte.

Em um breve comparativo, aumentou cinco questões de legislação, diminuiu cinco questões de língua portuguesa, três de geografia urbana e da história da capital de Minas Gerais e não possuía questões de informática.

Naquela ocasião foram ofertadas 600 vagas, sendo esmagador a quantidade oferecida para os homens do que para as mulheres, 570 contra 30 do público feminino. Oportunidade única de quem quer uma recolocação no mercado de trabalho ou até mesmo a chance de conseguir um grande emprego.

Thalles Cakan

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 62 Média: 3.2]

Seleção deverá ofertar 94 vagas. Banca Organizadora será divulgada em breve.

O segundo de semestre de 2018 está próximo do fim, porém, novas oportunidades de cargos estáveis, por meio de processos seletivos, estão prestes a serem ofertados ao público geral de estudantes e profissionais.

Recentemente foi anunciado que o Departamento Estadual de Trânsito do Estado do Espírito Santo, o Detran-ES, está próximo de confirmar o nome da banca responsável pela organização do próximo concurso público, que será promovido pelo órgão. Este é um dos processos de seleção mais aguardados deste ano, embora a sua realização efetiva se dê, provavelmente, no próximo ano, de 2019.

De acordo com as informações angariadas no setor, o concurso em questão foi anunciado por meio do gabinete do governo daquele Estado, desde o dia 20 de agosto. Este processo seletivo pretende contar com uma oferta de mais ou menos 94 postos de trabalho nos setores do órgão, dos quais 80 vagas se destinam ao cargo de assistente de trânsito e as demais 14 vagas se destinam ao cargo de analista de trânsito.

Entretanto, todos deverão aguardar a definitiva determinação da empresa que estará encarregada da responsabilidade pela realização das provas objetivas e demais detalhes do processo. Somente depois da conclusão desta fase é que será possível uma confirmação precisa da data de liberação do documento de edital para a abertura oficial do período de inscrições.

Sobre os cargos e as remunerações em cada área, as informações são as seguintes:

Com relação ao cargo na área de assistente, toda pessoa interessada em concorrer deverá apresentar, necessariamente, a posse de formação integral, no mínimo, em ensino médio. A remuneração inicial, neste caso, está no valor de 2.409,75 mil reais.

Para o cargo na função de analista, todos os futuros interessados deverão apresentar a posse de formação em nível superior, no mínimo, sendo que serão aceitos cursos nas mais diversas áreas. A remuneração inicial, neste caso, está no valor de 5.179,94 mil reais.

Com relação ao cargo na função de analista, normalmente são exigidos diplomas de formação acadêmica nas seguintes áreas, para o devido ingresso: curso na área de administração; curso na área de análise de sistemas; curso de ciências da computação; curso de arquitetura; curso de economia; curso de psicologia e curso de serviço social, entre outras áreas atreladas.

O histórico do último concurso realizado indica o seguinte:

O anterior processo de seleção para vagas no órgão do Detran-ES, foi realizado no ano de 2010. Naquela ocasião, o evento promoveu um número restrito de 50 vagas, das quais 20 estavam destinadas ao cargo de assistente técnico de trânsito e as demais 30 se destinaram ao cargo de técnico superior, dentro da área de administração; na área de direito; na área de análise de sistemas; na área de contabilidade; na área de estatística; na área de jornalismo e na de psicologia.

A função de banca organizadora ficou nas mãos do Cespe/UnB.

As provas consistiram em cadernos distribuídos para candidatos de todas as classes, contando com 120 questões objetivas, das quais 50 sobre os conhecimentos básicos e as demais 70 versando sobre os conhecimentos específicos. Para o caso dos concorrentes com formação acadêmica em nível superior, foram cobradas mais duas questões discursivas versando sobre os conhecimentos específicos.

Para o caso dos concorrentes munidos de certificado de formação técnica, suplementada de ensino médio, a parte da prova sobre conhecimentos gerais abrangeu o seguinte conteúdo: matéria de língua portuguesa; sobre informática e em raciocínio lógico. Sobre os devidos conhecimentos específicos, foram cobradas questões em administração pública e em legislação de trânsito.

Para os candidatos com nível superior de formação acadêmica, a parte sobre os conhecimentos básicos incluiu matéria de língua portuguesa; de informática; de raciocínio lógico; em administração pública e em legislação de trânsito.

Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 16 Média: 3.1]

Vários Estados do Brasil estão com concursos autorizados para o DETRAN.

O DETRAN oferece muitos serviços indispensáveis, entre eles: emissão de documentos de identificação, emissão da Carteira Nacional de Habilitação, credenciamento de empresas fornecedoras de placas para automóveis e licenciamento dos despachantes de trânsito. Além disso, o Detran ainda é responsável pela fiscalização do cumprimento das leis que regem o trânsito, avalia a condição física, psicológica e mental dos motoristas, entre outras atribuições.

Com sedes em todos os estados e no Distrito Federal, o Detran possui centenas de servidores na prestação de serviços a população. Apesar disso, a falta de funcionários é a maior dificuldade que a instituição enfrenta atualmente.

A principal causa do desfalque de funcionários é a falta de novas contrações para substituir o grande número de funcionários aposentados. Por conta disso, nos últimos anos, diversos pedidos de autorização de novos certames foram protocolados ao Ministério do Planejamento, porém, não é possível atender a todos esses pedidos de uma só vez, portanto, os editais para novos concursos do Detran estão sendo publicados de forma gradativa. Confira quais localidades já tiveram certames autorizados e quais editais estão previstos.

Espírito Santo

O concurso para o Detran do Espírito Santo já foi autorizado e ofertará 94 vagas, divididas entre os cargos dos níveis médio e superior. Os candidatos concorrerão às vagas de analista de trânsito e assistente de trânsito, com rendimentos iniciais de R$ 5.179,94 e R$ 2.409,75, respectivamente. Os organizadores devem apresentar o nome da banca em breve e o edital deve ser publicado em diário oficial nos próximos dias. Em 2016 foram contratados 80 servidores através de processo simplificado, porém, o contrato teve validade até o final de 2017 e não poderá ser renovado. O último concurso público foi em 2010. Na ocasião foram oferecidas 30 vagas para os níveis médio e superior e a banca organizadora foi o Cebraspe/UnB.

Pará

A autarquia estadual pretende publicar edital para seleção de 100 servidores com nível médio. Após vencer a licitação, a Fadesp será a responsável por organizar o concurso. Já está confirmado o número de vagas, 66 vagas para Agente de Fiscalização de Trânsito e 34 oportunidades para Agente de Educação. Os interessados serão submetidos à prova objetiva, de caráter classificatório e eliminatório. Os Agentes de Fiscalização também terão de fazer TAF – Teste de aptidão Física – e o rendimento inicial é de R$ 2.153,16.

Rio Grande do Norte

A banca que irá organizar o concurso já foi escolhida e deve ser divulgada em diário nos próximos dias. O Detran do Rio Grande do Norte não realiza concurso público há oito anos, o último foi em 2010. No dia 20 de setembro, foram divulgados os nomes dos componentes da comissão interna e os concurseiros precisam aguardar a conclusão dos estudos que indicará a quantidade de vagas que serão oferecidas.

São Paulo

O edital está em fase de conclusão. O concurso oferecerá 575 oportunidades com exigência de níveis médio e superior e está em fase de seleção da banca. Atualmente, o efetivo do Detran de São Paulo é composto por funcionários comissionados, mas a justiça determinou a demissão desses funcionários, bem como a realização de novo concurso.

Além dos concursos liberados, Órgãos do Detran de diversos estados preveem novas seleções em breve. Entre eles, o Detran dos estados de Amapá, Roraima e Alagoas. Entre as localidades que finalizaram as seleções recentemente destacam-se o Amazonas, Acre, Ceará, Bahia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Maranhão Pernambuco, Piauí, Paraíba, Paraná, Rio de janeiro, Santa Catarina e Distrito Federal.

Os concursos do Detran são sempre muito concorridos. Quem quer sair em vantagem em relação aos outros participantes precisa iniciar a rotina de estudos antecipadamente.

Por Kátia da Silva

Concursos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 29 Média: 2.8]

Certame ainda depende de autorização formal.

A Ceasa – RS, Centrais de Abastecimento do Estado do Rio Grande do Sul ainda está dependendo de uma autorização formalizada, pelo governo do estado, para então conseguir iniciar o tão esperado processo público de seleção. Faz 30 anos que a Ceasa do Rio Grande do Sul se encontra sem realizar um certame para o órgão, entretanto, desta vez já foi dado início no processo para confeccionar o termo de referência que visa contratar a banca organizadora que realizará a avalição, porém, apenas depois de receber uma autorização oficial é que o certame pode ser iniciado efetivamente.

De acordo com Vanderlan Vasconcelos, que é o diretor administrativo do órgão, era esperado que a referida autorização fosse elaborada ainda no primeiro semestre deste ano de 2018, o que não se concretizou. Esta seletiva deverá oferecer, para os candidatos que se enquadrarem no perfil, 81 oportunidades para preenchimento imediato, sem contar que irá também realizar a formação de cadastro reserva para os mais variados cargos. Os interessados que pretendem concorrer a uma oportunidade necessitam ter uma formação acadêmica de nível superior, nível médio ou então técnico e então farão jus a uma remuneração inicial que chega a 4 mil reais.

Foi confirmado também, no dia 18 do mês de maio, que estas 81 oportunidades oferecidas por este certame estarão distribuídas em 40 cargos, onde sete deles são voltados para áreas de agentes técnicos, nove destinados ao cargo de analista, oito voltados para a função de agentes administrativos com formação em nível médio e por fim 16 oportunidades serão oferecidas para agentes operacionais.

No dia 20 de julho foi constituída a comissão do processo de seleção, a qual tem o colaborador Paulo Antonio Regla como presidente e ainda conta com outros membros, como: Álvaro Carlos Antunes Gonçalves, Claudia Teresinha dos Santos, Amauri Moraes Pereira, Nidia Bittencourt dos Santos, Claiton Colvelo de Rosa e também Rosa Marlene Laureano Fernandes.

Sobre as oportunidades para Ensino Médio e Técnico

No caso dos concorrentes que possuam formação em nível médio ou nível técnico, as oportunidades oferecidas nessa seleção serão para o cargo de orientador, tendo direito a uma remuneração mensal inicial num valor entre R$ 2.268,56 e R$ 2.674,94.

Sobre as oportunidade de Nível Superior

Já para os candidatos que possuem diploma de nível superior, as chances irão incluir cargos de administrador, engenheiro agrônomo, advogado, economista, jornalista e contador. Para todas essas posições o salário inicial mensal será no valor de R$ 4.379,65.

Somada a referida remuneração, o órgão também deve oferecer, como benefício, o vale transporte e auxílio alimentação.

Este provável certame já vem sendo esperado desde o mês de janeiro do ano passado, quando o mesmo foi aprovado pelo Plano de Cargos e Salários do Ceasa – RS.

Sobre o órgão

Em 1974 foi fundada a Ceasa – RS, a qual também é pertencente ao Sistema Nacional das Centrais de Abastecimento, assim estadualizada no ano de 1989, de maneira conjunta com as demais Ceasas existentes no território brasileiro.

Na América do Sul ela é considerada uma das maiores centrais de abastecimento, ficando entre as quatro principais.

A Ceasa se enquadra em uma sociedade de economia mista por meio de ações, a qual tem sua gestão realizada pelo governo do estado do Rio Grande do Sul, por meio de sua Secretaria de Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo, que foi constituída por meio da lei estadual de número 5993 de 1970 e também da lei municipal de número 3413 do mesmo ano.

Entre a sua lista de objetivos está o conceito social de sua atuação, como fiscalizar e orientar o comércio de hortifrutigranjeiro, sendo um centro polarizador dentre os comerciantes, consumidores e produtores.

FILIPE R SILVA

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.8]

Edital deve ser publicado nos próximos dias e pode contar com mais de 500 vagas.

Um dos editais mais aguardados ainda para este ano é o do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (DETRAN SP), que deve oferecer 575 vagas para os cargos de Oficial Estadual de Trânsito I e Agente Estadual de Trânsito I, em que para participar será necessário nível médio e superior, respectivamente. Já pensou em começar a estudar o quanto antes para o concurso DETRAN SP?

A expectativa é que o edital seja divulgado nas próximas semanas e a banca responsável pelo Concurso DETRAN SP deve ser a Vunesp ou a Fundação Carlos Chagas. O Órgão tem até janeiro para publicar o edital, que é considerado a data limite. O certame vai oferecer 575 vagas, sendo deste total 375 referente ao cargo de Oficial Estadual de Trânsito I e 200 para o cargo de Agente Estadual de Trânsito I.

A comissão para a realização do concurso Detran já foi formada e divulgada, por isso, os próximos passos para a realização do certame é a definição da banca organizadora e a publicação do edital.

Os candidatos com nível médio ou técnico podem concorrer para o cargo de Oficial Estadual de Trânsito, que tem a remuneração inicial de R$ 1.863,00. Para nível superior, o concurso DETRAN SP vai ter oportunidades para o cargo de Agente Estadual de Trânsito I, em que também é necessário ter carteira nacional de habilitação de, pelo menos, categoria B. A remuneração inicial é de R$ 4.657,50.

O último concurso realizado pelo DETRAN foi em 2013 e teve 1.200 vagas com 600 oportunidades para cada cargo: Agente e Oficial. Os interessados foram avaliados por meio de provas objetivas de múltipla escolha, que abrangiam tanto a parte de conhecimentos gerais, quanto à parte de conhecimentos específicos.

A banca responsável pelo último concurso DETRAN SP foi a VUNESP e as provas para o cargo de Oficial abrangiam as seguintes disciplinas: 12 para português, 5 de matemática, 4 sobre legislação, 4 de informática e também 25 sobre legislação de trânsito.

Em relação ao cargo de Agente, as provas foram compostas de 10 questões sobre português, 5 de matemática, 4 de legislação, 7 sobre direito administrativo, 22 sobre legislação de trânsito, 4 sobre informática e 8 relacionada ao conteúdo de gestão pública.

O último concurso DETRAN SP ofereceu oportunidades para Araçatuba, Botucatu, Barretos, Bauru, Itapeva, Campinas, Fernandópolis, Franca, Presidente Prudente, Marília, Mogi Guaçu, Taubaté, Santos, Ribeirão Preto, capital paulista, entre outras cidades.

Como passar no próximo concurso DETRAN SP?

– Como o edital está previsto para sair ainda este ano, o interessado deve começar os estudos antes da publicação do documento, pois isso ajudará a ter domínio dos conteúdos cobrados, sobretudo se este for o seu primeiro concurso público ou você ainda não tem muita base.

– É fundamental fazer um planejamento para organizar e estruturar toda a rotina, sobretudo se a pessoa precisa conciliar com outras atividades como o trabalho. O cronograma deve ser compatível coma realidade do estudante e ajustado de acordo com a carga horária.

– Priorize as disciplinas que tenham um maior peso e também um número maior de questões.

– Separe tempo para fazer revisão e resolver questões de forma exaustiva. Quando a banca do concurso DETRAN SP for definida, foque em resolver exercícios específicos da organizadora, para você conhecer o estilo de prova, nível de cobrança e os assuntos mais cobrados. Faça uma lista, para ajudar você na revisão de reta final.

– O seu cronograma deve ser estruturado em três partes: teoria, revisão e exercício, todavia dedique-se mais a resolução de questão e revisão. Outra dica é fazer simulado, para medir o seu desempenho e saber em que disciplina está bom ou precisa de um reforço.

Compartilhe a notícia nas suas mídias sociais e muito sucesso nos estudos para o concurso DETRAN SP!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 2.4]

Edital do certame deverá sair ainda no começo do próximo ano.

Quem está de olho nos concursos públicos que estão aparecendo para o ano de 2019, precisa saber que o Tribunal de Justiça do Amazonas, o TJ/AM, tem previsões de publicação e abertura de edital referente ao seu novo certame. Com banca organizadora já totalmente definida, sendo essa o Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul, o Ieses, sabe-se que não há nenhuma possibilidade de liberação da documentação hábil até o mês de dezembro. Por isso, nós te damos todas as informações referentes às definições e processos que estão em andamento. Fique ligado que, a qualquer momento, outras alterações podem ser anunciadas e acrescentadas. Vamos a elas.

