Concurso SEFAZ BA 2019 – Vagas, Inscrições




SEFAZ da Bahia divulga edital para concurso público com vagas de Auditor Fiscal.

A Secretaria da Fazenda do Estado da Bahia divulgou um edital para concurso de Auditor Fiscal. O concurso é aguardado desde 2016, quando foi adiado devido à crise econômica.

Ao todo, serão oferecidas 60 vagas, distribuídas por áreas. São 24 vagas para administração, finanças e controle interno, que exige graduação em Economia, Informática Engenharia, Ciência Contábeis, Ciências da Informação, processamento de Dados, Direito ou Ciências da Computação. Já a área tecnológica disponibiliza 17 vagas e 19 para o setor de administração tributária.


As inscrições ficam abertas até o dia 5 de abril de 2019 e devem ser feitas pela internet no site da banca examinadora, Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br). A taxa de inscrição é de R$ 170,00. Veja mais detalhes.

Remuneração

A remuneração base para Auditor Fiscal é R$ 1.970,72 , mas essa valor pode ser acrescido pela gratificação, que pode variar entre R$ 1.970,72 a R$ 9.459,45.

Somado a essa quantia, ainda pode ser acrescentado R$ 4.389,18 referente ao prêmio por desempenho fazendário.


Sobre a aplicação das provas

A aplicação das provas tem data prevista para 26 de maio de 2019. Todos os cargos passarão por provas de conhecimentos gerais, tendo 60 questões divididas em 10 de Língua Portuguesa, 15 questões para Direito Constitucional e Administrativo, 15 questões de Direito Tributário, 10 questões de Contabilidade Geral, 7 de estatística e 3 sobre igualdade racial e gênero.

Os candidatos que prestarão concurso para área de finanças e administração, responderão 55 questões objetivas, abrangendo conhecimentos específicos, prova de títulos e uma prova discursiva. Serão 20 questões de finanças públicas e economia, 10 de auditoria, 10 de contabilidade aplicada ao setor público, 5 de matemática financeira e 10 de noções de informática.

As provas para o setor de Tecnologia da Informação contará com 35 questões de Informática, 5 de Matemática e Raciocínio Lógico, 15 de Gestão Organizacional, títulos e dissertação.

Candidatos da área de Administração Tributária irão responder 25 questões de legislação tributária, 5 de auditoria, 10 de noções de informática, 10 de matemática e raciocínio lógico 5 de estatística aplicada, prova de títulos e questões dissertativas.

Sobre a banca examinadora

Conhecer a banca examinadora do concurso é importante para nortear os estudos e ajudar o candidato a fazer uma boa prova. A Fundação Carlos Chagas é uma banca bastante conhecida no cenário de concursos importantes no Brasil e entender como essa banca realiza suas provas, pode ser um diferencial para o sucesso do candidato.

A Fundação Carlos Chagas passa por um período de mudanças, com questões que exigem mais raciocínio e interpretação do que simplesmente a tão famosa decoreba. É importante os candidatos saberem os conceitos, no entanto será preciso entender exatamente como aplicá-los.

Textos para interpretação, casos práticos para serem analisados, demandam tempo e deixam as provas mais extensas e cansativas. Veja abaixo dicas para enfrentar a banca FCC e obter sucesso.

· O tempo pode ser um grande inimigo para quem vai passar pela banca FCC. Portanto, não apenas o momento da prova será importante, mas também a seleção do conteúdo para estudar. Observe que as questões têm peso diferente na nota, portanto ao ler o conteúdo programático, mantenha o foco nas questões mais relevantes e que tenham maior interferência na nota final.

· As provas da FCC são conhecidas por serem cansativas, portanto comece fazendo as questões que são mais fáceis, aquelas que você tem certeza que irá acertar.

· A banca costuma seguir um padrão, portanto, responda muitas questões de provas anteriores.

Mais informações sobre o concurso e inscrições acesse: www.concursosfcc.com.br.

Por Fabíola de Moraes

Concurso

Comentários