Concurso TJ-AM 2019 – Banca Organizadora é Confirmada





Edital deve ser publicado nas próximas semanas.

O concurso para o TJ AM (Tribunal de Justiça do Amazonas) já tem banca organizadora definida. De acordo com publicação, no dia 29 de maio de 2019, no Diário da Justiça Eletrônica do Amazonas, a banca organizadora, com dispensa de licitação, será o Cebraspe, que é o antigo Cespe -UnB. O Cebraspe, que já costuma organizar os concursos nacionais como os de tribunais, deverá em breve assinar o contrato com o TJ AM e, após a formalização, o edital deverá ser publicado.

Segundo Yedo Simões de Oliveira, presidente do TJ AM, será ofertado no novo concurso do tribunal de 2019 um total de 480 vagas, sendo que dessas 160 serão imediatas e o restante para cadastro reserva. É previsto que o edital com a abertura das inscrições do concurso TJ AM seja publicado até a metade deste mês de junho de 2019 e as provas sejam aplicadas até o mês de novembro.




Vagas e cargos concurso TJ Amazonas

Do total das 160 vagas imediatas, 140 são destinadas ao cargo de assistente judiciário. Entre os requisitos para o cargo é necessário ter ensino médio completo (2º grau). As outras 20 vagas são para o cargo de analista judiciário. Entre os requisitos para a função é preciso o candidato ter escolaridade nível superior.

Segundo o presidente do TJ AM, a intenção inicial era dar início na publicação do edital no mês de janeiro de 2019, no entanto, isso não se concretizou. O certame será realizado para substituir o pessoal temporário do quadro de colaboradores do TJ AM. O presidente do TJ AM havia anunciado, durante sua posse em 4 de julho de 2018, sobre a realização do concurso.


Confira como será a distribuição das vagas do TJ AM

Das 140 vagas para o cargo de assistente judiciário (ensino médio), 127 vagas serão destinadas para a capital Manaus e 13 dessas serão para o interior do estado. No interior, sete vagas serão destinadas para a sub-região de Alto Solimões, que inclui as comarcas de São Paulo de Olivença, Atalaia do Norte, Tabatinga, Benjamin Constant, Santo Antônio do Içá e Amaturá. E ainda, seis vagas serão destinadas para a sub-região do baixo Amazonas, que inclui as seguintes comarcas: Parintins, Urucará, Barreirinha, Nhamundá, Boa Vista do Ramos e São Sebastião do Uatumã.

Os aprovados irão atuar em diferentes áreas dentro do TJ AM. Do total de 127 vagas que serão destinadas para Manaus, 100 dessas estão ainda sem área definida e 15 para suporte ao usuário de informática, 10 para programador e duas vagas serão destinadas para técnico em segurança do trabalho. Já para o interior do estado, das sete vagas para a sub-região do Alto Solimões, uma vaga será destinada para o suporte de usuário de informática e seis para assistente judiciário geral. E das seis vagas para a sub-área do Baixo Amazonas, uma será destinada para suporte ao usuário de informática e cinco são para assistente judiciário geral.

Taxas de inscrição já definidas

O valor das taxas de inscrições, que já foram definidos pelo TJ Amazonas, será de R$ 90,00 para assistente judiciário (ensino médio) e R$ 150,00 para analista judiciário (ensino superior).

Os candidatos do concurso TJ AM 2019 serão avaliados por provas objetivas e análise de títulos. As provas devem ser aplicadas em um domingo e os horários serão diferenciados conforme o cargo pretendido.

Adoniran Peres

Comentários