Definição das ofertas e vagas

A comissão, que foi constituída já no início do mês de julho, está a todo vapor definindo as vagas que serão oferecidas no concurso público. Por esse motivo, as mesmas ainda não foram divulgadas publicamente.

Anunciado oficialmente no dia 4 de julho, durante uma solenidade de posse para o cargo do presidente do órgão e desembargador, senhor Yedo Simões de Oliveira, foi citado também que, embora as vagas ainda não tenham sido definidas, alguns detalhes já estão acertados. Portanto, o processo de seleção contará com oportunidades para os mais diversos níveis de formação, desde o fundamental, passando pelo médio e também superior.

Há vagas tanto para o preenchimento e contratação imediata como para a formação de um cadastro reserva de pessoas. As análises sobre a demanda necessária para o certame deverá ser concluído muito em breve, podendo indicar tanto o número de cargos vagos em nível superior e médio para o provimento de concurso na capital, como também em nível médio e fundamental destinado para as comarcas localizadas no interior.

Além disso, cabe também à comissão organizadora a avaliação das disponibilidades de orçamento para a realização do concurso público, apontando quais são as atividades pertinentes a cada um dos cargos. Dessa forma, chega-se à elaboração de um projeto básico para a seleção.

Sobre a comissão

Presidida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas, Yedo Simões, a comissão organizadora ainda conta com outros nomes fortes como: Alexandre Henrique Novaes de Araújo, juiz auxiliar da presidência e juiz coordenador do concurso; Messias Augusto Lima Andrade, secretário-geral administrativo do órgão e coordenador-administrativo do processo; e os demais participantes da comissão, os servidores Camila Leite, Hernan Batalha, Wiulla Garcia, Eduardo Martins, Mauro Saraiva e Cyntia Kazuko.

Conforme Messias Andrade, a primeira das medidas adotadas por essa comissão foi o levantamento de soluções e leis para a normatização do provimento dos cargos para o TJ/AM. Com essas informações, foi possível criar um cenário exato referente ao número de vagas necessárias para o concurso.

É importante lembrar que o certame terá oportunidades para todo o Estado, mesmo que em cadastro reserva.

A partir de tais definições, a comissão se reúne semanalmente para continuar e dar andamento às demais medidas administrativas necessárias para a realização de concurso, sempre sob a orientação do desembargador.

Para o concurso público do órgão, é seguido todo um rito, com consultas seguidas ao Executivo para a possibilidade das alterações em Lei de Diretrizes Orçamentárias, a LDO.

Sobre o último concurso do TJ/AM

Há 3 anos que não é realizado um certame pelo Tribunal de Justiça do Amazonas. Sendo assim, o último realizado foi em 2015, sendo oferecidas 51 oportunidades destinadas para o cargo específico de notário de cartórios. Os pré-requisitos na ocasião foi de formação em nível superior na área de Direito ou, ainda, dez anos em atividade relacionada à função. Em 2013 o órgão ainda realizou um outro concurso visando ao preenchimento de outras 300 vagas, sendo essas em diversos outros cargos e para todos os níveis de formação. Nesse, foi feito também um cadastro reserva de pessoas.

A banca organizadora foi a Fundação Getúlio Vargas, FGV.

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 2.7]

Certame deverá contar com 500 vagas e edital deve ser publicado em breve.

A Polícia Rodoviária Federal(PRF) divulgou no dia 29 deste mês, em diário oficial, que a Banca organizadora do novo concurso PRF será o Cebraspe. Após meses de expectativas, os futuros candidatos podem ter a certeza de que já foi dada a largada e podem ficar atentos à publicação de edital para as próximas semanas. Com o término do mês de outubro, é provável que o edital esteja agendado para o mês de novembro, mas, como essa informação ainda não foi confirmada, resta aos concurseiros aguardar mais um pouco. vale ressaltar que a data limite para publicar o edital está definida para o dia 27 de janeiro de 2019.

O concurso PRF chega em momento oportuno, como medida emergencial, afinal, a instituição admitiu que a seleção de novos funcionários evitará o fechamento de 124 postos de fiscalização. Além disso, aproximadamente 118.000 Km de rodovias não poderiam mais ser monitoradas, caso não houvesse um novo certame. Apesar da oferta de 500 postos para a vaga de policial rodoviário, o número não deve ser suficiente para suprir a quantidade de aposentadorias que serão autorizadas nos próximos anos, no entanto, evitará que a PRF sofra um colapso.

A instituição lamenta que a oferta de vagas seja pouca em relação à demanda, mas representantes declararam que, caso haja liberação para contratações posteriores, elas devem ser feitas a partir do concurso de 2019, dispensando a realização de outro certame. Até o fim do ano atual, mais de dois mil servidores devem ter suas aposentarias homologadas.

O concurso caminha para fase de concretização desde que o diretor-geral da PRF, Renato Dias, recebeu do ministro de Segurança Pública a responsabilidade de gerir as etapas do concurso até conclusão. No dia 27 de Julho foi concedida autorização oficial e foi dado o prazo de até seis meses para que o edital fosse lançado. Conforme já informado, esse prazo terminará em janeiro do próximo ano.

Em acordo firmado com outros órgãos de segurança pública, a PRF começa a ser parte da força tarefa que combaterá a criminalidade em conjunto com a polícia civil, militar e Força Nacional, todos comandados por Raul Jungmann. Essa centralização é resposta ao caos que a população tem enfrentado em decorrência do aumento dos índices de criminalidade nas principais regiões do país.

A PRF cumpre a importante missão de fiscalizar as rodovias federais e tem sido essencial no combate ao roubo de carga, além de evitar que carregamentos de drogas cheguem ao interior das comunidades e, dessa forma, contribui com o enfraquecimento do crime organizado que aterroriza as regiões mais necessitadas.

Salários e requisitos

Os interessados em participar do processo seletivo para a vaga de policial rodoviário precisam ter concluído ensino superior em qualquer área de atuação. Também é necessário que os candidatos possuam CNH categoria B ou superior. O salário inicial para o cargo é de R$ 9.931,57 para jornada de quarenta horas por semana. O auxílio alimentação é de R$ 458 e já está incluso no salário, que deverá aumentar para R$ 10.357,88 no primeiro semestre de 2019, quando passará a valer o decreto assinado pelo então presidente Michel Temer, em 2016.

Último Certame

As vagas para a PRF são sempre muito concorridas e os candidatos devem estar bem preparados. No último processo seletivo, 109. 769 pessoas se inscreveram para disputar as 1.000 oportunidades para a carreira de policial rodoviário. Como os candidatos podem ser graduados de diferentes cursos, algumas pessoas podem ter dificuldades quanto às questões jurídicas, portanto, as perguntas específicas que envolvem as áreas do Direito devem ser encaradas com bastante atenção. A leitura do edital ajuda a direcionar os estudos ao que é realmente necessário.

Boa sorte.

Kátia Elaini Pereira da Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 33 Média: 2.8]

Oportunidades são para a área de Saúde. Novo edital com mais vagas deve ser divulgado em breve.

Mais um processo de seleção de grande abrangência está oficialmente aberto, neste fim de 2018.

Trata-se da publicação do novo edital para 30 postos no cargo de médico I, ocorrida no último dia 20 de outubro, e mais um edital dispondo de 28 postos neste mesmo cargo, publicado no sábado, dia 27 de outubro.

Este é o concurso promovido pelo Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo, o Iamspe. Além das vagas já anunciadas, serão disponibilizadas mais 161 cadeiras a serem preenchidas por meio de novos certames públicos, dos quais os editais deverão ser publicados em data breve. Todas as oportunidades abertas já estavam autorizadas desde o dia 28 de agosto, cedidas por meio do gabinete do governo do Estado, que aprovou o preenchimento de um total de 377 vagas, das quais 158 cadeiras se destinarão à convocação dos remanescentes de concursos ainda em validade e as demais 219 se destinarão às novas seleções direcionadas aos diversos cargos para nível superior, cujas remunerações iniciais serão de até 14.386,50 reais.

Dado que os primeiros editais já estão liberados, ou seja, destinados a 58 postos, este mesmo órgão estará publicando mais um documento, com abertura de 161 vagas, muito em breve.

A distribuição dos cargos se dará conforme o seguinte critério:

Serão 163 vagas destinadas ao cargo de médico I. Após a autorização de mais 58 postos, o mesmo cargo contará com mais 105 postos válidos, reservados ao preenchimento em outras especialidades incluídas no edital. Acrescenta-se a isso, o aval que também autoriza a liberação de mais 54 vagas destinadas ao cargo de agente técnico no setor de assistência à saúde e mais duas vagas de cirurgião dentista.

Para o caso do posto de agente técnico de assistência à saúde, o valor da remuneração inicial, atualmente, é de 1.996,53 reais; para o cargo de cirurgião dentista o valor da remuneração é de 2.658,14 reais e para o cargo de médico o valor da remuneração é de 3.726 reais, dentro do regime de 12 horas semanais, ou de 6.210 reais, para 20 horas, no valor de 7.452 reais para um regime de 24 horas para um regime de 14.386,50 reais de 40 horas.

Entretanto, a dita autorização não vai determinar qualquer jornada de trabalho, que deverá ser estabelecida conforme o critério da instituição.

Com relação à convocação dos remanescentes, as informações são as seguintes:

Uma vaga reservada ao cargo de analista administrativo; 5 vagas de executivo público; 30 vagas para oficial administrativo; 14 vagas para agente de saúde; 25 vagas para agente técnico de assistência à saúde; duas vagas para auxiliar de saúde; 21 vagas de enfermeiro; duas vagas de médico l; 50 vagas para técnico de enfermagem; 5 vagas para técnico de laboratório e mais 3 vagas para técnico de radiologia.

O histórico registrado no último concurso do Iamspe indica o seguinte:

O último concurso promovido pela mesma instituição, realizado no mês de abril deste ano de 2018, contou com um número de 93 postos destinados ao cargo de técnico de enfermagem. Deste modo, todos os 50 postos autorizados para o preenchimento por meio da convocação dos remanescentes deste processo, deverão ser destinadas exclusivamente aos aprovados neste processo. A função de banca organizadora, naquele evento, ficou nas mãos do Instituto Nosso Rumo.

O órgão intitulado Iamspe consiste em uma autarquia estabelecida no governo do Estado de São Paulo, atrelada à Secretaria de Planejamento e Gestão. Foi oficialmente inaugurado no ano de 1966, cujo objetivo fundamental está em oferecer o atendimento médico especializado aos servidores públicos estaduais, aos seus dependentes e aos seus agregados, por meio do atendimento no Hospital do Servidor Público no Estado de São Paulo.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 2.6]

Seleção deverá ofertar 2.302 vagas.

Estamos quase chegando ao fim deste ano de 2018 e muitos brasileiros ainda aguardam pela abertura de novos concursos públicos, para terem a oportunidade de concorrer a uma vaga de trabalho, conseguindo estabilidade e segurança. Porém, muitos concursos embora sejam anunciados nem chegam a acntecer, pois não recebem autorização por parte do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG). Entre alguns dos concursos que vem sendo aguardado pelos brasileiros está o concurso público do Ministério da Fazenda. Se você está na expectativa de novas informações sobre este certame, não deixe de ler este texto na íntegra.

No ano de 2017, foi encaminhado ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão um documento em que era solicitado autorização para a realização de um novo concurso no Ministério da Fazenda.

De acordo com o documento original, foi solicitada autorização para um concurso com 1.301 vagas abertas.

Segundo levantamentos realizados recentemente no Ministério da Fazenda, atualmente existe uma real necessidade de novos servidores, uma vez que o déficit já passa de 3.140 postos de trabalho. Deste total de vagas que devem ser supridas para o MF, 2.250 são para cargos que exigem formação de nível médio e 894 são para cargos que exigem formação de nível superior.

No texto original as vagas solicitadas serão distribuídas da seguinte forma:

  • Assistente técnico administrativo: 904 vagas;
  • Analista técnico administrativo : 257 vagas;
  • Arquiteto: 12 vagas;
  • Arquivista :9 vagas;
  • Bibliotecário: 12 vagas;
  • Contador : 53 vagas;
  • Engenheiro: 15 vagas;
  • Enfermeiro:5 vagas;
  • Pedagogo : 6 vagas;
  • Psicólogo : 6 vagas;
  • Técnico em comunicação social: 22 vagas.

Os interessados em concorrer a uma das vagas para o posto de Assistente precisa possuir formação de nível médio. Já para concorrer as outras funções os interessados precisam possuir formação de nível superior, em qualquer área do conhecimento.

As remunerações partem inicialmente de R$ 3.953,68, podendo chegar a R$ 6.388,27, valor este que já está incluído o vale-alimentação no valor de R$ 458.

No documento que solicita a autorização para a solicitação do concurso do Ministério da Fazenda 2018 – 2019 não foram apresentadas as regiões de lotação das vagas, contudo,é bem possível que Distrito Federal e São Paulo sejam as localidades com maior quantidade de oportunidades. O que deve ocorrer pelo fato de que no último concurso realizado não foram disponibilizdas vagas para estas localidades.

Como o concurso ainda não foi autorizado, muitas informações ainda não podem ser confirmadas, contudo um detalhe deste processo que já foi definido é em relação à empresa organizadora que já foi definida, sendo ela a Escola de Administração Fazendária, conhecida popularmente como Esaf.

Dessa forma, os interessados em realizar este concurso podem começar a se preparar para a realização das provas, consultando editais de concursos públicos realizados anteriormente pelo MF, uma vez que a empresa organizadora sempre foi a Esaf.

Além destas vagas, o MF ainda pediu autorização para o provimento de mais 3.000 oportunidades para serem distribuídas entre os órgãos com os quais possui vínculo. Para estes as oportunidades também seriam para cargos que exigem ensino médio e superior. Os órgãos em questão seriam a Receita Federal, a Comissão de Valores Mobiliários e a Superintendência de Seguros Privados .

Nesse sentido, resta aos interessados aguradar que este concurso seja autorizado. Pois assim que isso acontecer uma comissão deve ser formada por servidores que atuam no MF e esta comissão ficará responsável por coordenar os passos seguintes na organização do certame. Dessa forma, como a banca já foi definida, dentro de poucos dias o edital de abertura com todas as informações deve ser publicado.

Diante da demanda por novos servidores que o Ministério da Fazenda possui a perspectiva de que o concurso seja autorizado é grande. Resta aos interessados aguardar.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 6 Média: 3]

Banca Organizadora do certame deve ser divulgada em breve.

Neste segundo semestre de 2018, entre tantos concursos públicos já definitivamente oficializados e com seus editais devidamente publicados, muitos ainda passam por fase de validação.

Entre os próximos certames a serem realizados está o da Prefeitura de Curitiba, no Estado do Paraná, para o qual ainda deve ser confirmada, muito em breve, o título da banca responsável pela organização. Assim, este novo concurso público está destinado ao preenchimento de cargos na função de auditor fiscal em tributos municipais. Este mesmo processo de seleção havia sido solicitado pelo setor e foi devidamente autorizado no dia 7 de agosto passado, por meio do gabinete da prefeitura da capital do Estado.

Sobre as informações essenciais a respeito deste processo de seleção, seguem os dados:

A quantidade de vagas a serem disponibilizadas ainda aguarda a devida e definitiva confirmação, dado que a expectativa é a de que a publicação efetiva do próximo edital de abertura do período de inscrições se realize até o mês de dezembro de 2018.

Todas as pessoas interessadas em concorrer deverão possuir, necessariamente, a formação em nível superior, já que a função exige graduação e possui remuneração inicial no valor de 8.619,01 reais, que poderá subir de modo a chegar a 22.657,74 reais, junto dos complementos.

