Concurso da Polícia Militar de Goiás de 2018 deverá ser realizado em breve e contará com 2 mil vagas abertas.

O edital para o novo concurso da Polícia Militar de Goiás deve ser publicado ainda no primeiro semestre de 2018. Os salários chegam a até R$ 5,4 mil. Ainda que o contrato entre a instituição organizadora do concurso e a Polícia Militar do Estado de Goiás não tenha sido assinado, tudo indica que essa etapa acontecerá em breve. A Assessoria em Organização de Concursos Públicos, conhecida como AOCP, foi divulgada no dia 16 de abril como a responsável pelo novo concurso da PM GO.

Diversos detalhes do processo já estão em andamento e a previsão é que o concurso aconteça em outubro, e o edital seja publicado nos próximos meses.

Segundo o Diário Oficial, o processo seletivo terá como objetivo fornecer profissionais para o preenchimento de 2 mil vagas na PM GO, sendo 1.920 para o cargo de Soldado 3ª Classe e as 80 vagas restantes para o cargo de Cadete.

Concurso PM GO

O último concurso da Polícia Militar GO aconteceu em 2016, com 2.500 vagas ao todo. Os vencimentos eram de até R$ 1.500 para Soldado e R$ 5.401,43 para Cadete, ambas as funções com jornadas de trabalho de 42 horas por semana. A taxa de inscrição foi de R$ 110 para Soldado e R$ 140 para Cadete. Ao que tudo indica, os valores serão semelhantes esse ano. Os dois cargos terão vagas tanto para o sexo masculino quanto feminino.

Para tomar posse do cargo é necessário ter diploma de nível superior, possuir no mínimo 18 anos e máximo 30 anos de idade para Soldado, e máximo de 29 anos para Cadete. Também é preciso possuir a estatura mínima exigida para cada sexo, apresentar CNH (Carteira Nacional de Habilitação) ou permissão para dirigir na categoria B e ser devidamente aprovado em todas as fases do certame. No caso dos futuros Soldados, é exigida a conclusão do curso superior em qualquer área. Por outro lado, os candidatos a Cadete deverão possuir diploma de Bacharel em Direito.

Seleção

A seleção dos futuros policiais acontecerá em quatro fases, sendo elas: Prova objetiva e discursiva (eliminatória e classificatória); TAF – Teste de avaliação física (eliminatório); Avaliação médica e psicológica (eliminatória); Investigação social e Avaliação da vida pregressa (eliminatória).

Os candidatos ao cargo de Soldado serão avaliados por provas contendo conhecimentos gerais sobre Língua Portuguesa, História, Geografia, Realidade política, étnica, cultural e econômica de Goiás, além de conhecimentos específicos sobre Noções de Direito Administrativo, Penal Militar, Constitucional, Penal, Processual Penal e Legislação Extravagante.

Os candidatos a Cadete realizarão provas sobre os conhecimentos específicos já listados acima e conhecimentos específicos sobre Direito Processual Penal Militar, Administrativo, Constitucional, Penal, Penal Militar e Processual Penal, além de Legislação Extravagante.

Inscrições

Antes de se inscrever é importante o candidato ler o edital com muita atenção, e verificar se preenche todos os requisitos para a posse do cargo. As inscrições devem ser realizadas online, no site da instituição administradora do concurso, no período determinado no edital. No momento da inscrição o concorrente deverá especificar o cargo pretendido e escolher o CRPM, que vai determinar o local onde as provas objetivas discursivas ocorrerão, assim como o curso de formação. As demais fases do concurso, como TAF e avaliações médicas acontecerão na cidade de Goiânia.

Na última edição do certame PM GO, todas as etapas relacionadas ao cargo de Cadete aconteceram somente em Goiânia.

No concurso PM GO de 2016 somente os candidatos que comprovaram baixa renda e insuficiência financeira puderam solicitar a isenção da taxa de inscrição. Fora esses casos, não houve isenção parcial ou total da taxa.

Este concurso não contará com vagas para portadores de deficiência devido às inaptidões para realizar as funções dos cargos.

Todas as informações oficiais do concurso PM GO serão futuramente publicadas no Diário Oficial e no site da AOCP.

Por Fabio Santos

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 18 Média: 3.2]

Concurso recebe inscrições dos interessados em concorrer aos cargos de Técnico e Analista Judiciário.

Quem pretende ser servidor público e estuda para ser aprovado em um concurso do segmento de tribunais, pode conferir aqui uma boa informação. No Estado do Rio de Janeiro, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 1ª Região publicou edital referente ao seu próximo certame, na segunda-feira, 19 de março, no Diário Oficial da União. Há chances para contratar profissionais com escolaridade completa de nível médio, técnico e também superior. Para saber mais detalhes do processo seletivo, veja a matéria a seguir.

Quais são as oportunidades anunciadas no edital?

