Concurso Procon-GO 2017 – Edital para Fiscal





Inscrições poderão ser feitas entre os dias 25 de outubro e 28 de novembro de 2017.

Segundo o edital publicado pelo Diário Oficial de Goiás, estão abertas as inscrições para o concurso público do Procon do Estado. A instituição está oferecendo 15 vagas para ocupar o cargo de fiscal das relações de consumo, sendo que uma é exclusiva para as pessoas que são portadoras de necessidades especiais. Os candidatos aprovados irão atuar na cidade de Goiânia.

Você está se preparando para fazer esse processo seletivo? Fique atento às datas e como o concurso será aplicado, bem como os conteúdos que serão cobrados na prova, isso é fundamental para garantir um bom desempenho. Acompanhe abaixo todas as informações sobre o concurso público para o Procon de Goiás:




Quem pode se inscrever

Para se candidatar às vagas disponibilizadas no concurso público do Procon, as pessoas interessadas devem ter diploma de conclusão de curso de nível superior, que deve ser fornecido por uma instituição de ensino reconhecida pelo MEC (Ministério da Educação). O salário inicial pago aos aprovados é de R$ 3.165,41, para o cumprimento de uma carga horária semanal de 4 horas.

Os interessados em participar do processo seletivo devem se inscrever do dia 25 de outubro a 28 de novembro de 2017. Para se inscrever é necessário acessar o site do Instituto Quadrix, banca organizadora do concurso, e selecionar a ficha de cadastro. Posteriormente, preencha as suas informações pessoais e profissionais. Por fim, conclua o seu cadastramento e imprima o boleto com a taxa de participação, cujo valor é de R$ 70,00 e tem que ser pago até a data de vencimento para validar a sua inscrição.


Como será a prova do concurso

O participantes do concurso Procon/GO serão avaliados por meio de provas objetiva e discursiva, que possuem caráter eliminatório e classificatório. O exame tem uma duração total de quatro horas e será aplicado na cidade de Goiânia, no dia 17 de dezembro de 2017.

A prova objetiva será estruturada em 60 questões de múltipla escolha, sendo que 20 compreendem os conhecimentos básicos sobre Língua Portuguesa, Ética no Serviço Público, Raciocínio Lógico, além de noções de informática e realidade ética, histórica, social, cultural, geográfica, econômica e política do Estado de Goiás e do Brasil, tendo uma peso de 1 ponto. As outras 40 questões da prova abordam conhecimentos específicos e têm peso de 2 pontos.

A prova discursiva será composta por uma redação de texto dissertativo, que deve ter até 30 linhas, tratando de um tema baseado nos conhecimentos específicos. A avaliação do candidato na redação será feita com base no domínio do conteúdo, demonstração de conhecimento técnico aplicado, o domínio do uso das normas do registro formal e culto da Língua Portuguesa.

Os candidatos que forem aprovados na primeira fase terão que passar pela etapa final do concurso para fiscal do Procon, que consiste na análise de títulos, que é classificatória. Nesse processo, os profissionais têm que apresentar os diplomas de pós-graduação especialização lato sensu, mestrado e/ou doutorado.

Sobre o cargo de fiscal das relações de consumo

O fiscal das relações de consumo é responsável por fazer a fiscalização dos estabelecimentos do tipo industrial, comércios e prestadores de serviço que atuam no Estado de Goiás, tendo como finalidade garantir que a legislação que protege e defende o consumidor seja cumprida. Faz parte das atribuições do fiscal checar documentos fiscais, estoques e livros comerciais, além de fazer exames contábeis para verificar se há a prática de infrações contra os consumidores.

Entre os deveres do fiscal do Procon/GO também estão fazer visitas in loco para comprovar práticas irregulares das empresas, coletando documentos, dados e informações que possibilitem a abertura de procedimentos administrativos. É importante lembrar que os aprovados no concurso irão exercer as suas atividades na cidade de Goiânia.

Simone Leal

Comentários