Sobre as atribuições do cargo, as informações são as seguintes:

Esta função estabelece as seguintes atividades: atuar na fiscalização dos registros contábeis oriundos de empresas, no sentido de se poder verificar uma segura adequação tributária em escala municipal; saber efetuar as necessárias vistorias que objetivam verificar as características gerais e a devida utilização dos imóveis no interior do município, cujo escopo está em subsidiar o processo administrativo e os demais processos judiciais; atuar no procedimento de estudos, em sentido socio-econômico, destinados à análise em cima das capacidades contributivas, por meio, também, da realização da pesquisa sobre o mercado imobiliário; atuar como supervisor sobre as atividades que visam a orientação dos contribuintes ao longo dos processos que se referem aos permanentes tributos municipais.

O histórico do último processo de seleção, para cargos na mesma função, registra o seguinte:

Foi um certame público, promovido pela Prefeitura de Curitiba, realizado no ano de 2011, o qual contou com uma oferta inicial de somente dez vagas. A tarefa de banca organizadora estava sob a responsabilidade da Associação Paranaense de Cultura, ou APC.

O itinerário dos exames classificatórios e eliminatórios foi estruturado por meio da realização de provas objetivas, seguidas da necessária avaliação psicológica e os exames médicos para concretizar a admissão. Cargos efetivos.

Sobre a estrutura da prova objetiva, as informações são as seguintes:

Ela consistiu em um caderno contendo um número de 40 questões, as quais versaram sobre os seguintes conteúdos programáticos:

Matéria de direito administrativo; matéria de direito civil; matéria de direito constitucional; matéria de direito tributário; matéria de contabilidade geral; matéria de legislação tributária e questões versando sobre leis e decretos. Portanto, todo o conteúdo abrange, basicamente, a área de direito. É importante que os interessados iniciem os preparativos de estudo, levando em conta as matérias acima citadas, que fizeram parte da prova.

Para sumarizar o essencial do que se dispõe até o momento sobre este certame, segue:

Trata-se de concurso público a ser realizado na cidade de Curitiba, Estado do Paraná, cujos preparativos estão em andamento, sendo o próximo passo a definição da banca organizadora; o cargo aberto é o de auditor fiscal; o certame foi devidamente autorizado pela prefeitura de Curitiba; o requisito básico é a posse de nível superior e a publicação do edital está prevista para este mesmo semestre de 2018.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 16 Média: 3.1]

Seleção deverá ofertar 372 vagas para Supervisor de Ensino.

Se você reside em São Paulo e se encontra na expetativa de novas informações sobre um novo concurso público da SEE/SP, acabam de chegar novas informações que devem lhe interessar. Continue lendo este texto e fique por dentro de tudo sobre este novo certame que deverá disponibilizar muitas vagas.

Pra quem está pensando em realizar um concurso público e tem aguardado novas notícias sobre um concurso da Secretaria Estadual de Educação do Estado de São Paulo, as novidades são boas. É que de acordo com as informações mais recentes, a organização do concurso está em andamento, sendo que sua organização já se encontra na fase em que a empresa organizadora está sendo definida.

A realização deste concurso já recebeu autorização e de acordo com o texto original serão disponibilizadas um total de 372 vagas, todas para a função de supervisor de ensino. Como a organização do concurso ainda se encontra em andamento, ainda não foi feita a publicação do edital de abertura que deve trazer todas as informações. A previsão inicial era de que essa publicação ocorresse no último mês de agosto, contudo, como a banca organizadora ainda não foi contratada, o edital teve que ter sua publicação adiada.

Enquanto a empresa responsável pela organização do certame não é definida, pois isso deve acontecer depois de um processo de licitação, o que demanda um pouco mais de tempo, a recomendação é de que os interessados em prestar o concurso já iniciem seus estudos preparatórios. Afinal, a estimativa é de que o número de inscritos neste certame.

Para se preparar para a realização da prova o interessado pode consultar a resolução SE 50, que teve sua publicação no dia 07 do mês de agosto, conferindo perfil, capacidades técnica e competências, assim como a bibliografia e as leis que serão cobradas no concurso.

Este concurso já é aguardado desde o dia 20 do mês de março, quando recebeu autorização por parte do ex-governador do estado, Geraldo Alckmin.

Uma comissão já foi formada para organizar este concurso, o presidente é Maria Stella Perin que é servidora da SEE, além de mais 7 membros que também são servidores do órgão.

Poderão se inscrever para concorrer a uma das vagas pessoas que possuem licenciatura plena de Pedagogia ou ainda pós-graduação em alguma área da educação. Além disso, é reciso possuir experiênia de no mínimo 8 anos em atividade de magistério, sendo que no mínimo tres anos devem ter sido na área de gestão educacional.

Um profissional que atua no cargo de Gestor de Educação possui uma remuneração no valor de R$ 4.350,59, sendo que o valor básico é R$ 3.356,59, mais uma gratificação no valor de de R$ 994. Neste montante já está incluso o reajuste de 7% que foi concedido por uma lei complementar que foi sancionada no dia 22 do mês de março.

Segundo informações de um último levantamento realizado na SEE-SP, até o dia 30 do mês de dezembro do ano de 2017, contabilizou-se uma defasagem de mais de 450 profissionais. EStes dados reforçam que haverá possibilidade de os aprovados no certame serem nomeados enquanto o concurso estiver dentro do prazo de validade.

O último concurso público realizado pela Secretaria de Educação do Estado de São Paulo aconteceu no ano de 2008. A empresa contratada para organizar o concurso foi o Instituto Cetro. Os candidatos tiveram que realizar provas objetivas sobre conteúdos de conhecimentos gerais e específicos do cargo. Além disso, houve análise de títulos.

Nesse sentido, se você possui interesse em realizar este concurso, esteja atento à publicação do edital que deve acontecer assim que a banca for definida. Por isso, já comece a se preparar para as provas.

Ana Paula

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 11 Média: 3.9]

Órgão inicia seleção da empresa que será responsável pela execução do concurso.

Novas oportunidades de concursos públicos estão tramitando em solicitação pelo governo, neste segundo semestre de 2018, que avança para o quinto mês.

Entre os setores públicos que estão em fase de preparação de novo processo seletivo está o órgão do Conselho Regional de Contabilidade da Bahia, o CRC-BA, que está prestes a realizar um novo concurso público, nos próximos meses. Este departamento, por meio de seus gestores, iniciou recentemente os preparativos para o evento e já lançou mão do chamado Pregão eletrônico, que consiste uma modalidade licitatória, muito utilizada pelo governo brasileiro no sentido de contratar bens e serviços, independentemente do valor a ser estimado.

Este procedimento visa à contratação da empresa que prestará serviços de consultoria especializada na área de recursos humanos, no sentido de proceder à elaboração e na implantação de um Plano de Cargos, de Carreiras e de Salários, o PCCS, além do assessoramento técnico sobre as etapas que antecederem a realização deste novo certame.

O Conselho Regional de Contabilidade do Estado da Bahia foi instituído com a finalidade precípua de fiscalizar o próprio exercício da profissão de contador e da profissão de técnico na área de contabilidade. Este departamento efetua o registro de todos os profissionais de contabilidade e também das empresas de serviços contábeis. O fundamento de sua ação se direciona ao profissional que executa ou explora as atividades contábeis, assim como sobre a empresa que ele integra, garantido que o servidor ou colaborador se mantenha dentro dos padrões legais.

Assim, a empresa a ser contratada será responsável pela elaboração de um rigoroso plano de cargos, que deverá conter todas as oportunidades a serem ofertadas no próximo edital. Entretanto, será necessário um tempo de espera, pois, até que essa etapa esteja concluída, dentro das tarefas da instituição, não serão divulgadas informações a mais, seja sobre a quantidade de vagas, seja sobre as carreiras a ser contempladas.

Portanto, na medida em que forem delimitadas as oportunidades de vagas a serem disponibilizadas no próximo concurso promovido pelo CRC BA, será o momento em que o órgão iniciará a elaboração do edital. A expectativa mais certeira prevê que este processo de seleção esteja definitivamente oficializado no início do ano de 2019.

O histórico registrado no último concurso realizado pelo Conselho Regional de Contabilidade da Bahia (CRC-BA), realizado no ano de 2011, o conselho havia divulgado o processo de seleção com meta de preenchimento de dez postos imediatos, além da formação de cadastro reserva de pessoas, para futuras contratações.

Deste modo, todos concorrentes que possuíam certificado de ensino médio tiveram chances de disputar vagas em cargos no departamento de auxiliar administrativo e no de auxiliar de serviços gerais. Cargos estáveis e bem remunerados.

Naquela ocasião todas as vagas disponíveis para o setor de técnico em contabilidade e no setor de técnico em informática, estavam previamente reservadas aos candidatos profissionais com formação em nível médio e em cursos técnicos.

No caso dos candidatos com certificado de graduação superior, os mesmos estavam qualificados para concorrer ao posto de fiscal contador; posto de assistente técnico; cargo de advogado; posto de contador e no posto de analista de sistemas.

Este pode ser considerado um dos concursos mais aguardados desse ano, que muito provavelmente será oficializado no início de 2019.

Sumarizando as informações básicas:

O CRC-BA iniciou os preparativos para a realização de novo concurso. A expectativa mais certeira é a de que o edital oficial seja publicado no primeiro mês de 2019.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 9 Média: 3.4]

Certame deverá contar com quase 2 mil oportunidades.

O Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão ainda segue avaliando a solicitação do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama para a realização de um novo concurso público com uma oferta de 1.888 vagas.

De acordo com as informações divulgadas até o momento, o órgão pediu autorização para a abertura de 297 vagas para a função de analista administrativo, 832 para analista ambiental e 759 para técnico administrativo.

O nível superior é requerido para os cargos de analista administrativo. Já para as funções de técnico administrativo apenas o nível médio é suficiente para a participação.

Atualmente o Ibama paga salários no valor de R$7.760,45 para os analistas e de R$3.712,72 para técnico. Lembrando que esses valores já incluem os R$458 referentes ao auxílio-alimentação.

A expectativa é de que o Ministério do Planejamento libere em breve a autorização para a realização desse certame, uma vez que o Ibama não conta com nenhuma seleção pública em vigor.

Os pedidos de abertura de novas vagas para o Ibama tem sido feitos desde o ano de 2016.

Na ocasião, o órgão enviou uma solicitação para 600 vagas. Eram 180 destinadas para a função de analista administrativo e 500 para o cargo de analista ambiental. Ambas as funções são de nível superior.

Já em 2017 um novo pedido foi feito, mas com o objetivo de abrir 1.529 vagas. Nesse último pedido, além das vagas para analistas, também foram incluídas oportunidades para cargos de nível médio na função de Técnico Administrativo.

O último concurso do Ibama foi realizado em 2013 e tinha como principal finalidade a seleção de 61 candidatos para ocupação de vagas na área administrativa. A banca responsável pela organização técnica-administrativa foi a Cespe/UnB.

Entre as disciplinas cobradas estavam Administração de Recursos Ambientais, Ética no Serviço Público, Gestão de Pessoas, Orçamento Público, Administração Orçamentária, Administração Pública, Administração Geral, Noções de Direito Administrativo, Atualidades e Língua Portuguesa.

Atribuições dos analistas e técnicos

O analista administrativo do Ibama atua com atividades logísticas e administrativas dentro do âmbito do órgão. Para isso, ele tem à sua disposição recursos e equipamentos para a realização de suas funções. A jornada de trabalho é composta de 40 horas por semana.

A previsão é de que sejam oferecidas vagas para São Paulo, Tocantins, Santa Catarina, Rondônia, Rio de Janeiro, Paraíba, Alagoas, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Distrito Federal.

Já o técnico administrativo desenvolve sua atuação em áreas administrativas levantando dados, realizando pesquisas, acompanhando e fiscalizando a execução de contratos, além de participar de controle de finanças e contabilidade.

Dicas de concurseiro

Antes de dar início à preparação para o concurso público é necessário que o candidato dedique um bom tempo à fase de pesquisas. Analisar os editais de concursos anteriores da área é uma excelente forma de se levantar esses dados.

O mais importante aqui é compreender e separar quais são os temas mais recorrentes e quais são aqueles que têm maior peso no resultado final.

Na fase de estudos, é muito importante que o candidato defina metas diárias para serem cumpridas. Mas é preciso ter cuidado: de nada adiantaria criar metas que não serão possíveis de ser realizadas. Fazer isso apenas torna todo o processo mais cansativo e frustrante.

Por fim, é preciso criar uma rotina para que seja possível dedicar um tempo somente aos estudos. Dessa maneira, o estudante conseguirá manter uma linha ascendente de aproveitamento dos estudos.

Outra vantagem de se criar uma rotina de estudos é que assim o cérebro consegue criar um novo hábito tornando todo o período de estudos mais prático, fácil e menos cansativo.

Por fim, temos que nos preocupar com o local e horário em que estudamos. Tudo precisa estar organizado de forma que ajude na fixação do conteúdo. O conforto e a tranquilidade são pontos fundamentais aqui!

Denisson A. Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 37 Média: 2.8]

Nome da Banca Organizadora deverá ser divulgado nos próximos dias.

Nos últimos dias, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) informou que restam apenas alguns procedimentos legais para que seja divulgado o nome da banca que ficará responsável pela organização do seu novo concurso público e que isso deve ocorrer nos próximos dias. Segundo algumas fontes, a escolhida da vez foi o Cebraspe, porém, ainda não se tem a confirmação oficial.

Mesmo assim, a AGU (Advocacia Geral da União) deu um parecer positivo em relação à contratação da banca. Portanto, as expectativas podem aumentar em relação à abertura do edital de inscrições, que presume ser publicado ainda no mês de outubro. No entanto, tudo fica a critério do tempo que os procedimentos finais e a assinatura do contrato com a banca irá demandar.

Sobre o novo concurso da Polícia Rodoviária Federal

Esse novo certame tem como objetivo o preenchimento de cerca de 500 vagas do cargo de policial rodoviário. O concurso teve a sua autorização publicada no dia 27 de julho, junto com um prazo determinado para a publicação do edital, que vence no dia 27 de janeiro — um total de seis meses.

No entanto, visto que o objetivo da PRF era publicar esse edital em junho, o que não foi possível por conta do impasse referente à solicitação do aumento da oferta e, por isso, a autorização do MPDG foi atrasada, os interessados certamente não precisarão aguardar até o próximo ano para ter acesso ao edital.

Segundo o diretor geral da PRF, mesmo conseguindo esse aumento de vagas para esse novo edital, as necessidades do órgão ainda não serão supridas, visto que são necessários, no mínimo, mais 3.000 novos servidores públicos. Porém, o restante pode ser convocado por meio do aproveitamento de vagas remanescentes do novo certame, mesmo que a oferta imediata seja de apenas 500 vagas.

O principal motivo dessa crise de pessoal é o fato de que cerca de 2.000 profissionais contratados estão em processo de aposentadoria até o fim do ano vigente. Além disso, esse novo concurso foi liberado pois o objetivo do novo ministério é de combater, junto dos Estados, o alto índice de criminalidade no Brasil.

Último concurso da Polícia Rodoviária Federal

O último concurso realizado pela Polícia Rodoviária Federal, para o cargo de policial rodoviário, ocorreu no ano de 2013, sendo organizado pela banca Cespe da UnB. Nesse ano, foram oferecidas 1.000 vagas e os registros marcam quase 110 mil inscritos.

O processo de seleção foi realizado em sete fases, que foram:

  • a prova objetiva;

  • a prova discursiva;

  • o teste de capacidade física;

  • a avaliação de saúde física;

  • a avaliação de saúde psicológica;

  • a investigação social

  • a análise de títulos.

Ao total, foram 120 questões na prova objetiva, sendo que 50 se tratavam de conhecimentos básicos, enquanto as outras 70 eram sobre conhecimentos específicos. Na área de conhecimento básico, os conteúdos cobrados foram relacionados às disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ética (especializada em serviço público), Noções Básicas de Direito Constitucional e Noções Básicas de Informática.

Enquanto que na parte das questões que cobravam conhecimentos específicos, os conteúdos cobrados foram sobre Noções de Direito Penal, Noções de Legislação Especial, Noções de Direitos Humanos e Cidadania, Noções de Direito Administrativo, Legislação Relativa, Noções de Direito Processual Penal, entre outras.

Haja vista, a Polícia Rodoviária Federal já entrou com a solicitação de novas vagas para suprir seu atual déficit de servidores públicos, em vista da aposentadoria de boa parte dos atuais profissionais. Portanto, basta apenas a assinatura do contrato com a banca para que o edital seja preparado e divulgado e as expectativas é que isso ocorra ainda nesse mês.

Por isso, aproveite e antecipe seus estudos para garantir sua aprovação na tão desejada vaga!

Felicia Lopes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 10 Média: 2.7]

Certame prevê a disponibilização de 990 vagas a serem distribuídas entre os concorrentes futuramente selecionados, com níveis de formação médio e superior.

Na medida em que o segundo semestre de 2018 avança, alguns concursos permanecem previstos, porém, próximos de oficialização. Processos seletivos estão sempre sendo abertos, todos os anos.

Neste caso, se trata da espera, já prolongada, de abertura do novo concurso público a ser promovido pelo Banco Central, em 2019. Todos os estudantes e profissionais que possuam certificado de Ensino Médio ou de Ensino Superior estão aptos para a participação, na concorrência aos postos relacionados. O concurso para cargos no Banco Central 2019 pretende abrir um grande número de vagas.

Portanto, o setor do Banco Central ou Bacen, como é mais popularmente conhecido, encaminhou uma solicitação ao órgão do Ministério do Planejamento, do Desenvolvimento e de Gestão, para a disponibilização de um número de 990 vagas, a serem distribuídas entre os concorrentes futuramente selecionados, com níveis de formação médio e superior.

De acordo com o que foi noticiado, neste momento, no Bacen, estão vagos cerca de 2.000 postos de trabalho em diversos setores do mesmo, aos quais urge o preenchimento de novos colaboradores. Entretanto, ainda há a questão de mais setores com mais vagas disponíveis, devido às aposentadorias compulsórias próximas de consumação.

Todas essas baixa estão equivalendo a um percentual de até 36% sobre os postos de trabalho que se tornarão totalmente disponíveis. Essa constatação de desfalque em cargos é considerada situação de absurdo para um órgão público cuja função está em prestar serviço aos cidadãos.

Entretanto, assim que o edital deste novo certame para vagas no Bacen for definitivamente publicado, a renovação será operada no setor. O tempo urge, porém, a solicitação de abertura para o processo de seleção ainda tramita em análise e a expectativa de sua realização aumenta a cada dia.

Sobre as vagas e os requisitos desse próximo concurso do Banco Central de 2019, as informações são as seguintes:

Para este próximo certame promovido pelo Banco Central de 2019, cuja previsão de abertura está entre este e o próximo ano, ainda não há mais detalhes, sendo que a solicitação de abertura foi realizada graças a um movimento de pressão desencadeado pelo presidente do Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central há alguns meses.

Dado que há uma grande defasagem de funcionários nessa instituição pública, existe bastante pressa na realização de um novo concurso capaz de fazer preencher esse vazio.

Todas as informações oficiais em relação à abertura desse processo seletivo ainda não estão divulgadas, porém, na relação abaixo foram destacadas algumas previsões razoáveis a respeito desse novo certame. Segue:

Para os concorrentes com Ensino Médio, provavelmente serão disponibilizadas em torno de 150 vagas, no cargo de Técnico, cuja remuneração inicial está em 6.463,44 reais.

Para os concorrentes com Ensino Superior, provavelmente serão disponibilizadas em torno de 800 vagas, no cargo de Analista, cuja remuneração inicial está em 16.286,90 reais; no cargo de Procurador, com 40 vagas e remuneração inicial em 17.788,33 reais.

Todos estes vencimentos estão acrescidos da porcentagem do benefício-alimentação no valor de 458 reais.

Sobre o Edital do concurso público para cargos no Banco Central, de 2019, ainda não estão publicadas maiores informações, não havendo, portanto, nenhum edital divulgado contendo atualizações e dados sobre este processo de seleção a ser promovido pelo Banco Central de 2019.

Assim, para todas as pessoas interessadas em participar desse próximo certame público, será necessária muita paciência. Os trâmites públicos tendem a ser bastante burocráticos, porém, chegam aos seus objetivos. O Bacen necessita de nova turma de servidores.

O último concurso para cargos no Banco Central ocorreu em 2013.

Por Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 18 Média: 2.6]

Novo pedido de 5 mil vagas está em análise.

A Receita Federal do Brasil, a RFB, encaminhou um novo pedido para concurso público referente ao preenchimento de um total de 5 mil vagas para o seu quadro de pessoal. A informação teve a sua divulgação pelo diretor Paulo de Tarso Cancela de Oliveira, diretor do Departamento de Trabalho no Serviço Público, o Deret/SGP.

No momento, a expectativa é grande para que a autorização seja lançada muito em breve, devido à grande falta de funcionários no órgão. Conforme dados oficiais, a situação da Receita Federal está se tornando cada vez mais crítica, isso pela grande defasagem de pessoas que vem aumentando progressivamente a cada levantamento.

Por isso, caso uma nova seleção não seja feita, a tendência é de que a quantidade de servidores seja cada vez mais escassa. Tal defasagem foi demonstrada, inclusive, diversas vezes nos últimos meses pelos sindicatos da categoria, dando conta da necessidade urgente de um novo certame.

Em caso de não realização do concurso pelo governo, a situação será ainda mais alarmante, uma vez que os serviços que são prestados pela RFB à população poderão ser gravemente prejudicados.

Em último levantamento realizado recentemente, no mês de agosto de 2018, foi apontado que a Receita Federal estaria com 21.237 postos disponíveis, número esse em constante crescimento. Desse déficit, 10.040 são para analista e 11.197 para auditores. A situação poderá ser ainda mais grave, uma vez que cerca de 20% do pessoal que atualmente atua na Receita já está apto para a sua aposentadoria.

Sobre o concurso da Receita Federal

Em solicitação feita pela Receita Federal, o concurso público teria um total de 2 mil vagas para o cargo de auditor-fiscal e outras 3 mil oportunidades para analista-tributário. Em ambas as carreiras é necessário que os profissionais tenham formação superior completa nas mais diversas áreas de atuação.

O salário inicial corresponde a R$ 9.714,42 para auditor e de R$ 16.201,64 para analista. O mesmo já inclui um vale-alimentação no valor de R$ 458.

Outro concurso da Receita Federal

Uma outra seleção muito aguardada pela Receita Federal é voltada para a área administrativa, contemplando um total de 400 vagas para os cargos de analista administrativo e assistente-técnico administrativo. Esse também é para lotação no quadro de pessoas da RFB.

É importante lembrar que, feita a autorização pelo MPDG, o lançamento do edital é realizado pelo Ministério da Fazenda. Esse distribui as vagas tanto para o seu próprio quadro como para o da Receita Federal.

Para o cargo de assistente, é preciso ter o ensino médio completo. O salário inicial é de R$ 4.137,97, com vale-alimentação de R$ 458 já incluso. Ainda, o cargo de analista tem como pré-requisito a formação em nível superior, oferecendo um vencimento de R$ 5.490,09 com o benefício de mesmo valor.

Sendo esse concurso autorizado, as vagas serão destinadas, em boa parte, para o Estado de São Paulo. Isso ocorre pois essa região não foi contemplada durante a última seleção feita para os cargos administrativos.

Sobre o último processo de seleção

Para o caso de assistente técnico-administrativo, o último concurso realizado ocorreu há quatro anos, em 2014, sendo a responsável pela sua organização a Escola de Administração Fazendária, a Esaf. A prova aplicada teve um total de 70 questões, sendo dessas 20 sobre conhecimentos específicos e 50 sobre conhecimentos básicos.

Nos conhecimentos específicos foram abordados os seguintes temas: gestão de pessoas e o atendimento ao público (5 questões), ética do servidor em administração pública (5), administração pública brasileira (5) e regime jurídico de agentes públicos (5). Já nos básicos, foram matemática e raciocínio lógico (10), língua portuguesa (20) , atualidades (10) e conhecimentos em informática (10). Esses dois últimos temas tiveram peso um, enquanto as demais disciplinas tiveram peso dois.

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 2.9]

Edital de abertura deverá ser publicado neste mês de outubro de 2018.

A PRF confirmou abertura do novo certame previsto para 2019. A Polícia Rodoviária Federal admitiu que a instituição entrou em uma situação delicada nos últimos anos. Por conta disso, um novo concurso se faz necessário. O aumento do efetivo é considerado uma das soluções para evitar o colapso.

Os concurseiros que acreditavam na liberação do novo concurso da PRF ainda em setembro terão de esperar mais um pouco. Em fase de escolha da banca organizadora, o certame ainda precisa que a Advocacia Geral da União emita o parecer que determinará os organizadores.

A expectativa é de que sejam liberadas 500 vagas para o cargo de policial rodoviário, mas a quantidade de vagas para cada estado ainda é uma incógnita.

Renato Dias, que é diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal, recebeu aval do ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, para cuidar de todas as etapas até a finalização do concurso. Portanto, o lançamento do edital pode estar muito próximo de acontecer.

A data limite para a publicação de edital do certame é 27 de janeiro de 2019. Isso porque a autorização foi oficializada no dia 27 de julho e os organizadores têm seis meses para lançar o edital. O prazo termina, portanto, no início do próximo ano.

Nos últimos anos, muitos órgãos públicos solicitaram novas seleções. O motivo quase sempre é o mesmo : o número de aposentadorias registradas, sem que haja novas contratações, deixa um grande défice no contingente e isso faz com que a qualidade no atendimento à população diminua.

A PRF estima que até o final de 2018, dois mil servidores registrem aposentadoria. Mesmo assim, as vagas ofertadas no próximo concurso não serão suficientes para suprir tamanha carência.

Para acabar com o desfalque de pessoal, a PRF precisaria contratar três mil funcionários. Segundo Renato Dias, até o final do ano atual, a PRF sofrer desfalque de até 4.800 servidores.

Vale lembrar que após novo acordo, a PRF passa a integrar a força tarefa no combate à criminalidade juntamente com outras polícias e a Força Nacional, sob o comando de Jungmann.

A boa notícia é que caso haja permissão para contratações além das previstas, as convocações devem ser feitas a partir do certame de 2019, não havendo necessidade de realizar um novo concurso no prazo de dois anos.

Caos

Os concurseiros não precisam ter dúvidas a respeito da real possibilidade de concurso e já podem iniciar a rotina de estudos, pois, conforme já ressaltamos, a Polícia Rodoviária Federal precisa recompor o efetivo imediatamente.

Segundo Jungmann, caso o concurso não seja realizado , cerca de 400 municípios sofrerão com a falta de policiamento. Não podemos esquecer que a PRF monitora as rodovias, sendo primordial no combate ao tráfico de drogas, roubo de cargas e outras modalidades de crime.

Ao todo, 124 postos da PRF poderão ter que encerrar o funcionamento, caso não haja o novo concurso e cerca de 118.000 km de rodovias deixariam de ser monitoradas. Portanto, especialistas descartam a não-realização do certame.

Requisitos

As vagas de policial rodoviário são destinadas à candidatos que possuam nível superior em qualquer área. Além disso, é obrigatório possuir Carteira de habilitação na categoria B ou superior . O salário inicial é de R$ 9.931,57 para a jornada de quarenta horas por semana.

Última seleção

O último concurso para a PRF ocorreu no ano de 2013. Na ocasião, os candidatos foram submetidos à prova objetiva, de caráter eliminatório, contendo 120 questões de múltipla escolha, sendo 70 questões de conhecimentos específicos e 50 de conhecimentos gerais.

Os aprovados ainda tiveram que passar por avaliação da capacidade física, testes clínicos e psicológicos, prova de títulos e pesquisa social. Todas as etapas eliminatórias.

Com o número de inscritos sempre muito superior à oferta de vagas, o concurso do PRF é um dos mais concorridos. Por isso a dedicação precisa começar agora.

Boa sorte!

Kátia Elaini Pereira da Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 21 Média: 3.1]

Pregão Eletrônico adia processo de seleção da banca organizadora para o certame.

Em publicação oficializada na última quarta-feira, dia 26 de setembro, a Secretaria da Fazenda do Distrito Federal, a Sefaz/DF, confirmou o adiamento do processo de licitação para a escolha da banca organizadora que realizará o novo concurso público da mesma para o cargo de auditor fiscal. Conforme o aviso de licitação, que teve a sua publicação em 12 de setembro, a escolha da responsável estava marcada para a terça-feira, dia 25 de setembro. O critério utilizado seria o de pregão eletrônico.

Com o adiamento, a abertura de novas propostas deverá ocorrer somente no dia 10 de outubro. Sabendo disso, há alterações no cronograma do certame, uma vez que esse previa publicação de edital de abertura para as inscrições até a data máxima de 4 de outubro.

Esse dia havia sido indicado por uma autorização do concurso público, em publicação no diário oficial pela Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão, a Seplag/DF, em 4 de abril. De acordo com esse documento, havia um prazo estabelecido em 180 dias para que fosse feita a liberação da documentação.

Para quem já possui interesse em se aprofundar mais nos assuntos do certame, vale ressaltar que o edital para licitação já possui indicações referentes à estrutura de provas, por exemplo. Ainda, o mesmo documento ainda determina sobre o cronograma preliminar de seleção, estabelecendo que a publicação do edital de abertura para as inscrições deverá ocorrer em 90 dias, contando a partir da data da publicação oficial do edital.

Sobre o resultado da prova objetiva e a convocação para a segunda etapa, esses somente devem ser liberados após 20 dias da data de realização do exame. A segunda fase ocorre dez dias depois da divulgação de lista com aprovados na primeira.

A lista final com os aprovados será divulgada aos exatos 30 dias após a finalização da segunda etapa.

Sobre as vagas e os pré-requisitos

A seleção do concurso público da Sefaz/DF contará com 120 vagas, sendo dessas 80 para a formação de cadastro reserva de pessoas e 40 para a contratação imediata. Para participar, é preciso atender a um pré-requisito muito importante.

Sendo assim, é necessário ter nível superior em qualquer uma das áreas de formação. A remuneração inicial para essa carreira é de R$ 12.296, podendo ela chegar a até R$ 19.173 para os servidores veteranos, após um período de aproximadamente 15 anos em exercício.

As atribuições do cargo

Para a carreira de auditor fiscal, as atribuições do cargo são de lançamento, cobrança e a fiscalização de tributos diretos, além de mercadorias que estejam em trânsito. Para a segunda prova somente serão convocados os 300 primeiros na colocação da prova objetiva, bem como dos empatados e dentro do limite. Ainda, há os 60 primeiros colocados em vagas que são destinadas para os portadores com alguma deficiência física.

Sobre as provas

Segundo o edital de licitação, serão realizadas duas provas, sendo a primeira objetiva e a seguinte discursiva. A primeira contará com um total de 160 questões, sendo dessas 80 de conhecimentos gerais e o restante de conhecimentos específicos.

Em conhecimentos gerais, os temas abordados são: matemática financeira/estatística/raciocínio lógico, língua portuguesa, direito constitucional, direito empresarial/civil/penal, direito administrativo, tecnologia da informação, finanças públicas, contabilidade pública e economia. Em conhecimentos específicos os temas serão: legislação tributária e direito tributário.

Último concurso da Sefaz/DF

Há 17 anos a secretaria não realiza nenhum concurso público. O último aconteceu no ano de 2001, contando com 200 vagas. A organização do certame foi feito pela Fundação Carlos Chagas, contando também com duas provas, sendo uma de conhecimentos gerais (peso de 1) e outra sobre conhecimentos específicos (com peso de 2). Os temas foram muito semelhantes aos propostos na nova seleção, podendo, inclusive, serem usados para o estudo e preparação dos candidatos.

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 14 Média: 3.4]

Certame ofertará vagas para Técnicos e Analistas.

O Ministério Público do Ceará, conhecido também pela sigla MP/CE, deve deixar confirmado, o mais breve possível, o nome da banca que fará a organização do seu novo concurso públicos, este que estará disponível para os cargos de técnicos e também analistas. A escolha feita pelo Ministério teve confirmação no dia 20 de agosto, com a divulgação oficial da portaria que constitui a comissão do certame. Sabe-se também que o número de vagas ainda deve ser confirmado, porém, os cargos que serão contratados com oportunidades já estão selecionados para que não ajam problemas. Estas oportunidades serão para os cargos de técnico ministerial, que necessita basicamente do ensino médio para ser feita a inscrição, e analista ministerial, este para aqueles que já têm formação superior. Para o caso de técnico, o salário inicial é de R$ 2.935,08, e ao mesmo tempo para analistas, a remuneração inicial é de R$ 4.815,59.

A comissão ainda tem um prazo limitado, esse que é de de 90 dias da sua formação, sendo, até o mês de novembro para a concluir os trabalhos, o que nele deve ser incluso a contratação da banca organizadora. Então, a esperança é de que o edital seja divulgado de maneira completa ainda neste semestre.

A comissão tem como presidente o conhecido promotor de justiça que também é secretário-geral Haley de Carvalho Filho e ainda tem mais uma ajuda de uma pessoa, desta vez com a figura feminina, sendo, com a também, renomada promotora de justiça e assessora do procurador-geral Daniele Carneiro Fontenele, e mais algumas outras pessoas que ajudarão nesta conduta, que são os nomes, Ana Lúcia Sudário Dias Branco, Francisco Gladson Batista Maia e Cicila Daiane Barbosa de Oliveira Duarte.

Atribuições que os cargos terão

Levando em consideração primeiramente o cargo técnico, suas atividades equivalem a prestar dar suporte administrativo ao órgão, nisso se incluem, serviços de cartório ou secretaria, porém, tudo feito em torno do Ministério Público, além de fazer a distribuição e auxílio na tramitação de processos que são feitos dentro do Ministério, digitação das audiências feitas e redação de ofícios e demais documentos que são requisitados.

Agora do ponto de vista do analista, este prestará auxílio diretamente aos membros do próprio Ministério Público, podendo ser o Promotor ou Procurador de Justiça do local, e isso pode ser via elaboração de minutas de pareceres, e algumas outras coisas que se incluem na parte processual. Mais ainda que isso, tem ainda o cumprimento de tarefas no setor administrativo, como a leitura de ofícios, controle das pautas das audiências e também sessões.

Último concurso

Pesando neste cargo, pode-se se dizer que a última seleção foi feita há pouco tempo, em 2013, que apesar de parecer muito, ainda é pouco para um cargo muitas vezes muito disputado, que deu oportunidades para as vagas de técnico ministerial na área especializada e analistas, diferentemente dos de agora nas áreas de direito e ciências da computação. A banca organizadora, naquela vez, foi a Fundação Carlos Chagas.

Na prova dos técnicos o número total de questões atingiu 70, sendo delas, 30 de conhecimentos gerais, 20 de conhecimento de língua portuguesa e mais 10 de informática e também pôde contar com 40 de conhecimentos específicos na área em que atuaria.

Para analistas que precisavam de ensino superior na parte de direito, foram 30 questões de conhecimentos gerais e nelas estavam inclusas a matérias de língua portuguesa (20 questões) e 10 de informática e ainda tinham as 40 de conhecimentos específicos da área de direito.

Como ainda não se sabe todas as informações sobre o concurso, espera-se que a divulgação de inscrições e edital sejam ainda feitas em 2018, então mantenha-se atualizado de quando serão divulgados estes detalhes para não ficar de fora.

Gustavo Martins

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 12 Média: 3.3]

Certame deverá disponibilizar aos candidatos cerca de 228 vagas.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, os procedimentos para escolha da banca que irá organizar o Concurso dos Bombeiros já está em andamento. O deputado Dermilson Chagas, que é também o líder de governo na Assembleia Legislativa no Amazonas, informou que o edital de abertura de vagas deverá ser publicado no início do ano que vem e que o certame já estaria incluso no orçamento previsto para 2019.

O novo concurso público do Corpo de Bombeiros do Amazonas deve abrir 228 novas oportunidades, sendo 30 para aluno oficial bombeiro e 198 para aluno soldado, de acordo com informações recentes.

O Corpo de Bombeiros passa por momento de baixo efetivo na corporação, causado pelo número de reservas remuneradas concedidas nos últimos anos. Por conta disso, um novo concurso já estava sendo bastante aguardado.

Durante o evento que oficializou a posse do novo comandante do Corpo de Bombeiros do Amazonas, o coronel Fernando Paiva Pires Júnior, em 13 de março de 2017, o governador do Amazonas, José Melo, confirmou que haveria a seleção do certame, além de promoção aos oficiais e praças dos bombeiros. Ainda segundo o governador, haverá aquisição de novos equipamentos que ajudarão a melhorar e agilizar o atendimento à população em casos de emergência.

Sabemos que o Corpo de Bombeiros presta serviços primordiais aos cidadãos e que os seus profissionais têm sofrido com as dificuldades e a precariedade que enfrentam.

Última seleção

Enquanto não sai o documento oficial contendo o calendário , os futuros candidatos podem acompanhar os editais de seleções anteriores.

O último certame foi em 2009 e ofertou 1.239 vagas, distribuídas entre candidatos do ensino médio e superior. Na ocasião, foram ofertadas 443 oportunidades para o cargo de soldado, sendo 43 vagas destinadas às mulheres e 400 para homens. Para concorrer às vagas de soldado era necessário ter o ensino médio. Ainda com exigência do nível médio, o corpo de bombeiros selecionou 3º sargento auxiliar de saúde – técnico de enfermagem (293 vagas), cabo auxiliar de saúde para auxiliar em consultório dentista (28 vagas), cabo auxiliar de saúde – para atuar como técnico em raio X (28 vagas) e cabo auxiliar de saúde – para exercer como técnico em gesso (12 vagas).

As oportunidades para candidatos com ensino superior , os postos foram para 2º tenente nas áreas de médico ortopedista (18 vagas), médico clínico (17 vagas), médico pediatra (67 vagas), dentista (42 vagas), farmacêutico (42 vagas), enfermeiro (107 vagas) e assistente social (42 vagas).

Concursos no Amazonas

Outros órgãos também tiveram editais previstos para o ano que vem no Amazonas. Entre os certames já confirmados estão o da polícia civil com 360 vagas, o concurso da polícia militar com 661 oportunidades, agente penitenciário com 108 ofertas e polícia científica com 64 vagas para candidatos com nível superior.

Amazonas deve ofertar duas mil vagas em concursos

Há muitos concursos públicos com previsão para o fim de 2018 e início de 2019. Diversos órgãos precisam recompor o quadro de profissionais e por esse motivo, o número de vagas oferecidas deve ser superior a 2.000 só no estado do Amazonas. No entanto, um cargo público não é mais sinônimo de estabilidade profissional, pois muitas instituições estão optando por ofertar vagas de caráter temporário.

Mesmo assim, os concursos públicos são muito concorridos e necessita muita atenção e preparo por parte dos interessados.

Os candidatos também precisam levar em consideração que algumas entidades ainda não convocaram todos os aprovados nas seleções anteriores, principalmente, por causa da crise financeira em que o país se encontra. Por isso, é sempre bom pesquisar as possibilidades de contratação antes de investir em um concurso.

Kátia Elaini Pereira da Silva

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 25 Média: 2.9]

Pedido realizado pelo órgão solicita abertura de 148 vagas.

A Agência Nacional de Energia Elétrica está com seu concurso previsto e são 148 vagas que já estão em análise. Essa é uma ótima oportunidade para quem está em busca de um emprego seguro e com boa remuneração. Para conquistar uma das vagas é preciso muita dedicação nos estudos, pois a disputa vai ser muito grande. Quem tem interesse em ser aprovado para o concurso da Aneel já pode começar a se preparar, pois nesse caso, quanto maior for o tempo de preparação, maior é a chance de aprovação.

Conheça os cargos e salários das funções da Aneel

Um dos motivos para se inscrever nesse concurso é o alto valor dos salários de cada cargo. Passar nesse concurso é a certeza de uma estabilidade na vida financeira e melhoria na área profissional. Todos os cargos têm um bom salário, assim como ótimos benefícios. E o melhor de tudo é a certeza de um emprego para a vida toda, isso se não quebrar nenhuma regra de que tem cargo na Aneel. Veja agora os cargos e os salários:

– Cargo de Especialista em Regulação de Serviço Público de Energia: R$12.432,39 e deve contar com 31 vagas;

– Cargo de Analista Administrativo: R$11.529,29 e deve contar com 39 vagas;

– Cargo de Técnico Administrativo: R$6.147,52 e deve contar com 78 vagas;

Todos os cargos contam com um auxílio-alimentação no valor de R$458,00.

Concurso para quem tem nível médio e superior

O lado positivo desse concurso é que ele vai ter vagas para quem tem nível médio e também para quem possuí nível superior. O cargo de nível médio é o de Técnico Administrativo, e os cargos de Analista Administrativo e Especialista em Regulação de Serviço Público de Energia exigem o nível superior. Todos os cargos exigem certificado reconhecidos pelo MEC. Esse é um critério que precisa ser respeitado por todos os candidatos. Pois caso sejam aprovados, esse certificado original será exigido para avaliação.

Aneel conta com 150 vagas abertas esperando serem preenchidas

A expectativa é que os aprovados para esse concurso, sejam convocados rapidamente. Pois a Aneel tem em aberto 150 vagas, que são para ocupação emergencial em seus postos. Além disso, a empresa conta com seu quadro vagas reservas que vão se abrindo conforme a necessidade de novas contratações. Então vale apena tentar uma das vagas desse concurso.

Último concurso da Aneel foi em 2010

O último concurso da Aneel foi realizado a 10 anos atrás, isso aumenta mais ainda a ansiedade de quem está esperando o concurso, e a certeza que a liberação do edital está bem próxima de acontecer. Pois a precisão de novos funcionários para os postos da Aneel é certa.

Nível de dificuldade desse concurso

Como já é esperado, o nível de dificuldade desse concurso será alto. O ideal é que os candidatos já comecem a elaborar seu plano de estudo o mais rápido possível. Existem muitos conteúdos gratuitos na internet, que já podem ser aproveitados para quem vai fazer a inscrição para esse concurso. A expectativa é que a quantidade de inscritos supere o recorde do concurso de 2010.

Como aumentar as chances de aprovação para esse concurso?

Quem deseja passar no concurso da Aneel, deve começar a se preparar rapidamente. Já existem diversos materiais pagos na internet como apostilas digitais e físicas. Nelas existem materiais ricos para esse concurso, porém, o mais indicado é esperar pelo edital para se comprar qualquer apostila. Mas essa é uma decisão individual e que deve ser avaliada com calma por todos que desejam participar desse concurso.

O ideal é ficar de olho na liberação e publicação do edital. Nele vão ter todas as informações necessárias desse concurso!

Escrito por Cristiane Amaral

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 4]

Prazo para inscrição se encerra no dia 26 de outubro de 2018.

Estamos quase no mês de outubro de 2018 e boas notícias estão sendo divulgadas. Entre elas está a publicação oficial do novo edital de abertura do período de inscrições do processo seletivo promovido pelo Ministério Público do Estado de Pernambuco, o MP-PE, na Capital Recife, destinado ao provimento da carreira de técnico e de analista ministerial. Este certame público tem por meta o preenchimento de até 23 vagas, das quais duas estão previamente reservadas às pessoas com deficiência e mais quatro aos candidatos afrodescendentes, além da formação do cadastro reserva de pessoas.

Com relação aos candidatos com ensino médio completo, o cargo disponível será na função de técnico ministerial, em área administrativa, com 13 vagas e mais o CR, o vencimento inicial está em 3.171,52 reais.

Com relação aos concorrentes com graduação superior, os cargos disponíveis são: para o cargo de analista ministerial nem áreas jurídicas com 7 vagas e o CR; cargo de auditoria, com uma vaga e o CR; cargo de biblioteconomia, com uma vaga e mais o CR; no setor de documentação, com uma vaga, mais o CR; no setor de serviço social, para o CR; no setor de arquitetura, para o CR; no setor de medicina, para o CR; no setor de engenharia civil, para o CR; no setor de comunicação social, especialidade em jornalismo, para o CR; no setor de informática, para o CR e no setor de pedagogia, para o CR. A remuneração inicial está em 4.809,54 reais.

A banca organizadora está nas mãos da Fundação Carlos Chagas, que será a empresa responsável pela condução e execução deste certame. O cadastro de inscrições deverá ser realizado somente via internet, por meio do seguinte endereço eletrônico: www.concursosfcc.com.br. O período de inscrição inicia a partir das 10 horas do dia 1º de outubro e se estenderá até às 14 horas do dia 26 de outubro de 2018. O valor das taxas está estipulado em 75 reais para candidatos com ensino médio e 110 reais para candidatos com nível superior completo.

Sobre o itinerário dos exames as informações são as seguintes:

Todos os concorrentes serão avaliados por meio das duas provas: objetiva e discursiva, de redação. A duração oficial máxima dos testes será de quatro horas, e as mesmas provas serão ministradas na cidade de Recife, capital do Estado de Pernambuco, no dia 2 do mês de dezembro de 2018, durante o período matutino com relação ao cargo de técnico ministerial e no período vespertino com relação ao cargo de analista ministerial.

Sobre as provas, as informações são as seguintes:

A prova objetiva consistirá em um caderno com 50 questões de tipo múltipla escolha, das quais 20 versando sobre os conhecimentos básicos, com peso 1 e mais 30 versando sobre os conhecimentos específicos, com peso 3. Na prova discursiva, ou prova de redação, o concorrente terá o dever de desenvolver um texto de tipo dissertativo-argumentativo a partir de uma única proposição, a respeito de um assunto de interesse geral e atual, sendo que a resposta deverá abarcar entre 20 e 30 linhas de discurso coerente e no padrão da norma culta.

Observação importante: serão analisadas e avaliadas somente as provas discursivas dos concorrentes devidamente capacitados para a coerência do discurso, e também os candidatos mais bem classificados na prova objetiva, dentro dos limites rigorosamente estabelecidos. Todos aqueles que estão concorrendo ao posto de Analista Ministerial, em todas as suas áreas, deverão, ainda, ser submetidos à análise dos títulos.

Vale a pena conferir.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 7 Média: 3.6]

Seleção deverá ofertar cerca de 94 vagas.

O concurso do Detran ES está em espera já a algum tempo, e há indícios que o edital pode ser aprovado a qualquer momento. O Governador Paulo Hartung anunciou o concurso no dia 20 de agosto desse ano, e desde então a expectativa dos futuros candidatos vem aumentando a cada dia. Não serão muitas vagas abertas, mas a quantidade de inscritos devem superar todas as expectativas. O ideal é ficar ligado na publicação do edital, e começar a estudar o quanto antes. Agora vou falar de todas as informações sobre o Detran ES.

Estimativa de 94 vagas aberta

Tudo leva a crer que serão 94 vagas abertas para esse concurso. E que elas serão divididas em: 14 vagas para Analista de trânsito e 80 vagas para Assistente de trânsito. Esses dois cargos são de extrema importância no posto do Detran ES, e já existe uma precisão. O que indica que os aprovados não vão esperar muito para serem convocados. Também terão vagas de cadastros reservas, o que pode animar muitas pessoas a realizarem esse concurso. Pois tudo pode acontecer.

Vagas para nível médio e superior

Outro fator positivo para esse concurso é que pessoas do nível médio e superior podem realizar a inscrição. O nível da prova é mediano, isso para aqueles candidatos que realmente estudarem para a realização da prova. O que acaba desanimando muitas pessoas, é a quantidade de vagas, que pode ser considerada baixa, para um concurso do Detran.

Cargo para o nível médio e salário

O cargo do nível médio é do de Assistente de Trânsito. O salário é de R$ 2.490,75 e benefícios que não foram citados. Essa é uma ótima remuneração e chance de mudança na vida profissional. Vale lembrar que todos os candidatos que optarem por esse cargo devem ter o certificado de conclusão de Ensino médio original. Esse documento será cobrado caso o candidato seja aprovado.