As chances são para o cargo de técnico judiciário das seguintes áreas: administrativa, enfermagem e segurança. Para concorrer ao primeiro posto, basta possuir documento que comprove a conclusão do ensino médio. Já para a segunda função, o candidato precisa ter certificado de curso técnico em enfermagem, demitido por instituição de ensino devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, o profissional deve possuir registro ativo no conselho da classe. Por fim, para ser técnico da especialidade de segurança, é necessário ter escolaridade de nível médio e ter carteira nacional de habilitação (CNH) de categoria D ou E.

Se você possui graduação completa, poderá concorrer ao cargo de analista judiciário das seguintes áreas: judiciária, engenharia civil, administrativa, engenharia mecânica, oficial de justiça avaliador federal, engenharia elétrica e psicologia.

A remuneração varia entre R$ 7.592,53 e R$ 8.650,18 para a função de técnico judiciário e entre R$ 11.890,83 e R$ 15.164,03 para analista judiciário.

Quem for aprovado e convocado para assumir o cargo poderá receber os seguintes benefícios: auxílio alimentação, indenização de transporte, além de gratificações.

Além das vagas previstas no edital, haverá formação de cadastro reserva. Há também oportunidades exclusivas para pessoas com necessidades especiais (PNE) e para candidatos que se autodeclaram negros.

Como posso realizar minha inscrição?

Se você está interessado em participar do concurso do TRT 1ª Região, deve acessar o portal eletrônico www.institutoaocp.org.br/preCandidato/inscricaoGRUSegmento5TRTRJVisual/cpf.jsp para efetuar seu cadastro, preenchendo o formulário de inscrição.

A taxa custa R$ 60 para o cargo de nível médio e técnico e R$ 100 para os que exigem nível superior completo. O prazo de inscrição já teve início e permanece aberto até o dia 19 de abril (quinta-feira). A Guia de Recolhimento da União (GRU) deverá ser paga até o dia 20 de abril (sexta-feira).

Quem for inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) poderá fazer a requisição para ser isento do pagamento.

A banca escolhida para ser responsável por organizar o certame do Tribunal Regional do Trabalho do RJ é o INSTITUTO AOCP.

Sobre os requisitos e as atribuições

Os requisitos exigidos para toma posse dos cargos oferecidos no edital do certame do TRT Rio de Janeiro são: estar em dia com as obrigações eleitorais, possuir no mínimo 18 anos de idade, estar em pleno gozo dos direitos políticos, possuir aptidão física, estar em dia com as obrigações do serviço militar, no caso de candidato homem, comprovar que possui escolaridade compatível com o cargo pretendido, entre outros.

As principais atribuições do cargo de técnico judiciário da área administrativa são: oferecer apoio técnico, atender ao público interno e externo, arquivar documentos, conferir expedientes, entre outras tarefas.

O analista judiciário da área judiciária – especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal é responsável por notificar, realizar penhoras, fazer buscas e apreensões, executar intimações e outras ordens judiciais, entre outras atividades.

Sobre as etapas do concurso do TRT do Rio de Janeiro

Os concorrentes serão avaliados nas seguintes fases: 1) prova objetiva – aplicável para todos os cargos; 2) prova discursiva – podendo ser uma redação ou um estudo de caso; 3) teste de aptidão física – aplicável apenas para o cargo de técnico judiciário da área de segurança.

A prova de múltipla escolha será composta por 60 quesitos e a data programada é no dia 10 de junho (domingo). Os candidatos aos cargos de técnico judiciário farão prova no período da manhã e os concorrentes ao posto de analista judiciário farão no turno da tarde.

Para saber mais informações acesse o site www.institutoaocp.org.br/preCandidato/inscricaoGRUSegmento5TRTRJVisual/cpf.jsp.

Por Melisse V.

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 10 Média: 3]

Certame conta com 84 vagas distribuídas entre diversos cargos.

O IPAMB – Instituto de Previdência e Assistência do Município de Belém, localizado no Estado do Pará, tornou público o edital do Concurso Público conforme o regime estatuário.

No edital, consta o total de 84 vagas distribuídas por níveis de formação, sendo 10 vagas para o ensino fundamental, 5 vagas para os cargos técnicos de nível médio, 4 vagas para os tecnólogos e 57 vagas para os cargos de ensino superior. O edital tem validade de um ano e pode ser prorrogado por igual período conforme critério da instituição.

Acompanhe a distribuição dos cargos conforme formação, carga horária, remuneração e valor da taxa de inscrição:

  • Ensino fundamental – Carga horária semanal 30 h. Valor da taxa de inscrição: R$40,00.

(05 vagas) – Auxiliar de Administração – Assistência – Remuneração inicial: R$ 945,60

(03 vagas) – Auxiliar de Administração – Previdência – Remuneração inicial: R$945,60

(02 vagas) – Auxiliar de Saúde Bucal – Remuneração inicial: R$ 945,60

  • Ensino Médio – Carga horária semanal 30 h. Valor da taxa de inscrição: R$ 50,00.

(01 vaga) – Assistente de Administração – Assistência – Remuneração inicial: R$ 1.794,51

(02 vagas) – Assistente de Administração – Previdência – Remuneração inicial: R$ 1.794,51

(05 vagas) – Técnico Previdenciário – Remuneração inicial: R$ 1.794,51

  • Técnico de Nível Médio – Carga horária semanal 30 h. Valor da taxa de inscrição: R$ 50,00.

(04 vagas) – Técnico em Enfermagem – Remuneração inicial: R$ 1.794,51

(01 vaga) – Técnico em Laboratório – Remuneração inicial: R$ 1.794,51

  • Técnico de Nível Superior – Carga horária semanal 30h. Valor da taxa de inscrição: R$ 80,00 reais.

(01 vaga) – Técnico em Gestão de Arquivos – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Técnico em Gestão de Informática – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Técnico em Gestão de com Pessoas– Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Técnico Programador de Computação – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

  • Ensino superior – Carga horária 20 h/ 30h. Valor da taxa de inscrição: R$ 80,00 reais.

(03 vagas) – Assistente Social – Remuneração inicial: R$2.755,28

(01 vaga) – Contador – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Controlador Interno ( Administração) – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Médico Especialista em Alergologia – Remuneração inicial: R$2.755,28

(01 vaga) – Médico Especialista em Angiologia – Remuneração inicial: R$2.755,28

(03 vagas) – Médico Especialista em Cardiologia – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(02 vagas) – Médico Especialista em Clínica Médica – Remuneração inicial: R$2.755,28

(01 vaga) – Médico Especialista em Dermatologia – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(02 vagas) – Médico Especialista em Endocrinologia – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Médico Especialista em Geriatria – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(02 vagas) – Médico Especialista em Ginecologia/ Obstetrícia – Remuneração inicial: R$2.755,28

(02 vagas) – Médico Especialista em Medicina do Trabalho – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Médico Especialista em Nefrologia – Remuneração inicial: R$2.755,28

(02 vagas) – Médico Especialista em Neurologia – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Médico Especialista em Oftalmologia – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(03 vagas) – Médico em Ortopedia – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Médico Especialista em Otorrinolaringologia – Remuneração inicial: R$2.755,28

(03 vagas) – Médico Especialista em Pediatria – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Médico Especialista em Perícia Médica – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(01 vaga) – Médico em Pneumologia – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(02 vagas) – Médico em Psiquiatria – Remuneração inicial: R$ 2.755,28

(10 vagas) – Médico em Urgência e Emergência – adulta – Remuneração inicial: R$2.755,28

(02 vagas) – Médico em Urgência e Emergência – infantil– Remuneração inicial: R$2.755,28

As inscrições ocorrerão no dia 25 de abril de 2017 e encerrarão no dia 25 de maio de 2017, podendo ser feita pela internet no site da instituição.

A seleção será composta por provas objetivas e discursivas, também serão avaliados os títulos conforme a vaga pretendida. A realização da prova está prevista para o dia 25 de junho de 2017.

Para mais informações poderá ser consultado o edital de abertura do concurso localizado no site da AOCP.

Boa Prova!

Por Gisele Alves de Brito

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 1 Média: 2]

As oportunidades são para candidatos com nível médio e superior de escolaridade

Esperado desde 2014, o exame seletivo do Tribunal Regional Eleitoral do estado do Acre, já teve a publicação do seu edital. O concurso está oferecendo três oportunidades para serem preenchidas de imediato e também a opção para formar o cadastro reserva nas carreiras de analista e técnico do judiciário.

Para estar apto a concorrer ao cargo de técnico judiciário no departamento administrativo oferecido nesta seleção é necessário ter certificado de conclusão do 2º grau de escolaridade em uma instituição com reconhecimento do Ministério da Educação (MEC).

Já na profissão de analista judiciário é exigido que os candidatos tenham concluído o nível superior de escolaridade. Os aprovados no concurso irão atuar nos setores judiciário, contabilidade, engenharia e administrativo. Nas áreas de engenharia e contabilidade é essencial que os interessados sejam registrados no conselho de classe.

Os profissionais no ramo técnico terão direito a uma remuneração mensal de R$ 5.365,92 e os selecionados na posição de analista irão receber um salário de R$ 8.804,57. A jornada de trabalho nestas duas colocações será de 40 horas por semana.

Os candidatos terão a chance de realizar as inscrições para este exame seletivo no site da organizadora que é a companhia AOCP: www.aocp.com.br. Ao final da inscrição será cobrado uma taxa de R$ 56,95 para que o cadastro seja validado. O prazo das inscrições será encerrado no dia 25 de junho.

No processo seletivo, os inscritos irão realizar provas discursivas e objetivas, com data prevista para 26 de julho de 2015. Este certame ocorrerá na região do Rio Branco (AC) em lugares e horários que serão anunciados depois do dia 10 de julho. Para consultar estas informações, acesse este mesmo portal da AOCP que foi mencionado acima.

O teste objetivo terá um total de 60 questões, onde 7 serão referentes ao assunto de legislação, 10 serão de língua portuguesa, 40 perguntas sobre noções específicas e 3 relacionadas ao conteúdo de informática. 

Por Felipe Couto de Oliveira

Gostou deste artigo? Vote abaixo.
[Total: 14 Média: 3.1]




CONTINUE NAVEGANDO: