Concurso TRF-4 2019 – Previsão de Edital





Edital de Abertura deverá ser divulgado pela Organizadora nos próximos dias.

Novo concurso público está próximo a ser oficializado. Trata-se de um documento de edital que está prestes a ser publicado e anuncia o novo certame público para provimento de cargos no TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região).

Este novo processo seletivo será realizado nos Estados do Paraná; de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. O documento de edital será publicado, conforme dados lançados ao público, pelo órgão, até o dia 31 deste mês de maio. Por meio dos gestores do tribunal foi publicada, no dia 27 de maio, a necessária assinatura que firma definitivamente o contrato com a instituição responsável pela função de banca organizadora, que está nas mãos da Fundação Carlos Chagas.




Até o presente momento não foi divulgada a quantidade de postos a serem disponibilizados, como também não estão disponibilizadas mais informações sobre o próprio concurso. É necessário aguardar.

O histórico do último para cargos no TRF 4ª registra o seguinte:

O último processo de seleção, para provimento de cargos no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, foi realizado no ano de 2014, e cuja meta estava na formação do chamado cadastro reserva de pessoas, sendo que os cargos disponíveis eram para a função de técnico e de analista judiciário, de modo respectivo, sendo que as exigências estavam em escolaridade de nível médio e nível superior.


Os valores dos vencimentos iniciais estavam, na ocasião, em 8.475 mil reais para a função de técnico e de 13.339 mil reais para a função de analista, estando acrescidos, ambos, do vale alimentação. Na ocasião, a banca organizadora ficou por conta, também, da Fundação Carlos Chagas.

Para o cargo da função de técnico, as alternativas de vagas se destinaram às seguintes áreas: para a função administrativa; na função administrativa especializada em segurança e no transporte, em suporte especializado no setor de contabilidade e no suporte especializado ao setor de tecnologia da informação.

Naquele evento, o certame para cargos no TRF 4ª foi autorizado de modo a contemplar as seguintes vagas no cargo de analista: na função de analista judiciário; na área judiciária específica em oficial de justiça, como avaliador federal e mais o suporte especializado no setor de informática.

Sobre as provas:

Naquele processo de seleção a prova objetiva consistiu em um caderno composto de 60 questões de múltipla escolha, e o conteúdo programático se dividiu da seguinte forma:

Foram 30 questões versando sobre os conhecimentos básicos, contendo peso de um ponto, e mais 30 questões versando sobre os conhecimentos específicos, com peso de dois pontos.

Outro teste que estava prescrito foi a prova escrita, de redação, na qual foram avaliados os conhecimentos básicos versando sobre as seguintes matérias: conhecimento em língua portuguesa; conhecimento em raciocínio lógico-matemático; conhecimento em legislação e as noções básicas em informática.

É muito importante observar que toda pessoa que pretende participar deste, e de qualquer outro concurso público, saiba verificar com muita atenção todo o conteúdo programático, de modo a certificar-se de que o mesmo esteja em conformidade com o novo documento de edital. No caso de o edital ainda não ter sido publicado, verificar se o mesmo está estruturado dentro das bases estabelecidas no conteúdo programático do edital anteriormente publicado, neste caso, pelo próprio TRF 4ª, verificando, também, se a banca organizadora será a mesma para o novo concurso.

Será necessário que todos os interessados aguardem mais informações, nos próximos dias. Estamos na véspera da suposta publicação do edital. A comissão já está formada.

Paulo Henrique dos Santos

Comentários