Cargo para o nível superior e salário

O cargo do nível superior é o de Analista de Trânsito. O salário é de R$5.179,94 e benefícios que não foram citados. Para essa vaga as oportunidades são bem menores e isso vai aumentar ainda mais a disputa, pois com esse salário, vale muito apena tentar ser aprovado. É preciso ter muita dedicação nos estudos. Para os aprovados nesse cargo, será cobrado o certificado de conclusão de Ensino médio original.

Próximo passo será a escolha da Banca Organizadora

A decisão da banca organizadora do concurso deve acontecer logo. Essa é uma informação muito esperada por todos os interessados em fazer esse concurso. A banca escolhida tem um peso considerável para esse concurso, pois pode ser que ela tenha a fama de montar provas complexas ou não.

Falando sobre o concurso passado

O último concurso do Detran ES foi realizado em 2010. Foram poucas vagas, apenas 50. E é justamente por isso, que muitas pessoas acreditavam que esse novo concurso teria muitas vagas. Mas se avaliarmos o número passado, podemos afirmar que 94 vagas ainda é muito pouco. A prova do concurso de 2010 para o nível médio teve 120 questões, e entre as matérias tinham as seguintes: Informática, raciocínio lógico, Língua portuguesa, conhecimentos gerais, legislação de trânsito, entre outros.

Já para o nível superior foram 120 questões e as seguintes matérias: Legislação de trânsito, administração pública, língua portuguesa, raciocínio lógico, informática, entre outros.

As provas do nível médio foram objetivas, já o nível superior foi cobrado duas questões discursivas.

É claro que não podemos nos basear em todas as informações do último concurso. Mas essas informações servem para dar uma base de como ele pode funcionar.

Quem realmente quiser conquistar uma vaga do concurso do Detran ES deve estudar muito!

Escrito por Cristiane Amaral

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 3.2]

Seleção aguarda autorização para 1.888 vagas.

Está em análise no Ministério do Planejamento e Gestão (MPOG) o pedido para a realização do concurso IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que consta 1.888 vagas. Já pensou em aproveitar a oportunidade?

As vagas devem ser distribuídas da seguinte maneira: 759 para técnico administrativo, 832 para analista ambiental e 297 para o cargo de analista administrativo. A remuneração, dependendo da carreira, pode chegar a mais de R$ 6 mil.

Concurso IBAMA: carreiras

Para concorrer ao cargo de analista administrativo ou ambiental, o interessado deve ter nível superior e a remuneração inicial corresponde a R$ 7.760,45. Em relação ao cargo de técnico, é requisito ter nível médio e a remuneração inicial é de R$ 3.712,72. Nos valores citados, já está incluso o valor do auxílio alimentação, que é de R$ 458,00.

Concurso IBAMA: últimos certames

Em 2018, o IBAMA organizou concurso para o cargo de analista ambiental e a oportunidade contou com um total de 108 vagas, sendo 45 para área de licenciamento ambiental no Distrito Federal, 15 para área também de licenciamento ambiental no Rio de Janeiro, 21 para gestão, proteção e controle de qualidade ambiental no Distrito Federal, entre outras.

Outro concurso IBAMA ocorreu em 2013 e para 61 vagas, sendo 2 para o Acre, 3 para Amazonas, 2 para Amapá, 27 para o Distrito Federal, 1 para Bahia, 3 para o Mato Grosso, 1 para o Maranhão, 1 para Espírito Santo, 2 para Minas Gerais, 2 para Mato Grosso do Sul, 2 para Paraná, 2 para Pará, 2 para Roraima, 1 para Rio Grande do Sul, 2 para Rondônia, 1 para São Paulo, 2 para Santa Catarina, 2 para Tocantins e 2 para Sergipe. Na ocasião, participaram do certame 43.5333 candidatos.

A banca responsável por ambos os concursos IBAMA foi a Cespe/Unb.

Concurso IBAMA: como passar?

– Como o edital ainda não está divulgado, este é o melhor momento para começar a sua preparação para o concurso IBAMA. Como a concorrência está cada vez mais alta, é fundamental ter tempo para dominar as disciplinas e garantir um estudo de qualidade.

– Estude por meio de apostilas e cursos específicos para o concurso IBAMA. Cuidado com materiais desatualizados. Antes de comprar, procure conhecer e peça referência a outros estudantes.

– Faça um planejamento para organizar a sua rotina. Isso vai ajudar a manter o foco no que é realmente importante para a sua preparação, sobretudo se você precisa conciliar o trabalho e o estudo.

– Faça metas que sejam compatíveis com a sua realidade diária. Não adianta querer estudar 5 horas, se você tem 2, por exemplo. Isso pode aumentar ainda mais a sua ansiedade e nervosismo.

– Como a banca do próximo concurso IBAMA ainda não está definida, direcione os seus estudos para o Cespe/Unb, que foi a organizadora do último certame. É uma das bancas mais temidas pelos candidatos, por isso, faça exercícios de forma exaustiva, para conhecer o estilo da prova, a forma de cobrança e os assuntos mais recorrentes. Conhecer o perfil da organizadora é imprescindível para você fazer uma boa prova.

– Se durante os estudos, surgir algum concurso com conteúdos parecidos, tente. Além de treinar, você pode medir o seu desempenho nos conteúdos. Quem sabe você não passa e garante a sua aprovação?

– Durante a rotina, mantenha uma alimentação saudável e equilibrada. Cuidado com as coisas que você come, pois isso influencia na sua produtividade e rendimento.

– Faça atividades físicas, para aliviar o estresse e a ansiedade. Exercícios também ajudam na memorização e no aprendizado do conteúdo. Se a grana estiver curta, aposte em uma caminhada ou corrida.

Seguindo as dicas, você vai conseguir ter uma boa preparação para o concurso IBAMA. Compartilhe a notícia nas suas redes sociais e sucesso!

Por Babi

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 33 Média: 3.2]

Edital da seleção deverá ser divulgado nos próximos dias.

Cresce a expectativa para a confirmação da banca organizadora que estará a cargo da realização do próximo concurso público para o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo (Iamspe). O certame que já teve sua autorização confirmada pelo governador do Estado de São Paulo, Márcio França, deverá oferecer aos candidatos interessados um total de 377 vagas para atuação no órgão.

De acordo com as informações divulgadas até o momento, das vagas oferecidas, 158 estão sendo direcionadas para convocação de aprovados remanescentes em concursos que ainda estão em período de validade. As demais 219 vagas são destinadas para a nova seletiva.

Serão oferecidas oportunidades para diversos cargos de nível superior. Os salários iniciais podem chegar a R$14.386,50.

Entretanto, vale ressaltar que a data publicação do edital para o concurso do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo somente poderá ser confirmada após a definição da banca organizadora. Ainda assim, há informações que apontam que o edital de abertura de inscrições seja publicado ainda este mês.

Sobre as vagas oferecidas

Segundo o que foi informado até o momento, do total de vagas oferecidas para o novo concurso, o cargo de agente técnico de assistência à saúde contará com 54 vagas, para cirurgião dentista serão duas oportunidades e para médico, 163 chances.

Com relação aos salários oferecidos temos os seguintes valores:

  • Cirurgião dentista: R$2.658,14;
  • Médico: R$3.726 (12h por semana); R$6.210 (20 horas semanais); R$ 7.452 (24 horas por semana) e R$ 14.386,50 (40 horas por semana).

A autorização de realização do certame não dispõe sobre a jornada de trabalho, mas provavelmente a definição ficará à critério da instituição.

No caso da convocação dos remanescentes a distribuição de vagas foi feita da seguinte maneira: técnico de radiologia, 3 vagas; técnico de laboratório, 5 vagas; técnico de enfermagem, 50 vagas; médico, 2 vagas; enfermeiro, 21 vagas; auxiliar de saúde, 2 vagas; agente técnico de assistência à saúde, 25 vagas; agente de saúde, 14 vagas; oficial administrativo, 30 vagas; executivo público, 5 vagas e analista administrativo, 1 vaga.

Último concurso realizado pelo Iamspe

O último concurso público promovido pelo Iamspe foi realizado no mês de abril deste ano. Nessa ocasião foi ofertado aos candidatos inscritos um total de 93 vagas. Todas elas foram direcionadas para o cargo de técnico de enfermagem.

Sendo assim, as 50 oportunidades autorizadas para preenchimento por meio de convocação serão destinadas para os profissionais que foram aprovados nesse certame. Neste caso, a banca organizadora responsável pela seletiva foi o Instituto Nosso Rumo.

Conheça o Iamspe

O Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo (Iamspe) é um sistema de saúde do Estado de São Paulo que tem como finalidade oferecer atendimento a mais de 1 milhão de funcionários públicos do Estado bem como aos seus dependentes.

A instituição está presente em 173 cidades por meio de clínicas, laboratórios de análises e de imagem, consultórios médicos e postos de atendimento próprios. Além disso, ele conta com o suporte de hospitais, sendo que o Hospital do Servidor Público Estadual, localizado na capital, figura como referência no setor da saúde em termos de tratamento de doenças de alta complexidade.

O Iamspe tem como missão elementar promover a melhoria da qualidade de vida dos contribuintes e seus dependentes. Para isso, visa oferecer ações de prevenção e reabilitação da saúde, além de investimentos em pesquisas.

Para maiores informações sobre o Instituto acesse: http://www.iamspe.sp.gov.br/

Dica de concurseiro: Uma boa ideia para quem quer estudar para concursos públicos sem o edital de abertura é pesquisar sobre os certames anteriores. Analisar os editais de concursos passados pode ajudar no direcionamento inicial dos estudos. Outra dica interessante é estudar por meio da resolução de perguntas. Especialistas apontam que essa técnica é uma das mais eficientes quando o assunto é a fixação do conteúdo.

Denisson A. Soares

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 4 Média: 4.3]

Confira aqui as principais novidades sobre o novo concurso do Banco do Brasil.

A expectativa é grande acerca de um novo concurso público do Banco do Brasil para o cargo de escriturário. Isso porque foi realizado no início do ano de 2018 um certame nos Estados de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, que buscou o preenchimento de um total de 60 oportunidades, sendo dessas 30 para a contratação imediata.

O que se espera, agora, é que o processo seja realizado também em outras localidades e Estados. Porém, ainda não há nenhuma confirmação oficial de quando será lançado e publicado o novo edital.

Sabe-se, todavia, que há uma grande carência de servidores no Banco do Brasil, principalmente nas regiões que foram contempladas no último concurso público, como é o caso de São Paulo. Um exemplo claro dessa defasagem é que no fim do primeiro semestre desse ano, bancários realizaram um protesto a favor de uma nova contratação para mais servidores.

Conforme um dado divulgado pelo Sindicato dos Bancários e dos Financiários de São Paulo, Osasco e demais da região, no último ano (12 meses), foram fechados pelo banco aproximadamente 270 agências e outros 1.983 postos de trabalho.

A realização do novo concurso já é aguardada há, no mínimo, dois anos. Esse se destina não somente ao Distrito Federal, Rio de Janeiro e São Paulo, mas também para outros Estados como: Rio Grande do Sul, Tocantins, Mato Grosso do Sul, Goiás, Bahia, Alagoas, Santa Catarina, Espírito Santo, Amazonas e Minas Gerais.

Um pouco mais sobre o cargo

O cargo de escriturário é destinado para os profissionais que possuem formação em nível médio. A carreira conta com salário de R$ 4.036,56, sendo considerado nesse o salário-base de R$ 2.718,73, bem como cesta alimentação de R$ 580,83 e ajuda em refeição/alimentação de R$ 737.

Além desses, o Banco do Brasil concede uma extensa gama de outros benefícios, tais como: vale-transporte, participação em lucros ou nos resultados, auxílio-creche, previdência privada, auxílio ao filho que possua alguma deficiência e, por fim, a possibilidade de ascensão e de desenvolvimento na profissão.

Sobre as atribuições de um escriturário

Entre as atribuições de um escriturário podemos citar, em primeiro lugar, que esse é responsável pela comercialização dos produtos e dos serviços do banco, bem como pelo atendimento ao público em geral. Outras funções são: atuação no caixa sempre que necessário, prestação das informações aos usuários e aos clientes, contato com os clientes, redação das correspondências oficial em geral, controle de estatísticas, conferência dos relatórios e documentos, execução de tarefas que são inerentes ao seu cargo e compatíveis com o Banco do Brasil e, por último, manutenção e atualização dos dados nos sistemas operacionais e informatizados.

Conteúdos necessários

Para a seleção do escriturário, é feito um exame que visa identificar as capacidades do candidato, de forma que sejam selecionados aqueles que são mais qualificados para a função. Por esse motivo, é muito importante que os inscritos possuam amplos conhecimentos em conteúdos específicos e pragmáticos necessários para a função.

Entre esses conteúdos estão: língua inglesa, com um amplo conhecimento de vocabulário e gramática para que consiga interpretar os textos técnicos; língua portuguesa em geral; matemática em geral, principalmente a financeira; atualidades sobre o mercado financeiro, como assuntos voltados ao mercado bancário e dinâmica do mercado; probabilidade e estatística; informática em geral; e, por último mas não menos importante, os conhecimentos bancários, com assuntos como capitalização, crédito rural, noções sobre cartões de débito e de crédito, capitalização, hipoteca, caderneta de poupança, mercado de câmbio, fianças bancárias, entre outras.

Portanto, apesar de ainda não ser oficial, fique ligado que muito em breve um novo edital poderá ser lançado que contemple a sua região. Acompanhe tudo por aqui que te deixaremos informados sobre todos os andamentos futuros.

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 34 Média: 2.9]

Confira aqui as novidades sobre o próximo concurso dos Correios.

Muitos brasileiros se encontram na expectativa por novas notícias sobre novos concursos públicos dos Correios. Afinal, foi anunciado um novo certame no ano de 2012, porém, o processo de seleção não foi realizado e de lá para cá muito se especulou sobre novos concursos que por diversos motivos não aconteceram. Porém, passados 6 anos, há indícios que um novo concurso venha a ser realizado o mais breve possível. Veja neste artigo o que há de novo em relação a esse tão esperado concurso.

Na realidade, as novidades sobre o concurso público dos Correios se dão em torno do sindicato que a categoria possui, que tem cobrado copiosamente a realização dessa nova concorrência, em razão da atual situação com a qual as agências de todo o país vêm trabalhando. O que torna este novo concurso uma real necessidade, até mesmo para o bom funcionamento do órgão.

No entanto, a estatal chega em um momento muito crítico em que possua um elevado número de déficit de servidores, o que compromete diretamente os serviços prestados a toda socieddae, além de sobrecarregar o seu quadro de efetivos.

Os Correios possui como carência de mais de 20 mil servidores. Dado este que já foi confirmado pela estatal e pela Fentect, que é a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares.

No ano de 2017 foi divulgado pela assessoria de imprensa que em um novo certame seriam disponibilizadas para concorrência um total de 2 mil oportunidades, além de outras vagas para a formação de cadastro de reserva. Todas essas vagas seriam distribuídas por 11 Estados brasileiros, inclusive o Distrito Federal. As vagas eram para as funções de operador de triagem e de transbordo e carteiro. Sendo necessário aos candidatos formação completa de ensino médio.

Os salários anunciados seriam de R$1.280 para profissionais que atuam no cargo de operador de triagem e de transbordo, valor este que já está incluído as bonificações. Já o salário para um profissional no cargo de carteiro é no valor de R$ 1.600, além do adicional da distribuição. Além destas remunerações, os aprovados ainda recebem vale refeição/alimentação no valor que partia de R$ 971,96 até R$ 1.092,48. No total um OTT deve receber R$ 2.376,48, enquanto que um carteiro deve receber R$ 2.712,98.

Os Correios ainda oferecem outros benefícios como auxílio-creche, vale-transporte, auxílio-babá, Plano de Carreiras e Salários e Plano de Cargos.

Enfim, como se pode ver, ser um servidor efetivo dos Correrios é uma oportunidade que muitos desejam, por isso milhões de brasileiros tem aguardado pela abertura desse novo concurso. Principalmente em razão desta forte crise que atingiu a nossa economia em 2015 e que até a atualidade tem contribuído de forma direta para o aumento considerável no número de pessoas em situação de desemprego no país.

Há estados brasileiros que vêm trabalhando com um número muito baixo de servidores, o que vem a afetar diretamente a vida da população, uma vez que correspondências e documentos em geral têm chego com muito atraso às residências, pois o fluxo é muito grande e o capital humano muito baixo.

Os Correios, que como todos sabem, é uma empresa estatal, é um empresa que entre salários e benefícios está entre as melhores. Diante disso, a expectativa pela publicação e realização de um novo certame é cada vez maior.

De acordo com informações da assessoria de imprensa da estatal, finalmente este concurso deve ser realizado. O edital encontra-se em andamento e assim que tudo estiver em conformidade ele deve ser publicado. Porém, ainda não se pode precisar se o edital, assim como a abertura do processo de inscrições, deve acontecer ainda este ano, embora a intenção seja essa. O importante é que os interessados devem estar atentos, sempre atulizando-se por meio do site dos Correios, pois este concurso se não acontecer deve ser realizado sem falta no início de 2019, uma vez que não há mais condições para adiamentos.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 36 Média: 3.6]

Seleção irá ofertar 228 vagas.

O segundo semestre de 2018 já conta com mais um processo seletivo em fase de oficialização. Trata-se do novo concurso público realizado pela Secretaria de Justiça e de Segurança Pública, a Sejusp-MG, cuja autorização saiu do gabinete do governo do Estado, desde o dia 27 de julho de 2018.

Uma comissão foi formada, desde o final do mês de julho de 2018, para que se mantenha trabalhando no processo de determinação da banca que será responsável pela organização deste concurso. Assim, a expectativa se expande no sentido de que o título da empresa responsável seja revelado nos próximos dias, para que este edital de abertura do período de inscrições venha a ser efetiva e definitivamente publicado.

Este processo de seleção se destinará ao preenchimento de um número em torno de 228 postos de trabalho, dos quais 201 voltados para o cargo de Agente de Segurança socioeducativa; serão 27 postos reservados ao cargo de analista de medidas socioeducativas, dos quais 11 voltados para a área de psicologia e os demais 16 voltados para o setor de serviço social. São cargos destinados às duas carreiras e será necessário o concorrente possuir graduação acadêmica em nível superior.

O valor das remunerações iniciais está em 2.757,80 reais para o setor de Agentes e no valor de 4.879,19 reais para o setor de Analistas.

Sobre a comissão deste concurso e seus membros, a qual foi constituída no dia 30 de julho de 2018, trata-se de mesa presidida pelo seguinte servidor: Paulo Victor dos Santos Oliveira e suplementada pelos seguintes membros, também servidores: funcionário Celso Almeida de Oliveira; funcionária Maria Lucélia Pereira Lima; Silvio de Souza Guimarães e por Tatiana Rezende Nassar Cintra.

O ato da assinatura de autorização deste certame aconteceu em um evento realizado no dia 25 de junho de 2018, contando com a presença dos secretários da administração e de desburocratização, o servidor Carlos Aberto de Assis; e do secretário de Justiça e de Segurança Pública, o servidor Antônio Carlos Videiras, junto aos gestores e aos representantes dos servidores atuantes nas carreiras socioeducativas.

Naquela ocasião houve uma longa discussão sobre a nova exigência em termos de escolaridade, a qual será cobrada, também, sobre os concorrentes ao cargo de Agente, que é uma função que até então era destinada às pessoas que possuíam apenas o grau acadêmico de ensino médio completo.

Entretanto, em relação a esta situação, está para ser aprovado um novo projeto de lei que deverá ser encaminhado para trânsito na Assembleia Legislativa nas próximas semanas. Conforme as informações angariadas da própria assessoria de imprensa deste governo de Estado, a mudança solicitada deverá atender uma orientação direta da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, a qual, após uma visita realizada à instituição Unei (Dom Bosco), decidiu encaminhar um relatório com proposta de que o Estado reformule a lei nº 4.894, de 2016, para deixa-la em conformidade com o chamado Plano Nacional de Atendimento Socioeducativo.

Assim, na ótica do secretário oficial da Sejusp, senhor Antônio Carlos Videira, é preciso elevar o ingresso para a carreira de sócio educador a um nível superior, sendo que a autorização emitida pelo governador Reinaldo Azambuja, que garante a realização deste próximo concurso público, constitui um grande passo nessas atualizações necessárias, já que atende a uma velha reivindicação da própria categoria.

Todos esses profissionais são servidores de extrema importância para o órgão da Sejusp, dado que todos eles atuam na medida em que todos os outros agentes falham. Portanto, todos eles têm uma grande responsabilidade em fazer com que o período de internação não se torne somente um mero estágio, dentro do sistema penitenciário, mas sim de preparo e ressocialização dos adolescentes, que deverão retornar para a sociedade, sem se tornarem reincidentes.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.4]

Ministério do Planejamento ainda estuda pedido de seleção.

É grande a expectativa para a abertura do concurso da Receita Federal, muitos agora estão na torcida para que o Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão acelere o processo ao máximo e venha a dar logo a autorização. O pedido para um novo concurso foi enviado pela Receita Federal do Brasil, que alega precisar preencher ao menos 2.083 vagas, para garantir um quadro de pessoal eficiente, podendo atender assim as atuais necessidades da população.

E a falta de servidores na Receita Federal pode se agravar ainda mais se o concurso demorar a ser autorizado, pois enquanto o tempo vai passando, novas vagas vão surgindo devido aos postos que são desocupados e com isso o serviço vai acumulando cada vez mais. Se esse edital demorar muito para ser lançado, pode ser que o número de vagas nem atenda mais à nova realidade do órgão. E o problema ficará mesmo sério é se o concurso não for autorizado.

No ano passado foi feito um levantamento e o resultado foi realmente surpreendente, pois foram apontados mais de 20 mil postos abertos no país e com esse número crescendo sem parar. O pedido desse concurso é para 2.083 vagas, ou seja, não chega nem à metade do que realmente seria necessário. Hoje seria preciso contratar cerca de 11 mil auditores e 10 mil analistas, mesmo assim não seria o ideal, pois mesmo assim haveriam postos a serem preenchidos.

Um outro dado que causa grande preocupação é que 20% dos funcionários da RF estão prestes a se aposentarem, o que irá gerar um número ainda maior de postos abertos.

Diante de tudo isso, muitos candidatos estão intensificando os estudos, pois acreditam que o MPDG não irá negar o pedido. Quando o edital for publicado, esses candidatos querem estar bem adiantados na preparação, pois sabem que o concurso será bastante concorrido.

Solicitação para concurso

Em maio do ano passado, o Ministério do Planejamento recebeu do Ministério da Fazenda, a solicitação para que fosse liberado o edital para o preenchimento de 2.083 vagas, sendo divididas entre analista tributário e auditor-fiscal.

A divisão seria feita da seguinte forma: 1.453 vagas seriam destinadas ao cargo de analista e 630 para auditor. Para se candidatar a qualquer um destes cargos, os candidatos precisam ter curso superior já concluído, sendo aceitas diversas áreas. A remuneração para auditor seria de R$ 16.201,64 e para analista de R$ 9.714,42. Nestes valores já estaria incluso o vale-alimentação que é de R$ 458 mensais.

Concurso para área administrativa

Também é grande a expectativa para que seja aprovado o concurso que visa preencher 400 vagas em cargos administrativos, sendo eles: assistente técnico e analista, sendo que todas as vagas também seriam para a Receita Federal. Depois que o MPDG autoriza o edital, então o Ministério da Fazenda precisa verificar e distribuir as oportunidades no quadro de pessoal da Receita.

No caso das vagas para assistente, os candidatos deverão já ter concluído o ensino médio. A remuneração inicial é de R$ 4.137,97 já incluso o vale-alimentação, que é de R$ 458 mensais. Os interessados nas vagas para analista administrativo deverão ter o nível superior completo, sendo que o salário é de R$ 5.490,09 já com o vale-alimentação.

A maior parte das vagas será destinada para o estado de São Paulo, uma vez que quando foi realizada a última seleção, não foram abertas vagas para cargos administrativos nesta região do país.

Como se preparar para este concurso

Não há dúvidas de que esse é um dos concursos mais concorridos do Brasil, então o melhor a fazer é começar a se preparar desde agora. Conquistar uma das vagas na RFB não é nada fácil, pois as provas são disputadíssimas e já tem muita gente se preparando há mais tempo.

Os interessados devem pesquisar os processos seletivos realizados anteriormente, assim podem começar os estudos, enquanto o edital não é divulgado.

Por Russel

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 26 Média: 2.9]

Edital do certame deverá ser divulgado ainda neste mês de setembro de 2018.

Foi confirmado na última terça-feira, dia 28 de agosto, pelo ministro da Segurança Pública, senhor Raul Jungmann, que deverá ser publicado no mês de setembro o novo edital do concurso público da Polícia Rodoviária Federal. Já havia sido divulgada anteriormente essa previsão durante o evento de posse do novo superintendente da PRF, ocorrido dia 27 em Pernambuco.

Apesar de ainda não terem sido divulgadas informações referente à distribuição das vagas por estados, sabe-se a liberação oficial do edital está dependendo apenas da confirmação de qual a banca organizadora do certame. A expectativa é grande, podendo ocorrer essa a qualquer instante.

Mais informações sobre o certame da PRF

O concurso público da PRF busca o preenchimento de um total de 500 oportunidades destinadas para o cargo de policial rodoviário. Publicada em 27 de julho, a autorização do certame determina um prazo máximo de seis meses para que seja feita a publicação de um edital. Sendo assim, o prazo encerra em 27 de janeiro.

Todavia, o órgão não pretende aguardar este limite para que dê início ao certame, já que a intenção inicial do ministro de segurança era de que o edital fosse publicado em junho. Isso somente não foi possível devido ao impasse no aumento da oferta, fato esse que gerou um atraso na autorização do MPDG.

Déficit de pessoas

O quantitativo divulgado para o concurso público não deverá suprir todas as reais necessidades do órgão. Isso se deve pois, conforme o diretor-geral da PRF, senhor Renato Dias, a PRF precisaria de, pelo menos, 3 mil novos servidores. Esses poderão ser convocados levando em conta o aproveitamento dos remanescentes do novo concurso, independente de qual seja a oferta desse.

Um dos motivos para a imediata contratação de pessoas é que, somente nesse ano, aproximadamente 2 mil servidores irão se aposentar, conforme uma previsão do órgão. Para Dias, a carência de pessoas é, atualmente, de 2.800 policiais, sendo que esse número deve chegar, portanto, aos 4.800.

Não bastassem as atividades operacionais, a falta de pessoas deverá acarretar também o fechamento de 124 postos espalhados por todo o país, em caso da não realização do certame. Com isso, prejudica-se um total de 400 municípios, já que haverá a suspensão do policiamento em, aproximadamente, 19 mil quilômetros de rodovias.

Sobre o cargo de policial rodoviário da PRF

Para quem quiser ir estudando para o concurso, é necessário ressaltar primeiramente que o policial rodoviário precisa atender alguns pré-requisitos muito importantes. Sendo assim, em primeiro lugar, ele precisa possuir um curso em nível superior e em qualquer área de formação. Além disso, o mesmo precisa ter carteira de habilitação, partindo da categoria “B”.

A jornada total de trabalho é de 40 horas por semana. Quanto à remuneração inicial, essa é de R$ 9.931,57, já levando em conta o auxílio na alimentação, no valor de R$ 458.

Segundo a lei de número 13.371, que foi sancionada pelo atual presidente Michel Temer no ano de 2016, todos os servidores contarão ainda com mais um reajuste, sendo esse em janeiro de 2019. O salário passará, portanto, para R$ 10.357,88, incluindo o benefício.

Sobre o último concurso da PRF

O último concurso público da PRF que se tem notícias ocorreu no ano de 2013, sendo organizado pelo Cespe/UnB. No total, foram inscritos 109.769 candidatos para um total de mil vagas.

A seleção foi realizada através de provas objetivas, exame discursivo, avaliação da saúde, teste sobre a capacidade física, avaliação psicológica, análise de títulos e investigação social. Sobre a parte objetiva, essa teve 120 questões, sendo dessas 70 sobre conhecimentos específicos da área (noções de direito penal, de direito administrativo, de direito processual penal, direitos humanos e cidadania, legislação especial, legislação do DPRF e, por fim, física aplicada para a perícia em acidentes na rodovia); e outras 50 sobre conhecimentos básicos (matemática, língua portuguesa, noções sobre direito constitucional, noções de informática e ética no serviço público).

Kellen Kunz

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 17 Média: 3.3]

Entre os concursos previstos para 2019 estão PRF, MPU, AGU, Receita Federal e INSS.

Neste segundo semestre de 2018 está sendo divulgada a notícia de que a Lei de Diretrizes Orçamentárias, destinada ao ano de 2019, está sancionada e publicada no Diário Oficial da União desde o dia 15 de agosto.

A atualização desta lei não impõe restrição à abertura de novos certames públicos. O projeto inicial enviado por meio da Câmara dos Deputados contém itens determinados pela presidência, os quais não proíbem a autorização de mais concursos públicos para o ano de 2019. A princípio o critério da lei estava voltado para a autorização de certames apenas na área da educação; da saúde; da segurança pública; da defesa; da diplomacia e na própria Agência Nacional de Águas. Em seguida, outros órgãos do executivo foram, também, incluídos na relação e poderão ter pedidos contemplados ao longo do próximo ano, em acordo com a dotação orçamentária oriunda da União.

Alguns dos concursos previstos para o ano de 2019 são:

1 – PRF. Abertura de concurso para cargos na Polícia Rodoviária Federal. Neste caso, o edital está previamente autorizado, cuja publicação está prevista para o mês de janeiro de 2019. O número de postos disponíveis, a princípio, será de 500 cadeiras destinadas ao cargo de Policial Rodoviário Federal, o qual consiste em uma função de nível superior, com remuneração inicial de 9.043,98.

2 – MPU. Abertura de concurso para cargos no Ministério Público da União. Serão em torno de 1.600 cargos à disposição. A realização deste processo seletivo se dará entre o fim de 2018 e início de 2019, assim que for aprovada a liberação das despesas necessárias para o orçamento. Serão vagas destinadas aos concorrentes com nível médio e superior, para as funções de Técnico e de Analista no MPU. As remunerações iniciais estão entre 6.862,73 e 11.259,8 reais.

3 – Minc. Abertura de concurso para cargos no Ministério da Cultura. A solicitação foi encaminhada para a realização deste processo seletivo, o qual deverá dispor de postos para concorrentes com níveis médio e superior, e as remunerações iniciais estão entre 3.877,97 e 5.493,29 reais.

4 – AGU. Abertura de concurso para cargos na Advocacia-Geral da União. O certame já está autorizado desde o mês de junho de 2018. Há um prazo de seis meses para a publicação oficial deste edital de abertura. O número de vagas ofertadas será de 100, distribuídas entre as funções de Administrador; de Analista Técnico Administrativo; de Arquivista; de Bibliotecário; de Contador; de Técnico sobre os Assuntos Educacionais e de Técnico no setor de Comunicação Social. Estes cargos demandam por escolaridade superior e possuem remuneração inicial no valor de 6.985,34.

5 – Receita Federal. Abertura de concurso para provimento de cargos no órgão da Receita Federal. A abertura deste processo de seleção já foi solicitada. Serão em torno de 400 postos de trabalho, dado que urge a necessidade de um novo certame para o órgão, e, segundo informações, novas movimentações deixam claro que a seleção terá autorização em breve. Os cargos que serão contemplados neste próximo certame, muito provavelmente, serão: na função de Analista Tributário e na função Auditor-Fiscal, a exigência é de nível superior de formação acadêmica. As remunerações iniciais estão entre os valores de 10.674,21 e 19.211,00 reais.

6 – INSS. Abertura de concurso para cargos no INSS. Ainda está no prazo de validade o último certame público deste órgão, realizado no ano de 2015, com abertura oficial de 950 postos. O órgão da Previdência Social está planejando um novo processo de seleção. Entretanto, nova solicitação foi encaminhada ao órgão do Ministério do Planejamento e consta de pedido de 7.580 vagas destinadas aos cargos de Perito; de Analista e de Técnico do Seguro Social.

Paulo Henrique dos Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 5 Média: 3.4]

Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2019 foi sancionada e não restringe a abertura de novos concursos.

No dia 15 de agosto foi sancionada a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano de 2019, e, dessa vez, não foi restringida nenhuma abertura de novos concursos. No entanto, houve algumas modificações ao comparada com o projeto inicial que a Câmara dos Deputados tinha enviado. Além disso, os vetos feitos pela presidência não vêm mais a proibir a autorização da criação de novos concursos públicos para o próximo ano.

A princípio, somente os concursos para algumas áreas têm permissão para serem autorizados. Estas são a área da educação, da saúde, da defesa, da diplomacia, da segurança pública e da Agência Nacional de Águas (ANA).

Mas isso não impede que os demais órgãos do Poder Executivo venham a solicitar pedidos e terem os mesmos contemplados no decorrer do ano de 2019, de acordo com o orçamento da União. Enquanto isso, a LDO 2019 também não prevê normas para o reajuste dos servidores. Dessa forma, estima-se que serão propostos aumentos por meio de projetos de leis específicos. No momento, tem mais de um milhão de servidores federais ativos, com cerca de 10% ocupando cargos de comissão.

Em relação aos novos pedidos de concursos que estão em andamento no MP (Ministério do Planejamento), com a aprovação dessa LDO, é possível que venham a ser atendidos no decorrer dos próximos meses.

Continue acompanhando a leitura e veja alguns deles!

Concursos previstos para 2019

Como visto, a aprovação da LDO, estima-se que, pelo menos, 6 concursos que estão em andamento divulguem seus editais nos próximos meses. Dentre eles, estão os seguintes:

Concurso público da Polícia Rodoviária Federal

O concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem seu edital autorizado e com previsão de publicação para o mês de janeiro de 2019. O total de vagas abertas será de 500 para o cargo de Policial Rodoviário Federal, de nível superior, possuindo remuneração inicial no valor de R$ 9.043,98.

Concurso público do Ministério Público da União

O Ministério Público da União (MPU) tem aproximadamente 1.600 cargos em aberto e, diferente do previsto, não houve a realização de um concurso público no ano de 2018. No entanto, espera-se que o certame esteja pronto até o fim do ano vigente, para ser publicado no início do ano de 2019, quando forem aprovadas as despesas necessárias previstas no orçamento.

Esse concurso tem o objetivo de abrir diversas vagas de nível médio e nível superior para os cargos de Técnico e Analista do MPU, com remunerações entre R$ 6.862,73 e R$ 11.259,80.

Concurso público do Ministério da Cultura

O Ministério da Cultura (MINC) enviou seu pedido há alguns meses e tem como objetivo abrir vagas para cargos de níveis médio e superior, oferecendo remuneração de R$ 3.877,97 a R$ 5.493,29.

Concurso público da Advocacia Geral da União

O concurso da Advocacia Geral da União (AGU) teve autorização no mês de junho, estabelecendo um prazo de seis meses para publicar o seu edital de abertura. Esse certame tem como objetivo ofertar 100 vagas para os cargos de níveis superior e técnico, como os de Administrador, Arquivista, Bibliotecário, Analista Técnico Administrativo, Contador, Técnico em Comunicação Social e Técnico em Assuntos Educacionais. O salário inicial é a partir de R$ 6.985,34.

Concurso público da Receita Federal

A Receita Federal, há muito tempo, solicitou a abertura de um certame que ofereceria cerca de 400 novas vagas e espera-se que a aprovação ocorra em breve. Desse total de vagas, os cargos contemplados seriam de Analista Tributário e Auditor-Fiscal. Ambos de nível superior, com salários entre R$ 10.674,21 a R$ 19.211,00.

Concurso público do INSS

O último concurso realizado pelo INSS, no ano de 2015, teve seu prazo de validade esgotado. Por essa razão, a Previdência Social planeja uma seleção mais recente, de 7.580 novos profissionais para os cargos de Analista e Técnico do Seguro Social e Analista.

Por Felicia Lopes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 52 Média: 2.9]

Novo certame deverá selecionar profissionais para o cargo de Fiscal de Obras Públicas.

Cada vez mais estão surgindo oportunidades de concursos públicos para profissionais de diferentes áreas de formação. Pois, hoje em dia, o que mais se tem são empresas ou órgãos com um quadro de servidores com pessoas de diferentes áreas de atuação. Dessa forma, os concursos se tornaram uma das melhores alternativas para a escolha de novos funcionários. E uma das últimas organizações a divulgar que está na fase inicial de um novo certame é a Agência Estadual de Empreendimentos do Mato Grosso do Sul, a Agesul/MS. Saiba agora as primeiras informações a respeito deste processo seletivo.

O novo concurso público da Agência Estaual de Empreendimentos do Mato Grosso do Sul

As primeiras informações sobre a possibilidade da Agesul/MS realizar um novo concurso público surgiram há algum tempo. Visto que, o último certame da Agência aconteceu no ano de 2016. E muitos certames atuais estão com validade de dois anos de contratação, devido a isso, a expectativa para um novo processo seletivo da Agência estava ganhando força, nos últimos tempos.

Este novo certame ainda se encontra na fase inicial, ainda se tem poucas informações sobre ele. Pois, todos os detalhes ainda estão sendo fechados para que possa publicar o edital e todos os dados serem confirmados de oficial. Mas, enquanto isso não acontece, algumas informações já são de domínio público e precisam ser apresentadas. Por exemplo, existem rumores de que a banca organizadora deste certame vai ser o Instituto Nacional de Seleções e Concursos, o Instituto Selecon. O Selecon, nos últimos anos, se tornou uma das instituições mais conhecidas e mais requisitadas dentro do universo dos concursos públicos. Essa informação deve ser divulgada em alguns dias e depois disso o edital deve ser publicado. Com isso, os interessados podem dar início ao processo de preparação para as etapas do processo seletivo.

Outra informação divulgada é a respeito do cargo em que se têm vagas abertas. Trata-se da função de fiscal de obras. Para os interessados em ocupar este posto é necessário que eles tenham formação a nível superior em geologia, engenharia ou arquitetura. E também que tenham registros nos órgãos responsáveis por cada uma dessas áreas. De acordo também com o que já foi externado, os interessados precisam ter experiência na função, de no mínimo dois anos.

Devido ao dia a dia do cargo, os interessados precisam ter carteira de habilitação nacional para carros. Um grande atrativo para este concurso é a relacionado aos vencimentos dos contratados. As pessoas que forem aprovadas em todas as etapas vão receber um salário que gira em torno de R$ 27.000,00. O número total de vagas não foi divulgado.

A respeito do último processo seletivo da Agesul/MS

Em um parágrafo anterior, foi mencionado que a Agência Estadual de Empreendimentos do Mato Grosso do Sul realizou seu último processo de contratação há dois anos. É importante analisar alguns pontos daquele concurso anterior, pois algumas coisas podem não variar em relação ao novo certame. Assim, já é uma forma do candidato ir se preparando para quando o edital deste ano for divulgado.

No certame de 2016, foram oferecidas 38 vagas para pessoas formadas em arquitetura e engenharia civil. O salário na época chegava próximo a R$ 8.000,00. Os aprovados tinham uma carga horária de 40 horas semanais. Dentre todas essas informações, a mais que se destacou era o tipo de seleção que os recrutadores da Agesul/MS escolheram. Eles não realizaram um processo seletivo com diferentes etapas. Eles selecionaram os novos funcionários, através de uma verificação do currículo levando em consideração a formação e as especializações dos candidatos e também realizaram entrevistas com todos eles para saber quais dos inscritos atendiam melhor às expectativas da instituição. Os contratados podiam trabalhar por até dois anos na Agência.

Não se tem informações ainda de como será as provas aplicadas neste novo edital, se de fato terá avaliações com assuntos específicos ou se os métodos avaliativos vão ser como o do concurso de 2016. Para conferir as novidades a respeito deste novo certame acompanhe diariamente: http://www.agesul.ms.gov.br/.

Isabela Castro.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 2 Média: 3]

Edital do certame deverá ser divulgado até o início do próximo ano.

Quem busca por novas oportunidades de trabalho já deve ter percebido que não está nada fácil conseguir uma vaga. Afinal, o mercado de trabalho, diante da grande oferta de mão de obra, se apresenta a cada dia mais competitivo e exigente. Dessa forma, muitos brasileiros passaram a ver os concursos públicos e processos seletivos como novas alternativas para se recolocarem no mercado ou conseguirem seu primeiro trabalho. Diante disso, quem reside no estado de São Paulo e gostaria de prestar um concurso público para assim obter estabilidade e segurança finaceira, acaba de surgir uma excelente oportunidade.Trata-se do novo concurso público do Detran, que em breve estará com seu edital de abertura publicado. Continue lendo este artigo e saiba de todas as informações.

É isso mesmo, o Detran, que é o Departamento Estadual de Trânsito do estado de São Paulo, anunciou recentemente que irá realizar um novo concurso público. Os preparativos já foram iniciados e a previsão é de que o próximo passo seja a contratação da empresa que ficará responsável pela organização e execução do concurso. A contratação deve ser realizada nos próximos dias.

O prazo para a publicação do edital de abertura com o prazo de início das inscrições é até o mês de janeiro de 2019.

O concurso recebeu autorização de realização no dia 25 do mês de maio, quando o governador do estado, o Sr. Márcio França, fez oficialmente o anúncio. De acordo com o que foi anunciado pelo governador, haverá a oferta de um total de 575 oportunidades, sendo que desse total 375 são para a função de Oficial Estadual de Trânsito de nível I e as 200 restantes são para a função de Agente Estadual de Trânsito de Nível I.

Assim que a realização do concurso foi anunciada, uma comissão responsável pela organização do concurso foi formada, sendo ela composta por Izadora Normando Simões, Oscar Sanchez, Jorge A. Couto Santos, Wellington C. Barbosa, Luiz Carlos Krzyzanovski Silva. Estes são os membros titulares. Já os suplentes são Luiz Gustavo P. Andrade, Carine de Amorim Calvo, Solange Amorim Rosa, Assme Abrão e José Iberê Junior.

Os interessados que desejam entrar para a concorrência de uma vaga na função de Oficial Estadual de Trânsito deve possuir formação completa de nível médio ou de curso técnico. Contudo, é necessário que a formação tenha ocorrido em instituição que possua o reconhecimento do Ministério da Educação e Cultura, o MEC. Um profissional que atua nesta função possui uma remuneração inicial no valor de R$ 1.863.

Já os interessados em realizar o concurso, que possuam formação de nível superior e Carteira Nacional de Habilitação de categoria "B", poderão entrar para a concorrência das vagas na função de agente estadual de trânsito, de modo que serão aceitas várias formações. Um profissional que atua neste cargo possui uma remuneração inicial no valor de R$ 4.657,50.

O último concurso público realizado pelo Detran aconteceu no ano de 2013. Na ocasião o edital disponibilizava um total de 1.200 oportunidades que eram distribuídas de forma igual entre os as funções de agente e oficial estadual de trânsito.

Na época a empresa contratada para organizar e executar o certame foi a Fundação Vunesp e houve disponibilidade de vagas para a região metropolitana, capital e para as regiões de Araçatuba, Barretos, Taubaté, Araraquara, Bauru, Botucatu, Fernandópolis, Campinas, Franca, Marília, Itapeva, Mogi Guaçu, Registo , Presidente Prudente, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Santos e Sorocaba.

Os inscritos na seleção de 2013 tiveram que realizar provas objetivas de múltipla escolha.

Nesse sentido, se você busca por uma oportunidade de realizar um concurso e conseguir um novo trabalho, fique atento a novas informações pois no máximo até o mês de janeiro o edital deve ser publicado. Prepare-se.

Sirlene Montes

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 14 Média: 3.1]

Prazo para se inscrever termina no dia 10 de setembro de 2018.

A Aeronáutica já abriu seu novo concurso 2018/1019. Essa é uma ótima oportunidade para quem deseja ingressar na área. Essa oportunidade é quem para quem quer entrar no Curso de Formação de Sargentos. Esse curso será realizado na EEAR (Escola de Especialistas de Aeronáutica), que fica situada em Guaratinguetá, em SP. Então esse é o momento ideal para quem deseja entrar na carreira. Veja as informações completas sobre esse concurso logo abaixo.

Quem pode se inscrever nesse concurso

Para quem deseja se inscrever nesse concurso, é preciso ter alguns requisitos que são:

– Ter o Ensino Médio completo e o Diploma de conclusão

– Ter idade de 17 a 25 anos até a data de 31 de dezembro de 2019

Quem concluir o curso será nomeado ao cargo de terceiro-sargento.

Veja como se inscrever para esse concurso

As inscrições podem ser feitas em dois endereços eletrônicos que são: http://ingresso.eear.aer.mil.br ou www.fab.mil.br/eear. A data máxima para a inscrição é até o dia 10 de setembro, até às 15 horas. Vale lembrar que todos os candidatos devem ter atenção ao preencher a ficha, tomando cuidado para não colocar nenhum dado errado. O valor da inscrição é de R$60,00.

Veja a data máxima para realizar o pagamento da inscrição

Os inscritos podem fazer o pagamento da inscrição até o dia 17 de setembro, é preciso ter atenção ao horário de funcionamento da agência bancária.

Concurso terá 129 vagas

O novo concurso da Aeronáutica conta com 129 vagas que são distribuídas da seguinte forma:

– 8 Vagas para a área de pintura

– 18 Vagas para a área de eletricidade e instrumentos

– 8 Vagas para a área de meteorologia

– 5 Vagas na área de desenho

– 8 Vagas na área de informações da Aeronáutica

– 30 Vagas na área de guarda e segurança

– 6 Vagas na área de cartografia

– 6 Vagas na área da metalurgia

– 10 Vagas na área da eletromecânica

– 8 Vagas para bombeiros

– 12 Vagas na área de suprimento

As vagas para esse concurso são para ambos os sexos, exceto a vaga na área de guarda e segurança.

Veja as informações sobre as etapas desse concurso

Esse concurso terá a primeira etapa onde será aplicada uma prova escrita, que terá o poder de classificar e eliminar. Ela é muito importante e deve ser feita com muita atenção por todos os candidatos, até mesmo aqueles que acham que estão muito preparados. Essa prova é de múltipla escolha e terá as seguintes matérias: Física, matemática, língua inglesa e língua portuguesa.

Além da prova escrita, o novo concurso da Aeronáutica terá outras etapas que podem eliminar alguns candidatos. E elas são:

– Teste de avaliação de condicionamento físico

– Teste de inspeção de saúde

– Exame de aptidão psicológica

– Validação de documento

– Procedimento de heteroidentificação

É claro que todas essas fases podem assustar muitos candidatos, mas o ideal é ficar tranquilo para passar por todas elas sem qualquer tipo de problemas. Quem se inscrever nesse concurso precisa ter em mente que é necessário ter um preparo bem antes do dia da prova e dos testes.

Conheça um pouco sobre o Curso de Formação de Sargento da Aeronáutica

O curso terá duração de 24 meses e terá dentro desse tempo instruções no campo militar, geral e técnico especializado. Ele será administrado dentro de regime de internato militar dentro da Escola de Especialista de Aeronáutica, que fica em Guaratinguetá em São Paulo.

Os alunos irão ficar em um período médio de 40 dias seguidos, dentro de regime fechado, e irá começar a partir da data de início do curso. Esse curso será administrado em formato coletivo com todos os alunos que forem matriculados dentro da Escola de Especialista de Aeronáutica.

Todos os alunos vão receber remuneração fixa dentro da lei para alunos da escola de Sargentos da Aeronáutica e benefícios como: Assistência médica e odontológica, alimentação, alojamento e fardamento.

Essas são algumas das informações do novo Concurso Público da Aeronáutica 2018/2019!

Escrito por Cristiane Amaral

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 41 Média: 3.3]




CONTINUE NAVEGANDO: